Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Bebé entregue a soldado americano em Cabul está a viver com a família nos EUA

Pai da criança criou uma página de angariação de fundos. Espera recomeçar a vida com a família no estado do Arizona.
Correio da Manhã 2 de Outubro de 2021 às 17:24
Bebé entregue a um soldado americano no Aeroporto Internacional de  Kabul durante a retirada das tropas dos EUA do Afeganistão
Bebé entregue a um soldado americano no Aeroporto Internacional de  Kabul durante a retirada das tropas dos EUA do Afeganistão FOTO: OMAR HAIDARI/via REUTERS
A imagem correu mundo. Um pai a entregar a filha a um soldado norte-americano durante a retirada das tropas dos Estados Unidos do Afeganistão. Meses depois, a bebé Liya está agora junto da família, a viver no estado do Arizona. 

Hameed, o pai da criança, entregou a filha a um soldado no Aeroporto Internacional de Cabul. "Naquele dia entreguei o meu bebé a um estranho. A única coisa em que confiei é que era um soldado e que a minha filha ficaria segura", disse na época.

A família, incluindo a mulher Sadia e Liya, de oito meses, mudou-se para a área de Phoenix, nos Estados Unidos, avança o New York Post.

Hameed trabalhou durante cinco anos como intérprete e conselheiro cultural para os militares norte-americanos em Cabul. Durante o mês de agosto esteve a auxiliar nas operações de retirada do país. Ao longo desse tempo esteve numa localização segura e não pôde estar presente no nascimento da filha. O medo de represálias levou-o a querer abandonar o país.

"Recebemos a informação de que estavam a matar pessoas, outras a desaparecer. Devido à minha afiliação eu soube que a minha casa seria a próxima. Não se tratava de se iria ou não acontecer, mas quando", contou o pai de Liya.

Apesar de estar segura, a família teve de partir sem qualquer forma de identificação. Sadia e a filha precisam de cuidados médicos, mas Hameed não consegue levá-las ao médico sem o seguro.

O pai da criança criou uma página de angariação de fundos e espera conseguir ajuda no recomeço da vida da família nos EUA.
Ver comentários