Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
6

Quando o povo se uniu para reerguer o Santuário dos Milagres

‘População restaura Santuário dos Milagres’ era o título da notícia do CM que dava conta do fim das obras de restauro financiadas pelo povo da freguesia e pelos peregrinos. Na altura o secretário do Conselho, Carlos Pina disse: “É caso para dizer que os milagres continuam a acontecer perto de nós”.
26 de Agosto de 2012 às 15:00
Nelson Bajouco, António Anastácio, Padre Jacinto Gonçalves, Carlos Pina e Luís Moreira
Nelson Bajouco, António Anastácio, Padre Jacinto Gonçalves, Carlos Pina e Luís Moreira FOTO: Rui Miguel Pedrosa

No final da década de 90 o estado do Santuário do Senhor Jesus dos Milagres, em Leiria, era desolador. "Não se reconheciam os apóstolos nas pinturas, no telhado havia brechas, o tecto de uma das sacristias caíra parcialmente; as cantarias tinham silvas que mediam vários metros e as infiltrações eram tais que, durante as celebrações, o coro tinha de procurar sítio para se abrigar da água que escorria pelas paredes", lembra Carlos Pina, técnico de electrónica e membro do Conselho Económico Paroquial que em 1998 resolveu devolver ao Santuário a beleza de outros tempos.

Em 2000, depois das obras – pagas com o dinheiro do povo – a Comissão encarava, orgulhosa, a missão cumprida. Além de Carlos, também Nelson Bajouco (mecânico), António Anastácio (bate-chapas), Luís Moreira (padeiro) e o padre Jacinto Gonçalves, pertenciam ao Conselho Paroquial.

PORTA-A-PORTA

"Durante um mês, depois do trabalho, fizemos um peditório porta-a-porta por todas as casas da freguesia para conseguir recuperar o Santuário. Conseguimos juntar 60 mil contos (300 mil euros) e só pedimos 10 mil ao banco. Foi a população que ajudou a reerguer o Santuário. Ainda conseguimos criar infra-estruturas para receber os peregrinos em época de romaria", lembra Carlos.

Hoje, nenhum deles pertence ao Conselho Económico Paroquial. Reencontraram-se para a fotografia que aqui mostramos e, apesar do tempo que passou, cederam à contemplação da obra feita.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)