Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
9

Paulo de Carvalho: “Não votei nos que foram Governo”

O cantor comenta a situação política e económica do País, confessa que não trocaria a mulher por Gisele Bündchen e que os filhos e as atrocidades da guerra e da fome ainda o fazem chorar
21 de Agosto de 2011 às 00:00
Paulo de Carvalho
Paulo de Carvalho FOTO: Rita Carmo

Nasceu em Lisboa a 15 de maio de 1947 e começou na música como baterista. Em 1962 foi um dos fundadores dos ‘beatles portugueses’, os famosos sheiks, que puseram fim às suas aspirações futebolísticas nos juniores do Benfica. Foi Paulo de Carvalho que deu voz à senha da revolução dos cravos com ‘E Depois do adeus’.

Entre álbuns de originais, ao vivo e compilações tem cerca de quarenta discos editados. O último chama-se ‘Vivo’ e assinala as bodas de ouro de uma carreira que ainda está bem viva. A solo estreou-se no Festival RTP da Canção em 1970. Voltou lá mais duas vezes para vencer em 1974 e em 1977.

Dois anos depois experimentou outra via da música ao iniciar actividade como produtor discográfico e A&R nacional, na editora Nova, que contratou nomes como Adelaide Ferreira ou Manuela Moura Guedes. A 10 de Junho de 2009 recebeu das mãos do Presidente da República o grau de Oficial da Ordem da Liberdade.

A resposta escolhida surge a sublinhado

- Que canção cantaria ao recém-nomeado primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho?

a) ‘E Depois do Adeus’

b) ‘Mãe Negra’

c) ‘Deixa lá o Pior já Passou’

d) Outra hipótese: deixava-o escolher a cantiga e depois fazia eu o arranjo. A seguir cantávamos os dois

- Ser novamente pai aos cinquenta anos é...

a) Ter outra calma, serenidade e disponibilidade

b) Ter a noção de que o tempo não volta atrás

c) Como ser pai noutra idade qualquer

- Se o tempo voltasse atrás, quem levaria agora para o palco consigo no Festival da Canção?

a) Mafalda Sacchetti, Agir

b) Fernando Tordo, Pedro Osório, Carlos Mendes

c) Dulce Pontes, Maria João, Rita Guerra

d) Outra hipótese: Todos. Que grande coro seria!...

- Se à época lhe tivessem pedido a opinião, quemúsica teria escolhido para senha da revolução do 25 de Abril?

a) ‘Perdido por Cem’

b) ‘Semente’

c) Seria à mesma o ‘E Depois do Adeus’

d) Outra hipótese: ‘Venham mais Cinco’

- Durante os últimos anos assistiu, certamente preocupado, ao regresso do FMI e a drásticas mudanças na economia e também na política portuguesa. Que balanço faz de toda a sucessão de acontecimentos:

a) Uma profunda surpresa e descrença no trabalho que os políticos portugueses têm feito pelo País

b) Já nada me surpreende. Era previsível que isto, mais cedo ou mais tarde, desse para o torto

c) Com a revolta natural de quem vai ter de pagar caro uma factura para a qual não contribuiu. Ainda por cima de quem nunca votou nos que já foram Governo...

- O que significa celebrar cinquenta anos de carreira na música portuguesa?

a) Um feito que só os mais talentosos, trabalhadores, fortes e resistentes conseguem

b) Um grande orgulho que quero partilhar com os fãs e os amigos

c) É apenas uma data. O que importa é continuar a fazer música. Mas vamos festejar com trabalho

- Se ganhasse agora 100 milhões de euros no Euromilhões, o que faria de imediato?

a) Mudava-me de armas e bagagens para parte incerta porque este país não é para ninguém

b) Concretizava todas as excentricidades que me viessem à cabeça

c) Ajudava a família, os amigos e a música portuguesa e criava uma fundação que ajudasse à cultura (sobretudo a musical) e deixasse bem vistas as fundações

- O que é que ainda o faz chorar?

a) A fome, a guerra, as injustiças no Mundo; olhar para os meus filhos

b) Só choro se partir um pé

c) Nunca choro

- Qual destas mulheres de sonho levaria consigo para um cruzeiro no mar das Caraíbas?

a) Irina Shayk

b) Gisele Bündchen

c) Levava a minha mulher que também é muito bonita e com quem tenho parte de uma vida construída. Além de duas filhas

- Com quem realizaria um dueto sem hesitar?

a) Bono, dos U2

b) Tim, dos Xutos

c) Elvis Costello

d) Outra hipótese: Só podem mesmo ser estes?!...

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)