Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
1

Tomás futebolista

“‘O último a chegar tem cuecas da Hello Kitty!’ Ah, a elegância e subtileza do mundo futebolístico...”
7 de Outubro de 2012 às 15:00
Tomás futebolista
Tomás futebolista FOTO: Ilustração de José Carlos Fernandes

Este texto está a ser escrito nas bancadas de um campo secundário do Estádio da Luz. São dez horas da manhã de domingo e o meu filho Tomás está a fazer alongamentos no relvado, preparando-se para mais um treino numa das dezenas de classes do futebol infantil do Benfica. Não, não tenho em casa um génio da bola, que me assegure um futuro de mansões opíparas e carros topo de gama. O Benfica não é esquisito – desde que se pague a mensalidade, deixa toda a gente ingressar nas suas camadas mais jovens.

O facto de eu estar com o rabo enfiado nesta bancada é o culminar de um longo percurso de futobsessão do Tomás. Todo o santo dia ele quer procurar campos "com balizas verdadeiras" para exibir a sua imparável técnica, pergunta-me de hora a hora se está a dar futebol na televisão (e está sempre a dar futebol na televisão), senta-se a ver jogos poeirentos como se estivessem a dar em directo, e tendo em conta o tamanho da sua memória e os seus tiques obsessivos não há-de demorar muito a dar-me baile em cultura futebolística.

E claro: no meio disto tudo, o Tomás tem uma mamã que lhe apara as vasas. Ele tanto pediu para entrar para as escolas do Benfica que a Teresa acabou por o inscrever num intervalo dos meus infindáveis resmungos, género: "Ele não tem lá muito jeito", "o Estádio da Luz fica na outra ponta da cidade", "bolas, não temos tempo para tudo". E não temos.

O problema é que nas mãos da minha excelentíssima esposa o tempo ganha magníficas propriedades elásticas. Por exemplo, antes eu tinha manifesta falta de disponibilidade para vir ver os jogos ao Estádio da Luz, apesar do meu luzidio Red Pass. Agora, parece que vou passar regularmente aqui as minhas manhãs de domingo porque a disponibilidade que eu não tinha para mim apareceu de forma misteriosa para ele.

E pronto, levanto a cabeça e lá anda o Tomás a correr entusiasmadíssimo, aos gritos do mister: "O último a chegar tem cuecas da Hello Kitty!" Ah, a elegância e subtileza do mundo futebolístico... Fiquei sem as manhãs de domingo, mas pelo menos estou a criar um verdadeiro gajo da bola. É um consolo.

PS – Tinha eu acabado de escrever esta crónica e o treinador veio falar comigo. Segundo ele, o Tomás tem imenso potencial e foi convidado a integrar a selecção 2006 do Benfica. Eu tentei não me rir. E já comecei a sonhar com mansões opíparas e carros topo de gama.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)