Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
4

“Nenhum nadador-salvador ganha menos de 700€"

João Carreira é vice-presidente da Federação Portuguesa de Concessionários das Praias e preside à Associação de Concessionários da Caparica.
7 de Junho de 2009 às 00:00
“Nenhum nadador-salvador ganha menos de 700€'
“Nenhum nadador-salvador ganha menos de 700€' FOTO: João Carreira

O que aconteceu para que este ano a falta de nadadores-salvadores perturbasse tanto o início da época balnear?

Por um lado, a interpretação da lei, segundo a qual ia aumentar o número de nadadores-salvadores em cada praia e, por outro, o facto de a maioria ser estudante e Junho ser época de exames, pelo que não estão disponíveis.

Haverá praias sem nadadores-salvadores?

Em reunião no Ministério da Defesa, com o comandante Paulo Sousa Costa, foi desbloqueado um sistema integrado de salvamento: em vez de mais nadadores-salvadores em cada praia, haverá mais meios – motas-de-água, embarcações, telemóveis... – e maior coordenação.

Alguma praia ficará sem nadador-salvador?

Não. Haverá sempre um, sendo que todos têm rádio e telemóveis e, por exemplo aqui, na Costa de Caparica, em que as praias são contíguas, circulam em todas. Não podemos ‘fazer’ nadadores-salvadores.

O que responde a quem diz que a falta de nadadores-salvadores resulta de não lhes serem oferecidas boas condições salariais?

Os concessionários estão a substituir o Estado garantindo a segurança das pessoas, é sobre eles que recai a responsabilidade. E estas são empresas que vivem do Sol durante apenas quatro meses. É só despesas, só despesas. De qualquer forma, nenhum nadador-salvador ganha menos de 700 euros ‘limpos’, sem contar com a alimentação.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)