Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
3

Chega nos Açores destaca "grande vitória" de participação do partido

"Nós jamais sairemos derrotados daqui", disse José Pacheco.
Lusa 27 de Setembro de 2021 às 00:43
José Pacheco
José Pacheco FOTO: Direitos Reservados/Facebook
O representante do Chega nos Açores, José Pacheco, destacou no domingo a capacidade de participação do partido nas eleições autárquicas, considerando ter sido "uma grande vitória".

"Nós jamais sairemos derrotados daqui, porque no dia em que entregamos as listas nos tribunais nos oito concelhos, as listas que diziam Chega, tivemos uma grande vitória. Íamos ter zero por cento nos Açores e conseguimos ter muito mais que isto", afirmou José Pacheco, numa reação aos resultados das eleições autárquicas nos Açores, onde o Chega apresentou oito candidaturas (a Região Autónoma tem 19 concelhos).

José Pacheco, que se candidatou â Câmara Municipal da Lagoa, na ilha de São Miguel, salientou que aquilo que "interessa é participar" no ato eleitoral.

"Se é o terceiro lugar, se é o quarto lugar, são dois votos, menos dois votos, não interessa. Somos um partido de gente corajosa, nunca desistimos, nunca baixamos os braços, muito menos para aqueles que nos tentaram destruir e difamar. Isto jamais irei perdoar, nós estamos aqui pela democracia, pelo futuro da nossa terra", vincou o também deputado do Chega na Assembleia Legislativa Regional.

O representante do Chega nos Açores agradeceu também a "todas as pessoas de forma corajosa e valente que em 10 dias deram o seu contributo à democracia através do Chega sendo candidatos".

"Não é fácil em dez dias construir oito listas, estes sim são os verdadeiros heróis", sublinhou.

José Pacheco sublinhou ainda que "foi uma batalha", garantindo que "a partir de hoje" o partido vai "estar garantidamente mais organizado".

Em julho, no dia em que estava agendado o anúncio dos candidatos do Chega às autárquicas na Região Autónoma dos Açores, com a presença do líder nacional do partido, este anunciou ter perdido a confiança política no líder do Chega/Açores, Carlos Furtado.

Ver comentários