Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
2

NO REINO DA CRIANÇADA

Em tempo de férias “pegue” na pequenada e visite museus, conheça jardins, pratique desporto ou descubra as artes. O importante é viver o Verão de forma diferente
12 de Julho de 2002 às 18:02
NO REINO DA CRIANÇADA
Houve um dia em que alguém disse, sabiamente, que «as crianças são o melhor do mundo». E são. A sua pureza, sinceridade e honestidade não pode, nem deve ser contrariada. As crianças às vezes soltam risos tão verdadeiros que os problemas dos adultos tendem a desaparecer. No entanto, os pequenos também são irrequietos, muitas vezes rebeldes e curiosos.

Estamos em pleno Verão e os pais, avós, padrinhos ou tutores nem sempre sabem como animar, educar ou estimular os seus rebentos. Conheça as nossas sugestões e proporcione momentos interessantes às suas crianças.

Museus e exposições

Em Portugal não há o hábito de os pais levarem os filhos aos museus. Regra geral, os mais novos têm acesso a museus, palácios e exposições porque as escolas e colégios costumam organizar astradicionais “visitas de estudo”. Chegou a altura de pegar nos mais novos e visitar um museu. Faz bem não só aos pequenos, mas também aos graúdos.

Sugestões:

Museu do Brinquedo (Sintra) – Até ao final de Outubro, está patente a exposição “Brinquedos do Mundo”, que permite aos visitantes conhecerem e descobrirem a cultura e as tradições de outros países. Tel: 21 924 21 71

Museu da Criança (Lisboa) – Aqui, os mais novos podem aproveitar para assistir à exposição interactiva “Bom Dia Medo”, dirigida a crianças entre os 5 e os 13 anos. Tel: 21 386 21 63

Museu de Arte Sacra e Etnologia (Fátima) – Aberto durante todo o ano, organiza actividades de tempos livres para crianças e jovens, incluindo oficinas de pintura, teatro, fantoches e jogos tradicionais. Tel: 249 539 470

Museu das Comunicações (Lisboa) – Se fizer uma marcação pode ter uma visita guiada e (re)descobrir como é que a comunicação e a tecnologia evoluíram. É interessante para os mais novos que vivem rodeados de conceitos como net, SMS, consolas, conhecerem os meios mais “arcaicos”. Tel: 21 393 51 06

Edifício Banco de Portugal (Leiria) – até ao final do mês pode ver a exposição “O Brinquedo Através dos Tempos” e recordar momentos da sua infância ou ensinar às crianças de agora o que era, por exemplo, jogar ao berlinde, à carica ou fazer colecção de soldadinhos de chumbo. Tel: 244 839 500.

Ateliers de tempos livres (ATL)

Um pouco por todo o país, os museus, galerias, escolas e outras instituições costumam organizar os famosos ATL, onde se preparam ocupações didácticas e estimulantes para os mais novos. O nosso primeiro conselho é que se dirija à sua Junta de Freguesia ou ao Instituto Português da Juventude e descubra se estes centros têm algum ATL organizado. Regra geral, os preços são muito acessíveis e os ATL costumam ser divididos por turnos, ou seja, se forem de manhã, pode passar a tarde com o rebento e vice-versa.

Sugestões:

O Oceanário de Lisboa organizou este Verão alguns ATL, em que as crianças e jovens são incluídos nos seguintes grupos: dos 3 aos 5 anos; dos 6 aos 14 anos e dos 15 aos 18 anos. Entre os vários temas propostos pelo Oceanário, encontram-se “As lontras-marinhas e a floresta kelp”, “A vida no frigorífico-pinguins” e “No calor dos trópicos-animais no recife de coral”. Informações: 21 891 70 02 e 21 891 70 06.

Na margem sul do Tejo, a iniciativa “Brincar Sesimbra” promete animar as crianças com idades compreendidas entre os 8 e os 12 anos. Este programa é composto por ateliers culturais, ambientais e desportivos e compreende actividades como o andebol, o atletismo, o basquetebol, os fantoches, e a ginástica, entre outras. A organização deste e de outros programas de ocupação de tempos livres está a cargo do Gabinete Jovem da Câmara Municipal de Sesimbra, onde poderá recolher mais informações.

Campos de Férias

Em Espinho, a Nortada organizou campos de férias para crianças a partir dos oito anos, na Praia Costa Verde, em regime aberto — os participantes regressam a casa no final do dia. O programa e actividades previstas são adequados a cada grupo etário e podem ser alterados se as condições climatéricas, ou outras, assim o exigirem.

Os próximos campos começam amanhã, dia 15 e no dia 22. Do programa semanal de actividades fazem parte várias actividades desportivas e culturais, entre as quais o surf, bodyboard, jogos de estratégia e ateliers de teatro, dança e música. Contactos: 91 741 22 41 ou nortada@nortada-spot.com e ainda www.nortada-spot.com

A Associação Cristã da Mocidade (ACM) tem uma larga experiência na organização de campos de férias, sendo que estes se realizam geralmente na Foz do Arouce e em Arganil. Aberto a participantes entre os 7 e os 17 anos, estes campos têm uma forte vertente desportiva, mas também há lugar para ateliers artísticos. Tel: 21 910 85 10.

Férias & Companhia – Na Serra da Arrábida, nomeadamente na Quinta de Santo António, esta organização promove campos de férias para crianças e jovens com idades compreendidas entre os seis e os 17 anos, em que a miudagem pode praticar desportos radicais bem como inciativas de carácter histórico. Tel: 21 917 66 65

Dança

No Palácio de Ribamar, em Algés, começa amanhã, dia 15, o 2o Curso de Verão Internacional, organizado pelo Centro de Dança de Oeiras. Das 08h00 às 23h00 é possível para adultos e crianças, praticar ioga, tai chi, dança clássica, dança e música criativa, dança contemporânea, barroca, africana, espanhola, barra do chão, danças tradicionais e orientais e tango argentino, entre outras actividades. Para mais informações sobre este curso e também sobre o novo ano lectivo que começa no dia 16 de Setembro telefone parao 21 411 79 69 ou 96 80 30 222.

Espaços verdes

Se estiver na cidade e não souber o que fazer com a pequenada, depois de ter conhecido todos os museus e exposições, aproveite para desfrutar de espaços verdes. Em quase todos os locais há jardins onde poderá andar de bicicleta, fazer piqueniques, imaginar uma sessão fotográfica, saltar à corda, jogar à bola, inventar uma aula de ginástica.

Em Lisboa, por exemplo, tem o Jardim da Estrela, o Parque da Serafina, o Parque das Nações, Belém e a Gulbenkian. Nas Caldas da Rainha existe o Parque D. Carlos I e no Montijo, o Parque Municipal. Isto são apenas exemplos, porque, na realidade, existem muitos espaços verdes no país, que nem sempre são aproveitados da melhor forma pelas famílias.

Passeios

Uma ideia engraçada é “agarrar” na criançada e fazer percursos calmos e isolados, mas simultaneamente emocionantes e animados que implicam uma viagem rio abaixo. O CTIVE organiza várias actividades, entre as quais os passeios de canoa Rio Tejo/Almourol. É um passeio para pais e filhos com a duração de duas horas e meia, incluindo uma visita ao Castelo de Almourol, onde se conta a sua lenda... Outra das viagens que o CTIVE organiza é no Rio Guadiana, um passeio à Aldeia da Luz. Contactos: 93 860 87 97 e 93 464 49 72 ou ainda active.outdoors@clix.pt.
Boas férias e divirtam-se.

A não perder

Há locais, em Lisboa, que encantam miúdos e graúdos e que não pode deixar de visitar:

Oceanário – Está aberto todos os dias, entre as 10h00 e as 20h00. Tel: 21 891 93 33 ou 21 891 98 98

Jardim Zoológico – Além do Zoo em si, que está aberto ao público diariamente entre as 10h00 e as 18h00, neste espaço encontra o “Animax”, ou seja, uma mini-feira popular com jogos e diversões. E todos os dias há dois shows de golfinhos que costumam alegrar a pequenada. Tel: 21 723 29 00

Aquário Vasco da Gama – Abre todos os dias entre as 10h00 e as 18h00, e fica na Rua Direita (Dafundo). Tel: 21 419 63 72 ou 21 415 15 10

Feira Popular – Toda a gente conhece a tradição de se passar uma tarde ou uma noite na feira. Há divertimentos, algodão doce, pipocas... e durante o Verão está aberta todos os dias.

Quinta Pedagógica dos Olivais – Como é que se vive na quinta? E que animais é que existem? Deixe os pequenos descobrirem, e passe um dia diferente. Eles podem também frequentar ateliers de bordados, cerâmica ou culinária. Tel: 21 855 09 30

Os direitos das crianças

No dia 20 de Novembro de 1959, as Nações Unidas adoptaram, em Assembleia Geral, a Declaração Universal dos Direitos das Crianças. Nas décadas seguintes, vários países “aderiram” a esta Declaração que não obedece a princípios de Assinatura e/ou Ratificação. Em Portugal, foi assinada a Convenção dos Direitos das Crianças a 26 de Janeiro de 1990 e ratificada a 21 de Setembro do mesmo ano.

A Declaração e a Convenção no essencial são idênticas e visam o bem-estar físico e psicológico da criança e exigem que seja tratada com dignidade, tendo direito à sua integridade. Por exemplo, em situações de emergência ou em caso de guerra, salvar as crianças deve ser a priopridade máxima. Se quiser conhecer melhor estes documentos visite www.onuportugal.pt ou www.onu.com ou ainda www.unicef.com.

Ana banana...

Todos os sábados, entre as 14h30 e as 18h30, dezenas de crianças reúnem-se no Picoas Plaza para, em conjunto pularem, cantarem e principalmente aplaudirem a criatividade, inovação e capacidade de entreter da Ana Banana, uma animadora infantil. A entrada é livre e aconselhada a crianças a partir dos 3 anos. Picoas Plaza – Rua Tomás Ribeiro, 65 (atrás do Hotel Sheraton), Lisboa.

Sites interessantes

Se tem acesso à internet embarque com os mais
novos na divertida viagem de descobrir histórias,
brincadeiras e sorrisos. Algumas sugestões:
www.nonioxxi.pt/hp45/11e/anedotas.html
www.disney.com
www.museudoindio.br
www.terravista.pt/AguaAlto/5198/
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)