Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais CM
6

Um pingo não custa

Como o sem-número de mulheres bem mais velhas que representam a faixa mais atingida por este flagelo no último ano (...) ela acha que tem a certeza.
26 de Outubro de 2008 às 00:00
Um pingo não custa
Um pingo não custa

Há pouco mais de uma semana fiz o teste rápido do HIV. Pela segunda vez, já que o tinha realizado no último dia 1 de Dezembro, Dia Mundial da Luta Contra a Sida. Eu tenho um ligeiro problema no que toca a tirar sangue - nada a ver com agulhas: apesar de não gostar nada delas, não me chateiam em si. O que me chateia é ter muito poucas veias visíveis e, aquelas que se deixam mostrar são 'bailarinas'. Quer isto dizer que, mesmo depois de se dar com elas, fogem rapidamente. O que dá um berbicacho do caraças quando se trata de fazer as análises. É, no mínimo, um martírio para mim e a para a enfermeira de serviço, por mais experiente que esta seja. Acabo todo furado, invariavelmente.

Desta última vez, ao fim de várias tentativas falhadas, acabámos por usar uma daquelas seringas pediátricas, usadas nas criancitas, e mesmo assim, foi um trinta e um para conseguir recolher a quantidade de sangue necessária. Em relação ao teste do VIH (assim é que está correcto) foi totalmente o oposto. Bastou apenas uma picadita para recolher pouco mais do que um pingo, o suficiente para o teste rápido. Dez minutos depois, tinha o resultado à minha frente. Falando disto com uma rapariga minha conhecida, que tem dezoito anos, ela confessa-me que nunca fez o teste. A razão apresentada é porque 'não precisa'. Não precisa porque tem sempre cuidado. Hmmm. Ainda bem para ti, digo eu. Mas continuo: 'e tens sempre cuidado?'. 'Sempre, sempre, não, mas quando faço sem nada é porque tenho a certeza'.

Assim como o sem-número de mulheres bem mais velhas que representam a faixa mais atingida por este flagelo no último ano, a maior parte delas casadas ou com relações sérias, ela acha que tem a certeza, coisa que ninguém, a começar pelo(s) seu(s) parceiro(s), pode ter. Pelo sim, pelo não, um pingo não custa nada - figurativa e literalmente falando. Podem ver onde o fazer em www.sida.pt.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)