Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
8

Macron acredita que G20 deve "estabelecer as suas condições" para reconhecer o regime Talibã

"A igualdade entre homens e mulheres é um dos pontos em que insistimos e é uma condição para nós", diz o presidente francês.
Lusa 5 de Outubro de 2021 às 10:26
Presidente francês Emmanuel Macron
Presidente francês Emmanuel Macron
O G20, que reúne 20 dos países mais poderosos do mundo, deve "estabelecer condições" para o reconhecimento do regime talibã, nomeadamente "igualdade de género" no Afeganistão e a continuação das evacuações humanitárias, afirmou esta terça-feira o presidente francês Emmanuel Macron.

"Nós temos absolutamente - e nós quer dizer os europeus, os americanos, a China, a Rússia, as grandes potências de África, Ásia do Pacífico e América Latina juntos - de ter uma mensagem muito clara: nós, nós estabelecemos as nossas condições para o reconhecimento dos Talibãs", disse Macron à rádio France Inter.

"Parece que o reconhecimento internacional tem um preço, que a dignidade das mulheres afegãs, que a igualdade entre homens e mulheres é um dos pontos em que insistimos e é uma condição para nós", continuou o chefe de Estado francês.

Ver comentários