Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
5

O ‘sismo científico’ que nunca chegou a abalar o Porto

No Verão de 1996, o ‘CM’ dava conta da indignação da comunidade científica devido ao cancelamento de uma experiência que consistia em fazer explodir 200 toneladas de TNT no mar, a 50 km do Porto. O projecto foi abandonado por causa da revolta dos autarcas e do alarme das populações.
7 de Agosto de 2011 às 00:00
Estava tudo pronto para se fazer a experiência, mas os explosivos acabaram guardados no paiol
Estava tudo pronto para se fazer a experiência, mas os explosivos acabaram guardados no paiol FOTO: Sérgio Lemos

Passados 15 anos, o professor Luís Mendes Victor ainda fala do caso com amargura. Foram anos a preparar o maior ensaio sísmico na costa portuguesa, mas tudo ruiu por causa de uma manchete de jornal.

Em Agosto de 1996, o semanário ‘Já’, dirigido pelo agora deputado europeu Miguel Portas, dava conta do ‘sismo científico’ que seria realizado a 5o km da costa do Porto. Disse-se que o impacto da explosão de 200 toneladas de TNT iria fazer tremer a Invicta. O Governo interveio, e a experiência acabou antes de começar.

"Foi um grande embaraço. Na altura, eu dirigia o Instituto de Geofísica Infante D. Luiz, que integrava um consórcio internacional de cientistas de todo o mundo. Tínhamos os melhores especialistas de Inglaterra, EUA, Alemanha, Austrália e Nova Zelândia a trabalhar no projecto e a certeza de que ninguém ia sentir o abalo", conta Luís Mendes Victor.

SOLUÇÃO SALOIA

Perante a contestação, o Governo agiu. "Foi nomeada uma comissão à pressa e sugeriram que fizéssemos o ensaio com 2 toneladas de explosivos. Uma solução saloia, à portuguesa". O impacto da explosão iria ser acompanhado por 2 mil estaçõ

es sísmicas de todo o mundo, mas os milhões investidos pela União Europeia afogaram-se, sem uma faísca. "Sempre que ia a uma conferência internacional, ouvia piadas sobre o caso", conta o especialista, que se reformou em 2003.

Aos 81 anos, conta que esta foi, "uma das maiores desilusões" da sua vida profissional. 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)