Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
2
Ao minuto Atualizado às 15:05 | 25/09

AO MINUTO: Odessa volta a ser atacada com drones iranianos, diz exército ucraniano

Acompanhe ao minuto a evolução da guerra na Ucrânia.
Correio da Manhã 9 de Agosto de 2022 às 12:23
Guerra na Ucrânia
Pepsi
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
ataque em Kharkiv
ataque em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Bomba retirada em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Ataque a Kiev
Ataque a Kiev
Ataque russo atinge centro comercial em Kremenchuk
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Ataque russo à cidade de Vinnytsia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Ataque ao porto de Odessa
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Pepsi
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
ataque em Kharkiv
ataque em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Bomba retirada em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Ataque a Kiev
Ataque a Kiev
Ataque russo atinge centro comercial em Kremenchuk
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Ataque russo à cidade de Vinnytsia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Ataque ao porto de Odessa
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Pepsi
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
ataque em Kharkiv
ataque em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Bomba retirada em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Ataque a Kiev
Ataque a Kiev
Ataque russo atinge centro comercial em Kremenchuk
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Ataque russo à cidade de Vinnytsia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Ataque ao porto de Odessa
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
A invasão russa da Ucrânia, que dura há mais de cinco meses, tem deixado um rasto de destruição e de morte.

Milhões de pessoas abandonaram o país e algumas cidades foram arrasadas pelas tropas de Vladimir Putin, como é o caso de Mariupol, onde os soldados ucranianos transformaram a fábrica Azovstal no último bastião da resistência.

O conflito armado está também a provocar uma grave crise na cadeia de distribuição de alguns produtos para outros países, como é o caso dos cereais.
Ao minuto Atualizado a 25 de set de 2022 | 15:05
14:59 | 25/09

Odessa volta a ser atacada com drones iranianos, diz exército ucraniano

O Exército ucraniano revelou este domingo que a cidade costeira de Odessa foi atacada de madrugada com drones de fabricação iraniana, dois dias depois de um ataque russo com uma arma similar ter matado dois civis. 

"Odessa foi atacada novamente por drones suicidas do inimigo", denunciou o Comando Operacional Sul do Exército ucraniano, acrecentando que "o inimigo atingiu três vezes o prédio da administração no centro da cidade".

Um dos drones foi derrubado pela Força Aérea ucraniana sem deixar vítimas.

Natalia Gumeniuk, uma porta-voz do Comando Operacional do Sul, disse à AFP que eram "drones iranianos".
12:16 | 25/09

Ucrânia tentou atacar a central nuclear de Zaporizhzhia com 'drones kamikaze', revela Rússia

O Ministério da Defesa da Rússia afirmou este domingo que as forças ucranianas continuaram os ataques à central nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia, incluindo o lançamento de oito "drones kamikaze" nas instalações.

As forças russas abateram todos os "drones" fora do território da central nuclear, acrescentou o ministério da defesa, e os níveis de radiação continuam normais.
00:08 | 25/09
Lusa

MNE russo acusa o Ocidente de russofobia "grotesca"

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, acusou este sábado na ONU o Ocidente de "russofobia sem precedentes" e "grotesca".
19:37 | 24/09
Lusa

Mais de 680 detidos em protestos na Rússia contra mobilização decretada por Putin

Mais de 680 pessoas foram detidas este sábado em novos protestos contra a mobilização parcial decretada na quarta-feira pelo Presidente russo, Vladimir Putin, para reforçar as tropas na Ucrânia, segundo organizações independentes.
14:20 | 24/09

Rússia demite vice-ministro da Defesa

O vice-ministro da Defesa russo, o general do Exército Dmitri Bulgákov, responsável pelo abastecimento e munições, foi demitido do cargo, informou hoje a Defesa, em comunicado.

12:11 | 24/09

Charles Michel apoia abertura da União Europeia aos objetores de consciência russos

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, afirmou numa entrevista este domingo publicada ser a favor de que a União Europeia abra as portas aos cidadãos russos que são objetores de consciência e que ignoram o apelo do Presidente russo, Vladimir Putin.
12:11 | 24/09

Terminada exumação em Izium, na Ucrânia, com 447 cadáveres

As autoridades de Kiev terminaram a exumação de uma vala comum situada numa floresta perto da cidade ucraniana de Izium, na região de Kherson, ocupada pelos russos, tendo contabilizado 447 mortes, entre eles 215 mulheres e cinco crianças.
12:10 | 24/09

Mobilização de reservistas para a Ucrânia é sinal de desespero, revela ex-assessora de Zelensky

Iuliia Mendel, ex-assessora do Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, defendeu este sábafo em entrevista à Lusa que "a Rússia já falhou" os seus objetivos na guerra da Ucrânia e que a mobilização de reservistas é "um sinal de desespero".
07:16 | 24/09

Construtora automóvel Toyota põe fim à produção de veículos na Rússia

O fabricante japonês Toyota Motor anunciou este sábado o fim da produção na fábrica russa em São Petersburgo, suspensa há cerca de meio ano, devido a problemas de abastecimento e sanções desencadeadas pela guerra na Ucrânia.
23:36 | 23/09

Finlândia vai impedir completamente entrada de turistas russos no país

Helsínquia anunciou esta sexta-feira a intenção de impedir completamente a entrada de turistas russos no país, mesmo que tenham visto, alegando que estes podem causar "um grave prejuízo para a posição internacional da Finlândia".

A medida, que entrará em vigor "o mais rápido possível", foi acordada hoje pelo presidente finlandês, Sauli Niinistö, e pelo Comité de Relações Exteriores e Segurança do Governo finlandês, em resposta à crescente chegada de cidadãos russos, após o decreto de mobilização de reservistas para a guerra na Ucrânia anunciado por Vladimir Putin. 
18:20 | 23/09

Gomes Cravinho faz balanço "sombrio" da 77.ª Assembleia-Geral da ONU

O ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE), João Gomes Cravinho, fez esta sexta-feira um balanço "sombrio" da 77.ª Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU), uma vez que os princípios do multilateralismo foram "violados da forma mais grosseira" pela Rússia.
16:25 | 23/09

Irlanda, Polónia e países bálticos querem alargar sanções a Moscovo

Irlanda, Polónia e os estados bálticos querem que o novo pacote de sanções da União Europeia (UE) contra a Rússia abranja o banco da empresa energética Gazprom, segundo uma proposta divulgada esta sexta-feira pela agência espanhola Europa Press.
15:10 | 23/09
Lusa

Embaixadora diz que resultados dos referendos não serão reconhecidos

A embaixadora da Ucrânia em Portugal, Inna Ohnivets, classificou esta sexta-feira  como "uma provocação" os "referendos" que a Rússia está a realizar para anexação dos territórios ucranianos ocupados e garantiu que o seu país não vai reconhecer os resultados.
14:20 | 23/09

Russos incendeiam postos de recrutamento após mobilização de reservistas

Vários centros de recrutamento militar na Rússia foram atacados com 'cocktails' Molotov desde o início da mobilização parcial decretada pelo Presidente russo Vladimir Putin, de acordo com relatos desta sexta-feira dos 'media' locais.
12:57 | 23/09

Lukashenko descarta mobilização militar na Bielorrússia

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, descartou esta sexta-feira a mobilização militar no país, ao contrário do que aconteceu na Rússia, assegurando que Minsk "não tem a intenção de participar em guerras". 
23:43 | 22/09

Viktor Medvedtchuk, o "homem de Putin" na Ucrânia, é trocado por Kiev

O ucraniano Viktor Medvedtchuk, um próximo de Vladimir Putin libertado na quarta-feira numa troca de prisioneiros entre Kiev e Moscovo, era considerado o homem do Presidente russo na Ucrânia, onde defendeu os seus interesses durante mais de 20 anos.
22:15 | 22/09

Zelensky apela a protestos dos russos contra mobilização

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu esta quinta-feira aos russos que protestem contra a mobilização para a frente ucraniana anunciada pelo Kremlin ou que, por outro lado, "se rendam" às forças de Kiev.
19:52 | 22/09

Ucrânia diz que prisioneiros entregues por Moscovo foram torturados na prisão

Muitos dos ucranianos entregues a Kiev por Moscovo na grande troca de prisioneiros de guerra foram "brutalmente torturados" durante o cativeiro, denunciou esta quinta-feira um alto funcionário do Governo da Ucrânia.
19:26 | 22/09

Lavrov e Blinken trocam acusações em reunião do Conselho de Segurança sobre a Ucrânia

Os chefes da diplomacia russa e norte-americana trocaram acusações, esta quinta-feira, numa reunião do Conselho de Segurança sobre a Ucrânia, com Serguei Lavrov a acusar o ocidente de falsas narrativas e Antony Blinken a pedir responsabilização pela guerra.
16:54 | 22/09

Lavrov justifica invasão da Ucrânia com pedido de auxílio dos pró-russos a viver no país

Sergey Lavrov, ministro das Relações Exteriores da Rússia, discursou esta quarta-feira nas Nações Unidas, em Nova Iorque, sobre o conflito na Ucrânia. 

Lavrov refutou as acusações de que a Ucrânia é a vítima da invasão, reforçando que se trata de uma mentira. Acrescenta que Kiev tem usado artilharia pesada contra muitos civis, ao contrário do que diz a Comunidade Internacional, que responsabiliza a Rússia.

16:25 | 22/09

Guterres "profundamente preocupado" com referendos de adesão de territórios ucranianos à Rússia

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou esta quarta-feira estar "profundamente preocupado" com os planos de Moscovo de efetuar, a partir de sexta-feira, referendos sobre a adesão de territórios ucranianos à Federação russa.
10:18 | 22/09

Zelensky pede à ONU “castigos justos” para crimes russos

Zelensky disse que Kiev tem um plano de cinco itens para estabelecer a paz duradoura, mas rejeitou qualquer sugestão para a Ucrânia adotar a neutralidade.

"A Ucrânia quer a paz. A Europa quer a paz. O mundo quer paz e nós vemos quem é o único que quer a guerra. Há apenas uma entidade entre todos os estados membros da ONU que diria agora, se pudesse interromper o meu discurso, que está feliz com esta guerra, com a sua guerra".
10:14 | 22/09
Lusa

Mais de 1.380 pessoas detidas em protestos na Rússia contra a mobilização parcial

Pelo menos 1.386 pessoas foram detidas na Rússia nos protestos realizados na quarta-feira contra a mobilização parcial de cidadãos decretada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, para combaterem na guerra na Ucrânia, declarou esta quinta-feira uma organização não-governamental (ONG).
23:14 | 21/09

AIEA diz que situação em Zaporijia "está a deteriorar-se ainda mais"

A situação na central nuclear de Zaporijia está a "deteriorar-se ainda mais", alertou esta quarta-feira o diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, após a Ucrânia ter acusado a Rússia de novos bombardeamentos.
22:44 | 21/09

"Ucrânia não vai permitir uma derrota": Zelesnky discursa na ONU e pede mais sanções à Rússia

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky foi chamado a intervir, esta quarta-feira, na Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas, num discurso gravado.
22:17 | 21/09

Mais de 1000 detidos em protestos na Rússia contra mobilização parcial

As forças de segurança russas detiveram já mais de 1000 pessoas nos protestos nacionais convocados esta quarta-feira por um movimento pacifista contra a mobilização parcial de reservistas para combater na Ucrânia, anunciada pelo Presidente, Vladimir Putin.
22:06 | 21/09

Kiev promete "abater" os russos mobilizados para combates

O comandante-chefe do exército ucraniano, Valery Zaluzhny, prometeu esta quarta-feira "abater" os russos que combatem na Ucrânia, incluindo os que forem mobilizados na sequência do decreto do Presidente russo, Vladimir Putin.
20:15 | 21/09

Costa considera mensagem de Putin "grande desilusão" e elogia discurso de Biden

O primeiro-ministro, António Costa, considerou esta quarta-feira que a comunicação ao país do Presidente russo, Vladimir Putin, foi "uma grande desilusão" e elogiou o discurso feito pelo Presidente norte-americano, Joe Biden, nas Nações Unidas.
09:50 | 21/09
Lusa

"Vamos usar todos os recursos que temos para defender o nosso povo": Putin anuncia "mobilização parcial" russa na Ucrânia

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou esta quarta-feira uma "mobilização parcial" dos cidadãos do país, quando a guerra na Ucrânia está quase a chegar ao sétimo mês do conflito, numa mensagem dirigida à nação.

A medida, que entra já em vigor, obedece à necessidade de defender a soberania e a integridade territorial do país, sublinhou o chefe de Estado russo, na mensagem transmitida pela televisão.

09:49 | 21/09
Lusa

Kiev acusa Rússia de novo bombardeamento contra central nuclear

O operador ucraniano de energia Energoatom acusou esta quarta-feira a Rússia de ter voltado a bombardear a zona da central de Zaporijia, no sul da Ucrânia, a maior da Europa.  "Os terroristas russos bombardearam outra vez a central nuclear de Zaporijia durante a noite", indicou a entidade oficial ucraniana através da rede de mensagens Telegram. 
09:48 | 21/09
Lusa

Rússia anuncia mobilização de 300 mil cidadãos e reconhece morte de 5.937 soldados

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, anunciou esta quarta-feira a mobilização de 300 mil reservistas e reconheceu que o país perdeu 5.937 soldados durante a campanha na Ucrânia iniciada em fevereiro.

O ministro explicitou os termos da mobilização depois de o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ter anunciado uma "mobilização parcial" dos cidadãos, numa altura em que a guerra na Ucrânia está quase a completar sete meses.

09:47 | 21/09
Lusa

Embaixadora dos EUA diz que mobilização na Rússia é um "sinal de fraqueza" de Moscovo

A embaixadora norte-americana na Ucrânia, Bridget Brink, considerou esta quarta-feira que o anúncio da mobilização parcial de cidadãos na Rússia e os referendos para a anexação de territórios ucranianos são um "sinal de fraqueza, de fracasso" das autoridades russas.

"Referendos e mobilização semelhantes são sinais de fraqueza, do fracasso russo", afirmou Brink na rede social Twitter, garantindo que o seu país continuará "a apoiar a Ucrânia o tempo que for preciso".

09:46 | 21/09
Lusa

Rússia reconhece morte de 5.937 soldados no dia de anúncio da mobilização parcial

O ministro da Defesa da Rússia, Serguei Shoigu, reconheceu esta quarta-feira a morte de quase seis mil soldados desde o início da nova campanha militar russa na Ucrânia, no passado dia 24 de fevereiro.

Em declarações à televisão pública russa, Shoigu declarou ainda que se registaram 61.207 baixas mortais entre os efetivos do Exército ucraniano. 

20:36 | 20/09
Lusa

Invasão russa é "regresso à era dos imperialismos e das colónias", acusa Macron na ONU

O Presidente francês, Emmanuel Macron, acusou esta terça-feira a Rússia de "provocar o regresso dos imperialismos e das colónias" na Europa com a invasão da Ucrânia, em fins de fevereiro.

"O que estamos a testemunhar desde 24 de fevereiro é um regresso à era dos imperialismos e das colónias. A França recusa essa ideia e irá obstinadamente procurar a paz", frisou o chefe de Estado francês ao discursar na Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque.

"Quem é hegemónico hoje senão a Rússia?", questionou Macron.

20:33 | 20/09
Lusa

Pró-russos de Zaporijia anunciam criação de 'batalhões de voluntários'

As autoridades pró-russas da região de Zaporijia anunciaram esta terça-feira a assinatura de um decreto sobre a formação de "batalhões de voluntários".

Esta região situada no sudeste da Ucrânia vai assim contar com milícias, na sequência de decisões similares tomadas em Donetsk e Lugansk, também dominadas pelos militares russos.

Yevhen Balitski, o governador pró-russo da região, disse na sua conta na rede social Telegram: "Com base em numerosos apelos dos habitantes da região, assinei um decreto sobre a formação de batalhões de voluntários na região de Zaporijia".

20:00 | 20/09
Lusa

Moscovo diz à França que considera inaceitável entregas de armas a Kiev

A diplomacia russa sinalizou à França que considera "inaceitáveis" as entregas contínuas de armas ocidentais à Ucrânia, aprovisionamentos que facilitaram uma contraofensiva ucraniana contras as forças russas.

"A ênfase (da comunicação) foi em que é inaceitável o continuar a alimentar a Ucrânia com armas ocidentais, incluindo francesas", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo em comunicado, após o vice-ministro, Alexander Grouchko, ter recebido o embaixador francês, Pierre Lévy.

A diplomacia russa acusou as forças ucranianas de usarem estas armas ocidentais para "bombardear instalações e infraestruturas civis, incluindo a central nuclear de Zaporijia", a maior da Europa, que estava ocupada pelas forças russas.

19:00 | 20/09

EUA e NATO veem referendos pró-russos como prova de fraqueza de Moscovo

Os EUA e a NATO disseram esta terça-feira que a convocação de referendos sobre a anexação das autoproclamadas repúblicas de Donetsk e Lugansk, e das administrações de Kherson e Zaporijia, na Ucrânia, é sinal de fraqueza da Rússia.
11:58 | 20/09

Rússia diz ter destruído uma fábrica de reparação de veículos blindados em Mykolayiv

O Ministério da Defesa da Rússia disse que as tropas russas destruíram esta terça-feira uma fábrica de reparação de veículos blindados em Mykolayiv, avançou a Reuters.
11:37 | 20/09

Parlamento russo projeto de lei que endurece a punição de crimes em que seja anunciada mobilização militar

O parlamento russo aprovou um projeto de lei que endurece a punição de crimes em que seja anunciada mobilização militar, avançou a Reuters esta terça-feira.

10:38 | 20/09

Pepsi encerra produção na Rússia

A Pepsi encerrou a produção na Rússia esta terça-feira depois de ter anunciado a saída do país em março, após a invasão da Ucrânia, avançou a Reuters.

Decisão aconteceu depois da empresa ter feito uma visita ao país em que encontrou latas de Pepsi, 7UP e Mountain Dew datadas de julho e agosto em vários supermercados. A data mais recente foi 17 de agosto.
07:48 | 20/09

Sete mortos em ataque ucraniano à aldeia de Krasnorichenske, em Luhansk, diz Tass

Sete pessoas morreram depois de a Ucrânia ter destruído a aldeia de Krasnorichenske, na região de Luhansk, revelou a Tass, que cita as autoridades russas.

23:34 | 19/09

Alemanha fornece à Ucrânia mais quatro veículos de artilharia

O Ministério da Defesa alemão informou, esta segunda-feira, que vai fornecer à Ucrânia mais quatro veículos de artilharia do tipo 'Panzerhaubitze 2.000', além dos 18 já entregues, num programa conjunto com os Países Baixos.
18:06 | 19/09
Lusa

Separatistas pró-russos condenam funcionários da OSCE a penas de prisão

Separatistas pró-russos no leste da Ucrânia condenaram, esta segunda-feira, dois funcionários da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) a 13 anos de prisão, por "alta traição", informaram agências russas.
08:52 | 19/09

Central nuclear Pivdennoukrainsk atacada por tropas russas, revela Energoatom 

As tropas russas atacaram a central nuclear Pivdennoukrainsk, revelou esta segunda-feira a Energoatom - empresa estatal ucraniana que opera todas as quatro usinas nucleares na Ucrânia -, citada pela Reuters.

No entanto, os três reatores da central nuclear estão a funcionar normalmente.

20:23 | 16/09

UE condena "atrocidades" e "comportamento desumano" de soldados russos em Izium

O Alto Representante da União Europeia para a Política Externa, Josep Borrell, reconheceu a comoção do bloco comunitário com a descoberta de valas comuns em Izium e condenou as "atrocidades" e o "comportamento desumano" dos militares russos.
19:48 | 16/09

ONU permite que Zelensky faça discurso virtual na Assembleia Geral

A Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) aprovou esta sexta-feira que o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, faça um discurso pré-gravado na sessão de alto nível da próxima semana, uma exceção à exigência de que todos os líderes falem pessoalmente.
19:22 | 16/09

Putin recusa alterar estratégia apesar da contra-ofensiva de Kiev

O Presidente russo, Vladimir Putin, rejeitou esta sexta-feira a possibilidade de uma mudança de estratégia no campo de batalha na Ucrânia, apesar dos sucessos da contra-ofensiva ucraniana na região de Kharkiv.

"O plano de operação militar especial não requer mudanças", disse Putin durante uma conferência de imprensa após a cimeira da Organização de Cooperação de Xangai, em Samarcanda, Uzbequistão.

08:06 | 16/09

Portugal "fortemente empenhado" na reconstrução de escolas na Ucrânia

Portugal está "fortemente empenhado" na reconstrução de escolas na Ucrânia e espera que o processo seja concluído a tempo do próximo ano letivo, disse na quinta-feira à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE), João Gomes Cravinho.
07:24 | 16/09

Portugal e EUA reforçam apoio a Kiev e combate à narrativa russa

O ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) português reforçou na quinta-feira a necessidade de apoio contínuo à Ucrânia e de se contrariar "narrativas enganadoras por parte da Rússia", numa reunião com autoridades norte-americanas em Washington.
00:00 | 16/09

Ucrânia ataca cidades russas, relata a Russia Today

A Ucrânia atacou a região de Belgorod, na Rússia, e matou um civil e cortou a energia a Valuyki, disse o governador da região de Belgorod, citado pelo Russia Today esta quinta-feira.
21:49 | 15/09

Rússia opõe-se a intervenção de Zelensky por videoconferência na ONU

A Ucrânia pediu hoje à ONU que o seu chefe de Estado, Volodymyr Zelensky, possa intervir na próxima Assembleia Geral por videoconferência, facto que a Rússia se opõe e sobre o qual se espera uma decisão dos Estados-membros, sexta-feira.
20:29 | 15/09

Conselho da AIEA insta Rússia a abandonar central nuclear de Zaporijia

O Conselho de Governadores da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) adotou esta quinta-feira uma resolução em que pede à Rússia a retirada das suas forças da central nuclear ucraniana de Zaporijia, que tem sido palco regular de confrontos.
20:17 | 15/09

Descoberta vala-comum com cerca de 440 corpos em Izium

Uma vala-comum com cerca de 440 corpos foram descobertos esta quinta-feira na cidade de Izium, onde os russos estiveram quase desde o início da guerra.

De acordo com o chefe da polícia da região de Kharkiv, Serhii Bolvinov, todos os corpos terão de ser exumados e levados para análises forenses. A polícia, procuradores e outras autoridades vão investigar se o casso se trata de crime de guerra. 

"Posso dizer que existe um dos maiores locais [de valas-comuns] numa das cidades libertadas, que contem 440 corpos. Alguns dos corpos foram enterrados no local", referiu Bolvinov, acrescentando que "alguns foram mortas, outros morreram com disparos de artilharia, como minas".


20:00 | 15/09

Pressão russa mantém-se em Bakhmut

A cidade ucraniana de Bakhmut, no Donbass, está coberta por um espesso fumo branco, visível a vários quilómetros, enquanto procura resistir à forte pressão ofensiva das forças russas.

Nesta cidade, que está há vários meses nas imediações da linha de frente dos combates, um bloco de prédios de habitação com cinco andares foi atingido por um ataque, durante a madrugada de hoje.

De manhã, as chamas ainda eram visíveis no bairro, onde os bombeiros procuravam encontrar corpos no meio dos destroços fumegantes.

17:07 | 15/09

China propõe à Rússia trabalhar em conjunto a favor de "interesses fundamentais"

O Presidente chinês, Xi Jinping, disse esta quinta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, que o seu país está pronto para trabalhar com Moscovo tendo em vista o apoio mútuo sobre "interesses fundamentais".
00:11 | 15/09

Zelensky sofre acidente de carro no regresso a Kiev após visita a Izium

O presidente da Ucrânia esteve envolvido num acidente de carro esta quarta-feira à noite quando regressava a Kiev, capital do país, depois de ter visitado a recém libertada cidade de Izium, na região de Kharkiv.
23:20 | 14/09

União Europeia prolonga sanções individuais por ameaça à soberania ucraniana

O Conselho da União Europeia (UE) decidiu esta quarta-feira prorrogar, por mais seis meses, as sanções impostas a pessoas e entidades consideradas responsáveis por minar ou ameaçar a integridade territorial, a soberania e a independência da Ucrânia.
17:25 | 14/09

Rússia lança oito mísseis de cruzeiro contra Kryvyi Rih

As forças russas lançaram oito mísseis de cruzeiro contra a cidade de Kryvyi Rih, no sul da Ucrânia, esta quarta-feira, com o objetivo de interromper o abastecimento de água, disse um alto funcionário ucraniano, citado pela Reuters.

Kirill Timoshenko, o chefe adjunto do gabinete do presidente, disse numa publicação online que não tinha havido baixas civis no ataque.
07:29 | 14/09
Lusa

Zelensky anuncia orçamento de 27 mil milhões de euros para a defesa em 2023

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, anunciou que o orçamento do país para a defesa terá um valor de mais de mil biliões de hryvnias (cerca de 27 mil milhões de euros) em 2023, noticiou a imprensa local.

O chefe de Estado fez o anúncio numa reunião do Estado-Maior-General do exército ucraniano, realizada na terça-feira, em Kiev, de acordo com a agência de notícias ucraniana Ukrinform, que citou fontes do serviço de imprensa de Zelensky.

Durante o habitual vídeo noturno dirigido à população, o Presidente ucraniano tinha confirmado que a proposta para o orçamento de defesa e segurança para 2023 tinha sido discutida na reunião, mas sem mencionar montantes.

23:20 | 13/09

Repórter russo admite perdas na Ucrânia e depois corrige o discurso

O correspondente de guerra Alexander Sladkov do canal televisivo Russia-1, admitiu esta terça-feira que a Rússia estava a ter grandes perdas militares na guerra na Ucrânia, e, logo de seguida corrigiu-se dizendo que o país estava a "ter muitos sucessos".
18:53 | 13/09

Scholz pede a Putin que ordene "retirada total" das forças russas da Ucrânia

O chanceler alemão, Olaf Scholz, apelou esta terça-feira ao Presidente russo, Vladimir Putin, para ordenar a "retirada total" de território ucraniano das forças russas, em dificuldades face a uma contraofensiva.
08:29 | 13/09
Lusa e Reuters

Discográfica Sony Music abandona Rússia

A discográfica Sony Music decidiu abandonar o mercado russo e transferiu o controlo das operações, incluindo artistas russos que produz, para uma empresa local, devido às "consequências humanitárias" do conflito na Ucrânia e sob o peso das sanções internacionais impostas à Rússia.

"Como a guerra continua a ter um impacto humanitário devastador na Ucrânia e as sanções à Rússia continuam a aumentar, já não podemos manter uma presença no país", disse a Sony Music numa declaração.

21:50 | 12/09

Rússia alerta para "grande ofensiva ucraniana" para recuperar central de Zaporijia

As autoridades russas alertaram esta segunda-feira que as Forças Armadas ucranianas estão a preparar-se para realizar uma "grande ofensiva" para recuperar o controlo da central nuclear de Zaporijia.
21:16 | 12/09
Lusa

Zelensky anuncia novos territórios retomados

O Exército ucraniano reconquistou quase 6.000 quilómetros quadrados de território controlado pelas forças russas na Ucrânia, desde o início da sua contraofensiva lançada no início de setembro, revelou esta segunda-feira o Presidente Volodymyr Zelensky.

"Desde o início de setembro, os nossos soldados já libertaram quase 6.000 km2 de território ucraniano no leste e no sul, e ainda estamos a avançar", salientou o chefe de Estado ucraniano no habitual vídeo noturno dirigido à nação.

Volodymyr Zelensky agradeceu em particular a três unidades militares, elogiando a sua "bravura" na operação que permitiu recuperar território conquistado pelas forças russas.

17:12 | 12/09

Recuo russo pode ser ponto de viragem ou manobra estratégica, revelam analistas

A Ucrânia reclama a recuperação de território ocupado pela Rússia e especialistas ouvidos pela Lusa dizem que este contra-ataque pode inverter o rumo da guerra, embora admitam poder tratar-se de uma retirada estratégica de Moscovo para preparar o inverno.
23:36 | 11/09

Zelensky anuncia destruição de dois mil tanques em 200 dias de guerra

O Presidente ucraniano, Volodymir Zelensky, disse este domingo que a Ucrânia destruiu mais de dois mil tanques, 4 500 veículos de combate blindados, 250 aviões e 200 helicópteros russos desde o início da guerra.
22:28 | 11/09

Zelensky diz que cortes de energia na Ucrânia são obra de "terroristas russos"

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, responsabilizou este domingo a Rússia pelos cortes de energia que afetaram grandes áreas do leste do país e acusou Moscovo de ter atingido deliberadamente as infraestruturas civis no leste do país.
19:36 | 11/09

Apagão de "larga escala" na cidade ucraniana de Kharkiv

Existe este domingo em apagão de "larga escala" na segunda maior cidade da Ucrânia, Kharkiv. A Reuters avança que uma testemunha no local não conseguiu identificar as causas do apagão.

O governador de Kharkiv confirmou vários cortes no abastecimento de energia e de água.

"Os ocupantes atingiram infraestruturas críticas na cidade e região de Kharkiv", garantiu Olegh Synegubov.
00:14 | 11/09

Primeiro-ministro ucraniano deplora "atitude passiva" do FMI

O primeiro-ministro ucraniano, Denys Chmygal, lamentou este sábado uma "atitude passiva" do Fundo Monetário Internacional (FMI) ao demonstrar inquietação pelos "atrasos" no exame pela organização do pedido de ajuda ucraniano.
20:53 | 10/09
Lusa

Zelensky diz que exército retomou dois mil quilómetros de território em setembro

O exército de Kiev retomou cerca de "2.000 quilómetros de território" em setembro, anunciou hoje o Presidente ucraniano, assegurando que o exército russo faz uma "boa escolha" em fugir face à contraofensiva da Ucrânia no nordeste e sul do país.

"De momento, desde o início de setembro, foram libertados cerca de 2.000 quilómetros de território", disse Volodymyr Zelensky.

"Nos últimos dias, o exército russo mostrou o que tem de melhor: as suas costas. Mas apesar de tudo, fugir é uma boa escolha para eles", acrescentou.

18:35 | 10/09

Chefe da administração da região de Kharkiv pede retirada de todos os residentes

O chefe da administração da região de Kharkiv, sob controlo Russo, recomendou a retirada de todos os residentes, avançou a TASS.


00:00 | 10/09
Lusa

Rússia confirma retirada da região de Kharkiv, segunda principal cidade

O Ministério da Defesa da Rússia confirmou este sábado que está a retirar as suas tropas de duas áreas na região de Kharkiv, a segunda maior cidade da Ucrânia, no seguimento de uma contraofensiva na última semana.

"[As movimentações das tropas russas foram feitas] para atingir os objetivos enunciados da operação militar especial de libertação do Donbass", disse o porta-voz do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov, citado pela agência de notícias AP.

As declarações da Rússia surgem no mesmo dia em que as forças ucranianas anunciaram ter recuperado a cidade de Kupiansk, no leste da Ucrânia, uma localidade a 120 quilómetros de Kharkiv, e que está nas mãos do exército russo há vários meses, adiantou a AFP, salientando a importância estratégica da cidade para o abastecimento das linhas de combate russas.

17:23 | 09/09
Lusa

Central nuclear de Zaporijia a operar com elevado nível de risco

A central nuclear ucraniana de Zaporijia, a maior da Europa, está a operar em modo de emergência num elevado nível de risco, afirmou esta sexta-feira a operadora estatal de energia nuclear da Ucrânia, Energoatom.

Em declarações à televisão ucraniana, citadas pela Associated Press (AP), a operadora estatal daquele país adiantou que é impossível reparar as linhas de energia exteriores por causa dos bombardeamentos e que essa operação pode violar normas de segurança de radiação e incêndios.

O chefe da operadora estatal, Pedro Kotin, afirmou que apenas a retirada dos russos da central e a criação de uma "zona de segurança à sua volta pode normalizar a situação em Zaporijia".

"Apenas nessa altura o mundo poderá respirar fundo", sublinhou.

23:21 | 08/09

EUA aplicam novas sanções ao Irão por entrega de drones à Rússia

Os Estados Unidos vão aplicar sanções contra a Guarda Revolucionária e várias empresas iranianas envolvidas na entrega de 'drones' de combate à Rússia para utilização no conflito na Ucrânia, divulgou esta quinta-feira o Departamento do Tesouro norte-americano.
17:47 | 08/09

Maioria dos refugiados menores ainda não estava matriculada na semana passada, revela Associação

A maioria dos menores ucranianos que fugiram da guerra para Portugal não estavam matriculados a poucos dias do início das aulas, alertou a Associação dos Ucranianos em Portugal (AUP), que apela para que todas as famílias o façam.
16:55 | 08/09

Kiev garante que dois terços das exportações de cereais vão para África e Ásia

A Ucrânia garantiu esta quinta-feira que dois terços dos cereais exportados pelo país, ao abrigo de um acordo patrocinado pela Turquia e apoiado pela ONU, seguiram para os consumidores asiáticos e africanos.
11:26 | 08/09
Lusa

EUA aprovaram novo pacote de ajuda militar ao governo de Kiev

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, aprovou um pacote de ajuda militar à Ucrânia de 675 milhões de dólares, anunciou esta quintao secretário de Defesa dos Estados Unidos, Lloyd Austin, reiterando o auxílio de "longo prazo" a Kiev.
23:31 | 07/09

Scholz e Zelensky abordaram possível fortalecimento da ajuda militar a Kiev

O chanceler alemão, Olaf Scholz, e o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, discutiram esta quarta-feira, em conversa telefónica, o fortalecimento das capacidades defensivas da Ucrânia contra a invasão russa.

Segundo a publicação do chefe de Estado ucraniano na rede social Telegram, os líderes também discutiram a necessidade de chegar a acordo sobre um programa de ajuda financeira com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

21:47 | 07/09

Kiev refuta acusações de Putin sobre destino dos cereais exportados

A Ucrânia refutou esta quarta-feira as acusações do Presidente russo, que afirmou que as exportações de cereais ucranianos foram maioritariamente para a União Europeia, com Kiev a garantir que grande parte destinou-se a África e Ásia.
20:48 | 07/09

Zelensky relata boas notícias militares da região de Kharkiv

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky relatou esta quarta-feira "boas notícias" da região de Kharkiv a leste de Kiev, dizendo que alguns territórios tinham sido recapturados às forças russas.

Num discurso em vídeo à noite, citado pela Reuters, ele também agradeceu às tropas de artilharia ucranianas pelo que disse serem ataques bem sucedidos contra as forças de Moscovo no sul da Ucrânia.
17:37 | 07/09

Bálticos restringem ao máximo entrada de russos com visto Schengen

Os três Estados bálticos - Estónia, Letónia e Lituânia - concordaram esta quarta-feira em restringir, o mais possível, a entrada no seu território de cidadãos russos com vistos Schengen, que permitem viajar nos 22 países incluídos naquele espaço europeu.
16:30 | 07/09

Ucrânia apela à evacuação da área junto à central nuclear de Zaporijía

A Ucrânia apelou esta quarta-feira aos residentes das áreas ocupadas pela Rússia em redor da central nuclear de Zaporijía para se retirarem para sua própria segurança, avançou a Reuters.

Moscovo e Kiev acusam-se mutuamente de bombardear a central nuclear, a maior da Europa, correndo o risco de uma catástrofe nuclear.

"Apelo aos residentes dos distritos adjacentes à Central Nuclear de Zaporijía .... retirem! Encontrem uma forma de chegar ao território controlado (ucraniano)", disse a vice-primeira-ministra Iryna Vereshchuk no Telegram.

A presidente da câmara ucraniana exilada de Enerhodar, a principal cidade que serve a central, disse num posto de telegrama separado que estava sob fogo das forças russas e que a cidade não tinha fornecimento eléctrico.

A Rússia nega ter como alvo os civis e acusa Kiev de bombardear a central nuclear.


Traduzido com a versão gratuita do tradutor - www.DeepL.com/Translator
16:23 | 07/09

Bruxelas quer limite de preços para gás russo importado mas admite ruturas

A Comissão Europeia quer um limite de preços para importações de gás por gasoduto da Rússia para a União Europeia (UE) para contornar os "valores extremamente elevados", mas admite novas ruturas, para as quais os 27 "estão preparados".
16:20 | 07/09
Lusa

Rússia retoma bombardeamentos perto de central nuclear apesar de riscos

A Rússia retomou os bombardeamentos junto da central nuclear ucraniana de Zaporijia, indicaram esta quarta-feira as autoridades locais, um dia após a agência nuclear da ONU ter instado à definição de um perímetro de segurança para impedir uma catástrofe.

A cidade de Nikopol, na margem do rio Dnieper oposta àquela onde se situa a maior central nuclear da Europa, foi atingida por 'rockets' e artilharia pesada, indicou o governador regional, Valentyn Reznichenko, citado pela agência de notícias norte-americana Associated Press (AP).

"Há incêndios, apagões e outras coisas na central que estão a obrigar-nos a preparar a população local para as consequências de perigo nuclear", declarou Reznichenko.

Nos últimos dias, as autoridades locais têm distribuído comprimidos de iodo aos habitantes para ajudá-los a proteger-se em caso de uma fuga radioativa.

Os combates em curso à volta da central têm causado alarme internacional.

O diretor da Agência Internacional da Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, alertou o Conselho de Segurança da ONU na terça-feira de que "uma coisa muito, muito catastrófica poderá acontecer" em Zaporijia, após ter conduzido uma missão de avaliação dos danos no local.

12:36 | 07/09
Lusa

Putin avisa que cortará fornecimento de petróleo e gás se preços forem limitados

A Rússia está disponível para cumprir os seus contratos mas cortará o fornecimento de gás, petróleo e carvão se alguém puser em causa os seus interesses, avisou esta quarta-feira o Presidente russo, Vladimir Putin.
12:35 | 07/09
Lusa

Ucrânia propõe envio de força de manutenção de paz da ONU para Zaporijia

A Ucrânia propôs o envio de capacetes azuis das Nações Unidas para a central nuclear ucraniana de Zaporíjia, a maior da Europa e que se encontra ocupada pelas forças russas, disse esta quarta-feira o chefe do operador público ucraniano, Energoatom.
08:21 | 07/09

Putin quer impedir exportação de cereais ucranianos para a Europa

O Presidente russo, Vladimir Putin, disse que vai falar com o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, para exigir que os cereais ucranianos se dirijam para "os países mais pobres" e não para a Europa.
23:49 | 06/09

Restrição da UE a vistos para cidadãos russos é "passo importante", diz Zelensky

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, considerou esta terça-feira a proposta de Bruxelas de restringir os vistos para cidadãos russos "um passo importante", reforçando que "a Europa não é lugar para assassinos e para aqueles que os apoiam passearem".
23:25 | 06/09

Rússia lamenta que AIEA não responsabilize Ucrânia pela situação na central nuclear de Zaporijia

O embaixador russo na ONU lamentou esta terça-feira que o relatório da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) não responsabilize a Ucrânia pela autoria dos bombardeamentos junto à central nuclear de Zaporijia.
22:46 | 06/09

Zelensky elogia menção da AIEA a equipamento militar russo na central nuclear

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, elogiou esta terça-feira o relatório da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), por "mencionar a presença de equipamentos militares russos" na central de Zaporijia e "a pressão exercida" sobre os funcionários ucranianos.
22:12 | 06/09

Zelensky diz que coordenou com Truss "aumentar a pressão" sobre a Rússia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou esta terça-feira ter coordenado com a nova primeira-ministra britânica, Liz Truss, "aumentar a pressão" sobre a Rússia no sétimo mês da invasão da Ucrânia por Moscovo.
15:30 | 06/09
Lusa

MNE russo acusa Ocidente de impedir exportação de cereais e fertilizantes

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, acusou esta terça-feira o Ocidente de quebrar o acordo internacional de Istambul ao impedir a exportação de cereais e fertilizantes russos através do Mar Negro.

"Os nossos colegas ocidentais não estão a fazer o que nos foi prometido pelo secretário-geral da ONU [António Guterres]", disse Lavrov numa conferência de imprensa.

O ministro russo acusou os países ocidentais de se recusarem a tomar medidas para "levantar sanções logísticas que obstruem o livre acesso aos cereais e aos fertilizantes (russos) no mercado mundial".

15:29 | 06/09
Lusa

Bruxelas formaliza proposta de suspensão de acordo de vistos com Rússia

A Comissão Europeia propôs esta terça-feira a suspensão do acordo de facilitação de vistos entre a União Europeia (UE) e a Rússia, na sequência do acordo político alcançado pelos chefes da diplomacia dos 27 no final de agosto.

A suspensão do acordo, que vigorava desde 2007, significa que os cidadãos russos deixarão de gozar de facilidades quando solicitarem um visto de curta duração para o espaço Schengen de livre circulação, passando a ser aplicadas as regras gerais do código de vistos.

Na prática, explica o executivo comunitário, os requerentes russos passam a ser confrontados com uma taxa de visto mais elevada -- o preço aumenta de 35 euros para 80 euros para todos os requerentes -, e com um aumento do tempo de processamento, com o prazo normal para os consulados tomarem uma decisão sobre os pedidos de visto a ser ampliado de 10 para 15 dias, período que pode ser prolongado até um máximo de 45 dias em casos individuais, quando for necessário um exame mais aprofundado do pedido.

12:20 | 06/09
Lusa

Papa falha viagem para Kiev ou Moscovo devido a problemas no joelho

O Papa está impossibilitado de viajar para Kiev ou Moscovo nas próximas semanas por indicação médica, devido a problemas no joelho, declarou o líder da Igreja Católica numa entrevista a uma rede de televisão portuguesa.

"Agora não posso ir, porque depois da viagem ao Canadá, a recuperação do joelho sofreu um pouco e o médico proibiu", disse o Papa.

O líder religioso já havia manifestado anteriormente a sua intenção de visitar Kiev, a convite das próprias autoridades ucranianas, após a sua visita ao Canadá, que realizou em julho. Francisco também não apresentou possíveis datas futuras para estas deslocações

09:14 | 06/09
Lusa

Kiev diz que já morreram mais de 50.000 soldados russos e 380 crianças ucranianas

As autoridades ucranianas declararam esta segunda-feira que mais 50.000 soldados russos e também 380 crianças ucranianas já morreram desde a invasão russa na Ucrânia, que teve início em 24 de fevereiro por ordem do Presidente russo, Vladimir Putin.

O Estado-Maior do Exército ucraniano indicou, numa mensagem publicada na rede social Facebook, que "cerca de 50.150" soldados russos morreram no quadro dos combates, incluindo 350 nas últimas 24 horas.

Segundo a fonte, desde o início da invasão foram destruídos 2.077 tanques de guerra, 1.179 sistemas de artilharia, 296 lançadores de foguetes múltiplos autopropulsados e blindados, 156 sistemas antiaéreos, 236 aviões e 207 helicópteros da Ucrânia.

13:46 | 05/09
Lusa

UE disponibiliza novo financiamento de 500 milhões de euros

A União Europeia (UE) disponibilizou esta segunda-feira uma nova verba de 500 milhões de euros à Ucrânia que se destina a financiar alojamento e educação de deslocados e ainda a apoiar o setor da agricultura no país.

O porta-voz da Comissão Europeia, Eric Mamer, salientou, na conferência de imprensa diária do executivo comunitário, que a verba foi disponibilizada no âmbito de um acordo assinado, hoje, com o primeiro-ministro ucraniano, Denis Chmygal.

A verba está incluída no programa de apoio anunciado na primavera.

12:41 | 05/09
Lusa

Tribunal russo revoga a licença do jornal independente Novaya Gazeta

Um tribunal de Moscovo revogou esta segunda-feira a licença de distribuição da edição em papel do jornal Novaya Gazeta, considerado um pilar do jornalismo de investigação na Rússia, após um pedido do órgão regulador das telecomunicações russo [Roskomnadzor].

"O tribunal de Basmanny em Moscovo reconheceu como inválido o certificado de registo [enquanto meio de comunicação] da versão em papel do Novaya Gazeta", declarou o jornal na rede social Telegram.

O jornal já tinha sido obrigado a suspender a publicação em março, face a repressão exercida por Moscovo às críticas relacionadas com o conflito na Ucrânia, iniciado em fevereiro passado.

11:39 | 05/09
Lusa

Zelensky diz que a ofensiva no sul possibilitou a libertação de duas cidades

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assegurou esta segunda-feira que a contra-ofensiva lançada há uma semana para recuperar territórios ocupados pela Rússia no sul do país já resultou na libertação de duas cidades.

"Não vou contar os detalhes, mas as bandeiras ucranianas estão a voltar aos lugares onde deveriam estar por direito", disse o Presidente ucraniano, após outra reunião do Estado-Maior, na qual foi analisada a estratégia bélica ucraniana.

No seu discurso na noite de domingo, Zelenky foi um pouco mais claro, afirmando que o 42.º batalhão separado da infantaria motorizada das Forças Armadas da Ucrânia havia "libertado duas cidades no sul" do país "graças às suas ações heroicas".

07:22 | 05/09
Lusa

Zelensky afirma que Russos usam Zaporijia como arma nuclear

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky acusou o exército russo, que controla Zaporijia desde o início de março, de usar a central nuclear ucraniana como uma arma nuclear, criando "o maior perigo na Europa".

"Eles ocuparam a nossa central nuclear. A maior da Europa. Isso significa seis vezes Chernobyl", disse Zelensky, referindo-se ao acidente nuclear de 1986 na Ucrânia, numa entrevista à rede norte-americana ABC News.

Isso "significa o maior perigo na Europa (...), significa que [as forças russas] usam armas nucleares", disse o chefe de Estado ucraniano.

21:15 | 04/09

Embaixador da Rússia nos EUA demite-se num período de grande tensão entre os dois países

O embaixador dos Estados Unidos na Rússia, John Sullivan, abandonou o cargo este domingo e vai reformar-se, numa altura de grande tensão entre os dois países.
21:15 | 04/09

Três territórios retomados pela Ucrânia, revela Zelensky

O Presidente Volodymyr Zelensky disse este domingo que as suas forças tinham tomado dois territórios no sul da Ucrânia e um no leste do país.

Não disse exactamente quais os territórios e não forneceu qualquer cronograma, exceto para dizer que tinha recebido "bons relatórios" numa reunião de domingo dos seus comandantes militares e chefe dos serviços secretos.

No seu discurso noturno em vídeo, Zelensky agradeceu às suas forças pela reconquista de um territóro na região de Donetsk, numa zona oriental na direção de Lysychansk-Siversk e dois territórios no sul.
14:45 | 04/09

Rússia defende-se das críticas da UE e alerta que preços do gás podem subir ainda mais

A Rússia defendeu-se este domingo das críticas da União Europeia por cortar o fornecimento através do gasoduto Nord Stream afirmando ser o resultado das sanções e ações ocidentais e alertou que os preços do gás podem subir ainda mais.
10:07 | 04/09

Zelensky confia em "relações estreitas" com novo primeiro-ministro británico

O presidente da Ucrânia, Volodimir Zelensky, manifestou este domingo a esperança de ter "relações estreitas" com o primeiro-ministro britânico que, na terça-feira, substituirá Boris Johnson e agradeceu-lhe o apoio dado face à guerra no seu país.
10:00 | 04/09
Ricardo Ramos

União Europeia pede à Rússia para respeitar contratos

A União Europeia pediu no sábado à Rússia para "respeitar os contratos" após o corte total de abastecimento de gás através do gasoduto Nord Stream 1 devido a um problema técnico, que peritos dizem não passar de um mero pretexto para aumentar a pressão energética sobre a Europa por causa do apoio à Ucrânia.
19:26 | 03/09

Central Nuclear de Zaporizhzhia novamente desligada da rede

A central nuclear de Zaporizhzhia , ocupada pelas forças russas, "perdeu novamente a ligação" com a rede elétrica, anunciou este sábado, em comunicado, a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), cujos especialistas estão no local.
17:54 | 03/09

Acordo permitiu ao país exportar 1,68 milhões de toneladas de cereais ucranianos no primeiro mês

A Ucrânia exportou 1,68 milhões de toneladas de produtos agrícolas desde a entrada em vigor, a 1 de agosto, do acordo para desbloquear os portos, fechados por causa da invasão russa do país, informaram este sábado as autoridades turcas.
16:57 | 03/09

Fábrica nuclear de Zaporizhizhia deixou de fornecer energia ao lado ucraniano

O maior complexo nuclear ucraniano e também da Europa deixou de fornecer eletricidade aos territórios controlados pela Ucrânia, informaram este sábado as autoridades apoiadas pelo Kremlin, citadas pela agência AP.
14:27 | 03/09

Erdogan oferece mediação turca a Putin no caso da central nuclear de Zaporijia

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ofereceu hoje ajuda ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, para tentar resolver a crise sobre a central nuclear ucraniana de Zaporijia, ocupada por tropas russas.
09:31 | 03/09
Lusa

Rússia concretiza anúncio e não reativa gasoduto Nord Stream

O grupo russo Gazprom concretizou este sábado o anúncio feito na sexta-feira de que suspenderia, até novo aviso, o fornecimento à Europa através do gasoduto Nord Stream e não retomou o fluxo de gás esta madrugada, conforme inicialmente previsto.
23:57 | 02/09

Rússia acusa Ucrânia de "terrorismo nuclear" em Zaporizhzhia

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, disse esta sexta-feira, citado pela Reuters, que o bombardeamento da usina nuclear de Zaporizhzhia pela Ucrânia está a aumentar o risco de uma catástrofe nuclear na Europa.

Shoigu acusou a Ucrânia de "terrorismo nuclear" e rejeitou as afirmações de Kiev e do Ocidente de que a Rússia tinha implantado armas pesadas na maior usina nuclear da Europa, localizada no sul da Ucrânia e sob controle russo desde março.

23:55 | 02/09

Bruxelas acusa Moscovo de usar "falsos pretextos" para cortar gás

A Comissão Europeia (CE) acusou esta sexta-feira a Rússia de "cinismo" e utilização de "falsos pretextos" para justificar a suspensão total do fluxo de gás através do gasoduto Nord Stream, vital para os fornecimentos à Europa.
23:55 | 02/09

Zelensky aplaude teto do preço do petróleo russo e pede que seja estendido ao gás

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, aplaudiu o consenso do G7 e da União Europeia (UE) para impor um preço máximo ao petróleo da Rússia, mas agora espera que essa medida seja estendida também ao gás.
23:54 | 02/09

Fornecimento de gás para a Europa através do Nord Stream parado indefinidamente

A Gazprom disse esta sexta-feira que o Nord Stream - gasoduto que liga a Rússia à Alemanha e fornece gás à Europa - não vai reabrir este sábado, tal como era esperado, uma vez que foi descoberto um novo problema técnico.
23:54 | 02/09

Ex-presidente croata diz que guerra na Ucrânia vai durar e fim tem de ser pela diplomacia

A ex-Presidente da Croácia, Kolinda Grabar Kitarovic, defendeu esta seuma solução diplomática como a única via para a guerra na Ucrânia, cujo fim não vê próximo, lamentando a falta de vontade da Rússia para negociar de forma honesta.
23:54 | 02/09

Opositor de Putin pede à Europa que resista porque sanções estão a ter efeito

O ex-ministro russo e opositor do Kremlin, Vladimir Milov, confia que a Europa seja resiliente e mantenha as sanções contra Moscovo, que assegura estarem a ter efeitos, mas criticou medidas como dificultar a circulação no espaço europeu.
23:48 | 02/09

Alunos traumatizados e escolas destruídas no arranque do novo ano letivo na Ucrânia

O novo ano letivo começou esta quinta-feira para 6 milhões de alunos ucranianos, mas muitos não podem regressar à escola presencialmente porque os militares russos fizeram das escolas bases militares e vandalizaram edifícios e equipamentos. 
23:48 | 02/09

Países do G7 concordam em impor limite ao preço do petróleo russo

Os ministros das Finanças do G7 reiteraram esta sexta-feira o seu propósito de reunir apoios necessários para impor um limite ao preço de petróleo russo, segundo um documento conjunto aprovado numa reunião virtual.
19:58 | 02/09

Seis navios com cereais ucranianos saíram rumo à Turquia para inspeção, diz Ancara

Seis navios carregados com cereais partiram de portos ucranianos rumo à Turquia para serem inspecionados, no âmbito do acordo assinado em julho por Kiev e Moscovo, divulgou esta sexta-feira o Ministério da Defesa turco.

"O embarque de cereais nos portos ucranianos continua conforme o planeado", destacou o Ministério da Defesa turco através da rede social Twitter.

O governo da Turquia tem utilizado o Twitter para relatar a saída de navios com cereais para o centro de coordenação, localizado em Istambul.

O acordo assinado em julho por Kiev e Moscovo, sob a égide da Turquia e das Nações Unidas, tem permitido a retoma da exportação de cereais ucranianos bloqueados devido à guerra entre os dois países.

No âmbito do acordo, a capital turca transformou-se num centro de coordenação que tem como objetivo realizar inspeções conjuntas nas entradas e saídas dos portos e garantir a segurança das rotas.

17:19 | 02/09

Ucrânia bombardeia base russa em Zaporizhzhia

A Ucrânia disse, citada pela AFP, que bombardeou a base russa em Zaporizhzhia enquanto os inspetores da ONU estão a visitar a central nuclear, avançou a AFP.
14:01 | 02/09

Antiga PM ucraniana considera inaceitável "trocar território por paz"

A antiga primeira-ministra da Ucrânia Yulia Tymoshenko afirmou esta sexta-feira que é inaceitável para o seu país "trocar territórios pela paz", lembrando que os territórios ucranianos ocupados pelas forças russas são já quase iguais ao território de Portugal.
10:28 | 02/09

Rússia avisa que qualquer ataque às suas tropas na Transnístria será considerada um ataque

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, advertiu esta sexta-feira que qualquer ação contra os "soldados da paz" russos na Transnístria, na Moldova, será considerada um ataque à própria Rússia.
17:33 | 01/09
Lusa

AIEA já inspecionou central nuclear de Zaporijia e garante que vai permanecer no local

O diretor da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, disse esta quinta-feira que já "viu o que precisava ver" durante a inspeção à central nuclear de Zaporijia, na Ucrânia, onde garantiu que a organização iria permanecer.
17:17 | 01/09
Lusa

Milhares de escolas destruídas e insegurança marcam início do ano escolar na Ucrânia

Quatro milhões de crianças regressaram hoje às salas de aulas na Ucrânia, um regresso testemunhado pela UNICEF que lembrou as milhares de escolas destruídas no país e a sensação de insegurança que impera devido ao conflito em curso.

A concluir uma visita de três dias por todo o país, a diretora-executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Catherine Russell, acompanhou no terreno o início do novo ano letivo na Ucrânia e encontrou-se com alunos, pais e professores.

"O novo ano letivo deveria ser um momento de entusiasmo e esperança, numa época em que as crianças regressam às salas de aula e partilham experiências do seu verão com amigos e professores", afirmou Catherine Russell, citada num comunicado enviado pela agência que integra o sistema das Nações Unidas.

17:17 | 01/09

Putin diz que guerra visa acabar com "enclave antirrusso" criado por Kiev

O Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou esta quinta-feira que a campanha militar que Moscovo desencadeou na Ucrânia visa acabar com um "enclave antirrusso" que o país vizinho está a criar e que ameaça a Rússia.
12:52 | 01/09

Especialistas da Agência Internacional de Energia Atómica chegaram à central nuclear de Zaporijia

Os especialistas da Agência Internacional de Energia Atómica chegaram esta quinta-feira à central nuclear de Zaporijia, no Sul Ucrânia. 
11:52 | 01/09
Lusa

Instituto dos EUA denuncia campanha para desacreditar contraofensiva

O instituto norte-americano para o Estudo da Guerra (ISW, na sigla em inglês) denunciou esta quinta-feira uma campanha da Rússia para desacreditar a contraofensiva ucraniana no sul, anunciada por Kiev em 29 de agosto.

"O Ministério da Defesa russo começou a conduzir uma operação de informação para apresentar a contraofensiva ucraniana como tendo fracassado decisivamente quase logo que foi anunciada", disse o ISW na sua análise diária sobre a guerra iniciada pela Rússia em 24 de fevereiro.

Horas depois de as autoridades ucranianas terem anunciado a operação no sul da Ucrânia, Moscovo disse que as suas forças tinham posto termo à contraofensiva e abatido mais de 1.200 combatentes ucranianos num só dia.

08:17 | 01/09

Agência Internacional de Energia Atómica mantém visitas à central nuclear de Zaporijia

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) vai manter as visitas à central nuclear de Zaporijia, ocupada por tropas russas, na Ucrânia, apesar dos relatos de bombardeamentos nas proximidades, disse o diretor-geral Rafael Grossi.
23:56 | 31/08

Forças ucranianas atacam posições estratégicas russas em Kherson

As forças ucranianas continuam a atacar posições estratégicas russas na região de Kherson. De acordo com o The Kyiv Independent, a nova contra-ofensiva, que está em andamento no sul, pode mudar o rumo da guerra.
15:24 | 31/08

Zelensky diz que União Europeia deve proibir todos os meios de comunicação russos

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky exortou esta quarta-feira que a União Europeia a proibir todos os canais de televisão estatais russos, sendo uma referência aos funcionários dos meios de comunicação russos. 

"Nem um único propagandista russo deve permanecer no território da UE. Nem um único canal de telvisão estatal russo deveria ser autorizado a continuar a trabalhar no território da UE", acrescenta Zelensky. 
15:10 | 31/08

Bombardeamento russo mata uma mulher na região de Donetsk

Um ataque russo em Bakhmut, na região de Donetsk provocou a morte de uma mulher, segundo o Serviço de Emergência do Estado relata. 

Este afirma ainda ter recuperado o corpo da vítima debaixo dos escombros de um edifício residencial. 
14:40 | 31/08

UE vai suspender acordo com a Rússia que facilita emissão de vistos

A União Europeia concordou em suspender o acordo com a Rússia que facilita a emissão de vistos a cidadãos russos. De acordo com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Hungria, Peter Szijarto, o país juntamente com outros estados membros opôs-se a uma proibição dos vistos.
20:10 | 30/08

Organização Internacional para Migrações alerta para aumento de deslocados

O número de deslocados internos na Ucrânia aumentou novamente, para 6,9 milhões em agosto, seis meses depois do início da guerra, alertou esta terça-feira a Organização Internacional para as Migrações (OIM). 
18:04 | 30/08

Kiev anuncia criação de corredores para quem quiser sair da Crimeia

A Ucrânia está a desenvolver corredores de segurança para os residentes da Crimeia que queiram abandonar a península anexada pela Rússia desde 2014, anunciou esta terça-feira um conselheiro presidencial ucraniano.
12:56 | 30/08

UE doa cinco milhões de comprimidos para proteger ucranianos de exposição à radiação

A União Europeia (UE) vai doar cinco milhões de comprimidos de iodeto de potássio para proteger os ucranianos da potencial exposição à radiação, numa altura em que a central nuclear ucraniana de Zaporijia está ocupada por forças russas.
09:08 | 30/08

Portugal apoia proposta de missão de treino da UE, revela ministra da Defesa

Portugal apoia a proposta de criação de uma missão de treino de alto nível da União Europeia para o exército ucraniano, que vai ser discutida esta terça-feira em Praga numa reunião informal de ministros da Defesa dos 27, disse a ministra Helena Carreiras.
08:50 | 30/08

Pelo menos quatro mortos em bombardeamento russo em Kharkiv

Pelo menos quatro pessoas foram mortas e quatro ficaram feridas num bombardeamento russo na segunda maior cidade da Ucrânia, Kharkiv, esta terça-feira, disse o governador regional, citado pela Reuters.

"Como resultado dos bombardeamentos da parte central de Kharkiv, pelo menos 4 pessoas morreram e mais 4 ficaram feridas", escreveu Oleh Synehubov, governador da região de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, na aplicação de mensagens Telegram.

A Rússia, que invadiu a Ucrânia em 24 de Fevereiro, no que chama uma operação militar especial, nega ter deliberadamente como alvo civis, embora os seus ataques tenham devastado cidades e vilas ucranianas.
08:49 | 30/08

Intensos combates em quase toda a região de Kherson, diz Kiev

Intensos combates entre forças ucranianas e russas estão a ter lugar em quase toda a região ocupada de Kherson, onde as tropas de Kiev lançaram uma contra-ofensiva, disse esta terça-feira a presidência ucraniana.

"Explosões poderosas tiveram lugar todo o dia [segunda-feira] e toda a noite na região de Kherson. Estão a decorrer combates intensos em quase todo o território da região", acrescentando que as tropas ucranianas "lançaram ações ofensivas em várias direções".

A ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de quase 13 milhões de pessoas -- mais de seis milhões de deslocados internos e quase sete milhões para os países vizinhos -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

07:49 | 30/08

Rússia acusa a Ucrânia de bombardear território da central nuclear de Zaporizhzhia

As autoridades russas instaladas na cidade ucraniana Enerhodar acusaram esta terça-feira as tropas ucranianas de mais uma vez terem bombardeado o território da central nuclear de Zaporizhzhia, informou a agência noticiosa russa TASS.

As autoridades da cidade disseram que dois projécteis explodiram perto de um edifício de armazenamento de combustível usado na central, acrescentou a agência.

A Ucrânia e a Rússia acusaram-se repetidamente uma à outra de atacar a maior central nuclear da Europa, que será visitada esta semana por uma missão da Agência Internacional de Energia Atómica.
07:48 | 30/08

Guerra domina 'rentrée' de ministros da Defesa e Negócios Estrangeiros da UE

Os ministros da Defesa e dos Negócios Estrangeiros da União Europeia (UE) vão discutir esta terça-feira os últimos desenvolvimentos da guerra na Ucrânia, em reuniões informais em Praga que assinalam a 'rentrée' política comunitária, depois das férias de verão.
23:50 | 29/08

Forças ucranianas rompem defesas russas em vários setores

As tropas ucranianas montaram uma contra-ofensiva e romperam as defesas russas em vários setores da linha da frente perto da cidade de Kherson, revelou esta segunda-feira um conselheiro superior de Volodymyr Zelensky.

Oleksiy Arestovych, de acordo com a Reuters, afirmou ainda que as forças ucranianas estavam a bombardear os ferries que Moscovo está a utilizar para abastecer um território ocupado pela Rússia na margem ocidental do rio Dnipro.
23:45 | 29/08
Lusa

Rússia estima contração económica de menos de 3% em 2022

O Kremlin estima que a economia da Rússia registe uma contração inferior a 3% durante 2022, enquanto a queda para o próximo ano deverá ser inferior a 1%, segundo as perspetivas divulgadas hoje pelo vice-primeiro-ministro do país, Andrey Belousov.

O governante indicou que estes números são melhores do que o esperado e criam "boas condições" para que os rendimentos reais dos cidadãos e as receitas ficais do Estado cresçam.

Apesar da guerra na Ucrânia e das sanções internacionais contra Moscovo, os números são melhores do que o esperado.

20:08 | 29/08

Ex-deputado ucraniano que se juntou a forças russas morto a tiro em Kherson

O ex-deputado ucraniano Alexei Kovalev, que chegou a apoiar o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e posteriormente se juntou às forças de ocupação russas na região de Kherson, foi morto a tiro, declararam esta segunda-feira autoridades russas.
19:56 | 29/08

Rússia diz que "falharam" ofensivas ucranianas em Kherson e Mykolaiv

O Ministério da Defesa russo disse esta segunda-feira que repeliu "tentativas de ofensivas" ucranianas em Kherson e Mykolaiv, no sul da Ucrânia, após Kiev ter divulgado que rompeu uma primeira linha de defesa das tropas russas naquela região.
19:54 | 29/08

Rússia eliminou 31 organizações estrangeiras ao longo deste ano

A Rússia eliminou 31 organizações estrangeiras ao longo deste ano, informou esta segunda-feira o vice-secretário do Conselho de Segurança russo, Alexander Grebenkin, referindo-se a medidas que têm sido criticadas pela comunidade internacional.

"Este ano, por repetidas e graves violações da lei russa, 18 escritórios e representações de organizações não governamentais estrangeiras e internacionais foram eliminados e as atividades de 13 organizações dos Estados Unidos, Reino Unido, Polónia, Ucrânia e Estados Unidos foram declarados indesejáveis, com posterior proibição", disse Grebenkin numa entrevista esta segunda-feira divulgada pela publicação Rossískaya Gazeta.

19:33 | 29/08
Lusa

Zelensky volta a pedir à UE que proíba entrada de russos

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, voltou esta segunda-feira a pedir a proibição da entrada de cidadãos russos em países da União Europeia (UE), salvo exceções justificadas.
15:35 | 29/08

Kiev diz que iniciou ofensiva contra forças russas na frente sul

O Exército ucraniano garantiu esta segunda-feira que lançou uma ofensiva em diversas frentes no sul do país e que conseguiu romper uma primeira linha de defesa das tropas russas na região de Kherson.

"As forças armadas ucranianas lançaram ações ofensivas em várias frentes do sul", disse Nataliya Humenyuk, chefe do Centro de Imprensa da Coordenação Conjunta das Forças de Defesa do Sul da Ucrânia, citada pelo jornal Ukrainska Pravda.

"As forças inimigas são bastante poderosas, estão a mover-se para aí há muito tempo, reunindo reservas militares, equipamentos... Mas as nossas medidas prévias, o que chamamos de controlo de fogo sobre a logística inimiga, funcionaram", acrescentou a porta-voz.

15:34 | 29/08

Portugal já concedeu mais de 51 mil proteções temporárias a pessoas chegadas da Ucrânia

Portugal já concedeu 51 232 proteções temporárias a cidadãos ucranianos e estrangeiros que residiam naquele país e que fugiram da guerra, cabendo por municípios o maior número a Lisboa (10 912), informou esta segunda-feira o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).
13:31 | 29/08

Rússia identifica novo suspeito ucraniano em atentado contra jornalista

O Serviço de Segurança Federal Russo (FSB) identificou um segundo ucraniano suspeito de envolvimento no atentado bombista que matou a jornalista russa Daria Dugina em 20 de agosto, noticiaram hoje as agências russas.

Trata-se de Bogdan Tsiganenko, alegado cúmplice da também ucraniana Natalia Vovk, que o FSB já tinha identificado como a presumível autora do atentado.
08:01 | 29/08

Austrália e Nova Zelândia acusam Rússia de obstruir acordo sobre armas nucleares

A Austrália e a Nova Zelândia acusaram a Rússia de obstruir a conferência de revisão do Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares (TNP), após Moscovo rejeitar críticas à ocupação da central nuclear de Zaporizhizhia, na Ucrânia.
07:46 | 29/08

Missão da AIEA à central nuclear de Zaporizhzhia "está a caminho"

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, disse esta segunda-feira que "está a caminho" a tão esperada missão de especialistas do órgão de vigilância da ONU à central nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia.
19:42 | 28/08
Lusa

Kiev denuncia morte de 379 crianças e 733 feridas em ataques russos desde início da invasão

A Procuradoria para a Infância da Ucrânia denunciou este domingo que, pelo menos, 379 crianças morreram e cerca de 733 ficaram feridas em ataques realizados pela Rússia desde o início da invasão da Ucrânia, no final de fevereiro.
18:50 | 28/08

Rússia não reconhece risco de radioatividade na central nuclear da Ucrânia, afirma os EUA

Os Estados Unidos da América afirmam que a Rússia não quer reconhecer o grave risco de radioatividade na central nuclear de Zaporíjia na Ucrânia, de acordo com a agência noticiosa Reuters. 
10:39 | 28/08
Lusa

Ministra alemã promete mais ajuda militar para a Ucrânia e alerta que guerra "durará anos"

A ministra dos Negócios Estrangeiros, a 'verde' Annalena Baerbock, reiterou este domingo que a Alemanha vai continuar a oferecer ajuda militar à Ucrânia, incluindo suprimentos de armamento pesado, face a uma guerra que, alertou, "durará anos".
23:36 | 27/08

Rússia lança 220 mísseis na região de Sumy

O Governador Dmytro Zhyvytsky escreveu no Telegram que pelo menos dois civis ficaram feridos após ataques de mísseis na região de Sumy, na Ucrânia.

Bilopillia, perto da fronteira russa, sofreu este sábado bombardeamentos que destruíram uma escola, um jardim-de-infância e uma estação dos correios, avança o The Kiev Independent.
23:34 | 27/08

Trabalhador russo encontrado morto em Zaporijia

Andrii Ryzhkov, um colaborador russo e antigo guarda fronteiriço ucraniano, foi encontrado enforcado em Mykhailivka, este sábado, relata a agência de notícias ucraniana Ukrinform, citando a Administração Militar da região de Zaporijia.
13:33 | 27/08
Lusa

Alerta para risco de pulverização de substâncias radioativas em central nuclear

O operador público ucraniano Energoatom advertiu este sábado que existe um risco de "pulverização de substâncias radioactivas" na central nuclear ucraniana de Zaporijia, ocupada pelas tropas russas.

Segundo a Energoatom, as tropas russas "bombardearam vários reservatórios no último dia".

"A infraestrutura da central foi danificada e existem riscos de fuga de hidrogénio e de pulverização de substâncias radioativas", anunciou a agência no Telegram, acrescentando haver "um risco elevado de incêndio".

13:32 | 27/08
Lusa

Forças pró-Rússia em Zaporijia denunciam novos ataques perto da central

As autoridades pró-Russia na região ucraniana de Zaporijia denunciaram este sábado novos ataques perto da central nuclear, enquanto a agência ucraniana para o setor, a Energoatom, afirmou que os dois reatores no ativo nas instalações estão agora operacionais.

"Neste momento registámos nove ataques de artilharia pelas formações armadas do Exército ucraniano nos arredores da cidade de Enerhodar, perto da central", afirmou a administração local na plataforma Telegram, segundo a Efe.

Os ataques terão sido realizados com recurso a peças de artilharia de calibre 155 milímetros fornecidas a Kiev pelos Estados Unidos da América.

23:49 | 26/08

Ucrânia volta a ligar central nuclear de Zaporijia e apela à visita da AIEA

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, instou a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) a enviar uma missão à central nuclear de Zaporijia, que foi esta sexta-feira reconectada à rede elétrica, após um apagão total no dia anterior, atribuído aos russos.
18:02 | 26/08

Ucrânia apela à UNESCO: "A Rússia utiliza a educação como instrumento de opressão

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Oleh Nikolenko, disse que a Rússia ameaça os pais em áreas ocupadas, com a colocação das crianças em orfanatos se não os inscreverem em escola russas. 

Desta forma a Ucrânia fez um apelo à UNESCO. 


17:03 | 26/08

Bielorrússia diz estar a preparar aviões para transportar armas nucleares

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, disse esta sexta-feira que os militares do país estão a modificar os aviões de combate para poderem transportar armas nucleares, em resposta a "possíveis provocações do Ocidente".
00:35 | 26/08

Zelensky diz que foi evitado acidente com radiação nuclear em Zaporizhzhia

O presidente ucraniano, Vlodymyr Zelensky, garante que foi evitado um desastre com radiação na central nuclear de Zaporizhzhia depois de ter sido cortada a energia a dois reatores.

"Se os geradores a diesel não tivessem ligado... se o pessoal da nossa estação não tivesse reagido após o apagão, então já teríamos sido forçados a lidar com as consequências de um acidente com radiação", revelou.
23:24 | 25/08

Biden e Zelensky abordam situação da central nuclear de Zaporijia

O Presidente norte-americano, Joe Biden, conversou esta quinta-feira com o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, sobre a situação em torno da central nuclear de Zaporijia, localizada no sul da Ucrânia e agora ocupada pelas forças russas.
20:37 | 25/08

Putin vangloria-se com aumento das receitas de gás e petróleo

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, vangloriou-se esta quinta-feira pelo aumento das receitas do petróleo e gás no orçamento do seu governo, apesar das sanções ocidentais decretadas devido à intervenção militar russa na Ucrânia.
20:08 | 25/08

República Checa a favor de proibir entrada de turistas russos na UE

O ministro do Negócios Estrangeiros da República Checa, que ocupa este semestre a presidência rotativa do Conselho da União Europeia, defendeu que só sejam concedidos vistos a russos para entrarem no espaço comunitário por razões humanitárias.
17:35 | 25/08

Citigroup encerra operações de banca de retalho na Rússia

A entidade financeira norte-americana Citigroup anunciou que vai encerrar as suas operações de banca de retalho e de banca comercial local na Rússia e que continua a tentar alienar outros negócios no país.
16:34 | 25/08
Lusa

Rússia tem usado bombas de fragmentação em grande escala, denuncia observatório

A Rússia tem utilizado na Ucrânia bombas de fragmentação em grandes quantidades, causando centenas de vítimas civis e destruindo habitações, escolas e hospitais, denunciou esta quinta-feira um organismo de monitorização.
15:40 | 25/08
Lusa

Ativista russo dos direitos humanos pró-Kremlin é atacado em casa

Igor Kaliapin, membro do Conselho de Direitos Humanos russo - ligado ao Kremlin - e fundador da ONG Equipa Contra a Tortura, foi agredido por um homem em casa, numa cidade no oeste da Rússia, disse esta quinta-feira a organização não-governamental.

"Na noite de quarta-feira, Igor Alexandrovich [Kaliapin] foi atacado em casa, localizada numa cidade da região de Nizhni Novogorod", publicou a organização, muito conhecida na Rússia, na rede social Telegram.

15:02 | 25/08
Reuters

Reatores de Central Nuclear de Zaporijia desligados após incêndio

Os danos causados pelo fogo nos cabos aéreos de energia levaram ao encerramento dos dois últimos reatores em funcionamento na central nuclear de Zaporizhzhia, no sul da Ucrânia, informou esta quinta-feira a companhia nuclear ucraniana.

A linha de fornecimento de eletricidade à central nuclear russa de Zaporijia foi entretanto restabelecida depois de ter sido cortada esta quinta-feira.

De acordo com a Agência Internacional de Energia Atómica, a Ucrânia revelou que a maior central nuclear da Europa "perdeu pelo menos duas vezes a ligação à linha de energia durante o dia, mas que atualmente está novamente em funcionamento".
13:22 | 25/08
Lusa

Missão da AIEA à central nuclear de Zaporijia ocorre "nos próximos dias"

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, disse esta quinta-feira que a inspeção à central nuclear de Zaporijia, na Ucrânia, poderá ocorrer "nos próximos dias", enquanto a Rússia prometeu colaborar.

Em entrevista ao canal France 24, depois de um encontro em Paris esta manhã com o presidente francês Emmanuel Macron, Grossi disse que "há um acordo de princípio" com a Ucrânia e a Rússia sobre a visita à central nuclear de Zaporijia, no sul da Ucrânia e sob controlo russo, e que estão a ser discutidos os detalhes da inspeção técnica.
13:01 | 25/08
Lusa

Vladimir Putin convoca mais 137 mil militares para as forças armandas russas

O Presidente russo, Vladimir Putin, assinou esta quinta-feira um decreto que prevê um aumento dos efetivos militares da Rússia em 137.000 soldados, elevando o número total de operacionais para mais de 1,15 milhões.

De acordo com o decreto presidencial, que entrará em vigor em 1 de janeiro de 2023, as Forças Armadas russas passarão a contar com 1.150.628 efetivos militares, informou a agência de notícias Interfax.

Após o novo aumento, os quadros das Forças Armadas russas irão ultrapassar os dois milhões elementos (2,039,758), número que inclui pessoal civil.

11:00 | 25/08

Sobe para 25 o número de mortos em ataque russo a estação ferroviária na Ucrânia

Pelo menos 25 pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas esta quarta-feira quando uma estação ferroviária na Ucrânia foi atingida por mísseis. O número inicial reportava 22 mortes, mas foram descobertos outros três corpos - recuperados dos escombros da cidade de Chaplyne -, à medida que as operações de salvamento decorriam, disse esta quinta-feira Kyrylo Tymoshenko, assessor presidencial ucraniano.

Entre as 25 vítimas mortais constam dois menores outras 31 pessoas ficaram feridas no ataque, que foi denunciado, esta quarta-feira, pelo Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, quando intervinha, por videoconferência, numa reunião do Conselho de Segurança da ONU - no dia em que a Ucrânia marcava o Dia da Independência do país
00:21 | 25/08
Lusa

Seis meses de guerra reforçam isolamento de diplomata russo na ONU

Dezenas de diplomatas uniram-se esta quarta-feira em torno do embaixador ucraniano na ONU, num gesto de apoio quando se assinalam seis meses de guerra, enquanto o diplomata russo permaneceu sozinho, reforçando o isolamento da Rússia no plano internacional.

Em duas fotografias partilhadas esta quarta-feira pelo embaixador adjunto do Reino Unido nas Nações Unidas (ONU), na rede social Twitter, é possível ver ilustrado o isolamento russo naquele órgão.

Enquanto numa das imagens é possível ver o momento em que vários diplomatas rodearam o ucraniano Sergíy Kyslytsya, enquanto falava à imprensa junto à sala do Conselho de Segurança, numa outra fotografia vê-se o embaixador russo Vasily Nebenzya completamento sozinho a falar com jornalistas.

19:31 | 24/08

Pelo menos 22 mortos e 50 feridos em ataque a estação ferroviária na zona de Dnipro

Um ataque a uma estação ferroviária na zona de Dnipro fez esta quarta-feira pelo menos 22 mortos. Há ainda cerca de 50 pessoas que ficaram feridas. 

O anúncio foi feiro pelo presidente da Ucrânia, durante um discurso no Conselho de Segurança da ONU.
19:12 | 24/08
Lusa

Moscovo transfere crianças ucranianas para adoção por famílias russas

A Rússia está a levar crianças ucranianas para o seu território, procurando que famílias russas as adotem, confirmaram fontes do Kremlin e de Kiev, de acordo com o Instituto para o Estudo da Guerra.
18:06 | 24/08
Lusa

Zelensky pede apoio português a restrições de vistos a cidadãos russos

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu esta quarta-feira ao chefe da diplomacia portuguesa, João Gomes Cravinho, o apoio de Portugal à imposição de restrições de vistos a cidadãos da Federação Russa, anunciou o gabinete do líder ucraniano.
16:37 | 24/08
Lusa

OMS constatou 473 ataques ao sistema de saúde em seis meses de guerra

A Organização Mundial de Saúde (OMS) constatou, em seis meses de guerra, 473 ataques ao sistema de saúde na Ucrânia, que mataram pelo menos 98 pessoas e feriram outras 134.

"Seis meses de guerra tiveram um impacto devastador na saúde e na vida do povo ucraniano, mas apesar de muitos desafios o sistema de saúde conseguiu sobreviver e prestar cuidados onde e quando é mais necessário", disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS num comunicado emitido hoje pela organização.

14:56 | 24/08
Lusa

Chefe pró-russo em Zaporijia morre em explosão no próprio carro

O chefe pró-russo da administração da cidade ucraniana de Mikhailovka, na região de Zaporijia, Ivan Sushko, morreu esta quarta-feira quando um engenho explosivo explodiu no seu carro, de acordo com as autoridades russas na região.

"O dia 24 de agosto de 2022 ficará na história de Mikhailovka e de toda a região de Zaporijia como uma data trágica. Neste dia, Ivan Sushko morreu como resultado de uma explosão deliberada do seu carro pelos terroristas do (Presidente ucraniano, Volodymyr) Zelensky", escreveu Vladimir Rogov, membro do conselho pró-Rússia da província ucraniana, na sua conta da rede social Telegram.

De acordo com membros do conselho provincial nomeados pelo Kremlin, câmaras de vigilância capturaram o momento da explosão do carro, em que Sushko viajava com a filha adotiva, quando a levava para o infantário.

09:42 | 24/08

Ministro dos Negócios Estrangeiros português está em Kiev para visita surpresa à Ucrânia

O Ministro dos Negócios Estrangeiros, João Gomes Cravinho, está em Kiev. A informação foi confirmada esta quarta-feira pelo Ministério através de comunicado, em que é indicado que o ministro "acaba de chegar à capital da Ucrânia para uma deslocação oficial que decorre esta quarta-feira".  
09:41 | 24/08

Ministro russo diz que operação militar na Ucrânia está a decorrer como o planeado

A Rússia garantiu esta quarta-feira, seis meses após o início da campanha militar na Ucrânia, que as operações no país vizinho estão a decorrer conforme o planeado e que "todos os objetivos serão alcançados".

"A operação militar especial está a decorrer conforme o planeado e todos os objetivos serão alcançados", disse o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, citado pela agência de notícias oficial TASS, durante uma reunião com os seus homólogos da Organização para Cooperação de Xangai, em Tashkent, no Uzbequistão.

08:56 | 24/08

Zelensky diz que o seu país vai lutar "até ao fim"

O Presidente Volodymyr Zelensky disse esta quarta-feira, durante um discurso à nação para assinalar o Dia da Independência do seu país, que a Ucrânia vai lutar" até ao fim" sem "nenhuma concessão ou compromisso".

"Vamos lutar pela nossa terra até ao fim. Estamos a aguentar há seis meses. É difícil, mas cerramos os punhos e estamos a lutar pelo nosso destino", disse.

"Para nós, a Ucrânia é toda a Ucrânia. Todas as 25 regiões, sem concessões ou compromissos", sublinhou.

00:03 | 24/08

Canadá atribui três milhões de dólares para a Defesa ucraniana

O Canadá vai atribuir três milhões de dólares para os setores da Defesa e da aplicação da lei da Ucrânia. 

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau.
20:11 | 23/08

EUA preparam envio de mais 3.000 mil milhões de euros em ajuda a Kiev

Os Estados Unidos revelaram que estão a preparar uma assistência de longo prazo à Ucrânia que deverá rondar mais três mil milhões de dólares (três mil milhões de euros).

Funcionários do Governo norte-americano disseram à Associated Press, sob condição de anonimato, que o pacote deve ser anunciado na quarta-feira, dia em que a guerra atinge a marca de seis meses e a Ucrânia comemora o seu Dia de Independência.

A assistência de longo prazo deverá incluir a permanência de tropas norte-americanas na Europa e ajuda financeira para treino e equipamento para as forças ucranianas combaterem nos próximos anos, incluindo drones, armas e outros equipamentos que poderão estar na frente de batalha dentro de um ano ou dois.

20:10 | 23/08
Lusa

Ucrânia exportou 723 mil toneladas de cereais desde o início do mês

Um total de 33 navios zarparam dos portos ucranianos de Chornomorsk, Odessa e Yuzhny, transportando 723 mil toneladas de cereais, desde que as exportações da Ucrânia foram desbloqueadas, indicou o ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlet Cavusoglu.

Segundo a Anadolu, a agência noticiosa estatal turca, o chefe da diplomacia classificou de "histórico" o acordo alcançado em Istambul, no final de julho, entre Ancara, Kiev, Moscovo e a ONU.

Este acordo permitiu, desde um de agosto, a exportação segura de cereais e produtos alimentares similares, através de corredores seguros no Mar Negro.

19:14 | 23/08
Lusa

Alemanha recebeu quase um milhão de refugiados

A Alemanha recebeu um total de 967.546 refugiados da Ucrânia, desde o início da invasão russa em finais de fevereiro, avançou hoje o Ministério do Interior alemão num comunicado.

De acordo com os dados do Registo Central de Estrangeiros, cerca de 36% dos mais de 967 mil refugiados, oriundos da Ucrânia e deslocados na Alemanha, são crianças e adolescentes, sendo que a maioria frequenta o ensino primário.

Entre os adultos, cerca de 74% são mulheres e apenas 8% são pessoas com mais de 64 anos de idade.

18:42 | 23/08
Lusa

Zelensky diz que russos já lançaram 750 mísseis a partir da Crimeia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta terça-feira que as tropas russas lançaram desde o início da invasão da Ucrânia, há seis meses, 750 mísseis de cruzeiro a partir da península da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014.

"Desde 24 de fevereiro, a Rússia lançou 750 mísseis de cruzeiro da Crimeia ocupada contra as nossas comunidades. Imaginem, 750 em meio ano. Destruíram centenas de alvos civis - escolas, universidades, edifícios residenciais, hospitais", disse Zelensky durante a segunda cimeira da Plataforma da Crimeia, citado pela agência Ukrinform.

Zelensky afirmou que a recuperação do controlo da Península da Crimeia pela Ucrânia será um passo histórico contra a guerra na Europa e para repor a segurança e assegurar a justiça.

17:58 | 23/08
Lusa

Situação na Ucrânia debatida por MNE português e Conselheiro de Segurança Nacional EUA

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, João Gomes Cravinho, e o Conselheiro de Segurança Nacional norte-americano, Jake Sullivan, debateram na segunda-feira por telefone a situação na Ucrânia e os esforços dos respetivos países perante a ofensiva russa.

"A situação na Ucrânia, os esforços de Portugal e dos Estados Unidos face à ofensiva russa, bem como o impacto da guerra na segurança alimentar mundial estiveram em destaque na conversa [telefónica] entre o MNE, João Cravinho, e o Conselheiro de Segurança Nacional norte-americano, Jake Sullivan", escreveu esta terça-feira o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) português na rede social Twitter.

O MNE acrescentou ainda que "a cooperação de Portugal e dos Estados Unidos, no quadro do compromisso partilhado para com a centralidade e prosperidade do Atlântico, foi igualmente abordada" na conversa mantida entre os dois responsáveis.

17:34 | 23/08
Lusa

Rússia promete evitar ações contra inspeção da AIEA em Zaporijia

A ministra dos Negócios Estrangeiros de França afirmou esta terça-feira que a Rússia comprometeu-se a evitar ações que possam colocar em perigo uma eventual inspeção de especialistas da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) à central nuclear de Zaporijia.

De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) de França, Catherine Colonna fez estas declarações após ter mantido uma conversa telefónica esta terça-feira com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, em que discutiram o possível envio de uma missão da AIEA à central nuclear de Zaporijia, atualmente controlada pelos russos.

O MNE francês referiu que Catherine Colonna "tomou nota do princípio de acordo dado pela Rússia nesse ponto (envio da missão) e do compromisso deste país de evitar qualquer ação que possa colocar em perigo a segurança desta missão".

16:36 | 23/08
Lusa

Porto de Sines recebeu hoje terceiro navio com gás russo desde início da guerra na Ucrânia

O Terminal de Gás Natural Liquefeito (GNL) do Porto de Sines, Setúbal, recebeu esta terça-feira o terceiro navio com gás russo, desde o início da guerra na Ucrânia, que descarregaram um total de 494,72 metros cúbicos de GNL.
15:35 | 23/08
Lusa

Varsóvia junta-se a nórdicos e bálticos para União Europeia recusar vistos a russos

O partido do governo na Polónia, Lei e Justiça (PiS), insistiu esta terça-feira na criação de uma frente ou "coligação" de Estados na União Europeia (UE) para proibir vistos a cidadãos russos, que Varsóvia já só concede em situações raras.

O porta-voz do PiS, Radoslaw Fogiel, afirmou que "a proibição de emitir vistos para cidadãos russos deve ser adotada por todos os países da UE" e sublinhou que Varsóvia pretende "formar uma coligação de Estados que o exijam".

Estas declarações surgem um dia depois de o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros polaco, Szymon Szynkowski vel Sek, ter confirmado que o seu país "limitou a concessão de vistos (a cidadãos russos) a casos de necessidade humanitária, a um grupo muito limitado de pessoas" desde março.

00:41 | 23/08

EUA acreditam que a Rússia está a planear graves ataques em infra-estruturas ucranianas

Os EUA têm informações de que a Rússia está a planear lançar brevemente novos ataques contra as infra-estruturas civis e instalações governamentais da Ucrânia, disse um funcionário dos EUA esta segunda-feira.

"Temos informações de que a Rússia está a intensificar esforços para lançar ataques. Dado o historial da Rússia na Ucrânia, estamos preocupados com a ameaça contínua que os ataques russos representam para os civis e as infra-estruturas civis", disse o funcionário.
20:57 | 22/08
Lusa

Erdogan quer reunir Putin e Zelensky na Turquia em "futuro não muito distante"

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, voltou esta segunda-feira a oferecer-se como anfitrião para um possível encontro entre os chefes de Estado da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, e da Rússia, Vladimir Putin.

"O nosso objetivo é trazer Putin e Zelensky ao nosso país, esperemos que num futuro não muito distante", disse Erdogan após uma reunião do Governo turco, defendendo assim a intenção de Ancara de que russos e ucranianos aproximem posições, segundo a agência Anatólia.

A Turquia já desempenhou o papel de mediadora no acordo que permitiu voltar a exportar cereais a partir da Ucrânia, "um feito essencial para a humanidade", nas palavras de Erdogan.

18:01 | 22/08
Lusa

OSCE denuncia destruição de locais de culto ucranianos por tropas russas

A Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) denunciou esta segunda-feira que a agressão da Rússia contra a Ucrânia causou a destruição de locais de culto, enquanto líderes religiosos russos, "voluntariamente ou sob coação", justificam o conflito.

Numa declaração a propósito do Dia Internacional de Homenagem às Vítimas dos Atos de Violência baseada na Religião ou Crença, a OSCE afirma que "a contínua agressão russa contra a Ucrânia traz mais mortes, novos refugiados e a destruição de locais públicos, incluindo locais de culto, santuários e monumentos religiosos".

O documento é assinado por Andrew Baker, Ismail Hakki Musa e Regina Polak, representantes da presidência da OSCE contra o antissemitismo, a intolerância anti-muçulmana e a discriminação contra o cristianismo e outras religiões.

18:00 | 22/08

Ideólogo do Kremlin diz que filha foi assassinada de forma "covarde"

O pai da jornalista russa Daria Dugina, que morreu na explosão do seu carro, em Moscovo no sábado, disse esta segunda-feira que a sua filha foi morta de "forma covarde", tendo sido "uma patriota" que "nunca pediu violência".

O filósofo russo Alexander Dugin reagiu esta segunda-feira ao assassínio da filha -- que as autoridades russas atribuem ao regime de Kiev -- dizendo que o povo russo não pode ser alvo dos inimigos de Moscovo.

Numa declaração na conta da rede social Telegram do empresário russo Konstantin Malofeyev, citada pela agência Tass, falando em nome de Dugin, o pai da vítima do assassínio sublinhou que Dugina era "uma patriota, uma correspondente de guerra e uma filósofa", acrescentando que ela "nunca pediu violência e guerra".

15:37 | 22/08

Putin condena "crime desprezível e cruel" de homicídio de filha de ideólogo do Kremlin

O Presidente russo, Vladimir Putin, classificou esta segunda-feira como "crime desprezível" o assassínio da filha de um ideólogo que apoiava a ofensiva na Ucrânia, numa explosão do carro perto de Moscovo, que o Kremlin atribui a Kiev.

"Um crime desprezível e cruel acabou prematuramente com a vida de Daria Dugina, uma pessoa brilhante e talentosa com um coração verdadeiramente russo", disse Putin numa mensagem de condolências divulgada pelo Kremlin aos familiares da jovem assassinada este sábado.

15:04 | 22/08
Lusa

Estónia pede novas sanções contra a Rússia

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Estónia, Urmas Reinsalu, apelou esta segunda-feira para a adoção de um novo pacote de sanções contra a Rússia devido à guerra na Ucrânia, incluindo um embargo energético e restrições de viagem contra cidadãos russos.

"Precisamos de aumentar consideravelmente o preço (da guerra) para o agressor antes do inverno. Os sete pacotes até agora não exerceram pressão suficiente sobre (o Presidente russo Vladimir) Putin para pôr fim à guerra contra a Ucrânia", disse Reinsalu à rádio Estónia ERR.

14:44 | 21/08
Lusa

Scholz diz que Putin tem de abandonar planos de conquista para negociar a paz

O chanceler alemão, Olaf Scholz, reiterou este domingo que a Rússia tem de abandonar quaisquer planos de conquista da Ucrânia e respeitar a vontade dos ucranianos para ser possível negociar o fim da guerra.

"Não aceitaremos uma paz que o Governo, o Parlamento e o povo da Ucrânia não possam aceitar", disse Scholz num encontro com cidadãos por ocasião do dia de abertura da Chancelaria em Berlim, segundo a agência espanhola EFE.

Scholz afirmou que o Presidente russo, Vladimir Putin, iniciou o conflito com a "clara intenção" de anexar o país vizinho em parte ou na totalidade.

07:33 | 21/08
Lusa

Zelensky avisa para ato "particularmente cruel" da Rússia no Dia da Independência

O Presidente da Ucrânia advertiu, no sábado, que na próxima semana, quando o país celebrar o Dia da Independência, a 24 de agosto, a Rússia poderá tentar fazer algo "particularmente cruel".
23:46 | 20/08

Desfile de equipamento militar russo destruído realizado em Kiev

Realizou-se em Kiev um desfile com equipamento militar russo que foi destruído na guerra da Ucrânia. 

Dezenas de tanques e veículos blindados russos foram vistos na parada. 

22:25 | 20/08

Rússia denuncia novo ataque de Kiev contra central nuclear de Zaporijia

As autoridades russas da cidade ocupada de Energodar, leste da Ucrânia, denunciaram este sábado um novo ataque de artilharia ucraniano próximo da central nuclear de Zaporijia, ultimamente cenário de intensos combates pelos quais Moscovo e Kiev se culpam mutuamente.
16:25 | 20/08

Guterres defende que produtos agrícolas russos devem chegar "sem entraves" aos mercados

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, defendeu este sábado, em Istambul, que os fertilizantes e produtos agrícolas russos devem ter acesso "sem entraves" aos mercados mundiais, sob pena de haver uma crise global mundial já em 2023.


15:56 | 20/08
Lusa

Rússia acusa forças ucranianas de usarem armas químicas em Zaporijia

O ministério da Defesa russo acusou as forças armadas ucranianas de utilizarem armas químicas durante um alegado ataque em finais de julho na região de Zaporijia, onde se registaram muitos combates nas últimas semanas.

Segundo a agência noticiosa Interfax, os eventos relatados por Moscovo terão tido lugar na área de Vasilyevka. Após o ataque, os médicos encontraram vestígios de uma neurotoxina em vários soldados que tinham sido retirados com ferimentos graves, de acordo com a versão russa.

Sublinhando que vai enviar as provas para a Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ), o governo russo disse que as tropas ucranianas estão a recorrer ao "terrorismo químico" face às suas "derrotas militares" no terreno.

19:18 | 19/08
Lusa

EUA reforçam ajuda militar a Kiev com 800 milhões de dólares

Os Estados Unidos (EUA) vão reforçar a ajuda militar à Ucrânia em quase 800 milhões de dólares (797 milhões de euros), disponibilizando pelo menos uma dúzia de 'drones' de vigilância Scan Eagle, segundo autoridades norte-americanas.

O pacote de ajuda adicional a Kiev contempla mais obuses e munições, incluindo mísseis Javelin que os militares ucranianos vêm usando contra as forças invasoras russas, indicaram à AP autoridades norte-americanas, sob condição de anonimato.

Falando antes do anúncio público da ajuda, dois funcionários confirmaram a inclusão dos 'drones' portáteis Scan Eagle, que são lançados por uma catapulta e podem ser recuperados.

16:26 | 19/08
Lusa

Putin queixa-se a Macron dos "obstáculos" que permanecem às exportações agrícolas russas

O Presidente russo, Vladimir Putin, criticou esta sexta-feira, durante uma conversa telefónica com o seu homólogo francês Emmanuel Macron, os "obstáculos" que persistem na exportação de produtos agrícolas russos, apesar do acordo assinado no mês passado sob mediação internacional.

Durante a conversa, Putin "sublinhou os obstáculos que persistem sobre as exportações russas, que não contribuem para uma solução dos problemas relacionados com a segurança alimentar global", avançou o Kremlin.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, disse hoje em Odessa, no sul Ucrânia, que, além da libertação de cereais e fertilizantes produzidos neste país, é preciso permitir o acesso ao mercado global de alimentos russos fora de sanções.

14:50 | 19/08

Rússia impõe medidas punitivas contra o TikTok, Telegram, Zoom e Pinterest

A Rússia disse esta sexta-feira que está a tomar medidas punitivas contra algumas empresas estrangeiras, como é o caso das redes sociais TikTok, Telegram, Zoom e Pinterest, segundo a agência noticiosa Reuters. 
11:53 | 19/08

Guterres inspeciona exportação de cereais durante visita ao porto de Odessa

O secretário das Nações Unidas, António Guterres, chegou na manhã desta sexta-feira a Odesa.
10:05 | 19/08

Sobe para 19 o número de mortos em ataque a zona residencial de Kharkiv

O ataque a uma zona residencial de Kharkiv na quinta-feira regista agora um número de 19 mortos. 

Segundo o chefe da polícia da região, os socorristas continuam à procura de pessoas sob os escombros. 
09:16 | 19/08

Guerra na Ucrânia já matou pelo menos 362 crianças e feriu 716 civis

A guerra na Ucrânia já matou pelo menos 362 crianças e feriu 716 civis desde o dia 24 de fevereiro. 

Segundo a Procuradoria-Geral da República, espera-se que os números sejam mais elevados, uma vez que não incluem baixas em territórios ocupados pela Rússia. 
09:16 | 19/08

Rússia bombardeia Kharkiv para impedir a Ucrânia de novos ataques

A Rússia mantém o bombardeamento constante na frente nordeste de Kharkiv para impedir que os militares ucranianos realizem novos contra-ataques, segundo o ministério da defesa britânico. 

Kharkiv tem sido constantemente bombardeada desde o início da invasão russa na Ucrânia, uma vez que estão ao alcance de maior parte da artilharia russa, segundo avança o boletim de informação diário. 
00:08 | 19/08

Kiev denuncia chegada à Síria de novo navio com cereais roubados por Moscovo

A embaixada ucraniana no Líbano informou hoje que um novo navio carregado de cereais, roubados pelas forças russas de armazéns em territórios ocupados na Ucrânia, chegou a um porto sírio.

"De acordo com as nossas informações, o 'SV Konstantin' atracou na Síria. Há uma decisão de um tribunal ucraniano para parar este navio", sublinhou a missão diplomática de Kiev em Beirute.

"A bordo estão cereais que foram saqueados e transportados ilegalmente pelas autoridades de ocupação russas de armazéns localizados em território temporariamente ocupado nas regiões de Zaporijia, Kherson e Mikolaiv para portos na República Autónoma da Crimeia temporariamente ocupada", acrescentou.

18:17 | 18/08
Lusa

Guterres indica general brasileiro para investigar ataque a prisão em Olenivka

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, anunciou esta quinta-feira que pretende nomear o general brasileiro Carlos dos Santos Cruz para liderar uma missão de investigação ao ataque contra uma prisão em Olenivka, onde morreram 50 prisioneiros ucranianos.

"Hoje, discuti a investigação do trágico incidente num centro de detenção em Olenivka em 29 de julho. O que ali aconteceu é inaceitável. Todos os prisioneiros de guerra são protegidos pelo Direito Internacional Humanitário. O Comité Internacional da Cruz Vermelha deve ter acesso a eles onde quer que sejam mantidos. Decidi estabelecer uma missão de apuramento de factos", anunciou Guterres, numa conferência de imprensa em Lviv, Ucrânia.

Ao lado do chefe de Estado ucraniano, Volodymyr Zelensky, e do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, Guterres indicou que é sua intenção nomear o general Carlos dos Santos Cruz, do Brasil, para liderar essa missão.

17:55 | 18/08

Rússia ordena a retirada dos trabalhadores da Rosatom da central nuclear de Zaporijia

A Rússia disse aos trabalhadores da Rosatom, que estão neste momento na central nuclear de Zaporijia, para não irem trabalhar esta sexta-feira, de acordo com um funcionário dos serviços secretos militares ucranianos. 

Andriy Yusov disse à NBC News que tinha recebido informações de que Moscovo tinha ordenado que a Rosatom, a empresa nuclear estatal, se afastasse das instalações, o que se tornou o principal ponto de inflamação da guerra na Ucrânia.

O Ministério da Defesa russo também avisou que poderia encerrar os dois restantes reatores, em funcionamento nas instalações, devido a alegados "bombardeamentos ucranianos".

O conflito à volta da central nuclear provocou receios internacionais de uma catástrofe radioativa ao mesmo nível da de Chernobyl, em 1986.
15:48 | 18/08

Sobe para 12 o número de mortos em ataque a zona residencial de Kharkiv

Subiu para 12 o número de mortos em ataque a zona residencial de Kharkiv. As autoridades revelaram ainda que há 20 civis feridos. A operação de salvamento continua no local. 


11:11 | 18/08

Ministério da Defesa russo pode encerrar central nuclear se ataques ucranianos continuarem

O Ministério da Defesa russo disse esta quinta-feira que a central nuclear de Zaporíjia poderá encerrar caso os militares ucranianos continuem os ataques. 

Igor Kirillov, chefe das forças de defesa radioativa, química e biológica russa disse que os sistemas de apoio à central tinha sido danificados em resultado de um bombardeamento por parte da Ucrânia.
09:38 | 18/08

Ataque em Kharkiv faz pelo menos um morto e 18 feridos

Um ataque russo na cidade ucraniana de Kharkiv fez pelo menos um morto e 18 feridos esta quinta-feira, segundo o governador regional. 

"Neste momento há 18 feridos, entre elas duas crianças", escreveu o governador nas redes sociais. 

Recorde-se que na quarta-feira, um outro ataque à cidade provocou seis mortes e 16 feridos. 

09:36 | 18/08

Exportações de cereais em cima da mesa no encontro de hoje entre Guterres, Erdogan e Zelensky em Lviv

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres e Recep Tayyip Erdogan, Presidente da Turquia, vão encontrar-se com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, em Lviv. 
20:32 | 17/08

Pelo menos seis mortos e 10 feridos em ataque russo a Kharkiv

Um novo ataque russo em Kharkiv matou seis pessoas e feriu outras 10, esta quarta-feira, segundo o presidente da câmara daquela região ucraniana.
11:55 | 17/08

Zelensky pede a ucranianos em território ocupado que evitem bases militares russas

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu aos ucranianos em território ocupado pelas tropas russas que não se aproximem das bases militares dos invasores, salientando também a importância de fazer com que Moscovo se "canse" da guerra.
07:10 | 17/08

EUA anunciam compra de 66,8 milhões de euros de trigo ucraniano para doar a países pobres

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) anunciou a compra de trigo ucraniano no valor dezenas de milhões de dólares, para o programa da ONU de combate à fome nos países pobres.
19:56 | 16/08

Macron apela para retirada das forças russas da central de Zaporijia

O Presidente francês, Emmanuel Macron, apelou esta terça-feira para a retirada das forças russas da central nuclear de Zaporijia, no sul da Ucrânia, sublinhando os "riscos" que a respetiva presença representava para a segurança do local.

Numa conversa telefónica com o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, transmitiu a sua "preocupação quanto à ameaça que representam a presença, as ações das forças armadas russas e o contexto de guerra com os conflitos em curso sobre a segurança das instalações nucleares ucranianas, e instou à retirada de tais forças", indicou o palácio do Eliseu, sede da Presidência da República francesa.

18:42 | 16/08
Lusa

Guterres em Lviv e Odessa esta semana para encontro com Zelensky e Erdogan

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, estará entre quinta-feira e sexta-feira na Ucrânia, onde se reunirá com o presidente do país, Volodymyr Zelensky, e com o Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciaram esta terça-feira fontes oficiais.

O encontro com Zelensky e Erdogan acontecerá na próxima quinta-feira na cidade ucraniana de Lviv (oeste), e no dia seguinte Guterres visitará Odessa (sul), cujo porto está a ser utilizado para a exportação de cereais ucranianos através do acordo impulsionado pela própria ONU e pela Turquia.

Mais tarde, o chefe das Nações Unidas viajará para Istambul para visitar o Centro de Coordenação Conjunta que fiscaliza o cumprimento desse pacto, explicou o porta-voz de Guterres, Stéphane Dujarric.

17:15 | 16/08

Turquia, Irão e Coreia do Sul são destinos principais de navios com cereais ucranianos

Turquia, Irão e Coreia do Sul são os principais destinos das exportações de alimentos ucranianos pelo Mar Negro, indicaram esta terça-feira ontes oficiais, acrescentando que 21 navios foram autorizados a sair dos portos da Ucrânia desde o início do mês.
16:08 | 16/08

Moscovo acusa sabotadores ucranianos de atacar central nuclear russa de Kursk

A Rússia denunciou esta terça-feira três ataques contra linhas elétricas da central nuclear russa de Kursk, situada a cerca de 50 quilómetros da fronteira com a Ucrânia, que atribuiu a sabotadores ucranianos.
15:32 | 16/08

Autoridades ucranianas convidam Papa a visitar Bucha

O representante da Ucrânia no Vaticano, Andrii Yurash, disse esta terça-feira que a Ucrânia vai convidar o Papa para visitar Bucha, cidade perto de Kiev, para que veja as evidências dos alegados crimes de guerra da Rússia na Ucrânia.
08:37 | 16/08

Primeiro navio da ONU com cereais para África parte de porto ucraniano

O primeiro navio humanitário fretado pela ONU para transportar cereais ucranianos deixou esta terça-feira o porto de Pivdenny, para África, com cerca de 23 mil toneladas, anunciou o Ministério das Infraestruturas da Ucrânia.
08:11 | 16/08

Incêndio faz explodir depósito de munições do exército russo na Crimeia

Um depósito temporário de munições do exército russo explodiu esta terça-feira na Crimeia devido a um incêndio, disse o Ministério da Defesa russo.
07:35 | 16/08

Duas mulheres feridas em bombardeamento russo

Duas mulheres ficaram feridas num bombardeamento russo em Dnipropetrovsk

Citado pelo The Kyiv Independent, o governador de Dnipropetrovsk, Valentyn Reznichenko, revelou que a Rússia massacrou Nikopolsky e os distritos de Kryvorizky durante a noite de 16 de Agosto.
16:06 | 15/08

Moscovo garante ter eliminado mais de 100 mercenários estrangeiros em Kharkiv

O Ministério da Defesa da Rússia anunciou esta segunda-feira ter eliminado mais de cem mercenários estrangeiros e ferido outros 50 após um ataque com mísseis de alta precisão na região de Kharkiv, no leste da Ucrânia.

"A Força Aeroespacial da Rússia destruiu com armas de alta precisão um destacamento temporário de mercenários estrangeiros nas proximidades da localidade de Zolochiv, na região de Kharkiv. Foram aniquilados mais de 100 e feridos mais de 50 combatentes polacos e alemães", disse o comando russo.
12:13 | 15/08

Encontrados 1 281 engenhos explosivos na região de Chernihiv numa semana

O Serviço de Emergência revelou que foram encontrados 1 281 engenhos explosivos na região de Chernihiv no espaço de uma semana.

De acordo com a administração militar regional, citada pelo jornal The Kyiv Independent, um total de 39 572 objectos explosivos foram encontrados em Chernihiv desde 24 de Fevereiro, data do início da invasão russa mda Ucrânia.
19:20 | 13/08

Russos avançam no leste e ucranianos tentam travá-los destruindo uma ponte

Militares russos atacaram na última noite áreas residenciais em toda a Ucrânia, enquanto as forças ucranianas lançaram uma contraofensiva atingindo a última ponte operacional sobre um rio na região de Kherson ocupada pela Rússia, disseram autoridades ucranianas.
16:13 | 13/08

Kiev e Moscovo voltam a trocar acusações sobre Zaporijia

Kiev e Moscovo voltaram este sábado a trocar acusações sobre a central nuclear de Zaporijia, a maior da Europa, ocupada pela Rússia e alvo de vários ataques na última semana.
10:19 | 13/08

Moscovo adverte sobre o fim das relações entre Rússia e EUA se bens forem apreendidos

Qualquer possível apreensão de ativos russos pelos Estados Unidos destruirá completamente as relações bilaterais de Moscovo com Washington, disse o chefe do Departamento Norte-Americano do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, segundo a TASS, este sábado.

As relações da Rússia com o Ocidente se deterioraram drasticamente desde que Moscovo enviou dezenas de milhares de soldados para a Ucrânia em 24 de fevereiro, chamando-a de "operação militar especial". O Ocidente respondeu com sanções económicas, financeiras e diplomáticas sem precedentes, incluindo o congelamento de cerca de metade das reservas de ouro e divisas da Rússia.

10:13 | 13/08

Mais dois navios partem da Ucrânia em direção à Turquia

Mais dois navios partiram, este sábado, dos portos ucranianos do Mar Negro, disse o Ministério da Defesa da Turquia. Com este dois navios, sobe para 16 o número total de navios que vão deixar o país sob um acordo mediado pela ONU.

O navio transporta 12 mil toneladas de milho para a província de Iskenderun, no sul da Turquia, disse. O comunicado acrescentou que outro navio partiria da Turquia no sábado para a Ucrânia para comprar grãos.

O Ministério da Infraestrutura da Ucrânia disse no sábado que 16 navios que transportam 450 mil toneladas de produtos agrícolas partiram dos portos marítimos ucranianos desde o início de agosto, sob o acordo que garantiu a passagem segura dos navios. O acordo, assinado pela Ucrânia, Rússia, Turquia e Nações Unidas em julho, permitiu retomar as exportações de grãos dos portos ucranianos do Mar Negro depois de cinco meses parados devido à guerra. 

20:09 | 12/08

Moscovo reforça ataques aéreos para desbloquear impasse no Donbass

O Exército russo aumentou o número de ataques aéreos contra posições ucranianas, na tentativa de ultrapassar o impasse que enfrenta no Donbass, no leste da Ucrânia, enquanto Kiev aponta que Moscovo não fez nenhum progresso no terreno.
20:07 | 12/08

EUA acusam Rússia de preparar "falsos referendos" nas próximas semanas

Os Estados Unidos acusaram esta sexta-feira a Rússia de preparar "nas próximas semanas" referendos manipulados para anexar territórios no leste da Ucrânia e anunciaram novas sanções caso Moscovo concretize estes planos.
13:45 | 12/08
Lusa

Primeiro navio com trigo ucraniano inicia viagem para a Turquia

A exportação de trigo ucraniano foi retomada esta sexta-feira com a saída de um navio para a Turquia, duas semanas depois da abertura de um corredor para transportar cereais bloqueados desde a invasão russa, em 24 de fevereiro.

O navio "Sormovskiy", de bandeira do Belize, zarpou do porto ucraniano de Chornomorsk em direção a Tekirdag, na Turquia, com uma carga de 3.050 toneladas de trigo, anunciou o governo turco, segundo a agência espanhola EFE.

Desde que a rota de exportação foi aberta em 01 de agosto, no âmbito de uma acordo entre a Ucrânia, a Rússia, a Turquia e a ONU, 14 navios de carga partiram para portos turcos, europeus e asiáticos.

09:01 | 12/08
Lusa

China afirma que acidente em Zaporijia "poderia ser mais grave" que Fukushima

O representante chinês junto das Nações Unidas, Zhang Jun, alertou o Conselho de Segurança de que um acidente na central nuclear de Zaporijia poderá ser mais grave do que o ocorrido em Fukushima em 2011.

Segundo um comunicado da missão chinesa junto das Nações Unidas, Zhang recordou na quinta-feira que Zaporijia, no leste da Ucrânia, é a maior central nuclear da Europa e disse não querer que "o mesmo risco" se repita.

O acidente nuclear de Fukushima, no Japão, ocorreu a 11 de março de 2011, depois de um intenso terramoto de 9 graus na escala de Richter, que provocou ondas de cerca de 15 metros de altura e matou quase 18 mil pessoas.

21:58 | 11/08

Zelensky apela para expulsão dos russos da central de Zaporizhzhia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou esta quinta-feira à comunidade internacional para "reagir imediatamente" para expulsar os russos da central nuclear ocupada e bombardeada de Zaporizhzhia.
19:39 | 11/08

Washington apela a zona desmilitarizada em torno de Zaporizhzhia

Os Estados Unidos apelaram esta quinta-feira à Rússia para cessar operações militares próximo das centrais nucleares na Ucrânia e referiram apoiar o apelo de Kiev a uma "zona desmilitarizada" em Zaporizhzhia, controlada pelas forças russas e de novo bombardeada.
19:29 | 11/08

Moscovo recusa que Kiev seja representada na Rússia pela Suíça

A Rússia anunciou ter recusado que a Suíça represente diplomaticamente Kiev em território russo, argumentando que Berna "perdeu o seu estatuto neutral" ao sancionar Moscovo pela sua ofensiva militar na Ucrânia.

"Infelizmente, a Suíça perdeu o seu estatuto de Estado neutro e não pode agir nem como mediador, nem como representante dos interesses" ucranianos, declarou à imprensa um porta-voz da diplomacia russa, Ivan Netchaïev.

15:48 | 11/08

Novos ataques de artilharia contra central nuclear de Zaporizhzhia

Novos ataques de artilharia atingiram hoje a central nuclear de Zaporizhzhia, com Ucrânia e Rússia a culparem-se mutuamente.
14:32 | 11/08

Estónia barra turistas russos e pede para resto da UE fazer o mesmo

A Estónia anunciou esta quinta-feira que vai proibir a entrada no país de cidadãos russos com visto Schengen, normalmente usado para turismo, instando os outros Estados-membros da União Europeia (UE) a fazerem o mesmo, como exigido pela Ucrânia.
14:25 | 11/08

McDonald's inicia reabertura de restaurantes na Ucrânia nos próximos meses

O McDonald's vai iniciar a reabertura dos seus restaurantes na Ucrânia nos próximos meses, cerca de um semestre após o encerramento devido à invasão russa, foi esta quinta-feira anunciado.
12:44 | 11/08

UE já entregou mais de 65 mil toneladas de material de assistência à Ucrânia

A União Europeia já entregou 66.224 toneladas de material de assistência vital à Ucrânia, naquela que é, "de longe, a maior, mais duradoura e mais complexa operação" do mecanismo europeu da proteção civil, anunciou esta quinta-feira a Comissão Europeia.
11:56 | 11/08

Zelensky volta a acusar a Rússia de criar risco nuclear em Zaporijia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, voltou esta quinta-feira a acusar a Rússia de aumentar o risco de um possível acidente nuclear na central de Zaporijia, alertando que seria a maior catástrofe do género da História.
11:22 | 11/08

Credores autorizam adiamento do pagamento da dívida externa da Ucrânia até 2024

Os credores internacionais autorizaram a Ucrânia a adiar o pagamento da sua dívida externa até 2024, anunciou o primeiro-ministro ucraniano, Denys Chmygal, na quarta-feira à noite.
22:12 | 10/08

Chefe da junta militar conversou com Putin por telefone

O chefe da junta militar no poder no Mali, Assimi Goïta, revelou esta quarta-feira que conversou com o Presidente russo, Vladimir Putin, por telefone, um dia depois de ter recebido equipamento militar da Rússia.

"Falámos do apoio da Federação Russa à transição política maliana e saudei a qualidade da nossa parceria atenciosa da soberania do Mali e das aspirações da sua população", declarou no Twitter o líder maliano.

19:04 | 10/08

Rússia convoca Conselho de Segurança por ataques à central nuclear de Zaporizhzhia

A Rússia pediu uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para quinta-feira, para abordar a situação na central nuclear ucraniana de Zaporizhzhia, controlada pelas suas tropas e que, segundo alega, está sob ataque de Kiev.
18:07 | 10/08

Espanha testa saída de cereais ucranianos por comboio

Espanha avançou com um teste para retirar da Ucrânia cereais para exportação por comboio, em alternativa ou complemento à via marítima, condicionada pelo impacto da guerra nos portos ucranianos, anunciou esta quarta-feira o executivo espanhol.
18:03 | 10/08

Espanha testa saída de cereais ucranianos por comboio

Espanha avançou com um teste para retirar da Ucrânia cereais para exportação por comboio, em alternativa ou complemento à via marítima, condicionada pelo impacto da guerra nos portos ucranianos, anunciou esta quarta-feira o executivo espanhol.
16:57 | 10/08

Navio Osprey's chegou ao porto de Chornomorsk para carregar cereais ucranianos

O Ministro das Infraestruturas da Ucrânia disse, esta quarta-feira, citado pela Reuters, que o navio Osprey's chegou ao porto de Chornomorsk para carregar cereais ucranianos.
16:36 | 10/08
Lusa

Força aérea ucraniana diz que explosões na Crimeira destruíram aviões russos

A força aérea ucraniana afirmou esta quinta-feira que nove aviões de combate russos foram destruídos com as enormes explosões que sacudiram uma base aérea russa na Crimeia, uma perda negada por Moscovo.

A Rússia rejeita até que se tenha tratado de um ataque, alegando que se tratou de uma explosão acidental de munições na base de Saki, localizada na península anexada pelos russos à Ucrânia em 2014.

07:23 | 10/08

Bombardeamentos russos causam pelo menos 11 mortos em Dnipro

Pelo menos 11 pessoas morreram e outras 13 ficaram feridas por bombardeamentos russos no distrito ucraniano de Nikopol, na região de Dnipro, no sul do país.

"O inimigo atingiu o distrito duas vezes com o Grad MLRS [sistema de lançamento múltiplo de mísseis], disparando 80 mísseis contra bairros residenciais", disse esta quarta-feira Valentyn Reznichenko, chefe da Administração Militar Regional de Dnipro.

Os russos "lançaram um ataque deliberado e insidioso enquanto as pessoas dormiam em suas casas. As comunidades de Marhanets e Myrove foram atacadas", disse o responsável na plataforma Telegram.

00:20 | 10/08
Lusa

Zelensky diz que guerra começou na Crimeia e deve terminar com a Crimeia libertada

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse esta terça-feira que a guerra "começou na Crimeia e deve terminar com a Crimeia" libertada, alertando que não haverá uma paz estável no Mediterrâneo enquanto a Rússia usar esse território como "base militar".

"A presença de ocupantes russos na Crimeia é uma ameaça para toda a Europa e para a estabilidade global. A região do mar Negro não pode estar segura enquanto a Crimeia estiver ocupada", observou.

"Não haverá paz estável e duradoura em muitos países nas margens do Mediterrâneo, enquanto a Rússia usar a nossa península [tomada pelos russos em 2014] como a sua base militar", salientou o chefe de Estado ucraniano.

22:47 | 09/08
Correio da Manhã

Pelo menos um morto e cinco feridos em explosão de munições na base aérea da Crimeia

A Rússia relata pelo menos um morto e vários feridos em explosão de munições na base aérea da Crimeia. Várias explosões ocorreram esta terça-feira perto de um aeródromo militar russo, mas a origem do incidente ainda não é conhecida. O anúncio chegou das autoridades da península ucraniana, anexada pela Rússia em 2014, mas entretanto a Rússia já informou que as explosões não se deveram a qualquer disparo ou bombardeamento.
21:26 | 09/08
Reuters

Biden assina adesão da Finlândia e Suécia à NATO

O Presidente dos EUA Joe Biden, juntamente com a vice-presidente Kamala Harris, o embaixador sueco nos EUA Karin Olofsdotter e o embaixador finlandês nos EUA Mikko Hautala, assinou documentos que apoiam a adesão da Finlândia e da Suécia à NATO.
16:10 | 09/08

Explosões em base aérea russa na Crimeia

Várias explosões ocorreram esta terça-feira perto de um aeródromo militar russo na Crimeia, anunciaram as autoridades da península ucraniana anexada pela Rússia em 2014.

"Posso confirmar que várias explosões ocorreram perto de Novofedorivka", onde se encontra uma base militar russa e um aeródromo, escreveu Oleg Kryuchkov na rede social Telegram, citado pela agência francesa AFP.

O exército russo disse que várias munições explodiram no aeródromo, sem causar vítimas, segundo a AFP.

14:15 | 09/08

Fornecimento de petróleo russo via Ucrânia foi interrompido

As entregas de petróleo russo a três países europeus através da Ucrânia foram interrompidas após a recusa de uma transação bancária ligada às sanções contra Moscovo, anunciou esta terça-feira a empresa russa responsável pelo transporte.
12:24 | 09/08
Lusa

Forças russas vão reforçar defesa antiaérea da central de Zaporijia

As autoridades pró-russas da região de Zaporijia, na Ucrânia, onde se encontra a maior central nuclear da Europa, anunciaram esta terça-feira o reforço da defesa antiaérea do complexo para evitar que seja atacado.

"As medidas de defesa antiaérea serão reforçadas", disse o líder pró-russo de Zaporijia Yevgheny Balitsky à televisão estatal russa, citado pela agência espanhola EFE.

Balitsky disse que a central nuclear está agora a funcionar normalmente, após terem sido feitas reparações nas linhas elétricas e edifícios danificados num ataque em cinco de agosto, que a Rússia atribuiu às forças ucranianas.

11:54 | 09/08

Mais de 10,5 milões de pessoas já fugiram da Ucrânia desde o início da invasão russa ao país

Mais de 10,5 milhões de pessoas já atarvessaram a fronteira da Ucrânia desde o início da invasão russa ao país, revelou esta terça-feira o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. 
11:13 | 09/08

Mais dois navios transportam cereais ucranianos para a Coreia do Sul e Turquia

Dois navios com mais de 70.000 toneladas de cereais zarparam esta terça-feira do porto ucraniano de Chornomorsk, no âmbito do acordo entre a Rússia, a Ucrânia, a Turquia e a ONU, anunciou o Ministério da Defesa turco.
08:35 | 09/08
Lusa

Detidos russos que preparavam alegado ataque contra ministro da Defesa da Ucrânia

Os serviços secretos da Ucrânia anunciaram esta terça-feira a detenção de supostos espiões russos, por suspeita de prepararem um ataque contra o ministro da Defesa, Oleksij Resnikov, e o chefe da secreta militar, Kyrilo Budanov.

21:34 | 08/08
Lusa

Serviços secretos ucranianos dizem ter evitado assassínio do ministro da Defesa

O Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU) revelou esta segunda-feira que neutralizou uma tentativa de assassínio do ministro da Defesa e do chefe de inteligência militar ucranianos, acrescentando que deteve dois suspeitos do "serviço secreto russo".

Os serviços secretos ucranianos referiram que prenderam "assassinos do serviço secreto russo que estavam a planear os ataques" contra o ministro da Defesa Oleksiï Reznikov e o chefe da inteligência militar Kyrylo Boudanov.

17:02 | 08/08

Militar russo condenado a 10 anos de prisão por disparar contra apartamentos

O tribunal ucraniano condenou um militar russo a dez anos de prisão por disparar de um tanque contra apartamentos, segundo o Ministério do Interior. 

Mikhail Kulikov realizou o ataque no dia 26 de fevereiro, dois dias depois de a Rússia ter invadido a Ucrânia. 
11:40 | 08/08

Primeiro navio com cereais chegou ao destino na Turquia

O primeiro dos navios que saíram da Ucrânia com cereais a chegar ao destino atracou esta segunda-feira num porto turco, no âmbito do acordo mediado pela Turquia e pela ONU, anunciaram as autoridades locais.
10:44 | 08/08

Rússia acusa Kiev de ataque a central nuclear e alerta para 'consequências catastróficas'

O Kremlin acusou esta segunda-feira a Ucrânia de ser responsável de um ataque a central e alertou para 'consequências catastróficas'.
23:40 | 07/08

Sete explosões sentidas em Kharkiv

O Presidente da Câmara de Kharkiv, Ihor Terekhov, disse que a cidade está a ser alvo de mísseis russos. Não foram relatados quaisquer ferimentos. "É muito barulho na cidade. Estou a pedir a todos que se abrigem", disse Terekhov segundo o The Kyiv Independent.
14:18 | 07/08

Ucrânia pede à Alemanha que previna o inverno e adie fim da energia nuclear

Myckailo Podolyak, assessor do Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, pediu este domingo à Alemanha que prolongue o uso da energia atómica para ter uma maior independência da Rússia e dos fornecimentos de gás russo.
14:07 | 07/08

Russos acusam Kiev de danificar prédios durante ataque à central de Zaporizhzhia

A administração de ocupação russa disse hoje que o exército ucraniano danificou prédios administrativos durante um ataque à central nuclear de Zaporizhzhia, a maior da Europa.

Durante a noite de sábado para domingo, "o exército ucraniano realizou um ataque com uma bomba de fragmentação disparada de um lançador múltiplo de foguetes Ouragan", disseram as autoridades de ocupação da cidade de Energodar, onde a central nuclear está localizada no sul da Ucrânia.

"Os estilhaços e o motor do foguete caíram a 400 metros de um reator em funcionamento", disse a fonte, citada pela agência de notícias estatal russa TASS.

De acordo com as autoridades russas, o ataque, que atribuem às forças de Kiev, "danificou" prédios administrativos e atingiu "uma área de armazenamento de combustível nuclear usado".

14:06 | 07/08

Exército russo diz ter destruído 45 mil toneladas de armamento enviado para a Ucrânia pela NATO

O exército russo destruiu na região de Mykolaiv um arsenal com 45 mil toneladas de munições recentemente enviadas pela NATO para a Ucrânia e abateu mais de 300 militares, de acordo com informações do Ministério da Defesa da Rússia.
12:36 | 07/08

Papa saúda "sinal de esperança" com retoma das exportações de cereais

O Papa Francisco saudou este domingo a retoma das exportações de cereais da Ucrânia, que classificou como "um sinal de esperança" e prova de que "é possível dialogar" para acabar com a guerra.
12:25 | 07/08

Zelensky apela a resposta internacional mais dura após bombardeamento na central nuclear de Zaporizhzhia

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky apelou, este domingo, a uma resposta internacional mais forte ao que descreveu como "terror nuclear" russo após novo bombardeamento na central nuclear de Zaporizhzhia, a maior da Europa.

Durante um telefonema com o Presidente do Conselho Europeu Charles Michel, citado pela Reuters, Zelensky apelou à imposição de sanções à indústria nuclear russa e ao combustível nuclear.

A empresa estatal ucraniana de energia nuclear disse que um trabalhador tinha ficado ferido quando as forças russas bombardearam a central nuclear de Zaporizhzhia este sábado à noite.
12:06 | 07/08

Adiada chegada ao Líbano do primeiro navio com cereais que partiu de Odessa

A chegada ao Líbano prevista para este domingo do primeiro navio de cereais que saiu da Ucrânia, sob um acordo de guerra, foi adiada, disseram este domingo o Governo libanês e a Embaixada da Ucrânia no país.
11:15 | 07/08

Um trabalhador ferido em novo ataque russo contra a central nuclear de Zaporizhzhia

Um trabalhador ficou ferido após novo bombardeamento russo este sábado contra a central nuclear de Zaporizhzhia, a maior da Europa.

De acordo com a Energoatom - empresa estatal de energia nuclear da Ucrânia -, no Telegram, este domingo, a central nuclear foi atingida por ataques com foguetes.
07:56 | 07/08

Quatro navios com cereais deixaram a Ucrânia

Quatro navios que transportavam alimentos ucranianos navegaram dos portos ucranianos do Mar Negro este domingo como parte de um acordo para desbloquear as exportações marítimas do país.

De acordo com funcionários ucranianos e turcos, citados pela lusa, oss quatro navios com grãos foram carregados com mais de 160 mil toneladas de milho e outros produtos alimentares.

O reinício das exportações de cereais está a ser supervisionado por um Centro Conjunto de Coordenação (JCC) em Istambul, onde pessoal russo, ucraniano, turco e das Nações Unidas está a trabalhar.

As Nações Unidas e a Turquia intermediaram o acordo no mês passado após os avisos das Nações Unidas de possíveis surtos de fome em partes do mundo devido a uma paragem nos carregamentos de cereais provenientes da Ucrânia que tinham esmagado os fornecimentos e enviado os preços em alta.

Antes da invasão, a Rússia e a Ucrânia representavam em conjunto quase um terço das exportações mundiais de trigo.
19:23 | 06/08
Lusa

Agência da ONU "extremamente preocupada" com risco de "catástrofe nuclear" na Ucrânia

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, manifestou-se este sábado "extremamente preocupado" com o bombardeamento desta sexta-feira da maior central nuclear da Europa, sob ocupação russa em território ucraniano.

"Estou extremamente preocupado com os bombardeamentos desta sexta-feira da maior central nuclear da Europa, o que sublinha o risco muito real de uma catástrofe nuclear que ameaça a saúde pública e o ambiente, na Ucrânia e não só", advertiu Grossi numa declaração divulgada em Viena, considerando que se "está a brincar com o fogo".

Moscovo e Kiev acusaram-se este sábado mutuamente de comprometerem a segurança da central nuclear de Zaporiyia, a maior da Europa.

08:24 | 06/08

Guerra na Ucrânia vai entrar em "nova fase", diz Ministério da Defesa britânico

A guerra na Ucrânia está prestes a entrar numa "nova fase", com a maioria dos combates a dirigir-se para uma frente de quase 350 quilómetros que se estende de Zaporizhzhia até Kherson.
22:44 | 05/08
Lusa

Putin e Erdogan fazem acordo para reforçar a cooperação económica e energética

O Presidente russo, Vladimir Putin, e o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, decidiram esta sexta-feira reforçar a cooperação energética e económica, após um encontro em Sochi, na Rússia, nas margens do Mar Negro, informou o Kremlin em comunicado.

Os dois líderes concordaram em "fortalecer o comércio" entre os seus países e "corresponder às expectativas mútuas no campo da economia e da energia", de acordo com o comunicado conjunto de Putin e Erdogan, emitido pelo Kremlin.

Em particular, defenderam "medidas concretas" para reforçar a cooperação nos domínios dos transportes, agricultura, indústria e finanças, bem como do turismo, segundo a mesma fonte.

22:43 | 05/08
Lusa

Rússia proíbe entrada a políticos, militares e padres canadianos

A Rússia proibiu a entrada no seu território a 62 canadianos, incluindo a figuras políticas e militares, padres e jornalistas, em resposta às recentes sanções do Canadá contra autoridades russas, revelou esta sexta-feira Moscovo.

A decisão foi tomada "tendo em vista a natureza particularmente hostil do regime do primeiro-ministro [do Canadá] Justin Trudeau" e em resposta a ações destinadas a "insultar não apenas o povo multinacional e multirreligioso da Rússia, mas também os crentes ortodoxos em redor do mundo", sublinhou o Ministério dos Negócios Estrangeiros em comunicado.

Nos últimos meses, o Canadá adotou uma série de sanções contra Moscovo, na sequência da invasão russa da Ucrânia, que tiveram como alvo em particular o patriarca Kirill, chefe da Igreja Ortodoxa Russa.

17:22 | 05/08

Ucrânia pode começar a exportar trigo a partir de setembro

A Ucrânia pode começar a exportar o trigo da colheita deste ano a partir dos seus portos marítimos em setembro, de acordo com um acordo histórico mediado pela Túrquia e pelas Nações Unidas, revelou esta sexta-feira o primeiro vice-ministro da Agricultura ucraniano. 
15:52 | 05/08

Presidente russo agradece à Turquia pelo acordo que permitiu retomar exportação de cereais

O Presidente russo, Vladimir Putin, agradeceu esta sexta-feira ao seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, o papel que teve na assinatura do acordo para a exportação de cereais ucranianos e de alimentos e fertilizantes russos.

14:50 | 05/08

Erdogan reúne com Putin em Sochi, na Rússia

O Presidente turco Tayyip Erdogan disse, esta sexta-feira, que vai discutir os desenvolvimentos na Síria com o líder russo Vladimir Putin durante a sua visita à Rússia esta sexta-feira.

Erdogan, que vai reunir com Putin na cidade de Sochi, na Rússia, disse que os encontros anteriores entre as delegações turca e russa sobre questões políticas, económicas e comerciais tinham sido frutuosos.

A reunião, menos de três semanas após a realização de conversações em Teerão, acontece depois de a Turquia ter ajudado a intermediar um acordo para retomar as exportações de cereais da Ucrânia para o Mar Negro, que foram bloqueadas pela invasão russa. 

"O nosso encontro será concluído e abrirá uma página muito diferente nas relações Turquia-Rússia", disse Erdogan, citado pela Reuters.
10:55 | 05/08

Separatistas pró-russos dizem ter tomado a aldeia de Pisky, na Ucrânia

As forças russas e pró-russas dizem ter tomado o controlo total de Pisky, uma aldeia nos arredores de Donetsk, na Ucrânia, esta sexta-feira.

De acordo com a agência noticiosa TASS, que cita as forças separatistas, também estão a haver coma ter lugar na cidade de Bakhmut, a norte de Donetsk.

Os militares ucranianos disseram esta quinta-feira que as forças russas tinham montado pelo menos dois assaltos em Pisky, mas que tinham sido repelidas.

Moscovo procura controlar o Donbass, em grande parte de língua russa, constituídos pelas províncias de Luhansk e Donetsk, onde os separatistas pró-Moscovo se apoderaram do território.
07:57 | 05/08

Três novos carregamentos de cereais partem hoje dos portos da Ucrânia

Três novos barcos de transporte de cereais vão partir esta sexta-feira dos portos da Ucrânia, informou na quinta-feira o ministro da Defesa da Turquia, Hulusi Akar, citado pela agência estatal de notícias do país, a Anadolu.
07:43 | 05/08

Rússia "pronta" para discutir troca de prisioneiros após veredicto de Griner

A Rússia está "pronta" para discutir uma troca de prisioneiros com os EUA, referiu o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, um dia depois da condenação por drogas da jogadora de basquetebol norte-americana Brittney Griner.

"Estamos prontos para discutir este assunto, mas apenas no quadro do canal (de comunicação) estabelecido pelos presidentes [Vladimir] Putin e [Joe] Biden", disse Sergei Lavrov numa conferência de imprensa numa visita ao Camboja, citado pela Reuters.

"Se os americanos decidirem recorrer de novo à diplomacia pública... isso é por conta deles e eu diria mesmo que o problema é deles", disse Sergei Lavrov.

O Kremlin tinha anteriormente advertido os Estados Unidos contra o recurso à "diplomacia do megafone" no caso do Griner, dizendo que só poderia descarrilar os esforços para assegurar uma potencial troca.
07:27 | 05/08

Ucrânia pede que negócio de cereais do Mar Negro se estenda a outros produtos

A Ucrânia solicitou esta sexta-feira que o acordo que flexibiliza o bloqueio da Rússia às suas exportações de cereais do Mar Negro fosse alargado para incluir outros produtos, tais como metais, informou o Financial Times.

"Este acordo é sobre logística, sobre o movimento de navios através do Mar Negro", referiu à FT o Vice-Ministro da Economia da Ucrânia, Taras Kachka. "Qual é a diferença entre os cereais e o minério de ferro"?, questionou.
23:33 | 04/08
Lusa

Presidente Conselho Europeu apela para conclusão da investigação à explosão de Beirute

O presidente do Conselho Europeu apelou hoje para que se conclua a investigação à explosão que devastou o porto de Beirute e bairros vizinhos, que provocou mais de 200 mortos, 6.500 feridos e milhares de famílias desalojadas.

O apelo de Charles Michel foi feito no dia em que se completam exatamente dois anos da ocorrência da "tragédia". "Concluir a investigação desta tragédia sem mais demora é a chave para a justiça a atribuição de responsabilidades", afirmou Michel, através da sua conta pessoal no Twitter.

O belga assegurou, também, que a União Europeia (UE) está "determinada a apoiar as reformas e estabilidade de que o Líbano necessita para enfrentar a grave crise socioeconómica".

23:31 | 04/08
Lusa

Ucrânia compromete-se a não exportar armamento fornecido pela Alemanha

A Ucrânia comprometeu-se a não exportar o armamento fornecido pela Alemanha para combater a Rússia, após a invasão de 24 de fevereiro, revelou esta quinta-feira o Governo alemão.

A garantia foi dada em resposta a um conjunto de questões colocadas pelo partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha, relativamente às garantias obtidas pelo executivo em relação a uma possível proliferação de armas na Ucrânia.

A Alemanha apoia a Ucrânia na sua "legítima defesa contra a agressão russa, através do envio de armas, apoio financeiro e sanções", mas o Governo de Kiev está obrigado a não exportar essas armas nem vendê-las a terceiros, de acordo com a resposta do Governo alemão.

Além disso, "todas as entregas de armas estão documentadas em detalhe" pelo ministério da Defesa e da Economia, frisou o executivo, que se diz consciente da responsabilidade associada ao fornecimento de armas.

Berlim manifestou, também, o seu apoio aos planos da União Europeia para criar uma base de dados para registo de armas de fogo exportadas para a Ucrânia, de forma a facilitar o rastreio do armamento.

16:29 | 04/08

Justiça russa pede nove anos e meio de prisão para basquetebolista Brittney Griner

O ministério público russo pediu esta quinta-feira uma pena de prisão de nove anos e meio para a basquetebolista norte-americana Brittney Griner, detida desde fevereiro na Rússia por alegado tráfico de drogas.
10:49 | 04/08

Navio sírio que transportava cereais e trigo roubados da Ucrânia deixou porto de Tripoli, na Líbia

O navio sírio que transportava cereais ucranianos suspeitos de terem sido roubados deixou o porto libanês de Tripoli esta quinta-feira e está a caminho da Síria, disse à Reuters o ministro dos transportes libanês Ali Hamie.

O Laodicea tinha atracado em Trípoli a 27 de julho com cerca de 5 mil toneladas de cevada e 5 mil toneladas de farinha que a embaixada ucraniana em Beirute disse ter sido saqueada das lojas ucranianas pelas autoridades russas.

Um juiz emitiu uma ordem de apreensão de 72 horas na segunda-feira, mas esta foi levantada na quarta-feira à noite para permitir que o navio partisse.
10:40 | 04/08

Oito mortos num ataque com artilharia russa em Toretsk

Oito pessoas foram mortas e quatro ficaram feridas num bombardeamento com artilharia russa esta quinta-feira na cidade de Toretsk, na região de Donetsk. Três crianças estão entre os feridos.

De acordo com o governador regional, os bombardeamentos atingiram uma paragem de transportes públicos onde as pessoas se tinham reunido, escreveu o governador Pavlo Kyrylenko no Telegram, citado pela Reuters.
10:34 | 04/08

Rússia está a "criar uma força militar de ataque dirigida à cidade natal de Zelensky", diz Ucrânia

A Ucrânia alegou esta quarta-feira que a Rússia está em vias de criar uma força militar de ataque dirigida à cidade natal de Volodymyr Zelenskyy, Kryvyi Rih.

O comando miltares ucraniano, citado pela Reuters, acrescentou ainda que Moscovo poderá também estar a preparar novas operações ofensivas no sul da Ucrânia, onde os combates se multiplicaram no início do conflito.

A Rússia detém faixas do sul da Ucrânia, mas Kiev disse que iria montar uma contra-ofensiva na região.

Na sua atualização regular sobre a guerra no sul, o comando militar do sul da Ucrânia descreveu a situação como tensa e disse que a Rússia atacou ao longo da linha da frente a 2 de agosto. 

"[A Rússia] começou a criar um grupo de ataque na direcção de Kryvyi Rih", salientou o comando, acrescentando que "é também bastante provável que o inimigo esteja a preparar uma contra-ofensiva hostil com o plano subsequente de chegar à fronteira administrativa da região de Kherson".
22:59 | 03/08
Lusa

Governo da Suíça proíbe importações de ouro da Rússia

A Suíça, país que possui muitas refinarias para derreter barras de ouro, proibiu as importações deste metal precioso desde a Rússia, voltando a alinhar com as sanções da União Europeia (UE), revelou esta quarta-feira o governo.

O Conselho Federal (Governo) seguiu a sanção determinada pela UE em 21 de julho, acrescentando a proibição da importação de ouro de origem russa à lista de restrições, em resposta pela invasão da Ucrânia por Moscovo.

Com estas novas sanções, a Suíça proíbe "a compra, importação ou transporte de ouro e produtos de ouro da Rússia", refere o governo, especificando que "qualquer serviço relacionado a estes bens também é proibido".

18:05 | 03/08

Chefe das Nações Unidas lança missão para averiguar ataque a prisões ucranianas

O Secretário-Geral da ONU António Guterres disse esta quarta-feira que irá lançar uma missão de averiguação sobre um ataque na primeira linha da cidade ucraniana de Olenivka que matou prisioneiros detidos por separatistas apoiados por Moscovo.

Tanto a Rússia como a Ucrânia solicitaram uma investigação, disse Guterres aos repórteres. 
16:19 | 03/08

Suíça impõe novas sanções ao ouro russo

O Conselho Federal da Suíça impôs mais sanções contra a Rússia em conformidade com as últimas medidas da União Europeia sobre o ouro. 

"As novas medidas dizem respeito a uma proibição de venda, importação ou transporte de ouro e de produtos de ouro da Rússia", segundo comunicado. 
14:58 | 03/08

Ataque russo matou uma pessoa e feriu outras duas em Chuhuiv

As forças russas mataram uma pessoa e feriram outras duas na região de Chuhuiv. Segundo o governador de Kharkiv, o ataque foi realizado com lança foguetes. 
11:39 | 03/08

Chanceler alemão admite manter centrais nucleares ativas na Ucrânia

O chanceler alemão, Olaf Scholz, defendeu esta quarta-feira que "pode fazer sentido" estender a vida útil das três últimas centrais nucleares ativas na Alemanha, que está a ser parcialmente privada de gás russo e teme uma crise energética.
10:44 | 03/08

Diretor da AIEA avisa que central nuclear de Zaporijia está descontrolada

O diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atómica avisou hoje que a maior central nuclear europeia, situada na Ucrânia, "está completamente fora de controlo" e pediu à Rússia e Ucrânia que permitam uma visita urgente para evitar um acidente.
10:44 | 03/08

Podem começar a sair diretamente dos portos ucranianos três navios por dia

Podem começar a sair diretamente dos portos ucranianos três navios por dia em vez de um por dia, avançou a Turquia, citada pela Reuters.

Decisão acontece após a partida e viagem bem sucedida do primeiro navio em direção a Istambul. 
10:25 | 03/08

Supermercado destruído e vários edifícios danificados em Mykolaiv

Ataques russos esta quarta-feira de manhã destruíram um supermercado e danificaram edifícios de vários andares, uma farmácia e lojas em Mykolaiv, na Ucrânia.

O governador da região, Vitaliy Kim, citado pela Sky News, disse também que o local de uma escola de desporto equestre foi atingido.

Não foram relatadas quaisquer baixas, embora as autoridades ainda estejam a recolher mais informações.

Kim disse também que quatro mísseis de cruzeiro tinham sido intercetados e destruídos esta manhã.
08:45 | 03/08

EUA apoiam sistema de saúde ucraniano com quase 1,8 milhões de euros

A Agência dos Estados Unidos Para o Desenvolvimento (USAID) vai apoiar a recuperação do sistema de saúde ucraniano com mais 1,8 milhões de dólares (quase 1,8 milhões de euros), anunciou terça-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).
08:39 | 03/08

EUA congelam visto de presumível parceira amorosa de Vladimir Putin

O Departamento do Tesouro dos EUA disse esta quarta-feira que o Governo do país congelou o visto de Alina Kabaeva, uma antiga ginasta olímpica que é apontada em várias reportagens como parceira amorosa do presidente russo, Vladimir Putin.
08:39 | 03/08

Kiev investiga intenções russas na morte do maior empresário de cereais

A morte do importante empresário dos cereais da Ucrânia, Oleksiy Vadatursky, e da sua mulher, num ataque russo, está a causar consternação e a levantar a suspeita que o homicídio foi intencional e pode significar um novo bloqueio portuário.
08:16 | 03/08

Primeiros dois comboios retiraram 224 pessoas de Donetsk

Cerca de 350 mil pessoas permanecem em Donetsk, e 224 outras já partiram da região, avançou o governador local.

Pavlo Kyrylenko disse que a evacuação obrigatória da região começou a 1 de agosto.

Os dois primeiros comboios retiraram 224 pessoas para a cidade de Kropyvnytskyi, no centro da Ucrânia.
20:20 | 02/08
Lusa

EUA proíbem entrada de 893 funcionários russos devido à guerra na Ucrânia

Os Estados Unidos proibiram esta terça-feira a entrada no país de 893 funcionários russos e impôs sanções a vários oligarcas e empresas da Rússia devido à sua relação com a guerra iniciada por Moscovo na Ucrânia.
18:18 | 02/08

Primeiro navio carregado com cereais ucranianos já chegou à Turquia

O primeiro navio com cereais ucranianos que abandonou o porto de Odessa já está em águas turcas.

De acordo com a Reuters, esta quarta-feira vai ser feita uma inspeção para que a embarcação possa depois seguir para o Líbano.

No navio, com bandeira da Serra Leoa, seguem 26 toneladas de cereais.
14:43 | 02/08

Três mortos e cinco feridos em ataque russo que atingiu autocarro em Kherson

Três pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas depois de as forças russas terem disparados morteiros que atingiram um autocarro de evacuação na região sul de Kherson.

De acordo com um porta-voz militar ucraniano, Natalia Humeniuk, citada pela Reuters, o incidente aconteceu esta segunda-feira, quando o autocarro se dirigia da aldeia de Starosilya, que está sob controlo russo, para a cidade ucraniana de Kryvyi Rih.

O veículo ficou sob fogo russo perto da aldeia de Dovhove.
11:52 | 02/08

Supremo Tribunal da Rússia designa Regimento Azov da Ucrânia como um grupo "terrorista"

O Supremo Tribunal da Rússia designou esta terça-feira o Regimento Azov, da Ucrânia, como um grupo terrorista, informou um correspondente da Reuters.

O Regimento Azov, que tem raízes de extrema-direita e ultranacionalistas, tem sido uma das mais proeminentes formações militares ucranianas a lutar contra a Rússia no leste da Ucrânia.

A Rússia tem regularmente citado Azov para sustentar a sua afirmação de que a Ucrânia é controlada por "fascistas".
11:50 | 02/08
Lusa

Mau tempo no Mar Negro atrasa viagem do primeiro navio com cereais

O mau tempo que assola esta terça-feira o Mar Negro está a atrasar o primeiro navio de exportação de cereais ucranianos que deixou Odessa, prevendo-se que chegue apenas quarta-feira a Istambul, onde a carga será inspecionada.

O navio, 'Razoni', com pavilhão da Serra Leoa, deixou segunda-feira o porto do sudeste ucraniano, que deveria chegar hoje ao fim do dia à cidade turca, indicou o contra-almirante Ozcan Altunkulak, coordenador do centro conjunto criado para fiscalizar o envio dos cereais ucranianos.

O centro conjunto, que integra representantes russos, ucranianos, turcos e das Nações Unidas, foi criado na sequência dos acordos separados com a Ucrânia e com a Rússia para supervisionar o processo de exportação de cereais, sementes e fertilizantes ucranianos e russos para tentar pôr termo à crise alimentar global.

Altunbulak garantiu que os preparativos e o planeamento estão em curso para outros navios que deixem os portos ucranianos, mas não avançou pormenores.

11:00 | 02/08

Kiev já começou "retirada obrigatória" de civis da região de Donetsk

As autoridades ucranianas iniciaram esta terça-feira a "retirada obrigatória" da população da região de Donetsk numa altura em que se intensificam os combates no leste da Ucrânia.  
09:12 | 02/08

Zelensky diz que é "demasiado cedo" para celebrar o primeiro carregamento de cereais

O primeiro carregamento de cereais da Ucrânia desde o início da guerra ofereceu uma réstia de esperança, mas o presidente do país apelou à prudência.

No seu discurso noturno em vídeo, Volodymyr Zelensky referiu que era "demasiado cedo" para celebrar. "Neste momento, é demasiado cedo para tirar quaisquer conclusões e fazer quaisquer previsões", salientou.

De acordo com o presidente da Ucrânia, é preciso "esperar e ver como funciona o acordo e se a segurança será realmente garantida".

Contudo, acrescentou que foi o "primeiro sinal positivo de que existe uma oportunidade de parar o desenvolvimento de uma crise alimentar mundial".

O navio está atualmente a dirigir-se para águas turcas e será sujeito a controlos em Istambul.

Trata-se de um avanço significativo na sequência de um acordo entre a Rússia e a Ucrânia que foi mediado pela Turquia e pela ONU.
09:10 | 02/08

Explosões ouvidas em Mykolaiv esta madrugada

A cidade de Mykolaiv foi alvo de ataques ontem à noite, referiu o presidente da câmara Oleksandr Sienkevych.

"Por volta das 4 da manhã em Mykolaiv, poderosas explosões espalharam-se por vários distritos da cidade", escreveu o presidente da câmara no Telegram.

Os relatórios iniciais sugerem que uma pessoa foi ferida.

Há dois dias, foi noticiado que o maior comerciante de cereais da Ucrânia, Oleksiy Vadatursky, foi morto por um ataque de mísseis na cidade.

Mykolaiv sofreu um dos seus piores ataques no sábado à noite e nas primeiras horas da manhã de domingo.

O chefe do conselho regional de Mykolaiv disse, mais tarde, que a cidade se estava a tornar uma "segunda Mariupol".
20:39 | 01/08
Lusa

Putin afirma que "não há vencedores numa guerra nuclear"

O Presidente russo, Vladimir Putin, declarou-se hoje contra qualquer conflito nuclear, numa altura em que a ofensiva militar do Kremlin na Ucrânia reavivou o medo de uma deriva atómica.

"Partimos do princípio de que não poder haver vencedores numa guerra nuclear e de que esta última não deve nunca ser desencadeada", disse Putin, numa mensagem dirigida aos participantes numa conferência dos 191 signatários do Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNPN).

Na mensagem, divulgada no 'site' da internet do Kremlin, o chefe de Estado russo garantiu que a Rússia continua a cumprir "a letra e o espírito" desse tratado.

19:38 | 01/08
Lusa

Rússia inclui 39 políticos e jornalistas britânicos em 'lista negra'

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo anunciou uma nova lista de sanções contra o Reino Unido, que inclui 39 políticos, empresários e jornalistas relacionados com a "trajetória hostil de Londres" contra Moscovo.

Entre os sancionados, encontra-se o ex-primeiro-ministro britânico David Cameron, além de deputados, ministros e vice-ministros, empresários, representantes da Câmara do Comércio, jornalistas e 'pivots' da imprensa britânica.

19:32 | 01/08
Lusa

AIEA avisa sobre perigo crescente na central nuclear de Zaporijia

O diretor da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) avisou esta segunda-feira que a situação na central nuclear ucraniana de Zaporijia, sob controlo russo, é crescentemente perigosa, tornando necessário o acesso de peritos da agência para evitar uma tragédia.

"Necessitamos do apoio de todos para que [o acesso de peritos] aconteça. Estamos preparados", disse o argentino Rafael Grossi num discurso durante a sessão de abertura da conferência de revisão do Tratado de Não Proliferação Nuclear (TNNP) que decorre na seda da ONU até 26 de agosto.

O chefe da AIEA recordou que desde há dois meses que uma equipa de peritos está disponível para se deslocar à Ucrânia e analisar a situação em Zaporijia, mas até ao momento sem obterem autorização.

19:28 | 01/08
Lusa

Macron reitera a Zelensky apoio a Kiev e luta contra propaganda russa

O Presidente francês, Emmanuel Macron, reiterou esta segunda-feira ao homólogo ucraniano, Volodimir Zelensky, o apoio de Paris à resistência da Ucrânia perante a invasão russa, bem como à luta contra a propaganda do Kremlin.

Em comunicado, a Presidência francesa refere que, numa conversa telefónica de cerca de uma hora e meia, os dois chefes de Estado analisaram o momento do conflito e a saída de Odessa (sudeste da Ucrânia), esta segunda-feira, do primeiro navio para a exportação de cereais ucranianos.

Segundo o Palácio do Eliseu, Macron considerou tratar-se de uma "boa notícia", garantindo que a França vai "continuar a apoiar os esforços europeus" para a exportação de cereais ucranianos por via terrestre e marítima, no âmbito dos "corredores de solidariedade".

16:50 | 01/08
Lusa

ONU vai transportar 30 mil toneladas de trigo ucraniano

O secretário-geral da ONU, António Guterres, anunciou esta segunda-feira que o Programa Alimentar Mundial (PAM) vai fretar um navio para transportar 30.000 toneladas de trigo ucraniano que pretende adquirir para responder à crise alimentar global.

A organização aproveitará o desbloqueio dos portos da Ucrânia na sequência do acordo entre Kiev e Moscovo impulsionado pelas Nações Unidas e apoiado pela Turquia, que esta segunda-feira permitiu a saída da primeira embarcação com cereais em direção ao Líbano, um país muito dependente de importações cerealíferas.

Guterres definiu esta medida como um "enorme contributo coletivo" das quatro partes e sublinhou que "dá esperança a milhões de pessoas em todo o mundo que dependem de um bom funcionamento dos portos ucranianos para alimentar as suas famílias".

14:35 | 01/08

Lança-foguetes múltiplos alemães MARS II ao dispor de forças de Kiev

O ministro da Defesa ucraniano, Oleksii Reznikov, revelou esta segunda-feira que a Ucrânia já recebeu os primeiros lança-foguetes múltiplos propulsionados MARS II, remetidos pelo fabricante alemão Krauss-Maffei Wegmann.
07:44 | 01/08

Primeiro barco com cereais ucraniano já saiu do porto de Odesa

O Ministro das Infraestruturas ucraniano, Oleksandr Kubrakov, referiu que o primeiro barco a transportar cereais ucranianos já partiu do porto de Odessa às 06h15 GMT esta segunda-feira, como parte do acordo para desbloquear os portos ucranianos do Mar Negro.

O navio Razoni, foi carregado com 26 mil toneladas de milho ucraniano e ruma ao Líbano, salientou no Twitter, citado pela Reuters.

"O primeiro barco com grãso desde #RussianAggression deixou o porto. Graças ao apoio de todos os nossos países parceiros & @UN conseguimos implementar na íntegra o acordo assinado em Istambul", escreveu o Ministério da Defesa turco.
10:31 | 31/07

Bombardeamento russo mata proprietário da principal empresa agrícola da Ucrânia e mulher

Um bombardeamento russo matou o proprietário da principal empresa agrícola da Ucrânia, Oleksiy Vadatursky e a sua mulher. O ataque atingiu a casa onde moravam, na madrugada deste domingo, segundo o governador da região de Mykolaiv.
09:34 | 31/07

Putin diz que marinha russa vai receber novos mísseis hipersónicos

O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou este domingo que a marinha do país vai receber novos mísseis hipersónicos nos próximos meses, segundo a agência noticiosa Reuters
09:29 | 31/07

Gazprom continua a fornecer gás para a Europa através de gasoduto ucraniano

O produtor de gás natural russo, a Gazprom afirmou este domingo que continua a fornecer gás para a Europa através do gasoduto ucraniano. A empresa diz ainda que está a fornecer cerca de 42,2 milhões de metros cúbicos da matéria prima. 
09:23 | 31/07

Ataque russo faz um morto e dois feridos na região de Sumy na Ucrânia 

Ataque russo faz um morto e dois feridos na região de Sumy, na Ucrânia. 

As tropas russas bombardearam a região pelo menos 50 vezes, segundo o chefe da administração regional de Sumy. 
08:31 | 31/07

Forças ucranianas atacam base russa na Crimeia

As forças ucranianas atacaram a base russa na Crimeia, junto às instalações do Estado-maior, com recurso a um drone. Pelo menos cinco pessoas ficaram feridas.

O aparelho terá pousado junto a um edifício sede da rota russa no mar negro, segundo avança a Reuters. 

Este ataque pode ser visto como um sinal de tentativa de recuperação da península da Crimeia, assim como prometeu o presidente ucraniano, no início da guerra. 

Devido ao ataque, Moscovo cancelou as celebrações do dia da Marinha. 
20:59 | 30/07

Presidente ucraniano decreta evacuação obrigatória em Donetsk

A região de Donetsk, na Ucrânia, vai ser evacuada. A revelação foi feita este sábado pelo presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky. 

O presidente do país afirmou "que centenas de milhares de pessoas, que ainda se encontram em zonas de combate na grande região de Donbas, precisam de partir".
19:43 | 30/07

Letónia garante ter gás suficiente para o inverno apesar do corte por Moscovo

A Letónia tem gás natural suficiente para enfrentar o próximo inverno, apesar da suspensão imediata no fornecimento anunciado este sábado pela gigante russa Gazprom, garantiu a ministra da Economia letã, Ilze Indriksone.
14:27 | 30/07

Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia partilha imagens de campo de cereais a arder

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia partilhou no Twitter fotos de um campo agrícola a arder. 

"Estas fotos são para nos recordar não apenas de terras cultivadas que deviam alimentar o mundo, mas também das circunstâncias inumanas em que jornalistas e fotógrafos trabalham para contar ao mundo a verdade sobre as atrocidades russas", escreveu na publicação. 
11:50 | 30/07

Ataque russo faz um morto e seis pessoas feridas em Mykolaiv

Um ataque russo fez um morto e feriu seis pessoas em Mykolaiv, segundo o jornal The Kyiv Independent.
11:09 | 30/07

Rússia "fica sem forças" no seu ataque à Ucrânia, segundo M16

A Rússia "está a ficar sem força" no seu ataque à Ucrânia, disse o chefe da agência de inteligência britânica M16, Richard Moore. 

O Ministério da Defesa britânico refere ainda que o governo russo está a "ficar desesperado". 
08:38 | 30/07

Gazprom interrompe fornecimento de gás à Letónia

O produtor de gás russo Gazprom afirmou este sábado que deixará de fornecer gás à Letónia, acusando-a de violar as condições para a retirada de gás, de acordo com a agência noticiosa Reuters.
19:04 | 29/07

Blinken diz a Lavrov que mundo nunca aceitará anexação de territórios uncranianos

O chefe da diplomacia norte-americana, Antony Blinken, anunciou hoje que teve uma discussão "franca" com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, tendo-lhe dito que o mundo "nunca reconhecerá a anexação de territórios ucranianos".
13:54 | 29/07

Rússia acusada de crimes de guerra devido a greve nas instalações que mantêm prisioneiros ucranianos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia acusou a Rússia de crimes de guerra devido à greve nas instalações onde estão a sr mantidos prisioneiros russos, apelando à condenação internacional.
13:44 | 29/07

A Wikipédia altera a palavra 'Odessa' do russo para 'Odesa'

A Wikipédia vai alterar a palavra 'Odessa' do russo para 'Odesa' de acordo com a ortografia ucraniana. 

Esta mudança surge 20 anos após a criação da Wikipédia 'Odesa'. 
11:52 | 29/07

Mais de nove mil casais casaram-se em Kiev desde o início da guerra

O chefe adjunto da administração estatal da cidade de Kiev, na Ucrânia disse que 9800 casais se casaram desde o início da guerra, e cerca de 5798 bebés nasceram. 
11:45 | 29/07

Ucrânia está pronta para embarque de cereais e aguarda sinal para começar

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse esta sexta-feira que a Ucrânia está pronta para iniciar o embarque de cereais dos portos do Mar Negro e aguarda um sinal das Nações Unidas e da Turquia para iniciar os embarques. 

Zelensky visitou o porto do Mar Negro, que foi bloqueado pela Rússia, para ver os preparativos dos carregamentos, ao abrigo de um acordo de comércio livre com a ONU, assinado na Turquia na semana passada. 
10:48 | 29/07

Forças armadas ucranianas negam morte de 40 prisioneiros em ataque em Kiev

As forças armadas ucranianas negam a morte de 40 prisioneiros durante um ataque em Kiev, depois de os separatistas pró-russos no leste da Ucrânia culparem o país pelo sucedido. 
09:24 | 29/07

Pró russos acusam Kiev de matar 40 prisioneiros em bombardeamento

Os separatistas pró-russos no leste da Ucrânia comunicaram esta sexta-feira que pelo menos 40 ucranianos, capturados durante a batalha de Mariupol, morreram na sequência de um bombardeamento feito pelas forças de Kiev contra a cidade de Olenivka. 

Daniil Bezsonov, porta-voz dos separatistas apoiados pela Rússia na região de Donetsk, afirma que 40 prisioneiros ucranianos morreram e que 130 ficaram feridos durante o bombardeamento efetuado pelas Forças Armadas da Ucrânia e que terá atingido a prisão onde se encontravam, na cidade de Olenivka. 

09:19 | 29/07

Cinco mortos e 7 feridos em ataque com mísseis em Mykolaiv

Pelo menos cinco pessoas morreram e sete ficaram feridas esta sexta-feira num ataque com mísseis russos em Mykolaiv, disse o governador regional.

A informação foi revelada pelo governador da região, Vitaliy Kim, no Telegram. Alguns dos feridos estariam perto de uma paragem de autocarro.

08:26 | 29/07

Ministro da Defesa do Reino Unido diz que Rússia está a falhar em muitas áreas da guerra

O Ministro da Defesa britânico, Ben Wallace, disse esta sexta-feira que a Rússia está a falhar em "muitas áreas" na guerra na Ucrânia. 

"Os russos estão a falhar neste momento no terreno em muitas áreas... O plano A, B e C de Putin estão a falhar, ele pode procurar o plano D", acrescentou. 
08:18 | 29/07

Ataque russo faz oito mortos e 19 feridos na região de Donetsk

Um ataque russo fez esta sexta-feira oito mortos e feriu 19 pessoas na região de Donetsk, segundo o governador Pavlo Kyrylenko.
20:39 | 28/07

Residentes no Donbass aconselhados a deixar a região tomada pelas forças russas

Os residentes de Donbas, na Ucrânia, foram aconselhados a abandonar a região tomada pelas forças russas, correndo o risco de ficar isoladas.

De acordo com a vice primeira-ministra ucraniana Iryna Vereshchuk, citada pela Reuters, as pessoas podem ficar sem "energia, água, alimentos e material médico, aquecimento e comunicação" se permanecerem na região.

"Sejam sensatos e preparem-se para saír", salientou.
20:33 | 28/07

Navio sírio que transportava cereais e trigo roubados da Ucrânia atracou em Tripoli, na Líbia

Um barco sírio ao qual os Estados Unidos impuseram sanções atracou na quarta-feira no porto libanêsTripoli com cevada e trigo que a embaixada ucraniana em Beirute disse na quinta-feira ter sido roubado pela Rússia de armazéns ucranianos.

"O navio viajou de um porto da Crimeia que está fechado à navegação internacional, transportando 5 mil toneladas de cevada e 5 mil toneladas de farinha que suspeitamos terem sido roubadas de armazéns ucranianos", disse a embaixada à Reuters.
17:39 | 28/07

Balenciaga desenha camisa para angariar dinheiro para a Ucrânia

A marca de moda de luxo juntou-se à United24, uma plataforma lançada pelo presidente Zelensky para angariar apoios para a Ucrânia.

Todos os lucros das vendas da camisa serão doados aos esforços de reconstrução deste país, avança o The Kyiv Independent.
17:35 | 28/07

Rússia diz que decisão da Finlândia e da Suécia de aderir à NATO complica segurança no Báltico

A decisão sobre a adesão de Estocolmo e Helsinque à NATO complica a situação de segurança na região do Báltico, disse o vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia, Dmitry Medvedev, esta quinta-feira, segundo a agência de notícias russa TASS.

"Está claro que a decisão sobre a adesão da Finlândia e da Suécia à NATO não fortalece a segurança da região, pelo contrário, complica a situação de segurança para todos", disse Medvedev.

"Quanto à decisão em si, entendemos como essa decisão foi tomada, que histeria envolveu, como a mentalidade desses dois países foi influenciada do outro lado do oceano e de Bruxelas", ressaltou. 

15:16 | 28/07

Estónia restringe atribuição de vistos de residência a russos e bielorrussos

O governo da Estónia limitou, esta quinta-feira, a concessão de autorizações de residência temporária a cidadãos russos e bielorrussos e suspendeu a emissão de vistos de estudo a cidadãos russos, informou a agência noticiosa da Estónia ERR, segundo o The Kiyv Independent.

Os cidadãos russos e bielorrussos também não serão autorizados a registar-se para trabalho de curta duração na Estónia, mesmo que tenham obtido o direito legal de permanecer noutro país da União Europeia, a menos que tentem requerer um visto de longa duração na Estónia.
13:29 | 28/07
Reuters

Jornal que interrompeu telejornal considerada culpada de descredibilizar exército russo

A antiga jornalista de televisão russa Marina Ovsyannikova foi considerada culpada, esta quinta-feira, por descredebilizar as forças armadas do país em órgãos de comunicação social que condenavam as ações da Rússia na Ucrânia.

"As provas confirmam a culpa de Ovsyannikova. E não há razão para duvidar da autenticidade das provas", disse o juiz, após uma breve audiência na qual Ovsyannikova tinha descrito o processo como "absurdo".
09:22 | 28/07

Ataque russo fez cinco mortos e oito feridos em Donetsk

Um ataque russo na quarta-feira em Donetsk provocou cinco mortos e oito feridos, segundo o governador da região, Pavlo Kyrylenko. 
09:09 | 28/07

Rússia multa Snapchat e WhatsApp por alegada recusa de localizar dados de utilizadores russos

A Rússia multou esta quinta-feira as aplicações Snapchat e WhatsApp por alegada recusa de localizar os dados dos utilizadores russos no território do país, segundo avançou a agência noticiosa Interfax. 
08:07 | 28/07

Rússia ataca região a norte de Kiev

As tropas russas lançaram esta manhã um ataque a uma infraestrutura na região de Vyshgorod, a norte de Kiev.

A informação foi avançada no Telegram por Oleksiy Kuleba, governador da capital ucraniana.
23:12 | 27/07

Ucrânia lança ataque a ponte em Kherson para travar abastecimento russo

As topas ucranianas lançaram um ataque à ponte Antonivsky, em Kherson, com o objetivo de travar a cadeia de abastecimento do exército russo. 
21:23 | 27/07
Lusa

Primeira conversa entre Blinken e Lavrov em cinco meses agendada para "próximos dias"

O chefe de diplomacia dos Estados Unidos, Antony Blinken, revelou esta quarta-feira que irá ter "nos próximos dias" a primeira conversa com o homólogo russo, Sergei Lavrov, desde o início da invasão russa Ucrânia.
21:18 | 27/07
Lusa

Forças russas defendem de contraofensivas de Kiev territórios ocupados no sul

As forças russas continuavam esta quarta-feira empenhadas na defesa dos territórios ocupados no sul da Ucrânia, perante a tentativa persistente de Kiev em recuperá-los, enquanto mantinham também os ataques em direção à importante cidade de Bakhmut, em Donetsk.

"[Moscovo] Está a movimentar um grande número de tropas na direção de Kherson", explicou Oleksiy Arestovych, assessor do Presidente ucraniano, sobre as tentativas russas em impedir as contraofensivas ucranianas no sul.

Também o conselheiro da administração da região de Kherson, Serhiy Khlan, confirmou o aumento repentino da presença de soldados russos na região, que está quase totalmente controlada pelo "inimigo desde o início de março".

19:36 | 27/07
Lusa

EUA doam 500 milhões de dólares para apoiar empresas e serviços públicos ucranianos

Os Estados Unidos doaram esta quarta-feira 500 milhões de dólares (493 milhões de euros) ao Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento (BERD) para "apoiar as empresas e serviços públicos ucranianos" afetados pela invasão russa.

Em comunicado, o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos da América (EUA), o equivalente ao Ministério das Finanças, explicou que o dinheiro será utilizado para financiar a resposta de emergência na Ucrânia, principalmente o acesso à energia, bem como para garantir a segurança alimentar, com fundos para infraestruturas e transportes e o financiamento direto aos agricultores e exportadores.

Além disso, os fundos serão utilizados para apoiar as populações mais vulneráveis e as pessoas deslocadas internamente no país.

O acordo foi assinado hoje numa cerimónia virtual pela secretária-adjunta dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento Internacional, Alexia Latortue, e pela presidente do BERD, Odile Renaud-Basso.

13:05 | 27/07

Ucrânia diz que operações foram retomadas nos portos designados para a exportação de cereais

A Ucrânia disse, esta quarta-feira, que os trabalhos tinham sido retomados em três portos do Mar Negro designados no âmbito de um acordo recente com a Rússia para retomar as exportações de cereais que foram bloqueadas pela invasão russa.

"Em relação à assinatura do acordo sobre o desbloqueio dos portos ucranianos para a exportação de cereais, os trabalhos foram retomados nos portos de Odessa, Chernomorsk e Pivdennyi", disse a marinha ucraniana numa declaração nas redes sociais, citada pela AFP.

Kyiv e Moscovo acordaram na semana passada um mecanismo com a ajuda da Turquia e das Nações Unidas para permitir a exportação de cereais ucranianos bloqueados a partir dos três portos.

A Ucrânia disse esta segunda-feira que algumas exportações poderiam recomeçar já "esta semana".
11:52 | 27/07

Parlamento ucraniano aprova nomeação de novo procurador-geral

O parlamento ucraniano aprovou a nomeação do legislador Andriy Kostin como procurador-geral do país, segundo avançou o gabinete do procurador-geral. 

Cerca de 299 deputados no parlamento de 450 assentos aprovaram a nomeação. 
09:53 | 27/07

Ataque russo a hotel no leste da Ucrânia faz um morto e vários feridos

Um ataque russo num hotel no leste da Ucrânia fez pelo menos um morto e vários feridos, na região de Donetsk. 

"De acordo com informações preliminares, há mortos e feridos, está em curso uma operação de resgate", afirmou o governador local, Pavlo Kyrylenko. 
09:10 | 27/07

Filipinas fazem acordo com Rússia e compram 16 helicópteros

As Filipinas fizeram um acordo para comprar 16 helicópteros de transporte militar russo devido a receios de sanções por parte dos EUA, segundo avança a Associated Press
08:48 | 27/07

Forças russas abatem próprio helicóptero quando tentavam atacar unidades ucranianas

As forças russas abateram o próprio helicóptero na tentativa de atacar as unidades ucranianas, segundo o Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia. 
00:35 | 27/07

UE e Kiev estudam aumento da cooperação energética por receio de corte russo

A União Europeia (UE) e Kiev discutiram esta terça-feira opções para aumentar a cooperação energética, perante um possível corte no fornecimento de gás da Rússia, em resposta às sanções impostas pelo organismo europeu devido à invasão russa da Ucrânia.

"Sempre que falamos sobre segurança de abastecimento na Europa, a Ucrânia faz parte dessa conversa, estamos em contacto constante e a Ucrânia faz parte da plataforma energética da UE, assim como os seus dois grupos regionais", sublinhou a comissária europeia da Energia, Kadri Simson, durante uma conferência de imprensa conjunta com o ministro ucraniano do setor da energia, German Galushchenko.

O ministro ucraniano reuniu-se com os ministros dos 27 Estados-membros no final de um Conselho extraordinário de Energia, que decorreu em Bruxelas e onde acordaram reduzir 15% do consumo de gás até à primavera.

20:19 | 26/07
Lusa

Presidente ugandês defende as boas relações do seu país com a Rússia

O Presidente ugandês, Yoweri Museveni, defendeu esta terça-feira as boas relações do seu país com a Rússia, durante uma visita do chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, que está em digressão pelo continente africano.

"Como podemos estar contra alguém que nunca nos fez mal?", questionou o Presidente ugandês, numa conferência conjunta com o ministro dos Negócios Estrangeiros russo.

"Se a Rússia comete erros, nós dizemos-lhes. Quando eles não cometem erros, não podemos estar contra eles", acrescentou.

17:32 | 26/07
Lusa

Putin e Erdogan reúnem-se em cinco de agosto na Rússia para discutir a situação na Ucrânia

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, vão reunir-se em cinco de agosto na cidade russa de Sochi para abordar a situação na Ucrânia e a exportação de cereais a partir do país em guerra.
16:16 | 26/07
Lusa

FMI acredita que Rússia irá sentir maior impacto das sanções em 2023

O Fundo Monetário Internacional (FMI) acredita que a Rússia irá sentir mais o impacto das sanções impostas pelo Ocidente devido à guerra na Ucrânia a partir de 2023, enquanto este ano irá resistir melhor.

Na atualização das previsões económicas mundiais, divulgadas esta terça-feira, o FMI melhorou as projeções de crescimento económico para a Rússia este ano, embora tenha piorado para 2023: em 2022 espera uma queda de 6% (contra 8,5% previstos em abril) e em 2023 prevê uma queda de 3,5% (contra 2,3% previstos anteriormente).

O economista-chefe do FMI, Pierre-Olivier Gourinchas, explicou esta terça-feira, em conferência de imprensa, que existem duas razões pelas quais a economia russa não irá cair tanto quanto o anteriormente esperado.

15:21 | 26/07

Rússia lança 13 mísseis em ataque a Odessa

A Rússia lançou 13 mísseis num ataque em Odessa, segundo o porta-voz do Comando da Força Aérea da Ucrânia, Yuriy Ihnat. 
14:36 | 26/07

Presidenta da Turquia visita Rússia em agosto

O presidente da Turquia Tayyip Erdogan vai visitar no dia 5 de agosto Sóchi, uma cidade na Rússia, de acordo com o seu gabinete. 

Vladimir Putin irá realizar uma reunião com Erdogan, onde irão discutir problemas regionais e relações bilaterias. 

Tayyip  Erdogan foi fundamental para ajudar a garantir os acordos assinados pela Rússia e pela Ucrânia em Istambul na semana passada para permitir o reinício das exportações de cereais ucranianos através do Mar Negro, segundo a agência noticiosa Reuters
12:00 | 26/07

União Europeia renova sanções contra a Rússia até final de janeiro de 2023

A União Europeia decidiu esta terça-feira renovar as sanções contra a Rússia até final de janeiro de 2023. A decisão foi tomada pelos ministros da energia da UE, segundo a agência noticiosa Reuters

11:20 | 26/07

União Europeia chega acordo para reduzir consumo de gás

Os membros da União Europeia chegaram, esta terça-feira, a acordo em reduzir o uso de gás russo em 15%, segundo fonte oficial citada pela AFP.

10:18 | 26/07

Zelensky partilha vídeo gravado em Zatoka, na região de Odessa, onde mostra destroços após ataque

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky partilhou um vídeo onde se pode ver o rasto de destruição deixado após um ataque russo na região de Odessa, esta terça-feira. 

"Serão punidos por tudo. Cada um deles", afirma Zelensky. 
09:14 | 26/07

Invasão russa já matou pelo menos 358 crianças e feriu 690

A guerra na Rússia já matou 358 crianças e feriu 690 desde o início da invasão.

De acordo com a Procuradoria-Geral os números deverão ser mais elevados umas vez que não incluem baixas nos territórios ocupados pela Rússia. 
09:03 | 26/07

Rússia mata três pessoas e fere oito em ataque nas últimas 24 horas

As tropas russas mataram três pessoas e feriram oito num ataque, nas últimas 24 horas em Donetsk. 

Segundo o governador de Donetsk, disse que os três civis foram mortos em Krasnohorivka, Soledar, e Marinka.
08:35 | 26/07

Rússia ataca zonas residenciais e infraestruturas em Kharkiv

As forças russas continuam a atacar a Ucrânia. Na manhã desta terça-feira, a Rússia atingiu zonas residenciais na cidade de Kharkiv, assim como infraestruturas. 
00:12 | 26/07
Lusa

Zelensky pede à Europa para "retaliar" contra "guerra do gás" da Rússia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou esta segunda-feira à Europa para "retaliar" contra a "guerra do gás" da Rússia, pedindo um reforço das sanções europeias contra Moscovo.

"Hoje ouvimos ameaças do gás contra a Europa. Apesar da concessão das turbinas para o [gasoduto] Nord Stream, a Rússia não vai retomar o fornecimento de gás aos países europeus, como é contratualmente obrigada a fazer", disse Zelensky na sua mensagem de vídeo diária, citada pela agência France-Presse (AFP), onde comentou o anúncio da Gazprom de fazer um novo corte drástico no fornecimento de gás à Europa.

Zelensky abordou as duas reduções do fornecimento de gás por Moscovo em junho, quando a estatal Gazprom alegou que não poderia funcionar normalmente sem uma turbina que estava a ser alvo de uma manutenção no Canadá e que ainda não tinha regressado à Rússia devido às sanções impostas pelo Ocidente.

15:54 | 25/07

Gazprom desliga turbina no Nord Stream a partir de quarta-feira

A estatal russa Gazprom anunciou que irá parar mais uma turbina no gasoduto Nord Stream a partir de 27 de julho, reduzindo assim a capacidade de entrega de gás natural para menos de 20% da sua capacidade, segundo a empresa. 
14:01 | 25/07

Kiev diz que as exportações de cereais podem começar esta semana

A Ucrânia espera retomar nos próximos dias as exportações de cereais interrompidas desde o início da guerra, apesar do bombardeamento russo contra o porto de Odessa no sábado passado.

"Esperamos que o acordo comece a funcionar nos próximos dias e que um centro de coordenação seja instalado em Istambul nos próximos dias. Estamos a preparar tudo para começar já esta semana", disse o ministro ucraniano para as Infraestruturas, Oleksandr Kubrakov, numa conferência de imprensa. 

10:31 | 25/07

131 civis retirados de Mykolaiv devido aos ataques russos

131 pessoas foram retiradas das suas habitações em Mykolaiv e foram levadas para Odessa, segundo a Câmara Municipal de Mykolaiv. 
10:27 | 25/07

Rússia afirma ter destruído depósito de munições fabricado nos EUA

A Rússia afirmou ter destruído um depósito de munições fabricado nos EUA, na região de Khmelnytskyi, na Ucrânia.

Anteriormente, o país russo também outros depósitos de munições, em reivindicações a Kiev. 

08:30 | 25/07

Crianças ficam feridas após ataque russo em Dnipropetrovsk

O governador da região de Dnipropetrovsk informou que as tropas russas bombardearam Nikopol, Myrivske, e Marhanets esta segunda-feira, acabando por ferir várias crianças. 
08:26 | 25/07

Organização denuncia sequestros e tortura a civis pelas forças russas em Kherson

A organização internacional não governamental Human Rights Watch afirma que as forças russas torturam e raptam civis na região de Kherson. 

Os relatórios da organização acrescentam ainda que estas ações são "ilegais". 
01:32 | 25/07

Investigador russo quer novo tribunal para a Ucrânia

O chefe da comissão de investigação russa revelou que Moscovo acusou 92 membros das forças armadas ucranianas de crimes contra a humanidade, tendo proposto um tribunal internacional apoiado por países como a Bolívia, o Irão e a Síria.
19:19 | 24/07

18 médicos mortos e centenas de instalações danificadas desde o início da guerra na Ucrânia

O Ministério da Saúde da Ucrânia disse que pelo menos 18 médicos tinham sido mortos e quase 900 instalações médicas tinham sido danificadas ou destruídas na guerra, que entrou no seu sexto mês este domingo.

Num 'post' no Facebook, o ministério da saúde disse que mais de 50 médicos tinham ficado feridos em ataques russos e 123 instalações médicas na Ucrânia tinham sido totalmente destruídas pela invasão, enquanto outras 746 precisavam de reparações.

A Rússia nega ter como alvo civis ou médicos, e diz estar a conduzir uma "operação militar especial" na Ucrânia para combater os nacionalistas.
17:22 | 24/07

Cidadão canadiano morre na Ucrânia, revela Canadá

O governo canadiano disse este domingo que um cidadão morreu recentemente na Ucrânia. De acordo com uma notícia nos meios de comunicação social, estaria com dois cidadãos norte-americanos que morreram na região de Donbass, no leste da Ucrânia.

"Global Affairs Canada está a informar da morte de um canadiano na Ucrânia. Os funcionários consulares estão em contacto com a família e estão a prestar assistência consular", disse este domingo um porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros canadiano, acrescentando que não seriam partilhados mais pormenores devido a questões de privacidade.

A morte dos dois cidadãos dos EUA foi confirmada este sábado pelo Departamento de Estado dos EUA. As declarações do Departamento de Estado e do Ministério dos Negócios Estrangeiros canadiano não forneceram pormenores sobre quão recentes foram as mortes ou as suas circunstâncias.
16:48 | 24/07
Lusa

Ministro dos Negócios Estrangeiros russo diz que Rússia já levantou bloqueio aos portos ucranianos

O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, afirmou este domingo no Cairo que já foi levantado o bloqueio aos portos ucranianos, após o acordo alcançado na sexta-feira em Istambul, e atribuiu a crise alimentar mundial às sanções ocidentais contra Moscovo.

"Confirmamos o compromisso dos exportadores russos de cereais em cumprir todas as suas obrigações", disse Sergei Lavrov numa conferência de imprensa após um encontro com o seu homólogo egípcio, Sameh Shukri, no Cairo, onde iniciou uma visita a vários países africanos.

"O Presidente Vladimir Putin também sublinhou isso durante uma recente conversa telefónica com o Presidente egípcio [Abdel Fattah] al-Sisi", continuou Lavrov, que, na próxima semana, deverá também visitar o Uganda, a Etiópia e o Congo.

10:38 | 24/07

Turquia compra cereais ucranianos a melhor preço por ser mediador nas exportações

O chefe da comissão de agricultura do parlamento turco confirmou que o seu país poderá comprar cereais ucranianos a preço mais vantajoso graças ao papel de mediador no acordo para retoma das exportações da Ucrânia, apesar da invasão russa.
10:13 | 24/07

Rússia admite ter destruído barco militar ucraniano no porto de Odessa

A Rússia admitiu este domingo o ataque ao porto de Odessa, que atingiu o armazenamento de cereais que aguardam exportação, após o acordo assinado entre Kiev e o Kremlin na Turquia.

O porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia admitiu que as forças russas atingiram, com mísseis de alta precisão, um navio militar ucraniano que se encontrava no porto de Odessa.
00:20 | 24/07

Dois americanos mortos recentemente na região de Donbass

Dois cidadãos norte-americanos morreram recentemente na região de Donbass, no leste da Ucrânia, avançou este sábado um porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, sem revelar mais pormenores.

A administração dos EUA esteve em contacto com as famílias do falecido e prestou "toda a assistência consular possível", disse o porta-voz, sem salientar quão recentes foram as mortes ou as suas circunstâncias.

De acordo com o porta-voz, "por respeito às famílias durante este momento difícil, não temos mais nada".

A Ucrânia está a ser atacada pela Rússia há quase cinco meses no que Moscovo chama uma "operação militar especial" para desarmar a Ucrânia e livrá-la do nacionalismo anti-russo fomentado pelo Ocidente. 
23:47 | 23/07

Zelensky diz que tropas russas estão a movimentar-se para Kherson

As forças ucranianas estão a deslocar-se para Kherson, que foi tomada pela Rússia no início da guerra, disse Zelensky num discurso através de vídeo diário ao país este sábado.

"Os ocupantes têm tentado estabelecer ali uma base de apoio ... mas como é que isso os ajudou? As forças armadas ucranianas estão a avançar passo a passo para a região", salientou, citado pela Reuters.
18:22 | 23/07

Há feridos no ataque russo ao porto de Odessa

Há pessoas feridas no ataque russo ao porto de Odessa, na Ucrânia, avançou o governador local, citado pela AFP
16:57 | 23/07

Rússia "encontra sempre uma forma de quebrar a sua promessa", diz Zelensky

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou este sábado que a Rússia "encontra sempre uma forma de quebrar as suas promessas", em alusão ao ataque em Odessa, 24 horas depois do acordo para permitir a exportação de cereais.
16:55 | 23/07

Rússia nega à Turquia envolvimento no ataque contra o porto de Odessa na Ucrânia

A Rússia negou este sábado a Ancara qualquer envolvimento nos ataques contra o porto ucraniano de Odessa, disse o ministro da Defesa turco, Hulusi Akar.
11:00 | 23/07

Ucrânia apela às Nações Unidas que assegurem que a Rússia cumpre o acordo

A Ucrânia fez um apelo às Nações Unidas e à Turquia para assegurarem que a Rússia cumpre as suas obrigações do acordo.

Estas obrigações pretendem, sobretudo, criar um corredor seguro para exportar os cereais ucranianos pelo Mar Negro.
10:59 | 23/07

Mísseis russos atingiram porto de Odessa, de onde se realiza a exportação dos cereais

Mísseis russos atingiram o porto de Odessa, na Ucrânia, ponto de saída dos cereais pelo Mar Negro. O ataque aconteceu este sábado, um dia depois de ter sido assinado o acordo que reabriria os portos.

O Comando Operacional Sul avança que dois mísseis foram abatidos, mas que outros dois atingiram infraestruturas portuárias.
07:52 | 23/07

Pelo menos três mortos num ataque russo com mísseis contra aeródromo militar em Kirovohrad

Treze mísseis russos atingiram, este sábado, um aeródromo militar e infraestruturas ferroviárias, na região de Kirovohrad, na Ucrânia.

Até ao momentao estão confirmadas três mortes mas sabe-se que também há feridos, não se sabendo ainda os números.
00:29 | 23/07
Lusa

UE critica decisão da Rússia de incluir mais 5 Estados na lista de países "hostis"

A União Europeia (UE) criticou esta sexta-feira a decisão do governo russo de incluir a Grécia, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia e Croácia na lista de países designados como "hostis", considerando as alegações "infundadas e inaceitáveis".

"Esta decisão é mais um passo da Rússia em direção à escalada contínua de tensões com a União Europeia e os seus Estados-membros", salientou o Alto-Representante da União Europeia (UE) para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, em comunicado.

O Governo russo anunciou esta sexta-feira que estes cinco países foram incluídos na lista de países designados como "hostis", limitando assim estes Estados europeus nas contratações locais para missões diplomáticas ou consulares.

O organismo europeu considera "infundadas e inaceitáveis as alegações sobre ações hostis, instando a Rússia a revogar todas essas listagens", destacou.

00:15 | 23/07

Imagine Dragons vão ser embaixadores da United24

O Presidente Volodymyr Zelensky anunciou esta sexta-feira que a banda Imagine Dragons vai ser a embaixadora da associação de apoio à assistência médica na Ucrânia. A banda vai começar por angariar fundos para as ambulâncias.

A United24 foi lançada pelo Presidente da Ucrânia como a principal associação de recolha de donativos de caridade do país. Os fundos serão transferidos para as contas oficiais do Banco Nacional da Ucrânia e atribuídos pelos ministérios para cobrir as necessidades da população.
22:58 | 22/07
Lusa

Zelensky diz que ONU é responsável por garantir o cumprimento do acordo dos cereais

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, referiu esta sexta-feira que a ONU é responsável por fazer cumprir o acordo assinado entre Kiev e Moscovo para o desbloqueio dos cereais nos portos ucranianos.

"Todos entendem que a Rússia se pode envolver em provocações, tentativas de desacreditar os esforços ucranianos e internacionais. Mas confiamos na ONU. Agora, é responsabilidade desta garantir o cumprimento do acordo", atirou o chefe de Estado ucraniano no seu discurso diário em vídeo.

Para Volodymyr Zelensky, o acordo "corresponde plenamente aos interesses da Ucrânia", acrescentando que os militares ucranianos controlam "a 100% todos os acessos aos portos".

17:31 | 22/07
Lusa

Turquia diz estar pronta para ajudar à desminagem do mar Negro

A Turquia manifestou-se esta sexta-feira pronta para contribuir na desminagem no mar Negro destinada a facilitar a exportação de cereais ucranianos, após a assinatura de um acordo em Istambul sobre o transporte de cereais a partir de portos ucranianos.

"Em caso de necessidade, está previsto [pelo acordo] que a desminagem possa ser assegurada por um país terceiro. A Turquia está pronta para oferecer a sua ajuda", declarou à televisão privada NTV Ibrahim Kalin, porta-voz da presidência turca.

Em paralelo, a Rússia comprometeu-se a não "beneficiar" da abertura e desminagem dos portos ucranianos. "Assumimos esse compromisso", declarou o ministro da Defesa russo, Serguei Shoigu após a assinatura e em declarações à televisão russa.

"Temos todos os pré-requisitos e condições para que o processo de inicie nos próximos dias. Não se trata apenas da exportação de produtos agrícolas desde os portos ucranianos, mas evidentemente também da exportação de produtos agrícolas e de fertilizantes a partir dos portos russos", acrescentou.

13:30 | 22/07

Kremlin admite importância de deixar exportar cereais presos no Mar Negro

A presidência russa (Kremlin) admitiu esta sexta-feira ser "muito importante" permitir a exportação dos cereais bloqueados nos portos ucranianos devido à ofensiva russa, poucas horas antes da muito esperada assinatura de um acordo sobre esta questão.
12:17 | 22/07
Lusa

Territórios separatistas pró-russos bloqueiam acesso ao Google

As autoridades dos dois territórios separatistas pró-russos na Ucrânia oriental anunciaram esta sexta-feira que bloquearam o acesso ao maior motor de busca da Internet, o Google, acusando-o de promover a violência contra os russos.

Segundo o líder separatista de Donetsk, Denis Pushilin, o motor de busca "promove o terrorismo e a violência contra todos os russos, especialmente a população de Donbass. Decidimos bloquear o Google no território", afirmou numa declaração esta sexta-feira.

"Se o Google deixar de prosseguir a sua política criminosa e voltar a cumprir a lei, a moralidade e o senso comum, então não haverá obstáculos às suas operações", acrescentou.

Na quinta-feira, o líder da região separatista vizinha de Lugansk, Leonid Pasetchnik, anunciou que tinha tomado a mesma medida.

"A guerra não é apenas sobre mísseis a chover sobre as nossas cidades, mas também sobre uma nuvem de informação falsa que a Ucrânia nos envia. Infelizmente, o Google tornou-se a sua arma principal", argumentou Pasetchnik.

"Podemos passar sem o Google. Se melhorarem e começarem a respeitar as pessoas, então consideraremos restaurar" o acesso ao motor de busca, acrescentou.

11:50 | 22/07

UE impõe sanções a mais 54 pessoas e 10 entidades russas

O Conselho da União Europeia impôs medidas restritivas a mais 54 indivíduos e 10 entidades pelo seu envolvimento na agressão militar russa contra a Ucrânia, entre as quais está o Sberbank, um dos maiores bancos russos. Lista conta já com 1 212 pessoas e 108 entidades sancionadas.

Publicada em Jornal Oficial, a ampliação da lista de sanções faz parte do novo pacote de sanções adotado esta semana pelos 27 do bloco europeu, em grande parte de ajustamentos aos seis pacotes anteriormente adotados, com vista ao seu alinhamento com as sanções dos parceiros do G7.

O novo pacote introduz a proibição de importações de ouro russo.

07:36 | 22/07

Rússia responsável por tortura e desaparecimento de civis em Kherson e Zaporijia, diz ONG

A organização não-governamental (ONG) Human Rights Watch (HRW) acusou esta sexta-feira as forças russas de serem responsáveis pelo desaparecimento e tortura de civis no sul da Ucrânia, nas regiões de Kherson e Zaporijia.
07:34 | 22/07

Acordo para desbloquear exportações de cereais russos e ucranianos assinado hoje

O acordo para permitir as exportações de cereais bloqueados nos portos ucranianos será assinado na hoje em Istambul, com a presença de representantes da Ucrânia e Rússia, do Presidente turco e do secretário-geral da ONU, António Guterres.
23:23 | 21/07
Lusa

Moscovo aumenta lista negra com autoridades australianas ligadas ao setor da Defesa

A Rússia adicionou esta quinta-feira à sua lista negra 39 autoridades e empresários australianos ligados ao setor da Defesa, em resposta às sanções da Austrália contra cidadãos russos, divulgou o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo. No comunicado, o Ministério dos Negócios Estrangeiros divulgou a lista, que inclui vários ministros, vice-ministros, procuradores, comissários e empresários ligados à Defesa e ao Interior.

"A Rússia, por reciprocidade, amplia a sua lista negra nacional com 39 representantes do setor de Defesa, serviços de fronteira e empresas ligadas ao setor produtor de armas", referiu o governo russo em comunicado.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros justificou a medida com a "decisão anterior de Camberra em impor sanções com base na 'Lei Magnitski'". "Caso as autoridades australianas continuem a incitar os espíritos 'russofóbicos' e a manter em curso a expansão das sanções, reservamo-nos ao direito de implementar novas medidas", acrescentou.

16:49 | 21/07

Alemanha apoia proposta de Bruxelas para cortar em 15% o consumo de gás

O Governo alemão manifestou esta quinta-feira o seu apoio à proposta da Comissão Europeia de reduzir em 15% o consumo de gás natural, face ao eventual corte no fornecimento da Rússia, apesar do desacordo já expresso por vários parceiros comunitários.
16:44 | 21/07

Negociações sobre exportação de cereais ucranianos continuam por videoconferência

As negociações entre Rússia, Ucrânia, Turquia e Nações Unidas sobre a retoma das exportações dos cereais ucranianos continuam em formato de videoconferência, após uma reunião presencial entre as partes na semana passada, disseram esta quinta-feira fontes oficiais russas.
12:40 | 21/07

Kremlin diz que dificuldades no fornecimento de gás se devem a sanções ocidentais

O Kremlin atribui as complicações em torno do fornecimento de gás russo à Europa às sanções impostas à Rússia pelos países ocidentais por causa da invasão da Ucrânia.
11:29 | 21/07

Kremlin rejeita rumores sobre saúde de Putin e diz que ele está bem

O Kremlin disse esta quinta-feira que o Presidente russo Vladimir Putin estava de boa saúde, rejeitando rumores de que não se encontrava bem, avançou a Reuters.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse aos repórteres que nos últimos meses tem havido especulações no Ocidente sobre a saúde do presidente, mas as notícias de que ele estava doente eram "nada mais do que falsificações".
10:06 | 21/07
Lusa

Moeda ucraniana desvaloriza 25% em relação ao dólar

O Banco Central da Ucrânia anunciou esta quinta-feira a desvalorização da moeda nacional (hryvnia) em 25% em relação ao dólar devido ao impacto da invasão russa na economia nacional.

"Tal medida fortalecerá a competitividade dos produtores ucranianos" e "apoiará a estabilidade da economia em condições de guerra", disse o banco central em comunicado, fixando a taxa de câmbio em 36,57 hryvnias por um dólar.

Desde o início da invasão russa, em fevereiro, que a taxa de câmbio era de 29,25 hryvnias por dólar.

09:26 | 21/07

Dois mortos e 19 feridos em bombardeamento russo em Kharkiv, revela governador

Duas pessoas morreram e 19 feridas num bombardeamento russo em Kharkiv esta quinta-feira, disse o governador regional.

Oleh Synehubov, governador da região de Kharkiv, disse, citado pela Reuters, que quatro pessoas se encontram em estado grave.

A Rússia, que invadiu a Ucrânia em 24 de Fevereiro, no que chama uma operação militar especial, nega ter deliberadamente como alvo civis, embora os seus ataques tenham devastado cidades e vilas ucranianas.
07:57 | 21/07

EUA estimam que cerca de 15 mil russos morreram desde o início da invasão da Ucrânia

Os Estados Unidos da América estimaram esta quinta-feira que, desde o início da invasão da Ucrânia, morreram cerca de 15 mil soldados russos e que 45 mil ficaram feridos em combate, avançou William Burns, citado pela BBC.

Falando no Colorado, o diretor da CIA disse que as baixas ucranianas são ligeiramente inferiores.


07:30 | 21/07

Bombeiros russos usam helicóptero para combater o grande edifício de Moscovo

Cerca de 150 bombeiros combateram um grande incêndio no telhado de um edifício de apartamentos de Moscovo esta quinta-feira e utilizaram um helicóptero para tentar apagar as chamas, disseram agências noticiosas e testemunhas oculares.

Cerca de 400 pessoas foram retiradas do edifício de nove andares do Leninsky Prospekt, uma grande avenida a sudoeste do centro da cidade, disse à RIA e à agência TASS um porta-voz do serviço de emergências da Rússia.

Pouco antes da 1 da manhã, hora local (22h00 GMT de quarta-feira), o incêndio afetou uma área de cerca de 1000 metros quadrados (10800 pés quadrados), acrescentou o porta-voz.

A certa altura, um helicóptero podia ser visto a deixar cair água de um grande balde sobre as chamas.

Não houve uma palavra imediata sobre a causa do incêndio.
22:47 | 20/07

Primeira-dama da Ucrânia pede armamento aos EUA para combater a Rússia

A primeira-dama da Ucrânia, Olena Zelenska, apelou na terça-feira aos EUA que ajudem o seu país na luta contra a Rússia, afirmando que ter mais armas ia ajudar a garantir uma "vitória conjunta".

A mulher do presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apresentou um discurso emotivo onde mostrou vídeos de crianças feridas, e algumas mortas, pelos ataques por parte da Rússia.

"Ajudem-nos a parar este terror e será a nossa vitória conjunta em nome da vida, da liberdade e da busca da felicidade! A resposta está aqui mesmo em Washington!", apelou Zelenska.
22:46 | 20/07

Espanha rejeita proposta de redução de 15% no consumo do gás na UE

O Governo espanhol rejeitou esta quarta-feira a proposta da Comissão Europeia de uma redução de 15% no consumo de gás na União Europeia (UE) até à primavera, numa altura em que se prepara para um possível corte de fornecimento russo.
22:09 | 20/07

ONG apela a perdão da dívida externa ucraniana por credores privados

A organização não-governamental (ONG) Debt Justice apelou esta quarta-feira aos credores privados da Ucrânia que perdoem a dívida externa deste país invadido pela Rússia, em reação à notícia de que o Governo ucraniano pediu a suspensão dos pagamentos. 
21:00 | 20/07

Estados Unidos avisam Irão que seria "má ideia" fornecerem armamento à Rússia

Os Estados Unidos advertiram esta quarta-feira o Irão de que seria "uma má ideia" ajudar militarmente a Rússia na Ucrânia, na sequência de informações sobre o possível envio de 'drones' a Moscovo por parte de Teerão.

Saiba mais em Correio da Manhã.
16:54 | 20/07

Estados-membros da União Europeia aprovam embargo ao ouro russo

Os embaixadores dos 27 Estados-membros junto da União Europeia aprovaram esta quarta-feira o embargo às importações de ouro russo e várias medidas para melhorar a implementação dos pacotes de sanções já adotados face à agressão militar russa à Ucrânia.
16:22 | 20/07

Moscovo insta ONU a agir para desbloquear exportações e cereais russos

O chefe da diplomacia russa disse esta quarta-feira que insistiu junto da ONU para que alcance um acordo que facilite as exportações agrícolas da Rússia, afetadas pelas sanções ocidentais, em troca da passagem dos cereais ucranianos bloqueados devido à guerra.
15:18 | 20/07

Putin diz que se está a criar uma nova ordem mundial "mais justa"

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, considerou esta quarta-feira que o Ocidente não tem modelo de futuro para oferecer ao mundo e que se está a criar uma nova ordem mundial "mais justa".
13:46 | 20/07

Putin vai reunir-se com Presidentes iraniano e turco em julho no Irão

O Presidente russo, Vladimir Putin, vai viajar para Teerão a 19 de julho, onde vai se reunir com os seus homólogos iraniano, Ebrahim Raisi, e turco, Recep Tayyip Erdogan, anunciou esta quarta-feira o Kremlin.
10:19 | 20/07

Lavrov diz que Ocidente está a proibir a Ucrânia de negociar com a Rússia

A Ucrânia está a ser impedida de tomar medidas construtivas, incluindo negociações, referiu o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Lavrov, culpando o Ocidente. 

Em entrevista à RIA Novosti, Lavrov salientou que o presidente russo, Vladimir Putin, tinha considerado que a Ucrânia tinha-se retirado do processo de negociação e, segundo Lavrov, a culpa é do Ocidente que a proibiu de continuar as negociações com a Rússia.

Desde o lançamento da operação especial de desmilitarização e desnacionalização da Ucrânia, as partes têm realizado várias rondas de conversações. As delegações dos países reuniram-se na Bielorrússia e na Turquia.
08:09 | 20/07

Síria corta relações com Kiev após reconhecer repúblicas separatistas do Donbass

A Síria anunciou esta quarta-feira o corte de relações diplomáticas com a Ucrânia, três semanas depois de Kiev ter feito o mesmo, após o regime de Damasco ter reconhecido a independência das repúblicas separatistas do Donbass.
07:20 | 20/07

Forças russas bombardeiam ponte que atravessa o rio Dnieper em Kherson

As tropas russas bombardearam a ponte Antonivka Road, que atravessa o rio Dnieper em Kherson, Kherson Oblast, sul da Ucrânia, esta quarta-feira.

De acordo com a TASS, a ponte ficou muito danaficada e provavelmente estará cortada ao trânsito.

07:18 | 20/07

Zelensky cria comissão para monitorizar armas fornecidas pelo Ocidente

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky anunciou a criação de uma comissão parlamentar para monitorizar a utilização do armamento fornecido pelo Ocidente, para prevenir o que chamou de desinformação por parte da Rússia.
00:20 | 20/07
Lusa

Putin pede levantamento das restrições à exportação de cereais russos

O Presidente russo, Vladimir Putin, pediu esta terça-feira o levantamento das restrições ocidentais aos cereais russos, como condição para que se obtenham progressos na exportação da produção agrícola ucraniana, atualmente bloqueada devido à invasão russa da Ucrânia.

"Vamos facilitar a exportação de cereais ucranianos, mas com base no levantamento de todas as restrições relacionadas às entregas aéreas para a exportação de cereais russos", apontou o chefe de Estado russo em declarações após a reunião do chamado Grupo de Astana, que junta Rússia, Turquia e Irão, e que decorreu em Teerão.

18:01 | 19/07

França envia seis novos canhões Caesar para Kiev

Os seis canhões Caesar adicionais prometidos pelo Presidente francês, Emmanuel Macron, em meados de junho, estão a caminho da Ucrânia, anunciou hoje a chefe da diplomacia francesa, Catherine Colonna.

Até agora, já foram entregues 12 destes canhões Caesar e seis outros estão agora a caminho da Ucrânia, disse Colonna perante o Comité de Relações Exteriores, Defesa e Forças Armadas do Senado em Paris.

A ministra dos Negócios Estrangeiros francesa não especificou a data prevista de chegada em solo ucraniano deste reforço de armamento que tinha sido anunciado pelo chefe de Estado francês em 16 de junho, durante sua visita a Kiev.

08:58 | 19/07

Coreia do Norte poderá enviar trabalhadores para reconstruir territórios russos na Ucrânia

Pyongyang, líder da Coreia do Norte, reconheceu a República Popular de Donetsk (RPDC) e a República Popular de Luhansk (LPR) como territórios russos. Agora, o Embaixador russo Alexander Matsegora diz que poderia haver "muitas oportunidades" de cooperação entre a Coreia do Norte e as repúblicas de Donbas, comentários que alguns especialistas dizem que poderiam marcar um ponto de viragem no regime de sanções da ONU, avança a NK News.

"Em primeiro lugar, construtores coreanos altamente qualificados e trabalhadores, capazes de trabalhar nas condições mais difíceis, poderiam ajudar-nos a restaurar as nossas instalações sociais e infraestruturas industriais destruídas pelos nazis ucranianos", disse o embaixador ao jornal russo Izvestia, numa entrevista publicada na segunda-feira e partilhada na página do Facebook da Embaixada Russa.

Além disso, Matsegora disse que muitas fábricas e centrais eléctricas norte-coreanas construídas pela União Soviética poderiam beneficiar de equipamento "fabricado pelas fábricas de engenharia pesada de Slavyansk e Kramatorsk" e outras instalações na região de Donbass.
07:57 | 19/07

Incêndio em Murça continua com três frentes ativas e mais de 500 bombeiros no local

As temperaturas e o vento continuam a ser o principal agravante do incêndio de Mujrça que já lavra desde a 16h00 de domingo. Mais de 500 operacionais e 195 veículos continuam no combate às chamas.

Segundo o comandante da Autoridade Regional do Norte, não houve perigo para casas e aldeias durante a noite. Ainda assim, durante esta segunda-feira, algumas casas e aldeias estiveram em perigo com 71 moradores desalojados. "Durante a noite foi mais fácil todo o combate", afirmou.

O incêndio tem ainda três frentes ativas, sendo que os bombeiros estão a ter algumas dificuldades em chegar às chamas devido à irregularidade do terreno. 

Esta terça-feira serão usados meios pesados e máquinas de arrasto para combater o incêndios.
07:18 | 19/07
Lusa

Rússia volta a bombardear Odessa e Dnipro, pelo menos seis feridos

O exército russo bombardeou nas últimas horas a região de Odessa, no oeste da Ucrânia, e a região de Dnipropetrovsk, no centro do país, onde destruiu infraestrutura e causou pelo menos seis feridos.

"De madrugada, as forças russas atacaram a região de Odessa mais uma vez, disparando sete mísseis do tipo Kalibr simultaneamente", avançou a agência Ukrinform, citando o Comando Operacional Sul da Ucrânia.

Os mísseis foram disparados a partir do Mar Negro, com um deles abatido pelas forças de defesa aérea, e os outros seis a atingir uma aldeia.

00:03 | 19/07
Lusa

Rússia critica banco espanhol por rejeitar pensões a 'filhos da guerra civil'

A Rússia criticou esta segunda-feira a decisão de um banco espanhol de rejeitar as transferências de pensões desde órgãos públicos russos para pessoas que fugiram para a URSS durante a guerra civil e que regressaram a Espanha posteriormente.

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, María Zajárova, referiu que este é um exemplo de como as sanções europeias afetam cidadãos do bloco comunitário.

Zajárova, que publicou a nota no 'site' do ministério russo, lamentou que a medida do CaixaBank afete pessoas "vulneráveis" e "idosas", que têm agora mais de 90 anos.

19:36 | 18/07
Lusa

Borrell afirma que UE "enfrenta teste de resistência" com efeitos da guerra

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, assumiu esta segunda-feira que os efeitos da guerra na Ucrânia são "um teste de resistência" para os países europeus, voltando a defender a política de sanções à Rússia.

"Este é um teste de resistência para nossas sociedades. Temos de aguentar. Não temos escolha", disse o Alto Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Josep Borrell, após reunião do Conselho de Negócios Estrangeiros da UE em Bruxelas, em que foi reafirmado o apoio à Ucrânia contra a invasão russa, apesar de novas ameaças de Moscovo de corte de fornecimento de gás russo.

Os líderes europeus estão preocupados com a possibilidade de um agravamento da hostilidade pública às sanções contra Moscovo, perante o aumento dos preços dos combustíveis, mas decidiram "por unanimidade" continuar a ajuda à Ucrânia.

18:39 | 18/07

Rússia mantém pressão militar em zona estratégica de Donetsk e reforça a leste e sul

As forças russas prosseguiram esta segunda-feira a tentativa de controlar o nó ferroviário de Siversk, decisivo para prosseguir o avanço na província de Donetsk, enquanto fortaleciam a presença nos territórios que controlam no leste e sul da Ucrânia.

Saiba mais em Correio da Manhã.
17:37 | 18/07

Erdogan volta a ameaçar "congelar" adesão da Suécia e Finlândia

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan voltou a ameaçar esta segunda-feira "congelar" a adesão da Suécia e Finlândia à NATO, na véspera de uma cimeira tripartida com a Rússia e o Irão em Teerão.

No decurso da cimeira da NATO no final de junho em Madrid, Erdogan exortou os dois países nórdicos a "cumprirem a sua parte" na luta contra o "terrorismo", numa referência às organizações curdas que atuam no sudeste turco e norte da Síria, e admitindo renunciar ao acordo sobre o alargamento da aliança militar ocidental.

"Adotámos uma atitude extremamente clara face ao prosseguimento do alargamento da NATO (...). Quero recordar de novo que congelaremos o processo caso esses países não adotem as medidas necessárias para preencher as nossas condições", declarou Erdogan após uma reunião do seu Governo e citado pelos 'media' turcos.

16:27 | 18/07

Portugal atribuiu mais de 47 mil proteções temporárias a pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia

Portugal atribuiu até esta segunda-feira mais de 47.000 proteções temporárias a pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia, 28% das quais concedidas a menores, anunciou o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Saiba mais em Correio da Manhã.
14:37 | 18/07

Ucrânia acusa a Rússia de tratamento ilegal dos prisioneiros de guerra

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia acusou a Rússia de ter um tratamento ilegal dos prisioneiros de guerra ucranianos e exige-lhe que cumpra as convenções de Genebra.
13:53 | 18/07

União Europeia aprova uso de 500 milhões de euros em apoio militar à Ucrânia

A União Europeia aprovou esta segunda-feira um novo pacote de ajuda à Ucrânia após a invasão russa a 24 de fevereiro. Do novo conjunto de medidas surge o uso de 500 milhões de euros em apoio militar, avança o The Kiyv Independent.

O apoio militar europeu à Ucrânia chega assim, após o quinto pacote de ajuda, a 2,5 biliões de euros, diz o presidente do Concelho Europeu, Charles Michel, no Twitter,
10:24 | 18/07

Bombardeamento de prédio em Toretsk faz seis mortos

Seis pessoas morreram após um bombardemento russo ter atingido um prédio de dois andares em Toretsk, na região de Donetsk.

Segundo o The Telegraph, os Serviços de Emergêndia Ucranianos informaram que cinco corpos foram recuperados dos destroços, uma pessoa morreu no hospital e duas foram resgatadas com vida. "Durante os trabalhos de buscas, a equipa de resgate encontrou os corpos de cinco mortos, resgatou ainda três pessoas, mas uma delas morreu no hospital", disseram no Facebook.
09:44 | 18/07
Lusa

Joseph Borrell espera desbloqueio de cereais por ser "questão de vida ou de morte"

O Alto Representante da União Europeia (UE) para a Política Externa e de Segurança, Josep Borrell, disse esta segunda-feira esperar um acordo esta semana para desbloquear as exportações ucranianas de cereais, falando numa "questão de vida ou de morte".

"A vida de milhares - mais de milhares, dezenas de milhares de pessoas - depende deste acordo e, portanto, não é um jogo diplomático, é uma questão de vida ou morte para muitos seres humanos. E a questão é que a Rússia tem de desbloquear e permitir que os cereais ucranianos sejam exportados", vincou Josep Borrell.

Falando à chegada da reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros da UE, em Bruxelas, o chefe da diplomacia europeia admitiu ter "esperança que esta semana seja possível chegar a um acordo para desbloquear Odessa e outros portos ucranianos", quando Kiev e Moscovo se sentam à mesa, na Turquia, para discutir esta questão.

09:34 | 18/07
Lusa

Grupo de vestuário H&M decide sair da Rússia

A gigante do vestuário Hennes & Mauritz (H&M), que em março suspendeu as vendas na Rússia, anunciou esta segunda-feira que se vai retirar gradualmente do país devido à invasão da Ucrânia.

"Após uma reflexão cuidadosa, vemos que é impossível continuar os nossos negócios na Rússia tendo em conta a situação", disse a diretora-geral do grupo sueco, Helena Helmersson, num comunicado.

Segundo o grupo, esta retirada deverá custar-lhe um total de dois mil milhões de coroas suecas (cerca de 189 milhões de euros), incluindo uma redução da liquidez de cerca de mil milhões de coroas.

08:49 | 18/07

Forças russas mataram 2 pessoas e feriram 10 na região de Donetsk

O governador da região de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, informou os meios de comunicação que o exército russo matou, durante o dia de domingo, uma pessoa em Avdiivka e outra em Novyi Donbass, na região de Donetsk. Acrescentou ainda que ficaram feridas cerca de 10 pessoas, avança o The Kyiv Independent.
21:56 | 17/07

Zelensky diz que "mais de 60 procuradores e funcionários do Estado trabalham contra a Ucrânia"

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky despediu o chefe do Serviço de Segurança do Estado e o Procurador-Geral, afirmando que "mais de 60 procuradores e funcionários do Estado trabalham contra a Ucrânia". 

Foram registados 654 processos criminais relacionados com alta traição, segundo Zelensky. 

Acrescentando que os crimes levantaram "questões muito sérias" aos líderes relevantes. "Cada uma destas questões receberá uma resposta adequada".



17:54 | 17/07

Mais de 1000 pessoas foram encontradas mortas na região de Kiev desde o início da guerra

1346 pessoas foram encontradas mortas na região de Kiev desde o início da guerra, segundo o chefe da Polícia da capital ucraniana. 

Cerca de 300 pessoas ainda estão desaparecidas, acrescentou. 
17:49 | 17/07

Rússia prepara-se para próxima ofensiva na Ucrânia face a novas armas ocidentais

A Rússia está a preparar-se para a próxima ofensiva na Ucrânia, segundo um militar ucraniano, depois de Moscovo ter dito que as suas forças intensificariam as operações militares. 
09:07 | 17/07

Rússia reforçou posições defensivas no sul da Ucrânia, revelam militares do Reino Unido

A Rússia está a reforçar as suas posições defensivas nas áreas que ocupa no sul da Ucrânia, disse este domingo o Ministério da Defesa britânico, citado pela Reuters.

Os reforços incluem deslocação de combatentes e reforço de equipamento em Mariupol e Zaporizhzhia, e em Kherson, enquanto as forças russas em Melitopol estão também a aumentar as medidas de segurança.
00:05 | 17/07

"Nenhum míssil ou artilharia russa pode quebrar a nossa unidade", diz Zelensky

O presidente ucraniano disse este sábado na comemoração da Declaração de Soberania de Estado da Ucrânia que "nenhum míssil ou artilharia russa pode quebrar a nossa unidade". 

"Deve ser igualmente óbvio que não pode ser quebrado com mentiras ou intimidação, falsificações ou teorias da conspiração", acrescentou Zelensky. 
17:58 | 16/07

Ataque russo com mísseis deixa civis feridos em Odessa

Um ataque com mísseis em Odessa provocou feridos e atingiu ainda armazéns e edifícios nas proximidades, segundo o Ministério Público de Odessa. 
11:29 | 16/07

Ministro da Defesa russo ordena que "unidades em todas as áreas" intensifiquem operações na Ucrânia

O ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, ordenou que as unidades militares russas que operam em todas as áreas da Ucrânia intensifiquem as suas operações para evitar ataques no leste da Ucrânia e noutros territórios controlados pela Rússia.

Citado pela Reuters,
Shoigu disse que "deu as instruções necessárias para aumentar ainda mais as ações em todas as áreas operacionais, a fim de excluir a possibilidade de Kiev lançar ataques maciços de foguetes e artilharia contra infraestruturas civis e moradores em Donbas e outras regiões".

11:14 | 16/07

Dois mortos em bombardeamento russo na cidade ucraniana de Nikopol

Duas pessoas morreram na sequência de quatro bombardeamentos russos em Nikopol este sábado, avançaram os serviços de emergência e o governador regional, citados pela Reuters.

Os socorristas recuperaram os corpos de duas pessoas nos escombros.

A Rússia disparou 53 foguetes Grad contra a cidade.
23:50 | 15/07

Ataque com mísseis faz três mortos e 15 feridos em Dnipro

Um ataque com mísseis fez pelo menos três mortos e 15 feridos em Dnipro, na Ucrânia. 

"Os mísseis atingiram uma fábrica industrial e uma rua movimentada", disse o governador regional Valentyn Reznychenko.
14:56 | 15/07

Comissão Europeia quer proibir importação de ouro russo e reforçar controlo às exportações

A Comissão Europeia propôs esta sexta-feira uma proibição, na União Europeia (UE), às importações de ouro russo e um reforço dos controlos às exportações de tecnologia avançada, medidas que visam um "alinhamento das sanções" europeias com as internacionais.
14:42 | 15/07
Lusa

Separatistas de Lugansk prepararam referendo para adesão à Rússia

Os separatistas pró-russos da República Popular de Lugansk (LNR) anunciaram esta sexta-feira a criação de um comité para preparar um futuro referendo de adesão à Rússia, segundo revelaram as autoridades locais.

Marina Filipova, assessora do líder dos separatistas Leonid Pasechnik, indicou tratar-se de uma decisão "muito importante" para a república popular.

A região separatista foi até ao momento reconhecida como entidade independente pela Rússia, Síria e Coreia do Norte.

14:19 | 15/07

Acordo para exportar cereais de Kiev estará pronto em breve, revela Rússia

O Ministério da Defesa russo anunciou esta sexta-feira que estará pronto em breve um "documento final" para permitir a exportação de cereais da Ucrânia, na sequência de negociações realizadas esta semana entre Moscovo, Kiev, Ancara e a ONU.

"As propostas da Rússia foram apoiadas, no seu conjunto, pelos participantes nas negociações. E muito em breve o trabalho de redação do documento final 'A Iniciativa do Mar Negro' estará concluído", afirmou o porta-voz do ministério, Igor Konashenkov, num vídeo hoje divulgado.

As medidas propostas por Moscovo pretendem evitar que "as cadeias de abastecimento em causa sejam utilizadas para entregas de armas ao regime de Kiev", adiantou sem avançar mais pormenores.

13:19 | 15/07

Vladimir Putin nomeia Yuri Borisov como chefe da agência espacial Roscosmos

O Presidente russo Vladimir Putin nomeou Yuri Borisov, que atuava como vice-primeiro ministro da Rússia, chefe da agência espacial Roscosmos após demitir Dmitry Rogozi.

"Dmitry Rogozin é demitido do seu cargo de diretor-geral da Corporação Espacial Estatal Roscosmos. O decreto entra em vigor no dia da sua assinatura", lê-se no documento, citado pela TASS.

O ministro do comércio e indústria Denis Manturov foi nomeado vice-primeiro ministro, segundo um decreto divulgado pela presidência russa.

Dmitry Rogozin, de 58 anos, liderou a corporação durante pouco mais de quatro anos, desde finais de maio de 2018.
11:51 | 15/07

Produção da russa Gazprom cai 10,4% desde o início de 2022

A gigante russa do gás Gazprom reduziu a produção de gás em 10,4% desde o início do ano e as exportações do combustível, incluindo para a Europa, em mais de um terço, disse hoje a empresa.

As exportações de gás para países fora da Comunidade de Estados Independentes (CEI), incluindo para a Europa, ascenderam entre 1 de janeiro e 15 de julho a 71,9 mil milhões de metros cúbicos, menos 33,1% ou 35,6 mil milhões de metros cúbicos em relação ao mesmo período em 2021.

Contra este declínio, a Gazprom sublinha que as entregas do combustível à China "estão a crescer", através do oleoduto "Siberian Force" ao abrigo de um contrato bilateral a longo prazo entre a Gazprom e a China National Petroleum Corporation (CNPC).

No total, desde janeiro, a Gazprom produziu 249,7 mil milhões de metros cúbicos de gás, ou seja, menos 10,4% (29,1 mil milhões de metros cúbicos) do que no ano passado.

08:37 | 15/07

EUA apela à tomada de medidas para enfrentar crise alimentar provocada pela guerra na Ucrânia

O Secretário do Tesouro dos EUA apelou à tomada de medidas para enfrentar a crise de insegurança alimentar provocada a curto prazo pela guerra na Ucrânia.
EUA  apelaram ainda à resolução das alterações climáticas, desta vez a longo prazo.
07:35 | 15/07

Guerra na Ucrânia é a "maior ameaça à economia global neste momento"

O ministro das Finanças canadiano admitiu que a Guerra na Ucrânia é a "maior ameaça à economia global neste momento".
23:27 | 14/07

Ucrânia planeia retirar 600 civis de mosteiro em Donbass

O Governo ucraniano planeia estabelecer um cessar-fogo e abrir um corredor humanitário para civis no mosteiro de Donbass, segundo militares ucranianos. 
20:06 | 14/07

Ataque russo a Vinnytsia matou 23 pessoas

O ataque russo com mísseis à cidade ucraniana de Vinnytsia fez pelo menos 23 mortos, incluindo três crianças, avançaram esta quinta-feira as autoridades ucranianas. 

O ataque, que a Ucrânia disse ter sido realizado com mísseis de cruzeiro Kalibr lançados de um submarino russo no Mar Negro, ocorreu um dia depois de um avanço nas negociações entre Moscovo e Kiev para desbloquear as exportações de grãos ucranianos.

"O que é isso, senão um ato aberto de terrorismo?" escreveu o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky no Telegram.

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, ficou "chocado" com o ataque com mísseis e "condena qualquer ataque contra civis ou infraestrutura civil", disse um porta-voz.

17:15 | 14/07

Rússia declara reiniciar ocupação na fábrica de Azovstal

Segundo o governador de Lugansk, a Rússia planeia reiniciar a sua ocupação na fábrica de Azovstal. 

Ocupação pode levar a uma "catástrofe", afirma o governador. 
14:35 | 14/07

PJ e Instituto Medicina Legal apoiam investigação de crimes de guerra na invasão da Rússia à Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros anunciou esta quinta-feira, numa conferência internacional em Haia sobre crimes de guerra na Ucrânia, a disponibilização de duas equipas portuguesas para trabalhar no terreno, uma do Instituto de Medicina Legal e outra da Polícia Judiciária.

Saiba mais em Correio da Manhã.
13:59 | 14/07

Rússia está pronta a negociar se Ucrânia reconhecer as "realidades territoriais"

A Rússia afirmou estar disponível para negociar a paz com a Ucrânia, mas só se esta aceitasse as "realidades territoriais" e não se juntasse a nenhum grupo de países nem possuísse armas nucleares.

A par disto, a Ucrânia tem ainda de reconhecer o controlo da Rússia sobre a Crimeia e considerar Donetsk e Luhansk como "repúblicas populares".
13:00 | 14/07

Ataque russo a Vinnytsia já fez 20 mortos, diz Zelensky

Vários mísseis russos atingiram duas instalações comunitárias no oeste da Ucrânia, matando 20 pessoas e ferindo muitas mais, disse o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky esta quinta-feira numa conferência internacional.

"Hoje de manhã os mísseis russos atingiram a nossa cidade de Vinnytsia, uma cidade normal e pacífica. Os mísseis atingiram duas instalações comunitárias, casas foram destruídas, um centro médico foi destruído, os carros e os postos de eletricidade estavam em chamas", denotou o presidente ucraniano.

"Este é um ato de terror russo e 20 pessoas morreram até agora", disse Zelensky.
12:38 | 14/07

Ataque russo à cidade ucraniana Vinnytsia faz 17 mortos e cerca de 90 feridos

Vários mísseis russos atingiram Vinnytsia esta quinta-feira à noite provocando 17 mortos, incluindo duas crianças e ferindo cerca de 90 pessoas, disse o gabinete do Procurador-Geral ucraniano, citado pela Reuters.

Os edifícios residenciais, e instalações administrativas e de escritórios sofreram "danos e ficaram destruídos de forma significativa" num ataque que os militares ucranianos disseram ter sido levado a cabo com mísseis Kalibr disparados a partir de um submarino no Mar Negro.

Cerca de 90 pessoas procuraram cuidados médicos e cerca de 50 delas encontravam-se em estado grave na sequência do ataque, que também destruiu um centro médico, informou a polícia.
07:46 | 14/07

Ucrânia corta relações diplomáticas com Coreia do Norte

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, anunciou o corte de relações diplomáticas com a Coreia do Norte após Pyongyang reconhecer a independência das autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk.

Saiba mais em Correio da Manhã.
00:17 | 14/07

Russos e ucranianos encontram-se em Istambul para discutir exportações dos cereais

A Rússia e a Ucrânia vão tentar resolver o bloqueio das exportações dos cereais dos portos ucranianos com novas negociações "na próxima semana", na cidade turca de Istambul, anunciou esta quarta-feira a Turquia.

"Foi acordado que as delegações da Rússia e da Ucrânia vão se encontrar novamente na Turquia na próxima semana", disse hoje o ministro da Defesa turco, Hulusi Akar, citado num comunicado.

20:35 | 13/07

14 civis ficam feridos em ataque com mísseis russos em Zaporíjia

Pelos menos 14 civis ficaram feridos na sequência de um ataque com mísseis russos a Zaporíjia a uma empresa, danificando gravemente as suas instalações, segundo as autoridades locais. 
18:47 | 13/07

Exportação de cereais pode demorar um mês caso exista acordo na Turquia

O processo para exportar os cereais ucranianos bloqueados devido à guerra pode demorar um mês caso a Rússia, Ucrânia, Turquia e a ONU chegarem esta quarta-feira a um acordo em Istambul, avançou uma fonte envolvida nas negociações em curso.

"Há um entendimento de que este processo não será rápido, mas há uma vontade geral de que não demore mais do que um mês", afirmou a fonte citada pela agência russa RIA Novosti.

Em caso de consenso, a Turquia e a ONU supervisionarão a adoção do mecanismo acordado, acrescentou.

"O principal agora é chegar a um consenso e formar um centro de controlo operacional em Istambul", disse a mesma fonte.

18:45 | 13/07
Lusa

Cinco civis mortos em ataques russos em Mikolaiv, revelam autoridades ucranianas

As autoridades ucranianas afirmaram hoje que os ataques russos nas proximidades da cidade de Mikolaiv, no sul do país, causaram pelo menos cinco mortos civis.

Kirill Timoshenko, vice-chefe do gabinete presidencial, informou que pelo menos 28 ataques com sistemas de lançamentos múltiplos de foguetes militares foram registados hoje na região.

"Como resultado, um hospital e prédios residenciais foram danificados", acrescentou Timoshenko, sublinhando que, no distrito de Vitovsk, a leste de Mikolaiv, a artilharia russa provocou cinco mortes de civis, de acordo com informações preliminares.

15:34 | 13/07

Pró-russos acusam ucranianos da perda de 200 mil toneladas de cereais

A administração pró-russa de Kherson, no sul da Ucrânia, acusou hoje as forças ucranianas de serem responsáveis pela perda de cerca 200.000 toneladas de cereais na região, devido a queimadas e colocação de minas.
00:07 | 13/07

Ucrânia destrói base militar russa em Zaporíjia

A Ucrânia destruiu uma base militar russa na região de Zaporíjia e cinco depósitos de munições esta terça-feira.
00:04 | 13/07

Zelensky diz que a Rússia não tem coragem para admitir a derrota

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky afirmou que a Rússia não tem coragem para admitir a derrota, avança o jornal The Kyiv Independent

"Já não têm poder estratégico, carácter ou compreensão do que estão a fazer aqui, na nossa terra", acrescentou Zelensky. 




00:02 | 13/07

Fabricante de brinquedos Lego deixa de vender na Rússia em definitivo

A fabricante de brinquedos dinamarquesa Lego anunciou esta terça-feira que vai interromper de forma definitiva as vendas na Rússia devido à guerra na Ucrânia, afetando 81 lojas que eram operadas por um distribuidor russo.

O grupo responsável pelos famosos tijolos de plásticos "decidiu cessar indefinidamente as suas atividades comerciais na Rússia" e "encerrar a sua parceria" com o distribuidor russo Inventive Retail Group, "que detinha e explorava 81 lojas em nome da marca", disse à agência de notícias AFP uma porta-voz.

17:25 | 12/07

Quatro feridos em bombardeamento russo em Kharkiv

A Rússia bombardeou esta terça-feira Kharkiv e deixou quatro pessoas feridas que foram transportadas para o hospital. 
10:06 | 12/07

Rússia e Ucrânia reúnem-se para discutir exportações dos cereais ucranianos

Os representantes da Rússia e da Ucrânia vão reunir-se esta quarta-feira em Istambul, na Túrquia, para discutir as exportações dos cereais ucranianos. 
08:10 | 12/07
Lusa

Sete mortos e 60 feridos em ataque ucraniano em Kherson

As forças de ocupação russas na região de Kherson, no sul da Ucrânia, disseram que sete pessoas morreram e cerca de 60 ficaram feridas num ataque ucraniano na segunda-feira à noite.

"Já há sete mortos e cerca de 60 feridos" no ataque, que atingiu a cidade de Nova Kakhovka, informou Vladimir Leontiev, o chefe da administração militar-civil criada pelas forças russas, na plataforma de mensagens Telegram.

08:06 | 12/07
Lusa

Sobe para 34 número de mortos em ataque russo a edifício residencial no leste

O número de mortos no ataque russo a um edifício residencial em Chasiv Yar, leste da Ucrânia, no fim de semana, subiu para 34, segundo um novo balanço divulgado esta terça-feira pelas autoridades ucranianas.

Apenas nove pessoas foram resgatadas dos escombros, um número que se mantém em relação ao anterior balanço, que apontava então para 31 mortos.

O ataque ocorreu no sábado à noite e atingiu um edifício residencial. O governador ucraniano de Donetsk, onde se situa Chasiv Yar, Pavlo Kirilenko, disse, no domingo, que o edifício residencial de cinco andares foi atingido por um míssil russo "Hurricane".

00:13 | 12/07

Oito navios estrangeiros entraram em portos ucranianos para exportar cereais

A Marinha da Ucrânia informou que oito navios estrangeiros conseguiram entrar em portos ucranianos para permitir o transporte de produtos agrícolas. 
00:10 | 12/07

Ucrânia atinge depósito de munições na região de Kherson

A Ucrânia atingiu um depósito de munições em Kherson, segundo o porta-voz da administração militar de Odessa. 
00:06 | 12/07

Rússia prepara-se para "fechar fornecimento de gás para a Europa", segundo Zelensky

O Presidente da Ucrânia, Volodymy Zelensky, alertou esta segunda-feira que a Rússia prepara-se para "fechar completamente o fornecimento de gás para a Europa", após o Canadá ter decidido entregar uma turbina do gasoduto Nord Stream 1 à Alemanha.

"Agora, não há dúvida de que a Rússia tentará não apenas limitar o máximo possível, mas fechar completamente o fornecimento de gás para a Europa no momento mais agudo", indicou o chefe de Estado ucraniano no serviço de mensagens Telegram.

22:00 | 11/07

Irão prepara-se para abastecer a Rússia com drones

Os Estados Unidos acreditam que o Irão está a preparar-se para abastecer a Rússia com drones, afirma o conselheiro de segurança nacional, Jake Sullivan. 
18:14 | 11/07

Putin força passaportes russos a ucranianos que queiram entrar no país

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, pretende que os ucranianos que queiram entrar no país tenham passaportes russos. 
17:19 | 11/07

Subiu para 30 o número de mortos no ataque russo a um bloco de apartamentos em Donbass

O número de mortos no ataque russo a um bloco de apartamentos em Donbass subiu para 30, avança a agência noticiosa Reuters

Os socorristas continuam a procurar sobreviventes nas ruínas, sendo que o ataque aconteceu no domingo. 


16:34 | 11/07

Restaurantes russos da cadeia McDonald's ficarão sem batatas fritas até ao outono

Alguns restaurantes russos da cadeia McDonald's vão ficar sem batatas fritas pelo menos até ao outono, segundo noticiou a Reuters. 

No mês passado, os restaurantes da cadeia de fast food reabriram porém tem havido problemas de escassez de batatas fritas devido às sanções do ocidente que dificultam o abastecimento. 

Os clientes têm postado nas redes sociais menus sem batatas fritas. 
15:05 | 11/07
Lusa

Putin simplifica processo e permite atribuição da cidadania russa a todos os ucranianos

A Rússia simplificou a obtenção da cidadania russa a todos os ucranianos, alargando uma medida que só era aplicada a residentes nos territórios da Ucrânia ocupados por Moscovo, segundo um decreto presidencial divulgado esta segunda-feira.

"Os cidadãos da Ucrânia (...) têm o direito de requerer a cidadania da Federação Russa ao abrigo de um procedimento simplificado", lê-se no decreto do Presidente Vladimir Putin, citado pela agência noticiosa francesa AFP.

A medida estende a todos os cidadãos ucranianos um procedimento aprovado em maio para os habitantes das regiões de Zaporijia e Kherson, que a Rússia tem controlado em grande parte desde que invadiu a Ucrânia, em 24 de fevereiro deste ano.

11:14 | 11/07

UE cria balcão único na Moldova para segurança e gestão de fronteiras

A União Europeia (UE) lançou esta segunda-feira um balcão único na Moldova para gestão das fronteiras e combate ao crime organizado devido "ao desafio" criado pelos movimentos migratórios após a guerra da Ucrânia, anunciou a Comissão Europeia.
10:22 | 11/07

Rússia afirma ter atingido depósitos de munições na região ucraniana de Dnipro

O ministério da Defesa russo afirmou esta segunda-feira ter atingido depósitos de munições na região de Dnipro, na Ucrânia.

Os mísseis russos atingiram ainda pontos de destacamento de tropas ucranianas e combatentes estrangeiros na região de Kharkiv, revelou a mesma fonte.

07:29 | 11/07

Manutenção de gasoduto obriga à suspensão de gás russo para a Alemanha durante dez dias

O fornecimento de gás da Rússia à Alemanha é interrompido a partir desta segunda-feira durante dez dias devido aos trabalhos de manutenção do gasoduto Nord Stream 1 do Mar Báltico.
00:29 | 11/07

Gás da Rússia continua a ser exportado para a Europa através da Ucrânia

A empresa de gás russo, Gazprom, continua a fazer exportações para a Europa via Ucrânia.
Este domingo, o volume de gás exportado foi de 49.1 MCM.
00:25 | 11/07

Ucrânia desapontada com decisão do Canadá de devolver a turbina reparada à Alemanha

Os ministérios da energia e dos negócios estrangeiros da Ucrânia afirmaram esatr muito desapontados com a decisão do Canadá de devolver a turbina Siemens reparada à Alemanha para ser utilizada no gasoduto Nord Stream 1.
07:37 | 10/07

Quinze mortos em ataque russo a bloco de apartamentos em Donbass

Pelo menos 15 pessoas foram mortas e cinco ficaram feridas depois de mísseis russos terem atingido um bloco de apartamentos de cinco andares em Donbass, na região de Donetsk, na Ucrânia, desmoronando o edifício, avançou a AFP.

De acordo com Pavlo Kyrylenko, no Telegram, o ataque teve lugar no sábado à noite na cidade de Chasiv Yar. De acordo com informações dos residentes, pelo menos 34 pessoas estão provavelmente presas nas ruínas.
14:38 | 09/07
Lusa

Rússia reivindica destruição de obuses norte-americanos em Donetsk

A Rússia reivindicou este sábado ter destruído um 'hangar' onde se encontravam obuses norte-americanos e eliminado 30 militares ucranianos que estavam a bombardear áreas residenciais de Donetsk, no leste da Ucrânia.

A operação ocorreu na localidade de Chasov Yar, na região de Donetsk, e envolveu uma "arma de alta precisão das Forças Aeroespaciais russas", disse o porta-voz do comando militar russo, tenente-general Igor Konashenov, citado pelas agências russa TASS e espanhola EFE.

Konashenov disse que no 'hangar' estavam "até 30 militantes ucranianos" a bombardear áreas residenciais de Donetsk com "obuses norte-americanos M777 de 155 milímetros".

14:38 | 09/07

Rússia acusa EUA de "inventar histórias" para justificar fracassos

A Rússia acusou esta segunda-feira o secretário de Estado norte-americano, Anthony Blinken, de "inventar histórias" sobre o isolamento do seu homólogo russo, Serguei Lavrov, na reunião do G20 na Indonésia para "justificar o seu próprio fracasso".
11:07 | 09/07
Lusa

Soldados ucranianos recebem formação militar no Reino Unido

Um primeiro grupo de soldados ucranianos iniciou um programa de treino militar no Reino Unido como parte do apoio de Londres a Kiev para combater a invasão russa da Ucrânia, anunciou esta segunda-feira o Governo britânico.

"Este ambicioso novo programa de formação é a próxima fase do apoio do Reino Unido às forças armadas da Ucrânia na sua luta contra a agressão russa", disse o secretário de Defesa britânico, Ben Wallace, num comunicado citado pela agência francesa AFP.

Wallace acrescentou que o programa de treino visa ajudar a Ucrânia a "reconstruir as suas forças e a aumentar a resistência para defender a soberania e o direito de escolher o seu próprio futuro".

11:04 | 09/07

Papa Francisco considera visita à Ucrânia

O Papa Francisco pode estar visitar à Ucrânia, possivelmente já em agosto, avançou o Kyiv Independent este sábado.

O arcebispo Paul Richard Gallagher disse numa entrevista ao programa noticioso italiano Tg1, que uma visita à Ucrânia está a ser considerada, uma vez que "teria resultados positivos".
07:41 | 09/07

Volodymyr Zelensky visita hospital e a linha da frente de combate em Dnipro e Kryvy Rih

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, visitou uma hospital e a linha da frente de guerra em Dnipro e Kryvy Rih.

Na vídeoconferência diária desta sexta-feira, Zelensky contou, citado pela Sky News, que ouviu relatórios dos comandantes e agradeceu aos "rapazes e raparigas que estão a defender a região em nome de todos os ucranianos".

O presidente ucraniano condecorou ainda com uma Estrela de Ouro o Tenente Coronel Oleh Hrudzevych, comandante do batalhão de tanques.

"Graças à sua bravura pessoal, a sua unidade saiu do cerco sem mortes e destruiu o grupo de sabotagem russo numa batalha. É uma pessoa muito forte, consigo senti-lo", denotou Zelensky.

Zelensky também visitou um hospital para se encontrar com soldados e civis feridos, e falar com os médicos e enfermeiras que os estão a tratar.
23:03 | 08/07

Guerra na Ucrânia destrói 7.000 quilómetros de infraestrutura ferroviária

A guerra na Ucrânia destruiu até ao momento um total de sete mil quilómetros de infraestrutura ferroviária, além de 21 estações de comboio e 49 pontes ferroviárias, informou esta sexta-feira a Comunidade Europeia de Empresas Ferroviárias e de Infraestrutura (CER).
10:47 | 08/07
Reuters

Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano acusa Rússia de estar a brincar aos "Jogos da Fome"

O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia,Dmytro Kuleba, acusou a Rússia de brincar aos "Jogos da Fome" e disse que "não tem lugar em nenhum fórum internacional", durante um discurso virtual na reunião do G20 que está a acontecer em Bali, Indonésia.

Dmytro Kuleba disse que a comunidade internacional não tinha o direito de permitir que a Rússia chantageasse o mundo com preços de energia elevados, fome e ameaças à segurança.
09:01 | 08/07
Lusa

Forças russas intensificam ataques para dominar o Donbass

As forças russas bombardearam esta sexta-feira várias cidades no Donbass - região onde intensificam os ataques para a tentar conquistar por completo - incluindo Kramatorsk, onde pelo menos um civil foi morto, segundo as autoridades locais.

Em Kramatorsk, capital da parte do Donbass ocupada pelos ucranianos, a explosão provocou uma cratera num pátio entre um hotel e prédios de apartamentos, onde repórteres da agência France Presse encontraram o corpo de uma pessoa morta, bem como dois carros em chamas.

22:41 | 07/07

Comissão Europeia já prepara novo pacote de sanções à Rússia

O ministro checo dos Negócios Estrangeiros, Jan Lipavský, disse esta quinta-feira que a Comissão Europeia já está a preparar o sétimo pacote de sanções à Rússia pela invasão da Ucrânia, garantindo que as medidas restritivas "estão a ter efeito".

Saiba mais em Correio da Manhã.
18:25 | 07/07

Três mortos e cinco feridos em bombardeamento russo em Kharkiv

Três pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas esta quinta-feira num bombardeamento russo na cidade ucraniana de Kharkiv.

"Três civis foram mortos e cinco ficaram feridos em resultado do bombardeamento do distrito de Nemyshlyan", escreveu o governador da região, Oleh Synegubov.
17:50 | 07/07
Lusa

Amnistia acusa Rússia de ataque contra alvos civis em Serhiivka que fez 21 mortos

A Amnistia Internacional (AI) responsabilizou esta quinta-feira as forças russas pela morte de 21 civis num ataque, na semana passada, a um bloco de apartamentos e um hotel na cidade costeira de Serhiivka, no sul da Ucrânia.

Depois da meia-noite de um de julho, as forças russas lançaram, pelo menos, dois mísseis na direção do hotel de Serviivka, localidade junto ao Mar Negro a cerca de 45 milhas (72 quilómetros) a sudoeste da cidade de Odessa, concluiu uma nova investigação da AI, que visitou o local.

O primeiro míssil atingiu o Hotel Godji, onde matou seis civis, entre eles a responsável pelo hotel, Nadiya Rudnitskaya, o seu filho de 12 anos, bem como duas outras mulheres que tinham fugido de Sloviansk, na região de Donbass.

15:34 | 07/07
Lusa

Rússia critica o apoio ocidental às "ambições militaristas" de Kiev

A Rússia criticou esta quinta-feira perante a Turquia o apoio ocidental dado às "ambições militaristas" da Ucrânia, por considerar que isso dificulta a possibilidade de negociações entre Moscovo e Kiev.
11:24 | 07/07
Reuters

Rússia diz que ataque com míssil atingiu e matou soldados ucranianos na Ilha da Serpente

O Ministério da Defesa russo disse que um avião de guerra russo atingiu e matou vários soldados das tropas ucranianas na Ilha da Serpente, no Mar Negro, esta quinta-feira, depois de lá terem aterrado para hastear a bandeira ucraniana.

"Por volta das 5 da manhã, vários militares ucranianos chegaram à ilha com um barco a motor e tiraram fotografias com a bandeira. Um avião das Forças Aeroespaciais russas lançou imediatamente um ataque com mísseis de alta precisão na Ilha da Serpente", disse o porta-voz do Ministério da Defesa russo Igor Konashenkov.

A pequena ilha, capturada pela Rússia da Ucrânia no início da guerra em Fevereiro, é estrategicamente importante devido à sua proximidade de vias marítimas próximas do porto de Odesa da Ucrânia.
21:12 | 06/07

Eurodeputado francês diz que desinformação é estratégia russa para criar caos

O eurodeputado francês Raphaël Glucksmann disse esta quarta-feira que as campanhas de desinformação sobre a invasão da Ucrânia fazem parte de uma estratégia da Rússia para criar o caos e enfraquece as instituições europeias democráticas.
18:05 | 06/07
Lusa

Rússia endurece penas de prisão para quem se oponha ao regime

A Rússia aprovou esta quarta-feira uma lei que prevê penas pesadas para quem apele à realização de ações que ponham em causa a segurança, numa altura em que Moscovo suprime todas as vozes de oposição à ofensiva militar na Ucrânia.

O texto, que prevê até sete anos de prisão para este crime, foi esta quarta-feira aprovado pelos deputados da Duma - a câmara baixa do parlamento russo -, que também endureceram as penas para espionagem e casos de "colaboração confidencial com estrangeiros".

Estes endurecimentos da legislação, oficialmente destinados a "proteger os interesses nacionais da Rússia", são "uma resposta adequada e atempada aos desafios que o país enfrenta", assegurou um dos autores do texto, o deputado Vassili Piskariov, do partido no poder, o Rússia Unida.

18:04 | 06/07

Grupo russo de piratas informáticos publica lista de alegados espiões

Um grupo de piratas informáticos ('hackers') russos publicou esta quarta-feira uma lista de mil alegados agentes dos serviços secretos ucranianos, que acusou de representarem um perigo para a Rússia.
14:55 | 06/07

Mas de 8,79 milhões de pessoas saíram da Ucrânia desde o início da invasão russa ao país

Mais de 8,79 milhões de pessoas atravessaram a fronteira da Ucrânia desde o início da invasão russo ao país. Os dados foram esta quarta-feira avançados pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. 
14:16 | 06/07

Hungria não vai fornecer armas à Ucrânia com medo de represálias da Rússia

Segundo o The Kyiv Independent, o Ministro dos Negócios Estrangeiros húngaro, Peter Szijjarto, disse à CNN Internacional que a Hungria não queria colocar os 150 mil húngaros que vivem na parte ocidental da Ucrânia em risco de serem atacados pela Rússia.
00:38 | 06/07

Russos avançam para Donetsk, revela governador regional

As tropas russas estão empenhadas em combates pesados e em entrar na região de Donetsk, na Ucrânia, depois de assumirem o controlo das duas últimas cidades da vizinha Luhansk, disse esta terça-feira o governador regional da região, citado pela Reuters.

Serhiy Gaidai disse que as tropas russas tinham sofrido pesadas perdas no longo processo de captura das cidades gémeas de Sievierodonetsk e Lysychansk, mas estavam a canalizar os seus esforços para se deslocarem para sul.

"Os combates pesados estão a decorrer na orla da região de Luhansk. Todas as forças do exército e reservas russas foram redireccionadas para lá. Estão a sofrer pesadas perdas", disse Gaidai à televisão ucraniana.
23:32 | 05/07
Lusa

Eurodeputado alemão Michael Gahler apela ao envio de armas

Michael Gahler, líder da Comissão dos Negócios Estrangeiros do Parlamento Europeu, defendeu esta terça-feira que a Europa deve fornecer armas à Ucrânia, além de apoio financeiro e humanitário, para responder à invasão russa e fortalecer a posição de Kiev num cessar-fogo.

Gahler, representante alemão do Partido Popular Europeu (PPE, direita) e relator do projeto sobre custos de financiamento à Ucrânia, falava durante uma das sessões do seminário que o Parlamento Europeu (PE) para jornalistas portugueses.

"Gostava que este ditador fosse travado", afirmou Gahler.

23:28 | 05/07
Lusa

Erdogan vai "intensificar" negociações para garantir exportação de cereais

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, disse esta terça-feira que pretende "intensificar" as negociações com Rússia e Ucrânia para garantir um acordo sobre o plano da ONU para a exportação de cereais ucranianos para o mercado mundial.

"Vamos intensificar as conversações dentro de uma semana ou dez dias e tentar obter um resultado", disse Erdogan durante uma conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro italiano Mario Draghi.

A Turquia tem estado em contacto com as Nações Unidas, Ucrânia e Rússia para a elaboração de um plano que permita a exportação, por corredores seguros no Mar Negro, de milhões de toneladas de cereais ucranianos acumulados em silos.

19:22 | 05/07

Ucrânia pede à Turquia para sondar mais três navios russos que alega terem transportado grãos roubados

A Ucrânia pediu à Turquia que ajudasse a investigar três navios de bandeira russa como parte dos esforços de Kiev para investigar o que alega ser o roubo de cereais do território ocupado pela Rússia, de acordo com documentos oficiais.

Numa carta de 13 de Junho, que não foi noticiada anteriormente, citada pela Reuters, o gabinete do procurador-geral ucraniano pediu ao ministério da justiça da Turquia que investigasse e fornecesse provas sobre os três navios que suspeita terem estado envolvidos no transporte de cereais alegadamente roubados de territórios ucranianos recentemente ocupados, tais como Kherson.

A carta, que a Reuters analisou, dizia que os navios viajaram do principal terminal de cereais da Crimeia em Sevastopol, em abril e maio, e pressionaram Ankara para obter documentação sobre a sua carga e chegada aos portos turcos. A Rússia anexou a Crimeia em 2014.
17:43 | 05/07
Lusa

Embaixadora defende condenação de Putin como "criminoso de guerra"

A embaixadora da Ucrânia em Portugal, Inna Ohnivets, denunciou esta terça-feira os "crimes contra a humanidade" cometidos pelas forças russas desde que em fevereiro invadiram território ucraniano, defendendo a condenação do Presidente russo, Vladimir Putin, por crimes de guerra.

Na sua intervenção na conferência "Ucrânia e Outros Conflitos Bélicos: Refugiados, Direito Internacional e Crimes de Guerra", promovida pela Associação de Advogados Sem Fronteiras de Língua Portuguesa (ADVSF), Ohnivets sublinhou que desde o início da invasão, a 24 de fevereiro, a Rússia "violou cerca de 400 acordos internacionais", segundo diversas agências internacionais.

"Por todas estas violações do direito internacional, o Presidente russo, Vladimir Putin, deve ser condenado como criminoso de guerra", defendeu a embaixadora.

17:19 | 05/07

Rússia e a Bielorrússia continuam suspensas de todas as provas de hóquei no gelo

A Rússia e a Bielorrússia continuarão suspensas de todas as competições de hóquei no gelo, devido à ação militar na Ucrânia, pois o comité disciplinar independente da federação internacional (IIHF) indeferiu o seu recurso.
16:39 | 05/07

Parlamento russo aprova restrições à transferência de dados pessoas

Os legisladores russos aprovaram esta terça-feira um projeto de lei que coloca restrições à transferência de dados pessoais dos russos para o estrangeiro e exigie que as entidades que tencionam fazê-lo notifiquem previamente a entidade reguladora das comunicações, avançou a Reuters.

A lei é uma das várias em que o governo tem trabalhado à medida que a Rússia lida com as consequências das pesadas sanções ocidentais impostas em resposta à campanha militar de Moscovo na Ucrânia.

"A legislação atual praticamente não regula a transferência transfronteiriça de dados pessoais, o que representa uma ameaça significativa na atual situação da política externa", lê-se numa nota explicativa que acompanha o projeto de lei.

15:35 | 05/07
Lusa

Zelensky acusa empresas gregas de ajudarem a Rússia a exportar petróleo

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, acusou esta terça-feira as empresas gregas de permitirem a continuação da exportação de petróleo russo, considerando que a situação "não corresponde aos interesses da Europa".

"As empresas gregas fornecem a maior parte da frota de navios para transporte de petróleo russo", disse, durante um discurso por videoconferência num fórum económico organizado em Atenas.

"Isto acontece numa altura em que outro recurso energético russo [o gás] está a ser usado como arma contra a Europa e contra o orçamento de todas as famílias europeias. Tenho a certeza de que isso não corresponde aos interesses da Europa, da Grécia ou da Ucrânia", acrescentou o Presidente ucraniano.

14:16 | 05/07
Lusa

Pró-russos anunciam exportação de cereais ucranianos para Médio Oriente

As autoridades pró-Moscovo de Zaporijia, cidade ucraniana controlada pelo Exército russo, anunciaram esta terça-feira um acordo para exportar cereais ucranianos para o Médio Oriente, dias após a partida do primeiro navio do porto de Berdyansk com várias toneladas de cereais.
14:01 | 05/07

Rússia diz que objetivos da invasão vão-se cumprir, apesar de ajuda militar a Kiev

O secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev, disse esta terça-feira que os objetivos da "operação militar especial" na Ucrânia vão cumprir-se apesar do "aumento" da ajuda militar estrangeira ao governo de Kiev.

Saiba mais em Correio da Manhã.
12:11 | 05/07

Funcionário separatista diz que tropas russas devem voltar para a região de Kiev

Um oficial da autoproclamada República Popular de Lugansk afirmou esta terça-feira que as tropas ucranianas deveriam voltar para a região de Kiev, de forma que os mísseis deixassem de ameaçar o povo do Donbass. A notícia é avançada pela agência de notícias RIA. 
12:08 | 05/07

Orador do parlamento russo afirma que a Ucrânia "se tornou num Estado terrorista"

Um orador do parlamento russo afirmou esta terça-feira que a Ucrânia "se tornou num Estado terrorista". 
08:18 | 05/07

Empresa de gás russo afirma que continua a fornecer a Europa via Ucrânia

A empresa de gás russo, Gazprom, informou que continua a enviar gás para a Europa via Ucrânia e disse que na terça-feira o volume do envio foi de 42.15 milhões de metros cúbicos (mcm).
22:53 | 04/07

Astronautas russos desfraldam bandeiras de regiões separatistas da Ucrânia no espaço

Três astronautas russos desfraldaram as bandeiras dos territórios autodeclarados separatistas de Lugansk e Donetsk, na Ucrânia, a bordo da Estação Espacial Internacional, de acordo com uma publicação no canal Telegram da agência espacial russa, Roscosmos.
16:42 | 04/07

Portugal vai reconstruir escolas na região ucraniana de Jitomir

Portugal vai ajudar na reconstrução de escolas na região ucraniana de Jitomir, a cerca de 150 quilómetros de Kiev, anunciou esta segunda-feira o ministro da Educação, João Costa.
15:22 | 04/07
Lusa

Zelensky pede participação do mundo democrático na reconstrução do país

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, apelou esta segunda-feira aos países democráticos para aderirem ao plano de reconstrução da Ucrânia, na abertura de uma conferência internacional em Lugano, Suíça, sobre o apoio ao país devastado pela guerra.

"A reconstrução da Ucrânia é a tarefa comum de todo o mundo democrático", afirmou Zelensky ao dirigir-se por videoconferência aos participantes na conferência de Lugano, citado pela agência francesa AFP.

Zelensky considerou que a participação no plano de reconstrução constituirá a "contribuição mais importante para a paz mundial" e ficará assinalada no território ucraniano.

15:02 | 04/07

Reino Unido anuncia novas sanções económicas e comerciais contra a Bielorrússia

O Reino Unido revelou esta terça-feira que vai introduzir novas sanções económicas, comerciais e de transporte à Bielorrússia, depois da invasão da Rússia à Ucrânia.

O novo pacote vai incluir proibições de importação e exportação de bens no valor de cerca de 60 milhões de libras, incluindo exportações de bens de refinação petrolífera, componentes de tecnologia avançada e bens de luxo, e importações de ferro e aço bielorrusso.

O Reino Unido vai também proibir que empresas bielorrussas possam emitir dívidas e títulos em Londres.

14:13 | 04/07

Viena subsidia empresas que comprem gás não russo

A Áustria anunciou que vai subsidiar empresas que levem gás natural não-russo para o país nos próximos meses no âmbito de um plano para reduzir rapidamente a elevada dependência do país, de 80%, dos fornecimentos da russa Gazprom.
12:50 | 04/07

Preço do gás natural sobe para máximo desde as primeiras semanas da invasão à Ucrânia

O preço do gás natural de referência na Europa ultrapassou esta segunda-feira 159 euros por megawatt hora (MWh), um máximo desde nove de março devido aos receios de um corte no fornecimento da Rússia através do gasoduto Nord Stream I.
12:31 | 04/07

Putin felicita tropas russas pela "libertação" de Lugansk

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, felicitou esta segunda-feira as tropas russas pela "libertação" da região ucraniana de Lugansk.

De acordo com a Reuters, Putin afirmou que as tropas envolvidas na operação de captura da região de Lugansk deveriam descansar, mas que outras unidades militares deveriam continuar a lutar.
12:20 | 04/07

Bandeira ucraniana hasteada na Ilha da Serpente

A porta-voz do comando do sul das Forças Armadas da Ucrânia, a Capitã Natalia Humeniuk, revelou esta segunda-feira que a bandeira do país foi novamente hasteada na Ilha da Serpente, de acordo com o The Kyiv Independent.
08:48 | 04/07

Rússia vai mudar o foco da guerra e tentar apoderar-se de Donetsk

A Rússia vai mudar o foco da guerra na Ucrânia e tentar apoderar-se de toda a região de Donetsk, depois de ter capturado Luhansk, afirmou o governador da região sob o domínio russo, esta segunda-feira.
08:38 | 04/07

Forças russas atacam escola secundária na região de Kharkiv

Três pessoas morreram num ataque à vila de Bezruky, na região de Khakiv.

As forças russas atingiram ainda uma escola secundária na região durante esta madrugada, revelou o governador da região ao jornal The Guardian, Synyehubov.
21:20 | 03/07

Zelensky promete restaurar o controlo de Lysychansk

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, prometeu este domingo restaurar o controlo de Lysychansk, no Donbass.

"Se os comandantes do nosso exército retirarem pessoas de certos pontos da frente, onde o inimigo tem a maior vantagem em poder de fogo, e isto também se aplica a Lysychansk, significa apenas uma coisa. Voltaremos graças às nossas tácticas, graças ao aumento do fornecimento de armas modernas", afirmou Zelensky.

17:46 | 03/07

Ucrânia confirma retirada das tropas de Lysychansk

O comando militar da Ucrânia revelou este domingo que as forças do país foram obrigadas a retirar-se da cidade de Lysychansk.

"A continuidade da defesa da cidade conduziria a consequências fatais. A fim de preservar as vidas dos defensores ucranianos, foi tomada a decisão da retirada das tropas", afirmou o comando militar ucranino nas redes sociais.
12:07 | 03/07

Ministro da defesa diz a Putin que Rússia já tem controlo total da região de Lugansk

O ministro da Defesa russo Serguei Shoigu afirmou este domingo que as forças russas controlam toda a região ucraniana de Lugansk, no Donbass, depois de conquistada a cidade-chave de Lisichansk, alvo de combates intensos nos últimos dias. 
09:31 | 03/07

Ucrânia atinge base russa em Melitopol

A Ucrânia atingiu uma base russa com mais de 30 ataques, na cidade de Melitopol, ocupada pela Rússia, segundo o presidente da câmara ucraniano. 
 
09:27 | 03/07

Pelo menos três pessoas morreram num explosão em Belgorod

Pelos menos três pessoas foram mortas e dezenas de edifícios ficaram danificados em Belgorod, na Rússia, segundo o governador local. 

A cidade que fica perto da fronteira com a Ucrânia, destruiu cerca de 11 prédios e 39 casas. 
19:34 | 02/07

Presidente da Bielorrússia afirma que "a Ucrânia tentou atingir alvos militares" no país

O presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, acusou este sábado a Ucrânia de ter tentado atacar o país.

De acordo com a Reuters, Lukashenko afirmou que o exército bielorrusso terá intercetado mísseis disparados da Ucrânia, que se dirigiam contra o país.

"Nós estamos a ser provocados. Há três dias, talvez mais, a Ucrânia tentou atingir alvos militares na Bielorrússia. Graças a Deus, os nossos sistemas anti-aéreos Pantsir intercetaram os mísseis disparados pelas forças ucranianas", declarou Alexander Lukashenko.
17:16 | 02/07
Lusa

Mais de 10 mil residentes de Mariupol estão presos em Donetsk

A Câmara Municipal de Mariupol, na Ucrânia, denunciou este sábado que há mais de dez mil residentes daquela cidade tomada pelas forças russas que estão presos na autoproclamada República Popular de Donetsk.
15:00 | 02/07

Forças pró-russas anunciam cerco total a cidade de Lugansk

As forças pró-russas rodearam completamente a cidade de Lisichansk, na região oriental de Lugansk, após ocuparem todas as localidades importantes ao redor da localidade, assegurou este sábado Andrei Marochko, porta-voz da milícia separatista.
11:17 | 02/07

Rússia diz ter atingido locais militares ucranianos em Donbas e na região de Mykolaiv

As forças russas destruíram cinco postos de comando do exército ucraniano em Donbass e na região de Mykolaiv com armas de alta precisão, atingindo também três locais de armazenamento na região de Zaporíjia, segundo o ministério da defesa. 
10:22 | 02/07

Ucrânia diz ter matado 120 soldados russos em 24 horas

As Forças Armadas da Ucrânia afirmaram este sábado ter matado 120 soldados russos em 24 horas, aumentando assim o total de baixas militares invasoras para 35.870. 
10:08 | 02/07

Polónia nomeia praça da cidade perto do consulado russo 'Praça heroica de Mariupol'

A Polónia nomeou a praça da cidade de Gdansk perto do consulado russo 'Praça heroica de Mariupol' . Esta decisão foi tomada em Abril e a cerimónia de abertura realizou-se no dia 1 de julho. 

Desta forma, a cidade homenageou a resistência dos militares ucranianos contra as forças russas, segundo o jornal The Kyiv Independent. 



08:01 | 02/07

Explosões ouvidas na cidade ucraniana de Mykolaiv

O presidente da câmara Oleksandr Senkevich disse este sábado que foram ouvidas fortes explosões na cidade ucraniana de Mykolaiv. 

"Há explosões poderosas na cidade! Fiquem em abrigos!", salientou Senkevich. 
23:24 | 01/07

Zelensky conversa com chefes de Estado de Argentina e Chile

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, reforçou esta sexta-feira a sua campanha para obter apoio da América Latina, com telefonemas dirigidos aos líderes da Argentina e do Chile.

Saiba mais em Correio da Manhã.
15:56 | 01/07

Ucrânia pede à Turquia que detenha navio de bandeira russa que transporta cereais ucranianos

A Ucrânia pediu à Turquia que detenha e prenda um navio de bandeira russa que transporta uma carga de cereais ucranianos, de acordo com a agência noticiosa Reuters
13:36 | 01/07

Alemanha diz que Putin deve ser responsabilizado após ataques em Odessa

A Alemanha condenou esta sexta-feira os ataques com mísseis em Odessa, afirmando que os ataques a civis são crimes de guerra. 

"O presidente Vladimir Putin e as tropas russas terão de ser responsabilizados", disse o porta-voz alemão durante uma reunião. 
13:26 | 01/07

Hungria opõe-se a novas sanções e recusa parar compras de gás russo

A Hungria irá vetar novas sanções da União Europeia (UE) contra a Rússia e recusa-se a parar as importações de gás russo, depois de ter cedido no petróleo, anunciou esta sexta-feira o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán.
11:34 | 01/07

Kremlin nega ataque russo a edifício residencial em Odessa

O Kremlin rejeitou as alegações de que mísseis russos atingiram um prédio de vários andares em Odessa, junto ao porto ucraniano do Mar Negro. 

O ataque fez pelo menos 18 mortos e 30 feridos, segundo as autoridades ucranianas. 
10:59 | 01/07

Putin diz que pressão política ocidental está a acelerar integração da Rússia com a Bielorrúsia

O presidente da Rússia Vladimir Putin referiu esta sexta-feira que a pressão política por parte do ocidente está a acelerar a integração do país com a Bielorrúsia. 

O ministro da defesa russo, Sergei Shoigu afirmou na semana passada que os dois países devem tomar medidas conjuntas urgentes para melhorar as suas capacidades de defesa. 
10:52 | 01/07

Kremlin diz que prisão da estrela de basquetebol dos EUA Brittney Griner "não tem motivação política"

O Kremlin disse esta sexta-feira que a prisão da jogadora de basquetebol dos EUA Brittney Griner "não tem motivação política".

Brittney Griner enfrenta uma pena de prisão até 10 anos na Rússia, depois de ter sido condenada por tráfico de drogas. 
09:28 | 01/07

Zelensky diz que Kiev começou a exportar eletricidade para a União Europeia

A Ucrânia começou a exportar eletricidade "de maneira significativa" para a UE, através da Roménia, anunciou o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

"Foi dado um passo importante na nossa aproximação à União Europeia" na quinta-feira, disse, na quinta-feira à noite, o líder da Ucrânia, país que recebeu na semana passada o estatuto de candidato à adesão à UE, aprovado pelos 27 Estados-membros.

09:28 | 01/07

Ursula von der Leyen pede à Ucrânia para acelerar luta contra a corrupção

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, pediu esta sexta-feira à Ucrânia para acelerar a luta contra a corrupção, garantindo ainda o apoio da União Europeia no "longo caminho" para a adesão ao bloco.

Numa intervenção no parlamento ucraniano por videoconferência, Von der Leyen saudou as reformas já adotadas para a criação de "uma impressionante máquina anticorrupção", sublinhando que estas "precisam de meios de ação e de boas pessoas em postos de responsabilidade".

08:46 | 01/07

Guerra na Ucrânia já matou pelo menos 343 crianças

A invasão russa à Ucrânia já matou pelo menos 343 crianças e feriu 635, segundo a Procuradoria-Geral da República. 
01:59 | 01/07

Ataque com míssil russo faz pelo menos 21 mortos em Odessa

Pelo menos 21 pessoas morreram depois de um míssil russo ter atingido esta sexta-feira um prédio de vários andares no porto de Odessa, na Ucrânia.
18:21 | 30/06

Ucrânia recebe empréstimo de 446.8 milhões de euros do Banco Mundial

A Ucrânia vai receber um empréstimo de 446.8 milhões de euros do Banco Mundial, tendo o Reino Unido garantido 424.6 milhões de euros.
17:23 | 30/06

Indonésia vai continuar a cooperar com a Rússia

O Presidente da Indonésia Joko Widodo disse esta quinta-feira que vai continuar a cooperar com a Rússia e acrescentou que era importante avançar com uma solução pacífica para o conflito na Ucrânia.
14:39 | 30/06

Putin diz que Rússia que continuar a ser o maior exportador mundial de trigo

O presidente russo, Vladimir Putin disse esta quinta-feira que Rússia vai continuar a esforçar-se a ser o maior exportador mundial de trigo e rejeitou as alegações de que Moscovo bloqueava as exportações agrícolas ucranianas. 
14:33 | 30/06

Nova "cortina de ferro" está a ser criada entre a Rússia e o Ocidente

Uma nova "cortina de ferro" está a ser criada entre a Rússia e o Ocidente, segundo o Ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov. 

"Já está praticamente a entrar em vigor", disse Lavrov. 
13:46 | 30/06

Ucrânia diz que equipamento russo na Ilha das Serpentes foi destruído

O equipamento russo que se encontrava na ilha das Serpentes foi destruído, segundo o general das forças armadas ucranianas, Oleksii Hromov. 

Este acrescentou que os militares ucranianos fariam o possível para que os navios que transportam cereais pudessem passar pelo Mar Negro. 
11:44 | 30/06

Rússia diz que mais de seis militares ucranianos se renderam ou foram capturados

A Rússia disse que mais de seis militares ucranianos se renderam ou foram capturados, segundo a agência noticiosa RIA que citou o Ministério da Defesa. 

A troca de 144 prisioneiros de guerra com a Ucrânia foi organizada por ordem direta do presidente russo, Vladimir Putin, referiram os serviços secretos ucranianos. 
10:21 | 30/06

Sobe para seis o número de mortos em ataque russo a prédio residencial em Mykolaiv

O número de mortos no ataque russo a um prédio residencial em Mykolaiv subiu para seis, segundo o governador da região. 

Os socorristas continuam a atravessar os escombros. 
10:09 | 30/06

Forças russas deixam ilha da Serpente

As forças russas retiraram-se da ilha da Serpente, como "um gesto de boa vontade", segundo o ministério de defesa. 

O ministério referiu que esta medida mostrou que a Rússia não está a impedir os esforços das Nações Unidas para organizar um corredor humanitário para exportar produtos agrícolas fora da Ucrânia. 
08:42 | 30/06

Invasão russa à Ucrânia já matou 341 crianças e feriu 631

A invasão russa à Ucrânia já matou 341 crianças e pelo menos 631, desde 24 de fevereiro, segundo a Procuradoria-Geral da Ucrânia. 
22:08 | 29/06

Putin diz que "não há problema" para a Rússia se a Finlândia e a Suécia aderirem à NATO

O presidente russo, Vladimir Putin, disse esta quarta-feira que "não há problema" para a Rússia se a Finlândia e a Suécia aderirem à NATO, de acordo com a agência de notícias AFP.

22:04 | 29/06

Putin nega responsabilidade russa em ataque a centro comercial de Kremenchuk

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, negou esta quarta-feira a responsabilidade russa no ataque ao centro comercial de Kremenchuk, que vitimou pelo menos 20 pessoas.
16:29 | 29/06

Chefe da República de Donetsk revela que foi realizada a troca de 144 prisioneiros com Kiev

O chefe da autoproclamada República de Donetsk, na Ucrânia, revelou, esta quarta-feira, que foi realizada a troca de 144 prisioneiros com Kiev, avançou a Reuters.

Entre eles, estão dezenas de combatentes que estiveram na metalúrgica Azovstal.
14:23 | 29/06

Síria reconhece a independência de Donets e Luhansk

A Síria reconheceu oficialmente a independência e soberania das duas regiões separatistas de Luhansk e Donetsk no leste da Ucrânia, disse esta quarta-feira a agência noticiosa estatal SANA, citando uma fonte do ministério dos negócios estrangeiros.

A presidência síria tinha afirmado a sua intenção de construir relações com as duas repúblicas separatistas em fevereiro.
13:30 | 29/06

Sobe para quatro número de mortos em ataque russo a prédio residencial em Mykolaiv

O número de pessoas que morreram num ataque a um edifício de apartamentos em Mykolaiv aumentou para quatro, segundo o Presidente da Câmara Oleksandr Sienkevych, citado pela Sky News. Cinco pessoas ficaram feridas.

Oito mísseis atingiram o edifício esta quarta-feira.

No total, 114 pessoas morreram até agora na cidade do sul de Mykolaiv durante a guerra, acrescentou o Presidente da Câmara.
12:49 | 29/06

Zelensky diz que a Rússia quer ditar uma futura ordem mundial

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse esta quarta-feira durante a cimeira da NATO que está a decorrer em Madrid, que a Ucrânia precisava de mais armas e dinheiro para se defender contra a Rússia. 

"Esta não é uma guerra travada pela Rússia apenas contra a Ucrânia", acrescenta. 


11:29 | 29/06

Papa Francisco diz que bombardeamento a centro comercial é um "ataque bárbaro"

O papa Francisco falou sobre o bombardeamento que aconteceu num centro comercial em Kremenchuk na Ucrânia, referindo-se a este como sendo um "ataque bárbaro". 

O ataque com mísseis russos provocou 18 mortos e pelos menos 59 feridos.

11:26 | 29/06

Reino Unido sanciona oligarca russo

O Reino Unido anunciou novas sanções ao oligarca russo Vladimir Potanin, que o descreve como o "segundo homem mais rico da Rússia", de acordo com comunicado de imprensa do governo britânico. 
10:13 | 29/06

Rússia diz ter atingido base de treino para mercenários estrangeiros na Ucrânia

O Ministério da Defesa russo disse esta quarta-feira que as suas forças realizaram ataques contra uma base de treino militar para "mercenários estrangeiros", perto da cidade de Mykolaiv, no sul da Ucrânia. 
08:55 | 29/06

Dois mortos em ataque russo a prédio residencial em Mykolaiv

Duas pessoas foram mortas e três ficaram feridas durante um ataque a um edifício residencial na cidade de Mykolaiv, de acordo com o governador regional Vitaly Kim.
20:29 | 28/06
Lusa

Zelensky apela à ONU para visitar o centro comercial alvo de ataque no centro da Ucrânia

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky sugeriu esta terça-feira ao Conselho de Segurança (CS) da ONU que envie "uma comissão de inquérito" para provar que o centro comercial de Krementchuk foi destruído por mísseis russos.

Zelensky, que intervinha por videoconferência no início da reunião de emergência daquele órgão, pedida pelo seu país, conseguiu que os 15 países representados, incluindo a Rússia, observassem um minuto de silêncio por "todos os ucranianos mortos na guerra".

"Se pudessem homenagear todos os ucranianos que foram mortos nesta guerra, todos os adultos, todas as nossas crianças, dezenas de milhares de pessoas... peço-vos que as homenageiem observando um minuto de silêncio", disse Zelensky, colocando-se de pé.

17:23 | 28/06
Lusa

Forças separatistas russófonas afirmam controlar 30% de Lysychansk

As forças separatistas russófonas já controlam 30 por cento da cidade de Lysychansk juntamente com o exército russo, indicou esta terça-feira Rodion Miroshnik, representante na Rússia das autoridades secessionistas de Lugansk.

"A situação em Lysychansk é boa. Segundo os nossos dados, foram libertados ou pelo menos está sob controlo das nossas forças aliadas cerca de 30% da cidade", afirmou na televisão estatal russa.

Segundo Miroshnik, as forças russas alcançaram o estádio Shakhtar, onde decorrem confrontos e se efetua "a limpeza deste território".

17:23 | 28/06

Equipas de resgate procuram sobreviventes nos escombros dos prédios alvo de ataques em Dnipro

As equipas de resgate estão à procura de pessoas sob escombros na cidade ucraniana oriental de Dnipro na terça-feira após uma greve de mísseis russos na região, disse o governador da região de Dnipropetrovsk, citado pela Reuters.

O oficial, Valentyn Reznychenko, disse que a infra-estrutura ferroviária e uma empresa industrial tinham sido danificadas na cidade e que uma empresa de serviços estava a arder.
15:07 | 28/06

Ator Sean Penn está a fazer documentário sobre a guerra da Rússia na Ucrânia

O ator Sean Penn está a realizar um documentário sobre a guerra da Rússia na Ucrânia. Este esteve em Kiev com o presidente ucraniano, e quis ver com os próprios olhos a destruição da inavsão. 

"Em breve o mundo inteiro verá a verdade sobre a guerra graças ao filme", disse Zelensky. 
14:48 | 28/06

Universidade de Cambridge lança pacote de ajuda a estudantes vindos da Ucrânia

A Universidade de Cambridge lançou um pacote de ajuda para estudantes que venham da Ucrânia. O pacote  inclui colocações residenciais totalmente financiadas para mais de 30 estudantes, segundo o jornal The Kyiv Independent. 
14:38 | 28/06

Presidente da Câmara Municipal da região de Energodar

O presidente da Câmara Municipal da região de Energodar, Borys Yarmolenko, está em cativeiro russo há cinco dias, segundo autarca da região, Dmytro Orlov. 
14:33 | 28/06

Forças russas sequestram presidente da câmara de Kherson

As forças russas sequestraram o presidente da câmara de Kherson, Ihor Kolykhaiev, segundo a conselheira do presidente. 
11:44 | 28/06

Rússia intensifica ataques na região de Lugansk. Duas mulheres encontradas mortas nas últimas horas

O exército russo bombardeou em larga escala toda a região de Lugansk, no leste da Ucrânia, nas últimas horas, com maior incidência no enclave de Lisichansk, sob controlo ucraniano junto à fronteira com a Rússia.

O chefe da administração militar da região de Lugansk, confirmou os "bombardeamentos em larga escala" numa mensagem publicada no Telegram.

11:43 | 28/06

G7 destina mais de quatro mil milhões de euros para combater insegurança alimentar

O grupo dos sete países mais industrializados do mundo (G7) alcançou esta terça-feira um compromisso no sentido de aplicar 4.700 milhões de euros em medidas para fazer face à "insegurança alimentar" provocada pela guerra na Ucrânia.
11:38 | 28/06

Líderes do G7 de acordo para limitar preço do petróleo russo

Os líderes do G7 chegaram a acordo para se estabelecer um preço máximo para o petróleo russo e atingir, assim, uma importante fonte de receitas de Moscovo, disse esta terça-feira um alto funcionário norte-americano.

O G7 vai "pedir aos ministros que trabalhem urgentemente para desenvolver um limite máximo para os preços do petróleo, consultando países terceiros e o setor privado, com o objetivo de estabelecer esse limite máximo", disse a fonte oficial da Casa Branca sob a condição de não ser identificada, citada pela agência francesa AFP.

10:03 | 28/06

Rússia expande lista de sanções dos EUA para incluir mulher e filha de Biden

A Rússia ampliou esta terça-feira a sua lista de sanções contra os EUA que incluem a mulher e a filha do presidente americano, Joe Biden, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.
00:04 | 28/06

Ex-presidente russo alerta para Terceira Guerra Mundial caso algum país da NATO invada a Crimeia

O antigo presidente russo, Dmitry Medvedev, referiu, esta segunda-feira, que qualquer invasão na península da Crimeia levada a cabo por um membro da NATO pode provocar uma declaração de guerra contra a Rússia e levar à "Terceira Guerra Mundial".
00:03 | 28/06

Zelensky classifica ataque russo a centro comercial como "ato terrorista"

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, classificou esta segunda-feira como um "vergonhoso ato terrorista" o ataque com mísseis russos a um centro comercial em Krementchouk, no centro da Ucrânia, que provocou pelo menos 13 mortos e 40 feridos.
00:02 | 28/06

Conselho de Segurança da ONU junta-se terça-feira para debater ataques contra civis na Ucrânia

A Ucrânia solicitou uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU sobre os últimos bombardeamentos russos contra alvos civis na Ucrânia, a ser realizada na terça-feira às 19h00 TMG (20h00 em Lisboa), anunciou esta segunda-feira a presidência albanesa.
00:00 | 28/06

Putin aceita convite para participar na cimeira do G20 na Indonésia

O Presidente russo Vladimir Putin aceitou o convite do G20 para participar numa cimeira na Indonésia, revelou o assessor presidencial Yury Ushakov aos meios de comunicação social esta a segunda-feira.
20:14 | 27/06

Oito mortos e 21 feridos em ataque com mísseis russos a Lysychansk

Pelo menos oito civis foram mortos e 21 ficaram feridos no ataque de mísseis russos a Lysychansk na segunda-feira, disse Serhiy Gaidai, governador da região de Luhansk, na aplicação de mensagens Telegram.

"Hoje, quando o povo civil estava a recolher água de um tanque de água, os russos atingiram a multidão", disse Gaidai.
20:11 | 27/06
Lusa

Diretor da Agência Internacional de Energia Atómica reafirma preocupação com central de Zaporizhzhya

O diretor da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA), Rafael Grossi, reafirmou esta segunda-feira as preocupações sobre a central nuclear ucraniana de Zaporizhzhya, sob controlo russo, e disse não se poder excluir a possibilidade de um acidente.

Falando aos jornalistas em Lisboa, após a assinatura de um protocolo com a Fundação Champalimaud, o responsável falou de uma "situação muito difícil" e disse que na Ucrânia a central de Zaporizhzhya é a que mais o preocupa, explicando que a AIEA está a negociar com russos e ucranianos uma forma de o organismo internacional poder fazer o controlo de segurança da central.

Zaporizhzhya é a maior central nuclear da Europa, com seis reatores, está a ser controlada pelas forças russas e operada por técnicos ucranianos, e "saiu completamente do controlo" da AIEA.

17:48 | 27/06

Quatro pessoas mortas em ataque russo em Kharkiv

Os bombardeamentos russos da cidade de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, mataram quatro pessoas e feriram 19 esta segunda-feira, disse o governador regional, citado pela Reuters.

"Os médicos estão a prestar toda a assistência necessária. As informações sobre o número de vítimas estão a ser atualizadas", disse Oleh Synehubov, governador da região de Kharkiv, na aplicação de mensagens telegráficas.

Não houve qualquer comentário imediato da Rússia, que nega ter como alvo os civis. 
16:57 | 27/06

Lituânia diz ter sido alvo de ataque informático por russos

Os websites estatais e privados da Lituânia foram alvo na segunda-feira de hackers russos que alegaram que o ataque era uma retaliação pela decisão de Vilnius de cessar o trânsito de algumas mercadorias ao abrigo das sanções da União Europeia para o exclave russo de Kaliningrado.

A autoridade fiscal da Lituânia afirmou, numa declaração, que tinha suspendido todas as atividades devido a um número invulgarmente elevado de tentativas de ligação aos seus sistemas, embora todos os dados fossem seguros.

"Os principais alvos são instituições estatais, instituições de transportes, sites web dos meios de comunicação", disse o Vice-Ministro da Defesa Margiris Abukevicius, num outro sinal de deterioração das relações entre a Lituânia, e a vizinha Rússia devido à invasão da Ucrânia por Moscovo em Fevereiro.

A Lituânia já tinha dito, esta segunda-feira, ter sido alvo de ataque informático e que a Rússia era "provavelmente" a culpada, avançou a AFP esta segunda-feira.
15:15 | 27/06

Civis feridos em ataque russo com mísseis num centro comercial em Kremenchuk

Um ataque com mísseis russos atingiu um centro comercial em Kremenchuk, segundo o governador Dmytro Lunin. 

"Infelizmente há vítimas", acrescentou o governador.
13:21 | 27/06

Kremlin assegura que Rússia não entrou em incumprimento

O Kremlin disse esta segunda-feira que não há "qualquer razão" para falar num incumprimento da Rússia, anunciado por alguns meios de comunicação, depois de detentores de obrigações russas não terem recebido os juros até à data limite.
13:06 | 27/06

NATO vai aumentar número das suas forças de elevada prontidão

A NATO irá aumentar o número das suas forças de elevada prontidão para mais de 300 mil militares, segundo o Secretário-Geral da NATO, Jens Stoltenberg.

Atualmente a NATO tem cerca de 400 mil militares. 

"Vamos transformar a força de resposta da NATO e aumentar o número de forças elevadas de prontidão para mais de 300 mil", disse Stoltenberg, em Madrid.
12:07 | 27/06

"Se a Ucrânia perder, todas as democracias perdem", diz primeiro-ministro italiano

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, referiu esta segunda-feira que os países do G7 estão unidos à Ucrânia porque uma derrota contra a Rússia seria uma derrota para todas as democracias. 

"Estamos unidos com a Ucrânia, porque se a Ucrânia perder, todas as democracias perdem", afirmou, durante uma sessão com o Volodymyr Zelensky. 
10:04 | 27/06

Ataque aéreo russo mata duas pessoas e fere cinco na região de Kharkiv

Um ataque aéreo russo matou esta segunda-feira um jovem de 21 anos e uma mulher de 57, sendo que feriu também cinco civis, segundo o chefe de administração da região de Kharkiv, Oleh Sinehubov. 
10:01 | 27/06

Zelensky pede ao G7 sistemas de defesa antiaérea, ajuda na exportação de cereais e novas sanções contra a Rússia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu esta segunda-feira ao G7 sistemas de defesa antiaérea, garantias de segurança, ajuda na exportação de cereais, novas sanções contra a Rússia e ajuda na reconstrução do país, segundo a agência Reuters
09:22 | 27/06

EUA anunciam novas sanções do G7 contra a indústria da defesa da Rússia

Os Estados Unidos da América anunciaram esta segunda-feira novas sanções do G7 contra a indústria de defesa russa. 

"Os líderes do G7 irão alinhar e expandir as sanções direcionadas para restringir ainda mais o acesso à Rússia", segundo referiu a Casa Branca. 
09:10 | 27/06

Governador regional da cidade ucraniana de Lysychansk recomenda a retirada de civis

As autoridades regionais recomendam aos civis esta segunda-feira que se retirem urgentemente da cidade ucraniana de Lysychansk, esta que está a ser atacada por forças russas. 

"A situação está muito difícil", disse Serhiy Gaidai, o governador da região de Lugansk. 
07:43 | 27/06

Rússia em incumprimentos pela primeira vez desde 1917 por não pagar dívida externa

A Rússia entrou pela primeira vez em incumprimento esta segunda-feira por não pagar a dívida externa, uma situação que não acontecia desde 1917, segundo avança a Bloomberg. 

Moscovo não realizou dois pagamentos até ao prazo limite, domingo, no valor de 100 milhões de dólares.
19:26 | 26/06

ONU estabelece "intensos contactos" para desbloquear exportação de alimentos da Ucrânia

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, manifestou-se este domingo muito preocupado com a situação na Ucrânia e adiantou que "tem havido intensos contactos" para desbloquear a exportação de produtos alimentares daquele país.
16:48 | 26/06

Alemanha e EUA trabalharão sempre juntos para garantir segurança da Ucrânia

O chanceler alemão, Olaf Scholz, afirmou este domingo que a Alemanha e os Estados Unidos da América vão trabalhar sempre juntos para garantir a segurança da Ucrânia.
11:13 | 26/06

Rússia ataca centros de formação em três regiões ucranianas

O Ministério da Defesa da Rússia afirmou este domingo ter utilizado armas de alta precisão para atingir três centros de treino do exército ucraniano nas regiões de Chernihiv, Zhytomyr e Lviv da Ucrânia, noticiaram as agências noticiosas russas.

Este madrugada, a Ucrânia afirmou que mísseis russos atingiram a capital ucraniana, que já não era alvo de ataques há quase três semanas.

Os ataques foram realizados nas vésperas de uma cimeira da NATO.
10:53 | 26/06

Imagens mostram equipas de resgate em prédio atingido em Kiev

Uma menina de sete anos foi resgatada com vida dos escombros de um prédio alvo de bombardeamentos russos no centro da capital da Ucrânia, Kiev, este domingo de madrugada. 

Uma mulher também foi resgatada dos escombros do prédio atingido na região de Kiev.
09:53 | 26/06

Ouvidas explosões no centro da cidade ucraniana Cherkasy

Foram ouvidas explosões na cidade central ucraniana Cherkasy este domingo, disse o governador regional Oleksandr Skichko na aplicação Telegram, citado pela Reuters.

Ele não deu mais pormenores.

Cherkasy tem estado praticamente intocável pelos bombardeamentos desde que a Rússia invadiu a Ucrânia em fevereiro.
07:05 | 26/06
Lusa

Explosões atingem Kiev de madrugada

O presidente da câmara de Kiev, Vitali Klitschko, disse que várias explosões foram sentidas este domingo de madrugada na capital ucraniana.

As explosões terão ocorrido no distrito de Shevchenkivsky, onde os serviços de emergência foram resgatar e evacuar os moradores, avançou o autarca na plataforma Telegram.

Os serviços de emergência disseram que, como resultado do bombardeamento russo, ocorreu um incêndio num prédio residencial de 9 andares que ficou parcialmente destruído no ataque.

O presidente da câmara, Vitali Klitschko, disse, citado pela Reuters, que os moradores estão a ser resgatados e retirados de dois prédios.

"Há pessoas sob os escombros", disse Klitschko no Telegram, acrescentando que várias pessoas já foram hospitalizadas.

Jornalistas da agência France Presse confirmaram pelo menos quatro explosões em Kiev, por volta das 06h30 deste domingo (04h30 em Lisboa), meia hora após se terem ouvido sirenes antiaéreas na capital, que não era atingida pelos bombardeios russos há quase três semanas.

18:14 | 25/06

Joe Biden e líderes do G7 concordam com proibição de importação de ouro da Rússia

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e os líderes dos G7 vão acordar uma proibição de importação de novo ouro da Rússia à medida que as sanções contra Moscovo continuam a ser alargadas, informação avançada este sábado à Reuters.
17:34 | 25/06

Rússia vai fornecer sistemas de mísseis com capacidade nuclear à Bielorrússia

Vladimir Putin, presidente da Rússia, afirmou este sábado durante uma reunião televisiva que vai fornecer sistemas de lançamento de mísseis Iskander-M, com capacidade nuclear, à Bielorrússia.
Estes mísseis têm um alcance até 500 quilómetros e podem ser utilizados como mísseis balísticos ou de cruzeiro, com cargas nucleares e convencionais.
16:31 | 25/06

Ucrânia vai continuar a defender Sievierodonetsk a partir de Lisychansk

O Chefe da Agência de Inteligência Militar ucraniana disse este sábado à Reuters que a Ucrânia vai continuar a defender a cidade de Sievierodonetsk a partir das terras mais altas de Lisychansk para obter uma vantagem tática.
16:00 | 25/06

Sevierodonetsk totalmente controlada pelas forças russas, revela presidente da Câmara

O presidente da câmara de Sevierodonetsk disse, este sábado, que as forças russas tinham ocupado completamente a cidade estratégica da linha da frente no leste da Ucrânia, após semanas de combates e bombardeamentos.

"A cidade encontra-se agora sob a ocupação total da Rússia. Estão a tentar estabelecer a sua própria ordem, tanto quanto sei nomearam algum tipo de comandante", disse o presidente da câmara Oleksandr Stryuk na televisão nacional.
11:49 | 25/06
Lusa

Exército acusa Bielorrússia de bombardear a região fronteiriça de Chernigiv

A Bielorrússia, aliado diplomático de Moscovo, bombardeou a região fronteiriça de Chernigiv, na Ucrânia, a nordeste de Kiev, disse este sábado o Exército ucraniano, acrescentando que o ataque não causou vítimas e afetou uma infraestrutura.

"Por volta das 05:00 [02:00 em Lisboa], a região de Chernigiv sofreu um bombardeio maciço de mísseis. Vinte 'rockets' atingiram a vila de Desna, disparados do território da Bielorrússia", informou o Comando Norte das tropas ucranianas, numa publicação na rede social Facebook, acrescentando que "não houve vítimas" nesta fase e apenas "uma infraestrutura foi afetada", sem indicar se se trata de uma instalação militar ou não.

Segundo a agência de notícias France-Presse, Kiev acusou a Rússia de estar a "arrastar" Minsk para a guerra.

08:30 | 25/06

Bombardeamento russo atinge instalações químicas onde civis estão abrigados, diz a Ucrânia

A Rússia lançou artilharia e ataques aéreos nas cidades gémeas de Sievierodonetsk e Lysychansk no sábado, atingindo uma fábrica química onde centenas de civis estavam abrigados, disse um porta-voz ucraniano, citado pela Reuters.

Serhiy Gaidai, governador da região de Luhansk, disse que as forças russas atacaram a zona industrial de Sievierodentsk e também tentaram entrar e bloquear Lysychansk.

"Houve um ataque aéreo a Lysychansk. Sievierodonetsk foi atingido pela artilharia", disse Gaidai na aplicação de mensagens Telegram, acrescentando que a fábrica química Azot em Sievierodonetsk e as aldeias de Synetsky e Pavlograd e outras foram bombardeadas.
08:12 | 25/06

Quatro feridos em ataque com mísseis a instalações militares em Yavoriv

O governador da região da Lviv, na Ucrânia, disse quatro pessoas ficaram feridas depois de quatro mísseis terem atingidos as instalações militares em Yavoriv este sábado de manhã, avançou a Reuters.
08:07 | 25/06

Rússia remove vários generais-chave da Ucrânia, diz Reino Unido

O Ministério da Defesa britânico disse, este sábado, que a Rússia tinha provavelmente retirado vários generais chave de comando no conflito da Ucrânia este mês.

"Desde o início de junho, o alto comando russo retirou muito provavelmente vários generais de papéis-chave de comando operacional na guerra na Ucrânia", disse o ministério na sua atualização diária no Twitter.

As forças ucranianas foram ordenadas a retirarem-se da cidade de Sievierodonetsk após semanas de ferozes combates de rua, a fim de limitar mais baixas e reagrupar.
07:47 | 25/06

São precisos 10 anos para encontrar alternativas para o transporte de cereais, diz Kiev

A Ucrânia precisaria de 10 anos para construir infraestruturas capazes de substituir os portos do mar Negro, cujo bloqueio pela Rússia impede a exportação de cereais para todo o mundo, disse esta sexta-feira o vice-ministro ucraniano da Política Agrária.
19:00 | 24/06

Três mil golfinhos morreram no Mar Negro desde o início da invasão russa à Ucrania

Três mil golfinhos morreram no Mar Negro desde o início da invasão russa na Ucrânia. O cientista ambientalista Ivan Rusiev afirmou que o aumento do ruído pode desorientar os golfinhos, que utilizam o som para navegar, fazendo com que sejam incapazes de encontrar alimento e morrer à fome.  
18:42 | 24/06

Tropas russas raptam civis na cidade ucraniana de Melitopol

Os raptos em massa de civis na cidade ucraniana de Melitopol pelas tropas russas começaram na semana-passada, segundo o presidente da câmara Ivan Fedorov. 

"Mais de 500 pessoas foram raptadas nos últimos quatro meses", acrescenta. 
18:08 | 24/06

Rússia diz que estatuto de candidato à UE para Ucrânia e Moldávia terá consequências negativas

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo disse esta sexta-feira que a decisão dos líderes da União Europeia de aceitar a Ucrânia e a Moldávia como candidatos à adesão terá consequências negativas. 

"Eles não estão a pensar nas consequências negativas deste passo", refere o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo. 
12:50 | 24/06

Guerra na Ucrânia pode deixar mais de 50 milhões de pessoas a passar fome, alerta Secretário de Estado dos EUA

A guerra da Rússia contra a Ucrânia irá fazer com que mais de 50 milhões de pessoas tenham necessidades alimentares, acabando mesmo por passsar fome, segundo o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken. 

"Não há outra razão para além do bloqueio russo à Ucrânia e da recusa da Rússia a exportar os seus próprios cereais por razões políticas", acrescenta Blinken. 
10:29 | 24/06

Hirske, em Luhansk, totalmemente "tomada" pelas tropas russas

O distrito Hirske, na região de Luhansk, na Ucrânia, foi totalmemente "tomada" pelas tropas russas a partir desta sexta-feira de manhã, avançou a Reuters.
07:55 | 24/06
Lusa

Governador de Lugansk diz que exército vai retirar de Severodonetsk

As forças ucranianas receberam ordens para retirar de Severodonetsk, no leste do país, palco de combates com o exército russo, anunciou esta sexta-feira o governador regional.

A tomada de Severodonetsk é uma etapa crucial no plano de conquista russa da bacia industrial de Donbass, parte da qual está nas mãos dos separatistas pró-russos desde 2014.

"As forças armadas ucranianas vão ter de se retirar de Severodonetsk. Receberam a ordem", declarou o governador de Lugansk, Serguei Gaidai, na plataforma de mensagens Telegram.

07:29 | 24/06
Lusa

Rússia intensifica ofensiva em Lugansk, diz exército ucraniano

O exército russo intensificou os ataques aéreos e terrestres em Severodonetsk e Lisichansk, principais cidades da região de Lugansk, no leste da Ucrânia, avançou esta sexta-feira o Estado-Maior das Forças Armadas ucraniano.

"As tropas russas continuam as operações ofensivas na zona operacional leste para obter o controle total das regiões de Donetsk e Lugansk", disse o Estado-Maior ucraniano, na rede social Facebook.

A Rússia "usou tanques, morteiros, canhões e foguetes de artilharia perto de locais como Lisichansk, Severodonetsk, Bila Hora, Vovchoiarivka, Spirne e Berestove", de acordo com o relatório, que menciona ainda ataques aéreos.

07:26 | 24/06

Quatro mortos em queda de avião de carga militar russo

Quatro pessoas morreram e cinco ficaram feridas depois de um avião de carga militar Ilyushin Il-76 se ter despanhado e incendiado ao aterrar perto da cidade russa ocidental de Ryazan esta sexta-feira, matando quatro das nove pessoas a bordo, informou a agência noticiosa RIA, citando as autoridades locais.

A agência noticiosa Interfax citou separadamente o Ministério da Defesa da Rússia, que salientou que o avião tinha sofrido uma avaria no motor durante um voo de treino. 
23:47 | 23/06

EUA estão a trabalhar com aliados para exportar cereais da Ucrânia

A Casa Branca afirmou esta quinta-feira que está a trabalhar com aliados para exportar os cereais da Ucrânia. Até ao momento afirmou que tem conseguido retirar alguns mas ainda não são suficientes.
20:34 | 23/06

Zelensky saúda estatuto de candidato à UE como "momento único e histórico"

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, saudou esta quinta-feira como "um momento único e histórico" a atribuição à Ucrânia do estatuto oficial de candidato à adesão à União Europeia (UE), uma decisão aguardada por Kiev em plena invasão russa.

Saiba tudo em Correio da Manhã.
18:26 | 23/06

EUA envia 427 milhões de euros em ajuda militar à Ucrânia

Os Estados Unidos da América vão enviar cerca de 427 milhões de euros em ajuda militar à Ucrânia, incluindo sistemas de foguetes, segundo confirmaram dois funcionários norte-americanos à Reuters
17:58 | 23/06

Canadá vai oferecer cerca de 184 milhões de euros à ONU para combater crise alimentar

O Primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, anunciou esta quinta-feira que o país norte-americano vai oferecer cerca de 184 milhões de euros à ONU para combater a crise alimentar que se instalou no mundo com a guerra na Ucrânia.
17:33 | 23/06

Reino Unido está disposto a ajudar os navios a exportar alimentos da Ucrânia

Boris Johnson afirmou que o Reino Unido está disposto a oferecer um seguro que ajude e encoraje os vários navios a exportar alimentos da Ucrânia.
14:03 | 23/06

Ucrânia vai iniciar primeiro julgamento de soldado russo acusado de violação

A Ucrânia vai realizar esta quinta-feira uma audiência do primeiro julgamento de um soldado russo acusado de violar uma mulher ucraniana durante a invasão russa. 

O suspeito, Mikhail Romanov de 32 anos, será julgado à revelia e é acusado também de assassinar um civil na região de Kiev, segundo a agência noticiosa Reuters. 

O Ministério da Defesa russo não fes comentários sobre esta audiência e Moscovo continua a negar as alegações de crimes de guerra. 
12:46 | 23/06

Vice-reitor da Universidade de Kherson foi libertado de cativeiro russo

O vice-reitor da Universidade Estatal de Kherson foi libertado de cativeiro russo nesta quinta-feira. Maksym Vinnyk foi raptado no dia 14 de junho pelos russos e foi libertado, segundo o reitor da Universidade,  Oleksandr Spivakovskyi. 
10:45 | 23/06
Lusa

Berlim ativa "nível de alerta" do plano para assegurar o fornecimento de gás

A Alemanha ativou esta quinta- feira o "nível de alerta" do plano para assegurar o fornecimento de gás que aproxima o país das medidas de racionamento, na sequência de uma queda de 60% nas entregas de Moscovo através do gasoduto Nord Stream.

"Encontramo-nos numa crise de gás. O gás é agora um recurso escasso", disse o ministro da Economia, Robert Habeck, numa conferência de imprensa.

O Governo poderá "apoiar" os intervenientes no mercado para fazer face aos preços elevados.

10:34 | 23/06

Rússia diz ter atingido Mykolaiv com armas de alta precisão

O ministério da Defesa russo disse esta quinta-feira ter utilizado armas de alta precisão para atacar tanques de combustível e equipamento militar do exército ucraninano, perto de Mykolaiv, de acordo com a agência de notícias Interfax.
10:25 | 23/06

PM albanês diz à Ucrânia para não se iludir com aceitação de candidatura

O primeiro-ministro albanês, Edi Rama, aconselhou esta quinta-feira a Ucrânia a "não se iludir" com promessas de adesão à União Europeia (UE), adiantando que o seu país aguarda há oito anos a luz verde dos 27.
10:17 | 23/06

Reino Unido anuncia novas sanções contra a Rússia

O Reino Unido anunciou esta quinta-feira um novo conjunto de sanções comerciais contra a Rússia, de acordo com um aviso pubicado no site do governo. 

As novas medidas incluem a proibição de exportações para a Rússia de diversos bens e tecnologia, a exportação de combustível para aviões e a exportação de notas em libras. 
10:03 | 23/06
Lusa

G7 vai apresentar propostas para aumentar a pressão sobre Moscovo

A cimeira do Grupo dos 7 (G-7), no final de semana, na Alemanha, vai concluir com "um conjunto de propostas concretas para aumentar a pressão sobre a Federação Russa e mostrar um apoio coletivo à Ucrânia".

O anúncio foi feito por um dirigente da Casa Branca, na quarta-feira, que não detalhou as medidas, depois de os ocidentais terem multiplicado os anúncios de sanções contra o regime de Vladimir Putin.

A mesma fonte indicou que a energia, cujo custo subiu acentuadamente no mundo, vai estar "no centro das discussões" entre os dirigentes de Alemanha, Canadá, EUA, França, Itália, Japão e Reino Unido.

10:02 | 23/06
Lusa

Rússia lançou ciberataques contra 42 países aliados de Kiev

Moscovo lançou ciberataques contra 42 países que apoiam os ucranianos, como os Estados Unidos, a Polónia ou os países bálticos, desde o início da invasão russa da Ucrânia, destaca esta quarta-feira uma investigação da gigante tecnológica Microsoft.

O presidente da empresa norte-americana, Brad Smith, explicou numa publicação no blogue oficial da Microsoft que as agências de inteligência russas aumentaram a penetração em redes e as atividades de espionagem contra países aliados da Ucrânia, desde o início do conflito, em 24 de fevereiro.

"Na Microsoft, detetamos tentativas de invasão de rede por parte da Rússia a 128 organizações em 42 países fora da Ucrânia", destacou Smith.

09:40 | 23/06

Explosões ouvidas na cidade ucraniana de Mykolaiv

Foram ouvidas esta quinta-feira várias explosões na cidade de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, revelou o Presidente da Câmara Oleksandr Senkevych que pediu ainda à população para se abrigar.


09:22 | 23/06

Mais de 150 monumentos ou sítios danificados ou destruídos pela guerra na Ucrânia

Mais de 150 monumentos ou sítios históricos protegidos foram total ou parcialmente destruídos em quase quatro meses de guerra na Ucrânia, anunciou esta quinta-feira a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Educação e a Cultura (Unesco).
07:15 | 23/06

Russos capturam duas colónias ucranianas perto de Lysychansk

As tropas russas capturaram as colónias de Loskutivka e Rai-Oleksandrivka, a sul das cidades de  Lysychansk e Sievierodonetsk, na Ucrânia, revelou esta quinta-feira o governador de Lugansk, Serhiy Gaidai.

As forças ucranianas continuam a defesa de Sievierodonetsk e das povoações próximas de Zolote e Vovchoyrovka, adiantou ainda Gaidai.
07:14 | 23/06
Lusa

Kiev espera apoio unânime dos líderes da EU a candidatura

A dirigente responsável pelo pedido de estatuto de país candidato à adesão à UE disse estar "100%" certa de que todos os 27 países aprovarão a candidatura da Ucrânia, durante uma cimeira que arranca esta quinta-feira.

A vice-primeira-ministra para a Integração Europeia e Euro-Atlântica ucraniana, Olha Stefanishyna, lembrou na quarta-feira que a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, já demonstrou apoio à candidatura da Ucrânia, uma decisão que "mudou as regras do jogo" e abalou "os mais indecisos".

Em entrevista à agência Associated Press, Stefanishyna admitiu que os Países Baixos, a Suécia e a Dinamarca estavam relutantes em iniciar negociações de adesão com a Ucrânia durante a invasão da Rússia, mas diz que, entretanto, mudaram de opinião.

23:36 | 22/06

Líderes do G7 e da OTAN vão tentar aumentar pressão sobre a Rússia

Os líderes dos G7 e da OTAN admitem que vão aumentar a pressão sobre a Rússia em relação à Guerra na Ucrânia, nas reuniões da próxima semana, deixando claro que continuam preocupados com a China.
22:00 | 22/06

EUA oferecem ajuda a países que tenham dificuldades nas exportações russas de alimentos

Os Estados Unidos da América ofereceram, esta quarta-feira, ajuda a todos os países que tenham dificuldade nas exportações russas de alimentos e fertilizantes, anunciou o secretário adjunto do Departamento de Assuntos Económicos e Empresariais dos EUA, Ramin Toloui.
20:00 | 22/06

Kiev nega qualquer avanço sobre exportação de cereais pelo mar Negro

A Ucrânia disse esta quarta-feira que não foi registado qualquer avanço concreto na questão dos cereais bloqueados nos seus portos na sequência da invasão russa, após as declarações otimistas de Ancara.
16:53 | 22/06

Mais de 8 milhões de pessoas atravessaram a fronteira da Ucrânia desde o início da guerra

Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) anunciou que mais de 8 milhões de pessoas atravessaram a fronteira da Ucrânia para escapar à guerra, desde 24 de fevereiro.
16:29 | 22/06

Moscovo promete retaliar em resposta à decisão dos EUA de impedir que avião russo retire diplomatas do país

Os EUA proibiram a Rússia de ir buscar diplomatas russos e as respetivas famílias do território americano, disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, esta quarta-feira.
Moscovo prometeu retaliação à decisão dos EUA.
16:23 | 22/06

Zelenskiy acredita que todos os membros da UE apoiem a candidatura da Ucrânia à união

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, disse esta quarta-feira que acredita que todos os 27 estados-membros da União Europeia apoiem a candidatura ucraniana para integrar também essa mesma união económica e política.
14:54 | 22/06

Pelo menos quatro mortos e 4 feridos em explosão numa base militar na Rússia

Ocorreu uma explosão numa base militar russa perto da região Vladimir, na Rússia.

De acordo com a HB - imprensa russa - a explosão matou quatro pessoas e feriu outras com gravidade.

14:43 | 22/06

Scholz diz que Alemanha vai defender aliados da NATO

 O Chanceler alemão, Olaf Scholz, afirmou esta quarta-feira que a Alemanha vai defender os aliados da NATO na Europa de Leste. Scholz acrescentou ainda que o país está a reequipar o exército de forma a defender os aliados e a si próprio contra qualquer futuro ataque.

"Na maior crise de segurança da Europa durante décadas, a Alemanha está a assumir uma responsabilidade muito especial", disse Scholz num discurso ao Parlamento sobre as próximas cimeiras da União Europeia, G7 e NATO.
13:31 | 22/06

Navio turco deixa porto de Mariupol após negociações em Moscovo

Um navio mercante turco zarpou esta quarta-feira do porto ucraniano de Mariupol, após conversações entre delegações da Rússia e da Turquia em Moscovo sobre o bloqueio de cereais na Ucrânia, anunciou o Ministério da Defesa turco.
10:23 | 22/06

Sete mísseis russos atingem cidade ucraniana Mykolaiv, diz governador regional

Sete mísseis russos atingiram a cidade de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, esta quarta-feira, disse o governador regional Vitaliy Kim, citado pela Reuters.

Numa declaração através da aplicação de mensagens Telegrama, Vitaliy Kim não avançou mortos ou feridos.
09:40 | 22/06

Fotojornalista foi "executado a sangue-frio" por tropas russas na Ucrânia, diz ONG

O fotojornalista ucraniano Maks Levin, cujo corpo sem vida foi encontrado em abril, a 20 quilómetros a norte de Kiev, foi "executado a sangue-frio" por tropas russas, avançou a organização não-governamental (ONG) Repórteres Sem Fronteiras (RSF).
09:36 | 22/06

Incêndio em fábrica petrolífera russa em Novoshakhtinsk começa após drones ucranianos a sobrevoarem

Um incêndio na refinaria russa de Novoshakhtinsk, na região de Rostov, começou após dois drones ucranianos terem sido avistados sobre a fábrica, avançou a TASS esta quarta-feira.

"Um deles causou um impacto, colidindo com uma unidade de transferência de calor, e foi aí que o incêndio começou. O segundo voou para longe", salientou uma fonte das autoridades locais.

O serviço de emergência local disse que o incêndio foi apagado, mas os serviços foram suspensos.
23:40 | 21/06

Rússia acusada de violar espaço aéreo da Estónia com helicóptero

Nação báltica convocou embaixador russo para discutir "grave e lamentável" incidente.

Saiba mais em Correio da Manhã.
23:20 | 21/06

Zelenskiy diz que situação militar em Luhansk está muito complicada

Zelenskiy afirmou que a situação militar na região oriental de Luhansk está muito complicada devido aos intensos esforços da Rússia para expulsar as tropas ucranianas do território.
20:05 | 21/06

Detido suspeito de passar informações à Rússia dentro do governo ucraniano

Um responsável sénior do governo ucraniano foi detido depois de ser suspeito de passar informações à Rússia sobre a defesa e dados pessoais de oficiais da justiça.
18:53 | 21/06

Pelo menos 15 civis foram mortos por bombardeamentos russos em Kharkiv

O governador regional informou que, nesta terça-feira, pelo menos 15 civis foram mortos em Kharkiv, vítimas de bombardeamentos russos.
17:25 | 21/06

Ministério da Defesa da Rússia vai falar com a Turquia sobre o corredor de cereais

O Ministério da Defesa da Rússia irá discutir com a Turquia a possível criação de um corredor no Mar Negro para o abastecimento de cereais ucranianos, informou a agência noticiosa TASS esta terça-feira, que citou o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.
15:44 | 21/06
Lusa

Procurador-geral dos EUA reuniu-se na Europa com homóloga ucraniana

O procurador-geral dos Estados Unidos fez esta terça-feira uma visita surpresa à Ucrânia, onde discutiu com a procuradora-geral ucraniana formas de processar os autores de crimes de guerra, revelou um responsável da Justiça norte-americano.

O encontro entre Merrick Garland e Iryna Venediktova centrou-se nos "esforços dos EUA e internacionais para ajudar a Ucrânia a identificar, deter e processar os envolvidos em crimes de guerra e outras atrocidades na Ucrânia", segundo aquela fonte.

O procurador-geral norte-americano, que estará em França hoje à noite para uma reunião com os seus homólogos europeus, encontrou-se com a homóloga ucraniana não muito longe da fronteira polaca, de acordo com breves imagens transmitidas pelo canal Fox.

14:57 | 21/06

Zelensky falou com António Costa e agradeceu apoio de Portugal na adesão da Ucrânia à UE

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, falou, esta terça-feira, com primeiro-ministro António Costa, através de chamada telefónica, para lhe agradecer o apoio de Portugal à vontade da Ucrânia de ter tornar membro da União Europeia. 
12:42 | 21/06
Lusa

Governador de Luhansk acusa Rússia de causar "destruição catastrófica"

O governador ucraniano da região de Lugansk acusou esta terça-feira o exército russo de estar a causar uma "destruição catastrófica" em Lyssychansk, uma cidade vizinha de Severodonetsk na região do Donbass, no leste da Ucrânia.

"Combates [em curso] na zona industrial de Severodonetsk e destruição catastrófica em Lyssychansk", descreveu Serguei Gaidai na rede social Telegram, segundo a agência noticiosa francesa AFP.

Gaidai admitiu que as últimas 24 horas foram difíceis para as forças ucranianas.

11:45 | 21/06

Rússia vai reforçar forças armadas

A Rússia vai reforçar ainda mais as forças armadas, revelou esta terça-feira o Presidente russo Vladimir Putin.

"Vamos continuar a desenvolver e reforçar as nossas forças armadas, tendo em conta potenciais ameaças e riscos militares", disse Putin em comentários televisivos, citado pela Reuters.

O presidente russo acrescentou que os mísseis balísticos intercontinentais Sarmat recentemente testados na Rússia, capazes de transportar 10 ou mais ogivas e chamarizes nucleares, seriam destacados para o serviço até ao final do ano.
11:19 | 21/06

Rússia condena proibição de trânsito da Lituânia para Kaliningrado e promete retaliação

O Kremlin, citado pela Reuters, chamou "sem precedentes" à decisão da Lituânia de proibir o trânsito de algumas mercadorias para a região russa de Kaliningrado e prometeu responder esta segunda-feira.

As autoridades lituanas proibiram o trânsito de mercadorias que são sancionadas pela União Europeia através do seu território, o que inclui a única rota ferroviária entre a Rússia continental e o exclave de Kaliningrado no Mar Báltico. As mercadorias proibidas incluem carvão, metais, materiais de construção e tecnologia avançada.
11:14 | 21/06

Rússia diz que Ucrânia não tentou retomar conversações de paz entre os dois países

A Rússia acusou a Ucrânia, esta terça-feira de não retomar as negociações de paz entre os dois países.

De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, citado pela Reuters, na semana passada Moscovo estava pronto para reiniciar as conversações de paz com a Ucrânia, que têm estado paradas desde abril, mas não tinha recebido qualquer resposta de Kiev às suas propostas.
07:22 | 21/06

Rússia quer controlar toda a região de Luhansk até domingo, revela Kiev

A vice-ministra da Defesa ucraniana afirmou que o Kremlin ordenou aos militares russos que conquistassem toda a região de Luhansk, no leste da Ucrânia, até domingo.
22:47 | 20/06

Moscovo convoca o embaixador da UE na Rússia sobre o trânsito de Kaliningrado

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo vai convocar, na próxima terça-feira, o embaixador da União Europeia em Moscovo, Markus Ederer, para falar sobre a proibição do trânsito de mercadorias sob sanções da UE através de Kaliningrado, disse esta segunda-feira o governador de Kaliningrado.
14:20 | 20/06

Várias explosões abalam porto de Odessa no mar Negro

Várias explosões abalaram o porto ucraniano do Mar Negro de Odessa esta segunda-feira depois de o chefe russo da península da Crimeia anexada ter dito que as forças ucranianas tinham atacado plataformas de perfuração pertencentes a uma empresa de petróleo e gás da Crimeia.

Um porta-voz da administração regional confirmou que tinham ocorrido explosões em Odessa, mas não deu mais pormenores. Ele não disse se tinha havido vítimas.

Oleksiy Honcharenko, um legislador de Odessa, disse que a cidade parecia ter sido atacada no que descreveu como "vingança pelos nossos bombardeamentos matinais de plataformas petrolíferas perto da Crimeia".

Sergei Aksyonov, que foi instalado por Moscovo como chefe da região da Crimeia que a Rússia anexou em 2014, disse que as plataformas de perfuração pertencentes à companhia energética Chernomorneftegaz tinham sido atacadas no Mar Negro ao largo da costa sul da Ucrânia. 

Três pessoas foram feridas, e estava em curso uma busca por sete trabalhadores, disse Sergei Aksyonov, num 'post' na aplicação de mensagens Telegram.

As plataformas de perfuração estavam localizadas a 71 km (44 milhas) de Odessa. 
12:35 | 20/06
Lusa

União Europeia estende por mais um ano sanções à Rússia por anexação da Crimeia

O Conselho da União Europeia (UE) decidiu esta segunda-feira estender por mais um ano, até junho de 2023, as sanções à Rússia pela anexação ilegal da Crimeia e da cidade de Sevastopol, territórios reconhecidos como pertencentes à Ucrânia.

Em comunicado, a estrutura que junta os Estados-membros da UE indica que "o Conselho decidiu hoje renovar as sanções introduzidas pela UE em resposta à anexação ilegal da Crimeia e da cidade de Sevastopol pela Federação Russa, até 23 de junho de 2023".

Em causa estão medidas restritivas já em vigor que foram introduzidas pela primeira vez em junho de 2014, após a anexação vista como ilegal pela UE, abrangendo proibições que visam as importações para o espaço comunitário de produtos provenientes da Crimeia ou Sevastopol, assim como investimentos infraestruturais ou financeiros e serviços turísticos provenientes da Crimeia ou Sevastopol.

09:22 | 20/06

Bloqueio russo a exportações de cereais é "crime de guerra", salienta Borrell

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, acusou esta segunda-feira a Rússia de praticar "um verdadeiro crime de guerra", com o bloqueio das exportações de cereais ucranianos a contribuir para aumentar a fome no mundo.
07:17 | 20/06

Zelensky teme que Rússia "intensifique ataques" antes de decisão da União Europeia


O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse no domingo à noite temer que "a Rússia intensifique os ataques esta semana", antes da discussão sobre a candidatura da Ucrânia à adesão à UE.
22:32 | 19/06

Zelensky espera que Rússia intensifique os ataques à Ucrânia enquanto Kiev aguarda decisão da UE

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse este domingo que espera que a Rússia intensifique os ataques à Ucrânia, enquanto Kiev aguarda esta semana uma decisão da União Europeia sobre a concessão ao país do estatuto candidato.

"Obviamente, esta semana devemos esperar da Rússia uma intensificação das suas atividades hostis", disse Zelensky no seu discurso noturno em vídeo.

"E não só contra a Ucrânia, mas também contra outros países europeus". Estamos a preparar-nos. Estamos prontos", afirmou ainda o presidente ucraniano.

15:11 | 19/06

Parlamento ucraniano proíbe música russa nos media e nos espaços públicos

O parlamento ucraniano proibiu este domingo a transmissão de música russa nos meios de comunicação e nos espaços públicos do país.

A lei também proíbe a transmissão pública de música criada por aqueles que apoiam a guerra da Rússia.

As restrições deverão ser levantadas assim que a Ucrânia recuperar todos os territórios.
14:22 | 19/06

16 feridos em ataque russo em Mykolaiv

Os ataques russos na cidade de Mykolaiv provocaram 16 feridos, segundo o chefe do concelho da região. algumas regiões da cidade como por exemplo Bereznehuvatska, Kutsurubska, Halitsynivska, e Pervomaiska ficaram debaixo de fogo. 
13:36 | 19/06

Kiev diz ter repelido ataques russos, NATO prevê conflito longo na Ucrânia

O Exército ucraniano informou este domingo que repeliu ataques russos perto de Severodonetsk, no leste do país, palco de combates sangrentos numa guerra que, segundo a NATO, pode durar anos.

"As nossas unidades repeliram o ataque na área de Toshkivka", disseram militares ucranianos na rede social Facebook, acrescentando que "o inimigo recuou e está a reagrupar-se".

12:13 | 19/06

Rússia diz ter atingido fábrica em Kharkiv

A Rússia atingiu com mísseis uma fábrica de reparação de tanques em Kharkiv, segundo o Ministério da Defesa russo. 

O Ministério referiu ainda que foram destruídos 20 veículos militares na cidade ucraniana de Mykolaiv. 
12:11 | 19/06

Rússia deporta à força 300 mil crianças ucranianas

Mais de 1,9 milhões de ucranianos foram deportados à força desde o início da invasão russa na Ucrânia, sendo que mais de 307 mil foram crianças, segundo a agência noticiosa Interfax. 
12:09 | 19/06

Rússia denuncia bloqueio parcial do trânsito entre a Lituânia e Kaliningrado

A Rússia denunciou este domingo o bloqueio parcial pela Lituânia do trânsito de mercadorias para o enclave báltico de Kaliningrado, que descreveu como uma violação do direito internacional por parte deste país e da União Europeia (UE).

"Como país membro da UE, a Lituânia, no âmbito das sanções, viola uma série de atas internacionais juridicamente vinculativas que afetam não apenas as obrigações da Lituânia, mas também da União Europeia como um todo", disse o vice-presidente do Senado russo, Konstantin Kosachov, no seu canal do Telegram.
12:08 | 19/06

Alemanha vai reforçar uso do carvão face à redução nas entregas de gás russo

A Alemanha vai adotar medidas de urgência para garantir a segurança do abastecimento face à redução nas entregas de gás russo, nomeadamente reforçando a utilização das centrais a carvão para produção de eletricidade, anunciou este domingo o Governo.

"Para reduzir o consumo de gás, tem de ser menos utilizado para a produção de eletricidade. Em alternativa, as centrais a carvão terão de ser mais usadas", afirmou hoje o Ministério da Economia em comunicado.

12:07 | 19/06

Líder da NATO avisa que guerra na Ucrânia pode durar anos

O secretário-geral da NATO avisou numa entrevista publicada este domingo no diário alemão Bild que a guerra na Ucrânia pode durar anos, na qual exortou os países ocidentais a manterem o seu apoio a Kiev.

"Temos de estar preparados para que isto dure anos", disse Jens Stoltenberg.

00:06 | 19/06

Sobe para 11 o número de feridos em ataque a depósito de combustível na Ucrânia

De acordo com Administração Militar Regional, o ataque ao depósito de combustível na cidade ucraniana de Novomoskovsk causou 11 feridos. 

Uma das vítimas está em estado grave. 
00:04 | 19/06

Zelensky visita regiões fortemente atacadas em Lugansk

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, visitou este sábado as regiões fortemente atacadas em Lugansk. 

Zelensky esteve em Mykolayiv e Odessa.

19:12 | 18/06

Mísseis russos destroem depósito de combustível no nordeste de Dnipro

Três mísseis russos destruíram este sábado um depósito de combustível na cidade ucraniana de Novomoskovsk, no nordeste de Dnipro. Três pessoas ficaram feridas e foram levadas para o hospital, de acordo com uma mensagem do chefe de administração, Valentyn Reznichenko.
16:46 | 18/06

Cinco civis regressam à Ucrânia em troca com prisioneiros russos

Cinco civis ucranianos regressaram à Ucrânia numa troca com cinco prisioneiros russos, revelou este sábado a direção de inteligência de defesa da Ucrânia.

Os civis ucranianos foram feitos prisioneiros durante a ocupação das tropas russas na região de Kiev, revelou ainda a direção de inteligência de defesa ucraniana. 

Durante a troca foi ainda recuperado o cadáver de um civil ucraniano.
16:18 | 18/06

Bombardeamento em Donetsk faz cinco mortos e 12 feridos

Cinco civis foram mortos e 12 ficaram feridos num bombardeamento na cidade de Donetsk, na Ucrânia, disseram autoridades locais este sábado.
14:43 | 18/06

Carro de chefe prisional russo explode em ataque em Kherson

Um carro russo explodiu num ataque em Kherson neste sábado. Segundo a agência noticiosa estatal russa, tratou-se de uma "tentativa de assassinato" contra Yevhen Soboliev, o chefe de uma prisão em Kherson, que está ocupada pela Rússia. 
12:03 | 18/06

Zelensky visita cidade de Mykolaiv, no sul do país ucraniano

O presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky visitou a cidade de Mykolaiv, no sul do país ucraniano. 

"O presidente inspecionou o edifício de administração estatal regional de Mykolaiv, que foi destruído em resultado de uma ataque pelas forças russas", afirmou o gabinete de Zelensky. 
10:58 | 18/06

Governo britânico deve manter o apoio a Kiev, segundo o primeiro-ministro Boris Johnson

O primeiro-ministro Boris Johnson diz que é importante que o Reino Unido continue a mostrar que apoia a Ucrânia a longo prazo. 

"Os russos estão a andar para a frente, e é vital para nós mostrar o que sabemos ser verdade: É a Ucrânia que pode e vai ganhar", diz Boris Johnson durante a sua visita a Kiev. 

10:34 | 18/06

Zelensky anuncia libertação de médica depois de ter estado em cativeiro em Mariupol

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, anunciou na sexta-feira a libertação da voluntária e médica Yulia Payevska, que foi capturada no dia 16 de março pelas forças russas de Mariupol. 

"Estou feliz por anunciar que conseguimos libertar a médica ucraniana. Continuaremos a trabalhar para libertar todo o nosso povo", afirmou Zelensky numa vídeo-chamada. 


09:56 | 18/06

Ucrânia pode vir a retomar conversações com a Rússia em agosto

A Ucrânia pode vir a retomar as conversações com a Rússia no mês de agosto, segundo o legislador David Arakhamia, principal negociador da entre os dois países. 
08:05 | 18/06

Mísseis russos atingem refinaria na cidade ucraniana de Poltava

O governador da cidade de Poltava, Dmytro Lunin, disse que seis a oito mísseis atingiram a refinaria local durante a madrugada deste sábado. A fábrica não deverá estar operacional até ao final do ano. 
08:01 | 18/06

Forças russas renovam esforços para avançar a sul da Ucrânia

As forças russas renovaram os seus esforços para avançar a sul da cidade de Izium, no leste da Ucrânia, nas últimas 48 horas, segundo o Ministério de Defesa britânico. 

O objetivo é chegar, de maneira mais profunda, à região de Donetsk, acrescentou o ministério no Twitter. 
22:44 | 17/06

Rússia corta metade do fornecimento de gás natural à Eslováquia

A Rússia cortou esta quinta-feira metade do gás que fornece à Eslováquia, informou hoje o diretor da Slovak Gas Company (SPP), Richard Prokypcak, que, por outro lado, descartou haver problemas de abastecimento no país atualmente.

Richard Prokypcak especificou que desde a última terça-feira tem havido uma queda crescente no fornecimento, que começou com 10%, na quinta-feira subiu para 30% e a partir de hoje só recebe 50% do volume de gás acordado com a gigante russa Gazprom.

A Eslováquia juntou-se, assim, a outros países europeus, como Alemanha, França, Itália e Áustria, que viram as entregas reduzidas de gás russo depois de a Gazprom ter anunciado reduções nos volumes fornecidos à Europa pelo gasoduto Nord Stream I.

16:20 | 17/06

Rússia avança ter abatido 19 mercenários portugueses na Ucrânia. Ainda há 68 a combater

O Ministério da Defesa russo revelou esta sexta-feira que matou 19 mercenários portugueses que saíram de Portugal para lutar ao lado das tropas russas durante a invasão na Ucrânia. 
12:18 | 17/06

Comissão dá parecer favorável para que Ucrânia receba estatuto de candidato à UE

A Comissão Europeia propôs esta sexta-feira que a Ucrânia tenha estatuto de país candidato a estado-membro da União Europeia (UE), segundo a chefe da Comissão Europeia Ursula von der Leyen. 
12:18 | 17/06

Eurovisão 2023 não vai ser na Ucrânia mas já há um forte candidato

O Festival da Eurovisão poderá não ser realizado na Ucrânia devido à invasão russa e à consequente guerra a decorrer no país europeu, segundo mencionou a União Europeia de Radiofusão esta sexta-feira. 
09:24 | 17/06

Invasão russa já matou pelo menos 322 crianças e feriu mais de 581

A invasão russa na Ucrânia já matou pelo menos 322 crianças e feriu mais de 581 desde o dia 24 de fevereiro.

Espera-se que os números sejam mais elevados uma vez que não incluem as baixas nas áreas que ainda estão ocupadas pela Rússia, segundo a Procuradoria-Geral da República. 
08:40 | 17/06

Ucrânia diz ter atingido rebocador naval russo com mísseis

A Ucrânia atingiu esta sexta-feira um rebocador naval russo com mísseis, que transportava soldados, armas e munições, segundo o governador da região de Odessa. 
23:42 | 16/06

Tribunal russo condena a 14 anos de prisão ex-funcionário da embaixada dos Estados Unidos por tráfico de droga

Um tribunal russo condenou esta quinta-feira um ex-funcionário da embaixada dos Estados Unidos a 14 anos de prisão por acusações de tráfico de droga, avançou a agência de notícias Interfax.

A agência disse que Marc Fogel, que ja tinha trabalhado na embaixada, foi detido no aeroporto Sheremetyevo, em Moscovo, a agosto de 2021 com drogas. 

Fogel declarou-se culpado das acusações de tráfico, armazenamento, transporte, fabrico e processamento de estupefacientes, disse a Interfax.

De momento, estava empregado na escola anglo-americana da cidade.

Em janeiro, a CBS News informou que Fogel disse aos advogados, quando o visitaram que ele tomou droga por razões médicas após uma cirurgia na coluna. 

A quantia que possuía quando detido era de 17 gramas, ou pouco mais de meia onça, segundo a CBS citou Fogel aos advogados.

18:11 | 16/06
Lusa

Rússia admite suspender fornecimento pelo gasoduto Nord Stream

A Rússia advertiu esta quinta-feira que os problemas técnicos com as turbinas da empresa alemã Siemens poderão levar à suspensão do fornecimento através do gasoduto Nord Stream.

"Assim que todas as turbinas forem enviadas para reparação para o Canadá (o Nord Stream) pode ter de parar. Creio que isso será uma catástrofe para a Alemanha", afirmou o embaixador russo na União Europeia (UE), Vladimir Chizhov, à margem do Fórum Económico de São Petersburgo.

Chizhov instou a que fosse perguntado à Siemens sobre a necessidade do envio das turbinas para o Canadá.

"Não quero dar conselhos, mas passado todo este tempo eles podiam ter aprendido a repará-las", assinalou.

Pouco antes, o conselheiro delegado da Gazprom, Alexéi Miller reconheceu que, a data de hoje, não há solução para os problemas técnicos e que por causa disso tiveram de reduzir nos últimos dias o fornecimento de gás à Europa.

Miller explicou que a Siemens só tem uma fábrica onde fazer essas revisões técnicas dos motores e fica no Canadá.

"O Canadá impôs sanções e agora a Siemens não pode retirar as turbinas" para as devolver à Rússia, disse.

17:59 | 16/06

Navio com bandeira russa transporta cereais da Ucrânia para a Síria, revela empresa americana de imagens de satélite

Navios com bandeira russa estão a transportar durante os últimos meses cereais da Ucrânia para a Síria que foram colhidos na época passada, disse esta quinta-feira a empresa americana de imagens de satélite Maxar, citada pela Reuters.
17:27 | 16/06

Carregamentos de cereais e metais poderão sair de Mariupol em breve, revela lider separatista pró-russo

Os navios carregados com cereais e metais vão deixar, em breve, o porto de Mariupol no Mar de Azov, com carregamentos potencialmente dirigidos para o Médio Oriente, disse Pushilin esta quinta-feira, um líder separatista pró-russo à agência noticiosa Interfax.

Mariupol, na costa sul da Ucrânia, caiu sob o controlo das forças russas e separatistas em maio, após um cerco de meses de duração.

Denis Pushilin, líder da autoproclamada República Popular de Donetsk (DPR), disse que os planos eram para o porto lidar com cerca de um milhão de toneladas de carga até ao final do ano.

"Relativamente às exportações, serão metais, e um pouco mais tarde cereais", referiu Pushilin.
15:33 | 16/06

França, Alemanha, Itália e Roménia apoiam atribuição imediata à Ucrânia de estatuto de candidato à UE

O Presidente francês Emmanuel Macron disse esta quinta-feira que os quatro líderes da União Europeia presentes em Kiev apoiaram a ideia de conceder à Ucrânia um estatuto de candidato "imediato" à UE.

"Todos nós apoiamos o estatuto de candidato imediato à UE", disse Macron, referindo-se a França, Alemanha, Itália e Roménia. 
13:58 | 16/06

"Esta guerra tem de acabar", diz Olaf Scholz na visita à Ucrânia

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta quinta-feira durante a sua visita à Ucrânia que a "destruição é brutal na cidade". 

"Esta guerra tem de acabar", acrescentou. 
11:46 | 16/06

Macron garante que França está ao lado dos ucranianos

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse esta quinta-feira durante uma breve visita a Irpin, nos arredores de Kiev, que a Ucrânia "deve ser capaz de resistir e de vencer" e garantiu que a França está do lado dos ucranianos.
11:42 | 16/06

Macron, Scholz e Draghi em Kiev para passar uma mensagem de "solidariedade europeia"

O Presidente francês Emmanuel Macron, o chanceler alemão Olaf Scholz e o Primeiro-ministro italiano chegaram a Kiev na manhã desta quinta-feira, segundo o gabinete de Macron. 

À chegada à capital ucraniana, o presidente francês confirmou que iria encontrar-se com Zelensky e que esta visita em um "momento importante" para passar uma mensagem de "solidariedade europeia". 

07:52 | 16/06

Macron, Scholz e Draghi já chegaram a Kiev

O Presidente francês Emmanuel Macron, o Chanceler alemão Olaf Scholz e o Primeiro-ministro italiano Mario Draghi chegaram a Kiev, segundo o gabinete de Macron.

A visita dos três líderes europeus levou semanas para ser organizada, estes que procuram ultrapassar as críticas dentro da Ucrânia sobre a sua resposta à guerra.
23:40 | 15/06
Lusa

Pró-russos de Kherson anunciam reinicio da atividade do porto

A administração pró-russa de Kherson, cidade do sul da Ucrânia controlada pelos militares russos, anunciou esta quarta-feira o reinício da atividade no porto situado na desembocadura do rio Dnieper no Mar Negro.

"O porto comercial de Kherson reiniciou a sua atividade e prepara-se para a movimentação de mercadorias", informou no seu canal na rede social Telegram.

A fonte, que confirmou a nomeação de um novo chefe do porto, acrescentou que estão a decorrer obras de reparação das instalações portuárias fluviais.

O controlo de Kherson é fundamental tanto para a ligação terrestre entre o Donbas e a Crimeia, como para o fornecimento de água à península.

Antes, os russos já tinham colocado a operar os portos que conquistaram no mar de Azov, os de Mariupol e Berdiansk.

A Ucrânia controla apenas o porto de Odessa e o de Mykolaiv, outro porto fluvial que também conduz ao Mar Negro.

A Ucrânia acusa a Federação Russa de bloquear os seus portos, o que a impede de exportar cereais, o que, por sua vez, provoca a escassez e o aumento do custo dos alimentos no mercado internacional.

23:32 | 15/06

Futebolista russo condena invasão à Ucrânia: "Não sei se serei preso ou morto por dizer isto"

O antigo capitão da seleção de futebol da Rússia, Igor Denisov, pronunciou-se, esta quarta-feira, sobre a invasão russa à Ucrania. "Catastrófico" e "horrível" foram as palavras usadas pelo jogador.
23:32 | 15/06

ONU investiga adoções de crianças ucranianas na Rússia

A ONU está a investigar o suposto envio de crianças ucranianas para a Rússia, onde seriam oferecidas para adoção a famílias russas, declarou esta quarta-feira, em Genebra, a Alta-Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos.
23:31 | 15/06

Zelensky "grato" por "importante" nova ajuda militar dos EUA de 962 milhões de euros

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, expressou esta quarta-feira a sua "gratidão" aos Estados Unidos pelo novo pacote de ajuda militar de cerca de 962 milhões de euros, "particularmente importante" para ajudar a resistir à invasão russa no Donbass.
23:31 | 15/06

Rússia diz que sentença de morte irá impedir que mais mercenários se juntem ao exército ucraniano

O Governo da Rússia defendeu esta quarta-feira que a condenação à morte dos três combatentes estrangeiros na República Separatista pró-russa de Donetsk, na Ucrânia oriental, servirá de "exemplo" para outros "mercenários" não se alistarem para combater as forças russas.
17:51 | 15/06
Lusa

Fracassa primeira tentativa de evacuação de Azot, a segunda Azovstal

A primeira tentativa para retirar centenas de civis da fábrica de químicos de Azot, último reduto da resistência ucraniana na cidade de Severodonetsk, fracassou esta quarta-feira, repetindo-se o cenário ocorrido no complexo siderúrgico Azovstal, em Mariupol.

Segundo os separatistas pró-russos, a evacuação das instalações industriais da cidade do leste da Ucrânia tomada na quase totalidade pelas tropas russas, anunciada para terça-feira, fracassou por culpa das forças de Kiev, que abriram fogo sobre os militares russos próximo do ponto de saída dos civis.

"Nós cessámos fogo e organizámos um corredor da entrada da fábrica até à saída de Severodonetsk, mas às 08:10 (06:10 em Lisboa), a parte ucraniana começou a disparar", disse Alexandr Nikishin, representante das milícias populares de Lugansk.

17:32 | 15/06

Ministro alemão acusa a Rússia de cortar gás Nord Streram 1

O Ministro alemão acusou esta quarta-feira a Rússia de cortar o fornecimento de gás natural através do gasoduto Nord Stream 1, aumentando a incerteza dos preços da matéria-prima, segundo a Reuters. 

"Podemos atualmente comprar as quantidades necessárias do mercado, embora a preços mais elevados", diz Robert Habeck, ministro da Economia e Energia alemão.
17:11 | 15/06
Lusa

Gazprom corta em um terço entrega de gás à Europa via Nord Stream

A empresa russa Gazprom anunciou esta quarta-feira que vai reduzir em mais de um terço as entregas de gás para a Europa, através do gasoduto Nord Stream, após problemas com os equipamentos.

"A Gazprom interrompe a operação de mais uma turbina a gás da Siemens na estação de compressão de Portovaia", onde o Nord Stream é abastecido, indicou a empresa, citada pela Agência France Presse (AFP).

A produção diária cairá assim de 100 para 67 milhões de metros cúbicos (m3).

Na terça-feira, a Gazprom tinha anunciado uma descida de 167 para 100 milhões de m3, justificando esta decisão com a falta de compressores a da Siemens.

16:47 | 15/06

Putin vai realizar um discurso "extremamente importante" esta semana

Os meios de comunicação russos estão a noticiar que o Presidente Vladimir Putin vai fazer um discurso "extremamente importante" e "muito interessante" na sexta-feira, embora ainda não esteja muito claro em que consistirá, avançou a Sky News.

Putin vai falar no Fórum Económico Internacional anual em São Petersburgo (SPIEF), que normalmente acolhe líderes mundiais e titãs empresariais, mas, devido à guerra, terá este ano um número significativamente menor de convidados internacionais.

Para compensar a falta de grandes participantes ocidentais, os convidados mais pequenos e países como a China estão a ter lugar.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou que os funcionários ocidentais tinham pressionado alguns participantes a não comparecerem.

Os encontros do presidente russo com os meios de comunicação social também terão um aspeto bastante diferente. Em vez de aparecer em frente aos principais meios de comunicação social mundiais, Putin vai encontrar-se com os meios de comunicação social e correspondentes de guerra russos.
14:08 | 15/06
Lusa

Líder sérvio da Bósnia Herzegovina vai reunir-se com Vladimir Putin

O representante sérvio-bósnio na presidência tripartida da Bósnia Herzegovina, Milorad Dodik, vai reunir-se com o chefe de Estado russo, Vladimir Putin, na próxima sexta-feira em São Petersburgo, noticiou esta quarta-feira a emissora RTRS. 

De acordo com a rádio sérvia da Bósnia Herzegovina (RTRS), o encontro vai decorrer no âmbito do Fórum Económico Internacional de São Petersburgo, que começa hoje na segunda maior cidade da Rússia. 

14:05 | 15/06
Lusa

UE acorda comprar gás a Israel que será distribuído via Egito

A União Europeia (UE) assinou hoje, no Cairo, um acordo de três anos para importar gás natural liquefeito (GNL) de Israel através do Egito, em alternativa à Rússia, alvo de sanções pela guerra na Ucrânia.

O acordo prevê um aumento das exportações israelitas de gás através do Egito, país que tem infraestruturas para o liquefazer e fornecer por via marítima.

14:04 | 15/06

Macron considera necessário "novas discussões" com autoridades ucranianas

O Presidente francês, Emmanuel Macron, considerou esta quarta-feira necessárias "novas discussões" com a Ucrânia, justificando-se após a controvérsia desencadeada pelos seus apelos para "não se humilhar" a Rússia.

"Às portas da nossa União Europeia (UE) desenrola-se uma situação geopolítica inédita", declarou perante tropas francesas destacadas na base da NATO de Mihail Kogalniceanu, no sudeste da Roménia e não muito longe do mar Negro.

12:46 | 15/06

Stoltenberg afirma que NATO vai continuar a fornecer armamento à Ucrânia

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, afirmou, esta quarta-feira, que os membros da Aliança continuarão a fornecer armas pesadas e sistemas de longo alcance à Ucrânia e espera que se consiga acordar um novo plano de assistência a Kiev na cimeira da NATO.
12:45 | 15/06

Rússia diz ter destruído armazém com armas doadas pelos países da NATO à Ucrânia

O ministro da defesa russo informou, esta quarta-feira, que o país destruiu um armazém de armamento doado à Ucrânia pelos países da NATO.

Segundo a agência Reuters, o armazém com armas doadas estava localizado na região de Lviv e foi destruído por mísseis.
08:48 | 15/06

Rússia diz que vai abrir corredor humanitário em Severodonetsk se tropas ucranianas "baixarem as armas"

A Ucrânia diz que mais de 500 civis estão presos na fábrica de Azot, na cidade de Severodonetsk, que está sob ataque russo há várias semanas.

O governo russo disse que as tropas ucranianas deviam "parar com a resistência e baixar as armas" a partir das 08h00 de Moscovo (06h00 de Lisboa) desta quarta-feira e que, desta forma, os civis seriam libertados através de um corredor humanitário.

23:05 | 14/06

Secretário-geral da NATO defende entrega de "mais armas pesadas" a Kiev

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, defendeu esta terça-feira que Kiev necessita de "mais armas pesadas" para combater o avanço das forças russas na região do Donbass, no leste da Ucrânia.

"Sim, a Ucrânia deveria ter mais armas pesadas", realçou Stoltenberg durante uma conferência de imprensa em Haia, após uma reunião com líderes de sete países europeus que são membros da Aliança Atlântica, incluindo o primeiro-ministro português, António Costa.

23:04 | 14/06

Kiev recupera corpos de combatentes de Azovstal em troca com Moscovo

A Ucrânia anunciou esta terça-feira ter recebido os corpos de 64 soldados mortos a defender o complexo siderúrgico de Azovstal, última bolsa de resistência em Mariupol, numa troca com Moscovo em que Kiev restituiu os cadáveres de soldados russos.
23:03 | 14/06

Kiev recebeu "cerca de 10% das armas" pedidas a países ocidentais

O Ministério da Defesa da Ucrânia referiu esta terça-feira que Kiev recebeu "cerca de 10% das armas" pedidas aos países ocidentais para combater as forças russas no terreno, em especial na região do Donbass, no leste.
23:02 | 14/06

Biden diz ter plano para desbloquear 20 milhões de toneladas de cereais retidos na Ucrânia

O Presidente dos Estados Unidos afirmou esta terça-feira que está a trabalhar com os parceiros europeus num plano para desbloquear 20 milhões de toneladas de cereais na Ucrânia, por ferrovia, para conter o aumento dos preços dos alimentos.
17:42 | 14/06

Rússia proíbe entrada de 29 jornalistas britânicos

A Rússia proibiu dezenas de jornalistas, representantes dos media e figuras da indústria de defesa britânica de entrar no país, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros. 

Num movimento que Moscovo afirmou ser uma resposta às sanções ocidentais e à pressão sobre os seus meios de comunicação social estatais no estrangeiro, cerca de 29 jornalistas e membros de organizações de comunicação social britânicas como a BBC, a emissora Sky News e os jornais Guardian e Times foram pessoalmente proibidos.
17:35 | 14/06

Tropas russas raptam vice-reitor da Universidade Estatal de Kherson na Ucrânia

De acordo com os meios de comunicação social as tropas russas raptaram o vice-reitor da Universidade Estatal de Kherson na Ucrânia, Maksym Vinnyk. 
17:19 | 14/06

Retirada de minas terrestres na Ucrânia poderá demorar 5 a 10 anos

A retirada de minas terrestres na Ucrânia poderá demorar 5 a 10 anos segundo a porta-voz do ministério, Alona Matvieieva.

As unidades pirotécnicas já desminaram mais de dois milhões de hectares de território ucraniano. 
08:32 | 14/06

Papa Francisco recusa-se a distinguir entre "bom e mau" na guerra na Ucrânia

O Papa Francisco recusou a distinção entre "bom e mau" na guerra na Ucrânia.
Quando questionado se apoiava o presidente da Rússia, o Sumo Pontífice respondeu que não é, e que apenas é contra a redução da complexidade à distinção entre bom e mau.
17:31 | 13/06

Ucrânia suspende exportações de carvão, gás e combustível

O governo ucraniano proibiu as exportações de cravão, gás e combustível, segundo o jornal The Kyiv Independent. 

Esta é uma resposta que surge à atual escassez de combustível na Ucrânia causada pelos ataques da Rússia. 

16:51 | 13/06

Mais de 22 mil pessoas foram mortas em Mariupol

Mais de 22 mil pessoas morreram em Mariupol segundo o administrador da região de Donetsk, sendo que mais de 50 mil foram também deportadas à força da cidade ucraniana para a Rússia. 
11:12 | 13/06

Rússia afirma ter destruído as armas americanas e europeias na Ucrânia

O Ministério da Defesa russo afirmou na segunda-feira que os seus mísseis tinham destruído uma grande quantidade de armas e equipamento militar na região oriental de Donbas na Ucrânia, incluindo algumas que tinham sido enviadas pelos Estados Unidos e nações europeias.
09:40 | 13/06

Gazprom diz que continua a exportar gás para a Europa através da Ucrânia

Produtora russa de gás, Gazprom, diz que continua a forncecer gás à Europa via Ucrânia, sendo o ponto de entrada a zona de Sudzha, na Rússia.

Um pedido de fornecimento de gás através de outro grande ponto de entrada, Sokhranovka, foi rejeitado pela Ucrânia, disse a Gazprom.
09:31 | 13/06

Zona industrial de Sievierodonetsk sob forte bombardeamento russo

Uma zona industrial da cidade de Sievierodonetsk, onde se encontram 500 civis, está sob fortes bombardeamentos por parte das tropas russas, afirmou o governador regional esta segunda-feira.

Serhiy Gaidai, governador da região de Luhansk, no leste da Ucrânia, que inclui Sievierodonetsk, disse na rede social Facebook que as forças russas controlam cerca de 70% da cidade e que os combates ali eram muito fortes.
21:24 | 12/06

Guarda-costas de Putin recolhem fezes do presidente durante viagens ao estrangeiro

Os guarda-costas de Vladimir Putin recolhem as fezes do Presidente russo em viagens ao estrangeiro e trazem-nas de volta para a Rússia.
21:21 | 12/06

Rússia destrói ponte e corta rota de fuga entre Sievierodonetsk a Lysychansk

As forças russas explodiram, este domingo, uma ponte sobre o rio Siverskyi Donetsk que liga a cidade ucraniana Sievierodonetsk a Lysychansk do outro lado do rio, cortando uma possível rota de retirada para os civis, disseram as autoridades locais, citadas pela Reuters.

Sievierodonetsk tornou-se o epicentro da batalha pelo controlo da região oriental de Donbass, na Ucrânia. 

"O principal objectivo tático dos ocupantes não mudou: eles estão a exercer pressão em Sievierodonetsk, acontecem vários combates severos - literalmente por cada metro", disse o Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky no seu discurso noturno em vídeo, acrescentando que os militares russos estavam a tentar enviar forças de reserva para Donbass.

As forças russas ocuparam a maior parte da cidade, mas as tropas ucranianas continuam a controlar uma zona industrial e a fábrica química Azot, onde centenas de civis se encontram abrigados.
14:47 | 12/06

Antigo soldado britânico morto pelas forças russas em Severodonetsk

Um antigo soldado britânico foi morto pelas forças russas na cidade ucraniana de Severodonetsk, segundo avança a SkyNews

Segundo o jornal britânico, a informação foi divulgada pela família no facebook.
10:35 | 12/06

Rússia destrói três caças ucranianos e grande depósito de armas no leste da Ucrânia

As forças russas dispararam mísseis para destruir um grande depósito com armas americanas e europeias na região de Ternopil, na Ucrânia, informou a Interfax este domingo, citando o Ministério da Defesa russo.

Segundo a reuters, o exército russo abateu, ainda, três caças ucranianos perto de Donetsk e Kharkiv, no leste da Ucrânia.
23:40 | 11/06

Ministério da Defesa da Ucrânia elogia Elon Musk por fornecer o Starlink para ajudar os serviços de inteligência

O Ministério da Defesa da Ucrânia elogiou, este sábado, no Twitter, Elon Musk, por fornecer o Starlink para ajudar os serviços de inteligência.

"Elon Musk consegue não só trabalhar nos preparativos para a missão a Marte, mas também passar os Starlinks à nossa inteligência tão necessária para as suas missões especiais", referiu o ministério na publicação.
19:11 | 11/06

Russos mudam para "Praça de Lenine" nome da "Praça da Liberdade" em Mariupol

As autoridades russas mudaram para "Praça de Lenine" nome da "Praça da Liberdade" em Mariupol, avançou a agência Nexta este sábado.

De acordo com a agência, os russos também hastearam a bandeira russa no que resta da cidade.


19:08 | 11/06

Rússia entrega primeiros passaportes aos ucranianos em Kherson

As autoridades russas em Kherson realizaram cerimónias para entregar os primeiros passaportes russos aos moradores locais, avançou a BBC, citando a TASS.

Moscovo tem vindo a divulgar a ideia de realizar um chamado referendo na região para poder anexá-la, da mesma forma que fez ilegalmente na Crimeia em 2014. Mas com os combates a chegar aos arredores da cidade, não está claro se isso acontecerá à frente.

As cerimónias de hoje foram marcadas para o Dia da Rússia.

O chefe local no Kherson disse, na cerimónia, que "todos os nossos camaradas Khersonitas" estavam ansiosos para receber passaportes e cidadania da Federação Russa.

17:33 | 11/06

Bombardeamento em fábrica de Sievierodonetsk causa fugas de petróleo e incêndio, diz o governador

O bombardeamento russo da fábrica química Azot na cidade de Sievierodonetsk, na linha da frente da Ucrânia, provocou um poderoso incêndio após uma fuga de toneladas de petróleo, disse este sábado o governador regional, Serhiy Gaidai, citado pela Reuters.

Falando na televisão nacional, Gaidai não disse se o incêndio na fábrica, onde centenas de civis estão a abrigar-se, tinha sido extinto.

De acordo com o governador, há ataques constantes em Sievierodonetsk, uma pequena cidade na região de Luhansk que se tornou o foco do avanço da Rússia no leste da Ucrânia.
17:15 | 11/06
Lusa

Ataque russo a armazém em Mykolaiv destruiu 300 mil toneladas de grãos

Cerca de 300 mil toneladas de grãos foram destruídos devido a um ataque de tropas russas a armazéns em Mykolaiv, no mar Negro, segundo o Ministério da Agricultura ucraniano, divulgadas pelo portal Ukrinform.

As reservas de cereais estavam armazenadas desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro, e foram destruídas pelas tropas russas no passado dia 5 de junho.

Trata-se sobretudo de trigo e milho, segundo as autoridades ucranianas, as quais recordam que grande parte do grão destinado a ser exportado pela Ucrânia está armazenada naquela cidade portuária.

09:03 | 11/06

Resposta de Moscovo a acumulação de forças da NATO na Polónia será proporcional

O Ministério de Negócios Estrangeiros russo afirmou que Moscovo responderá de forma poporcional à acumulação de forças da NATO na Polónia.

"Uma resposta será, como sempre, proporcional e apropriada, destinada a neutralizar".
08:57 | 11/06

Reino Unido diz que tropas russas não fizeram progressos no sul de Sievierodonetsk

O Ministério da Defesa britânico afirmu que, até à passada sexta-feira, as tropas russas ainda não tinham avançado para o sul da cidade de Sievierodonetsk.
"Os intensos combates de rua a rua estão em curso e ambos os lados estão provavelmente a sofrer um elevado número de baixas", disse o ministério numa atualização dos serviços secretos publicada no Twitter.
00:21 | 11/06

Rússia formaliza saída da Organização Mundial do Turismo

O Governo russo formalizou esta sexta-feira a saída da Rússia da Organização Mundial do Turismo (OMT), da qual foi suspensa no final de abril devido à invasão da Ucrânia.
00:20 | 11/06

Rússia revela logótipo da nova marca de fast food que substitui a McDonald's

A nova cadeia de fast food que vai substituir a cadeia McDonald's na Rússia revelou, esta quinta-feira, o novo logótipo antes da abertura dos 15 restaurantes este domingo.
21:52 | 10/06

Pelo menos dois hospitalizados após ataques nos arredores de Kharkiv

Pelo menos duas pessoas foram hospitalizados após ataque russo nos arredores de Kharkiv, segundo os  serviços de emergência regionais. 

As equipas de emergência estão a procurar mais vítimas em Derhachi esta sexta-feira, uma cidade 12 km a noroeste de Kharkiv, que foi alvo de uma série de ataques nas últimas semanas. 

Vários prédios residenciais ficaram em chamas após os bombardeamentos, disse a Diretoria Principal do Serviço de Emergência do Estado na região de Kharkiv em comunicado, citado pela Sky News.

19:04 | 10/06

Zelensky incentiva UE a agir rapidamente sobre adesão da Ucrânia ao bloco europeu

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu à União Europeia, esta sexta-feira, que colcasse o país no caminho da adesão.

Num discurso através de vídeo na Cimeira da Democracia de Copenhaga, Zelensky, citado pela Sky News, disse que a União Europeia deveria agir rapidamente para oferecer à Ucrânia o estatuto de candidato à adesão, acrescentando que a "zona cinzenta" em que a Ucrânia foi deixada encorajou a agressão russa.

Zelensky também instou a União Europeia a mostrar "que as suas palavras sobre o povo ucraniano fazer parte da família europeia não sejam um som oco".

O presidente lamentou que "ainda haja alguns cépticos políticos que duvidam que devamos ser autorizados a aderir à UE".
18:06 | 10/06

Realizada a 11ª troca de prisioneiros da Ucrânia com a Rússia

O governador da região de Mykolaiv disse que a Ucrânia realizou a 11ª troca de prisioneiros com a Rússia, trocando quatro russos por cinco ucranianos, avançou a Reuters.
17:42 | 10/06

Cólera e outras doenças podem matar milhares no Mariupol da Ucrânia, diz presidente da câmara

A cólera e outras doenças mortais podem matar milhares de pessoas na cidade ucraniana de Mariupol, no sul da Ucrânia, uma vez que os corpos ficam por recolher e o verão traz um tempo mais quente, disse o presidente da câmara esta sexta-feira, citado pela Sky News.

O presidente da câmara Vadym Boichenko disse que os poços tinham sido contaminados pelos cadáveres de pessoas mortas durante semanas de bombardeamento e cerco russo, e que a recolha de corpos pelos ocupantes russos da cidade estava a avançar lentamente.

"Há um surto de disenteria e cólera. Esta é, infelizmente, a avaliação dos nossos médicos: que a guerra que levou mais de 20.000 residentes... infelizmente, com estes surtos de infeção, vai atingir mais milhares de mariupolitas", disse ele à televisão nacional.

Boichenko, que está fora de Mariupol, disse que a cidade tinha sido colocada em quarentena.

17:39 | 10/06

Artilharia ucraniana atinge quartel-general apoiado pela Rússia em Donetsk um dia depois do tribunal condenar dois britânicos à morte

Uma explosão abalou a sede de um grupo rebelde apoiado pela Rússia na Ucrânia oriental esta sexta-feira, apenas um dia depois de dois britânicos terem sido condenados à morte em Donetsk, avançou o Daily Mail.

As forças rebeldes apoiadas pela Rússia na região disseram que a Ucrânia tinha levado a cabo um ataque com recurso a artilharia francesa de longo alcance, apesar de ter negado que alguém tivesse sido ferido.
16:49 | 10/06

Canal de notícias RT France contesta suspensão perante justiça europeia

O canal de notícias RT France (ex-Russia Today) contestou esta sexta-feira na justiça europeia a suspensão da transmissão das suas emissões como parte das sanções da União Europeia (UE) à Rússia, alegando o direito à "liberdade de expressão".

Acusados de serem instrumentos de "desinformação" do Kremlin, os meios de comunicação Sputnik e RT, incluindo a sua versão francesa RT France, estão proibidos, desde dois de março, de transmitir na UE quer na televisão, quer na internet.

A decisão do tribunal da UE deverá ser conhecida nos próximos meses, podendo a mesma ser contestada em recurso.

16:40 | 10/06

Recorde os desenvolvimentos anteriores da invasão russa

Veja os desenvolvimentos anteriores do conflito armado aqui.
Ucrânia política guerra conflito invasão
Ver comentários