Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1
Ao minuto Atualizado às 17:05 | 17/05

Centenas de soldados ucranianos rendem-se em Azovstal

Destruição tomou conta de várias cidades ucranianas. Acompanhe ao minuto a evolução da guerra.
Catarina Cruz, Cátia Pereira de Sá, Daniela Vilar Santos, Diana Gomes, Filipe Carmo, Joana Duarte, Marta Quaresma Ferreira(martaferreira@cmjornal.pt) e Pedro Zagacho Gonçalves(pedrogoncalves@cmjornal.pt) 3 de Março de 2022 às 08:11
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Rasto de destruição provocado pelos ataques russos na Ucrânia
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Destruição num parque em Kharkiv
Destruição num parque em Kharkiv
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Destruição em Mariupol, uma das cidades mais atacadas pelo exército russo
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Em Mariupol, uma residente reage à destruição do seu apartamento causado pelos ataques russos
Destruição em Mariupol
Homem caminha na cidade de Kharkiv que está completamente destruída
Lviv, explosões
Militares ucranianos inspecionam munições de veículos militares destruídos na região de Sumy
Invasão russa
Bombardeamentos em Kiev
Soldados ucranianos junto a cratera após bombardeamento de apartamento em Kiev, na Ucrânia
Bombeiro avalia os estragos num edifício danificado pelos bombardeamentos russos em Kiev
Uma professora reformada reage à destruição da própria casa provocada por um bombardeamento em Kiev
Em Mariupol, civis circulam na cidade portuária acompanhadas pelas tropas russas
 invasão russa, ucrânia, guerra, conflito, Kiev, bombardeamentos, destruição
Um homem caminha ao lado de um carro danificado durante um ataque militar em Kiev
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Rasto de destruição provocado pelos ataques russos na Ucrânia
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Destruição num parque em Kharkiv
Destruição num parque em Kharkiv
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Destruição em Mariupol, uma das cidades mais atacadas pelo exército russo
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Em Mariupol, uma residente reage à destruição do seu apartamento causado pelos ataques russos
Destruição em Mariupol
Homem caminha na cidade de Kharkiv que está completamente destruída
Lviv, explosões
Militares ucranianos inspecionam munições de veículos militares destruídos na região de Sumy
Invasão russa
Bombardeamentos em Kiev
Soldados ucranianos junto a cratera após bombardeamento de apartamento em Kiev, na Ucrânia
Bombeiro avalia os estragos num edifício danificado pelos bombardeamentos russos em Kiev
Uma professora reformada reage à destruição da própria casa provocada por um bombardeamento em Kiev
Em Mariupol, civis circulam na cidade portuária acompanhadas pelas tropas russas
 invasão russa, ucrânia, guerra, conflito, Kiev, bombardeamentos, destruição
Um homem caminha ao lado de um carro danificado durante um ataque militar em Kiev
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Rasto de destruição provocado pelos ataques russos na Ucrânia
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Destruição num parque em Kharkiv
Destruição num parque em Kharkiv
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Destruição em Mariupol, uma das cidades mais atacadas pelo exército russo
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
invasão russa, conflitos, guerra, ucrânia, militares, bombardeamentos
Em Mariupol, uma residente reage à destruição do seu apartamento causado pelos ataques russos
Destruição em Mariupol
Homem caminha na cidade de Kharkiv que está completamente destruída
Lviv, explosões
Militares ucranianos inspecionam munições de veículos militares destruídos na região de Sumy
Invasão russa
Bombardeamentos em Kiev
Soldados ucranianos junto a cratera após bombardeamento de apartamento em Kiev, na Ucrânia
Bombeiro avalia os estragos num edifício danificado pelos bombardeamentos russos em Kiev
Uma professora reformada reage à destruição da própria casa provocada por um bombardeamento em Kiev
Em Mariupol, civis circulam na cidade portuária acompanhadas pelas tropas russas
 invasão russa, ucrânia, guerra, conflito, Kiev, bombardeamentos, destruição
Um homem caminha ao lado de um carro danificado durante um ataque militar em Kiev
24 de fevereiro de 2022. O dia que ficará marcado para sempre na memória coletiva como a invasão russa da Ucrânia.

Um mês depois do início da guerra, os bombardeamentos russos continuam a atingir diariamente várias cidades ucranianas. Kiev, Kharkiv, 
Kherson, Sumy Odessa são apenas alguns dos alvos das tropas russas. 

Mais de 3,8 milhões de pessoas já fugiram do país, em especial mulheres, crianças e idosos.

Com a escalada da guerra, a Rússia sofreu sanções económicas, entre elas o bloqueio do acesso de sete bancos russos ao sistema 
SWIFT. Várias marcas suspenderam já parcerias e investimentos com organismos russos. A Bielorrússia foi igualmente alvo de sanções por parte do Reino Unido e da União Europeia.

As negociações de paz continuam em curso, mas ainda não há cessar-fogo à vista. 
Ao minuto Atualizado a 17 de mai de 2022 | 17:05
17:00 | 17/05

Centenas de soldados ucranianos rendem-se em Azovstal

Centenas de combatentes ucranianos renderam-se, esta terça-feira, após semanas escondidos nos bunkers e túneis abaixo da fábrica de aço Azovstal, em Mariupol. Segundo a Reuters, o cerco mais devastador da guerra da Rússia na Ucrânia chegou ao fim.

O ministério da Defesa russo disse que 265 combatentes ucranianos se tinham rendido, incluindo 51 gravemente feridos e que seriam tratados em Novoazovsk, cidade ucraniana ocupada por pró-russos.

Pelo menos sete autocarros foram vistos a transportar combatentes ucranianos, escoltados pelas forças armadas pró-rusas, disse uma testemunha da Reuters.
16:06 | 09/05
Lusa

Von der Leyen visita Hungria após rejeição húngara a embargo de petróleo russo

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, viaja esta segunda-feira para a Hungria para reunir-se com o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán, após a rejeição à proposta de um embargo progressivo da União Europeia (UE) ao petróleo russo.

"A presidente Von der Leyen viaja esta tarde para a Hungria para se encontrar com o primeiro-ministro, Viktor Orbán", anunciou o porta-voz principal da Comissão Europeia, Eric Mamer, numa publicação na rede social Twitter.

Segundo o responsável, Ursula von der Leyen e Viktor Orbán "discutirão questões relacionadas com a segurança europeia do aprovisionamento energético".

15:53 | 09/05
Lusa

ONU confirma 3.381 civis mortos e 3.680 feridos

A ONU confirmou esta segunda-feira que pelo menos 3.381 civis morreram e 3.680 ficaram feridos em dois meses e meio de guerra na Ucrânia, sublinhando que os números reais poderão ser muito superiores.

Das vítimas mortais confirmadas pelo Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), 235 são crianças, e há também 346 crianças entre os feridos, de acordo com as estatísticas diariamente atualizadas.

O organismo internacional, dirigido pela alta-comissária Michelle Bachelet, sublinha que a maioria das vítimas civis morreu ou sofreu ferimentos devido ao uso de explosivos, incluindo projéteis lançados por artilharia pesada, sistemas de lançamento múltiplo de 'rockets', mísseis e bombardeamentos aéreos.

13:42 | 15/04

Rússia usa bombardeiros de longo alcance para atacar Mariupol

O porta-voz do Ministério da Defesa a Ucrânia afirmou que pela primeira vez, desde o início da invasão, a Rússia usou bombardeiros de longo alcance para atacar Mariupol.
15:00 | 08/04

Sobe para 50 número de mortos no ataque à estação ferroviária de Kramatorsk, incluindo cinco crianças

O governador de Donetsk salientou, citado pela Reuters, que subiu para 50 o número de mortos na sequência do ataque à estação ferroviária de Kramatorsk, incluindo cinco crianças.

O número de pessoas confirmadas como tendo morrido era, anteriormente, de 39, enquanto que o número dos feridos de 87.
14:41 | 08/04

Autoridades ucranianas de Odesa não veem sinais de que a Rússia esteja a preparar uma operação de desembarque do Mar Negro

As autoridades ucranianas da região costeira de Odesa não veem sinais de que forças russas estejam preparando uma operação de desembarque do Mar Negro, disse o porta-voz regional Serhiy Bratchuk esta sexta-feira, citado pela Reuters.

Num briefing online, Bratchuk disse que a região foi alvo de um ataque com mísseis esta quinta-feira, o que causou um número ainda desconhecido de vítimas. 

14:19 | 08/04

República Checa envia tanques de navios, lança-foguetes e artilharia para a Ucrânia

A República Checa entregou tanques, múltiplos lança-foguetes, howitzers e veículos de combate de infantaria à Ucrânia entre carregamentos militares que atingiram centenas de milhões de dólares e que continuarão, disseram duas fontes de defesa checas.

A Ucrânia tem apelado repetidamente ao Ocidente para que forneça urgentemente mais armas, especialmente equipamento de artilharia pesada, à medida que as forças russas se reagrupam no leste do país para uma nova ofensiva depois de se terem retirado dos arredores da capital e de outras regiões.

Os membros da NATO estão a fornecer uma vasta gama de sistemas de armamento ao país, salientou o Secretário-Geral da organização Jens Stoltenberg esta quinta-feira.
14:16 | 08/04

Reino Unido envia veículos blindados para a Ucrânia

O Secretário da Defesa britânico Ben Wallace disse à Sky News que o Reino Unido vai enviar veículos blindados para a Ucrânia. "Vamos enviar veículos blindados, veículos blindados de proteção - como o Mastiff - para garantir que a Ucrânia tenha esse apoio", destacou.

"É muito importante que façamos o que pudermos para ajudar a Ucrânia e uma vez que eles nos pediram equipamento militar, se o tivermos ou pudermos ajudar, iremos disponibilizá-lo", disse o Secretário da Defesa britânico Ben Wallace.
14:13 | 08/04

Eslováquia disponibiliza o sistema de defesa aérea S-300 à Ucrânia

A Eslováquia disponibilizou o seu sistema de defesa aérea S-300 à Ucrânia para a ajudar a defender-se contra a agressão da Rússia, anunciou o primeiro-ministro Eduard Heger.

"Posso confirmar que a Eslováquia doou o sistema de defesa aérea S-300 à Ucrânia com base no seu pedido de ajuda em autodefesa devido à agressão armada da Federação Russa", Sr. Heger.
14:06 | 08/04

Número de pessoas a fugir da Ucrânia abrandou, mas as que fogem agora passaram muitas vezes semanas em condições "terríveis", diz a ACNUR

O número de pessoas que estão a fugir da Ucrânia abrandou, mas as que agora fogem passaram muitas vezes semanas em condições "terríveis", disse a agência das Nações Unidas para os refugiados, citada pelo The Guardian.

O ACNUR salientou que 4 382.316 ucranianos tinham fugido do país desde o início da guerra, um aumento de 62 822 nos números apresentados quarta-feira. No entanto, este número inclui 22 957 pessoas que foram para a Rússia desde 29 de Março, na sequência de números atualizados de Moscovo, relatados na AFP.

O porta-voz do ACNUR, Matt Saltmarsh, destacou que "a guerra na Ucrânia desencadeou uma das mais rápidas deslocações e crises humanitárias de sempre", acrescentando que embora o ritmo de chegada esteja a abrandar, os fluxos globais continuam, dadas as hostilidades em curso.
13:56 | 08/04

Rússia diz que Bielorrússia vai mostrar garantias de segurança à Ucrânia

O Ministro dos Negócios Estrangeiros russo Sergei Lavrov disse esta sexta-feira, citado pela Reuters, que a Bielorrússia vai oferecer garantias de segurança à Ucrânia no futuro, assim que Kiev afirmar o estatuto do país como neutro.

"A pedido do lado ucraniano, o estatuto neutro, não-bloco e não-nuclear da Bielorrússia deve ser acompanhado de garantias de segurança", salientou Lavrov.
13:26 | 08/04

Quatro crianças entre os mortos na sequência do ataque à estação ferroviária de Kramatorsk

Quatro crianças estão entre os mortos na sequência do ataque à estação ferroviária de Kramatorsk, salientou o correspondente da Sky News, John Sparks, que está no local e tem falado com pessoas de lá.

O gerente da estação disse-lhe que pensava que mais de 100 pessoas estavam feridas, enquanto outros dizem que o número é superior a 300.

O número de pessoas confirmadas como tendo morrido é de 39, enquanto que o número dos feridos é de 87.
13:19 | 08/04
Lusa

Von der Leyen e Borrell chegaram a Kiev para discutir conflito militar

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, e o Alto Representante da União Europeia (UE) para a Política Externa, Josep Borrell, chegaram hoje a Kiev para uma visita relâmpago ao terreno de guerra.

Von der Leyen e Borrell devem reunir-se com o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e com o primeiro-ministro, Denys Shmyhal, para além de realizarem encontros separados com outros altos funcionários do Governo, a quem pretendem transmitir uma "mensagem de solidariedade" da UE, perante a invasão russa.

Os dois líderes europeus também irão visitar Bucha - uma cidade a noroeste de Kiev, libertada das tropas russas há uma semana - onde os corpos de centenas de civis continuam a aparecer, alguns algemados e mostrando sinais de tortura, vítimas de aparentes crimes de guerra durante a ocupação russa.

13:08 | 08/04

Gastos da população russos com alimentos duplica após a guerra da Ucrânia, diz Agência Alimentar da ONU

Os cidadãos russos estão a gastar em média 40% do seu rendimento disponível em alimentos - cerca do dobro do que gastavam antes da guerra Rússia-Ucrânia, disse à Reuters o diretor do respresentante russo da Agência Alimentar da ONU.

Dados do governo russo mostram que a inflação alimentar anual atingiu 18,75% a 1 de Abril, à medida que a economia se recupera das sanções ocidentais impostas a Moscovo na sequência da sua invasão à Ucrânia.

Oleg Kobiakov da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) disse que muitas famílias russas estão agora a recorrer a estratégias de resposta à crise, uma vez que grande parte do seu rendimento vai para necessidades básicas como a alimentação.

"As pessoas estão a adiar planos como ir para a faculdade ou comprar uma casa. Estão a poupar no caso de perderem o emprego, em caso de morte", disse.

A família média da UE gasta cerca de 12% do seu rendimento em alimentos, salientou, acrescentando que embora a fome não esteja nas cartas na Rússia, as famílias mais pobres vão enfrentar níveis crescentes de insegurança alimentar.
13:00 | 08/04

Rússia nega ataque a estação de Kramatorsk e aponta dedo a Kiev

A Rússia negou esta sexta-feira que as suas forças armadas tenham realizado o ataque com mísseis à estação ferroviária de Kramatorsk, no leste da Ucrânia, que, segundo as autoridades locais, provocou pelo menos 35 mortos e 100 feridos.
12:56 | 08/04

Rússia disparou munições de fragmentação na estação ferroviária de Kramatorsk, diz governador de Donetsk

O governador da região de Donetsk disse esta quinta-feira, citado pela Reuters, que as forças russas dispararam munições de fragmentação na estação ferroviária na cidade de Kramatorsk, num ataque que matou pelo menos 39 pessoas.

O governador Pavlo Kyrylenko publicou uma fotografia online em que mostrava vários corpos no chão ao lado de pilhas de malas e outras bagagens, mas não partilhou que provas tinha do tipo de arma utilizada no ataque.

"Se no início eles atacavam exclusivamente as vias férreas, então agora não são apenas as vias férreas, uma vez que também disparam um míssil com munições de fragmentação que são destinadas a pessoas. Isto é a confirmação absoluta de que este (ataque) se destinava a civis", disse Kyrylenko num briefing online.
12:36 | 08/04

Zelensky denuncia "maldade sem limites" em reação a ataque contra estação ferroviária

O Presidente da Ucrânia denunciou esta sexta-feira uma "maldade sem limites" desencadeada pela Rússia após um ataque contra uma estação ferroviária no leste ucraniano que fez várias vítimas, quando milhares de pessoas esperavam no local para fugir da região.
09:53 | 08/04
Correio da Manhã

Pelo menos 30 mortos e mais de 100 feridos em ataque russo na estação ferroviária de Kramatorsk

Mais de 30 pessoas foram mortas e mais de 100 ficaram feridas num ataque com dois mísseis russos, esta sexta-feira, numa estação ferroviária em Kramatorsk, no leste do território ucraniano, utilizada para a retirada de civis.

A informação foi divulgada pela companhia estatal de comboios da Ucrânia, citada pela Reuters.
09:23 | 08/04
Correio da Manhã

Dois mísseis russos atingem estação ferroviária em Kramatorsk utilizada para retirar civis

Dois mísseis russos atingiram uma estação ferroviária em Kramatorsk, no leste da Ucrânia, utilizada para retirar civis de áreas bombardeadas pelas tropas russas.

O ataque causou vítimas, afirmou a companhia estatal de comboios da Ucrânia esta sexta-feira, citada pela Reuters.
09:08 | 08/04
Correio da Manhã

Bielorrússia inclui Portugal na lista de "países hostis"

A Bielorrússia divulgou esta sexta-feira uma lista de "países hostis". Todos os países da União Europeia, aos quais se somam a Austrália, Albânia, Canadá, Estados Unidos, Islândia, Liechtenstein, Macedónia do Norte, Montenegro, Noruega, Nova Zelândia, Reino Unido e Suíça fazem parte.
22:51 | 07/04

"Putin nunca vai responder por crimes de guerra", afirma porta-voz do Kremlin

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, deu esta quinta-feira uma entrevista à Sky News. 

As pessoas das cidades que foram bombardeadas "contam-nos que estão a ser perseguidas, e identificaram casos de maus tratos e violência por parte das tropas ucranianas", afirmou.

No final da entrevista, o porta-voz do Kremlin deixou bem assente que "Putin nunca vai responder por crimes de guerra".
21:41 | 07/04

Situação em Borodyanka é "significativamente pior" que em Bucha

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, admitiu que a situação em Borodyanka é "significativamente pior" que em Bucha.

Recorde-se que a cidade ucraniana tem sido fortemente fustigada pelos ataques russos.

21:02 | 07/04

Ursula Von der Leyen vai sexta-feira a Kiev para mostrar "apoio inabalável"

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, confirmou esta quinta-feira que vai estar em Kiev na sexta-feira, para expressar o seu "apoio inabalável" à Ucrânia na sua luta contra a invasão russa.

"O povo ucraniano merece a nossa solidariedade. É por isso que irei a Kiev amanhã [sexta-feira]", disse, numa conferência de imprensa em Estocolmo.

"Quero enviar uma mensagem de apoio inabalável ao povo ucraniano e à sua corajosa luta pelos nossos valores comuns", acrescentou Ursula von der Leyen.

20:42 | 07/04

Cerca de 5 mil pessoas foram evacuadas através de corredores humanitários nesta quinta-feira

Um total de 4 676 pessoas foram evacuadas nesta quinta-feira de cidades e vila ucranianas através de corredores humanitários, afirmou a Vice-Primeira-Ministra, Iryna Vereshchuk. 
20:01 | 07/04
Lusa

Kremlin lamenta suspensão do Conselho de Direitos Humanos e promete "defender os seus interesses"

A Rússia lamentou esta quinta-feira a sua suspensão do Conselho de Direitos Humanos da ONU e advertiu que pretende "continuar a defender os seus interesses por todos os meios legais".

"Estamos desolados e continuaremos a defender os nossos interesses por todos os meios legais e a explicar [a nossa posição]", declarou o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, à cadeia televisiva britânica Sky News.

Em simultâneo, o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo considerou "ilegal" a suspensão do país daquele organismo das Nações Unidas, indica um comunicado.

19:54 | 07/04

Bombardeamento em Kharkiv faz um morto e 14 feridos

Um bombardeamento na cidade ucraniana de Kharkiv fez um morto e 14 feridos segundo o governador regional Oleh Synehubov.

De acordo com a mesma fonte, as tropas russas estão a bombardear a cidade. 
18:43 | 07/04

Comboios de evacuação bloqueados após ataque aéreo russo aos caminhos-de-ferro na região de Donetsk

Um ataque aéreo russo a uma estação ferroviária perto da estação Barvinkove em Donetsk bloqueou a saída de três comboios de evacuação, avançou o The Guardian.

Milhares de passageiros que deveriam ter sido evacuados nos comboios foram colocados na estação, de acordo com o órgão de comunicação social ucraniano Hromadske.

Russia carried an airstrike on the railway near Barvinkove station (Donetsk Oblast). Three evacuation trains remained blocked, their passengers were placed at the station. This is the only evacuation route controlled by Ukraine from Slovyansk, Kramatorsk and Lyman

— Hromadske Int. (@Hromadske) April 7, 2022

A deputada ucraniana Lesia Vasylenko também referiu esta informação na conta do Twitter.
18:17 | 07/04

Encontrados 26 corpos nos escombros dos dois edifícios bombardeados esta quarta-feira em Borodyanka

O procurador-geral ucraniano disse que as autoridades encontraram 26 corpos nos escombros do dois edifícios bombardeados esta quarta-feira em Borodyanka, Bucha.
18:12 | 07/04

Rússia considera ilegal a sua suspensão do Conselho de Direitos da ONU

A Rússia disse esta quinta-feira que a votação dos Estados membros das Nações Unidas para a suspensão do país do Conselho de Direitos Humanos da ONU era ilegal e de motivação política, informou a agência noticiosa RIA, citada pela Reuters.

A RIA também citou Gennady Kuzmin, Vice-Embaixador russo das Nações Unidas, como tendo dito que a Rússia tinha decidido desistir imediatamente da sua adesão, a 7 de Abril.
18:05 | 07/04

Sirenes de ataque aéreo voltam a ouvir-se em Kiev

O enviado especial da CMTV à Ucrânia relatou, esta quinta-feira, por volta das 18h, que voltaram a ouvir-se sirenes de ataque aéreo na capital ucraniana, Kiev.

A cidade estava a tentar retomar a normalidade esta manhã.
17:11 | 07/04

Rússia suspensa do Conselho de Direitos Humanos da ONU

A Assembleia Geral das Nações Unidas votou esta quinta-feira para suspender a Rússia do Conselho de Direitos Humanos, com sede em GenebraA decisão surge após as alegações de crimes de guerra perpetrados pelas forças russas na Ucrânia.
16:52 | 07/04

Primeiro-Ministro ucraniano agradece à ONU ajuda humanitária, mas diz que é necessária mais assistência

O primeiro-ministro ucraniano Denys Shmyhal disse, esta quinta-feira, depois de se encontrar com o subsecretário-geral das Nações Unidas para Assuntos Humanitários e Coordenação de Operações, Martin Griffiths, em Kiev, que o país estava grato por toda a ajuda humanitária que recebeu desde a invasão da Rússia, mas precisa de mais assistência.

"Grato pela ajuda humanitária abrangente", sublinhou numa publicação no Twitter, acrescentando a necessidade de aumentar o apoio e unir esforços para prestar assistência financeira direcionada aos ucranianos que sofrem com agressão russa".
16:46 | 07/04

Guerra já fez pelo menos 1.611 mortos e 2.227 feridos civis

A invasão russa da Ucrânia já provocou pelo menos 1.611 mortos e 2.227 feridos entre a população civil, a maioria dos quais devido a armas explosivas com vasta área de impacto, indicou esta quinta-feira a ONU.

No seu relatório diário sobre vítimas civis confirmadas desde o início da agressão militar russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) contabilizou, até às 24h00 de quarta-feira (hora local), 131 crianças entre os mortos e 191 entre os feridos.

16:26 | 07/04

Bielorrússia exige participar nas negociações sobre a "guerra"

O Presidente da Bielorrússia, principal aliado da Rússia, exigiu esta quinta-feira participar nas negociações sobre a "guerra" na Ucrânia, utilizando um termo que foi banido por Moscovo.
16:26 | 07/04
Lusa

Rússia diz que Ocidente impôs mais de 6 000 sanções contra o país

O primeiro-ministro russo, Mikhail Mishustin, disse esta quinta-feira que o Ocidente impôs este ano mais de 6 000 sanções contra o país, um número "sem precedentes", devido à invasão da Ucrânia.

"A pressão externa sobre o nosso país não abrandou por um único dia, mesmo durante a pandemia. Mas as sanções adicionais impostas este ano são realmente sem precedentes", disse o chefe do Governo russo perante a Duma (a câmara baixa do Parlamento), onde apresentou hoje o relatório anual do executivo.

Segundo Mishustin, o número de restrições impostas à Rússia excede o de qualquer outro país, com mais de 6 000 sanções individuais e setoriais.

15:53 | 07/04

Nenhum hospital sobreviveu na região de Luhansk, diz governador

O governador de Luhansk, Serhiy Haidai, salientou esta quinta-feira, citado pelo Kyiv Independent, que todas as instalações de cuidados de saúde foram desmanteladas e danificadas na região desde o início da invasão russa à Ucrânia.

As forças russas atacam hospitais deliberadamente para que as pessoas feridas "não tenham hipótese de sobreviver", destacou.
15:52 | 07/04
Lusa

Mais de 4,3 milhões de pessoas já fugiram da Ucrânia, segundo dados da ONU

Mais de 4,3 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde o início da invasão russa, o que representa o maior fluxo de refugiados na Europa desde a II Guerra Mundial, anunciou esta quinta-feira a agência da ONU para os refugiados.

De acordo com o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), o número de refugiados da Ucrânia subiu para 4.319.494.

Nas últimas 24 horas, mais 40.705 pessoas fugiram para outros países.

15:46 | 07/04

Rússia vai investigar tratamento "desumano" a prisioneiros de guerra na Ucrânia

A Rússia disse esta quinta-feira ter aberto uma investigação sobre o tratamento "desumano" suspeito dos prisioneiros de guerra na Ucrânia, relataram as agências noticiosas RIA e TASS.

A TASS salinentou que o caso se baseava no relato de um soldado russo que tinha passado 29 dias como prisioneiro na Ucrânia.
15:37 | 07/04

Rússia duplica subsídios para atrair novas cadeias alimentares locais para a cidade

A Rússia duplicou o apoio estatal disponível para a abertura de uma cadeia de fast-food na cidade para 5 milhões de rublos, disse uma porta-voz da cidade à Reuters, esperando que isto ajude a preencher a lacuna deixada pelas cadeias de fast-food estrangeiras que suspenderam as atividades.

As empresas ocidentais McDonald's e Starbucks recuaram da Rússia, sob pressão dos clientes e dos seus governos para infligir um preço económico à Rússia pelas suas ações na Ucrânia.

15:12 | 07/04

Membros da NATO concordam em reforçar apoio à Ucrânia

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, salientou, esta quinta-feira, em Bruxelas, que os membros da organização concordaram em reforçar o apoio à Ucrânia através de vários protocolos.
14:50 | 07/04
Correio da Manhã

João Gomes Cravinho garante que Portugal vai "corresponder ao pedido de envio de mais armamento" para a Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros português, João Gomes Cravinho, confirmou esta quinta-feira, após a reunião da NATO que durou dois dias, que o país vai "corresponder ao pedido de envio de mais armamento" para a Ucrânia.

Garantiu ainda que existe uma "unidade entre todos os países" sobre o apoio que é preciso dar à Ucrânia e que esta poderá ser uma "guerra prolongada".
14:39 | 07/04

Presidente da Câmara de Balakliia fugiu para a Rússia, diz governador de Kharkiv

O Presidente da Câmara de Balakliia fugiu para a Rússia com a família, salientou o governador de Kharkiv, Oleh Synehubov ao ICTV, citado pelo Kiyv Independente.

Synehubov disse ainda que o presidente da câmara está a ser investigado, depois de ter sido acusado anteriormente de colaborar com as forças russas.
14:24 | 07/04

Governo ucraniano avisa que batalha em Donbas será como "a II Guerra Mundial" e pede ajuda à NATO

O Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano Dmytro Kuleba avisou esta quinta-feira, em Bruxelas, que a batalha por Donbas vai recordar a Segunda Guerra Mundial, com grandes operações e milhares de tanques, aviões e veículos blindados. A Ucrânia vai pedir ajuda à NATO dentro de dias.

"Ou nos ajudam agora - e estou a falar de dias, não de semanas - ou a ajuda vai chegar demasiado tarde, e muitas pessoas vão morrer", salientou Dmytro Kuleba.
14:07 | 07/04

Mulheres e crianças devem sair de Dnipro, salientou o presidente da câmara

O presidente da câmara de Dnipro, Borys Filatov, apelou às mulheres, crianças e os idosos que partam da cidade esta quinta-feira porque é esperado que os combates com a Rússia se intensifiquem nas regiões de leste, avançou a Reuters.

"Todos aqueles que têm a capacidade, como já disse, devem partir", salientou num vídeo publicado online, acrescentando que se refere a "mulheres, crianças, idosos, aqueles que não estão... diretamente integrados na economia".

Dnipro, que normalmente tem uma população de quase um milhão de pessoas, tem sido até agora poupado ao pior dos combates que têm devastado cidades mais a leste e a sul como Mariupol.

Na quarta-feira, o governador regional de Luhansk apelou a todos os residentes que se retirassem da cidade enquanto ainda podiam em relativa segurança.
13:42 | 07/04

Spotify vai ficar indisponível na Rússia

A empresa de streaming de música Spotify vai ficar totalmente indisponível na Rússia na próxima segunda-feira depois da empresa ter encerrado os escritórios na Rússia no início de março, avançou a Sky News.
12:38 | 07/04

Serviços de segurança ucranianos fazem lista de tropas russas que podem estar por detrás de crimes de guerra

O Serviço de Segurança do Estado da Ucrânia (SBU) disse esta quinta-feira que está a elaborar uma lista de tropas russas suspeitas de terem cometido alegados crimes de guerra na região de Kiev, incluindo na cidade de Bucha, avançou a Reuters.

"O SBU vai identificar qualquer pessoa envolvida nas atrocidades em Bucha e noutras cidades da região de Kiev", disse o SBU num comunicado, acrescentando que tinha entrevistado quase 2000 testemunhas e identificado 33 pessoas suspeitas de colaborar com a Rússia.
12:08 | 07/04
Correio da Manhã

Zelensky já aceitou o convite para discursar no Parlamento português

Volodymyr Zelensky, presidente ucraniano, aceitou o convite do homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, para discursar na Assembleia da República.
11:51 | 07/04
Correio da Manhã

Rússia enfrenta a situação mais difícil das últimas três décadas, diz o primeiro-ministro russo

A Rússia enfrenta a situação mais difícil das últimas três décadas devido às sanções ocidentais sem precedentes, mas as tentativas estrangeiras de a isolar da economia global vão falhar, garantiu o primeiro-ministro russo Mikhail Mishustin esta quinta-feira.

Mishutin disse ainda que esta situação abre espaço para novas oportunidades de negócio, uma vez que as empresas estrangeiras que deixassem a Rússia dariam espaço a outras.
11:47 | 07/04
Correio da Manhã

Objetivo a longo prazo da Rússia é dominar toda a Ucrânia, diz o governo ucraniano

O objetivo a longo prazo da Rússia é dominar todo o território ucraniano, embora o seu foco a curto prazo seja a luta na Ucrânia oriental, disse a vice-ministra da Defesa Hanna Malyar esta quinta-feira, citada pela agência Reuters.
10:55 | 07/04
Reuters

Kremlin diz que fornecimento de armas dos EUA para a Ucrânia pode ameaçar negociações de paz

O Kremlin diz que o fornecimento de armas e de assistência militar por parte dos Estados Unidos da América à Ucrânia poderá prejudicar as perspetivas de conversações de paz.

A informação foi divulgada pelo porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, numa conferência telefónica com jornalistas.
10:37 | 07/04
Correio da Manhã

Presidente da Câmara de Mariupol diz que há mais de 100 mil pessoas que precisam de ser retiradas da cidade

O Presidente da Câmara de Mariupol, citado pela agência Reuters, diz que há mais de 100 mil pessoas que precisam de ser retiradas da cidade.
09:59 | 07/04
Correio da Manhã

Zelensky vai encontrar-se com von der Leyen esta sexta-feira

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy vai reunir-se em Kiev, esta sexta-feira, com a presidente da Comissão Europeia Ursula von der Leyen, de acordo com informações divulgadas pelo porta-voz presidencial ucraniano Sergii Nykyforov à televisão pública, citado pela agência Reuters.


Disse ainda que outros detalhes das conversações não vão ser divulgados por razões de segurança. 
09:43 | 07/04

Onze corpos encontrados numa garagem na cidade ucraniana de Gostomel

O ex-ministro do Interior ucraniano, Arsen Avakov, disse na quarta-feira à noite que onze corpos, alegadamente mortos por tropas russas, foram encontrados numa garagem em Gostomel, nos arredores de Kiev, capital da Ucrânia.

"Em Gostomel, perto de Bucha, numa das garagens da rua Svyatopokrovskaya, a polícia encontrou onze civis mortos. Os moradores dizem que os atiradores dispararam sobre as pessoas e depois colocaram os mortos na garagem", disse Avakov num comunicado, citado pelo jornal ucraniano 'Ukrayinska Pravda'.

08:45 | 07/04

Kiev "tem o direito de se defender", diz líder da NATO

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse esta quinta-feira que "a Ucrânia tem o direito de se defender" da invasão russa, à chegada a Bruxelas para reuniões com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba.

"Iremos ouvir as necessidades que Dmytro Kouleba nos apresentará e iremos discutir como responder", disse Stoltenberg.

08:45 | 07/04

Russos nomearam novo executivo em Energodar, diz grupo nuclear estatal

Um autoproclamado Conselho de Auto-Organização Pública de Energodar, uma cidade no sul da Ucrânia ocupada por militares russos, nomeou uma nova administração local, revelou esta quinta-feira a empresa nuclear estatal ucraniana Energoatom.

A central nuclear de Zaporijia, a maior da Ucrânia, está situada na região de Energodar, sendo que a cidade foi ocupada por militares russos depois de violentos combates em redor da central nuclear.

08:44 | 07/04

Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia pede à NATO "armas, armas e armas"

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, disse que vai pedir o envio de mais armamento, nas reuniões marcadas para hoje com aliados da NATO em Bruxelas.

"A minha agenda é muito simples, há apenas três pontos: armas, armas e armas", disse esta quinta-feira o diplomata ucraniano, ao chegar à sede da NATO. "Quanto mais rápido forem entregues, mais vidas serão salvas e mais destruição evitada", acrescentou.

22:17 | 06/04

EUA admitem que Rússia é "problema" para Conselho de Segurança da ONU

O chefe da diplomacia norte-americana, Anthony Blinken, reconheceu esta quarta-feira que a Rússia é um "problema" para o Conselho de Segurança das Nações Unidas e que este não será resolvido até que Moscovo mude de atitude.

Blinken falava com jornalistas russos, quando foi questionado sobre o discurso proferido na terça-feira pelo Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, que criticou a passividade do Conselho de Segurança perante a ofensiva russa e pediu uma "reforma imediata" do órgão.

"Bem, o presidente Zelensky está certo de que há um problema com o Conselho de Segurança. Há um problema fundamental quando um de seus membros permanentes, cuja responsabilidade número um é manter a paz e a segurança internacionais, é o mesmo país que está a violar grosseiramente a paz e a segurança internacionais com sua agressão à Ucrânia, e isso é a Rússia. Portanto, há um problema bastante fundamental aí", disse Blinken.

22:16 | 06/04

Autarca afirma que morreram mais de 5 mil civis em Mariupol

Mais de 5.000 civis foram mortos na cidade ucraniana portuária cercada de Mariupol, anunciou esta quarta-feira o presidente da Câmara Municipal, numa altura em que a Ucrânia recolhe provas das atrocidades das forças russas cometidas nos arredores de Kiev.

Vadym Boichenko disse que dos mais de 5.000 civis mortos, durante semanas de bombardeamentos russos e conflitos de rua, 210 eram crianças.

O autarca adiantou que as forças russas bombardearam hospitais, incluindo uma unidade hospitalar onde 50 pessoas morreram queimadas.

21:08 | 06/04

Cruz Vermelha ajuda mais de mil civis a chegar à cidade de Zaporizhzhia

A Cruz Vermelha ajudou mais de mil civis vindos de Mariupol a chegar à cidade de Zaporizhzhia. 

"Um momento de descanso profundamente necessário" afirmou a Cruz Vermelha através da rede social Twitter.
20:11 | 06/04

Rússia prepara "operação ofensiva" contra a Ucrânia

De acordo com as Forças Armadadas ucranianas, a Rússia planeia uma "operação ofensiva" contra a Ucrânia. 

O reagrupamento das tropas russas nas regiões de Bryansk e Kursk está quase a ser concluída, afirmou o Estado Maior da Ucrânia. 
19:43 | 06/04

Ucrânia não consegue evacuar civis da cidade de Izyum devido a ocupação russa

As autoridades ucranianas não podem ajudar a evacuar os civis da cidade de Izyum devido à ocupação russa no local. 

As ajudas humanitárias serão também impossíveis de enviar pois a cidade está completamente sob o domínio russo, afirmou o governador regional de Kharkiv, Oleh Sinegubov.
19:40 | 06/04

Dezasseis menores chegaram a Portugal completamente sozinhos

Cerca de 350 menores ucranianos chegaram a Portugal sem os pais ou representantes legais, tendo sido o processo comunicado ao Ministério Público, e 16 entraram completamente sozinhos, revelou à Lusa fonte ligada ao processo.

Segundo a mesma fonte, a situação destes 16 menores que chegaram a Portugal "não acompanhados" ou indocumentados foi de imediato levada à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) para adotar "os procedimentos urgentes e prestar a assistência adequada".

19:08 | 06/04

Controlo total das tropas russas em Izium impede retirada de civis

O governador de região de Kharkiv disse, citado pela Reuters, que não é possível retirar as pessoas de cidade de Izium, ou enviar ajuda, uma vez que as forças russas controlam completamente a cidade. 
18:43 | 06/04

Base de armazenamento em Kharkiv destruída após ataque com mísseis russos

O Ministério da Defesa russo disse, citado pela RIA, que uma base de armazenamento de combustível em Kharkiv foi destruído na sequência de um ataque com mísseis.

As forças russas também destruíram algum equipamento militar ucraniano e armas numa estação ferroviária na mesma região.



18:10 | 06/04

A Rússia completou a retirada das tropas em Kiev, dizem os EUA

Um oficial do Departamento de Defesa dos Estados Unidos salientou esta quarta-feira que a Rússia completou a retirada das tropas de Kiev e está a reequipar e a reabastecer as suas tropas para uma esperada redistribuição para a Ucrânia.

Durante o fim-de-semana, a Ucrânia disse que as tropas tinham tomado todas as áreas ao redor de Kiev, reivindicando o controlo total da região da capital pela primeira vez desde que a Rússia lançou a invasão.

"Estamos a avaliar se todos os russos partiram", disse o oficial, falando sob condição de anonimato, acrescentando que a avaliação dos EUA foi concluída nas últimas 24 horas.
18:01 | 06/04

Acusações sobre massacre de civis em Bucha são "provocação grosseira e cínica" diz Putin

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, descreveu nesta quarta-feira, os ataques à cidade ucraniana de Bucha como uma "provocação grosseira e cínica", numa conversa com o primeiro ministro húngaro Viktor Orban, segundo o The Moscow Times.


17:50 | 06/04

Caminhos-de-ferro ucranianos relatam vítimas após ataque com mísseis a estação ferroviária no leste

Os caminhos-de-ferro ucranianos estatais disseram esta quarta-feira que houve uma série de vítimas depois de três mísseis terem atingido uma estação ferroviária no leste da Ucrânia, danificando edifícios, vias férreas e equipamento ferroviário, avançou a Reuters.

"Há vítimas", disseram numa declaração, sem detalhar o número de vítimas ou a localização do ataque.

Até ao momento, os russos têm poupado os ataque ao transporte ferroviário, sendo que os civis têm preferido viajar em comboio por ser mais seguro.
17:46 | 06/04

Cinco pessoas mortas após bombardeamentos russos em Donetsk

O governador da região de Donetsk disse, citado pela Reuters, que pelo menos cinco pessoas foram mortas em bombardeamentos russos esta quarta-feira.
17:02 | 06/04

Polónia publica “guia de guerra” na possibilidade de uma invasão russa

A Polónia criou um "guia de guerra" para ajudar a população caso as tropas russas ataquem o país. 

Este documento explica como os civis devem agir e como devem também responder aos ataques. 

A Rússia ainda não atacou a Pólonia, mas o país decidiu prevenir-se e ajudar a sua população. 
16:38 | 06/04

EUA anunciam novas sanções contra bancos russos e filhas de Putin

Os Estados Unidos vão adotar novas sanções económicas e financeiras "devastadoras" contra a Rússia, visando os grandes bancos e as filhas adultas de Vladimir Putin, anunciou esta quarta-feira a Casa Branca.

Além de proibir todos os novos investimentos na Rússia, o Governo do Presidente Joe Biden promete aplicar restrições ainda mais duras aos principais bancos russos, Sberbank e Alfa Bank, bem como a várias grandes empresas estatais, em resposta às "atrocidades" cometidas na Ucrânia.

Estas duas instituições bancárias deixarão de poder fazer transações com os Estados Unidos, em qualquer moeda.

15:50 | 06/04
Lusa

Guerra na Ucrânia já matou pelo menos 1 563 civis e fez 2 213 feridos

A invasão russa da Ucrânia já provocou pelo menos 1 563 mortos e 2 213 feridos entre a população civil, a maioria dos quais devido a armas explosivas com vasta área de impacto, indicou esta quarta-feira a ONU.

No seu relatório diário sobre vítimas civis confirmadas desde o início da agressão militar russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) contabilizou, até às 24:00 de terça-feira (hora local), 130 crianças entre os mortos e 188 entre os feridos.

A Alto Comissariado da ONU acredita que estes dados sobre as vítimas civis estão, contudo, muito aquém dos números reais, sobretudo nos territórios onde os ataques intensos não permitem recolher e confirmar a informação.

14:18 | 06/04

Primeiro-Ministro húngaro propõe a Putin cessar-fogo imediato na Ucrânia

O Primeiro-Ministro húngaro Viktor Orban disse esta quarta-feira que tinha acabado de falar com o Presidente russo Vladimir Putin, pedindo-lhe que anunciasse um cessar-fogo imediato na Ucrânia, avançou a Reuters.

Orban destacou ter convidado Putin para conversar na Hungria com os presidentes ucraniano e francês, assim como com o chanceler alemão e a resposta de Putin foi "positiva". No entanto, o presidente russo disse que isso traria condições.

"Sugeri ao Presidente Putin que anunciasse imediatamente um cessar-fogo", referiu Orban numa conferência de imprensa, acrescentando que as conversações de paz levariam mais tempo.
14:12 | 06/04

Vice primeira-ministra ucraniana pede residentes de Kharkiv, Donetsk e Luhansk que saíam das cidades

A vice primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk, apelou aos residentes de Kharkiv, Donetsk e Luhansk que saíssem das cidades enquanto é possível, avisando que novos bombardeamentos russos poderiam fechar os corredores humanitários, avançou a Reuters.
14:08 | 06/04

Ataque a local de distribuição de ajuda humanitária em Vuhledar faz dois mortos e cinco feridos

Os russos disparam artilharia num local de distribuição de ajuda humanitária em Vuhledar, matando pelo menos duas pessoas e ferindo outras cinco, avançou o governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenkoo, citado pelo Kyiv Independent.
14:02 | 06/04

ONU vai votar para suspender Rússia do conselho de direitos esta quinta-feira

Os 193 membros da Assembleia Geral das Nações Unidas vão votar, esta quinta-feira, sobre a suspensão da Rússia do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas com sede em Genebra, salientaram os diplomatas, citados pela Reuters.

Uma maioria de dois terços dos membros votantes da Assembleia Geral em Nova Iorque pode suspender um país por cometer violações graves e sistemáticas dos direitos humanos. A Rússia está no seu segundo ano de um mandato de três anos no Conselho dos Direitos Humanos com 47 membros.
13:59 | 06/04

Rússia quer recorrer a tribunais internacionais contra sanções económicas

A Rússia anunciou esta quarta-feira que vai denunciar nos tribunais internacionais as sanções económicas que lhe forem aplicadas por países que, segundo o vice-presidente do Conselho de Segurança russo, pretendem "suprimir o direito à propriedade privada" das empresas.
13:03 | 06/04

Rússia estão a "utilizar crematórios" para apagar crimes em Donestk

A Rússia está a utilizar crematórios para apagar as provas dos crimes de guerra, avançou a câmara municipal de Donetsk, citada pelo Kyiv Independent.

De acordo com a câmara da cidade, os russos estão a recolher e queimar os corpos dos residentes assassinados para evitar ter os crimes expostos, como aconteceu em Bucha, acrescentando que dezenas de milhares de civis podem ter sido mortos em Mariupol.

"A escala da tragédia em Mariupol o mundo não vê desde os tempos dos campos de concentração nazis", disse o presidente da câmara Vadym Boychenko. Os russos, acrescentou, "transformaram toda a nossa cidade num campo de morte".
12:50 | 06/04

Bombardeamento russo deixa 10 prédios em chamas na cidade ucraniana de Sievierodonetsk, diz governador de Lugansk

O governador de Luhansk alertou, citado pela Reuters, que dez edifícios estão em chamas na cidade ucraniana de Sievierodonetsk depois de bombardeamentos russos.

Não há informações de vítimas.

Os bombardeamentos russos têm-se itensificado no leste da Ucrânia.

12:44 | 06/04

89 pessoas, incluindo quatro crianças, já morreram em Kiev desde o início da guerra na Ucrânia

Oitenta e nove pessoas, incluindo quatro crianças, foram mortas em Kiev desde que a Rússia invadiu a Ucrânia, disse a Câmara Municipal da capital ucraniana numa declaração esta quarta-feira, citada pela Reuters.

Mais 398 pessoas foram feridas e 167 edifícios residenciais danificados por ataques russos, salientou, acrescentando que os residentes devem continuar a seguir os avisos de ataques aéreos apesar do recente recuo das forças russas da região de Kiev.

"Tornou-se mais seguro estar em Kiev, mas a ameaça de ataques aéreos mantém-se", afirmou.
12:11 | 06/04

Boris Johnson considera o que aconteceu em Bucha não fica aquém do genocídio

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson destacou, citado pela Reuters, que o que está a acontecer em Bucha, não ficam muito aquém do genocídio.
11:50 | 06/04

Mais de 500 pessoas fogem de Mariupol e chegam a Zaporizhzhia

Um comboio com mais de 500 pessoas que fugiram da cidade ucraniana de Mariupol chegou a Zaporizhzhia, revelou esta quarta-feira o Comité Internacional da Cruz Vermelha.
10:49 | 06/04

Governador de Lugansk diz que as forças russas tomaram o controlo de 60% da cidade de Rubizhne

As forças russas tomaram o controlo de 60% da cidade de Rubizhne, na Ucrânia, informou esta quarta-feira o governador da região de Luhansk.
10:27 | 06/04

Zelensky diz que já morreram pelo menos 167 crianças desde o início do conflito armado na Ucrânia

Pelo menos 167 crianças morreram na Ucrânia desde o início da invasão russa ao país, revelou o presidente Volodymyr Zelensky.
10:26 | 06/04

Rússia ameaça retaliar contra novas sanções da União Europeia

A Rússia ameaça tomar medidas de represália caso a União Europeia (UE) venha a adotar esta quarta-feira o quinto pacote de sanções contra o país, disse o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Alexandr Grushko.
09:37 | 06/04

Rússia quer manter relações diplomáticas com o Ocidente apesar das expulsões, diz agência russa

A Rússia quer manter as relações diplomáticas com os países ocidentais, apesar das expulsões dos diplomatas russos.

Alexander Grushko, vice-ministro russo dos Negócios Estrangeiros, terá dito que os países europeus que perturbam o trabalho dos diplomatas russos estão a prejudicar os seus próprios interesses, segundo a agência Interfax. 
09:11 | 06/04

Ucrânia anuncia novas tentativas de evacuar civis de cidades encurraladas pelas tropas russas

A Ucrânia vai tentar evacuar civis através de 11 corredores humanitários esta quarta-feira. 

Iryna Vereshchuk, vice-primeira-ministra, alertou para o facto de as pessoas que tentarem abandonar a cidade sitiada de Mariupol terão de utilizar os seus próprios veículos.
07:58 | 06/04

"Mundo deve agir para travar o assassinato em massa na Ucrânia", diz secretário de Saúde britânico

Sajid Javid, secretário de Saúde do Reino Unido, disse esta quarta-feira que o "mundo deve agir para travar o assassinato em massa na Ucrânia". 

"Isto é assassinato em massa a uma escala sem precedentes na Europa. Penso que não vemos isto desde 1995", disse à televisão BBC.
07:56 | 06/04

EUA e aliados vão proibir novos investimentos na Rússia

Os Estados Unidos e aliados ocidentais vão esta quarta-feira impor sanções adicionais ao Kremlin, incluindo a proibição de qualquer novo investimento na Rússia, após alegações de crimes de guerra na Ucrânia, avançou a Casa Branca.
07:43 | 06/04

China diz que imagens do massacre de Bucha "são perturbadoras"

O representante da China na ONU, Zhang Jun, disse numa reunião do Conselho de Segurança que as imagens do massacre de Bucha são "profundamente perturbadoras", mas acrescentou que "qualquer acusação deve ser baseada em factos".
07:42 | 06/04

Novos ataques aéreos e explosões em Lviv e Dnipropetrovsk

O chefe da administração militar regional de Lviv indicou terem ocorrido novos ataques aéreos e explosões, na região de Lviv e Dnipropetrovsk, no leste e no centro da Ucrânia, noticiou a imprensa ucraniana.
07:41 | 06/04

Bombardeamento russo atinge fábrica em Dnipropetrovsk

Forças russas atacaram esta quarta-feira um depósito de combustível e uma fábrica na região de Dnipropetrovsk, no centro da Ucrânia, causando um número ainda incerto de vítimas, disse o governador da região, Valentyn Reznichenko.
02:26 | 06/04

Zelensky diz que tropas russas preparam nova ofensiva no leste

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse que as forças russas estão ainda a tentar avançar no leste da Ucrânia, mas que o exército ucraniano está a resistir.

Num discurso à nação na terça-feira à noite, Zelensky disse que a Ucrânia está ciente de que a Rússia está a reunir reforços para outra ofensiva.

23:29 | 05/04

Rússia anuncia ofensiva final para conquistar cidade estratégia de Mariupol

A Rússia anunciou esta terça-feira uma ofensiva final para conquistar Mariupol, cidade portuária estratégica no sudeste da Ucrânia, após ter terminado o prazo imposto para as forças ucranianas deporem as armas e deixarem a região.

"Informamos repetidamente Kiev, através de todos os canais disponíveis de comunicação, de propostas sobre a possibilidade de retirada de Mariupol das unidades das Forças Armadas ucranianas e deposição das suas armas", referiu o porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov. 

23:16 | 05/04

Explosões ouvidas na região de Lviv

Explosões ocorreram nesta terça-feira à noite na pequena cidade de Radekhiv, a 70 quilómetros de Lviv, a grande cidade do oeste da Ucrânia, anunciou um responsável local, apelando à população para se abrigar.

"Explosões na região de Radekhiv. Mantenham-se todos abrigados", escreveu na plataforma digital Telegram Maksym Kozitskii, dirigente da administração militar regional, enquanto eram audíveis as sirenes da defesa antiaérea.

"Neste momento, não dispomos de informações sobre eventuais vítimas", acrescentou.

22:57 | 05/04

Estónia envia armas letais para a Ucrânia

A Estónia entregou nesta terça-feira à Ucrânia, mísseis, armas automáticas, munições, granadas descartáveis e granadas de mão. 
19:03 | 05/04

Governador da Ucrânia diz que 20 pessoas morreram em aldeias recapturadas por tropas russas

O governador da Ucrânia, Oleksandr Starukh, disse esta terça-feira que cerca de 20 pessoas morreram em algumas aldeias recapturadas pelas forças russas. 


18:57 | 05/04

Zelensky acusa Rússia "colonialista" de levar "centenas de milhares" de ucranianos

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de "colonialismo", por retirar "centenas de milhares" de ucranianos do seu país, criticando a passividade do Conselho de Segurança das Nações Unidas perante a ofensiva russa.

"Querem transformar ucranianos em escravos silenciosos", afirmou Zelensky perante o Conselho de Segurança da ONU, em Nova Iorque, em intervenção por videoconferência.

Zelensky acusou Moscovo de ter uma atitude "colonialista", levando "centenas de milhares" de ucranianos para a Rússia, incluindo crianças.

18:41 | 05/04

Médicos Sem Fronteiras estavam num hospital em Mykolaiv quando começaram os bombardeamentos

Os Médicos Sem Fronteiras (MSF) afirmaram esta terça-feira que a sua equipa testemunhou os bombardeamentos num hospital em Mykolaivm quando começou o ataque na cidade. 

A equipa de quatro elementos estava a visitar o hospital quando a zona "ficou debaixo de fogo", acrescenta.
18:34 | 05/04

Espanha expulsa 25 diplomatas russos

O ministro dos assuntos exteriores espanhol, José Manuel Albares, anunciou esta terça-feira que está a finalizar a lista de diplomatas russos que "representam uma ameaça aos interesses de segurança de Espanha" depois dos ataques em Bucha. 
18:22 | 05/04

Doze civis morreram nos bombardeamentos de segunda-feira em Mykolaiv

Os ataques russos de segunda-feira na cidade de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, provocaram pelo menos 12 vítimas mortais entre os habitantes, anunciou esta terça-feira a procuradora-geral da Ucrânia, Iryna Venediktova.

A procuradora-geral já tinha avançado com a abertura de uma investigação em cooperação com o Ministério Público Regional sobre a prática de possíveis crimes de guerra.

O presidente da Câmara Municipal daquela cidade tinha referido na segunda-feira à noite que dez civis tinham sido mortos e pelo menos outros 46 feridos na sequência de bombardeamentos em Mykolaiv.

17:44 | 05/04

Embaixador da China diz que ataques em Bucha são “muito perturbadores”

O embaixador da China nas Nações Unidas,Zhang Jun, afirmou esta terça-feira que os ataques e mortes de civis em Bucha são "muito perturbadores".

Contudo, Zhang Jun acrescentou que as circunstâncias devem ser verificadas e que acusações devem ser baseadas em factos. 
17:17 | 05/04

Zelensky acusa Rússia "colonialista" de levar "centenas de milhares" de ucranianos

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de "colonialismo", por retirar "centenas de milhares" de ucranianos do seu país, criticando a passividade do Conselho de Segurança das Nações Unidas perante a ofensiva russa.

"Querem transformar ucranianos em escravos silenciosos", afirmou Zelensky perante o Conselho de Segurança da ONU, em Nova Iorque, em intervenção por videoconferência.

Zelensky acusou Moscovo de ter uma atitude "colonialista", levando "centenas de milhares" de ucranianos para a Rússia, incluindo crianças.

16:18 | 05/04

Guerra já fez pelo menos 3675 vítimas civis, incluindo 1480 mortos

A invasão russa da Ucrânia já fez pelo menos 3.675 vítimas civis, incluindo 1.480 mortos e 2.195 feridos, a maioria das quais atingidas por armamento explosivo de grande impacto, indicou esta terça-feira a ONU.

No relatório diário de vítimas civis confirmadas desde o início da ofensiva militar russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro, o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) contabilizou, até às 24:00 de segunda-feira (hora local), 165 crianças entre os mortos e 266 entre os feridos.

15:33 | 05/04

Presidente da Câmara de Bucha desaconselha que população regresse à cidade devido à ameaça de minas

O presidente da Câmara de Bucha disse esta terça-feira que não é recomendado que as pessoas regressem à cidade devido à ameaça de minas.
14:39 | 05/04
Lusa

Kremlin questiona investigação sobre alegado massacre em Bucha

O Kremlin manifestou esta terça-feira dúvidas de que existam condições para uma investigação imparcial do alegado massacre na cidade ucraniana de Bucha e qualificou como "infundadas" as acusações de atrocidades feitas contra os militares russos.
14:26 | 05/04
Alfredo Leite

Sirenes de alerta para bombardeamento voltam a ouvir-se no centro de Kiev

As sirenes de alerta para bombardeamentos voltaram a soar na tarde desta terça-feira no centro de Kiev, capital ucraniana.
A carregar o vídeo ...
13:48 | 05/04

Aliados da NATO vão discutir envio de mais armas para a Ucrânia, diz Stoltenberg

Os aliados da Nato vão discutir a entrega de mais armas para a Ucrânia quando os ministros das Relações Exteriores se reunirem na quarta e quinta-feira, disse o secretário-geral da Nato, Jens Stoltenberg, esta terça-feira.

"Falamos sobre sistemas avançados de armas. Falamos, por exemplo, de dardos e outras armas antitanque", disse Stoltenberg numa entrevista, acrescentando que munição, abastecimentos médicos e sistemas de armas "de ponta" também serão discutidos.

13:31 | 05/04
Reuters

NATO diz que Rússia está a reagrupar-se para tentar tomar Donbass

A Rússia não desiste da ofensiva na Ucrânia, mas vai tentar concentrar-se novamente em tomar completamente a região de Donbass nas próximas semanas, disse o secretário-geral da Nato, Jens Stoltenberg, esta terça-feira.

"Agora vemos um movimento significativo de tropas (russas) longe de Kiev para se reagrupar, rearmar, reabastecer e mudar o foco para o leste", disse Stoltenberg numa entrevista.

"Nas próximas semanas, esperamos mais uma investida russa no leste e sul da Ucrânia para tentar tomar toda a região de Donbass e criar uma ponte terrestre para a Crimeia ocupada", disse Stoltenberg antes da reunião de quarta-feira dos ministros das Relações Exteriores da Nato.

13:03 | 05/04

Mais de 7 milhões de pessoas ficaram desalojadas pela guerra na Ucrânia

Um relatório da Organização Internacional para as Migrações revelou esta terça-feira que mais de 7,1 milhões de pessoas ficaram desalojadas pela guerra na Ucrânia.
12:09 | 05/04

Rússia recusa comentar progresso das negociações com a Ucrânia

O Kremlin rescuou comentar o progresso das negociações de paz com a Ucrânia.
11:55 | 05/04

Rússia vai continuar a atacar Kharkiv, diz conselheiro presidencial ucraniano

O conselheiro presidencial da Ucrânia disse esta terça-feira que acredita que as tropas russas vão continuar a atacar a cidade de Kharkiv durante muito tempo. 
11:49 | 05/04

Rússia promete retaliar face a expulsões de diplomatas pela Europa

A Rússia prometeu esta terça-feira responder à vaga de expulsões dos seus diplomatas de países da União Europeia (UE), depois dessa medida ter sido anunciada, esta manhã, por mais dois países: Itália e Dinamarca.

10:48 | 05/04

Moscovo acusa Wikipédia de difundir informações falsas sobre a guerra na Ucrânia

O regulador russo de comunicações, Roskomnadzor, exigiu esta terça-feira que a enciclopédia virtual Wikipédia ponha termo à "publicação de informação falsa" sobre o que Kremlin denomina "operação militar especial" da Rússia na Ucrânia. 
09:54 | 05/04

Von der Leyen e Borrell vão encontrar-se com Zelenskiy em Kiev

Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia, e Josep Borrell, diplomata da UE, vão a Kiev esta semana para se reunirem com Volodymyr Zelenskiy, presidente da Ucrânia. 

A informação foi esta terça-feira anunciada por um porta-voz da UE. 
09:18 | 05/04

Kiev pede para que a Europa corte todos os laços comerciais com a Rússia

O presidente da Câmara de Kiev pediu aos políticos europeus que cortassem todos os laços comerciais com Moscovo, justificando que todos os pagamentos feitos à Rússia eram "dinheiro sangrento" que alimentavam o exército russo. 

"Cada euro, cada cêntimo que recebe da Rússia ou que envia para a Rússia tem sangue, é dinheiro sangrento e o sangue deste dinheiro é sangue ucraniano, o sangue do povo ucraniano", disse Vitali Klitschko.
08:56 | 05/04
Lusa

Governo ucraniano anuncia abertura de sete corredores humanitários

O Governo da Ucrânia planeou para esta terça-feira a abertura de sete corredores humanitários para retirar cidadãos das áreas mais afetadas pelo cerco e bombardeamentos russos, anunciou a vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk, na rede social Telegram.

O corredor mais importante é o que está entre Zaporijia e a cidade de Mariupol, cercada por tropas russas desde o início da invasão, em 24 de fevereiro, e que não dispõe de serviços básicos para atender a sua população.

A cidade industrial e portuária, à beira do Mar de Azov, já teve quase meio milhão de habitantes e, atualmente, as autoridades garantem que apenas cerca de 160.000 permanecem. De acordo com as autoridades, quase 80% dos edifícios da cidade foram destruídos ou seriamente danificados pelos bombardeamentos russos.

08:46 | 05/04

Kiev diz que 20 mil soldados russos morreram desde o início da guerra na Ucrânia

Quase 20 mil soldados russos morreram desde o início da invasão da Rússia à Ucrânia, diz o presidente de Kiev.

08:42 | 05/04

Zelensky diz que "é possível" que não haja encontro com Putin

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta terça-feira é possível que um encontro entre ele e Putin, presidente russo, não venha a acontecer.

08:23 | 05/04

Zelensky diz que mortes em Bucha mostram que "desnazificação" se aplica mais à Rússia que à Ucrânia

Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, disse esta terça-feira que as mortes em Bucha mostram que a expressão "desnazificação" se aplica mais à Rússia que à Ucrânia.


08:15 | 05/04
Lusa

Kiev diz que tropas russas preparam nova ofensiva no leste

O Estado-Maior da Ucrânia disse esta terça-feira que a Rússia está a reagrupar as suas tropas e a preparar uma ofensiva em Donbass, no leste do país.

"O objetivo é estabelecer o controlo total sobre o território das regiões de Donetsk e Luhansk", refere uma atualização publicada na página do Estado-Maior na rede social Facebook.

A retirada das tropas russas foi concluída e os militares estão a dirigir-se para a cidade russa de Valuiki, na província de Belgorado, disse o Estado-Maior.

08:13 | 05/04
Lusa

Província militar de Odessa diz esperar ataque russo para tentar bloquear acesso ao Mar Negro

O coronel Serhii Bratchuk, porta-voz do comando militar da província de Odessa, disse à agência Lusa que as autoridades esperam o reforço dos ataques na região para tentar fechar o acesso da Ucrânia ao Mar Negro.

A retirada da capital, Kiev, e nas zonas perto da fronteira da Bielorrússia nas últimas semanas mostraram que os russos mudaram de tática, aumentando a intensidade no leste do país e nas zonas marítimas.

07:33 | 05/04

Reino Unido diz que tropas ucranianas obrigam Rússia a recuar em Chernihiv e Kiev

O Ministério da Defesa do Reino Unido disse esta terça-feira que as forças ucranianas recuperaram terreno no Norte do país, obrigando as tropas russas a retirarem-se das áreas ao redor de Chernihiv e de Kiev. 

O relatório diz ainda que é provável que os combates continuem nas regiões recapturadas, mas devem reduzir durante a semana à medida que as restantes forças russas se retirem.
07:29 | 05/04

Sirenes de alerta de bombardeamento tocam em toda a Ucrânia

Ouviram-se sirenes de alerta de bombardeamento durante a madrugada desta terça-feira em toda a Ucrânia, nomeadamente na capital Kiev e nas cidades de Lviv, Mykolaiv, Sumy e Odessa. 
07:26 | 05/04

Kiev pede à China que desempenhe papel importante nas negociações para a paz

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, pediu ao homólogo chinês, Wang Yi, que Pequim continue a desempenhar um papel importante na obtenção de um cessar-fogo com a Rússia, noticiou esta segunda-feira a imprensa estatal chinesa.
07:26 | 05/04

Guterres avisa que a Ucrânia vai demorar "décadas" a remover minas e explosivos

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, avisou que, após um mês de guerra na Ucrânia, levará "décadas" para remover todas as munições não detonadas, minas terrestres e bombas de fragmentação.
23:09 | 04/04

Volodymyr Zelensky irá discursar no Conselho de Segurança da ONU na terça-feira

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, irá dirigir-se ao Conselho de Segurança das Nações Unidas na terça-feira.

"Gostaria de salientar que estamos interessados numa investigação completa e transparente, cujos resultados sejam conhecidos e explicados a toda a comunidade internacional", acrescentou. 
23:00 | 04/04

Rússia já cometeu mais de 4.000 crimes de guerra, acusa procuradora ucraniana

A procuradora-geral da Ucrânia denunciou esta segunda-feira que o país já registou "mais de 4.000 crimes de guerra" cometidos pelas forças russas durante o conflito e revelou que as circunstâncias da morte de civis em Bucha ainda não foram verificadas.

"Desde o início da guerra, registamos mais de 4.000 crimes militares, crimes de guerra", salientou Iryna Venediktova, em entrevista ao canal francês BFM TV.

Iryna Venediktova acrescentou que as situações ocorridas nas cidades de Mariupol, no sudeste da Ucrânia, e de Bucha, perto de Kiev, ainda não foram verificadas.

21:57 | 04/04

Centenas de ucranianos abrigam-se no México enquanto esperam para atravessar a fronteira dos EUA

De acordo com as autoridades da cidade de Tijuana, centenas de ucranianos abrigam-se no México enquanto esperam para atravessar a fronteira dos EUA.

São cerca de 400 ucranianos, dos quais 30% crianças que chegaram a Tijuana através dos aeroportos de Cancun e da Cidade do México, afirma Enrique Lucero, diretor de assuntos de migração da Tijuana. 
21:49 | 04/04

Bombardeamento em Mykolaiv faz dez mortos e 46 feridos

Segundo as autoridades locais de Mykolaiv, dez pessoas, entre as quais uma criança, foram mortas esta segunda-feira num ataque na cidade. 

Cerca de 46 pessoas ficaram feridas, de acordo com o governador regional, Oleksandr Senkevich.
20:53 | 04/04

355 cães morreram num abrigo animal em Kiev

Cerca de 355 cães morreram num abrigo animal em Kiev, na Ucrânia, durante a ocupação russa, segundo a organização de direitos dos Animais UAnimals.

20:30 | 04/04

Presidente do município de Kiev pede a habitantes que adiem regresso à capital

O presidente do município de Kiev, Vitali Klitschko, pediu esta segunda-feira aos habitantes que deixaram a cidade para que apenas regressem quando a situação estiver estabilizada, alertando que ainda existem muitas minas ativas deixadas pelas forças russas.

"Adie o seu regresso por uns dias, se puder fazê-lo", aconselhou Klitschko numa mensagem citada no portal digital de notícias ucraniano Pravda.

20:10 | 04/04

EUA, UE e Japão insurgem-se contra "crimes" russos e avaliam mais sanções

Estados Unidos, União Europeia e Japão insurgiram-se esta segunda-feira contra alegados "crimes" de forças russas contra civis na cidade ucraniana de Bucha, admitindo reforçar sanções e pedir a suspensão da Rússia do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

A embaixadora norte-americana na ONU, Linda Thomas-Greenfield, anunciou que os Estados Unidos vão procurar a "suspensão" da Rússia do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas, depois de dezenas de cadáveres de civis terem sido encontrados na cidade ucraniana de Bucha.

Por sua vez, o Presidente norte-americano, Joe Biden, pediu um julgamento por crimes de guerra contra o seu homólogo russo, Vladimir Putin, e afirmou que procurará reforçar sanções, após relatos de atrocidades russas na cidade ucraniana de Bucha.

20:05 | 04/04

França junta-se a "abordagem europeia" para expulsão de diplomatas russos

A França vai expulsar 35 diplomatas russos "cujas atividades são contrárias aos interesses" do país, revelou esta segunda-feira fonte próxima do Ministério dos Negócios Estrangeiros francês.

"Esta ação faz parte de uma abordagem europeia. A nossa principal responsabilidade é sempre garantir a segurança dos franceses e europeus", pode ler-se num comunicado de imprensa divulgado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros. Citando fonte próxima do Ministério, agência France-Presse (AFP) adianta que serão 35 os diplomatas expulsos.

19:18 | 04/04

Presidente alemão reconhece "erro" no apoio ao gasoduto com Rússia

O presidente alemão, Frank Walter Steinmeier, admitiu esta segunda-feira um "erro" de avaliação, por ter defendido a necessidade de realizar o gasoduto germano-russo Nord Stream 2 quando foi ministro dos Negócios Estrangeiros.

"Foi claramente um erro", disse Steinmeier, segundo fontes presidenciais citadas pela televisão pública alemã ARD, após críticas da Ucrânia e da Polónia à gestão do político e da ex-chanceler Angela Merkel.

Steinmeier foi ministro da Chancelaria do governo social-democrata de Gerhard Schröder, entre 1999 e 2005.

19:07 | 04/04

Invasores russos utilizam a mão-de-obra civil para construir fortificações em Kherson

A Ucrânia afirmou nesta segunda-feira que os invasores russos estão a utilizar a mão-de-obra civil para construir fortificações em Kherson, uma cidade ucraniana. 

18:56 | 04/04

França vai expulsar vários funcionários diplomáticos russos

A França anunciou esta segunda-feira que vai expulsar vários funcionários diplomáticos russos, uma medida semelhante à da Alemanha. 

"As ações vão contra os nossos interesses de segurança nacional", afirma o ministério francês sobre os ataques das tropas russas. 
18:47 | 04/04

Dois terços das tropas russas já saíram da região de Kiev, afirma o Pentágono

Dois terços das tropas russas que ocupavam a região de Kiev desde início da invasão da Ucrânia retiraram-se para a Bielorrússia, indicou esta segunda-feira um alto responsável do Pentágono, admitindo uma reorganização militar antes do novo assalto russo.

"Apenas permanecem um terço das forças que foram deslocadas contra Kiev", precisou aos 'media' o alto responsável, que pediu anonimato.

"Continuamos a vê-los reorganizarem-se na Bielorrússia", acrescentou. "Continuamos a pensar que vão reequipar-se, reaprovisionar-se e talvez mesmo receber reforços, antes de serem reenviados para a Ucrânia, para combater noutro local".

18:11 | 04/04

Cinco chefes de diplomacia árabes viajarão até Moscovo e Polónia para reuniões

Cinco chefes de diplomacia árabes vão viajar para Moscovo para conversações sobre a guerra na Ucrânia com o homólogo russo, Serguei Lavrov, prevendo encontrar-se depois na Polónia com o homólogo ucraniano, Dmytro Kuleba.

A Liga Árabe disse que os principais diplomatas do Egito, Argélia, Iraque, Jordânia e Sudão vão reunir na segunda-feira com Lavrov, devendo também participar no encontro Ahmed Aboul Gheit, secretário-geral da Liga Árabe.

A organização pan-árabe diz que os ministros viajarão de seguida para a Polónia, na terça-feira, para uma reunião com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba.

17:59 | 04/04

Alemanha expulsa 40 diplomatas russos, invocando massacre de Busha

O Governo alemão declarou 40 diplomatas russos da embaixada de Berlim "persona non grata", instando-os a deixar o país, informou esta segunda-feira a ministra dos Negócios Estrangeiros, Annalena Baerbock.

De acordo com um comunicado da diplomacia alemã, os diplomatas russos visados são pessoas que "trabalham dia a dia contra a nossa liberdade e contra a nossa coesão social", representando um regime de "incrível brutalidade", como ficou provado pelas imagens de crimes de guerra cometidos na cidade ucraniana de Busha.

17:56 | 04/04

Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia diz que assassinatos em Bucha são apenas a "ponta do iceberg"

O ministro dos negócios estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, disse esta segunda-feira que as provas dos assassinatos na cidade de Bucha são apenas a "ponta do iceberg" e mostram a necessidade de sanções mais duras contra Moscovo. 
17:38 | 04/04

Presidente da Ucrânia pede mais ajuda à Roménia para combater a ameaça russa

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, pediu esta segunda-feira aos legisladores romenos que reforçassem as sanções à Rússia. 

Através de video-chamada, Zelensky disse que a Ucrânia precisava de mais apoio vindo do estrangeiro, incluindo armas para combater as forças russas. 
17:37 | 04/04

Berlim assume o controlo da subsidiária alemã da Gazprom

O Estado alemão vai assumir temporariamente o controlo da subsidiária alemã do grupo russo Gazprom devido à sua "importância no fornecimento" de energia na Alemanha, anunciou o ministro da Economia, Robert Habeck.

A agência federal de redes vai tornar-se até 30 de setembro administradora da "Gazprom Germania", que tinha a Gazprom como único proprietário.

O grupo russo anunciou na sexta-feira que iria retirar-se desta subsidiária, sem indicar imediatamente quem assumiria o controlo, lançando a incerteza sobre o futuro da entidade, em pleno conflito sobre o gás russo devido à guerra na Ucrânia.

17:27 | 04/04
Lusa

Merkel assume recusa em acolher a Ucrânia na NATO em 2008

A ex-chanceler alemã, Angela Merkel, defendeu esta segunda-feira a sua recusa, em 2008, do início do processo de adesão à NATO da Ucrânia, reagindo às críticas do Presidente ucraniano, que lamentou o "medo absurdo" demonstrado por alguns líderes na altura.

A antiga chefe do Governo alemão, que deixou a política no final de 2021, declarou, num curto comunicado divulgado pela sua porta-voz, que "assume as suas decisões na cimeira da NATO de Bucareste".

17:15 | 04/04

Biden chama "criminoso de guerra" a Putin e pede que seja julgado pelo massacre em Bucha

 O Presidente Joe Biden afirmou nesta segunda-feira que as alegadas atrocidades cometidas pelas forças russas em Bucha são um "crime de guerra", e apela a realização de um julgamento contra o Presidente russo Vladmir Putin. 


"Talvez se lembrem que fui criticado por chamar criminoso de guerra a Putin, agora vejam o que está a acontecer a Bucha", acrescentou. 

17:05 | 04/04
Lusa

Líderes locais descrevem "tensão" em Donbass e destruição de Mariupol

A situação é "tensa" na região do Donbass, controlado pela Ucrânia, com o exército pronto para enfrentar as forças russas, e a população civil deve deixar a zona imediatamente, disse hoje o governador local.

"Nós mantemos firmemente todo o território, (...) mas a situação está tensa em toda a região", admitiu o governador da administração militar-civil da região de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, falando uma conferência de imprensa na cidade de Kramatorsk.

Segundo o responsável, a "situação mais difícil está no rumo de Izium, localidade recentemente capturada por tropas russas na fronteira com a região vizinha de Kharkiv, onde esperamos que a situação piore".

16:54 | 04/04

Guerra na Ucrânia já fez pelo menos 1430 mortos e 2097 feridos

A invasão russa da Ucrânia já fez pelo menos 3.527 vítimas civis, incluindo 1.430 mortos e 2.097 feridos, a maioria das quais atingidas por armamento explosivo de grande impacto, indicou esta segunda-feira a ONU.
16:19 | 04/04

Lituânia expulsa embaixador da Rússia e fecha consulado russo

A Lituânia expulsou esta segunda-feira o embaixador da Rússia e encerrou o consulado russo na cidade lituana de Klaipeda, em resposta às ações militares de Moscovo na Ucrânia, informou o chefe da diplomacia lituana, Gabrielius Landsbergis.

"Pedimos ao embaixador russo que deixe a Lituânia", escreveu Landsbergis, na sua conta da rede social Twitter.

"As relações com a Rússia estão a deteriorar-se, por causa da agressão russa à soberania da Ucrânia e das atrocidades cometidas pelas suas Forças Armadas em várias cidades ocupadas na Ucrânia", explicou Landsbergis.

15:49 | 04/04

ONU diz que provas de massacres em Bucha e Kiev têm de ser preservadas

A alta-comissária da ONU para os Direitos Humanos defendeu esta segunda-feira que sejam preservadas todas as provas dos aparentes massacres de civis na cidade ucraniana de Bucha e nos arredores de Kiev, a fim de se estabelecerem responsabilidades.
15:48 | 04/04

Von der Leyen anuncia investigação para punir "perpetradores de crimes hediondos"

A presidente da Comissão Europeia anunciou esta segunda-feira uma investigação da União Europeia (UE) a alegados crimes cometidos em Bucha e noutras cidades ucranianas pelas tropas russas, salientando que os "perpetradores de crimes hediondos não podem ficar impunes".
14:40 | 04/04

Ucrânia diz que tem 600 prisioneiros de guerra russos

A vice-primeira-ministra da Ucrânia disse esta segunda-feira que o país tem atualmente cerca de 600 prisioneiros de guerra russos. 
14:29 | 04/04

Itália garante que União Europeia está "mais do que nunca" preparada para considerar todas as sanções contra a Rússia

Paolo Gentiloni, Comissário Europeu para a Economia, disse esta segunda-feira que a União Europeia está "mais do que nunca" preparada para considerar todas as sanções contra a Rússia.

"Nada está fora da mesa. E penso que isto é mais verdadeiro agora do que nunca", disse Gentiloni antes de uma reunião com os ministros das finanças da zona euro para discutir possíveis novas sanções contra a Rússia.

14:08 | 04/04

Habitantes devem esperar para regressarem a Kiev, diz presidente da Câmara

Vitaliy Klitschko, presidente da Câmara de Kiev disse esta segunda-feira que os habitantes, que abandonaram a cidade e foram para regiões mais seguras, devem esperar mais alguns dias antes de regressarem à capital ucraniana.

"Em primeiro lugar, existe atualmente um recolher obrigatório 24 horas em Kiev. Em segundo lugar, em certas cidades é provável que os ocupantes russos tenham deixado minas terrestres, e há (provavelmente) muitas munições por explodir", disse Klitschko.

13:44 | 04/04

“A Ucrânia tem de ter paz”: Zelensky visitou Bucha e disse que apesar do massacre é possível negociar a paz com a Rússia

Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, visitou esta segunda-feira a localidade de Bucha, perto de Kiev, onde civis foram alvo de massacres das tropas russas.

Questionado sobre se ainda era possível discutir a paz com a Rússia, Zelensky respodeu que "sim, porque a Ucrânia deve ter paz", de acordo com a BBC. 

O presidente ucraniano falou com residentes locais e afirmou que a Rússia cometeu crimes de guerra e genocídio na Ucrânia.
12:51 | 04/04
Reuters

Rússia impõe restrições de visto a cidadãos de 'países hostis'

O presidente russo, Vladimir Putin, assinou um decreto esta segunda-feira para introduzir restrições de visto para cidadãos de países que Moscovo considera "hostis", em resposta às sanções contra a Ucrânia.

O decreto, que entra em vigor na segunda-feira, suspende o regime simplificado de emissão de vistos da Rússia com alguns países da União Europeia, bem como Noruega, Suíça, Dinamarca e Islândia.

12:01 | 04/04

Estónia diz que setor energético deve fazer parte das novas sanções contra a Rússia

Eva-Maria Liimets, ministra dos Negócios Estrangeiros da Estónia, disse esta segunda-feira que a União Europeia deve acelerar novas sanções contra a Rússia. A ministra acrescentou que o setor energético deve ser incluído novo pacote de sanções.

"Temos de continuar a pressionar ainda mais a Rússia a parar esta guerra" disse Eva-Maria Liimets num briefing conjunto com a sua homóloga romena em Bucareste.


11:18 | 04/04

Polícia espanhola detém iate por suspeitas de pertencer a oligarca russo

A polícia espanhola deteve um super iate suspeito de pertencer a um oligarca russo em Maiorca, informou esta segunda-feira uma fonte policial espanhola.
10:58 | 04/04

Situação em Bucha é 'encenação', garante Lavrov

Sergey Lavrov, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, disse que a situação em Bucha é uma "encenação" espalhada nas redes sociais pelo Ocidente e pela Ucrânia.

A informação é avançada pela agência de notícias TASS.

10:36 | 04/04

Rússia não sabe quando vão continuar as negociações de paz com a Ucrânia

O Kremlin disse esta segunda-feira que não tem informações sobre quando vão continuar as negociações de paz entre a Rússia e a Ucrânia.
10:15 | 04/04

Corredores de Mariupol e em Lugansk reabrem para retirar cidadãos

As autoridades ucranianas reabriram esta segunda-feira vários corredores humanitários para retirar cidadãos de áreas cercadas e bombardeadas pelo exército russo, especialmente da cidade de Mariupol, no sul, e na região de Lugansk, uma autoproclamada república soberana reconhecida pela Rússia.

O corredor de Mariupol, onde estão mais de 100.000 pessoas praticamente sem alimentos, água ou outros bens essenciais, foi restabelecido esta segunda-feira e visa levar os cidadãos para a cidade de Zaporizhia, afirmou esta segunda-feira a vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, na rede de mensagens Telegram.

09:59 | 04/04

Governador de Chernihiv diz que tropas russas deixaram a cidade

O governador de Chernihiv, na Ucrânia, disse esta segunda-feira que as tropas russas deixaram a cidade.
09:42 | 04/04

Reino Unido quer sanções mais duras contra a Rússia

Liz Truss, secretária britânica dos negócios estrangeiros, vai visitar a Polónia esta segunda-feira para apelar a uma ação mais dura para enfrentar a agressão russa e apoiar a Ucrânia nas conversações de paz, disse o seu gabinete num comunicado.

09:03 | 04/04

Japão condena ataques russos a civis ucranianos

O primeiro-ministro japonês condenou esta segunda-feira os "atos atrozes" de tropas russas contra civis em cidades ucranianas nos arredores de Kiev, uma "violação do direito internacional".
09:03 | 04/04

Rússia ordena investigação de 'provocação' ucraniana por mortes de civis em Bucha

Alexander Bastrykin, chefe do Comité de Investigação russo, ordenou esta segunda-feira um exame oficial do que chamou uma "provocação" ucraniana depois de Kiev ter acusado os militares russos de massacrar civis na cidade de Bucha.
08:46 | 04/04

Polónia acusa Alemanha de ser o principal obstáculo para sanções mais duras à Rússia

Mateusz Morawiecki, primeiro-ministro da Polónia, disse esta segunda-feira que a Alemanha é o principal obstáculo à imposição de sanções mais duras à Rússia.

O comentário surge depois de Viktor Orban, primeiro-ministro da Hungria, ter ganho uma eleição nacional no domingo. Orban tinha sido criticado por adotar uma posição insuficientemente dura em relação à agressão russa na Ucrânia.

"Temos de ver que, independentemente da forma como abordamos a Hungria, esta é a quarta vitória e temos de respeitar as eleições democráticas ... é a Alemanha que é o principal bloqueio às sanções. A Hungria é a favor das sanções", disse Morawiecki.

07:56 | 04/04

Macron diz que são necessárias novas sanções contra a Rússia após os assassinatos em Bucha

Emmanuel Macron, Presidente francês, disse esta segunda-feira que eram necessárias mais sanções contra a Rússia, depois de a Ucrânia ter acusado as forças russas da morte de civis na cidade ucraniana de Bucha.

A Rússia negou no domingo que as suas forças eram responsáveis pela morte de civis na cidade de Bucha e disse que a Ucrânia tinha encenado uma atuação para os meios de comunicação ocidentais.

07:42 | 04/04

Zelensky pede apoio à resistência ucraniana durante a cerimónia dos Grammy

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu esta madrugada que as pessoas apoiem a resistência ucraniana e "digam a verdade" sobre a invasão russa, durante uma intervenção emotiva na cerimónia dos prémios de música Grammy.
07:41 | 04/04

ONG já devolveu três mil crianças ucranianas desaparecidas às suas famílias

O diretor da Plataforma de Busca 911, uma organização não-governamental ucraniana que procura encontrar desaparecidos e promover a reunião familiar, disse esta segunda-feira à Lusa que já foram resgatadas três mil crianças desde o início da guerra.
07:40 | 04/04

Rússia convoca reunião do Conselho de Segurança da ONU sobre Busha

A Rússia convocou uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para discutir o que chamou de "provocações odiosas" da Ucrânia, que denunciou o assassínio de civis por tropas russas em Busha.
00:35 | 04/04

Imagens de satélite da cidade ucraniana de Bucha mostram vala no terreno de uma igreja

As imagens, capturadas pela empresa privada de tecnologia espacial dos EUA Maxar Technologies a 31 de março, seguiram imagens anteriores de 10 de março que mostram sinais de escavação nos terrenos da Igreja de St. Andrew and Pyervozvannoho All Saints, salientou a Maxar Technologies, citada pela Reuters.

Os jornalistas da Reuters que visitaram Bucha no sábado viram corpos nas ruas da cidade. Uma vala comum numa igreja ainda estava aberta com corpos empilhados.

A Maxar Technologies, que coleta e publica imagens de satélite da Ucrânia, disse que os primeiros sinais de escavação de uma vala comum na Igreja de e St. Andrew and Pyervozvannoho All Saints foram vistos a10 de março.

23:52 | 03/04

Ministro da Defesa alemão propõe à União Europeia discutir a proibição da importação de gás russo

O ministro da Defesa alemão propôs à União Europeia discutir a proibição da importação de gás russo depois de as autoridades ucranianas e europeias terem acusado as forças russas de cometer atrocidades perto de Kiev, avançou a Reuters.
23:43 | 03/04

Rússia pediu reunião com o Conselho de Segurança das Nações Unidas na sequência da "provocação de radicais ucranianos"

A Rússia pediu que o Conselho de Segurança das Nações Unidas (ONU) se reúna esta segunda-feira para discutir o que chamou de "provocação de radicais ucranianos" na cidade de Bucha, avançou a Reuters.

"À luz da provocação flagrante de radicais ucranianos em Bucha, a Rússia exigiu que uma reunião do conselho de segurança da ONU seja convocada" , escreveu Dmitry Polansky, primeiro vice-representante da Rússia nas Nações Unidas, no Telegram.

De acordo com a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, o pedido de Moscovo para uma reunião do Conselho de Segurança da ONU é para discutir a escalada da violência em Kiev.

23:04 | 03/04

Explosões ouvidas na cidade de Odesa

Há relatos de uma série de explosões ouvidas em Odesa, no sul da Ucrânia, na madrugada deste domingo, avançou uma testemunha da Reuters.

22:54 | 03/04

Ouvidas explosões na cidade ucraniana de Kherson

Há relatos de uma série de explosões na cidade ucraniana de Kherson, noticiou a imprensa local, citada pela Reuters.
21:50 | 03/04

Zelensky defende "mecanismo especial" para investigar crimes russos

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse este domingo que será criado um "mecanismo especial" para "investigar e processar" todos os crimes "dos ocupantes" do país, acrescentando que irá funcionar com base no trabalho conjunto de especialistas nacionais e internacionais, avançou a Lusa.
21:46 | 03/04

Mais de 2000 pessoas retiradas de Mariupol e de Luhansk este domingo

A Ucrânia retirou 2 694 pessoas de zonas de conflito em Mariupol e na região de Luhansk este domingo, disse a vice-primeira-ministra Iryna Vereshchuk, citada pela Reuters.

A vice-primeira-ministra destacou ainda que as autoridades ucranianas estão em conversações com a Rússia para permitir a entrada de vários autocarros da Cruz Vermelha na cidade de Mariupol.
21:33 | 03/04

Ocidente vai impor um novo pacote de sanções à Rússia pelo assassinato dos civis em Bucha

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse este domingo, citado pela Reuters, que o Ocidente vai impor um novo pacote de sanções à Rússia pelo assassinato dos civis em Bucha e outras cidades ucranianas, mas salientou que isso não vai ser um castigo suficiente.

Centenas de pessoas foram mortas em Bucha e noutras cidades, incluindo civis que tinham sido baleados, destacou Zelensky.
20:06 | 03/04

Um morto e três feridos em ataque a hospital em Rubizhne

Uma pessoa morreu e três ficaram feridas este domingo num ataque russo a um hospital em Rubizhne, no leste da Ucrânia, informou o governador regional, Sergei Gaïdaï, no Telegram, sem adiantar mais detalhes, citado pela Lusa.

"Um projétil inimigo atingiu o hospital Roubizhne", acrescentou o governador no Telegram, colocando uma foto de equipas de resgate a escavar nos escombros.

Esta localidade perto de Lugansk, na região do Donbass, já foi alvo de inúmeros ataques desde o início da invasão russa.

19:12 | 03/04

Um morto e 14 feridos em ataque russo em Mikolaiv, no sul da Ucrânia

Uma pessoa foi morta e 14 ficaram feridas num ataque russo em Mikolaiv, no sul da Ucrânia, disse o governador regional, Vitaliy Kim.

O responsável ucraniano acrescentou que houve um número indeterminado de mortos e feridos num outro ataque, em Okatchiv, uma localidade no Mar Negro.

Cidade fechada na estrada para Odessa, o maior porto da Ucrânia, Mikolaiv foi fortemente atacada quando o exército russo tentou em vão tomá-la.

19:00 | 03/04

Novos bombardeamentos russos em Kharkiv fazem pelo menos sete mortos, incluindo três crianças

As forças russas bombardearam Kharkiv este domingo, matando sete pessoas, entre elas três crianças e ferindo 34 pessoas, disse o governador da região, citado pela Reuters.

Dez casas e um depósito de tróleis também foram danificados, afirmou numa declaração.
"À noite, os ocupantes bombardearam o distrito Slobidsky, em Kharkiv", destacou o governador Oleh Synyehubov, acrecentando que "infelizmente, há mortos e feridos entre a população civil".
18:44 | 03/04

Líder da ONU "chocado" com imagens de Bucha, pede investigação

O secretário-geral da ONU, António Guterres, manifestou-se este domingo "profundamente chocado com as imagens de civis mortos em Busha", na região de Kiev, onde muitos corpos foram descobertos após a partida das forças russas.
17:01 | 03/04

Militares encontram corpos torturados após retirada dos arredores de Kiev

As tropas da Ucrânia encontraram corpos com sinais de tortura, mãos atadas e ferimentos de bala, após os soldados russos terem saído dos arredores de Kiev, indicaram este sábado as autoridades.
15:40 | 03/04

Rússia lança ataque com mísseis contra cidade de Vasylkiv, a poucos quilómetros de Kiev

Os militares ucranianos acusaram, este domingo, a Rússia de lançar um ataque com mísseis contra a cidade de Vasylkiv, a poucos quilómetros de Kiev, a capital ucraniana.

De acordo com a mesma fonte, citada pela agência Reuters, há o registo de alguns civis feridos.
15:35 | 03/04
Lusa

Scholz exige esclarecimentos sobre "crimes cometidos pelo exército russo" em Bucha

O chanceler alemão, Olaf Scholz, exigiu este domingo esclarecimentos sobre os "crimes cometidos pelo exército russo" em Bucha, perto de Kiev, cidade tomada por forças ucranianas e onde muitos cadáveres foram descobertos.

"Devemos esclarecer esses crimes cometidos pelo exército russo", disse o chefe do governo alemão, num comunicado divulgado hoje.

De acordo com Olaf Scholz, "os autores desses crimes e os seus patrocinadores devem ser responsabilizados".

15:34 | 03/04
Lusa

NATO denuncia atos "absolutamente inaceitáveis" contra civis em Bucha

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, afirmou este domingo que os assassínios de civis na cidade de Busha, recapturada recentemente pelos ucranianos ao exército russo, são "absolutamente inaceitáveis".

Os assassinatos de civis atribuídos ao exército russo em Bucha, perto da capital da Ucrânia, Kiev, são "horríveis", afirmou hoje o secretário-geral da Organização do Tratado Atlântico Norte (NATO), denunciando uma "brutalidade sem precedentes na Europa nas últimas décadas".

15:18 | 03/04

Retirada russa de Kiev "não é uma verdadeira retirada", diz secretário-geral da NATO

O secretário-geral da NATO afirmou, este domingo, que a retirada russa da capital ucraniana "não é uma verdadeira retirada".

Citado pela Reuters, Jens Stoltenberg disse ainda que a posição da Rússia é reposionar as tropas para voltar a atacar a Ucrânia.
12:09 | 03/04

'Rockets' russos atingem o porto de Mykolaiv

O Ministério do Interior ucraniano divulgou, este domingo, que vários mísseis russos atingiram o porto de Mykolaiv, no Mar Negro da Ucrânia.

Anton Gerashchenko, o ministro do Interior, sublinhou ainda que as autoridades locais já confirmaram os ataques russos, avançou a agência Reuters
12:07 | 03/04

Rússia "tem o maior fardo de sanções do que qualquer país na história", diz o Kremlin

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, avançou este domingo que a Rússia tem o maior fardo de sanções de qualquer país na história e que, apesar disso, não quer dificultar a vida aos compradores ocidentais de gás russo.

De acordo com a agência Reuters, o Kremlin disse ainda que a operação militar vai alcançar todos os seus objetivos e espera assinar algum tipo de documento como resultado das conversações com a Ucrânia.
11:28 | 03/04

Governo britânico descreve morte de civis em Bucha como "crimes de guerra"

A secretária do Ministério dos Negócios Estrangeiros britânico afirmou, este domingo, citada pela agência Reuters, que os "ataques indiscriminados contra civis inocentes durante a invasão ilegal e injustificada à Ucrânia pela Rússia devem ser investigados como crimes de guerra". 

As declarações surgem na sequência dos últimos acontecimentos em Bucha, em que 300 pessoas foram enterradas "em valas comuns".

10:58 | 03/04

Ucrânia diz ter recuperado o controlo da cidade de Pripyat

As forças ucranianas informaram, este domingo, que recuperaram o controlo da cidade de Pripyat e de uma secção da zona fronteiriça entre a Ucrânia e a Bielorrússia, avançou a Sky News.

O Estado-Maior General das Forças Armadas da Ucrânia partilhou uma imagem de um soldado a hastear uma bandeira ucraniana em frente à central nuclear de Chernobyl.

10:44 | 03/04
Lusa

Chefe do grupo de negociações russo constata lento cumprimento dos acordos de Istambul por Kiev

O chefe do grupo de negociações russo afirmou este domingo que a Ucrânia está a cumprir lentamente os acordos já alcançados entre as duas nações em Istambul, mas elogiou uma postura "mais realista" de Kiev face à ideia de estado neutro.

Os serviços militares e diplomáticos ucranianos "avançam com um grande atraso, até mesmo no cumprimento dos acordos já alcançados a nível político", disse o chefe da delegação russa, Vladimir Medinsky, citado pela agência russa Interfax.

08:27 | 03/04

Tropas russas destroem refinaria de petróleo e três depósitos de combustível em Odessa

O Ministério da Defesa russo avançou, este domingo, que os mísseis marítimos e aéreos de alta precisão que atingiram a região de Odessa às primeiras horas de hoje, destruíram uma refinaria de petróleo e três depósitos de combustível que serviam para abastecer as tropas ucranianas.

A informação foi avançada pela agência Reuters.
08:22 | 03/04

Retirada de civis em Mariupol vai continuar este domingo

O processo de retirada de civis da cidade ucraniana de Mariupol vai continuar este domingo com o apoio da Cruz Vermelha, garantiu a vice-primeira-ministra da Ucrânia Iryna Vereshchuk.

"Sete autocarros tentarão aproximar-se de Mariupol, acompanhados pelo Comité Internacional da Cruz Vermelha", disse a deputada, citada pela agência Reuters
07:41 | 03/04

Nova ronda de negociações poderá acontecer na segunda-feira, diz negociador russo

Uma nova ronda de negociações de paz poderá ser retomada já amanhã, avançou este domingo o negociador da delegação russa.

De acordo com a agência Reuters, Vladimir Medinsky garantiu que um acordo de paz entre a Ucrânia e a Rússia ainda não está pronto para que aconteça uma reunião entre Zelensky e Putin, uma vez que a posição russa sobre a Crimeira e Donbass permanece inalterada.
07:34 | 03/04

Houve seis tentativas de ataques russos no leste da Ucrânia

A Ucrânia disse, este domingo, que houve seis tentativas de ataques russos no leste do país.

De acordo com a Sky News, os militares avançaram numa publicação na rede social Facebook que "no território de Donetsk e Luhansk, os defensores da Ucrânia repeliram seis ataques inimigos, destruíram quatro tanques, seis unidades de veículos blindados e sete unidades de veículos inimigos".

07:32 | 03/04

Rússia impede o reabastecimento da Ucrânia pelo Mar Negro

As forças navais russas continuam a bloquear a costa ucraniana no Mar Negro e no Mar de Azov, impedindo o reabastecimento por mar, disseram os serviços secretos militares britânicos este domingo, citados pela agência Reuters.

A Rússia mantém a capacidade de tentar um desembarque anfíbio, mas é provável que tal operação seja cada vez mais arriscada devido ao tempo que as forças ucranianas tiveram para se preparar, avançou o Ministério da Defesa ucraniano.

07:31 | 03/04
Lusa

Três fortes explosões registadas em Odessa hoje

A cidade portuária de Odessa, na Ucrânia, registou ao início da manhã fortes explosões, sendo possível observar três grandes nuvens de fumo negro numa área onde se armazena o combustível.

Segundo a agência de notícias Efe, o fumo é visível a norte da cidade, onde se encontra localizada uma refinaria.

O conselheiro do ministro do Interior ucraniano Anton Guerachtchenko escreveu na plataforma de mensagens Telegram: "Odessa foi atacado do ar. Foram relatados incêndios em algumas áreas. Alguns dos mísseis foram abatidos pela defesa aérea".

23:39 | 02/04

Parlamento ucraniano partilha a extensão dos danos médicos

O parlamento da Ucrânia, "The Verkhovna Rada", afirmou que desde o início da invasão russa no mês passado, 274 centros médicos foram danificados, 70 ambulâncias destruídas, nove trabalhadores médicos foram mortos e mais 30 ficaram feridos.
23:38 | 02/04

Ucrânia relata diminuição da intensidade dos ataques russos com mísseis

As forças armadas ucranianas disseram este sábado que a intensidade dos ataques aéreos e de mísseis russos tinha diminuído, acrescentando que Moscovo continua a retirar unidades através do norte da Ucrânia, avançou a Reuters.

Num post no Facebook, o estado-maior disse também que as forças russas em retirada estavam a colocar minas nas estradas e em algumas povoações.
23:17 | 02/04

Mais de 700 pessoas foram retiradas de Mariupol este sábado, salientou o vice-primeiro-ministro da Ucrânia

Um total de 765 residentes conseguiram este sabádo sair de Mariupol em veículos privados de Mariupol, disse a vice-primeiro-ministra da Ucrânia, citado pela Sky News.

Iryna Vereshchuk disse que os residentes chegaram a Zaporizhzhia, uma cidade situada a 140 milhas a noroeste.
23:12 | 02/04

Atividade aérea russa detetada no Sudeste da Ucrânia, salientou a Inteligência Militar do Reino Unido

A Inteligência Militar do Reino Unido disse na semana passada que tem havido uma concentração da atividade aérea russa no Sudeste da Ucrânia, avançou a Reuters.
23:08 | 02/04

Operação para tirar civis de Mariupol está em curso

A Cruz Vermelha ucraniana disse, citada pela Reuters, que a operação para tirar civis de Mariupol está em curso, mas que a situação no terreno é volátil.
23:07 | 02/04

Zelensky adverte que a Rússia pretende tomar o leste e o sul do país

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse este sábado, citado pela Reuters que as forças russas têm como objectivo apreender o leste e o sul do país e queixou-se que as nações ocidentais não tinham disponibilizado à Ucrânia sistemas anti-mísseis suficientes.

Num discurso em vídeo ao fim da noite, Zelenskiy elogiou também as forças que defendiam o porto de Mariupol, acrescentando que a resistência está a permitir que outras cidades ganhem tempo valioso.
22:14 | 02/04

Rússia aceita a posição da Ucrânia e líderes devem encontrar-se para discutir Tratado de Paz

O negociador-chefe ucraniano David Arakhamia disse que a Rússia aceita a posição da Ucrânia com exceção das exigidas sobre a Crimeia, avançou a agência de notícias Interfax, acrescentando que Putin e Zelensky podem encontrar-se.

De acordo com o orgão de comunicação social, a Rússia indicou que o Tratado de Paz está avançado o suficiente para permitir conversações diretas entre os líderes das duas nações.

18:56 | 02/04

Forças russas atacam hospital em Balakliia, perto de Kharkiv

As forças russas atacaram hospital em Balakliia, perto de Kharkiv, salientou o governador Oleh Synehubov, citado pelo Kyiv Independent.

Oleh Synehubov acrescentou ainda que o edifício está parcialmente destruído e que 70 pessoas necessitam de retirada imediata.
18:46 | 02/04

Quase 300 pessoas enterradas em valas comuns em Bucha

Perto de 300 pessoas foram enterradas "em valas comuns" em Bucha, uma cidade perto de Kiev que tem sido palco de violentos combates e que foi recuperada pelos soldados ucranianos aos russos, revelou este sábado o presidente do município.
18:39 | 02/04

Ministério da Defesa ucraniano garante que tropas nacionais retomaram totalmente controlo de Kiev

As tropas ucranianas retomaram o controlo de todo o território da região de Kiev, disse este sábado a Vice-Ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Malyar, citada pela Reuters.

"Toda a região de Kiev está liberta do invasor", disse Hanna Malyar numa publicação online.
18:35 | 02/04

Rússia gostava de continuar as conversações na Bielorrússia, mas a Ucrânia não quer, destacou o Kremlin

O Kremlin disse este sábado que a Rússia gostava de continuar as conversações na Bielorrússia, mas a Ucrânia não quer, avançou a Reuters.
18:17 | 02/04

Pista de aterragem aérea e depósito de combustível danificados perto da cidade de Myrhorod após ataque russo

O governador da região de Poltava,  Dmytro Lunin, disse, numa publicação online, que um ataque russo danificou uma pista de aterragem aérea e um depósito de combustível perto da cidade de Myrhorod, avançou a Reuters.
18:15 | 02/04

Corpos de 20 homens alinhados numa rua em Bucha, recuperada aos russos

Os corpos de pelo menos 20 homens vestidos com roupas de civis foram alinhados este sábado numa rua em Bucha, uma cidade a noroeste de Kiev, que os soldados ucranianos acabam de recuperar às forças russas, constatou um repórter da AFP.
17:46 | 02/04

Mais de quatro mil pessoas foram retiradas de locais que se encontram na linha da frente de guerra este sábado

A vice-primeira ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, salientou, citada pela Reuters, que mais de quatro mil pessoas foram retiradas de locais que se encontram na linha da frente de guerra através de corredores humanitários.
17:16 | 02/04

Zelensky acusa soldados russos de deixarem minas deliberadamente no norte da Ucrânia

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky acusou os soldados russos de estarem a colocar minas deliberadamente no norte da Ucrânia à medida que se estão a retirar, avançou a Reuters.

Num discurso divulgado esta sábado, o presidente salientou que  "no norte do país, os invasores estão a partir. É lento, mas perceptível", acrescentando que "em alguns locais, estão a ser expulsos com combates e noutros, estão a abandonar as posições em si".

"Eles estão a colocar minas em todo este território", destacou Zelensky. "As casas têm minas, o equipamento tem minas, e até mesmo os corpos das pessoas mortas têm minas", realçou.

De acordo com a Ucrânia, as tropas já retomaram o controlo de mais de 30 cidades e aldeias na região de Kiev desde que a Rússia anunciou esta semana que iria reduzir as operações à volta da capital para se concentrar em batalhas no leste.
16:02 | 02/04

Há registo de explosões nas proximidades da central nuclear de Zaporizhzhia

Uma série de explosões foram ouvidas este sábado na cidade ucraniana de Enerhodar, nas proximidades da central nuclear de Zaporizhzhia.

Tanto a cidade como a central, que gera mais de um quinto da electricidade da Ucrânia e é uma das maiores instalações nucleares da Europa, estão sob controlo russo desde 4 de Março, avançou a Al Jazeera
15:59 | 02/04

Mísseis russos atingiram ferrovia em Dnipropetrovsk Oblast

Os mísseis russos atingiram este sábado a ferrovia de oblast Dnipropetrovsk, na Ucrânia, e o tráfego ferroviário ficou interrompido, avançou Valentyn Reznichenko, o governador da cidade situada no distrito de Pavlohrad.

Segundo o Kyiv Independent, as carris e as carruagens ficaram severamente destruídas devido ao ataque.

 
15:54 | 02/04

Ucrânia acusa Rússia de usar reféns civis como "escudos humanos"

O Ministério da Defesa ucraniano acusou, este sábado, a Rússia de raptar civis e usá-los como "escudos humanos" para proteger as suas colunas de equipamento.

O Provedor disse que os soldados russos também estão a utilizar crianças como escudos, avançou a Sky News
15:11 | 02/04

ONU eleva para 1.325 o número de mortos civis na Ucrânia. 120 são crianças

Pelo menos 1.325 civis, 120 deles crianças, morreram desde o início da invasão da Rússia à Ucrânia, indicou este sábado o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos, reportando-se apenas aos casos verificados e admitindo poderem ser mais.
12:13 | 02/04

Ucrânia diz ter recuperado controlo da cidade de Brovary

A Ucrânia disse, este sábado, que voltou a recuperar o controlo da cidade de Brovary que fica a 19 quilómetros a leste da capital, Kiev. 

De acordo com o presidente da câmara, "os ocupantes deixaram agora praticamente toda o distrito", citou a Sky News.
11:16 | 02/04

Assessor de Volodymyr Zelensky garante que não haverá "afeganização" da guerra na Ucrânia

Um assessor do Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou este sábado que o Governo não espera que ocorra uma "afeganização" da guerra com a Rússia ou que esta se torne "longa e exaustiva".

"Não haverá 'afeganização' e nem um conflito longo e exaustivo pela Federação Russa, como muitos esperam", declarou Podolyak, numa mensagem publicada hoje na rede social Twitter.


11:02 | 02/04

Sobe para 35 o número de mortos no ataque a edifício regional de Mykolaiv

O presidente da câmara de Mykolaiv afirmou, este sábado, que subiu para 35 o número de mortos no ataque aéreo russo que atingiu um edifício da administração regional na última terça-feira. 

De acordo com o autarca, ainda estão a decorrer operações de salvamento para encontrar sobreviventes no local. 
10:38 | 02/04
Lusa

Exército ucraniano avança em Kiev e Gostomel com retirada de forças russas

O exercito ucraniano continua a avançar nas proximidades de Kiev e do aeroporto de Gostomel com a retirada das forças russas, segundo o último relatório dos serviços secretos do Ministério da Defesa do Reino Unido., anunciou este sábado a Efe.
10:36 | 02/04

Papa Francisco está a considerar visitar a Ucrânia

O Papa Francisco afirmou, este sábado, que está a considerar visitar Kiev, a capital ucraniana, devido à invasão russa ao país. 

De acordo com a agência Reuters, as declarações do Sumo Pontífice, de 85 anos, foram feitas em Roma, em Itália, antes de embarcar para o seu avião rumo ao arquipélago mediterrânico de Malta para uma visita de dois dias.
09:41 | 02/04

Ucrânia acusa Rússia de mobilizar tropas para a Transnístria

O Estado-Maior General ucraniano revelou, este sábado, que a Rússia está a redistribuir as suas tropas para a Transnístria, na Moldávia, para demonstrar a sua prontidão para atacar a Ucrânia a partir do sudoeste e para potenciais provocações na fronteira, citou o Kyiv Independent.


09:33 | 02/04

Pelo menos 154 edifícios residenciais em Kiev ficaram destruídos desde o início da guerra na Ucrânia

A Câmara Municipal de Kiev anunciou, este sábado, que pelo menos 154 edifícios residenciais ficaram danificados desde o início da guerra.

De acordo com o Kyiv Independent, 20 propriedades privadas, 27 jardins de infância e 44 escolas ficaram parcialmente destruídas na capital ucraniana. 
08:02 | 02/04

Sete corredores humanitários estão previstos abrir hoje na Ucrânia

A vice-primeira-ministra da Ucrânia afirmou, este sábado, que estão previstos sete corredores humanitários para hoje em algumas cidades ucranianas.

Em Mariupol, a retirada de civis vai ser possível apenas por transporte privado. Já na cidade de Berdyansk, estão previstos autocarros, avançou a Reuters
07:45 | 02/04

Ucrânia continua a avançar contra as forças russas em Kiev

Os Serviços Secretos Militares britânicos avançaram, este sábado, que a Ucrânia continua a avançar contra as forças russas nos arredores de Kiev. 

"No leste da Ucrânia, as forças ucranianas asseguraram uma rota chave no leste de Kharkiv após fortes combates", acrescentou o ministério, citado pela Reuters.
07:43 | 02/04

Mísseis russos atingem cidades ucranianas de Poltava e Kremenchuk

Os mísseis russos atingiram, este sábado, duas cidades no centro da Ucrânia, danificando infraestruturas e edifícios residenciais, avançou o chefe da região de Poltava.

Dmitry Lunin, citado pela Sky News, afirmou que um ataque aéreo atingiu infraestruturas na cidade de Poltava, enquanto que em Kremenchuk houve "muitos ataques" durante a manhã. 

Localizada a leste de Kiev, a cidade de Poltava é a capital da região de Poltava e Kremenchuk é uma das suas principais cidades.
07:40 | 02/04

Tropas russas perdem controlo de aeroporto a poucos quilómetros de Kiev

A ofensiva russa perdeu o controlo do aeroporto 'chave', à medida que a Ucrânia voltou a ocupar várias aldeias nos arredores de Kiev. O Ministério da Defesa britânico informou, este sábado, que as forças russas retiraram-se do aeroporto de Hostomel.

O aeroporto perto de Kiev tem estado sujeito a fortes combates desde o primeiro dia do conflito, uma vez que o controlo do mesmo terá permitido à Rússia um acesso mais fácil à capital, avançou a Sky News





07:36 | 02/04

Cruz Vermelha prepara nova tentativa para retirada civis em Mariupol

A Cruz Vermelha Internacional prepara outra tentativa para retirar civis da cidade ucraniana de Mariupol este sábado. 

Estima-se que cerca de 100 mil pessoas estejam presas na cidade, com escassez de bens alimentares e água.

De recordar que o Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) enviou uma equipa na sexta-feira para conduzir cerca de 54 autocarros e outros veículos privados ucranianos para a retirada de civis em Mariupol, o que acabou por não acontecer devido às ofensiva russa que não permitiu a abertura de corredores humanitários na cidade.
23:48 | 01/04

Zelensky diz que sanções contra a Rússia precisam de ser aumentadas

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse esta sexta-feira que as sanções impostas pelos Estados Unidos e outros países contra a Rússia pela sua invasão da Ucrânia estão a funcionar e precisam de ser aumentadas, avançou a Reuters.

Numa entrevista à Fox News, Zelensky disse também que gostaria que a China, que não impôs sanções à Rússia, estivesse do lado da Ucrânia.
23:47 | 01/04

Economia russa está "encurralada", avança o Departamento do Tesouro dos EUA

Um dirigente do Departamento do Tesouro dos EUA garantiu esta sexta-feira que a economia russa está "encurralada", devido às sanções internacionais, e considerou que a recente revalorização acentuada do rublo não significa grande coisa.
23:43 | 01/04

Comboio de autocarros com residentes em Mariupol chega a Zaporijia

Um comboio de autocarros com refugiados ucranianos, incluindo moradores da cidade portuária cercada de Mariupol, no sudeste da Ucrânia, chegou na esta sexta-feira à noite a Zaporijia, território controlado pelo Exército de Kiev.
23:34 | 01/04

Perda 'provável' de combustível e munições em Belgorod pode sobrecarregar as cadeias de abastecimento russas

O Ministério da Defesa britânico atualizou a situação do "incêndio" relatado na cidade russa de Belgorod, avançou a Reuters, salientando que a cadeia de abastecimento das tropas russas que cercam Kharkiv pode ser "particularmente afetada".

"Um incêndio destruiu vários tanques de petróleo de um depósito na cidade russa de Belgorod, perto da fronteira ucraniana. A 30 de março, explosões também foram relatadas num depósito de munições nas proximidades da cidade", destacou.

"A provável perda de combustível e munição desses depósitos provavelmente adicionará tensão adicional de curto prazo às cadeias logísticas já esticadas da Rússia", salientou o Ministério da Defesa.
22:09 | 01/04

Incêndio destrói vários tanques de petróleo num depósito da cidade russa de Belgorod

Os serviços secretos militares britânicos disseram que um incêndio destruiu vários tanques de petróleo num depósito da cidade russa de Belgorod, perto da fronteira ucraniana, avançou a Reuters.
22:01 | 01/04

Dezenas de locais históricos, museus e edifícios religiosos ucranianos estão danificados, salientou a UNESCO

Pelo menos 53 locais históricos, museus e edifícios religiosos ucranianos foram danificados desde o início da guerra com a Rússia, avançou a UNESCO, citada pela Sky News.

A agência cultural da ONU salientou que esse número provavelmente vai crescer à medida que outros danos forem verificados pelos especialistas.

Atualmente, 29 locais religiosos, 16 edifícios históricos, quatro monumentos e quatro museus foram danificados. Uma dúzia está em Kharkiv, e ainda não se sabe quantos edifícios foram danificados na cidade de Mariupol.
20:53 | 01/04

EUA disponibilizam equipamento à Ucrânia para o caso de a Rússia utilizar armas químicas

Os Estados Unidos da América está a disponibilizar equipamento à Ucrânia para o caso de a Rússia utilizar armas químicas ou biológicas, disse a Casa Branca esta sexta-feira, citada pela Reuters, sublinhando que isto não comprometeria a preparação interna sob qualquer forma.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, salientou que os abastecimentos estavam a ser disponibilizados, tendo os Estados Unidos e outros países dado um aviso sobre a possibilidade de a Rússia poder utilizar tais armas na Ucrânia e poder estar a planear uma operação de "bandeira falsa" para lançar um ataque.
20:06 | 01/04
Lusa

Presidente do Parlamento Europeu defende em Kiev "ir mais longe" nas sanções à Rússia

A Presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, falou esta sexta-feira em Kiev, com o primeiro-ministro ucraniano, sobre a necessidade de "ir mais longe" nas sanções contra a Rússia para travar a invasão militar "injustificada e inaceitável" da Ucrânia.
19:58 | 01/04
Reuters

Bulgária expulsa diplomata russo por alegada espionagem

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Bulgária afirmou esta sexta-feira ter declarado um diplomata russo "persona non grata" e deu-lhe 72 horas para deixar o país dos Balcãs devido a acusações de espionagem.

O ministério disse ter sido informado pelos procuradores do país de que um diplomata da embaixada russa tinha estado envolvido em atividades de inteligência não regulamentadas.
19:57 | 01/04
Lusa

Líder humanitário da ONU irá a Moscovo e Kiev para promover trégua

O principal reponsável dos serviços humanitários da Organização das Nações Unidas (ONU), Martin Griffiths, irá este domingo a Moscovo para tentar promover uma trégua na Ucrânia, segundo o secretário-geral da ONU, António Guterres.
19:54 | 01/04

Odesa atingida por três mísseis e "há vítimas", avançou o governador

Três mísseis atingiram uma área residencial perto da cidade ucraniana de Odesa esta sexta-feira, disse o governador local Maksym Marchenko num vídeo online, citado pela Reuters, acrescentando que houve vítimas.

"O inimigo acabou de efetuar um ataque com três mísseis a uma povoação", disse o governador, sem partilhar uma estimativa do número de baixas.
19:09 | 01/04
Reuters

Reino Unido e EUA concordar em trabalhar no fim da dependência energética russa

A Grã-Bretanha e os Estados Unidos concordaram em trabalhar para acabar com a dependência da energia russa, disse esta sexta-feira a Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Liz Truss, na sequência de um telefonema com o Secretário de Estado norte-americano Antony Blinken.

"Concordámos que a pressão sobre a Rússia deve continuar e trabalharemos para eliminar a dependência da energia russa", disse Truss no Twitter.
19:07 | 01/04
Reuters

6266 pessoas foram retiradas de cidades ucranianas através de corredores humanitários esta sexta-feira

Um total de 6266 pessoas foram retiradas de cidades ucranianas através de corredores humanitários esta sexta-feira, disse um alto funcionário do governo ucraniano.

Kyrylo Tymoshenko, chefe adjunto do gabinete do presidente, disse numa publicação online que 3071 pessoas tinham abandonado Mariupol.
19:05 | 01/04
Lusa

Decreto sobre como pagar gás russo entra em vigor sem perturbar fornecimentos

O decreto assinado por Vladimir Putin que estabelece um novo mecanismo para o pagamento de gás russo entrou esta sexta-feira em vigor, sem causar qualquer perturbação nos fornecimentos da Gazprom, segundo fontes russas e europeias.
18:58 | 01/04

Kiev anuncia troca de 86 prisioneiros de guerra com a Rússia

O governo ucraniano anunciou esta sexta-feira a troca de 86 soldados prisioneiros de guerra com a Rússia, o segundo acordo deste tipo desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro.
17:51 | 01/04

Comboio da Cruz Vermelha a caminho de Mariupol teve de voltar para trás

Um comboio da Cruz Vermelha que viajava para a cidade portuária ucraniana sitiada de Mariupol para evacuar civis deu meia volta, disse esta sexta-feira o Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) com sede em Genebra, afirmando que se tinha tornado impossível prosseguir.

"Uma equipa da Cruz Vermelha (CICV) que estava a caminho de Mariupol esta sexta-feira para facilitar a passagem segura de civis teve de regressar a Zaporizhzhia depois de os preparativos e condições tornarem impossível prosseguir", disse o CICV numa declaração.

O CICV disse no início desta sexta-feira que as equipas estavam a caminho de Mariupol, com um porta-voz a dizer que tinham esperança de que as retiradas de milhares de civis pudessem começar nesse dia.
17:03 | 01/04

Bucha retomada pelas tropas ucranianas

O presidente da Câmara de Bucha, uma cidade próxima de Kiev, a capital ucraniana, referiu que a cidade foi reconquistada pela tropas ucranianas.

PRESIDENTE DA CÂMARA DA CIDADE DE BUCHA PERTO DE KYIV DIZ QUE A CIDADE FOI RECONQUISTADA PELAS TROPAS UCRANIANAS
16:44 | 01/04

Rússia não está a abrir o corredor humanitário em Mariupol como tinha previsto

O governador da região de Donetsk salientou que a Rússia não está a cumprir a promessa relativamente à abertura de um corredor humanitário em Mariupol.
14:32 | 01/04

Zelensky e Macron falam ao telemóvel sobre plano de evacuação de Mariupol

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, conversou ao telefone com o seu homólogo francês, Emmanuel Macron, sobre a criação de corredores humanitários em Mariupol. 

13:55 | 01/04

Presidente da Câmara de Mariupol diz que serão necessários pelo menos 9 mil milhões de euros para reconstruir a cidade

O presidente da Câmara de Mariupol, Vadym Boychenko, afirmou que serão necessários pelo menos 9 mil milhões de euros para reconstruir as infraestruturas da cidade, fortemente atacada desde o início da invasão russa, a 24 de fevereiro.
12:57 | 01/04

Autarca de Kiev diz que a situação na capital ainda é perigosa

O presidente da Câmara de Kiev, Vitali Klitschko, alertou que a situação na capital ucraniana ainda é perigosa e aconselhou a população a não regressar no imediato à cidade.




12:31 | 01/04

Ucrânia diz que são mais de 17.700 os soldados russos mortos ou feridos devido à guerra

As autoridades ucranianas revelaram esta sexta-feira que já são mais de 17.700 os soldados russos mortos ou feridos devido à guerra.
12:16 | 01/04

Retirada de civis de Mariupol suspensa por falta de condições seguras

O Comité Internacional da Cruz Vermelha admitiu que a retirada de civis da cidade de Mariupol, na Ucrânia, pode não acontecer esta sexta-feira, como estava planeado, já que ainda não há garantias de segurança exigidas pelo organismo.

"Ainda há muitas coisas em movimento e nem todos os detalhes garantem em definitivo [que a retirada] aconteça com segurança", avançou o porta-voz do Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) em Genebra, Ewan Watson, acrescentando que a situação não permite ter certeza se a operação decorrerá hoje.

O CICV tinha-se disponibilizado na quinta-feira para liderar as operações de retirada de civis da cidade de Mariupol, que deveriam ter início hoje, tendo, no entanto, imposto a condição de ter garantias de segurança.

12:00 | 01/04

Ucrânia e Rússia retomam esta sexta-feira negociações de paz

As negociações de paz entre a Ucrânia e a Rússia voltam a retomar nesta sexta-feira, mas serão feitas através de video-chamada. 

A informação foi avançada pelo gabinete presidencial do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky.
11:48 | 01/04

Diretor da IAEA vai deslocar-se até Chernobyl

O diretor da Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA) vai deslocar-ser à central nuclear de Chernobyl "logo que possível", afirmou Rafael Grossi. 

"Vou chefiar uma missão de assitência e apoio a Chernobyl o mais rápido possível. Será a primeiro de uma série de missões de segurança e proteção nuclear na Ucrânia", acrescentou. 


11:07 | 01/04

Cruz Vermelha está a caminho de Mariupol para retirar civis

A Cruz Vermelha está a caminho de Mariupol com o objetivo de retirar milhares de pessoas da cidade portuária. 

"Temos autorização para avançar e estamos a caminho de Mariupol. Esperamos que a evacuação possa começar hoje", disse a porta-voz Ewan Watson. 

09:14 | 01/04

154 crianças morreram desde o início da invassão russa, afirmam autoridades judicias da Ucrânia

As autoridades judiciais da Ucrânia avançaram esta sexta-feira que 153 crianças morreram e 245 ficaram feridas na sequência da invasão russa do país, que se iniciou no dia 24 de fevereiro.

"Quase 400 crianças foram afetados (diretamente) na Ucrânia desde o começo da agressão armada da Federação da Rússia, entre os quais 153 foram 'assassinadas' e 245 ficaram feridas", disse a Procuradoria Geral da Ucrânia numa mensagem difundida sexta-feira pela rede social Telegram, citada pela agência Ukronform de Kiev. 

Segundo a mesma fonte, a maior parte das crianças residiam nas regiões de Kiev, na autoproclamada república de Donetsk e na cidade de Karkov no noroeste e nas regiões norte da Ucrânia particularmente atingidas pelos bombardeamentos russos. 

09:06 | 01/04

Austrália anuncia envio de veículos blindados para ajudar Kiev

A Austrália anunciou esta sexta-feira que vai enviar veículos blindados Bushmaster para a Ucrânia, um reforço da ajuda a Kiev na guerra contra a Rússia.

O primeiro-ministro australiano não especificou a data ou o número de blindados.

"Não estamos apenas a enviar as nossas orações, estamos a enviar as nossas armas, estamos a enviar as nossas munições, estamos a enviar a nossa ajuda humanitária, (...) e vamos enviar os nossos veículos blindados, os nossos Bushmaster também", afirmou Scott Morrison.

08:59 | 01/04

Zelensky demite dois generais por deslealdade

O Presidente ucraniano anunciou na quinta-feira à noite a demissão de dois generais por violação do juramento militar de lealdade, com base no estatuto disciplinar das Forças Armadas da Ucrânia.

Volodymyr Zelensky disse que foram demitidos o chefe do principal departamento de Segurança Interna do Serviço de Segurança da Ucrânia, Naumov Andrii Olehovich, e o chefe do gabinete do Serviço de Segurança da Ucrânia na região de Kherson, Krivoruchko Sergii Oleksandrovich.

"Agora não tenho tempo para lidar com todos os traidores. Mas pouco a pouco serão todos punidos", garantiu Zelensky, que também agradeceu aos "heróis nacionais" por defenderem o Estado.

08:54 | 01/04

Chernihiv e Kiev continuam a ser bombardeadas apesar das promessas de negociação de paz russas

As cidades de Kiev Chernihiv continuam a ser bombardeadas pela Rússia, de acordo com os últimos serviços secretos britânicos, "apesar das promessas russas de reduzir a actividade nestas áreas".

Moscovo prometeu reduzir os ataques aéreos e de mísseis em ambas as áreas no início desta semana, enquanto funcionários ucranianos e russos estavam envolvidos em conversações de paz em Istambul, Turquia.

Noutros locais, as forças ucranianas retomaram as aldeias de Sloboda e Lukashivka, a sul de Chernihiv, e localizadas ao longo de uma das principais rotas de abastecimento entre a cidade e Kyiv, os estados de inteligência de defesa.
08:39 | 01/04

Ucrânia ataca depósito de combustível em Belgorod na Rússia

Um depósito de combustível em Belgorod, na Rússia, foi atacado por helicópteros militares ucranianos, confirmou o governador regional da cidade, Vyacheslav Gladkov.



08:13 | 01/04

Sobe para 24 o número de mortos de ataque com míssil em Mykolaiv

O número de vítimas mortais pelo ataque com míssil em Mykolaiv subiu para 24, segundo o último balanço dos serviços de emergência ucranianos.

Nas últimas 24h horas foram encontrados mais quatro corpos entre os escombros do desastre. 

 
08:08 | 01/04

Soldados ucranianos recusam-se a aceitar reivindicações russas sobre Kiev

Soldados e oficiais que lutam por Kiev não acreditam que as tropas russas tenham desistido da capital, uma vez que estão de guarda no posto de controlo militar ucraniano fora de Kiev.

"Significa que haverá 100 mísseis em vez de 200 mísseis lançados em Kyiv ou outra coisa qualquer?"

Apesar das reivindicações nas conversações de paz de quarta-feira, em que a Rússia disse que iria "reduzir fundamentalmente" as operações militares em Kiev e Cherihiv, as tropas russas atingiram a capital com bombardeamentos de artilharia pesada.
07:22 | 01/04

Rússia bloqueia 45 autocarros de evacuação

As tropas russas na Ucrânia bloquearam cerca de 45 autocarros que seriam usados para retirar civis de Mariupol, afirmou o governo ucraniano.

Das pessoas que tentaram abandonar a cidade portuária, apenas 631 conseguiram sair em carros particulares.

Cerca de uma dúzia de autocarros com ajuda humanitária foram também parados pelas forças russas que tinham saído de Melitopol e que deveriam entrar em Mariupol.

As forças russas pararam os autocarros e capturaram 14 toneladas de alimentos e medicamentos, disse a vice-primeira-ministra Iryna Vereshchuk, no final de quinta-feira.

00:54 | 01/04

Rússia transfere controlo de Chernobyl para autoridades ucranianas

As autoridades ucranianas informaram na quinta-feira à Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) que a antiga central nuclear de Chernobyl está novamente sob controlo da Ucrânia, após a saída das tropas russas que a ocupavam desde 24 de fevereiro.
23:52 | 31/03

Presidente do Parlamento Europeu está a caminho de Kiev

A presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, anunciou esta quinta-feira que está "a caminho" de Kiev, embora não tenha dado mais detalhes por questões de segurança.
23:52 | 31/03

Reino Unido diz que Rússia está a redistribuir tropas da Geórgia para a Ucrânia

A Rússia está a redistribuir tropas da Geórgia para a Ucrânia de forma a reforçar para reforçar número de elementos na invasão à Ucrânia, avançou a Reuters.

"Entre 1 200 e 2 000 dessas tropas russas estão a ser reorganizadas em 3x Grupos Táticos do Batalhão", disse o Ministério da Defesa da Grã-Bretanha.

23:35 | 31/03

EUA anunciam mais sanções contra Moscovo, agora no sector tecnológico

Os EUA anunciaram esta quinta-feira mais sanções contra a Federação Russa, desta vez contra o setor tecnológico, incluindo o principal fabricante de semicondutores, para garantir a efetiva aplicação daquelas.
23:30 | 31/03

Pentágono refere que não é claro se o comboio de veículos militares da Rússia para Kiev ainda existe

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos, Pentágono, disse esta quinta-feira que não é claro se o comboio de veículos militares da Rússia para Kiev ainda existe depois de não ter completado a sua missão, avançou a Reuters.

"Nem sequer sei se ainda existe neste momento. Eles nunca cumpriram realmente a sua missão", destacou o porta-voz do Pentágono, John Kirby.
23:28 | 31/03

Putin pede impulso da indústria aeronáutica russa em reposta a sanções

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, pediu esta quinta-feira o impulso da indústria de aviação do país na próxima década, para aumentar a frota de companhias aéreas com aviões russos e neutralizar as sanções ocidentais pela invasão da Ucrânia.
23:24 | 31/03

Biden diz que Putin demitiu assessores que ocultaram desempenho militar russo

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse esta quinta-feira que o seu homólogo russo, Vladimir Putin, demitiu ou colocou em prisão domiciliária alguns dos assessores que, segundo a inteligência norte-americana, esconderam a realidade sobre a guerra na Ucrânia.
22:40 | 31/03

Um morto e quatro feridos em bombardeamento a caravana humanitária em Chernigiv

Pelo menos uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas num bombardeamento russo a uma caravana humanitária a caminho da cidade ucraniana de Chernigiv, revelou a provedora de Justiça da Ucrânia, Lyudmyla Denisova, citada pela Lusa.
20:29 | 31/03

ONU entrega alimentos a 6.000 pessoas em Sumy mas não tem acesso a Mariupol

As Nações Unidas informaram esta sexta-feira que conseguiram entregar alimentos destinados a cerca de 6.000 pessoas na cidade cercada de Sumy, na Ucrânia, mas lamentou que o mesmo ainda não seja possível em Mariupol por questões de segurança.
19:48 | 31/03

AIEA prepara-se para enviar uma missão a Chernobyl após retirada das tropas russas

O diretor da Agência Internacional de Energia Atómica, Rafael Grossi, disse esta quinta-feira que se está a preparar para enviar uma equipa para missão às instalações de resíduos radioactivos na central nuclear de Chernobyl depois de a Ucrânia a ter informado que as tropas russas que controlavam o local se tinham retirado e que as restantes provavelmente também o fariam.

"A AIEA está em estreitas conversações com as autoridades ucranianas sobre o envio da primeira missão de assistência e apoio da Agência para Chernobyl nos próximos dias", disse a Agência Internacional de Energia Atómica numa declaração, acrescentando que a Ucrânia "presumiu" que as restantes tropas russas se estavam a preparar para partir.
19:40 | 31/03

Rússia anuncia abertura de corredor humanitário em Mariupol esta sexta-feira

O Ministério da Defesa russo salientou que vai abrir esta sexta-feira um corredor humanitário de Mariupol para Zaporizhzhia, após pedido da Alemanha e França, avançou a agência noticiosa TASS.
19:26 | 31/03

Forças russas já mataram 148 crianças, dispararam 1 370 mísseis e destruíram 15 aeroportos

As forças russas mataram 148 crianças durante os bombardeamentos e ataques aéreos, dispararam 1 370 mísseis e destruíram 15 aeroportos ucranianos desde o início da invasão no dia 24 de Fevereiro, informou esta quinta-feira o Ministério da Defesa da Ucrânia, citado pela Reuters.
18:30 | 31/03

Alemanha não vai pagar o gás à Rússia em rublos

O Chanceler alemão Olaf Scholz salientou esta quinta-feira que a Alemanha vai continuar a pagar as entregas de gás russo em euros e dólares, depois do presidente russo Vladimir Putin ter dito que a partir desta sexta-feira os países que compram gás à Rússia deviam começar a pagar em rublos, avançou a Reuters. 

Depois de ter verificado com Robert Habeck, o ministro da economia alemão, Scholz referiu que ainda não tinha visto um novo diploma assinado por Putin a exigir o pagamento de gás em rublos.

Scholz reiterou ainda que a Alemanha esperava tornar-se independente das importações russas de petróleo e carvão este ano.
17:59 | 31/03

Rafael Grossi vai encontrar-se com diplomatas russos esta sexta-feira na cidade de Kaliningrado

O chefe da Agência Internacional de Energia Atómica, Rafael Grossi, vai encontrar-se com diplomatas russos na cidade de Kaliningrado esta sexta-feira de manhã, avançou a Reuters.
17:52 | 31/03

Moscovo impõe sanções contra líderes de instituições europeias

O Governo russo impôs esta quinta-feira sanções contra líderes de instituições europeias, em resposta às medidas punitivas da União Europeia (UE) por causa da invasão russa da Ucrânia.
17:36 | 31/03

Soldados russos que levantaram nuvem de poeira radioativa junto à central nuclear de Chernobyl estão a ser tratados na Bielorrússia

Os soldados russos que esta quarta-feira levantaram uma nuvem de poeira radioativa depois de conduzirem veículos blindados sem proteção contra radiações numa zona altamente tóxica chamada "Floresta Vermelha", junto à central nuclear de Chernobyl, ficaram doentes e estão a ser tratados na Bielorrússia, afirmou um funcionário da agência estatal ucraniana que supervisiona a zona de exclusão.  

As duas fontes citadas pela Reuters disseram que os soldados não utilizaram qualquer equipamento anti-radiação. O segundo empregado de Chernobyl disse que isso era "suicida" para os soldados porque a poeira radioativa que inalaram é suscetível de causar danos internos no corpo.
17:26 | 31/03

Há relatos de uma forte explosão no centro de Kiev, avançou o Kyiv Independent

Há relatos, de acordo com o Kyiv Independent, de que foi ouvida uma forte explosão no centro de Kiev esta quinta-feira.

17:19 | 31/03

Ucrânia destaca mudanças nas frentes de batalha

De acordo com um porta-voz do Ministério do Interior ucraniano, citado pela Reuters esta quinta-feira, a cidade de Mariupol e um "corredor" entre duas cidades orientais, Izyum e Volnovakha, estão a tornar-se as principais frentes de batalha na Ucrânia.

"(Rússia) está a retirar forças na região de Kiev mas é demasiado cedo para dizer que o mesmo está a acontecer na região de Chernihiv", disse Vadym Denysenko.

A Rússia disse na terça-feira que iria reduzir as operações na região de Kyiv e Chernihiv. O chefe da NATO disse na quinta-feira que se tratava de um reagrupamento e não de uma retirada.
16:31 | 31/03

Reino Unido vai enviar artilharia de maior alcance e mais armas antiaéreas para a Ucrânia

O ministro da defesa do Reino Unido, Ben Wallace, disse que acordou com os Aliados que vai ser enviada mais ajuda para a Ucrânia, que inclui artilharia de maior alcance e mais armas antiaéreas, segundo a Reuters.

Após uma conferência com 35 países parceiros para mobilizar mais ajuda letal, Wallace adiantou que a Ucrânia receberá "mais ajuda letal" como resultado dos compromissos de hoje, e que "vários países apresentaram-se com novas ideias ou mesmo mais promessas de dinheiro".

Segundo Wallace, a Ucrânia precisa de artilharia de longo alcance para contra-atacar os ataques de artilharia russos, mais munições, equipamentos para defender o litoral no sul do país, veículos blindados "não necessariamente tanques", e mais armamento antiaéreo.

16:16 | 31/03

Ofensiva russa está a abandonar Chernobyl e Slavutych, segundo a Energoatom

A ofensiva russa está a abandonar a central nuclear de Chornobyl, assim como a cidade de Slavutych, no norte da Ucrânia, de acordo com a Empresa Nacional de Geração de Energia Nuclear da Ucrânia (Energoatom).

A empresa nuclear estatal da Ucrânia disse que os russos seguiram para o norte, para as fronteiras ucranianas com a Bielorrússia, em duas colunas, mas alguns ainda permanecem no local da central nuclear.
16:08 | 31/03

Principais confrontos na Ucrânia estão a mover-se para o leste, Mariupol e entre Izyum e Volnovakha

De acordo com um conselheiro do ministério interior da Ucrânia, os principais conflitos vão centrar-se agora no leste do país, em Mariupol e entre Izyum e Volnovakha.
16:06 | 31/03

Guerra já fez pelo menos 1232 mortos e 1935 feridos civis, diz ONU

Alto Comissariado da ONU acredita que estes dados sobre as vítimas civis estão, contudo, muito aquém dos números reais.
13:05 | 31/03

Base militar de Dnipro é atingida por ataque militar russo

De acordo com o governador da região de Dnipro, Valentyn Reznichenko, duas pessoas morreram e cinco ficaram feridas num ataque à base militar de Dnipro, na manhã desta quarta-feira.
12:08 | 31/03

Primeiro-ministro norueguês falou com Putin esta quinta-feira

O primeiro-ministro da Noruega, Jonas Gahr Stoere esteve uma hora em conversa com o presidente russo, na qual discutiram a invasão na Ucrânia.

"Pedi ao presidente que pusesse urgentemente fim à guerra na Ucrânia, retire as tropas russas e assegure o acesso humanitário", disse Jonas Gahr Stoere.
11:40 | 31/03

Ucrânia tem 2500 provas de crimes de guerra contra a Rússia

A pocuradora geral da Ucrânia, Iryna Venediktova, disse que em conjunto com a sua equipa já reuniu 2 500 provas de crimes contra a Rússia, tendo identificado centenas de suspeitos. 
11:05 | 31/03

Ucrânia diz que já morreram 148 crianças desde o início da invasão russa

A procuradora geral da Ucrânia, Iryna Venediktova anunciou nesta quinta-feira, a morte de 148 crianças desde o início da guerra na Ucrânia, sendo que 232 ficaram feridas.

More than 380 children were killed and injured since the beginning of the invasion of the Russian Federation in Ukraine. 797 educational institutions were damaged, 76 completely destroyed.#RussianWarCrimes #StopRussianAggression pic.twitter.com/xg2nUyto3s

— Iryna Venediktova (@VenediktovaIV) March 31, 2022
10:34 | 31/03

Bombardeamento continua em Donetsk

O governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, afirmou nesta quinta-feira que a região continua a ser bombardeada pelas tropas russas. 
10:29 | 31/03

Presidente Ucraniano insiste ao parlamento holândes a suspender todo o comércio com a Rússia

O Presidente Ucraniano, Volodymyr Zelensky pediu esta quinta-feira ao parlamento holandês ajuda na recontrução da cidade ucraniana e armas, insitindo que suspenda todo o comércio com a Rússia. 


09:42 | 31/03

Número de mortes em ataque com míssil a prédio em Mykolaiv sobe para 16

Segundo o último balanço dos serviços de emergência ucranianos, são já 16 o número de mortos do ataque com míssil a um edifício em Mykolaiv. 

Foram retirados 15 corpos sem vida dos escombros, enquanto uma pessoa morreu no hospital devido à gravidade dos ferimentos. 


09:29 | 31/03

Turquia admite reunião entre diplomacia ucraniana e russa

Os ministros dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguei Lavrov, e o homólogo ucraniano, Dmytro Kuleba, podem vir a encontrar-se "dentro de uma ou duas semanas", disse esta quinta-feira o chefe da diplomacia da Turquia, Meylut Cavusoglu.

"Pode vir a ser marcada uma reunião ao mais alto nível, pelo menos ao nível de ministro, dentro de uma semana ou duas", disse Meylut Cavusoglu.

Numa entrevista a uma televisão turca, o ministro dos Negócios Estrangeiros do governo de Ancara disse ainda que é "impossível indicar uma data ou local da próxima reunião.

08:40 | 31/03

Chernihiv continua sob bombardeamento, afirma o Reino Unido

O Ministério da Defesa do Reino Unido garante que Chernihiv continua a ser alvo de bombardeamentos e ataques com mísseis. 

Em relação a Mariupol os combates também continuam, mas as forças ucraninas mantêm o controlo da cidade. 

08:21 | 31/03

Kiev envia 45 autocarros para retirar civis de Mariupol

Kiev vai enviar 45 autocarros para retirar civis de Mariupol, uma cidade situada no sudeste da Ucrânia, para onde Moscovo anunciou uma trégua, disse esta quinta-feira a vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Verechtchuk.

"Ontem [quarta-feira] à noite fomos informados pelo Comité Internacional da Cruz Vermelha que a Rússia estava pronta para abrir o acesso dos corredores humanitários de Mariupol" à cidade de Zaporozhie via Berdiansk, disse, num vídeo publicado na plataforma de mensagens Telegram.

"Para o corredor de Mariupol estamos a enviar 45 autocarros", acrescentou.

07:58 | 31/03

Reino Unido acredita que haja duros conflitos em Kiev nos próximos dias

O Ministério da Defesa britânico disse que se a tropas russas continuarem a sua ofensiva na Ucrânia, haverá conflitos duros e pesados nos próximos dias em Kiev. 

"As forças russas continuam a manter posições a leste e oste de Kiev, apesar da retirada de um número limitado de unidades. É provável que nos próximos dias ocorram fortes combates nos subúrbios da cidade" acrescentou o Ministério da Defesa. 
07:26 | 31/03

Metade dos refugiados da Ucrânia são crianças, diz a Unicef

As crianças constituem agora metade do número de refugiados que fugiram da guerra na Ucrânia, afirmou a Unicef.

"A situação dentro da Ucrânia é uma espiral", disse a diretora executiva da Unicef, Catherine Russell.

Acrescentando: "Como o número de crianças que fogem das suas casas continua a aumentar, devemos lembrar que cada uma delas precisa de proteção, educação e segurança".
07:17 | 31/03

Ucrânia recupera o controlo de 3 aldeias aos soldados russos

Os militares ucranianos conseguiram o controlo de um agrupamento de três aldeias no sudeste de Orlove, Zahradivka e Kochubeyivka, afirmou o jornal The Kyiv Independent.


00:29 | 31/03

Lavrov considera "avanço positivo" negociações com autoridades ucranianas

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, considerou esta quarta-feira um "avanço positivo" as negociações com a Ucrânia em Istambul (Turquia), nas quais Kiev apresentou propostas para a solução do conflito que atendem às principais exigências do Kremlin.
00:29 | 31/03

Volodymyr Zelensky discursa perante o Congresso espanhol a 5 de abril

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, vai discursar, por videoconferência, no Congresso de Espanha a 5 de abril, revelou a presidente da câmara baixa do parlamento, Meritxell Batet.
23:58 | 30/03

Autoridades ucranianas acusam russos de lançar bombas de fósforo em Marinka

As autoridades ucranianas acusaram esta quarta-feira as forças russas de lançar bombas de fósforo durante o dia na pequena cidade de Marinka, localizada no leste da Ucrânia, tendo sido contabilizados cerca de 12 de incêndios.
23:28 | 30/03

Rússia e Ucrânia retomam negociações de paz a 1 de Abril

A Rússia e a Ucrânia vão retomar as conversações de paz online no dia 1 de Abril, disse esta quarta-feira o diplomata ucraniano David Arakhamia numa públicação online, avançou a Reuters.

De acordo com David Arakhamia, a Ucrânia tinha proposto que os dois líderes dos países se voltassem a reunir, mas a Rússia respondeu a dizer que era necessário fazer mais trabalho sobre um esboço de um Tratado.

A última ronda de negociações realizou-se esta quarta-feira na Turquia.
23:26 | 30/03

Rússia planeia enviar 1.000 mercenários para Donbass

Os Estados Unidos garantiram esta quarta-feira que identificaram "sinais" de que a Rússia planeia enviar "cerca de 1.000 mercenários" para a região do Donbass, no leste da Ucrânia, para intensificar a sua ofensiva naquele território.
23:23 | 30/03

Zelensky não acredita nas "frases bonitas" da Rússia sobre desescalada militar

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta quarta-feira que não acredita em nenhuma "frase bonita" por parte da Rússia sobre uma desescalada militar e assegurou que o seu Exército preparado para novos confrontos no leste do país.
22:15 | 30/03

Ciberataque às forças militares ucranianas afetou utilizadores em toda a Europa

Um ciberataque direcionado a uma rede de satélites usada pelo governo e agências militares da Ucrânia, logo após o início da invasão russa, também afetou dezenas de milhares de utilizadores de Internet em toda a Europa, foi esta quarta-feira divulgado.
22:01 | 30/03

Espião inglês revela que russos recusaram ordens e abateram acidentalmente o próprio helicóptero

Uns soldados russos na Ucrânia recusaram ordens, abatendo acidentalmente o próprio helicóptero, avançou a Sky News, que cita um espião britânico. Além disso, sabotaram o seu próprio kit.

O espião Jeremy Fleming, da sede de comunicações responsável por fornecer inteligência de sinais e garantia de informações ao governo e às forças armadas do Reino Unido, a GCHQ, considerou que cada vez mais parece que o Presidente russo Vladimir Putin "julgou mal a situação" na Ucrânia.
21:36 | 30/03

EUA analisam aumento das sanções impostas à Rússia

Os Estados Unidos da América estão a analisar opções para expandir as sanções impostas à Rússia, avançou a Reuters.
21:11 | 30/03

Pentágono assegura que forças russas estão a retirar-se da central nuclear de Chernobil

As forças russas estão a começar a retirar-se da central nuclear de Chernobil, avançou a agência noticiosas AFP, que cita um diplomata da sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, o Pentágono.

De acordo com Joseph Haboush,  as tropas russas estão "a afastar-se" das instalações e estão a ir para a Bielorrússia.
20:35 | 30/03

Míssil russo destrói depósito de petróleo na cidade ucraniana de Dnipro

Um míssil russo destruiu depósito de petróleo na cidade ucraniana de Dnipro, sem relato de vítimas, avançou o Chefe do Conselho Regional.
20:30 | 30/03

Hackers russos tentaram ataque à rede da NATO e das forças armadas em alguns países da Europa de Leste

Os hackers russos tentaram atacar as redes da NATO e das forças armadas de alguns países da Europa de Leste, disse o Grupo de Análise de Ameaças do Google num relatório publicado esta quarta-feira, citado pela Reuters.

De acordo com a agência noticiosa, o relatório não dizia quais tinham sido os ramos das forças armadas em questão no que o Google descreveu como uma "campanha de phishing de credenciais" lançadas por um grupo russo chamado Coldriver, ou Callisto.
20:29 | 30/03

Dois milhões de crianças fugiram da Ucrânia devido à guerra

Dois milhões de crianças tiveram de fugir da Ucrânia em busca de segurança noutros países e mais de 2,5 milhões estão deslocadas dentro do país devido à invasão militar da Rússia, anunciou esta quarta-feira a UNICEF.
20:05 | 30/03

Rússia foi forçada a iniciar uma operação na Ucrânia, salientou Vladimir Medinsky

O diplomata russo, Vladimir Medinsky, salientou que a Rússia foi forçada a iniciar uma operação na Ucrânia porque havia provas irrefutáveis de que Kiev estava a preparar-se para uma ofensiva em Donbass, avançou a TASS.

"Há provas irrefutáveis de que Kiev planeava lançar uma ofensiva contra Donbass num futuro próximo, e então a Rússia teria de se levantar para dezenas e dezenas de milhares dos nossos cidadãos russos que lá viviam", salinetou o diplomata na televisão Rossiya-24.

"Nestas condições, a Rússia foi forçada a iniciar uma operação militar especial", destacou ainda.
19:58 | 30/03

Departamento de Defesa dos Estados Unidos vê menos de 20% das tropas russas a reposicionar-se à volta de Kiev

A sede do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, o Pentágono, salientou esta quarta-feira que as tropas russas estão a reposicionar menos de 20% das forças à volta da capital da Ucrânia, Kiev, mas advertiu que se esperava que a Rússia as reequipasse e as reabastecesse para redistribuição, avançou a Reuters.

O porta-voz do Pentágono, John Kirby, disse que algumas das forças russas podem já ter-se mudado para a Bielorrússia.

Kirby destacou ainda que a organização paramilitar russa Wagner Group tinha destacado cerca de 1.000 militares para a região de Donbass na Ucrânia, que Moscovo declarou ser uma prioridade.
19:54 | 30/03

Negociações entre a Rússia e a Ucrânia não avançaram, destacou o ministro das Relações Exteriores da França

As negociações entre a Rússia e a Ucrânia não avançaram, disse esta quarta-feira o ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, citado pela Reuters.

Em entrevista à France24, Le Drian disse que não há sinais de que a Rússia tenha mudado de posição.

19:49 | 30/03

Dnipro sofre outro ataque com mísseis

A cidade ucraniana de Dnipro sofreu outro ataque com mísseis, de acordo com vários relatórios online, avançou o Kyiv Independent.

De acordo com o 'post' do orgão de comunicação social, "as autoridades ainda não estão a revelar o que foi visado".

"Dnipro, uma cidade de 1 milhão de habitantes no centro da Ucrânia, já sofreu apenas dois ataques de mísseis, incluindo um que danificou gravemente o aeroporto", lê-se ainda.

19:46 | 30/03

EUA espera que a Rússia reabasteça as tropas para as redistribuir na Ucrânia

Uma fonte do Pentágono, dos EUA, disse esta quarta-feira que que o país está à espera que a Rússia reequipe e reabasteça as tropas para as redistribuir na Ucrânia.
19:03 | 30/03

Ucrânia considera que Abramovich é um mediador eficaz com a Rússia, minimizando o relatório de envenenamento

O conselheiro do presidente ucraniano, Mykhailo Podolyak, salientou esta quarta-feira, citado pela Reuters, que o bilionário Roman Abramovich é um mediador eficaz entre Kiev e Moscovo, acrescentando que ajuda a evitar mal-entendidos entre as duas partes.

"Há muito que se sabe no espaço mediático que ele é um mediador extremamente eficaz entre delegações e modera parcialmente o processo para que não haja mal-entendidos no início", reforçou o conselheiro num briefing televisivo.

Podolyak também minimizou as especulativas "teorias da conspiração" de que Abramovich tinha sido envenenado há várias semanas, dizendo que tais notícias se destinavam a exercer pressão sobre as delegações.
18:41 | 30/03

Estados Unidos da América adicionam 73 aviões russos à lista de violações à exportação

O Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América (EUA) acrescentou esta quarta-feira 73 aviões a uma lista já existente de aeronaves que Biden acredita violarem os controlos de exportação americanos, como parte das sanções da administração de Biden à invasão russa à Ucrânia, avançou a Reuters.

Aviões voaram recentemente para a Rússia.
18:31 | 30/03
Lusa

Biden promete a Zelensky mais 500 milhões em ajuda

O Presidente dos EUA, Joe Biden, disse esta quarta-feira ao seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, que o seu Governo dará à Ucrânia 500 milhões de dólares (cerca de 450 milhões de euros) a mais, em ajuda.

Durante uma conversa telefónica, os dois líderes analisaram os esforços de Washington e dos seus aliados para identificar "capacidades adicionais" para ajudar as forças militares ucranianas, disse a Casa Branca, em comunicado.

Na chamada de 55 minutos, sobre os últimos desenvolvimentos em torno da invasão da Ucrânia pela Rússia, Biden assegurou ainda ao seu homólogo que a assistência está já a caminho da Ucrânia.

18:11 | 30/03

Kadyrov diz que Putin não vai terminar o conflito na Ucrânia

O chefe da república russa de Chechnya, Ramzan Kadyrov, disse no Telegram que o presidente russo, Vladimir Putin, não vai parar o que começou na Ucrânia.
18:01 | 30/03

Zelensky fala sobre novo pacote de sanções à Rússia, em chamada com Biden

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, discutiu o apoio defensivo que deve existir na Ucrânia, com o presidente dos EUA, Joe Biden, durante uma chamada que durou uma hora esta quarta-feira.

De acordo com um tweet de Zelensky, os dois líderes discutiram também um novo pacote de sanções reforçadas contra a Rússia, assim como o apoio financeiro e humanitário à Ucrânia.
17:48 | 30/03

Ucrânia prepara sanções contra empresas que cooperam com o complexo militar-industrial na Rússia

De acordo com um funcionário superior de segurança da Ucrânia, o país está a preparar sanções contra as empresas que colaborem com o complexo militar-industrial na rússia, pois desta forma ajudam o financiamento do exército russo.
16:58 | 30/03

Primeiro-ministro britânico diz que "Putin não é de confiança"

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, avisou esta quarta-feira que o presidente russo "não é de confiança" quando questionado se o presidente francês, Emmanuel Macron, deve continuar a falar com Vladimir Putin sobre a guerra na Ucrânia. 
16:46 | 30/03

Governador ucraniano da região de Donetsk afirma que retirada de civis de Mariupol falhou

O governador ucraniano da região de Donetsk salientou que a retirada de civis através de corredores humanitários de Mariupol falhou esta quarta-feira.
16:21 | 30/03

Ministro da defesa russo diz que reagrupamento de forças tem como foco a completa libertação de Donbass

O ministro da defesa russo, Sergei Shoigu, disse esta quarta-feira que as forças russas se estavam a reagrupar perto da capital da Ucrânia, Kiev, e da cidade do norte de Chernohiv, a fim de se concentrarem noutras áreas-chave e completarem a "libertação" de Donbass, relataram as agências noticiosas russas.

A declaração do ministro chegou um dia depois de a Rússia ter dito que iria reduzir as operações perto de Kiev e Chernihiv, para apoiar o progresso nas conversações de paz.
16:04 | 30/03

Governador de Mykolaiv diz que cerca de 80 civis foram mortos na cidade durante a guerra

O governador da cidade de Mykolaiv, cidade no sul da Ucrânia, afirmou esta quarta-feira que cerca de 80 civis foram mortos na região durante o conflito.
15:33 | 30/03

Acordo de segurança com a Rússia só é possível após as tropas deixarem a Ucrânia, diz conselheiro

O conselheiro ucraniano, Mykhailo Podolyak, afirmou esta quarta-feira que um referendo sobre o acordo de segurança só será possível quando as tropas russas abandonarem a Ucrânia, "pelo menos" quando voltarem à posição que ocupavam antes do início da guerra, citou o Kyiv Independent

14:56 | 30/03

Rússia espera que a Europa altere decisão sobre a compra de gás russo em rublos

O vice-ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Sergei Ryabkov, afirmou esta quarta-feira que a Rússia espera que os países europeus alterem a sua decisão sobre a não aquisição de gás russo em rublos, avançou a agência Reuters
14:40 | 30/03

Forças russas estão a preparar-se para retomar operações ofensivas, diz a Ucrânia

O porta-voz do Ministério da Defesa da Ucrânia disse, esta quarta-feira, que as forças russas estão a preparar-se para retomar as operações ofensivas, um dia após do anúncio de que a ofensiva russa iria diminuir "radicalmente" a atividade militar na sequência das negociações de paz que decorreram ontem, na Turquia. 

A mesma fonte afirmou, ainda, que as tropas russas estão a concentrar-se no leste da Ucrânia e a cercar as forças ucranianas. Mariupol é uma das cidades, entre outras, cujas forças russas continuam a tentar tomar o controlo. 
14:28 | 30/03

Kiev declarou a vontade de cumprir com as exigências de Moscovo, diz negociador russo

O negociador principal da Rússia, que esteve ontem nas conversações com a Ucrânia em Istambul, disse esta quarta-feira que Kiev mostrou a vontade de cumprir com as principais exigências de Moscovo, mas que a posição da Rússia sobre as cidades de Dobas e a Crimeira, que pretende anexar, permanece inalterada. 
14:22 | 30/03

Estima-se que 200 a 300 civis foram mortos em combates na cidade de Irpin, diz presidente da Câmara

O presidente da Câmara de Irpin, a poucos quilómetros de Kiev, disse esta quarta-feira que, pelo menos, cerca de 200 a 300 civis foram mortos em combates, antes da cidade ter sido retirada pelas forças russas esta semana, citou a agência Reuters.

Oleksandr Markushyn revelou, ainda, que cerca de 50 militares ucranianos tinham sido mortos em Irpin, e que alguns corpos ainda estavam presos nos escombros após vários bombardeamentos na cidade. 
14:09 | 30/03

Membro da delegação ucraniana nas negociações de Istambul expressa otimismo após conversas com Rússia

O membro da delegação ucraniana nas negociações de Istambul, Mykhailo Podolyak, disse esta quarta-feira que se sente otimista após conversas com a Rússia, nas quais Moscovo disse que reduziria as operações militares perto de Kiev e de uma cidade no norte da Ucrânia.

"Tenho uma visão otimista da ronda de negociações em Istambul", disse Podolyak após as negociações de terça-feira na Turquia.

14:02 | 30/03

Rússia reúne tropas na zona de exclusão de Chernobyl

De acordo com as Forças Armadas da Ucrânia, apesar das alegações russas de uma diminuição das hostilidades nos oblasts de Kiev e Chernihiv, a Rússia continua a reunir militares no oblast de Kiev e continua a bombardear Chernihiv.
13:13 | 30/03

Edifício da Cruz Vermelha atingido em Mariupol

O edifício da Cruz vermelha, na cidade ucraniana de Mariupol, foi atingido por ataques russos esta quarta-feira, avançou a comissária ucraniana para os direitos humanos Lyuddyla Denisova, citada pela agência de notícias AFP.


Uma imagem partilhada por Lyudmyla Denisova, antiga ministra ucraniana, mostra que o edifício estava devidamente sinalizado, com uma cruz vermelha com fundo branco pintado no telhado.

12:08 | 30/03

Vladimir Putin vai falar com o primeiro-ministro italiano hoje

O presidente russo, Vladimir Putin, vai falar esta quarta-feira à tarde com o primeiro-ministor italiano, Mario Draghi.

O líder italiano falou com Zelensky no início desta semana, reiterando o apoio de Roma às autoridades e ao povo ucraniano, citou a agência Reuters
11:59 | 30/03

Rússia vai tomar medidas nas relações com o Irão para contornar sanções com o Ocidente

O Ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, informou, esta quarta-feira, que Moscovo vai trabalhar com o Irão para tomar medidas práticas de forma a contornar as sanções impostas pelo ocidente, em consequência do conflito militar na Ucrânia.

A informação foi avançada pela agência Reuters



11:49 | 30/03

Rússia não vai exigir "imediatamente" pagamento de gás em rublos, diz o Kremlin

O Kremlin garantiu, esta quarta-feira, que a Rússia não vai exigir "imediatamente" que os compradores paguem as suas exportações de gás em rublos. 

De acordo com o porta-voz, Dmitry Peskov, a mudança será gradual e a Rússia vai ainda trabalhar num plano para alargar a lista dos "países hostís" a quem vai exigir o pagamento das exportações de gás  em rublos.


11:34 | 30/03

Combates entre forças russas e ucranianas continuam em Irpin

O Ministério do Interior ucraniano noticiou, esta quarta-feira, que as forças do país continuaram a combater as tropas russsas durante a última noite às portas da capital ucraniana, na cidade de Irpin, apesar da Rússia ter anunciado que iria reduzir os ataques na região.

Vadym Denysenko, o conselheiro do Ministério do Interior, afirmou que as forças russas já tinham retirado algumas tropas e equipamentos da Ucrânia para a Bielorrússia, citou a agência Reuters
11:04 | 30/03

Conversações de paz entre a Rússia e a Ucrânia devem acontecer em privado, diz o Kremlin

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, afirmou esta quarta-feira que as conversações de paz entre as delegações russas e ucranianas devem ser em privado e, por isso, não vai revelar mais detalhes sobre o que está a ser discutido entre os dois países.

De acordo com a agência Reuters, o Kremlin congratulou-se com as exigências da Ucrânia anunciadas durante a última ronda de negociações, que decorreu ontem na Turquia, mas sublinhou que a Rússia ainda não tinha notado "nada realmente promissor ou que parecesse um avanço" e deixou sublinhado que ainda há "um longo período de trabalho pela frente" entre os dois países. 
11:00 | 30/03

Pelo menos uma pessoa morreu nos bombardeamentos de hoje em Lysychansk

O Serviço de Emergência do Estado da Ucrânia informou, esta quarta-feira, que os intensos bombardeamentos russos registados esta manhã na cidade de Lysychansk, mataram um civil. 

A mesma fonte, citada pela Al Jazeera, disse ainda que pelo menos cinco pessoas tinham sido resgastadas dos edifícios atacados. As operações de busca ainda continuam no local.
10:39 | 30/03

60 apoiantes de grupo extremista ucraniano detidos pela Rússia

O Serviço Federal de Segurança (FSB) da Rússia anunciou, esta quarta-feira, que deteve 60 apoiantes "neonazi" do grupo extremista ucraniano, MKU.

Além disso, e de acordo com a agência Reuters, a Rússia anunciou que também apreenderam armas em 23 regiões de toda a Rússia.
10:32 | 30/03

Nações Unidas nomeia peritos em direitos humanos para investigar possíveis crimes de guerra na Ucrânia

A Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou, esta quarta-feira, que vai nomear três peritos em direitos humanos para integrarem um painel independente que visa investigar possíveis crimes de guerra na Ucrânia e outras violações cometidas durante o conflito, avançou a agência Reuters

O painel independente, a ser liderado por Erik Mose, tem um mandato para "investigar todas as alegadas violações e abusos dos direitos humanos e violações do direito humanitário internacional e crimes relacionados no contexto da agressão contra a Ucrânia por parte da Federação Russa", disse a ONU numa declaração.
10:13 | 30/03

Tropas russas já cometeram mais de três mil crimes de guerra, diz a Ucrânia

A Procuradoria-Geral da Ucrânia divulgou, esta quarta-feira, que as tropas russas cometeram 3.236 crimes de guerra desde o início do conflito militar.

A mesma fonte, citada pelo Kyiv Independent, deu conta ainda de que 144 crianças morreram desde o primeiro dia de invasão na Ucrânia.

09:53 | 30/03

Ucrânia diz que a Rússia já perdeu 17.300 soldados desde o início da guerra

As forças armadas da Ucrânia anunciaram, esta quarta-feira, que a Rússia já perdue cerca de 17.300 soldados durante o conflito militar. 

Na sua actualização regular das perdas russas, a Ucrânia acrescenta que mais de 600 tanques, 75 tanques de combustível, 131 helicópteros e 1.700 transportadores blindados de pessoal foram destruídos, citou o Kyiv Independent
09:43 | 30/03

Pelo menos quatro milhões de pessoas fugiram da Ucrânia, diz ONU

O Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados divulgou, esta quarta-feira, que pelo menos 4.019,287 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde o início do conflito.

Destes, 2.3 milhões chegaram à Polónia e estima-se que 6.5 milhões de pessoas tenham também sido deslocadas das suas casas dentro da Ucrânia.

O alto-comissário Filippo Grandi chegou hoje à cidade ucraniana de Lviv para discutir, junto das autoridades locais e dos parceiros da ONU, "formas de aumentar o apoio às pessoas afetadas e deslocadas por esta guerra sem sentido".

09:32 | 30/03

Forças russas bombardearam 180 vezes a região de Kharkiv

As forças russas bombarderam, esta quarta-feira, 180 vezes a região de Kharkiv, na Ucrânia, com recurso a lançadores múltiplos de rockets. 

Os russos também bombardearam várias zonas da região com artilharia e morteiros, danificando edifícios residenciais e infra-estruturas civis, de acordo com o governador Oleh Synehubov, citado pelo The Kyiv Independent.
09:06 | 30/03

Guerra na Ucrânia vai estar em fase ativa pelo menos mais uma semana, diz Conselheiro Presidencial ucraniano

O Conselho Presidencial ucraniano afirmou, esta quarta-feira, que a guerra na Ucrânia ainda vai estar em fase ativa pelo menos mais uma semana.

De acordo com a mesma fonte, citada pela agência Reuters, a Rússia está também a transferir forças militares do norte da Ucrânia para a zona oriental do país de forma a "cercar as nossas tropas". 

O Conselheiro Presidencial garantiu, ainda, que a Ucrânia melhorou a sua posição na guerra e que a Rússia vai manter algumas forças perto de Kiev, para impedir que a transferência de algumas tropas ucranianas para o leste do país. 

08:55 | 30/03

Tropas russas bombardeiam várias cidades da região de Donetsk

As forças russas estão a bombardear quase todas as cidades ao longo da linha da frente de combate, separando o território controlado pelo governo ucraniano das áreas detidas por separatistas apoiados pela Rússia, na região oriental de Donetsk, avançou esta quarta-feira o governador regional. 

Pavlo Kyrylenko disse que a situação poderia piorar à medida que as forças russas concentrassem os seus esforços para atacar a região de Donetsk, citou a agência Reuters
08:25 | 30/03

Forças russas atingem instalações industriais na Ucrânia ocidental, diz o governador regional

As forças russas atingiram, na última noite, várias instalações industriais na região de Khmelnitskyi, na zona ocidental da Ucrânia, durante a noite, disse o governador regional Serhiy Hamaliy esta quarta-feira.

Segundo o governador, os ataques provocaram incêndios nas instalações industriais e os meios operacionais estão a determinar se há vítimas no local. 
08:03 | 30/03

Rússia ataca Chernihiv e não reduziu "radicalmente" atividade militar como tinha prometido

O governador da região de Chernihiv, na Ucrânia, garantiu esta quarta-feira que não vê qualquer recuo nos ataques russos, como havia sido acordado ontem durante as negociações de paz que decorreram em Istambul, na Turquia.

Viacheslav Chaus disse que as tropas russas realizaram ataques na cidade de Nizhyn, incluindo ataques aéreos e, durante toda a noite, atacaram a cidade de Chernihiv. 
07:52 | 30/03
Lusa

Sirenes antiaéreas em várias cidades apesar de anúncio russo de redução das operações

As sirenes antiaéreas voltaram a tocar em Kiev, Jitomir, Kharkiv, Dnipro e Poltava, apesar de Moscovo ter anunciado uma redução das operações militares na capital ucraniana e em Chernobyl, noticiou esta quarta-feira a imprensa local.

Na região de Lugansk, um gasoduto de alta pressão foi atingido, na terça-feira à noite, por bombardeamentos das tropas russas, disse, na plataforma Telegram, o chefe da administração militar da região, Sergii Haidai, citado pela agência de notícias ucraniana Ukrinform.

De acordo com Haidai, um projétil atingiu um gasoduto de alta pressão, perto de Proletarsk, deixando sem abastecimento 35 mil pessoas nas localidades de Lisichansk, Privillya, Novodruzhesk, Bilohorivka, Zolotarivka e Shipylivka.

07:50 | 30/03

Mais de 1.600 pessoas retiradas por corredores humanitários nas últimas horas

Um total de 1.665 pessoas foram retiradas nas últimas horas da cidade de Mariupol, no sul da Ucrânia, e de outras cidades próximas, através de corredores humanitários.

A ministra para a Reintegração dos Territórios Temporariamente Ocupados da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, disse que a retirada foi concluída, de acordo com a agência de notícias local Ukrinform.

Iryna Vereshchuk adiantou que "1.665 pessoas foram retiradas de Mariupol e várias cidades da região de Zaporijia, ao longo dos três corredores humanitários acordados" com os russos.

07:49 | 30/03

Munições russas podem explodir na Central Nuclear de Chernobyl, dizem as Forças Armadas ucranianas

As Forças Armadas ucranianas alertaram, esta quarta-feira, para o perigo de as munições russas explodirem na Central Nuclear de Chernobyl e exige à Rússia que abandone aquela área.

A informação foi avançada pela agência Reuters.
07:41 | 30/03

Três corredores humanitários acordados na Ucrânia para hoje

A Ucrânia vai abrir três corredores humanitários esta quarta-feira para a retirada de civis de várias cidades do país, assim como para fazer chegar ajuda humanitária, anunciou a vice-primeira-ministra Iryna Vereshchuk.

A abertura de corredores humanitários vão acontecer nas cidades de Mariupol, Melitopol e Energodar, no sul e sudeste do país. 

Iryna Vereschuk afirmou, ainda, que durante as negociações de paz que decorreram ontem em Istambul, a delegação russa foi informada sobre a necessidade de organizar corredores humanitários em 97 cidades ucranianas nas regiões de Kharkiv, Kiev, Kherson, Chernihiv, Sumy, Zaporizhzhia, Donetsk, Lugansk e Mykolaiv, e que a Ucrânia vai "continuar a trabalhar" para que chegar a um acordo com a Rússia para estabelecer corredores humanitários. 
07:41 | 30/03

Há relatos de bombardeamentos nos arredores de Kiev

Poucas horas após a Rússia ter prometido reduzir drasticamente a operação militar em torno da capital ucraniana, vários residentes de Kiev relataram um intenso bombardeamento durante as primeiras horas desta quarta-feira, avançou também o The Independent
07:34 | 30/03

Zonas residenciais de Lysychansk bombardeadas hoje

As áreas residenciais da cidade de Lysychansk, no leste da Ucrânia, foram bombardeadas por artilharia pesada esta quarta-feira, anunciou o governador regional de Luhansk. 

"Vários edifícios foram danificados. A informação sobre as vítimas está a ser confirmada", disse o governador. "Muitos edifícios desmoronaram-se. Os operacionais estão a tentar salvar aqueles que ainda estão vivos", citou a agência Reuters.
07:26 | 30/03

Kiev denuncia "inúmeros casos" de violações de mulheres pelas forças russas

O governo ucraniano denunciou à União Europeia (UE) "inúmeros casos" de violação de mulheres pelas forças da Rússia durante a invasão russa da Ucrânia, revelou na passada terça a comissária europeia dos Assuntos Internos, Ylva Johansson.

O ministro ucraniano Denis Monastirsky, que participou na segunda-feira por videoconferência na reunião extraordinária de ministros do Interior europeus em Bruxelas, assegurou que tem provas de "muitas violações a mulheres".
07:24 | 30/03

Tropas russas sofreram grandes perdas e foram forçadas a regressar à Rússia e à Bielorrússia

O Ministério da Defesa britânico revelou, esta quarta-feira, que as unidades russas sofreram grandes perdas e, por isso, foram obrigadas a regressar à Rússia e à Bielorrússia para se reorganizarem e reabastecer. 

De acordo com uma publicação do Ministério na rede social Twitter, as movimentações estão a dificultar a logística "já tensa da Rússia e revelam as dificuldades que os russos estão a ter para reorganizar as tropas em áreas avançadas" na Ucrânia. 

"A Rússia vai continuar provavelmente a compensar a sua reduzida capacidade de manobra terreste através de ataques de artilharia em massa e mísseis". 

23:49 | 29/03

Ucrânia vai "compensar cada metro de bens imóveis perdidos": Zelensky revela nova atualização da aplicação para telemóveis Diia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskyy, anunciou uma nova atualização de uma aplicação ucraniana para telemóveis, que permite às pessoas solicitarem uma indemnização se a casa tiver sido destruída durante a Guerra, avançou a Sky News.

A aplicação Diia permite aos ucranianos utilizar documentos digitais nos smartphones em vez de documentos físicos para fins de identificação e partilha.

No discurso esta terça-feira à noite, Zelensky salientou que "a partir do dia de hoje, a nova funcionalidade do serviço estatal Diia vai estar disponível", acrescentado que, tal como prometeu, "o Estado vai compensar cada um pela perda da casa ou apartamento em resultado de hostilidades".

"O Estado vai compensar cada metro de bens imóveis perdidos", acrescentou.
21:55 | 29/03

Pelo menos 1.179 mortos e 1.860 civis feridos desde o início da Guerra na Ucrânia

A invasão russa da Ucrânia já provocou pelo menos 1.179 mortos e 1.860 feridos entre a população civil, a maioria dos quais vítimas de armamento explosivo de grande impacto, indicou esta terça-feira a ONU.

No seu relatório diário de vítimas civis confirmadas desde o início da ofensiva militar russa na Ucrânia, a 24 de fevereiro, o Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) contabilizou, até às 24:00 de segunda-feira (hora local), 104 crianças entre os mortos e 134 entre os feridos.

A Alto-Comissariado da ONU acredita que estes dados sobre as vítimas civis estão, contudo, muito aquém dos números reais, sobretudo nos territórios onde os ataques intensos não permitem recolher e confirmar a informação.

21:50 | 29/03

Acampamento militar russo atingido por um míssil, avançou a TASS

Um acampamento militar russo perto da fronteira com a Ucrânia foi atingido por um míssil, avançou a TASS, salientou que os dados preliminares mostravam que tinha sido disparado do lado ucraniano.

A agência noticiosa russa emitiu o relatório pouco depois de um alto funcionário local ter relatado uma série de explosões fora da cidade russa de Belgorod, perto da fronteira com a Ucrânia.

Os serviços de emergência, citados pela agência noticiosa, notoram quatro pessoas feridas em consequência da explosão.
21:47 | 29/03

Dinamarca pronta para enviar 800 soldados para a NATO nos países bálticos

A Dinamarca anunciou esta terça-feira que vai colocar um batalhão de 800 soldados à disposição da NATO, para um possível reforço nos países bálticos, na sequência da invasão da Ucrânia pela Rússia.
21:15 | 29/03

Zelensky considera que as conversações com a Rússia podem ser consideradas "positivas" mas "quer ver resultados"

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse esta terça-feira que os sinais das conversações de paz com a Rússia realizadas hoje em Istambul podem ser considerados positivos, mas acrescentou que não "estes sinais não apagam os ataques com mísseis", avançou a Reuters.

Num discurso tardio à noite, disse ainda que Kiev não vê razões para acreditar nas palavras de alguns representantes russos e disse que a Ucrânia só pode confiar num resultado concreto das conversações.
21:00 | 29/03

Países ocidentais advertem contra "relaxamento" perante invasão russa

Os líderes britânico, norte-americano, francês, alemão e italiano alertaram esta terça-feira contra qualquer "relaxamento da determinação ocidental" perante a invasão russa da Ucrânia, revelou Downing Street após uma conversa telefónica entre os governantes.
21:00 | 29/03

Rússia retalia a sanções diplomáticas de cinco países europeus

A Rússia anunciou esta terça-feira que congelou as contas da embaixada da Polónia em Moscovo e que irá responder à expulsão de diplomatas russos na Bélgica, Irlanda, Países Baixos e República Checa.

A retaliação diplomática da Rússia é uma resposta às sanções ou expulsão de diplomatas russos anunciadas por aqueles cinco países europeus, por causa da invasão militar da Ucrânia.

20:40 | 29/03

Polónia vai deixar de comprar carvão russo e congelar ativos

O Governo da Polónia anunciou esta terça-feira que vai aprovar leis para deixar de importar carvão da Rússia e congelar os ativos e bens de pessoas e entidades que apoiem o regime do Presidente da Rússia, Vladimir Putin.

O porta-voz do governo polaco, Piotr Müller, adiantou que estas medidas não podem esperar mais pelas decisões da União Europeia (UE) e por isso foram acordadas hoje em Conselho de Ministros.

As medidas propostas irão "além das sanções da UE, uma vez que estas exigem unanimidade (de todos os Estados-membros), mas na Polónia, e graças à invocação de uma cláusula de segurança, estamos a tomar medidas nacionais", detalhou o porta-voz polaco.

20:37 | 29/03

Tropas ucranianas destruíram um dos mais resistentes veículos das tropas russas

As tropas ucranianas destruíram o veículo blindado Kamaz Typhoon das tropas russas, considerado dos mais resistentes a emboscadas (MRAP) e destaco como sendo uma das melhores armas dos militares russos, avançou o Kyiv Independent.

20:32 | 29/03

Depósito de combustível do aeroporto em Khmelnytskyi destruído em ataque com mísseis russos

Um depósito de combustível do aeroporto em Khmelnytskyi foi destruído num ataque com mísseis russos, avançou o Kyiv Independent.

Mykola Melnychuk, governador de Starokostiantyniv, disse que não houve vítimas como resultado do ataque de 29 de março no aeroporto da cidade, mas todas as reservas estratégicas de combustíveis e lubrificantes foram destruídas.

20:26 | 29/03

Rússia bloqueia corredores humanitários em Zaporizhzhia

De acordo com governor de Zaporizhzhia, Oleksandr Starukh, as rotas de evacuação pré-acordadas de Enerhodar e Berdyansk para Zaporizhzhia foram bloqueadas pela Rússia, avançou o Kyiv Independent.
19:50 | 29/03

Pelo menos 12 pessoas morreram e 33 ficaram feridas no ataque aéreo russo ao edifício estatal ucraniano em Mykolaiv

As autoridades locais divulgaram uma atualização sobre o número de pessoas mortas no ataque aéreo russo ao edifício estatal ucraniano, na cidade de Mykolaiv, avançou a ABC NEWS.

Pelo menos 12 pessoas morreram e 33 ficaram feridas, tendo sido a maioria dos feridos retirados dos escombros por equipas de resgate.

19:22 | 29/03

Líderes da Alemanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Itália vão continuar a pressionar a Rússia para um cessar-fogo

Os líderes da Alemanha, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Itália concordaram, numa chamada telefónica esta terça-feira à tarde, em continuar a pressionar a Rússia para um cessar-fogo e para a retirada das tropas da Ucrânia, disse um porta-voz do governo alemão, citado pela Reuters.

O Chanceler alemão Olaf Scholz, o Presidente dos EUA Joe Biden, o Presidente francês Emmanuel Macron, o Primeiro Ministro britânico Boris Johnson e o Primeiro Ministro italiano Mario Draghi concordaram também em manter a elevada pressão de sanções sobre a Rússia, disse o porta-voz Steffen Hebestreit numa declaração.

Além disso, instaram o Presidente russo Vladimir Putin "a permitir finalmente a entrega de ajuda humanitária urgentemente necessária às pessoas na Ucrânia e a erguer corredores humanitários eficazes especialmente na cidade de Mariupol".
18:56 | 29/03

Biden e os aliados europeus vão continuar a dar assistência à Ucrânia

Biden e os aliados europeus concordaram em continuar a dar assistência à Ucrânia de forma a que esta se consiga defender, avançou a Reuters.
18:34 | 29/03

Putin aponta "progresso" nas negociações mas pede rendição de Mariupol

O Presidente russo, Vladimir Putin, reconheceu hoje "progresso" nas negociações sobre um cessar-fogo na Ucrânia, numa conversa telefónica com o seu homólogo francês, Emmanuel Macron, apelando simultaneamente à rendição das tropas "nacionalistas" ucranianas que defendem a cidade de Mariupol.
18:16 | 29/03

Guterres pede "acesso seguro e irrestrito" de agência nuclear da ONU

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, pediu hoje que a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) da organização, que se encontra na Ucrânia, tenha "acesso seguro e irrestrito a todas as instalações nucleares", avançou a Lusa.

"O seu importante trabalho não deve ser interferido. Um acidente numa central nuclear seria uma catástrofe sanitária e ambiental. Todos os esforços devem ser feitos para evitar este resultado desastroso", apelou Guterres, citado num comunicado divulgado pelo seu porta-voz, Stéphane Dujarric.

Ainda de acordo com Dujarric, o secretário-geral falou na segunda-feira com o diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, sobre a sua missão de ajudar numa operação segura das instalações nucleares da Ucrânia.

18:11 | 29/03

Moscovo insiste que a Europa vai ter de pagar gás russo em rublos

O Kremlin insistiu esta terça-feira que a Europa vai ter de pagar o gás russo em rublos, rejeitando críticas do G7, numa altura em que os países ocidentais e Moscovo multiplicam sanções e contra sanções devido à ofensiva russa na Ucrânia.
18:05 | 29/03

República de Donetsk considera juntar-se à Rússia

A auto-proclamada República Popular de Donetsk, na Ucrânia, pode considerar juntar-se à Rússia assim que esta controlar toda a região de Donetsk, na Ucrânia, avançou o líder da região Denis Pushilin esta terça-feira, citado pela Reuters.

"A principal tarefa é alcançar as fronteiras constitucionais da república. Então vamos determinar isso", salientou Pushilin.
17:19 | 29/03

EUA acreditam que promessa russa na redução das atividades militares nos arredores de Kiev é estratégica

Os Estados Unidos da América acreditam que, perante o anúncio por parte da Rússia sobre uma promessa na redução das atividades militares nos arredores de Kiev, é uma estratégia e vai haver uma "redistribuição" das tropas, "não uma retirada".

De acordo com militares da Ucrânia, o exército russo está a reagrupar-se no leste para concentrar o poder militar na área. No sul, a Rússia está a preparar-se para retomar as operações ofensivas.
16:53 | 29/03

Rússia instaura dois processos contra a Google por não remover conteúdos proibidos

O regulador de comunicações russo Roskomnadzor disse esta terça-feira que tinha elaborado dois processos administrativos contra a Google, da Alphabet Inc., por não ter removido informações proibidas, acusando-o de promover descaradamente conteúdos falsos, avançou a Reuters.

Roskomnadzor salientou que a Google poderia ser multada até mais de 82 milhões de euros (91.533 dólares), ou até 20% das receitas anuais da empresa na Rússia por infracções repetidas.
16:50 | 29/03

Bruxelas alerta para novas crises com 100 milhões na UE e refugiados sem vacina

A Comissão Europeia alertou esta segunda-feira para "possíveis crises" no inverno com novas vagas de covid-19, numa altura em que 100 milhões de pessoas na União Europeia (UE) não estão vacinados ou estão parcialmente e quando chegam refugiados ucranianos.
16:50 | 29/03

Bélgica, Países Baixos e Irlanda expulsam 42 diplomatas russos

A Bélgica, os Países Baixos e a Irlanda anunciaram esta terça-feira a expulsão de um total de 42 diplomatas russos dos seus países por alegado envolvimento em atividades de espionagem e violação das regras da diplomacia internacional.
16:14 | 29/03

Rússia dispara mísseis hipersónicos contra militares ucranianos

A Rússia disparou repetidamente mísseis hipersónicos contra militares ucranianos, avançou um general americano, citado pela Reuters. 
15:44 | 29/03

Redução “radical” da actividade militar em Kiev e em Chernihiv não significa um “cessar-fogo”

O negociador russo, Vladimir Medinsky, disse esta terça-feira que a redução da actividade militar em Kiev e em Chernihiv não significa um "cessar-fogo".

A informação foi avançada pela agência Reuters.

15:41 | 29/03

Subiu para sete o número de mortos no ataque de hoje a Mykolaiv

Pelo menos sete pessoas morreram no ataque desta terça-feira a um edifício estatal ucraniano na cidade de Mykolaiv, avançou o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky. 

As autoridades estão à procura de mais sobreviventes. 
14:54 | 29/03

Bélgica expulsa 21 diplomatas russos do país

A Bélgica informou, esta terça-feira, que vai expulsar 21 diplomatas russos do país acusados de espionagem e considerados como ameaças à segurança.

A informação foi avançada pela agência Reuters
14:42 | 29/03

Países baixos extraditam 17 agentes dos serviços secretos russos

O Ministério dos Negócios Estrangeiros dos Países Baixos anunciaram, esta terça-feira, a extradição de 17 agentes dos serviços secretos russos, citou a agência Reuters
14:38 | 29/03

Polónia vai proibir importações de carvão russo

O porta-voz do governo polaco, Piotr Muller, anunciou esta terça-feira que a Polónia vai proibir as importações de carvão russo devido ao conflito militar na Ucrânia.

A informação foi avançada pela agência Reuters
14:19 | 29/03

Encontro entre Zelensky e Putin está em cima da mesa, garante negociador ucraniano

O negociador ucraniano disse, esta terça-feira, que há a possibilidade do líder ucraniano, Volodymyr Zelensky, e o presidente russo, Vladimir Putin, se reunirem em breve, avançou a agência AFP

A possibilidade do encontro surgiu na sequência da ronda de negociações que decorreu hoje em Istambul, na Turquia. 

13:44 | 29/03

Negociações terminaram: Ucrânia oferece neutralidade em troca de garantias de segurança

Uma nova ronda de negociações teve lugar em Istambul esta terça-feira, no 34.º dia guerra. A Ucrânia ofereceu neutralidade em troca de garantias de segurança dadas pelas Rússia. A proposta ucraniana implica a promessa de que o país não se irá juntar a alianças militares nem vai acolher bases militares, explicaram os negociadores.

O objetivo deste encontro era estabelecer um acordo de cessar-fogo e terminar o conflito que está a decorrer há mais de um mês em território ucraniano.
13:18 | 29/03

Rússia diz que atividade militar perto de Kiev vai ser reduzida "radicalmente"

A Rússia disse esta terça-feira que irá reduzir "radicalmente" a atividade militar perto de Kiev, avança a AFP.
12:14 | 29/03

Negociações de paz entre a Rússia e a Ucrânia já terminaram em Istambul

A nova ronda de negociações entre os delegados ucranianos e russos que decorreu esta terça-feira em Istambul, na Turquia, já terminou.

A notícia foi avançada pela Embaixada ucraniana sediada na Turquia. 

Ainda não se sabe se haverá uma nova ronda de negociações.
12:12 | 29/03

Zelensky pede à Europa sanções mais reforçadas contra a Rússia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, dirigiu-se esta terça-feira ao Parlamento dinamarquês e pediu sanções mais severas contra a Rússia.

De acordo com a agência Reuters, o líder da Ucrânia pediu para a Europa deixar de comprar petróleo e fechar os portos aos navios russos, assim como bloquear o comércio.

Zelensky disse ainda durante o discurso que cerca de 100 mil pessoas ainda estavam presas na cidade de Mariupol, no sul da Ucrânia, que está cercada pelas forças russas e sob bombardeamento.

12:06 | 29/03

Decatlhon suspende atividade no mercado russo

A empresa francesa de artigos desportivos, Decatlhon, anunciou esta terça-feira que suspendeu as suas operações na Rússia. 

De acordo a agência Reuters, a marca garante que vai continuar a apoiar os cerca de 2.500 funcionários que trabalhavam das lojas da Rússia. 
11:46 | 29/03

Rússia expulsou diplomatas da Estónia, Letónia e Lituânia do país

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo disse, esta terça-feira, que a Rússia expulsou do país um total de dez diplomatas das nações bálticas, incluindo três diplomatas da Estónia e da Letónia e quatro da Lituânia.

De recordar que a Letónia, a Estónia e a Lituânia já havia expulsado um total de 10 diplomatas russos numa ação coordenada no início deste mês, avançou a agência Reuters
11:31 | 29/03

Ataque ao edifício administrativo em Mykolaiv provocou três mortos

O ataque desta terça-feira ao edifício da administração de Mykolaiv provocou três mortos, anunciou o Serviço de Emergência do Estado da Ucrânia. 

De acordo com a mesma fonte, citada pela Al Jazeera, 22 outras pessoas ficaram feridas.
11:27 | 29/03

Kremlin nega alegações de envenenamento de Abramovich

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, negou esta terça-feira os relatos de que Roman Abramovich tinha sido envenenado após ter assistido às negociações de paz com o aliado próximo de Vladimir Putin. 

Dmitry Peskov, citado pela Reuters, diz que as alegações fazem parte de uma "guerra de informação".
10:45 | 29/03

Moscovo nega que cidadãos ucranianos estejam a ser levados à força para a Rússia

O Kremlin negou, esta terça-feira, ter raptado cidadãos ucranianos para a Rússia, avançou a agência Reuters

As declarações surgem na sequência da Ucrânia ter acusado a Rússia de raptar civis ucranianos durante a guerra no país.
10:37 | 29/03

Ucrânia diz que vai tomar medidas em casos de maus-tratos aos prisioneiros de guerra pelos seus soldados

O chefe-adjunto do Estado-Maior General das Forças Armadas ucranianas disse, esta terça-feira, que a Ucrânia vai tomar medidas legais em casos em que hajam maus-tratos aos prisioneiros de guerra pelos seus soldados.

"Toda a informação que chega é verificada pelas forças armadas da Ucrânia e, se houver violação, serão tomadas as decisões legais apropriadas relativamente aos militares que violaram as leis sobre o tratamento dos prisioneiros de guerra", disse Oleksander Kyrylenko, citado pela agência Reuters

10:13 | 29/03

Bloomberg News suspende operações na Rússia e Bielorrússia

A Bloomberg News anunciou, esta terça-feira, que suspendeu as operações na Rússia e na Bielorrússia, apontando a condenação internacional e as sanções contra a Rússia pela invasão da Ucrânia.

A empresa de notícias financeiras informou, que os seus clientes na Rússia e na Bielorrússia, não poderão aceder a nenhum dos produtos financeiros da Bloomberg, incluindo terminais, licenças de dados, feeds de dados e plataformas de negociação eletrónica.

De acordo com a empresa, as funções de negociação de títulos russos foram desativadas, seguindo a linha das sanções internacionais.
10:12 | 29/03

Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados diz ter conseguido ajudado 900 mil pessoas na Ucrânia

O Alto-comissariado das Nações Unidas para os Refugiados divulgou, esta terça-feira, que conseguiu ajudar 900 mil pessoas na Ucrânia, desde o início da invasão russa.

No entanto, e de acordo com a agência Reuters, a organização garantiu ainda assim que o número "não é suficiente".

10:11 | 29/03

Edifício principal do governo de Mykolaiv atingido por mísseis esta manhã

O edifício principal do governo em Mykolaiv, na Ucrânia, foi atingido e danificado por um ataque de mísseis esta manhã, revelou esta terça-feira o governador regional Vitaliy Kim, citada pela BBC.

Não há relatos de mortes, mas acredita-se que oito pessoas estão presas debaixo dos escombros.




10:11 | 29/03

Mais de 17 mil soldados russos mortos desde o início da invasão

O exército da Ucrânia divulgou, esta terça-feira, que 17.200 militares russos foram mortos no país desde que a invasão começou.

Até ao momento, sabe-se ainda que a Rússia perdeu 597 tanques, 1.710 veículos blindados, 127 jactos, 129 helicópteros e sete navios.

10:11 | 29/03

Ucrânia impediu ataques russos em Donetsk e Luhansk

O exército da Ucrânia afirmou, esta terça-feira, que impediu com "sucesso" sete ataques russos nas regiões de Donetsk e Luhansk, avançou a agência Reuters.

As duas regiões são parcialmente controladas por separatistas pró-Moscovo.

10:10 | 29/03

Abramovich está a participar nas conversações da Ucrânia e da Rússia em Istambul

O bilionário Roman Abramovich, um dos oligarcas russos sancionados pelo ocidente por causa da invasão da Ucrânia por Moscovo, está a participar esta terça-feira nas conversações de paz entre as delegações ucranianas e russas em Istambul, avançou a agência Reuters.
10:09 | 29/03

Nova ronda de negociações entre a Rússia e a Ucrânia já começou na Turquia

A nova ronda de negociações que reúne as delegações da Ucrânia e da Rússia já começou esta terça-feira em Istambul, na Turquia, avançou a agência Reuters.

Mykhailo Podolyak, conselheiro político do presidente Volodymyr Zelensky, afirmou que as delegações estavam a discutir "as disposições fundamentais do processo de negociação". As delegações estão a trabalhar em paralelo em todo o espetro de questões litigiosas".

10:08 | 29/03

Rússia garante ter destruído um depósito de combustível na região de Rivne

O Ministério da Defesa da Rússia divulgou, esta terça-feira, que as tropas russas destruíram ontem à noite um grande depósito de combustível na região de Rivne, na Ucrânia, com mísseis de cruzeiro, citou a agência Reuters.

10:07 | 29/03

Mísseis russos atingem cidade ucraniana de Nikopol

A cidade de Nikopol, na região de  Dnipropetrovsk Oblast, foi atingida esta terça-feira por mísseis russos, avançou o Kyiv Independent.

Apesar do ataque, as autoridades municipais revelaram que não há vítimas a registar.

A cidade está muito próxima da Central Nuclear de Zaporizhzhia.


08:03 | 29/03

Erdogan acredita que conversações de hoje em Istambul podem abrir caminho para reunião entre Putin e Zelensky

O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse esta terça-feira que os progressos nas conversações entre as delegações da Rússia e da Ucrânia, que decorrem hoje em Istambul, podem abrir caminho para uma reunião entre Volodymyr Zelensky e Vladimir Putin.

Citado pela agência Reuters, Erdogan disse que este é o momento para as conversações produzirem resultados "concretos" e apelou, ainda, a um cessar-fogo "imediato".

07:56 | 29/03

Ucrânia pede a todos para criminalizarem o uso do símbolo "Z"

O Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano pediu, esta terça-feira, para que todos os Estados criminalizem a utilização do símbolo 'Z', como forma de apoiar publicamente a invasão russa à Ucrânia.

"A letra 'Z' significa crimes de guerra russos, cidades bombardeadas, milhares de ucranianos assassinados", disse Dmitry Kuleba publicamente no Twitter

De recordar que também a Alemanha aboliu a utilização do mesmo símbolo na segunda-feira, considerando como um crime a sua utilização.

07:46 | 29/03

Ucrânia prevê abrir três corredores humanitários esta terça-feira

A vice-primeira-ministra da Ucrânia afirmou, esta terça-feira, que a Ucrânia prevê abrir três corredores humanitários no dia de hoje.

Está previsto, também, a retirada de civis da cidade de Mariupol. No entanto, apenas se destina aos civis que têm disponibilidade para sair da cidade através de carros particulares. 
07:41 | 29/03

Oito aviões e três helicópteros russos abatidos em 24 horas na guerra da Ucrânia

A Força Aérea das Forças Armadas da Ucrânia informou ter abatido 17 alvos aéreos "inimigos" nas últimas 24 horas, incluindo oito aviões e três helicópteros.

"A força aérea atingiu 17 alvos aéreos: oito aviões, três helicópteros, quatro veículos aéreos não tripulados [drones] e dois mísseis de cruzeiro", pode ler-se numa publicação na rede social Facebook.

23:43 | 28/03

Porta-voz do Kremlin reforça que o país não vai recorrer a armas nucleares

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse à PBS, em entrevista esta segunda-feira que a Rússia recorreria a armas nucleares apenas no caso de uma "ameaça à existência" da Rússia e não como resultado do atual conflito com Ucrânia.

"Independentemente do resultado da operação especial (na Ucrânia), é claro, não é motivo para o uso de uma arma nuclear", reforçou o assunto, novamente, Peskov. "Temos um conceito de segurança que afirma muito claramente que somente quando houver uma ameaça à existência do Estado, no nosso país, é que podemos usar e realmente usaremos armas nucleares para eliminar a ameaça à existência de nosso país."

23:18 | 28/03

Zelensky divulga vídeo sobre o ponto de situação da guerra no país

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky divulgou, esta segunda-feira, num vídeo noturno, o ponto de situação da guerra no país.

De acordo com o presidente, as tropas ucranianas estão a recuperar território nas periferias da capital e a afastar as tropas russas. "Os nossos combatentes estão na avançar na região de Kiev, recuperando o controlo do território ucraniano", destcou.

A cidade de Irpin também foi retomada - uma cidade chave na periferia noroeste de Kiev. "Irpin foi libertado. Muito bem! Sou grato a todos os que lutaram por este resultado. Os ocupantes estão afastados de Irpin".

"No entanto, é muito cedo para falar sobre segurança nesta parte de nossa região. A luta continua.", salientou.

O presidente avançou ainda que, apesar das vitórias, as tropas russas ainda controlam o norte de Kiev e continuam os ataques mesmo com "centenas e centenas de unidades de equipamentos queimados e abandonados".

"Chernihiv, Sumy, regiões de Kharkiv, Donbas, no sul da Ucrânia - a situação continua tensa, muito difícil", acrescentou.

Zelensky reforçou ainda que 143 crianças morreram desde o início da guerra até agora e que Mariupol, considerada por muitos como a cidade mais afetada, continua cercada. "As tropas russas não permitiram que nenhum corredor humanitário fosse organizado esta segunda-feira", notou.

Na frente diplomática, o presidente disse que concordou com Boris Johnson, do Reino Unido, "em apoiar ainda mais a defesa e fortalecer as sanções contra a Rússia".

22:59 | 28/03

Comandante russo do 503º Regimento de Espingardas Motorizadas morto em combate

Os militares ucranianos eliminaram o comandante e chefe do 503º Regimento de Espingardas Motorizadas da 19ª Divisão de Espingardas Motorizadas do 58º exército de armas combinado, avançou a Ukrinform, que cita uma publicação do Facebook do grupo operacional e táctico "Leste".

"Hoje, durante os combates, os soldados ucranianos organizaram um encontro com o diabo do próximo grupo de criminosos de guerra russos. De acordo com as informações preliminares, entre os "eliminados" - o comandante e chefe de estado-maior do 503º regimento de espingardas motorizadas da 19ª divisão de espingardas motorizadas do 58º exército de armas combinado", lê-se na mensagem.

Segundo o general das Forças Armadas da Ucrânia, no período de 24 de Fevereiro a 28 de Março, já morreram cerca de 17 mil combatentes russos.
22:55 | 28/03

Odessa, Zaporizhzhya, Mykolaiv em alerta. Sirenes voltam a soar

Na noite desta segunda-feira sentiu-se o pânico, novamente, nas cidades ucranianas de Odessa, Zaporizhzhya, Mykolaiv depois terem soado as sirenes de ataque aéreo, avançou a Ukrinform.

22:49 | 28/03

Forças militares ucranianas continuam contra-ataques bem sucedidos em Kiev

Na região de Kiev, as forças militares ucranianas continuam a conduzir ações defensivas e a levar a cabo contra-ataques bem sucedidos em certas áreas, anunciou um tenente-general do exército ucraniano, Alexander Pavliuk no Telegram, citado pela Ukrinform.

"O inimigo russo concentra-se na manutenção dos territórios ocupados e nos preparativos para o reinício das operações ofensivas. O invasor reagrupa-se, concentra o equipamento em florestas para evitar os danos. A liderança militar russa está a tentar acumular reservas e restaurar a capacidade de combate das unidades que sofreram perdas durante o primeiro mês da guerra", destacou Pavliuk.

Ao mesmo tempo, as unidades das Forças Armadas da Ucrânia continuam a conduzir ações defensivas e a realizar contra-ataques bem sucedidos em determinadas direções.
22:03 | 28/03

Operadora nacional de telecomunicações da Ucrânia quase completamente offline

A Ukrtelecom, a principal operadora de telecomunicações da Ucrânia, está quase completamente offline e os funcionários estão a investigar se está a tratar-se de um ciberataque, avançou a Sky News.

A interrupção começou esta segunda-feira de manhã e aconteceu até à noite.

A Urktelecom disponibiliza serviços telefónicos, Internet e móveis e é o sétimo maior na Ucrânia - mas em muitas zonas rurais é o único fornecedor.

A Netblocks, com sede em Londres, disse que a conetividade para a rede desceu para 13% relativamente aos níveis existentes antes da guerra.

Especialistas dizem que a rede de comunicações da Ucrânia resistiu surpreendentemente bem durante a guerra, apesar de outras suspeitas de hacks e danos físicos nas infra-estruturas.

As equipas de reparação permitiram ao país permanecer ligado, arriscando as suas vidas para reparar cabos e torres de telemóveis danificados.
21:58 | 28/03

Arrendatários irlandeses terminam contratos em companhias aéreas russas

Todos os arrendatários irlandeses rescindiram seus contratos de arrendamento em companhias aéreas russas até ao prazo limite das sanções da União Europeia de segunda-feira e têm tido até agora um êxito limitado na recuperação dos aviões, disse o organismo representativo do setor na Irlanda.

A Aircraft Leasing Ireland (ALI), cujos membros incluem SMBC Aviation Capital, Avolon, Aircastle e AerCap Holdings AER.N, que é a maior empresa de leasing de aviões do mundo, destacou que todos os membros cumpriram integralmente as sanções.
21:56 | 28/03

1.099 pessoas foram retiradas de cidades ucranianas este domingo

Um total de 1.099 pessoas foram retiradas de cidades ucranianas através de corredores humanitários este domingo, disse um porta-voz do governo.

Kyrylo Tymoshenko, chefe adjunto do gabinete do presidente, disse numa publicação online que 586 pessoas tinham deixado a cidade de Mariupol de carro e 513 foram retiradas de autocarro na região de Luhansk.
20:58 | 28/03

Biden recusa pedir desculpa por ter pedido saída do poder de Putin

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, recusou esta segunda-feira pedir desculpa por ter pedido a saída do poder do seu homólogo russo, Vladimir Putin, defendendo que expressou uma "indignação moral" e não uma "mudança política".
20:14 | 28/03

Depósito de petróleo atingido por mísseis em Rivne

O governador da região noroeste de Rivne, na Ucrânia, Vitaliy Koval, disse, num vídeo online, que um depósito de petróleo foi atingido por mísseis. 

De acordo com o Vitaliy Koval, os serviços de emergência estiveram no local.

A cidade de Rivne fica a cerca de 100 milhas a nordeste de Lviv.
20:01 | 28/03

Presidente da câmara de Irpin diz que cidade está "livre do horror russo"

A cidade ucraniana de Irpin, nos arredores noroeste de Kiev, foi libertada das tropas russas, anunciou o presidente da câmara local, Oleksandr Markushyn, na sua conta no Telegram.
19:47 | 28/03

Governo ucraniano anuncia pelo menos 5.000 mortos em Mariupol

Pelo menos 5.000 pessoas foram mortas em Mariupol, no sudeste da Ucrânia, desde o início da invasão russa, anunciou esta segunda-feira uma conselheira da Presidência ucraniana, encarregada dos corredores humanitários.
18:36 | 28/03

Soldados russos levantam poeira radioativa junto à central nuclear de Chernobyl

Os soldados russos que tomaram a central nuclear de Chernobyl levantaram uma nuvem de poeira radioativa depois de conduzirem veículos blindados sem proteção contra radiações numa zona altamente tóxica chamada "Floresta Vermelha".

As duas fontes citadas pela Reuters disseram que os soldados não utilizaram qualquer equipamento anti-radiação. O segundo empregado de Chernobyl disse que isso era "suicida" para os soldados porque a poeira radioativa que inalaram é susceptível de causar danos internos no corpo.
17:21 | 28/03

Rússia alega ter destruído os depósitos de munições na região de Zhytomyr, na Ucrânia

O Ministério da Defesa russo disse esta segunda-feira que as tropas tinham destruído grandes depósitos de munições na região de Zhytomyr, na Ucrânia, que estavam a ser utilizados para abastecer as tropas ucranianas que defendiam os subúrbios da capital ucraniana, Kiev.

O ministério disse que tinha atingido 41 locais militares ucranianos nas últimas 24 horas.
17:02 | 28/03

Inglaterra pondera novas sanções à Rússia e apoio militar à Ucrânia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, diz ter falado com Boris Johnson, o primeiro-ministro inglês, sobre um reforço das sanções à Rússia e uma possível cooperação em matéria de defesa, avançou a Reuters.
16:54 | 28/03

Cidade de Trostyanets retomada pelos ucranianos

Um oficial das tropas americanas salientou que as forças ucranianas retomaram a cidade ucraniana de Trostyanets, na região de Sumy, das forças de ocupação russas.
16:33 | 28/03

Guterres apela a cessar-fogo imediato na Ucrânia

Guterres apelou a um cessar-fogo humanitário imediato "para permitir progressos nas negociações políticas sérias, com vista a alcançar um acordo de paz com base nos princípios da Carta das Nações Unidas", avançou a Reuters.
16:20 | 28/03

Quase 5.000 pessoas mortas em ao Mariupol desde o início da guerra na Ucrânia

Cerca de 5.000 pessoas foram mortas na cidade de Mariupol, no sul da Ucrânia, desde que as forças russas a cercaram, disse esta segunda-feira um porta-voz do presidente da câmara da cidade, citado pela Reuters.

O porta-voz citou dados do gabinete do presidente da câmara que diziam que cerca de 90% dos edifícios em Mariupol tinham sido danificados e cerca de 40% tinham sido destruídos.
16:01 | 28/03

Pelo menos 100 adultos e 4 crianças morreram em Kiev desde o início do conflito

O presidente da capital ucraniana revelou, esta segunda-feira, que mais de 100 pessoas morreram em Kiev, incluindo quatro crianças, em consequência da guerra na Ucrânia.

De acordo com o autarca, pelo menos 16 crianças ficaram feridas desde o início do conflito. 

O conflito militar causou, ainda, a destruição total de 82 edifícios da capital ucraniana.
15:19 | 28/03

Vladimir Putin não está "disposto a compromissos" para terminar com a guerra na Ucrânia

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, não parece estar "disposto a compromissos" para acabar com o conflito militar na Ucrânia, avançou um alto funcionário do Departamento de Estado norte-americano, citado pela agência Reuters

"Tudo o que tenho visto é que ele não está disposto a fazer compromissos neste momento", afirmou. 

14:59 | 28/03

Alemanha proíbe uso da letra "Z" como forma de apoio à invasão russa da Ucrânia

A Alemanha anunciou, esta segunda-feira, que vai proibir o uso de símbolos pró-russos, nomeadamente a letra "Z" associada ao apoio à invasão da Ucrânia. 

A utilização deste símbolo poderá vir a tornar-se crime na Alemanha, de acordo com informações avançadas pela NEXTA. 

"A letra "Z" não é proibida, mas a sua utilização em alguns casos pode representar uma aprovação da guerra agressiva da Rússia", disse o Ministério do Interior alemão.
14:51 | 28/03

Forças ucranianas recuperam controlo total da cidade de Irpin

O autarca de Irpin noticiou, esta segunda-feira, que as forças ucranianas voltaram a retomar o controlo total da cidade a noroeste de Kiev, que tem sido palco dos combates com as tropas russas, citou a agência Reuters

"Temos boas notícias hoje. Irpin foi libertada", disse Oleksandr Markushyn e acrescentou ainda que "compreendemos que haverá mais ataques à nossa cidade e vamos defendê-la corajosamente". 
14:28 | 28/03

G7 recusa comprar gás apenas em rublos e Rússia avança que vai cortar fornecimento à Europa

A Rússia anunciou, esta segunda-feira, que vai deixar de fornecer de gás à Europa após o voto do G7 que é contra a compra de gás apenas em rublos.

O voto do grupo das sete principais economias da União Europeia vem na sequência da exigência de Vladimir Putin, que apenas permite aos países considerados hostís a compra de gás através da moeda russa.

O ministro alemão da Energia disse que ceder à imposição de Putin é vista como uma "violação unilateral e clara dos contratos existentes" e, por essa razão, "o pagamento em rublos não é aceitável". 

Como retaliação, um deputado russo já veio a público afirmar que a rejeição dos G7 vai traduzir-se numa paragem nos fornecimentos, citou a Sky News

De recordar que vários países europeus dependem do gás proveniente da Rússia. 
14:07 | 28/03

Jornal russo suspende atividades até ao fim do conflito militar

O jornal russo, Novaya Gazeta, divulgou esta segunda-feira que vai suspender a atividade e deixar de publicar até que a Rússia termine a "operação especial na Ucrânia", avançou a Sky News.

O meio de comunicação social é um dos órgãos mais independentes do país e a decisão foi tomada após o jornal receber um segundo aviso do órgão estatal que monitoriza a área da comunicação na Rússia, por não ter identificado num artigo uma ONG como um "agente estrangeiro". 

O jornal é propriedade de um dos oligarcas, Alexander Lebedev, que está a viver em Londres.
13:58 | 28/03

Ucrânia "não vê sinais no terreno" de que a ofensiva russa tenha desistido de cercar Kiev

O porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano afirmou, esta segunda-feira, que a Ucrânia "não vê sinais no terreno" de que a Rússia tenha desistido de um plano para cercar a capital, Kiev. 

Segundo Oleksander Motuzyanyk, citado pela Reuters, "a Federação Russa não abandonou as suas tentativas, se não de capturar, de cercar Kiev. Por agora não vemos o movimento das forças inimigas longe de Kiev", afirmou. 
13:55 | 28/03

Mudança de governo na Ucrânia "não é o objetivo" da Rússia

O Secretário do Conselho de Segurança russo disse, esta segunda-feira, que a mudança de governo na Ucrânia "não é o objetivo" da "operação especial" da Rússia. 

A informação foi avançada pela agência Reuters
13:34 | 28/03

Negociações entre a Rússia e a Ucrânia adiadas para amanhã em Istambul

A Rússia e Ucrânia voltam amanhã, terça-feira, a uma nova ronda de negociações em Istambul, na Turquia. 

As conversações entre as delegações de ambos os países decorre amanhã, e não hoje, como tinha sido avançado pelo governo ucraniano.

Esta decisão de adiar esta ronda de negociações foi tomada após uma conversa telefónica entre o presidente turco e Vladimir Putin.

13:23 | 28/03

Ucrânia diz que forças russas já perderam 17 mil soldados desde o início da guerra

O Estado Maior General das Forças Armadas ucranianas revelaram, esta segunda-feira, que a Rússia já perdeu cerca de 17 mil soldados desde o início do conflito militar, citou a agência Ukrinform

Além das perdas humanas, 586 tanques e 1.694 veículos blindados ficaram destruídos, assim como 127 helicópteros, sete navios e 73 camiões-cisterna de combustível. 
13:18 | 28/03

Macedónia do Norte ordenou a expulsão de cinco diplomatas russos

A Macedónia do Norte ordenou, esta segunda-feira, a expulsão de cinco diplomatas russos do país por violarem as normas diplomáticas, disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros citado pela agência Reuters.

O embaixador russo no país foi informado de que as cinco pessoas levaram a cabo atividades contrárias à Convenção de Viena sobre Relações Diplomáticas e tiveram de abandonar o país, disse o ministério.
13:14 | 28/03

Rússia expulsou três diplomatas eslovacos do país

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo anunciou, esta segunda-feira, que a Rússia expulsou três diplomatas eslovacos do país, avançou a agência Reuters

A decisão vem na sequência da expulsão de três funcionários da Embaixada russa na Eslováquia.
10:47 | 28/03

Kremlin diz que comentários de Joe Biden são "alarmantes"

O porta-voz do Kremlin considerou, esta segunda-feira, "alarmantes" os comentários do líder norte-americano, Joe Biden, sobre Vladimir Putin.

De recordar que Biden afirmou, durante a visita à Polónia no último fim de semana, que Vladimir Putin não podia "permanecer no poder", embora mais tarde tenha dito que não estava a pedir uma mudança do regime russo. 
10:22 | 28/03

Conversações entre a Rússia e a Ucrânia podem decorrer amanhã

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, avançou esta segunda-feira que as negociações entre a Rússia e a Ucrânia podem só acontecer amanhã na Turquia. 

Segundo o Kremlin, é "importante" que as conversações decorrem "frente a frente", citou a agência Reuters

Sobre um possível encontro entre Putin e Zelensky, o porta-voz do Kremlin descartou, por enquanto, essa possibilidade. 
09:31 | 28/03

Mais de 3,8 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia

A Organização das Nações Unidas (ONU) divulgou, esta segunda-feira, que pelo menos 3,8 milhões de pessoas já deixaram a Ucrânia desde o início do conflito militar.

Segundo a Sky News, cerca de 6,5 milhões de civis deslocaram-se internamente, no próprio país, enquanto 13 milhões de ucranianos estão presos em zonas de combate.
08:56 | 28/03

Corredores humanitários suspensos hoje em várias cidades ucranianas

A Vice-primeira-ministra da Ucrânia noticiou, esta segunda-feira, que nenhum corredor humanitário será aberto no país devido a possíveis "provocações" russas nas rotas de retirada de civis, citou a agência Reuters
08:37 | 28/03

Mariupol está "à beira de uma catástrofe humanitária", diz o autarca da cidade

O Presidente da cidade de Mariupol receia uma catástrofe humanitária e diz que a cidade tem de ser completamente evacuada.

A cidade de Mariupol, no sul da Ucrânia, está "à beira de uma catástrofe humanitária", disse o autarca citado pela agência Reuters

Vadym Boichenko disse, ainda, que cerca de 160 mil civis ficaram presos na cidade. 
08:34 | 28/03

Pelo menos 143 crianças morreram desde o início do conflito militar

O Provedor de Justiça ucraniano revelou, esta segunda-feira, que pelo menos 143 crianças morreram desde o início da guerra na Ucrânia.

Já cerca de 216 crianças ficaram feridas. 
08:24 | 28/03

Ofensiva russa tenta avançar sobre Kiev

As forças russas estão a tentar avançar sobre a capital ucraniana, a partir do noroeste e leste de Kiev, anunciaram esta segunda-feira as Forças Armadas da Ucrânia, citadas pelo Kyiv Independent
08:23 | 28/03

Forças russas continuam a atacar várias aldeias de Izyum

As Forças Armadas da Ucrânia revelaram, esta segunda-feira, que a Rússia continua a atacar várias aldeias nos arredores da cidade de Izyum, a sudeste de Kharkiv.

A informação foi avançada pela Kyiv Independent
07:47 | 28/03

Conselheiro do Ministério do Interior da Ucrânia não espera avanços nas conversações de paz

O Conselheiro do Ministério do Interior da Ucrânia avançou, esta segunda-feira, que não espera grandes avanços nas conversações de paz entre as delegações ucranianas e russas que se vão reunir na Turquia.

"Penso que não haverá qualquer avanço nas principais questões", disse Vadym Denysenko, citado pela agência Reuters
07:31 | 28/03

Escolas reabrem hoje em Kiev com aulas online

O presidente da câmara de Kiev, Vitali Klitschko, anunciou esta segunda-feira que as escolas vão reabrir na capital ucraniana, sendo que os alunos vão ter aulas online. 

"No dia 28 de Março, o processo educativo será retomado na capital. Será mais adaptado às condições atuais, e com recurso a diferentes plataformas educativas para os estudantes", disse o autarca, citado pelo The Guardian.
07:29 | 28/03

Destroços de míssel incendeiam casa em Kiev

Os Serviços de Emergência da Ucrânia divulgaram, esta segunda-feira, que a queda de destroços de um míssil incendiou uma casa nos arredores de Kiev, em Darnytskyi.

03:15 | 28/03

Ataques aéreos em Kiev, Lutsk, Rivne, Kharkiv e Jitomir

As sirenes de ataque aéreo voltaram a soar esta madrugada em várias cidades ucranianas e foram noticiadas explosões em Lutsk, Rivne, Kharkiv, Jitomir e na capital, Kiev.

A administração militar de Volyn informou que mísseis russos atingiram um depósito de petróleo, segundo o The Kiev Independent.

"Mais uma vez, ataques com mísseis em Lutsk, Kharkiv, Jitomir e Rivne. Mais um dia, mais ataques. Mariupol sob bombardeamento. Os russos já não têm língua, humanismo, civilização. Apenas foguetes e bombas", escreveu o conselheiro presidencial ucraniano Mikhailo Podoliak na rede social Twitter.

23:44 | 27/03

Ucrânia irá insistir na integridade territorial na próxima ronda de negociações com a Rússia

A Ucrânia insistirá na soberania e integridade territorial na próxima ronda de negociações com a Rússia, afirmou neste domingo, o presidente uraniano Volodymyr Zelensky.

"As nossas prioridades nas negociações são conhecidas: soberania e integridade territorial", acrescentou.
22:53 | 27/03

Ucrânia exige que o Conselho de Segurança da ONU desmilitarize Chernobyl

Ucrânia exige que o Conselho de Segurança da ONU desmilitarize Chernobyl, e estabeleça uma missão especial, afirma a vice-primeira-ministra Iryna Vereshchuk.

As forças russas estão no controlo da central elétrica de Chernobyl desde os primeiros dias da invasão. 
22:25 | 27/03

Berlim considera comprar escudo antimíssil

A Alemanha está a considerar comprar um sistema de defesa antimíssil para se proteger contra um potencial ataque da Rússia, afirma o Chanceler Olaf Scholz, neste domingo.

"Esta é certamente uma das questões que estamos a discutir e por uma boa razão", acrescenta.


21:50 | 27/03

Fortes explosões ouvidas em várias zonas da Ucrânia

Fortes explosões ouvidas esta noite em Kiev, Lutsk, Kharkiv e Zhytomyr, revela o jornal The Kyiv Independent.
20:44 | 27/03

Ucrânia preparada para discutir estatuto neutro com Rússia

A Ucrânia está preparada para discutir a adoção de uma estatuto neutro como parte de um acordo de paz com a Rússia, afirma o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, numa entrevista a jornalistas russos, neste domingo.

Na entrevista por video-chamada, Zelensky disse que a invassão russa causou a destruição da cidades de língua russa na Ucrânia, acrescentando que os danos são piores quando comparados com a guerra na Chechénia. 

17:53 | 27/03

Mais de 10 000 hectares de floresta em chamas na zona de Chernobyl

Incêndios ameaçam contaminar a Ucrânia, Bielorrúsia e outros países europeus, afirmou a Provedora de Justiça do país ucraniano.

"É quase impossível apagar os incêndios, uma vez que Chernobyl está rodeada por tropas russas", acrescentou. 


16:30 | 27/03

Rússia bloqueia acesso ao jornal mais vendido na Europa

A Rússia bloqueou o acesso ao tabloide alemão Blind, o jornal mais vendido na Europa. 

Segundo a agência noticiosa russa Interfax, são já dois novos sites que se juntam à longa lista de páginas bloqueadas pelo governo russo por expressarem ideias sobre a guerra na Ucrânia contraditórias à narrativa do regime de Putin.
16:02 | 27/03

Ucrânia e Rússia vão ter nova ronda de negociações de amanhã até quarta-feira na Turquia

A próxima ronda de negociações entre a Ucrânia e a Rússia decorrerá entre amanhã e a próxima quarta-feira na Turquia, revelou um negociador ucraniano.
15:55 | 27/03

Haverá uma "culpa coletiva" caso ajuda não chegue a Mariupol, diz ministro dos Negócios estrangeiros francês

Jean-Yves Le Drian, ministro dos Negócios estrangeiros francês, disse este domingo que haverá uma "culpa coletiva" caso nada seja feito para ajudar os civis em Mariupol, na Ucrânia. 
15:15 | 27/03

1119 civis mortos na guerra da Ucrânia, revela ONU

1 119 civis foram mortos e 1 790 ficaram feridos desde o início da guerra na Ucrânia, segundo novos dados das Nações Unidas.

Cerca de 15 raparigas e 32 rapazes, bem como 52 crianças estão entre as vítimas.
15:00 | 27/03

Rússia tenta cercar forças ucranianas no leste da Ucrânia

A Ucrânia está a montar pequenas ações contra-ofensivas enquanto os militares russos tentam cercar as suas forças no leste da Ucrânia, disse este domingo Oleksiy Arestovych, conselheiro presidencial ucraniano.

10:57 | 27/03

Rússia anuncia destruição do depósito de mísseis ucraniano perto de Kiev

As forças armadas russas destruíram um depósito de mísseis ucraniano perto de Kiev com armas de longo alcance lançadas a partir do mar, disse este domingo o Ministério da Defesa russo.
10:12 | 27/03

Líder de Lugansk admite realização de referendo para adesão à Rússia em breve

O líder da autoproclamada república de Luhansk, no leste na Ucrânia, disse que poderá em breve fazer um referendo sobre a adesão da região à Rússia.

A informação é avançada pela agência RIA

08:51 | 27/03

Rússia começou a destruir depósitos de combustível e alimentos ucranianos, diz assessor do Ministério do Interior

A Rússia começou a destruir os depósitos ucranianos de combustível e de armazenamento de alimentos, disse este domingo Vadym Denysenko, conselheiro do Ministério do Interior ucraniano.

Isto significa que o governo terá de dispersar os stocks de ambos num futuro próximo, segundo avança a Reuters.

08:41 | 27/03

Rússia diz que atingiu cidade de Lviv com mísseis de cruzeiro de alta precisão

A Rússia atingiu este sábado a cidade de Lviv com mísseis de cruzeiro de alta precisão, revelou este domingo o ministério de defesa russo, segundo a Reuters.
07:41 | 27/03

Vice-primeira-ministra ucraniana anuncia corredores humanitários para Luhansk e Donetsk

A vice-primeira-ministra ucraniana disse que estão acordados dois corredores humanitários, nas regiões de Luhansk e Donetsk, para este domingo.
07:39 | 27/03

Ucrânia diz que mais de 16 mil soldados russos já morreram na guerra

A Ucrânia afirmou que cerca de 16.600 soldados russos já morreram desde o início da invasão ao país. 
07:36 | 27/03

Finlândia fecha postos de fronteira ferroviários com a Rússia

A Finlândia fechou os postos de fronteira ferroviários com a Rússia, interrompendo assim o tráfego terrestre de mercadorias entre os dois países.

07:34 | 27/03

Já morreram 139 crianças desde o início da guerra na Ucrânia

Já morreram 139 crianças desde o início da guerra na Ucrânia e 205 ficaram feridas.

21:45 | 26/03

Cerca de 5 mil civis foram retirados em corredores humanitários neste sábado

As autoridades ucranianas retiraram 5 2000 pessoas de algumas cidades em conflito na Ucrânia, durante este sábado, através de corredores humanitários. 

Segundo a vice primeira-ministra, Iryna Vereshchuk, todos os 10 corredores humanitários foram bem sucedidos. 
21:31 | 26/03

Rússia ataca depósito de petróleo em Rivne

Segundo o governador de Rivne Oblast, Vitaliy Koval, as forças russas desmantelaram um depósito de petróleo em Dubno, Rivne.

As autoridades ainda estão a tratar dos danos causados pelo ataque.
20:51 | 26/03

Tropas russas bombardearam instalação de pesquisa nuclear em Kharkiv

As forças russas estão a bombardear, na noite desta sábado, uma instalação de pesquisa nuclear na cidade de Kharkiv, disse o parlamento ucraniano num post no Twitter.

"Atualmente, é impossível estimar a extensão dos danos devido a hostilidades que não param na área da instalação nuclear", pode ler-se no post que cita a Inspetoria Reguladora Nuclear do Estado.

18:54 | 26/03

Detidas 700 pessoas refugiadas numa cave de hospital em Mariupol

As autoridades de Mariupol, no sul da Ucrânia, denunciaram este sábado a detenção de 700 pessoas, entre elas médicos e doentes, que se tinham refugiado na cave de um hospital da cidade sob fogo das tropas russas.

Fontes locais informaram, segundo o portal ucraniano Ukrinform, que um número indeterminado foi deportado para local desconhecido.

17:39 | 26/03

Lviv alvo de novo ataque com míssil

O presidente da Câmara de Lviv avançou que a cidade ucraniana foi alvo de um novo ataque com míssil.

A mesma fonte revela que o ataque danificou significativamente a estrutura da cidade.

17:26 | 26/03

Batalhão de voluntários bielorrussos junta-se ao exército da Ucrânia

O batalhão de voluntários bielorrusos juntou-se oficialmente ao exército da Ucrânia. 

Kastus Kalinouski é o nome dado ao batalhão, o nome de um escritor e revolucionário bielorruso do século XIX. 
16:31 | 26/03

Pelo menos cinco feridos em ataques em Lviv

Dois ataques em Lviv, no oeste da Ucrânia, este sábado, fez cinco feridos, segundo o governador regional Maksym Kozytskyy.

As autoridades locais pediram aos moradores para que procurassem abrigos após as fortes explosões nos arredores da cidade.

15:10 | 26/03

"Ele é um carniceiro", diz Biden sobre Putin

Joe Biden, presidente dos EUA, chamou Vladimir Putin, presidente russo, de "carniceiro" enquanto se encontrava com refugiados em Varsóvia, na Polónia. 

"Ele é um carniceiro", terá Biden respondido quando questionado sobre o que pensava de Putin, de acordo com a France 24.
14:59 | 26/03

44 pessoas gravemente feridas, incluindo três crianças, presas em Chernihiv devido a cerco das tropas russas

O presidente da câmara de Chernihiv, no norte da Ucrânia, disse este sábado que 44 pessoas, incluindo três crianças, gravemente feridas estão presas na cidade devido ao cerco das tropas russas.

O autarca disse ainda que as pessoas não podiam ser retiradas para serem tratadas em áreas mais seguras, alertando para a dificuldade de levar ajuda humanitária à cidade, porque a ponte que ligava a Chernihiv à capital da Ucrânia tinha sido destruída por bombardeamentos, de acordo com a Reuters.
14:36 | 26/03

Ouvidas explosões e sirenes de ataque aéreo em Lviv

Três explosões atingiram este sábado a cidade de Lviv, na Ucrânia.
12:49 | 26/03

Biden promete mais apoio à Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia disse este sábado que o presidente dos EUA, Joe Biden, prometeu mais apoio ao país. 
12:33 | 26/03

Mais 46 mil saídas elevam para 3,77 milhões número total de refugiados

A ONU contabiliza este sábado 3,77 milhões de refugiados da Ucrânia desde o início da invasão russa, mais 46 mil do que na sexta-feira, o que representa um abrandamento face ao início da semana.
12:19 | 26/03

Kiev com recolher obrigatório entre as 20h de hoje e 19h de amanhã

Vitali Klitschko, presidente da Câmara de Kiev, anunciou este sábado que o recolher obrigatório em Kiev durará até às 19h00 de domingo.

11:51 | 26/03

Principais bancos japoneses suspendem transações com russo Sberbank

Os principais bancos do Japão vão suspender as transações em dólares com o Sberbank, o maior banco russo, em coordenação com as novas sanções impostas pelos EUA pela invasão da Ucrânia pela Rússia, disseram este sábado meios de comunicação locais.
11:43 | 26/03

Biden diz que o mais importante a fazer é manter as democracias unidas

Joe Biden, presidente dos EUA, disse este sábado durante o encontro com Andrzej Duda, presidente polaco, que o mais importante a fazer é manter as democracia sunidas.

A informação é avançada pela Reuters. 
10:05 | 26/03

Mais de 100 mil pessoas precisam de ser retiradas de Mariupol, diz vice-primeira-ministra ucraniana

A vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk, revelou este sábado que mais de 100 mil pessoas ainda precisam de ser retiradas da cidade de Mariupol. 
09:52 | 26/03

Kiev com novo recolher obrigatório até segunda-feira

Vitali Klitschko, presidente da Câmara de Kiev, anunciou este sábado um novo recolher obrigatório na capital ucraniana, que entrará em vigor às 20h00 de hoje e terminará na segunda-feira às 19h00. 
 
09:42 | 26/03

Presidente da Ucrânia pede no Fórum de Doha reforma das instituições internacionais

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu este sábado no Fórum de Doha uma reforma das instituições internacionais por estas não terem conseguido impedir a invasão do seu país pela Rússia.
09:00 | 26/03

Tropas russas tomam o controlo de cidade onde vivem trabalhadores da central nuclear de Chernobyl

As tropas russas tomaram o controlo da cidade ucraniana de Slavutych, onde vivem os trabalhadores da central nuclear de Chernobyl, revelou este sábado Oleksandr Pavlyuk, governador de Kiev. 

Pavlyuk disse ainda que as tropas russas tinham ocupado o hospital de Slavutych e raptado o presidente da câmara, de acordo com a Reuters.
08:23 | 26/03

Dez corredores humanitários para este sábado, revela vice-primeira-ministra ucranian

Iryna Vereshchuk, vice-primeira-ministra da Ucrânia, revelou que foi acordado o estabelecimento de 10 corredores humanitários para este sábado, de forma a que sejam retirados civis em segurança.

Vereshchuk disse que caso os civis tentassem sair de Mariupol, teriam de o fazer em carros particulares, uma vez que as forças russas não estavam a deixar passar autocarros pelos seus postos de controlo, revela a Reuters.
08:09 | 26/03

Zelenskiy pede que produtores de energia aumentem produção

Volodymyr Zelenskiy, presidente ucraniano, apelou este sábado aos países produtores de energia para aumentarem a produção, de forma a que a Rússia não possa usar a sua riqueza em petróleo e gás para "chantagear" outras nações.
07:03 | 26/03

136 crianças já morreram na Guerra na Ucrânia

136 crianças já morreram desde o início da guerra na Ucrânia, revelou o gabinete do procurador-geral da Ucrânia, acrescentando que cerca de 200 crianças ficaram feridas.
02:16 | 26/03

Forças ucranianas lançam contra-ofensiva em Kherson

As forças ucranianas lançaram uma contra-ofensiva na cidade ucraniana de Kherson (sul), o único centro urbano completamente conquistado pelas tropas de Moscovo, que agora é "disputada" pelos intervenientes, revelou um alto funcionário do Pentágono.
02:14 | 26/03

Forças russas atacaram pelo menos 34 instalações médicas ucranianas

As forças russas executaram pelo menos 34 ataques a instalações médicas ucranianas desde o início do conflito, atingindo hospitais, ambulâncias, médicos, pacientes e até recém-nascidos, revela uma investigação da agência Associated Press (AP).
21:15 | 25/03

França, Turquia e Grécia vão efetuar "operação humanitária" de evacuação de Mariupol

A França, a Turquia e a Grécia vão efetuar "uma operação humanitária" para evacuar "nos próximos dias" a cidade sitiada de Mariupol, no sul da Ucrânia, anunciou o Presidente francês, Emmanuel Macron.

"Vamos, em conjunto com a Turquia e a Grécia, lançar uma operação humanitária para retirar todas aquelas e aqueles que desejarem sair de Mariupol", declarou Macron no final de uma cimeira europeia em Bruxelas, precisando que terá uma reunião sobre esse assunto com o Presidente russo, Vladimir Putin, "dentro de 48 a 72 horas".

20:43 | 25/03

EUA pedem "fortalecimento" de sanções à Coreia do Norte no Conselho de Segurança

Os Estados Unidos (EUA) anunciaram esta sexta-feira que vão propor uma resolução ao Conselho de Segurança da ONU para "atualizar e fortalecer" as sanções internacionais contra a Coreia do Norte, face ao lançamento de um míssil balístico intercontinental.

Perante o Conselho de Segurança das Nações Unidas, numa reunião de emergência convocada para debater o tema, a embaixadora norte-americana, Linda Thomas-Greenfield, defendeu a necessidade de fortalecer as sanções ao regime norte-coreano diante das "provocações cada vez mais perigosas" de Pyongyang.

20:12 | 25/03

Suíça alarga sanções à Rússia mas não proíbe meios de comunicação russos

A Suíça anunciou esta sexta-feira o reforço das sanções contra a Rússia, com mais restrições a exportações e interdição de financiamentos, mas distanciou-se da decisão da União Europeia de proibir meios de comunicação ligados ao Governo russo.

"Mesmo que estes canais sejam ferramentas de propaganda e desinformação russas, estamos convencidos de que para combater afirmações imprecisas e prejudiciais é mais eficaz colocá-los perante os factos do que proibi-los", explicou o governo em comunicado.

20:01 | 25/03

Emmanuel Macron pretende falar com Putin nas "próximas horas"

O presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou nesta sexta-feira que esperava ter mais conversas com o presidente russo Vladimir Putin, nas "últimas horas". 

Objetivo da conversa iria centrar-se na retirada de civis da cidade ucraniana de Mariupol, que está atualmente cercada por tropas russas. 
18:14 | 25/03

Spotify suspende serviços na Rússia

O Spotify disse, esta sexta-feira, que vai suspender o serviço de streaming na Rússia.

A plataforma de streaming de áudio fechou o escritório na Rússia indefinidamente no início deste mês.

"O Spotify continua a acreditar que é extremamente importante tentar manter o nosso serviço operacional na Rússia para fornecer notícias e informações confiáveis ??e independentes da região", disse o Spotify em comunicado. 

"Infelizmente, uma legislação recentemente promulgada que restringe ainda mais o acesso à informação, eliminando a liberdade de expressão e criminalizando certos tipos de notícias coloca em risco a segurança dos funcionários do Spotify e dos nossos ouvintes", acrescentou.

18:09 | 25/03

Biden "dececionado" por não poder atravessar a fronteira a partir da Polónia

O Presidente dos EUA, Joe Biden, mostrou-se esta sexta-feira dececionado por não poder atravessar a fronteira com a Ucrânia a partir da Polónia e avaliar pessoalmente o impacto da guerra no país, ao assegurar que "não deixaram fazê-lo" por motivos de segurança.

Durante a sua visita à cidade polaca de Rzeszow, perto da fronteira com a Ucrânia, Biden disse que gostaria de ter entrado no país para presenciar a "valentia" dos ucranianos, que comparou ao homem que se colocou frente aos tanques chineses na praça Tiananmen em 1989.

"Estou aqui, na Polónia, para avaliar a situação humanitária e, fracamente, parte da minha deceção deve-se ao facto de não poder vê-lo em primeira mão como sucedeu em outros lugares", afirmou.

17:56 | 25/03

Chernobyl não efetua rotação de pessoal técnico desde dia 21 de março

A Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA) informou, esta sexta-feira, que não há mudança do pessoal técnico em Chernobyl desde o dia 21 de março.
17:45 | 25/03

Força áerea ucraniana diz que misseís russos atingiram base áerea de Vinnytsia

A força aérea ucraniana disse, esta sexta-feira, que mísseis russos atingiram a base aérea de Vinnytsia, atingindo vários edifícios e causando danos significativos às infraestruturas. As consequências ainda estão por apurar.
17:40 | 25/03

Zelensky e Erdogan discutem estado das negociações entre a Rússia e a Ucrânia

O presidente turco, Tayyip Erdogan, conversou por telefone com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, esta sexta-feira, e discutiram a situação na Ucrânia e o estágio alcançado nas negociações entre Kiev e Moscovo, de acordo com uma fonte do gabinete de Erdogan.

Erdogan disse a Zelensky que dá apoio à integridade territorial da Ucrânia e que transmitiu em conversas bilaterais os esforços diplomáticos "efetivos" que a Turquia fez.

17:05 | 25/03

EUA vê Rússia a concentrar-se no leste da Ucrânia

Segundo um alto funcionário da defesa dos Estados Unidos da América, o país americano avalia a situação russa, afirmando que a Rússia está a concentra-se mais no lado leste da Ucrânia. 

O país russo disse nesta sexta-feira que a primeira fase da sua operação militar estava concluída, podendo agora abrir caminho para outras regiões, acrescentou o alto funcionário da defesa dos EUA. 
17:00 | 25/03

Mais de 3,7 milhões de refugiados já fugiram da Ucrânia

Mais de 3,7 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia e dos combates desencadeados com a invasão russa, segundo o balanço da ONU esta sexta-feira publicado, que confirma um abrandamento do fluxo migratório nos últimos dias.

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) registava 3.725.806 refugiados ucranianos no seu site na Internet às 12:00 desta sexta-feira, mais 50 854 do que na contagem anterior, divulgada na quinta-feira.

A Europa não conhecia um fluxo assim tão rápido de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial.

16:30 | 25/03

Forças ucranianas ainda controlam Mariupol, segundo o governador de Donetsk

O governador de Donetsk, na Ucrânia, afirmou que as forças ucranianas ainda estão a controlar Mariupol.
15:37 | 25/03

Comandante russo terá sido morto pelas suas próprias tropas

Um comandante da brigada russa foi morto pelas suas próprias tropas, afirmaram esta sexta-feira oficiais ocidentais. 

Segundo a Sky News, acredita-se que se trata do Coronel Medvechek, que comandava a 37ª Brigada de Espingardas Motorizadas e que acabou atropelado pelas próprias forças russas. 

15:23 | 25/03

Negociações com a Rússia são "difíceis", admite a Ucrânia

O Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba, considerou esta sexta-feira que as negociações com a Rússia são "difíceis".

"As negociações são muito difíceis. A delegação ucraniana assumiu uma posição forte e não abandona as suas exigências. Insistimos, antes de mais, num cessar-fogo com garantias de segurança e integridade territorial da Ucrânia", citou a agência Reuters
15:22 | 25/03

Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano nega que tenham sido feitos progressos na resolução de quatro das seis questões-chave com a Rússia

O Ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano Dmytro Kuleba disse esta sexta-feira que as negociações de paz com a Rússia estão a ser difíceis, e negou os relatórios de que tinham sido feitos progressos na resolução de quatro das seis questões-chave, avançou a Reuters.

"Não há consenso com a Rússia sobre os quatro pontos", disse Kuleba num post no Facebook.

"O processo de negociação é muito difícil. A delegação ucraniana tomou uma posição forte e não abandona as suas exigências. Insistimos, antes de mais, num cessar-fogo, em garantias de segurança e integridade territorial da Ucrânia", salientou ainda.
15:19 | 25/03

"A democracia é a única forma de governar", diz Biden durante visita à Polónia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse esta sexta-feira que a "democracia é a única forma de governar" e que "vai prevalecer" os ideais que o mundo Ocidental partilha. 

As declarações surgem na sequência da visita do líder da Casa Branca à Polónia, hoje, que aproveitou o momento para deixar fortes elogios a todos os ucranianos que se inspiraram nos norte americanos, no que diz respeito "à resistência de não ceder".

Biden deixou, ainda, uma mensagem de coragem às tropas da NATO que estão a proteger a Ucrânia contra as invasões russas. 
15:18 | 25/03

General russo morto em combate com as forças ucranianas

O tenente-geral russo e comandante da 49ª divisão russa Yakov Ryezantsev foi morto em Chornobaivka, a norte de Kherson, um local de intensos combates, avançou o Kyiv Independent, citando Oleksiy Arestovych, conselheiro do chefe do gabinete presidencial da Ucrânia.

Anteriormente, as autoridades ucranianas relataram que seis generais russos tinham sido mortos em combates, fazendo de Ryazantsev o sétimo general em apenas um mês.
14:31 | 25/03

A Rússia está a concentrar-se na 'libertação' completa de Donbas da Ucrânia

A Rússia disse que se vai concentrar em "libertar" completamente a região de Donbas da Ucrânia e não exclui a possibilidade de invadir cidades ucranianas bloqueadas, informou a agência noticiosa Interfax, citando o ministério da defesa e o exército.

O Ministério da Defesa disse que a Rússia tinha estado a considerar duas opções para a sua "operação especial" na Ucrânia - uma exclusivamente dentro das autoproclamadas repúblicas separatistas em Donbas e a outra em todo o território da Ucrânia.
14:13 | 25/03

Conversações entre Rússia e Ucrânia estão a fazer poucos progressos em pontos-chave

A Rússia e a Ucrânia estão a aproximar-se de um entendimento sobre questões secundárias nas conversações de paz, mas tem havido progressos limitados nas questões-chave, salientou esta sexta-feira o porta-voz do gabinete russo, Vladimir Medinsky, avançou a Reuters, citando agência noticiosa Interfax noticiou.

"As negociações têm decorrido durante toda a semana, de segunda a sexta-feira, em formato de vídeo-conferência, e continuarão amanhã", salientou Medinsky. "Em questões secundárias, as posições estão a convergir, mas sobre as principais questões políticas não tanto", realçou.
13:40 | 25/03

1.351 soldados russos mortos e 825 feridos na invasão russa à Ucrânia, diz Ministério da Defesa russo

O Ministério da Defesa russo disse que já morreram 1.351 soldados russos e outros 825 ficaram feridos desde o início da operação militar especial na Ucrânia, avançou a Reuters.
13:25 | 25/03

Rússia já tomou 93% do território da região de Luhansk

A Rússia afirma ter tomado 93% do território da autoproclamada República Popular de Luhansk, na Ucrânia, avançou a agência noticiosa TASS, citada pela Reuters.

O ministério disse anteriormente que os principais alvos da primeira fase do que a Rússia chama uma "operação especial" na Ucrânia tinham sido concluídos.
13:14 | 25/03

Suspensa ligação ferroviária entre região ucraniana de Rivne e a Bielorrússia para evitar abastecimentos às tropas russas

O Governador da região de Rivne, na Ucrânia, avançou que a ligação ferroviária da região com a Bielorrússia foi suspensa esta sexta-feira. O objetivo é evitar que qualquer abastecimento chegue às tropas russas.
13:09 | 25/03

Tropas russas vão reagir "imediatamente" a quaisquer tentativas de zona de exclusão aérea na Ucrânia

O Ministério da Defesa russo anunciou, esta sexta-feira, que as forças russas vão reagir "imediatamente" caso haja qualquer tentativa de fechar o espaço aéreo sobre a Ucrânia, citou a agência Reuters
12:19 | 25/03

Putin diz que o Ocidente está a "tentar cancelar a Rússia"

O presidente russo, Vladimir Putin, acusou esta sexta-feira o Ocidente de estar a "tentar cancelar" a Rússia. 

Segundo a agência Reuters, o líder russo aproveitou o discurso para, em público, comparar a "política de cancelamento" que diz que os russos estão a sofrer como nos tempos do nazismo.

Putin referiu-se ainda à escritora britânica JK Rowling, que anteriormente mostrou-se solidária com a Ucrânia, e provou que o Ocidente tem gosto por cancelar pessoas, assim como a "cultura".
12:04 | 25/03

Corredor humanitário poderá abrir amanhã em Chernihiv

A vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, disse esta sexta-feira que o país está a negociar com a Rússia um acordo humanitário para a retirada de civis este sábado em Chernihiv.

De acordo com Iryna Vereshchuk, as negociações sobre a criação de corredores humanitários "são um desafio", uma vez que a Rússia pretende que os civis sejam encaminhados para território controlado pela ofensiva russa. 
11:14 | 25/03

Forças russas criaram corredor terrestre entre a Crimeia e Donetsk

O Ministério da Defesa ucraniano adiantou, esta sexta-feira, que as tropas russas conseguiram criar um corredor terrestre que faz a ligação entre a Crimeia e a região ocupada de Donetsk, citou a agência Reuters
11:01 | 25/03

Aeroporto de Kharkiv bombardeado pelas tropas russas

As tropas russas bombardearam esta sexta-feira o aeroporto de Kharkiv, anunciou o governador da região, Oleh Synyehubov.

De acordo com a informação avançada pelo Kyiv Independent, a Rússia atacou também a cidade com sistemas de lançamento de mísseis 'Grad' e 'Uragan'.
10:36 | 25/03

Forças russas estão a matar civis que tentam fugir de várias zonas da Ucrânia, diz ONU

O Alto Comissariado para os Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) revelou, esta sexta-feira, que há relatos de que as forças russas estão a assassinar civis que tentam fugir das cidades ucranianas através de automóveis, citou a agência Reuters.
10:06 | 25/03

Militares russos vão responder da melhor forma à NATO, garante o Kremlin

O porta-voz do Kremlin disse, esta sexta-feira, que os militares russos vão apresentar propostas para colocar em prática a "melhor forma" de responder à NATO que se está a aproximar do seu flanco oriental. 

Dmitry Peskov afirmou, ainda, que as tentativas dos Estados Unidos em insular a Rússia "vão falhar", assim como o desejo de Biden em expulsar o país do G20. "O mundo é mais diversificado do que os Estados Unidos e a Europa", citou a agência Reuters

09:48 | 25/03

"A cidade está operacionalmente rodeada pelo inimigo", governador admite que Chernihiv está cercada

A cidade de Chernihiv, no norte da Ucrânia, está cercada pelas tropas russas, avançou esta sexta-feira o governador regional. 

"A cidade tem estado condicionada, operacionalmente rodeada pelo inimigo", disse Viacheslav Chaus, durante um discurso num meio de comunicação social nacional, acrescentando ainda que a cidade estava sob fogo de artilharia e aviões de guerra, citou a Sky News.
09:40 | 25/03

Bombardeamento a teatro de Mariupol fez 300 mortos

A Câmara Municipal de Mariupol anunciou, esta sexta-feira, que o ataque russo ao teatro da cidade na semana passada provocou cerca de 300 mortos.

A informação foi avançada pela Sky News
08:58 | 25/03

Bombardeamento a centro de ajuda humanitária em Kharkiv faz quatro mortos

Uma clínica que funcionava como centro de ajuda humanitária foi bombardeada esta sexta-feira na cidade de Kharkiv. De acordo com as autoridades regionais, o ataque russo provocou quatro mortos. 

"Como resultado dos bombardeamentos matinais de infra-estruturas civis de vários lançadores de foguetes, sete civis foram feridos, quatro dos quais morreram", avançou a polícia local, garantindo que "não há instalações militares nas proximidades", citou a agência Reuters.
08:36 | 25/03

Cerca de 20 mil pessoas já deixaram a cidade de Boryspil

Pelo menos 20 mil pessoas já deixaram a cidade de Boryspil, situada junto do principal aeroporto de Kiev, na Ucrânia, após apelos feitos pelas autoridades no início da semana.

O autarca de Boryspil, Volodymyr Borysenko, pediu à população para abandonar a cidade devido à proximidade das tropas russas na região, citou a agência Reuters
08:32 | 25/03

Kiev acusa Moscovo de levar civis à força para a Rússia

As autoridades ucranianas denunciaram, esta sexta-feira, que milhares de civis ucranianos estão a ser levados à força para a Rússia e alguns poderão estar a ser usados "como reféns para exercer mais pressão" sobre Kiev, avançou a Lusa.

07:58 | 25/03

Ucrânia afirma que 59% dos mísseis russos avariaram, caíram ou falharam

O Estado-Maior Geral das Forças Armadas ucranianas divulgou, esta sexta-feira, que dos cerca de 1.200 mísseis de cruzeiro russos que foram lançados, 59% avariaram, caíram ou falharam. 

"A Rússia disparou cerca de 1.200 mísseis, menos de metade atingiu o alvo", dizem as Forças Armadas, citadas pela Al Jazeera. "Outros foram abatidos pelas forças de defesa aérea ou atingiram alvos errados, como montanhas, florestas ou rios", concluem.

Um alto funcionário do Pentágono disse, anteriormente, que Moscovo estava a ficar sem munições guiadas com precisão e que era mais provável que dependesse das chamadas bombas e artilharias.
07:51 | 25/03

Bombardeamentos russos atingem depósito de combustível em Kalinovka

Os Serviços de Emergência ucranianos informaram, esta sexta-feira, que um depósito de combustível incendiou-se após ter sido alvo de bombardeamentos russos, na última noite, na aldeia de Kalinovka, no noroeste da Ucrânia.

O depósito era utilizado para abastecer as forças armadas ucranianas.

A informação foi avançada pelo The Guardian
07:42 | 25/03

Ucrânia diz ter destruído um navio russo no mar de Azov

A Ucrânia afirmou, esta sexta-feira, ter destruído um navio de desembarque russo atracado no porto de Berdiansk, no mar de Azov. 

A informação foi avançada pelo Kyiv Independent

07:29 | 25/03

Ataque com mísseis atinge unidade militar ucraniana em Dnipro

Dois mísseis russos atingiram uma unidade militar ucraniana na região de Dnipro, na Ucrânia, avançou esta sexta-feira o Governador da região, Valentyn Reznychenko, citado pela agência Reuters

Os meios operacionais estão à procura de sobreviventes entre os escombros, afirmou o Governador.
07:20 | 25/03

Corredor humanitário previsto abrir hoje em Mariupol

A vice-primeira-ministra da Ucrânia, Irina Vereshchuk, anunciou que para esta sexta-feira está previsto abrir um corredor humanitário na cidade portuária de Mariupol. Contudo, este corredor apenas vai estar abertop para quem tiver a possibilidade de se conseguir deslocar numa viatura privada, citou a agência Reuters
07:15 | 25/03

Ucrânia recupera controlo de várias cidades a leste de Kiev

As forças ucranianas voltaram a tomar o controlo de várias cidades a 35 quilómetros a leste de Kiev, noticiou esta sexta-feira o Ministério de Defesa britânico, citado pela agência Reuters
00:03 | 25/03

Rússia quer terminar a guerra dia 9 de maio, o mesmo dia em que as tropas nazis foram derrotadas

Segundo o que apurou o jornal Kyiv Independent junto dos serviços de informação ucranianos, a Rússia quer terminar a guerra no dia 9 de maio, dia em que as tropas nazis foram derrotadas no final da II Guerra Mundial.
23:31 | 24/03

Rússia abre "corredor humanitário" para 67 barcos estrangeiros

A Rússia anunciou esta quinta-feira a abertura de um "corredor humanitário" para 67 barcos internacionais que ficariam retidos em portos ucranianos.

O responsável do Centro de Controlo da Defesa Nacional russo, Mikhail Mizintsev, disse num comunicado que se trata de barcos de 15 países que não podem sair de forma segura dos portos de Mykolaiv, Chernomorsk, Ochakov, Odessa e Yuzhny.

"A Federação Russa está a criar um corredor humanitário que representa uma via segura para o tráfego a partir da área de reunião, situada a 20 milhas (32 quilómetros) a sudeste do porto de Ilyichevsk", indicou Mizintsev.

21:38 | 24/03

Primeiro-ministro britânico diz não estar otimista com resposta de paz de Putin

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson "não está otimista" que Vladmir Putin queira a paz.

Boris Johnson diz que o presidente da Rússia quer destruir as grandes cidades ucranianas, assim como aconteceu com a guerra da Chechénia. 

"É necessário que o Ocidente faça mais", acrescenta, numa entrevista à BBC Two - Newsnight

21:33 | 24/03

Contratos para importação de energia russa são em euros afirma Olaf Scholz

O chanceler alemão, Olaf Scholz, afirmou esta quinta-feira que a análise dos contratos de abastecimento energético com a Rússia revelou que o pagamento previsto será em euros ou dólares, e é o que "está em vigor".

Reagindo ao anúncio feito na quarta-feira pelo Presidente russo, Vladimir Putin, de que passaria a exigir o pagamento em rublos, Scholz declarou também uma vez mais, no final de uma reunião de chefes de Estado e de Governo da NATO e do G7, que um embargo às importações de gás natural, carvão e petróleo da Rússia não fará parte do regime de sanções.

Segundo o chanceler alemão, trata-se de uma "decisão consciente" devido à dependência de muitos Estados Europeus das referidas importações.

19:42 | 24/03

"O tempo em que a energia podia ser usada para nos chantagear acabou" comenta Von der Leyen

A presidente da Comissão Europeia, Von der Leyen afirmou esta quinta-feira que a Rússia não pode exigir pagamentos em rublos pela energia que vende aos restantes países europeus. 

"Não vamos permitir que as sanções sejam contornadas", acrescentou Ursula Von der Leyen.
19:20 | 24/03

Rússia e Ucrânia trocam dez prisioneiros de guerra

A Rússia e a Ucrânia, trocaram nesta quinta-feira, dez prisioneiros de guerra, segundo a informação publicada no Facebook, pela vice primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk.

"Hoje, por ordem do presidente Zelensky, ocorreu a primeira troca completa de prisioneiros das forças armadas. Em troca de 10 ocupadores cativos, recuperámos 10 dos nossos soldados", escreveu Iryna Vereshchuk na rede social. 



19:10 | 24/03

Presidente do Egipto recebe telefonema de Volodymyr Zelensky

O presidente do Egipto, Abdel Fattah, recebeu uma chamada telefónica do presidente Volodymyr Zelensky, nesta quinta-feira, onde salientou a importância do diálogo e de soluções diplomáticas para o conflito entre a Rússia e a Ucrânia. 
16:39 | 24/03

Ocidente quer impedir Rússia de usar reservas de ouro

Os países do G7 e da União Europeia vão sancionar as transações envolvendo reservas de ouro da Rússia, para evitar que Moscovo contorne as sanções impostas pelo Ocidente, anunciou esta quinta-feira a Casa Branca.

"Qualquer transação envolvendo ouro, relacionada com o banco central da Rússia, fica abrangida pelas sanções existentes", indicou a presidência norte-americana, enquanto decorre em Bruxelas uma série de cimeiras internacionais dedicadas à guerra na Ucrânia, incluindo uma cimeira do G7 e uma cimeira do Conselho Europeu.

"Queremos fechar qualquer possibilidade de a Rússia utilizar o seu ouro para apoiar a sua moeda", explicou um funcionário do Governo dos EUA, que sublinhou que Moscovo detém uma reserva "considerável" daquele metal precioso.

16:24 | 24/03

Scholz pede a Rússia para não recorrer ao uso de armas químicas

O chanceler alemão Olaf Scholz apelou esta quinta-feira a Moscovo para não usar armas químicas na Ucrânia, no decorrer de uma conferência da NATO em Bruxelas.
15:53 | 24/03

Scholz apela a Putin para acordar um cessar-fogo e estabelecer corredores humanitários

O chanceler alemão, Olaf Scholz, pediu ao presidente russo, Vladimir Putin, para que haja um acordo na direção do cessar-fogo e para que se estabeleçam corredores humanitários na Ucrânia.
15:03 | 24/03

Rússia garante manter cooperação na área de energia verde com o Ocidente

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Maria Zakharova, russo avançou, esta quinta-feira, que Moscovo está pronto para continuar a cooperação com o Ocidente no que diz respeito à matéria de energia verde, avançou a agência Reuters.
14:55 | 24/03

Cinco jornalistas morreram durante o primeiro mês de guerra na Ucrânia

As autoridades da Ucrânia registaram a morte de cinco jornalistas e 148 crimes contra repórteres e meios de comunicação social no primeiro mês de guerra, anunciou esta quinta-feira um centro ucraniano sobre comunicação e informação.

Além dos jornalistas mortos, sete ficaram feridos, seis foram raptados e um foi dado como desaparecido, segundo o Centro Ucraniano para a Segurança Estratégica da Comunicação e da Informação, citado pela agência espanhola EFE.
14:45 | 24/03

Cerca de 40 autocarros estão preparados para retirada de civis em Mariupol,

A vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, afirmou, esta quinta-feira, que estão preparados 40 autocarros em Mariupol para a retirada de civis. No entanto, as tropas russas não estão a deixar as pessoas sair da cidade portuária, avançou a Reuters.
13:54 | 24/03

Ministério dos Negócios Estrangeiros russo diz que a vida está a "voltar ao normal" em algumas zonas da Ucrânia

A porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia afirmou, esta quinta-feira, que as tropas russas estão a "libertar" várias localidades da Ucrânia e, por isso, a vida está a "voltar ao normal".

Maria Zakharova fez um rescaldo da invasão ucraniana que começou há um mês, considerado que a 'operação militar' está correr de acordo com os objetivos estabelecidos pela Rússia. 

13:22 | 24/03

EUA anunciam ajuda financeira humanitária de 1 bilião de dólares para a Ucrânia

Os EUA anunciaram, esta quinta-feira, que vão financiar com 1 bilião de dólares a ajuda humanitária à Ucrânia, e vão aceitar até 100 mil refugiados ucranianos, de acordo com um alto funcionário do governo.

O país também vai lançar a 'Iniciativa de Resiliência Democrática Europeia' com 320 milhões de dólares em financiamento para apoiar a liberdade de imprensa, resistência social e direitos humanos na Ucrânia e países vizinhos.
13:09 | 24/03

Rússia vai enviar mais equipamento militar para a Bielorrússia

O ministro de defesa da Ucrânia afirmou que a Rússia vai enviar mais equipamento militar para a Bielorrúsia, para aumentar o reforço do cerco a Kiev.
13:04 | 24/03

Mais de mil mortos confirmados na Ucrânia, de acordo com a ONU

De acordo com a ONU, mais de mil pessoas já foram mortas na Ucrânia, com pelo menos 1.035 mortos e 1.650 feridos em apenas um mês.
12:30 | 24/03

Boris Johnson é o líder "antirusso mais ativo", diz o Kremlin

O porta-voz do Kremlin acusou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, de ser o "líder antirusso mais ativo". 

"Quanto ao Sr. Johnson, consideramo-lo como o participante mais ativo na corrida para ser antirusso", disse Dmitry Peskov esta quinta-feira, citado pela Reuters.

"Conduzirá a um beco sem saída para a política externa", concluiu.
12:23 | 24/03

Ministério dos Negócios Estrangeiros russo garante que vai responder à expulsão de diplomatas da Polónia

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo disse, esta quinta-feira, que Moscovo vai responder à expulsão dos 45 diplomatas russos da Polónia.

"A Rússia não vai deixar este ataque hostíl sem resposta, o que fará com que os provocadores polacos pensem", disse o Ministério em declaração, citado pela agência Reuters
12:02 | 24/03

Pelo menos 128 crianças morreram desde o início da guerra na Ucrânia

O Procurador-Geral da Ucrânia anunciou, esta quinta-feira, que a guerra russa já matou 128 crianças desde o início do conflito. 

De acordo com o Kyiv Independent, cerca de 172 outras crianças ficaram feridas. 


11:25 | 24/03

Presidente ucraniano pede mais ajuda militar à NATO

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu à NATO mais apoio militar sem restrições para Kiev.

Durante uma mensagem de vídeo transmitida hoje aos representantes da Aliança Atlântica, reunidos na Cimeira que decorre em Bruxelas, o líder ucraniano afirmou que "o mundo está à espera de uma ação real e de uma garantia de segurança" por parte da NATO e esta ainda tem de "provar o que deve fazer para salvar as pessoas".

Zelensky aproveitou o momento para acusar a Rússia de utilizar bombas de fósforo durante o conflito militar na Ucrânia.
10:53 | 24/03

Cruz Vermelha Internacional diz que é impossível corredor humanitário em Mariupol sem acordo com a Rússia

O presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha afirmou, esta quinta-feira, que a retirada de civis em Mariupol e noutros locais da Ucrânia apenas podem acontecer quando houver um "acordo sólido" com os militares russos no terreno. 

Peter Maurer garantiu, ainda, que a linha da frente de combate é "muito complexa" na Ucrânia e, por isso, "há muitas pessoas retidas" em várias cidades do país. 

De acordo com a agência Reuters, Maurer vai discutir as Convenções de Genebra com o Ministério da Defesa da Rússia, ainda no dia de hoje.

10:47 | 24/03

Em Melitopol, há professores a serem forçados a dar aulas em russo às crianças

As tropas russas, que estão a ocupar a cidade ucraniana de Melitopol, estão a forçar os professores ucranianos a darem aulas às crianças na língua russa, divulgou um meio de comunicação local.

De acordo com o autarca da Câmara de Melitopol, os "soldados russos percorrem escolas, persuadem as pessoas para começarem a ensinar as crianças em russo, de acordo com um currículo incompreensível", disse Ivan Fedorov. 
10:41 | 24/03

Ucrânia garante ter destruído navio russo de carga no porto de Berdyansk

A Ucrânia reclama ter destruído um navio russo de grandes dimensões no porto de Berdyansk, na região de Mariupol no Mar Negro.

A marinha ucraniana revelou esta quinta-feira que tinha atingido o porta tanques Orsk ancorado a sul da Ucrânia, numa altura em que o exército russo sofre várias perdas, com o aumento da ofensiva ucraniana.
10:36 | 24/03

Milhares de residentes de Mariupol deportados à força para a Rússia

Há relatos de que milhares de residentes no distrito de Levoberezhny, em Mariupol, estão a ser levados à força para a Rússia, garantiu a autarquia da cidade. 

Segundo a Cãmara Municipal, cerca de 15 mil civis foram deportados ilegalmente desde o início do conflito militar e levados, primeiramente, para um campo de 'filtragem', antes de serem forçados a entrar em autocarros para serem transportados para fora da região, avançou a Sky News
10:26 | 24/03

Rússia reivindica ocupação da cidade ucraniana de Izyum

A Rússia anunciou, esta quinta-feira, que ganhou o controlo da cidade de Izyum sediada na região de Kharkiv, no leste da Ucrânia. 

De acordo com a informação avançada pela BBC, o porta-voz russo do Ministério da Defesa, Igor Konashenkov, afirmou que as forças armadas russas "continuam a levar a cabo as missões de uma operação militar especial" e, por isso, na manhã de hoje "as unidades do exército russo tomaram o controlo total da cidade de Izyum", concluiu.
10:20 | 24/03

"Merecemos ser membros da União Europeia": Presidente ucraniano fala ao parlamento sueco

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, está convicto de que a Ucrânia merece pertencer à União Europeia. 

Durante o discurso no Parlamento da Suécia, o líder ucraniano endereçou esta quinta-feira que "demonstramos que merecemos ser membros da União Europeia", citou a agência Reuters
10:08 | 24/03

Roman Abramovich desempenhou "um papel precoce" nas negociações de paz, diz o Kremlin

O Kremlin disse, esta quinta-feira, que Roman Abramovich desempenhou " um papel precoce" no que diz respeito às negociações de paz na Ucrânia.

De acordo com o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, o bilionário "participou na fase inicial" das conversações entre a Rússia e a Ucrânia. "Agora as negociações são entre as duas equipas, os russos e os ucranianos", salientou, citado pela agência Reuters

De recordar que os governos ocidentais visaram Abramovich e vários outros oligarcas russos com sanções de forma a isolarem o presidente Vladimir Putin e os seus aliados devido à guerra na Ucrânia.
09:40 | 24/03

Metade das crianças ucranianas saíram do país desde o início da guerra, diz UNICEF

No dia em que se assinala um mês de conflito militar na Ucrânia, o Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) divulgou esta quinta-feira que metade das crianças ucranianas saíram do país desde o início do conflito.

"Desde o início da guerra há um mês, cada menino e menina do país, um em cada dois teve de fugir das suas casas", disse James Elder, o porta-voz da UNICEF.
09:36 | 24/03

Polónia bloqueou contas bancárias das Embaixadas russas no país

O embaixador russo em Varsóvia divulgou, esta quinta-feira, que a Polónia bloqueou os acessos às contas bancárias das embaixadas da Rússia no país devido a alegados financiamentos de "atividades terroristas", avançou a agência Reuters
09:31 | 24/03

Forças russas atacaram Kharkiv com mísseis lançados a partir do Mar Negro

O Governador de Kharkiv, Oleh Synyehubov, revelou que as tropas russas atacaram Kharkiv com mísseis Kalibir lançados a partir do Mar Negro, esta quinta-feira.

No total, a região sofreu 44 ataques da ofensiva russa no dia de hoje, disse o Governador, citado pela Kyiv Independent
09:21 | 24/03

Reino Unido anuncia mais sanções contra a Rússia e todos aqueles que apoiam a guerra

O Reino Unido anunciou, esta quinta-feira, novas sanções contra todos aqueles que apoiam a invasão na Ucrânia pela Rússia, nomeadamente a empresa militar Grupo Wagner, empresas de defesa e caminhos-de-ferro russos.

De acordo com a agência Reuters, as medidas vão mais longe. O magnata do petróleo, Eugene Shvidler, o fundador do Tinkoff Bank, Oleg Tinkov, e Herman Gref, o CEO do maior banco Sberbank da Rússia, também vão sofrer sanções do Reino Unido. 

A secretária dos Negócios Estrangeiros do Reino Unido, Liz Truss, garantiu ainda que o país vai continuar a sancionar a economia russa para ajudar a garantir que Vladimir Putin sai derrotado da invasão ucraniana.
09:12 | 24/03

Pelo menos quatro mortos em bombardeamentos durante a noite na região de Luhansk

Há registo de quatro vítimas mortais em consequência dos intensos bombardeamentos russos que se sucederam na última noite na região de Luhansk. 

Segundo o governador local, Serhiy Haidai, citado pelo Kyiv Independent, as forças russas atacaram várias cidades da região com mísseis e bombas de fósforo que são proíbidas de utilizar contra civis pelas Convenções de Genebra. 
08:54 | 24/03

União Europeia pondera novas sanções contra a Rússia, destacou a Lituânia

A União Europeia está a ponderar mais sanções contra a Rússia, avançou a Reuters. De acordo com o Presidente da Lituânia, Gitanas Nauseda, vai levar tempo para que as medidas existentes mostrem resultados, mas há margem para mais sanções.

"Para se alcançar um resultado, as sanções levam tempo e as consequências vêm depois de um certo tempo", destacou o presidente aos repórteres ao chegar à cimeira da NATO.
08:23 | 24/03

Borrell afirma que a Rússia não tem interesse em negociar um cessar-fogo com a Ucrânia

O chefe da diplomacia Europeia, Josep Borrell, afirmou esta quinta-feira que a Rússia não tem interesse em negociar um cessar-fogo com a Ucrânia, pelo menos "por agora". 

De acordo com a agência Reuters, Borrell acredita que a falta de interesse em negociar um cessar-fogo deve-se ao facto de o exército russo ainda não ter atingido os seus objetivos militares. 

"Neste momento, a Rússia não quer sentar-se e negociar. O que quer é ocupar o terreno", disse o chefe da diplomacia Europeia. "Quer cercar a costa até à fronteira com a Moldávia e isolar a Ucrânia do mar". Quer negociar a sério apenas quando tiver garantido uma posição de força", concluiu. 
08:14 | 24/03

Rússia já perdeu 15,800 soldados desde o início do conflito, diz a Ucrânia

O Estado-Maior Geral das Forças Armadas da Ucrânia anunciou, esta quinta-feira, que Moscovo já perdeu 15,800 soldados desde o início do conflito militar que começou há um mês.

De acordo com uma publicação na rede social Facebook, as Forças Armadas ucranianas indicaram, ainda, que já foram destruídos 530 tanques, 108 aviões, 124 helicópteros e 50 drones russos. 


07:50 | 24/03

Zona de exclusão aérea da Ucrânia significa atacar a Rússia, diz a NATO

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, afirmou esta quinta-feira que declarar uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia significa que a "aliança teria de atacar maciçamente" a defesa aérea russa.

"O risco entre uma guerra total entre a NATO e a Rússia será muito elevado", disse o líder da Aliança Atlântica antes da cimeira em Bruxelas dedicada à invasão ucraniana, citou a Al Jazeera
07:44 | 24/03

Bruxelas acolhe hoje cimeiras da NATO, G7 e UE, um mês após o início da guerra

Bruxelas acolhe esta quinta-feira três cimeiras de alto nível, com os líderes da NATO, do G7 e da União Europeia a procurarem transmitir um sinal de forte unidade face à guerra lançada pela Rússia na Ucrânia, há precisamente um mês.

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, de visita à Europa, participará nas três cimeiras, tornando-se o primeiro chefe de Estado norte-americano a marcar presença fisicamente num Conselho Europeu, naquela que é simultaneamente a quarta cimeira de líderes da União Europeia (UE) nas últimas cinco semanas, e na qual deverá também intervir, por videoconferência, o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

07:43 | 24/03

Pelo menos 87 edifícios residenciais foram destruídos desde o início da guerra

Desde o início do conflito militar na Ucrânia, 87 edifícios residenciais em Kiev foram destruídos pelas forças russas, avançou a Administração do Estado da capital ucraniana, citada pela Kyiv Independent.

Os ataques russos também danificaram 10 casas privadas, 12 escolas, e seis jardins de infância na cidade principal da Ucrânia.
07:39 | 24/03

Anunciados sete corredores humanitários para esta quinta-feira. Mariupol fora da lista

A vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk, anunciou esta quinta-feira que estão previstos sete corredores humanitários para a retirada de civis de várias cidades da Ucrânia.

No entanto, e de acordo com a deputada, não foram acordados corredores seguros para a cidade de Mariupol, citou a agência Reuters.
07:33 | 24/03

Putin "ultrapassou a linha vermelha", diz Boris Johnson

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, disse na manhã desta quinta-feira que o líder russo já "ultrapassou a linha vermelha". 

Durante breves declarações antes de sair rumo a Bruxelas, para marcar presença nas reuniões da NATO e G7, Boris Johnson garantiu que a comunidade internacional vai "aumentar a pressão" sobre Vladimir Putin durante o dia de hoje.
07:29 | 24/03

Tropas russas continuam concentradas nas regiões de Kiev, Chernihiv e Kharkiv, diz a Ucrânia

O Ministério da Defesa da Ucrânia divulgou, esta quinta-feira, que as forças russas continuam concentradas nas regiões de Kiev, Chernihiv e Kharkiv.

De acordo com a informação publicada na rede social Facebook, há relatos de que a ofensiva russa está a "aterrorizar a população" de Kharkiv e a recorreram a unidades da guarda russa para impedir a desordem civil contra as tropas russas.

07:19 | 24/03

Porto de Berdyansk na cidade de Zaporizhzhia está em chamas

O porto de Berdyansk, na cidade ucraniana de Zaporizhzhia, está em chamas, avançaram com a informação os meios de comunicação locais.

De acordo com as imagens, vê-se uma enorme coluna de fumo. 

Segundo a Marinha ucraniana, um navio russo terá sido destruído pelas forças russas. 
19:48 | 23/03

Nesquik e KitKat são retirados da Rússia após conflitos na Ucrânia

A Nesquik anunciou que irá retirar da Rússia as marcas populares Nesquik e KitKat, devido à invasão na Ucrânia, mas continuará a vender alimentos essenciais no país. 
19:39 | 23/03

Jornalista russa morta em bombardeamento em Kiev

A jornalista russa Oksana Baulina morreu esta quarta-feira depois de ser atingida pela artilharia russa na cidade de Kiev, enquanto filmava a destruição de um centro comercial no distrito de Podolsky. 
19:13 | 23/03

Regulador de comunicações russo bloqueia Google News

O regulador de comunicações na Rússia bloqueou o Google News, acusando o site de informação de publicar conteúdo falso sobre o país russo e a operação militar na Ucrânia, afirmou a agência noticiosa Interfax, nesta quarta-feira. 
19:07 | 23/03

Abastecimento alimentar está a escassiar em navios estrangeiros presos na Ucrânia

Alimentos e material médico de mais de 100 navios estrangeiros presos na Ucrânia está a escassiar devido ao conflito entre a Rússia e o país ucraniano. 

A agência de navegação da ONU afirmou este mês que está a trabalhar para criar um corredor marítimo seguro para os navios e tripulações presos no Mar Negro e no Mar Azov. 

18:26 | 23/03

Rússia vai expulsar diplomatas americanos do país

A Rússia vai expulsar uma série de diplomatas americanos do país russo em resposta aos EUA, visto que este também expulsou pessoas de nacionalidade russa das Nações Unidas, afirmou a agência noticiosa Interfax. 
18:19 | 23/03

EUA avalia forças russas que cometeram crimes de guerra na Ucrânia

O Secretário de Estado Antony Blinken afirmou nesta quarta-feira que o governo dos EUA está a avaliar os membros das forças russas que cometeram crimes de guerra na invasão da Ucrânia. 

"A nossa avaliação é baseada numa revisão cuidadosa da informação e das fontes de inteligência" afirmou Blinken numa declaração. 
18:12 | 23/03

NATO revela que já morreram entre 7 a 15 mil soldados russos na guerra da Ucrânia

A NATO calculou esta quarta-feira que entre 7.000 e 15.000 soldados russos foram mortos em quatro semanas de guerra na Ucrânia, onde os defensores locais demonstraram resistência superior à esperada e impediram que Moscovo atingisse diversos objetivos.

Um alto responsável militar da NATO disse que a estimativa foi baseada em informações oficiais ucranianas, em comunicados emitidos pela Rússia e ainda relatórios dos serviços de informações recolhidos em diversas fontes, indicou a agência noticiosa Associated Press (AP). O responsável falou na condição de anonimato.

18:05 | 23/03

EUA irão impor medidas a empresas chinesas caso violem os controlos de exportação na Rússia

Os EUA irão "absolutamente" impor controlos de exportação caso as empresas chinesas enviem produtos para a Rússia, que foram fabricados com a tecnologia do país americano, afirmou esta quarta-feira a Secretária do Comércio dos EUA, Gina Raimondo.



 
17:26 | 23/03

Pelo menos 264 civis mortos em Kiev desde o início da guerra na Ucrânia, revela presidente da autarquia

O presidente da câmara de Kiev indicou esta quarta-feira que as forças russas mataram 264 civis, incluindo quatro crianças, na capital da Ucrânia desde o início da guerra, a 24 de fevereiro.

Segundo Vitali Klitschko, estão a ser travados combates na zona de Liutij, uma aldeia 30 quilómetros a norte de Kiev, e a capital continua a ser um objetivo do exército russo, mas este tem estado nas últimas semanas bloqueado a noroeste e a leste da cidade, e teve de recuar nos últimos dias em várias dessas frentes.

16:52 | 23/03

Um morto e dois feridos a ataque com mísseis em parque de estacionamento de centro comercial em Kiev

O presidente da Camâra de Kiev, Vitali Klitschko, afirmou esta quarta-feira que uma pessoa morreu e outras duas ficaram gravemente feridas depois do ataque com mísseis num parque de estacionamento de um centro comercial em Kiev.

"O inimigo continua a disparar contra a capital" acrescentou Vitali Klitschko. 
15:48 | 23/03

Kiev apela a sanções contra "propagandistas da televisão russa"

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano apelou esta quarta-feira ao Ocidente para sancionar os "propagandistas da televisão russa" na véspera das cimeiras da NATO e da União Europeia sobre a invasão russa da Ucrânia.
15:36 | 23/03

Zelensky diz ter recebido garantias do apoio de Boris Johnson

Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, disse esta quarta-feira que falou com Boris Johnson e garante ter recebido garantias do apoio do primeiro-ministro do Reino Unido antes das cimeiras da NATO, G7 e UE.

14:49 | 23/03

Organização Internacional do Trabalho suspende temporariamente cooperação com a Rússia

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) decidiu esta quarta-feira suspender temporariamente a sua cooperação com a Rússia, após a invasão à Ucrânia, até que seja acordado um cessar-fogo.

De acordo com uma resolução adotada pelo Conselho de Administração, composto por membros que representam os Estados, empregadores e organizações, Moscovo fica também excluído das reuniões ou conferências técnicas da OIT.

14:40 | 23/03

Biden diz que há "ameaça real" de a Rússia usar armas químicas

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, voltou a frisar esta quarta-feira que há uma "ameaça real" de a Rússia utilizar armas químicas contra a Ucrânia, citou a agência Reuters

As declarações foram feitas no momento em que o líder norte-americano partiu para a Europa para participar, esta quinta-feira, na cimeira da NATO, em Bruxelas. 
14:02 | 23/03

Líderes da NATO deverão aprovar aumento de forças no leste da Europa, diz Stoltenberg

O secretário-geral da NATO afirmou esta quarta-feira esperar que os líderes da Aliança aprovem, na cimeira que decorre na quinta-feira, "grandes aumentos" de forças no leste da Europa, com o envio de quatro grupos de combate adicionais.

"Na cimeira de amanhã [quinta-feira], iremos tomar mais decisões. Eu espero que os líderes concordem em fortalecer a postura da NATO em todos os domínios, com grandes aumentos das nossas forças na parte oriental da Aliança, na terra, no ar e no mar", disse Jens Stoltenberb.

14:02 | 23/03

Bielorrússia pede que diplomatas ucranianos deixem o país

A Bielorrússia pediu a alguns diplomatas ucranianos para deixarem o país e encerrarem o consulado na cidade de Brest, noticiou a Al Jazeera

Na última terça-feira, o Serviço de Segurança bielorrusso acusou oito diplomatas ucranianos de espionagem. 
13:54 | 23/03

Hungria quer suspensão de bloqueio de fundos para ajudar refugiados

A Hungria pediu à Comissão Europeia (CE) que suspenda o bloqueio de fundos de recuperação pós-pandemia imposto a Budapeste, devido à sua deriva autoritária, para usar o dinheiro na ajuda a refugiados da Ucrânia.

Numa carta enviada à presidente da CE, Ursula von der Leyen, o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, lembra que cerca de 450.000 refugiados ucranianos chegaram ao seu país desde o início da invasão russa da Ucrânia, em 24 de fevereiro.

13:53 | 23/03

NATO garante que não vai enviar tropas para a Ucrânia

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, anunciou esta quarta-feira que a Aliança Atlântica não vai enviar tropas para a Ucrânia, na sequência das invasões russas.

De acordo com a agência Reuters, o chefe da NATO afirmou ainda que a Rússia "não pode ganhar a guerra nuclear" e deixou um apelo à China para que condene a invasão e se envolva em esforços diplomáticos para encontrar uma "forma pacífica" de acabar com a guerra e não fornecer equipamento militar aos russos. 
13:48 | 23/03

Número de refugiados ultrapassa os 3,6 milhões, revela a ONU

Mais de 3,6 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde a invasão russa, anunciou esta quarta-feira a ONU, acrescentando que, entre os que saíram do país e os deslocados internos, o número ascende a 10 milhões de pessoas.

Segundo a contabilização das Nações Unidas, o número de pessoas que fugiu das suas casas para outras regiões do país atinge quase 6,5 milhões.

13:44 | 23/03

Rússia vai passar a vender gás natural apenas em rublos aos "países hostís" da União Europeia

O presidente russo, Vladimir Putin, anunciou esta quarta-feira que a "Rússia apenas vai aceitar rublos na venda de gás natural aos países hostís na União Europeia ", citou o Kyiv Independent.

Não foi ainda revelado, no entanto, quais são os "países hostís" considerados pelo líder russo.


12:26 | 23/03

Anatoly Chubais abandona cargo de representante especial de Putin e foge da Rússia

Anatoly Chubais, um reformador russo veterano, abandonou o cargo de representante especial do presidente russo, Vladimir Putin, para laços com organizações internacionais.

A informação foi avançada esta quarta-feira pela Reuters, que deu conta ainda que Chubais renunciou desde que a Rússia iniciou aquilo a que chama de "operação militar" na Ucrânia. Além disso, deixou o país e não tenciona regressar.

O Kremlin também já confirmou a demissão de Anatoly Chubais.
12:09 | 23/03

Ofensiva ucraniana volta a ter controlo de várias cidades ucranianas a noroeste de Kiev

A ofensiva ucraniana cercou as cidades de Bucha, Irpin e Hostomel, a poucos quilómetros da capital ucraniana, Kiev. 

A informação, divulgada pela autarquia da cidade ucraniana de Bucha, avança ainda que as tropas russas a noroeste de Kiev estão agora cercadas pelas tropas ucranianas, de acordo com o Kyiv Independent
11:24 | 23/03

'Fase ativa' da invasão russa será interrompida em abril, afirma conselheiro ucraniano

O Conselheiro Presidencial ucraniano, Oleksiy Arestovych, disse esta quarta-feira que espera que a 'fase ativa' da invasão russa termine no final de abril, uma vez que o avanço russo já está "estagnado" em várias áreas da frente de combate na Ucrânia.

Arestovych afirmou que a Rússia já "perdeu 40% das suas forças" e que "não vai começar uma guerra nuclear", citou a agência Reuters

 

11:20 | 23/03

Centro comercial em Kiev bombardeado na última noite pelas tropas russas

Um centro comercial em Kiev foi bombardeado na madrugada desta quarta-feira na capital ucraniana, adiantou a Administração do Estado da Cidade de Kiev.

De acordo com vários relatos, o espaço comercial ficou completamente destruído. 

Não há registo de vítimas.

<blockquote class="twitter-tweet"><p lang="en" dir="ltr">Residential buildings and a shopping center in Sviatoshynskyi and Shevchenkivskyi districts of Kyiv have been damaged during the night as a result of Russian shelling, - the Kyiv City State Administration. <a href="https://t.co/SaK4E7y9Wp">pic.twitter.com/SaK4E7y9Wp</a></p>&mdash; Svidomi (@Svidomi_En) <a href="https://twitter.com/Svidomi_En/status/1506550439273283585?ref_src=twsrc%5Etfw">March 23, 2022</a></blockquote> <script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>

11:14 | 23/03

Kiev pede armas ofensivas ao Ocidente ao abrigo de um programa especial

A Ucrânia pediu ao Ocidente "armas ofensivas" ao abrigo de um programa especial, numa altura em que os líderes ocidentais vão discutir a guerra provocada pela Rússia em cimeiras da NATO, da União Europeia e do G7.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, vai participar na reunião extraordinária de líderes da NATO, na quinta-feira, no mesmo dia das cimeiras da UE e do G7, o grupo dos sete países mais industrializados (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido), atualmente sob presidência alemã.

11:02 | 23/03

Pelo menos 15.600 militares russos morreram desde o início da guerra, diz a Ucrânia

O Ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano revelou, esta quarta-feira, que 15.600 tropas russas morreram desde o início do conflito militar na Ucrânia.

De acordo com uma publicação na rede social Twitter, o Ministério dá conta ainda de que 1.578 tanques foram destruídos durante os combates. 
10:45 | 23/03

Rússia acusa Estados Unidos de dificultar as negociações com a Ucrânia

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov, disse esta quarta-feira que os Estados Unidos estão a dificultar as negociações com a Ucrânia.

Citado pela agência AFP, o ministro afirmou que as negociações entre os dois países "são difíceis" uma vez que "o lado ucraniano está sempre a mudar a sua posição" e, por isso, "é difícil evitar pensar que os nossos colegas americanos estão a dar-lhes a mão".
10:42 | 23/03

Scholz pede a Putin para não utilizar armas biológicas na guerra contra a Ucrânia

O Chanceler alemão, Olaf Scholz, advertiu esta quarta-feira o presidente russo Vladimir Putin para não tuilizar armas biológicas ou químicas na Ucrânia. 

As afirmações russas de que a Ucrânia estava a desenvolver tais armas ou que os Estados Unidos queriam utilizá-las pareciam "como uma ameaça implícita de que o próprio Putin está a considerar utilizar tais armas", disse Scholz, citado pela agência Reuters
10:09 | 23/03

Consequências de qualquer conflito entre a Rússia e a NATO seriam "difíceis de reparar", diz o Kremlin

O Kremlin anunciou esta quarta-feira que as consequências de qualquer conflito entre a Rússia e a NATO seriam "difíceis de reparar", citou a agência Reuters.

As declarações surgem após a Polónia ter dito na semana passada que as forças de manutenção da paz deveriam ser enviadas para a Ucrânia.

"Qualquer possível confronto entre as nossas tropas e as forças da NATO poderia ter consequências claras que seriam difíceis de reparar", disse Dmitry Peskov, o porta-voz do Kremlin.
09:58 | 23/03

Kremlin acusa EUA de pressionar outros países na adesão da Rússia ao G20

O Kremlin acusou esta quarta-feira os Estados Unidos de pressionar outros países relativamente à participação da Rússia nas principais economias do Grupo dos Vinte (G20) - grupo formado pelos ministros de finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias do mundos, mais a União Europeia, mas disse que algumas potências estão a manter os seus pontos de vista soberanos, avançou a Reuters.

Os Estados Unidos e seus aliados ocidentais estão a avaliar se a Rússia deve permanecer no G20, disseram fontes à Reuters na terça-feira

09:38 | 23/03

Zelensky discursa no Parlamento sueco esta quinta-feira

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, vai falar ao Parlamento sueco por videoconferência esta quinta-feira, informou o Parlamento sueco em comunicado, avançou a Reuters.

O discurso vai começar às 09h55 de quinta-feira.

09:12 | 23/03

Zelensky diz que forças russas estão a utilizar zona de exclusão de Chernobyl para preparar novos ataques

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, garantiu esta quarta-feira que as tropas russas estão a utilizar a zona de exclusão de Chernobyl para preparar novos ataques.

Em declarações ao país, Zelensky disse ainda que a Organização das Nações Unidas "não tem ajudado" com o conflito militar na Ucrânia e pediu ao Japão para introduzir um embargo comercial contra a Rússia.
08:57 | 23/03

Cem aviões russos abatidos desde início da invasão russa à Ucrânia

O exército da Ucrânia abateu 100 aviões russos desde o início da invasão do país, disse o porta-voz do Comando das Forças Aéreas, Yurii Ihnat, citado pela agência de notícias ucraniana Ukrinform.

Na terça-feira, as forças ucranianas destruíram um helicóptero, cinco veículos aéreos não tripulados (drones), cinco mísseis e seis aviões inimigos, elevando para 100 o número de aviões das forças de Moscovo abatidos desde o início da invasão russa da Ucrânia.

08:56 | 23/03

Polónia vai expulsar 40 diplomatas russos acusados de espionagem

A Polónia vai expulsar 40 diplomatas russos do país acusados de espionagem. A informação foi noticiada esta quarta-feira pela agência Reuters.

Ao que se sabe, o porta-voz dos Serviços Especiais da Polónia já pediu ao Ministério dos Negócios Estrangeiros para expulsar 45 pessoas que trabalham para a Rússia sob disfarce de trabalho diplomático.

Entretanto, o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo já se pronunciou sobre a situação e diz que "retaliará" caso a Polónia decida expulsar os diplomatas russos do país.
08:49 | 23/03

Ucrânia pede à rede SWIFT exclusão do Banco Central Russo

O governador do Banco Central da Ucrânia pediu , esta quarta-feira, a exclusão do Banco Central russo do sistema SWIFT. 

"Esperamos o vosso apoio e assistência para salvar as vidas de milhares de ucranianos e proteger a soberania do nosso país", Kyrylo Shevchenko numa declaração, citado pela agência Reuters
08:34 | 23/03

Ministro dos Negócios Estrangeiros russo acusa Kiev de mudar constantemente de posição durante conversações

O Ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, afirmou esta quarta-feira que as negociações com a Ucrânia são "difíceis", uma vez que Kiev está "constantemente a mudar a sua posição". 

Lavrov disse, ainda, que enviar forças de manutenção da paz para a Ucrânia poderá levar a "um confronto direto" entre a Rússia e a NATO, citou a agência Reuters
08:29 | 23/03

Pelo menos quatro pessoas ficaram feridas em bombardeamento na capital ucraniana na última noite

Quatro feridos é o resultado dos bombardeamentos russos que aconteceram na última noite em várias zonas da capital ucraniana, anunciou a Administração Municipal de Kiev.

Segundo o Kyiv Independent, os ataques das tropas russas atingiram um centro comercial, um edifício residencial e algumas habitações privadas nos distritos de Sviatoshynsky e Shevchenkivsky, em Kiev.
08:01 | 23/03

Russos destruíram novo laboratório na central nuclear de Chernobyl

A agência estatal ucraniana responsável pela zona de exclusão de Chernobyl disse na terça-feira que os militares russos destruíram um novo laboratório na central nuclear que, entre outras coisas, melhorava a gestão dos resíduos radioativos.

As forças russas tomaram o controlo da central desativada, no início da guerra. A zona de exclusão é a zona contaminada ao redor da central, local do pior acidente nuclear civil do mundo, em 1986.

08:00 | 23/03

Rússia anuncia destruição de depósito de armas ucraniano em Rivne

O Ministério da Defesa russo anunciou, esta quarta-feira, que as forças russas destruíram um depósito de armas na cidade ucraniana de Rivne, com recurso a "armas da alta precisão".

De acordo com o porta-voz do Ministério, Igor Konashenkov, também foram destruídos lança-mísseis numa zona industrial localizada na periferia norte de Kiev, a capital ucraniana, citou a agência Reuters.
07:44 | 23/03

Nove corredores humanitários vão abrir esta quarta-feira para retirar civis em várias cidades ucranianas

A vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, anunciou esta quarta-feira que foram acordados nove corredores humanitários para a retirada de civis em várias cidades e vilas ucranianas.

Quanto à cidade de Mariupol, Iryna Vereshchuk disse ainda que não foi estabelecido qualquer acordo com a Rússia para estabelecer um corredor humanitário seguro na cidade portuária, citou a agência Reuters.
07:35 | 23/03

Ministro dos Negócios Estrangeiros russo vai reunir-se com o chefe da Cruz Vermelha

O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergey Lavrov, vai encontrar-se com o chefe da Comité Internacional da Cruz Vermelha, Peter Maurer, anunciou esta quarta-feira. O encontro está agendado para quinta-feira em Moscovo, segundo a agência Reuters.
07:24 | 23/03

Soldado russo detido por violação a cidadã ucraniana

A Procuradora-Geral da Ucrânia, Iryna Venediktova, afirmou esta quarta-feira que um soldado russo foi detido por ter violado uma mulher de nacionalidade ucraniana. É o primeiro caso de violação conhecido durante o conflito militar na Ucrânia.

Segundo uma publicação na página de Facebook da magistrada, o militar russo invadiu uma habitação na aldeia de Brovarsky e, juntamente com o colega, violaram uma mulher civil sob ameaça. Ameaçaram, também, o seu filho menor.

07:21 | 23/03

Novo cessar-fogo acordado para retirada de civis na região de Luhansk

O Governador de Luhansk confirmou esta quarta-feira que foi acordado um cessar-fogo local para a retirada de civis de algumas cidades da região que estão cercada pelas forças russas, citou a agência Reuters.
07:19 | 23/03

Forças russas destroem ponte em Chernihiv

As tropas russas destruíram esta quarta-feira uma ponte em Chernihiv que estava a ser utilizada para a retirada de civis através de corredores humanitários, de acordo com o jornal ucraniano Suspilne News. 
07:17 | 23/03

Já morreram 121 crianças desde o início da guerra na Ucrânia

O Ministério Público da Ucrânia divulgou, esta quarta-feira, que pelo menos 121 crianças morreram desde o início do conflito militar e 167 ficaram feridas, citou a agência Reuters.
22:51 | 22/03

Zelensky denuncia que 100 mil pessoas vivem em Mariupol sem comida água ou medicamentos após ataques russos

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, denunciou esta terça-feira que há 100 mil pessoas a viver em Mariupol sem comida água ou medicamentos na sequência dos ataques das tropas russas, segundo a agência Reuters.



19:43 | 22/03

Presidente da Ucrânia vai participar virtualmente em reunião da NATO esta semana

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, vai participar virtualmente em reunião da NATO agendada para esta quinta-feira, disse a agência Interfax

A presença do líder ucraniano vai servir para discutir a guerra com a Rússia, garantiu o porta-voz de imprensa de Zelensky.
19:24 | 22/03

Pelo menos 220 militares russos recusam-se a participar na guerra contra a Ucrânia

O Ministério da Defesa ucraniano revelou, esta terça-feira, que pelo menos 220 soldados de uma das unidades da ofensiva russa recusam-se a participar no conflito militar na Ucrânia.

Desde o início da guerra, 50 soldados dessa unidade foram mortos e 110 ficaram feridos, divulgou a Ucrânia, citada pela Sky News
19:17 | 22/03

Rússia só vai utilizar armas nucleares se a sua existência estiver ameaçada, diz o Kremlin

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, anunciou esta terça-feira que a Rússia só vai utilizar armas nucleares no conflito militar na Ucrânia caso a sua existência estiver ameaçada.

Dmitry Peskov admitiu, ainda, que o objetivo da Rússia não é ocupar o país, citou a Sky News
18:15 | 22/03

Ucrânia diz ter abatido avião russo em Mariupol

As forças ucranianas garantem ter abatido um avião russo em Mariupol esta terça-feira, avançou a autarquia da cidade, citada pela Sky News

De acordo com uma declaração da Câmara Municipal de Mariupol, o avião esteve nas últimas semanas a destruir várias zonas da cidade sob a alçada da ofensiva russa. 
17:57 | 22/03

Forças russas atacaram estação ferroviária em Dnipro e provocaram a morte de um civil

As tropas russas atacaram, esta terça-feira, a estação ferroviária na região de Dnipro, no centro-leste da Ucrânia, noticiou o governador ucraniano Valentyn Reznichenko.

Os ataques provocaram a morte de um civil e danificaram as linhas ferroviárias para impedir a passagem de comboios, acrescentou o governador citado pela Sky News
16:20 | 22/03

Força russas bombardeiam hospital infantil em Lugansk

Um hospital pediátrico foi bombardeado esta terça-feira na região de Luhansk, divulgou os Serviços de Emergência ucranianos. 

Pelo menos sete crianças e 15 adultos, incluindo profissionais de saúde, foram retirados do edifício onde também deflagrou um incêndio após os ataques russos, avançou a Sky News

Ainda não há dados sobre o número de vítimas.
15:55 | 22/03

Rússia não recorreu a armas químicas durante a guerra, garante o Ministério da Defesa dos Estados Unidos

O Ministério da Defesa dos Estados Unidos (EUA) garantiu, esta terça-feira, que a Rússia não utilizou armas químicas durante a guerra na Ucrânia.

"Os EUA ainda não viram quaisquer indicações concretas de um ataque iminente com armas químicas ou biológicas russas na Ucrânia, mas está a acompanhar de perto os serviços secretos", disse hoje um alto funcionário da defesa do país.

15:39 | 22/03

Rússia deve aderir à Carta das Nações Unidas, afirmam os primeiros-ministros do Reino Unido e da Índia

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, e o chefe de Estado indiano, Narendra Modi, afirmaram esta terça-feira que a Rússia deve aderir à Carta das Nações Unidas.

Segundo a agência Reuters, os dois deputados estiveram a falar hoje através de chamada telefónica.

"A dupla concordou que a integridade e a soberania territorial da Ucrânia devem ser respeitadas", disse uma declaração emitida pelo gabinete de Johnson, na sequência do apelo.

Johnson disse também que ambos os países precisavam de intensificar os esforços para promover a paz e a desescalada na região.
15:34 | 22/03

Forças russas estão a utilizar fósforos brancos na cidade ucraniana de Kramatorsk, diz chefe-adjunto da polícia de Kiev

O chefe-adjunto da polícia de Kiev, Oleksiy Biloshytskiy, acusou esta terça-feira que as forças russas estão a utilizar fósforos brancos na cidade Kramatorsk, situada na zona norte de Donetsk, citou a Sky News.

O fósforo branco é uma substância tóxica que se auto-inflama quando interage com o oxigénio. É produzido a partir de rochas que contêm fosfato e é utilizado no fabrico de fertilizantes, aditivos alimentares e compostos de limpeza.
15:21 | 22/03

União Europeia vai apoiar financeiramente empresas afetadas pelas sanções russas

As empresas dos países membros da União Europeia afetadas pelas sanções contra a Rússia podem receber um apoio estatal que ascende os 400 mil euros, anunciou esta terça-feira a Comissão Europeia.

De acordo com a agência Reuters, o setor da agricultura, pesca e aquicultura podem receber até 35 mil euros em subvenções diretas, vantagens e garantias fiscais, lê-se no documento da proposta da Comissão.

Já as organizações que sofreram com os aumentos dos preços do gás e da eletricidade, podem obter apoios não superiores a 30% dos custos elegíveis até um máximo de dois milhões de euros. 



14:46 | 22/03

Bombardeamentos impedem continuação da operação de retirada de civis a teatro bombardeado em Mariupol

As operações de resgate ao teatro bombardeado em Mariupol não estão a acontecer devido aos bombardeamentos russos que não dão tréguas naquela zona da cidade ucraniana, afirmou esta terça-feira a vice-primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk.

A mesma fonte disse que pelo menos 100 mil pessoas estão impedidas de fugir de Mariupol, devido à falta de corredores humanitários seguros fora da cidade portuária.
14:38 | 22/03

Guterres alerta Rússia que Ucrânia não pode ser conquistada "cidade por cidade"

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, alertou esta a Rússia que, "mesmo que Mariupol caia", a Ucrânia "não pode ser conquistada cidade por cidade", sublinhando que esta guerra não terá vencedores.

"Mesmo que Mariupol caia, a Ucrânia não pode ser conquistada cidade por cidade, rua por rua, casa por casa. O único resultado de tudo isso é mais sofrimento, mais destruição e mais horror até onde os olhos podem ver", disse Guterres à imprensa, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

14:34 | 22/03

Rússia anuncia tomada de nove localidades no leste da Ucrânia

O executivo de Moscovo anunciou esta terça-feira que as forças pró-russas de Donbass, com o apoio das tropas russas, tomaram no último dia o controlo de nove localidades no leste da Ucrânia.

O porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, Igor Konashénkov, afirmou no primeiro relatório militar da manhã que as unidades das forças armadas russas avançaram mais seis quilómetros e capturaram o acantonamento de Urozhayne, na região de Donetsk.

14:33 | 22/03

Banco Central da Ucrânia faz apelo aos bancos internacionais para suspenderem operações na Rússia

O Governador do Banco Central da Ucrânia apelou, esta terça-feira, a todos os bancos internacionais para suspenderem as operações das suas sucursais e filiais na Rússia, de forma a aumentar a pressão financeira sobre o país como resposta à invasão na Ucrânia.

"É importante aumentar ainda mais a pressão sobre o agressor para enfraquecer a sua posição", disse  Kyrylo Shevchenko, citado pela agência Reuters.
13:32 | 22/03

Comboio com 780 pessoas saiu de Mariupol rumo a Lviv

Um comboio com 780 pessoas saiu esta terça-feira da cidade de Mariupol rumo à estação ferroviária de Lviv, na Ucrânia, divulgou a Sky News.

A situação em Mariupol tem sido crítica nos últimos dias, devido aos bombardeamentos provocados pelas tropas russas. Estima-se que, pelo menos, 300 mil pessoas não têm água corrente no porto do Mar Negro.
13:19 | 22/03

Cerca de 300 mil pessoas enfrentam a falta de bens alimentares e médicos em Kherson, garante Kuleba

O Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, afirmou esta terça-feira que 300 mil pessoas já estão a enfrentar a escassez de alimentos e de bens médicos em Kherson, cidade ocupada pelas tropas russas.

A informação foi avançada pela agência Reuters.


13:11 | 22/03

Pelo menos 651 edifícios habitacionais ficaram destruídos desde o início da guerra

Os Serviços de Emergência da Ucrânia divulgaram, esta terça-feira, que mais de 651 edifícios residenciais ficaram completamente destruídos em consequência das invasões russas no país.

Há o registo de que 3,780 infraestruturas habitacionais ficaram parcialmente danificadas, avançou o Kyiv Independent.
12:53 | 22/03

Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia acusa Rússia de ter levado para o país mais de 2 mil crianças ucranianas

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia revelou, esta terça-feira, que pelo menos 2.389 crianças foram raptadas e levadas para a Rússia durante o conflito militar na Ucrânia nas cidades de Donetsk e Luhanks.

A informação foi divulgada na página do Twitter da Embaixada dos Estados Unidos sediada em Kiev.


12:25 | 22/03

Jornalista russo doa a sua medalha do Prémio Nobel da Paz para ajudar refugiados ucranianos

O jornalista russo Dmitry Muratov anunciou, esta terça-feira, que a sua medalha do Prémio Nobel da Paz de 2021 será leiloada e os lucros serão destinados a refugiados ucranianos e feridos na invasão russa da Ucrânia.
12:10 | 22/03

Papa Francisco conversa com Zelensky e é convidado a visitar a Ucrânia

O Papa fez esta terça-feira uma nova chamada telefónica para o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, que disse a Francisco que "é o convidado mais esperado" no seu país.

Francisco, por sua vez, declarou ao Presidente ucraniano que está "a rezar e a fazer todo o possível para acabar com a guerra, provocada após a invasão da Rússia", escreveu o embaixador ucraniano na Santa Sé, Andrii Yuash, na rede social Twitter.

10:58 | 22/03

Dez hospitais já ficaram completamente destruídos na Ucrânia desde o início da guerra

O ministro da saúde ucraniano revelou esta terça-feira que dez hospitais ficaram totalmente destruídos desde o início da invasão russa ao país.

10:44 | 22/03

Explosão de grande intensidade sentida no centro de Kiev

Uma explosão de grande intensidade foi sentida, na manhã desta terça-feira, no centro de Kiev, revela o enviado especial da CMTV à Ucrânia, Alfredo Leite.
10:38 | 22/03

Kremlin quer conversações "mais ativas e substantivas" com a Ucrânia

O Kremlin disse esta terça-feira que gostaria que as conversações entre a Rússia e a Ucrânia fossem mais "ativas e substantivas", já que os combates entre as forças dos dois países continuam.

Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin, disse ainda que não tencionava tornar públicas as suas exigências detalhadas à Ucrânia. 

10:25 | 22/03

Ataques a unidades de saúde ucranianas já fizeram 15 mortos e 37 feridos

Os ataques a instalações de cuidados de saúde na Ucrânia já provocaram 15 mortos e fizeram 37 feridos, revelou esta terça-feira a Organização Mundial de Saúde. 
10:22 | 22/03
Alfredo Leite

Bombardeamentos e disparos prosseguem nos arredores de Kiev

Os bombardeamentos e disparos prosseguem nos arredores de Kiev.

O silêncio da capital ucraniana, hoje com recolher obrigatório total, apenas é interrompido pelos combates e sirenes.
10:18 | 22/03

"Parem os assassinatos e ajudem as famílias ucranianas", Zelensky fala ao parlamento italiano

Zelensky fala ao parlamento italiano esta terça-feira.
10:11 | 22/03

Zelensky revela que falou com o Papa Francisco

Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, disse esta terça-feira que falou com o Papa Francisco e acrescentou que louvaria o seu papel como mediador do conflito com a Rússia, avança a Reuters.

09:39 | 22/03

Ucrânia apela à Rússia para deixar entrar mantimentos em Mariupol e permitir a saída de civis

A Ucrânia apelou esta terça-feira à Rússia para permitir o fornecimento de mantimentos na cidade de Mariupol e para deixar sair os civis.

"Exigimos a abertura de um corredor humanitário para civis", disse Iryna Vereshchuk ,vice-primeira-ministra ucraniana.

Vereshchuk afirmou ainda que as tropas russas estavam a impedir que mantimentos chegassem aos residentes da cidade de Kherson.

09:35 | 22/03

Rússia diz que 78 dos seus aviões foram apreendidos no estrangeiro

O Ministério dos Transportes da Rússia disse esta terça-feira que 78 dos seus aviões foram apreendidos no estrangeiro, segundo avança a agência de notícias Interfax.

As companhias aéreas russas registam quase 800 aviões na Rússia.

09:00 | 22/03

Tentativa russa de capturar Kiev é "suicídio", afirma conselheiro presidencial ucraniano

Oleksiy Arestovych, conselheiro presidencial ucraniano, disse esta terça-feira numa entrevista televisiva que tentativa russa de capturar Kiev é um "suicídio".

Arestovych disse ainda que hostilidades ativas entre a Ucrânia e a Rússia poderiam terminar dentro de duas ou três semanas, segundo a Reuters.
08:55 | 22/03

Mais de 3,5 milhões de pessoas já fugiram da Ucrânia

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados adiantou esta terça-feira que 3.528.346 ucranianos já fugiram do país para o estrangeiro.

Mais de dois milhões atravessaram a fronteira para a Polónia, de acordo com a Reuters.

07:31 | 22/03

Ucrânia não anuncia novos acordos com a Rússia sobre corredores humanitários

A Ucrânia disse esta terça-feira que os seus esforços para a retirada de civis estavam concentrados na cidade de Mariupol, no entanto não anunciou qualquer novo acordo com a Rússia para permitir a passagem segura de residentes.

A notícia é avançada pela Reuters. 
07:27 | 22/03

Tropas ucranianas recuperam cidade de Makariv

O Estado Maior General das Forças Armadas da Ucrânia informou na madrugada desta terça-feira que "a bandeira ucraniana foi hasteada sobre a cidade de Makariv", e que as forças russas foram obrigadas a recuar". A cidade fica a cerca de 60 quilómetros de Kiev, capital da Ucrânia. 
07:26 | 22/03

Kiev diz que forças russas só têm munições, combustível e alimentos para três dias

O Ministério da Defesa ucraniano afirmou esta terça-feira que as forças russas têm apenas munições, combustível e alimentos suficientes para três dias.
22:54 | 21/03

Zelensky insiste em encontrar-se com Putin

O presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky disse que não seria possível negociar o fim da guerra sem uma reunião com o homólogo russo Vladimir Putin, segundo a Reuters.

"Enquanto não tivermos uma reunião com o presidente da Federação Russa... não se pode verdadeiramente compreender o que eles estão dispostos a fazer para parar a guerra", explicou Zelensky numa entrevista citada pela Interfax Ucrânia.
21:50 | 21/03

Sirenes antiaéreas tocam insistentemente em Kiev

Após uma noite de bombardeamentos em Kiev, que destruíram um centro comercial na capital ucraniana e fizeram pelo menos oito mortos, a cidade voltou a anoitecer ao som das sirenes antiaéreas.

Os avisos, relata o enviado especial do CM/CMTv à Ucrânia Alfredo Leite, tocam incessantemente para avisar a população que permanece em Kiev da possibilidade de nova ofensiva russa, numa noite que se adivinha tensa.
A carregar o vídeo ...
21:28 | 21/03

Russos bloqueiam acesso a website da Euronews

O regulador dos meios de comunicação social russo bloqueou esta segunda-feira o acesso ao website do canal francês Euronews, um novo meio de comunicação social proibido na Federação Russa, avançam as agências de notícias locais.

O regulador Roskomnadzor bloqueou o website do canal euronews.com e a sua versão russa ru.euronews.com a pedido do Ministério Público, avançam as agências de noticias citadas pela Agence France Presse (AFP).

17:22 | 21/03
Lusa

Partido russo apresenta projeto para saída de Moscovo da Organização Mundial do Comércio

O partido social-democrata Rússia Justa apresentou esta segunda-feira na Duma (câmara de deputados) um projeto para que o país abandone a Organização Mundial do Comércio (OMC) devido às sanções impostas após a invasão da Ucrânia.

Com o fim de defender "os interesses nacionais", os deputados propõem denunciar o protocolo ao Acordo de Marraquexe subscrito em 2011 e a ratificação parlamentar de 2012.

"O ingresso na OMC teve motivos políticos. Benefícios económicos havia poucos", afirmou um dos autores da iniciativa, Alexéi Chepa.

17:15 | 21/03
Lusa

Cruz Vermelha continua sem acesso a Mariupol

A Cruz Vermelha continua sem acesso à cidade ucraniana de Mariupol, cercada pelo exército russo e principal centro da guerra nos últimos dias, disse hoje o presidente da Federação Internacional da Cruz Vermelha, Francesco Rocca, após visitar a Ucrânia.

Numa declaração emitida virtualmente a partir da localidade romena de Siret, na fronteira com a Ucrânia, Rocca afirmou que nem a Cruz Vermelha, nem o Comité Internacional da Cruz Vermelha podem efetuar a retirada de civis ou levar ajuda humanitária à cidade sitiada.

16:59 | 21/03

Rússia confirma ter bombardeado centro comercial em Kiev e diz que este servia para guardar armamento

A Rússia justificou o ataque desta madrugada contra um centro comercial em Kiev dizendo que este servia para guardar armamento, avança a AFP.

As tropas russas garantiram ainda que o estabelecimento estava vazio durante o bombardeamento, já a Ucrânia diz que foram mortas oito pessoas neste ataque.
16:36 | 21/03

Estados Unidos detetam aumento da atividade naval russa no mar Negro

Os Estados Unidos detetaram um aumento da atividade naval russa no mar Negro, a partir do qual ataca com artilharia a cidade portuária de Odessa, na Ucrânia, disse esta segunda-feira um alto funcionário do Pentágono.

Numa conversa telefónica com jornalistas, a fonte disse que os russos dispõem de "pouco mais de uma dezena de navios de guerra, embarcações de combate anfíbias de diferentes classes e tamanhos, navios de superfície, draga-minas e patrulheiros que colocaram a norte do mar Negro".

16:16 | 21/03

Zelensky garante que não vai "entregar Kiev, Mariupol ou Kharkiv" à Rússia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, garantiu esta segunda-feira que a Ucrânia "jamais poderia entregar Kiev, Mariupol ou Kharkiv" à Rússia, citou a agência Reuters
14:27 | 21/03

Rússia lançou cerca de 1.100 mísseis desde o início da invasão na Ucrânia

A Rússia já lançou, pelo menos, 1.100 mísseis desde o início do conflito militar na Ucrânia, noticiou um oficial de Defesa dos Estados Unidos, citado pela agência Reuters.
14:19 | 21/03

Tropas russas disparam sobre manifestantes na cidade ucraniana de Kherson

As tropas russas dispersaram a tiro manifestantes em Kherson esta segunda-feira.

A informação, avançada pela BBC, dá conta que vários manifestantes estavam numa praça da cidade e que começaram a correr quando se aperceberam dos tiros disparados pela ofensiva da Rússia.

Há relatos de que foram utilizadas também granadas atordoantes, segundo os meios de comunicação locais.

Várias pessoas ficaram feridas. 
14:13 | 21/03

Rússia "irá mais longe" e vai "atacar outros países", garante o ministro da Defesa ucraniano

O ministro da Defesa da Ucrânia, Oleksii Reznikov, afirmou esta segunda-feira que o Kremlin "irá mais longe" e que vai "atacar outros países".

Oleksii Reznikov sublinhou, ainda, que é preciso aplicar medidas mais rígidas contra a Rússia para impedir avanços na guerra. 
14:06 | 21/03

Facebook e Instagram proibidos na Rússia, avança agência de notícias Tass

A Rússia anunciou esta segunda-feira a decisão de que vai banir as redes sociais Facebook e Instagram do país e todas as aplicações da empresa Meta, considerando-a como uma organização "extremista".

A informação foi avançada pela agência Tass.
13:21 | 21/03

Pelo menos 925 pessoas morreram na Ucrânia desde o início do conflito, anunciou a ONU

O gabinete dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) anunciou esta segunda-feira que pelo menos 925 pessoas morreram desde o início da guerra na Ucrânia, enquanto 1.496 ficaram feridas. 
12:31 | 21/03

Ucrânia afirma que as forças russas já perderam 15 mil soldados

O Ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano afirmou, esta segunda-feira, que a Rússia já perdeu 15 mil efetivos desde que as tropas invadiram a Ucrânia a 24 de fevereiro.

Segundo uma publicação do Ministério na rede social Twitter, pelo menos 1.535 veículos blindados russos foram destruídos.

12:20 | 21/03

Rússia e Ucrânia realizaram mais conversações de paz esta segunda-feira

Os negociadores da paz russos e ucranianos realizaram uma vídeo-chamada de 90 minutos esta segunda-feira. 

De acordo com a agência Reuters, os delegados de ambos os países concordaram que os grupos de trabalho devem continuar a reunir-se ao longo do dia, garantiu um membro da delegação ucraniana.
10:49 | 21/03

PM checo diz que são necessárias mais sanções para deter a Rússia

O primeiro-ministro checo disse esta segunda-feira que mais sanções são a única forma de deter os crimes de guerra na Ucrânia que Vladimir Putin, Presidente russo, está a cometer. 

"O exército russo devastou Mariupol. O mundo vê que Vladimir Putin está a cometer crimes de guerra e que pessoas inocentes estão a morrer por causa da sua guerra", disse Fiala no Twitter.

"Temos de continuar a pressionar para uma abordagem clara e unida à Rússia e mais sanções, é a única forma de deter Putin".

10:35 | 21/03

"Estes são edifícios onde vivem pessoas pacíficas", autarca de Odessa denuncia ataques nos arredores da cidade

As autoridades de Odessa acusaram esta segunda-feira as forças russas de efetuarem um ataque a edifícios residenciais nos arredores da cidade ucraniana, o primeiro ataque deste tipo contra a cidade portuária do Mar Negro.

O conselho da cidade disse que o ataque causou um incêndio.

"Estes são edifícios residenciais onde vivem pessoas pacíficas", afirmou o presidente da câmara Gennadiy Trukhanov.
10:17 | 21/03

Cerca de 25 mil refugiados ucranianos chegaram a Espanha até agora

José Luis Escrivá, ministro espanhol da Migração, anunciou esta segunda-feira que cerca de 25 mil refugiados ucranianos chegaram a Espanha até agora.

Muitos dos ucranianos que chegaram estão alojados com familiares ou amigos e ainda não notificaram as autoridades, disse Escrivá.
10:01 | 21/03

Kiev com novo recolher obrigatório de 35 horas

Vitali Kitschko, autarca de Kiev, anunciou esta segunda-feira um novo recolher obrigatório para a cidade, que entrará hoje em vigor às 20h00 e terminará às 7h00 de quarta-feira.
09:24 | 21/03

Kremlin diz que países devem influenciar a Ucrânia a ser mais construtiva nas conversações de paz

O Kremlin afirmou esta segunda-feira que os países que têm influência sobre Kiev devem usá-la para tornar a Ucrânia mais construtiva nas conversações de paz, segundo avança a agência de notícias Reuters.
09:23 | 21/03

Rússia está a cometer em Mariupol "crime de guerra em massa", diz chefe da diplomacia europeia

O chefe da diplomacia europeia, Josep Borrell, considerou esta segunda-feira que a Rússia está a cometer em Mariupol "um crime de guerra em massa" e disse que o Presidente russo Vladimir "Putin merece a mais forte condenação do mundo civilizado".
09:21 | 21/03

Autoridades comunicam fuga de amoníaco numa central química no norte da Ucrânia

Uma fuga de amoníaco numa central química em Novoselytsya, no norte da Ucrânia, levou as autoridades locais a apelar esta segunda-feira à população para procurar abrigo.
08:58 | 21/03

Oito mortos em bombardeamento a centro comercial em Kiev

O centro comercial de Retroville em Podil, Kiev, foi esta segunda-feira bombardeado pelas forças russas. Pelo menos oito pessoas morreram no ataque, avança o enviado especial do Correio da Manhã à Ucrânia.
00:35 | 21/03
Lusa

Ucranianos recusam-se a depor as armas em Mariupol

A Ucrânia recusou-se a depor as armas na sitiada Mariupol, contrariando a exigência feita pela Rússia, que em troca se comprometia com a abertura de uma passagem segura para fora daquela cidade.

A Rússia ordenou, no domingo, às forças ucranianas que abandonem a cidade de Mariupol, cercada há semanas e em grande parte já destruída, até à manhã de segunda-feira. Em troca, as forças russas autorizariam dois corredores humanitários para saída da cidade.

22:16 | 20/03

Imagens impressionantes mostram forte explosão esta noite em Kiev

A carregar o vídeo ...
21:14 | 20/03

Forte explosão registada a oeste de Kiev

Foi registada uma forte explosão pelas 22h40 (menos duas horas em Portugal continental) numa zona residencial a oito quilómetros a oeste de Kiev.

O impacto foi sentido com intensidade no centro da capital ucraniana.

Testemunhos recolhidos pelo CM dão conta de danos ainda por avaliar resultantes deste ataque noturno em Podilsky.

Desconhece-se a existência de vítimas.
20:21 | 20/03

Rússia faz ultimato à Ucrânia para entregar Mariupol até esta segunda-feira

A Rússia fez um ultimato à Ucrânia onde exigiu ao país que entregasse Mariupol até esta segunda-feira.

De acordo com a agência de notícias russa, RIA, o ministério da Defesa russo terá dito aos ucranianos que teriam que entregar a cidade até às primeiras horas desta segunda-feira.

19:39 | 20/03

59 mil pessoas retiradas de Mariupol nos últimos três dias, revela ministério da defesa russo

O ministério da defesa da Rússia revelou, este domingo, que 59 mil pessoas já foram retiradas de Mariupol, nos últimos três dias.
16:52 | 20/03

Zelensky diz que o Kremlin está a planear a "solução final" para a situação na Ucrânia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou este domingo que o Kremlin está a planear a "solução final" para a guerra na Ucrânia, assim como os nazis falaram acerca da questão europeia.
16:29 | 20/03

Zelensky traça paralelos entre invasão russa e a Segunda Guerra Mundial

Durante o discurso que fez para o Parlamento de Israel, este domingo à tarde, o presidente ucraniano Vladymyr Zelensky comparou a invasão russa com a Segunda Guerra Mundial e garantiu que a guerra na Ucrânia "não é uma mera operação militar".

"Queremos viver, os nossos vizinhos querem ver-nos mortos e não nos dão muito espaço para compromissos", afirmou.

O líder ucraniano vai mais longe e sublinhou: "dizem que temos de estar mortos e nós dizemos que queremos estar vivos. Entre a vida e a morte, não sei de um compromisso e é, por isso, que não temos escolha". 
16:06 | 20/03

Novo bombardeamento em bairro residencial de Kiev

Uma bomba explodiu este domingo à tarde num bloco de apartamentos na capital ucraniana, em Kiev. De acordo com o presidente da câmara, Vitali Klitschko, cinco pessoas ficaram feridas.

"Foi uma sorte" que não tenha havido mais mortes, disse Sviatlana Vodolaga, porta-voz do serviço de emergência estatal, citada pela AFP, acrescentando que seis pessoas foram resgatadas da zona das explosões.

O edifício de dez andares no noroeste do distrito de Sviatoshyn ficou gravemente danificado em consequência do  bombardeamento, enquanto as forças russas tentavam cercar a capital ucraniana.
15:20 | 20/03

Presidente da Ucrânia prolonga lei marcial no país por mais um mês

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, prolongou este domingo a lei marcial no país por mais 30 dias, a partir de 26 de março, citou a agência Ukrinform. 

"A lei prolonga o período de guerra na Ucrânia a partir das 5h30 (locais) de 26 de março de 2022 por um período de 30 dias", lê-se numa declaração divulgada no portal do Parlamento ucraniano. 
14:30 | 20/03

Se as negociações não resultarem, poderá haver "uma terceira guerra mundial", admite Zelensky

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, sublinhou este domingo que está "pronto para negociações" com Vladimir Putin. No entanto, deixou a garantia de que, caso os dois países não cheguem a um acordo, poderá ser o início de "uma terceira guerra mundial", citou o Kyiv Independent
14:23 | 20/03

Combates continuam no centro da cidade de Mariupol, garante governador de Donetsk

O Governador da região de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, disse este domingo que a luta entre as forças ucranianas e russas continuam a não dar tréguas no centro de Mariupol, na Ucrânia.

A informação foi avançada pela agência Reuters.
14:16 | 20/03

Oficial da marinha russa terá morrido, garante a Ucrânia

A Ucrânia anunciou este domingo ter morto o vice-comandante da frota russo do Mar Negro, Andrey Paliy, de 51 anos. É o primeiro oficial naval a morrer no conflito militar na Ucrânia.

Segundo a Sky News, as circunstâncias da morte ainda são desconhecidas e Moscovo ainda não fez qualquer tipo de declarações sobre o sucedido. 

Também no dia de ontem, Kiev afirmou ter morto o Tenente-General Andrei Mordvichev em combate perto da cidade de Kherson. Acredita-se que seja o quinto general russo a morrer desde o início da guerra.

13:21 | 20/03

ONU confirma pelo menos 902 civis mortos na Ucrânia desde início do conflito

De acordo com a ONU, já foram mortos pelo menos 902 civis na Ucrânia desde o início da guerra até à neia-noite deste domingo.
12:48 | 20/03

Rússia "não tem forças suficientes" para avançar mais: garante conselheiro presidencial ucraniano

O Conselheiro Presidencial da Ucrânia, Oleksiy Arestovych, afirmou este domingo que as linhas da frente de combate estão "praticamente congeladas", uma vez que a Rússia "não tem forças suficientes" para avançar mais.

A informação foi avançada pela agência Reuters
12:21 | 20/03

56 pessoas morreram após ataque a lar de idosos em Kremina, Lugansk

Um ataque a um lar de idosos em Kreminna, na região de Lugansk, provocou a morte de 56 pessoas, anunciaram os Serviços Estatais de Comunicações Especiais ucranianos.

Os dados revelam ainda que há 15 sobreviventes que foram raptados pelas tropas russas e transportadas para território ocupado pela Rússia.
12:10 | 20/03

Rússia perdeu quase 15.000 tropas

Na atualização mais recente das forças armadas ucranianas, aproximadamente 14.700 soldados russos foram mortos em ação desde o início da guerra, muito mais do que os 498 registados por Moscovo no início de março.

Além disso, a Ucrânia diz que 476 tanques russos, 96 aeronaves e 118 helicópteros foram destruídos até agora no conflito.

Os números sobre o pessoal russo perdido foram amplamente conflitantes durante a guerra, com os EUA estimando que pelo menos 7.000 foram mortos.

11:55 | 20/03

Zelensky condena o cerco russo a Mariupol como "um terror que será lembrado por séculos"

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky que o cerco russo à cidade portuária de Mariupol foi "um terror que será lembrado durante séculos", enquanto autoridades locais disseram que milhares de moradores foram levados à força através da fronteiram, avançou a Reuters.

"Na semana passada, vários milhares de moradores de Mariupol foram deportados para o território russo", disse o conselho da cidade em comunicado em seu canal Telegram na noite deste sábado.

11:53 | 20/03

Turquia admite "quase acordo" em quatro das seis questões em discussão

O chefe da diplomacia turca, Mevlut Çavusoglu, manifestou-se este domingo esperançado na possibilidade de um cessar-fogo na Ucrânia, ao admitir que as duas partes "quase concordam" em quatro das seis questões em discussão, avançou a Lusa.
11:05 | 20/03

Três pessoas mortas na sequência de ataques russos em Rubizhne

Três pessoas foram mortas e sete foram retiradas, incluindo 2 crianças, de 24 casas e edifícios de apartamentos destruídos em Rubizhne e Severodonetsk durante as últimas 24 horas, avançou o governador da cidade de Luhansk, Serhiy Haidai, avançou o Kyiv Independent.
10:30 | 20/03

Ucrânia prevê alto risco de ataque da Bielorrússia à região ocidental de Volyn

A Ucrânia prevê um risco elevado de ataque ser lançado a partir da Bielorrússia à região ocidental de Volyn, avançou este domingo o gabinete do Presidente Volodymyr Zelenskiy, citando os militares.

A invasão russa tem-se concentrado principalmente nas áreas norte, sul e leste da Ucrânia, embora os mísseis também tenham atingido a base militar de Yavoriv na semana passada, perto da fronteira com a Polónia.

Não ficou imediatamente claro se a Ucrânia viu a ameaça de um ataque a Volyn por parte das forças russas ou das forças militares bielorrussas, que até agora não comprometeram publicamente as tropas a apoiar a Rússia.
09:54 | 20/03

Rússia volta a disparar mísseis hipersónicos na Ucrânia

A Rússia referiu este domingo que voltou a disparar os mais recentes mísseis hipersónicos "Kinzhal" na Ucrânia, tendo destruído um local de armazenamento de combustível no sul do país, avançou a AFP.

O Ministério da Defesa russo disse também que matou mais de 100 membros das forças especiais ucranianas e "mercenários estrangeiros", quando atingiu um centro de treino na cidade de Ovruch, no norte da Ucrânia, com mísseis que atirados através do mar.

"Os sistemas de mísseis de aviação Kinzhal com mísseis balísticos hipersónicos destruíram um grande local de armazenamento de combustíveis e lubrificantes das forças armadas ucranianas perto de Kostyantynivka, na região de Mykolaiv", disse o Ministério da Defesa.
08:14 | 20/03

71 orfãos evacuados de Sumy

Cerca de 71 órfãos foram evacuados de Sumy depois de quase duas semanas em um abrigo antiaéreo, de acordo com o governador da região, citado pela Sky News.

Num post no Facebook, Dmytro Zhyvytskyi disse que "durante quase duas semanas, esses bebés estavam escondidos em abrigos antiaéreos". "Aqueles que podem abrigá-los num lugar seguro, noutro país, foram encontrados rapidamente, graças a Deus", acrescentou.

De acordo com Dmytro Zhyvytskyi "à primeira oportunidade de evacuar pelo corredor humanitário, tirámos as crianças do orfanato especializado da zona de combate".

08:03 | 20/03

Chernihiv está a sofrer uma catástrofe humanitária

A cidade de Chernihiv está a sofrer uma catástrofe humanitária. Não há electricidade, calor nem água, as infraestruturas estáo destruídas e os corredores "verdes" não funcionara, avançou um membro do Conselho de Sustentabilidade do Parlamento Europeu numa publicação no Twitter este domingo, citando o presidente da câmara de Chernihiv, Vladislav Atroshenko
07:57 | 20/03

Zelensky suspende a atividade de vários partidos ligados à Rússia

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, anunciou este domingo a suspensão da atividade de vários partidos políticos com ligações à Rússia, numa altura em que está em vigor na Ucrânia a lei marcial.

Num vídeo divulgado esta madrugada na página oficial da Presidência ucraniana na Internet, Zelensky decidiu suspender a atividade de 11 partidos.

07:56 | 20/03

Ucrânia abre sete novos corredores humanitários este domingo

Sete corredores humanitários estão previstos abrir este domingo para permitir a retirada de civis das cidades que são linha da frente de combate, informou a vice-primeira-ministra ucraniana Iryna Vereshchuk, avançou a Reuters.

Até ao momento, a Ucrânia já retirou mais de 190 mil pessoas dessas áreas desde que a invasão russa teve início.
07:51 | 20/03

Ucrânia diz que a Rússia está a bloquear ajuda humanitária

As forças armadas ucranianas acusaram, este domingo, a Rússia de "criar deliberadamente condições para uma crise humanitária" em áreas ocupadas, avançou a Sky News

De acordo com as autoridades, a Rússia "não deu acesso ao comboio humanitário por se mover sem motivo", enquanto tentava chegar à região sul de Kherson, que está sob ocupação russa há dias.

A Ucrânia acrescentou que Moscovo não realizou "operações ofensivas ativas" este sábado e, em vez disso, "focou-se na reposição das perdas atuais" e na restauração de equipamentos danificados.

07:48 | 20/03

Rússia ataca Ucrânia com mísseis de cruzeiro a partir do Mar Negro e do Mar Cáspio

A Rússia atingiu a Ucrânia este domingo com mísseis de cruzeiro de navios a partir do Mar Negro e Mar Cáspio, informou a agência noticiosa Interfax.
07:43 | 20/03

Cinco pessoas, incluindo um rapaz de 9 anos, morrem após ataque em Kharkiv

Cinco pessoas, incluindo um rapaz de nove anos, foram mortas por bombardeamentos e ataques aéreos em apenas um distrito de Kharkiv, na madrugada deste domingo, avançou Vyacheslav Markov, um ajudante do chefe da Polícia de Kharkiv, citado pelo Kyiv Independent.

07:41 | 20/03

Gazprom continua as exportações de gás russo para a Europa através da Ucrânia

O gigante russo de energia Gazprom afirmou, este domingo, que continua a fornecer gás à Europa através da Ucrânia, em conformidade com os pedidos dos consumidores europeus.

A empresa disse que os pedidos ascendiam a 106,6 milhões de metros cúbicos para 20 de Março.
07:31 | 20/03

Forças russas bombardeiam escola de arte em Mariupol que alojava 400 refugiados

As forças russas bombardearam uma escola de arte na cidade de Mariupol, onde cerca de 400 residentes, maioritariamente idosos, mulheres e crianças se tinham refugiado, disse a câmara municipal este domingo, avançou a Reuters.

Ainda não há informações sobre as vítimas do ataque que aconteceu sábado à noite, embora as autoridades oficiais tenha dito que o edifício foi destruído e que houve vítimas debaixo dos escombros.

A Reuters não conseguiu confirmar de forma independente.
23:11 | 19/03

Níveis de radiação nas centrais nucleares ucranianas "normais" e segurança "a funcionar"

Os níveis de radiação nas centrais nucleares ucranianas estão "normais" e os sistemas de segurança "a funcionar", anunciou este sábado a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).

A agência nuclear das Nações Unidas recebeu a informação, por parte do regulador ucraniano, de que "oito dos quinze reatores do país continuam a funcionar, incluindo os dois na central nuclear de Zaporijia, três em Rivne, um em Khmelnytsky, e dois no sul da Ucrânia".

21:56 | 19/03
Lusa

Cerca de 300 pessoas apelam à paz junto da Embaixada da Rússia em Lisboa

Cerca de 300 pessoas manifestaram-se este sábado pela paz junto da Embaixada da Rússia, em Lisboa, em solidariedade com a Ucrânia no Dia do Pai em Portugal, lembrando os pais ucranianos separados dos filhos devido à invasão russa.

"Por todos os pais que já perderam os seus filhos, por todos os filhos que já perderam os seus pais, por todas as crianças que já perderam a vida nesta guerra, é urgente a paz", afirmou o diretor executivo da Amnistia Internacional - Portugal, Pedro Neto, indicando que a imagem que "mais custa" da ofensiva militar russa na Ucrânia é a de carrinhos de bebé em memória das crianças que já morreram.

19:04 | 19/03

Mais de 6600 pessoas foram retiradas de cidades da Ucrânia este sábado

No total, foram retiradas 6.623 pessoas de cidades ucranianas através de corredores humanitários este sábado, de acordo com as autoridades ucranianas.
18:31 | 19/03

228 pessoas morreram em Kiev desde o início da guerra, incluindo quatro crianças

As autoridades de Kiev disseram este sábado que 228 pessoas foram mortas na capital desde o início da invasão russa, incluindo quatro crianças.

Outras 912 pessoas ficaram feridas, disse a administração da cidade de Kiev num comunicado.

18:10 | 19/03

Ucrânia vai receber mais mísseis Javelin e Stinger dos EUA dentro de alguns dias

A Ucrânia vai receber mais armamento dos EUA, incluindo mísseis Javelin e Stinger, disse o Secretário de Segurança Nacional e da Defesa da Ucrânia, Oleksiy Danilov, numa entrevista este sábado.
18:04 | 19/03

Papa Francisco visita crianças refugiadas ucranianas em hospital de Roma

O Papa Francisco, este sábado, visitou crianças refugiadas vindas da Ucrânia, que estavam a ser tratadas num hospital pediátrico, em Roma.
16:53 | 19/03

Invasão da Ucrânia levou ao declínio de 30% da economia do país

A invasão russa forçou 30% da economia da Ucrânia a parar de funcionar, disse o ministro das Finanças, Serhiy Marchenko, numa entrevista este sábado.

"As nossas receitas fiscais não nos permitem cobrir as nossas necessidades, (portanto) o principal fluxo de receita é o empréstimo", disse Marchenko.

16:41 | 19/03

Trabalhos de resgate a ser realizados após ataque aéreo contra tropas ucranianas, diz governador de Mykolaiv

O governador da região de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, disse este sábado que os trabalhos de resgate estão a ser efetuados no local de um ataque aéreo numa instalação onde soldados ucranianos dormiam.

O governador Vitaliy Kim disse que o ataque ocorreu na sexta-feira, mas não deu mais detalhes sobre a localização ou o número de possíveis vítimas.

16:03 | 19/03

Fundação FIFA destina 900 mil euros e ajuda humanitária

A Fundação FIFA destinou um milhão de dólares (cerca de 900 mil euros) para ajudar as vítimas da guerra na Ucrânia através de iniciativas, além de fazer um primeiro envio de ajuda humanitária à Federação Ucraniana de Futebol (UAF), avançou a Lusa.
15:59 | 19/03

Polónia propõe proibição da UE ao comércio com a Rússia, diz primeiro-ministro

A Polônia propôs à União Europeia que impusesse uma proibição total ao comércio com a Rússia, disse o primeiro-ministro Mateus Morawiecki este sábado, citado pela Reuters, pedindo sanções mais duras a Moscovo pela invasão à Ucrânia.

15:34 | 19/03

ONU confirma 847 civis mortos e 1.399 feridos até sexta-feira na guerra da Ucrânia

A guerra na Ucrânia provocou pelo menos 847 mortos e 1.399 feridos entre a população civil, incluindo mais de 140 crianças, até ao final do dia de sexta-feira, anunciou este sábado a Organização das Nações Unidas (ONU).
15:14 | 19/03

Ucrânia prende 127 sabotadores em Kiev

Um total de 127 sabotadores pró-russos foram detidos na capital ucraniana desde o início da guerra, segundo fontes citadas pela agência de notícias Unian, avançou a Sky News.

Isso inclui 14 grupos de infiltração, salientou o chefe da administração militar de Kiev, Mykola Zhyrnov, acrescentando que a instalação de bloqueios nas estradas ao redor da capital é vital para localizar e deter esses sabotadores, acusados de se infiltrar em Kiev.

Zhyrnov acrescentou: "Eles são a base de fortificações, barreiras de engenharia, postos de controle para veículos e pessoas e da construção de outros sistemas, incluindo aqueles para fogo real".

14:55 | 19/03

Parlamento de Kiev pede à União Europeia decisão "rápida e positiva" sobre adesão

O parlamento ucraniano pediu este sábado à Comissão Europeia e ao Parlamento Europeu uma decisão "rápida e positiva" sobre o pedido de adesão da Ucrânia à União Europeia (UE), formalizado quatro dias depois da invasão russa.
14:47 | 19/03

Metalúrgica em Mariupol praticamente destruída pelo exército russo

O exército russo destruiu quase por completo a fábrica da Azovstal, uma das maiores empresas de laminação de aço da Europa, instalada em Mariupol, no sul da Ucrânia, informou este sábado o Ministério do Interior ucraniano.
14:44 | 19/03

Boris Johnson diz que é vital que Putin fracasse na invasão

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, disse este sábado ser vital que a invasão da Ucrânia pela Rússia fracasse e considerou que se o presidente russo, Vladimir Putin, for vitorioso, não irá parar apenas naquele país.
14:40 | 19/03

Crianças que fogem da guerra na Ucrânia correm maior risco de tráfico, alerta UNICEF

A Unicef alertou este sábado que as crianças que fogem da Ucrânia enfrentam mais uma ameaça dos traficantes de seres humanos, que muitas vezes procuram explorar o caos dos grandes movimentos populacionais, avançou a Reuters.

Pelo menos 1,5 milhão de crianças fugiram da guerra na Ucrânia desde que a invasão russa começou com milhares de outros deslocados dentro do país.

Uma análise recente realizada pela Unicef ??e pelo Grupo de Coordenação Interinstitucional contra o Tráfico (ICAT) descobriu que 28% das vítimas de tráfico identificadas são crianças.

No entanto, os especialistas acreditam que as crianças provavelmente representam uma proporção ainda maior de potenciais vítimas de tráfico da Ucrânia.

14:33 | 19/03

Mais de 3,3 milhões de pessoas fugiram do país devido à invasão russa

Mais de 3,3 milhões de refugiados já fugiram da Ucrânia desde a invasão russa, enquanto cerca de 6,5 milhões de pessoas estão deslocadas internamente, anunciou hoje a ONU, citada pela Lusa.

O ACNUR, a agência das Nações Unidas para os refugiados, contabilizou em 3.328.692 o número de ucranianos que foram forçados a abandonar o país desde o início da invasão russa em 24 de fevereiro.

Comparativamente ao anterior relatório, divulgado na sexta-feira, há mais 58.030 ucranianos refugiados nos países vizinhos.

14:01 | 19/03

Bombardeamentos em Zaporizhzhia faz nove mortos e 17 feridos

Nove pessoas morreram e 17 ficaram feridas em novos ataques russos com morteiros, tanques, helicópteros e mísseis nos subúrbios da cidade de Zaporizhzhia, no sul da Ucrânia, esta sexta-feira, disse o governador Anatoliy Kurtiev numa publicação online este sábado, avançou a Reuters.

13:50 | 19/03

Imposto recolher obrigatório durante 38 horas na cidade ucraniana de Zaporizhzhia

Os militares ucranianos impuseram um recolher obrigatório de 38 horas na cidade de Zaporizhzhia, que começa às 14h00 deste sábado e vai até segunda-feira, disse o governador da cidade Anatoliy Kurtiev, avançou a Reuters.

"Não saia de casa neste tempo", disse ele num 'post' online.

A capital regional tornou-se um importante ponto de trânsito para algumas das 35.000 pessoas que se estima terem fugido da cidade sitiada de Mariupol, no sudeste do país.
12:30 | 19/03

Ataque russo em Kiev faz sete mortos

Um ataque russo na região de Makariv, em Kiev, levou à morte de sete pessoas, e cinco estão hospitalizadas, de acordo com um comunicado da polícia divulgado este sábado.
12:14 | 19/03

Rússia diz ter usado mísseis hipersónicos no leste da Ucrânia

O Ministério da Defesa russo afirmou este sábado ter usado mísseis ar-terra hipersónicos para destruir um depósito de armas subterrâneo, no leste da Ucrânia, na sexta-feira.

12:10 | 19/03

Zelensky pede negociações que evitem perdas para várias gerações

O Presidente da Ucrânia afirmou este sábado ter chegado "a altura" de dialogar sobre "paz e segurança" e advertiu Moscovo que sem este diálogo as consequências para a Rússia vão ser sentidas por várias gerações.
12:03 | 19/03

Alertas de ataque antiaéreo soaram este sábado de manhã em Lviv

Soaram alertas de ataque antiaéreo na cidade de Lviv este sabádo de manhã durante três minutos, avançou a correspondente da CMTV na Polónia, Tânia Laranjo. 
11:51 | 19/03

EUA proíbem manutenção de 100 aviões usados pela Rússia

Um relatório do Departamento de Comércio dos EUA publicado este sábado de março disse que um avião comercial e privado identificado continuou a voar para a Rússia apesar das sanções, violando os controlos de exportação dos EUA, avançou o Kyiv Independent.

Um dos aviões pertence ao bilionário russo Roman Abramovich.
11:51 | 19/03

Ucrânia não vê grandes mudanças nos combates nas últimas 24 horas

As autoridades ucranianas não notaram nenhuma mudança significativa nas últimas 24 horas nas áreas da linha de frente onde tropas ucranianas estão a lutar contra forças russas, disse o assessor presidencial Oleksiy Arestovych este sábado, citado pela Reuters.

Num vídeo divulgado on-line, ele referiu que os combates estão em andamento e nomeou a cidade de Mariupol, no sudeste, as cidades de Mykolaiv e Kherson, no sul, e a cidade de Izyum, no leste, como pontos específicos onde as tropas russas estavam na ofensiva.

11:23 | 19/03

Autoridade militar de Lugansk diz que bombardeamentos causaram quatro mortos

O chefe da administração militar regional de Lugansk disse este sábado que pelo menos quatro pessoas morreram e dez ficaram feridas, na sequência de bombardeamentos nas cidades de Severodonetsk e Rubizhne.
11:23 | 19/03

Autoridade militar de Sumy diz que Rússia atingiu hospital em Trostianets

O chefe da administração militar regional de Sumy, no nordeste da Ucrânia, disse que as tropas russas tinham este sábado disparado contra um hospital em Trostianets, sem causar vítimas.
08:35 | 19/03

Ucrânia prevê abrir dez corredores humanitários hoje

Para este sábado está prevista a retirada de civis através de dez corredores humanitários estabelecidos em várias cidades ucranianas que são linha da frente dos combates com as forças russas, afirmou a vice-primeira-ministra Iryna Vereshchuk.

De acordo com a agência Reuters, foi estabelecido um cessar-fogo temporário para uma nova tentativa de retirada de cidadãos em Mariupol, uma vez que a maioria dos corredores humanitários têm falhado, com ambas as partes a atribuírem culpas comerciais.

08:27 | 19/03

Já morreram 112 crianças desde o início da guerra

Os dados mais recentes das autoridades ucranianas, divulgados este sábado, dão conta que já morreram 112 crianças desde o início do conflito russo na Ucrânia. 

De acordo com a informação avançada pela Sky News, 140 crianças estão feridas. 

07:54 | 19/03

Primeiro comboio de ajuda humanitária de emergência da ONU chega a Sumy

A Organização das Nações Unidas (ONU) informou ter entregue esta sexta, ajuda humanitária na cidade de Sumy, avançou o Kyiv Independent.

De acordo com a entidade, foram entregues 130 toneladas de produtos, que incluem medicamentos, água engarrafada, refeições prontas e alimentos enlatados, que vão ajudar cerca de 35.000 pessoas. Segundo a ONU, esse foi o primeiro de outros envios que vão chegar em breve aos ucranianos.

07:48 | 19/03

Jardim zoológico em Kiev pede corredor humanitário para resgatar animais

O jardim zoológico "Park XII Meses", em Demidiv, 25 km a norte de Kiev, pediu ajuda para retirar animais ou trazer comida para aqueles que são difíceis de transportar, visto que alguns estão a morrer, avançou o Kiyv Independent.

A região está sem gás e sem luz por causa dos bombardeios russos. A primeira vez em que o diretor do jardim zoológico, Mikhail Pinchuk, pediu ajuda foi a 9 de março.
07:39 | 19/03

Dezenas de vítimas relatadas em Mykolaiv quando as sirenes de ataque aéreo falharam

O ataque à cidade de Mykolaiv na madrugada sexta-feira provocou dezenas de vítimas, uma vez que, segundo o governador da cidade, não houve tempo de para soar as sirenes de ataque aéreo, avançou o Kyiv Independent.

De acordo com a agência de noíticas France Presse, que cita um militar no local, num primeiro balanço sobre as operações de resgate que ocorreram este sábado, 50 corpos foram retirados dos escombros.

No quartel atacado dormiam à volta de 200 militares.

A cidade de Odessa, próxima a Mykolaiv, tem o porto mais importante da Ucrânia.

07:27 | 19/03

Google não cumpre exigência de remover as restrições aos canais russos no YouTube

Serviço Federal de Supervisão de Comunicações, Tecnologia da Informação e Meios de Comunicação de Massainformou que a Google não está a cumprir a exigência de remover as restrições aos canais russos no YouTube, avançou a NEXTA TV.

O acesso à plataforma de vídeo pode, mais uma vez, estar em alto risco.
07:24 | 19/03

Má qualidade do ar em Kiev

Há muito fumo em Kiev e as pessoas não conseguem respirar corretamente, avançou o Kyiv Independent e a NEXTA TV, no Twitter.

A concentração de poluentes é 19,9 vezes mais elevada do que a norma recomendada pela OMS.
O índice de qualidade do ar diminuiu significativamente em quase todos os distritos.

A administração da cidade de Kiev pediu aos residentes que não abrissem as janelas e que saissem de casa casas por causa do fumo.

O gabinete do presidente da câmara sublinhou ainda que a qualidade do ar corresponde às normas, e o fumo é causado por uma mudança nas condições meteorológicas.

00:25 | 19/03

"Chegou a hora de conversar": Zelenskiy pede negociações de paz significativas com Moscovo

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, pediu este sábado negociações de paz significativas com Moscovo, dizendo que, de outra forma, a Rússia vai precisar de várias gerações para se recuperar das perdas sofridas durante a guerra.

"Quero que todos me ouçam agora, especialmente em Moscovo. Chegou a hora de uma reunião, é hora de conversar", disse Zelenskiy num discurso em vídeo divulgado na madrugada deste sábado.

O líder ucraniano disse que a Ucrânia sempre ofereceu soluções para a paz e quer negociações significativas e honestas sobre paz e segurança, sem mais demoras.

23:29 | 18/03

Tenente-general do exército russo terá morrido em Chernobayevka, diz imprensa ucraniana

O tenente-general e comandante do 8.º exército de armas combinadas terá morrtido no aeroporto de Chernobayevka, em Kherson, de acordo com a imprensa ucraniana.

22:16 | 18/03

"Vai demorar anos" para desativar explosivos que não detonaram, afirma o governo ucraniano

O ministro do Interior da Ucrânia disse esta sexta-feira que demorará anos para desativar explosivos não detonados após a invasão russa.

Denys Monastyrsky disse à Associated Press que o país precisará de assistência ocidental para lidar com a enorme tarefa assim que a guerra terminar.

"Um grande número de bombas e minas foram disparadas contra a Ucrânia e uma grande parte não explodiu, elas permanecem sob os escombros e representam uma ameaça real", disse Monastyrsky. "Levará anos, não meses, para desativá-los."

18:08 | 18/03

Macron exige cessar-fogo a Putin, que acusa Kiev de "crimes de guerra"

O Presidente francês, Emmanuel Macron, exigiu esta sexta-feira um cessar-fogo na Ucrânia ao seu homólogo russo, numa conversa telefónica em que Vladimir Putin acusou Kiev de "numerosos crimes de guerra".

Durante o telefonema, que durou cerca de setenta minutos, Emmanuel Macron "exigiu novamente o respeito imediato de um cessar-fogo" na Ucrânia, informou a presidência francesa.

Macron expressou a sua "extrema preocupação" com a situação em Mariupol, uma cidade no sudeste da Ucrânia bombardeada pelo Exército russo, e pediu "o levantamento do cerco e um acesso humanitário", segundo a mesma fonte.

17:53 | 18/03

Moscovo anuncia "aproximação" de posições nas conversações com Kiev

O chefe da delegação russa às conversações com Kiev anunciou esta sexta-feira ter registado uma "aproximação" das posições sobre a questão de um estatuto neutral da Ucrânia e progressos na relacionada com a desmilitarização do país.

"A questão do estatuto de neutralidade da Ucrânia e a sua não adesão à NATO constitui um dos pontos chave das negociações, é o ponto no qual as partes aproximaram o mais possível as suas posições", declarou Vladimir Medinski, citado pelas agências russas.

No entanto, referiu-se a "nuances" relacionadas com as "garantias de segurança" exigidas pela Ucrânia.

17:03 | 18/03

130 pessoas foram resgatadas do teatro de Mariupol, mas centenas ainda estão sob os escombros, diz Zelensky

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse esta sexta-feira que 130 pessoas foram resgatadas do teatro bombardeado na cidade de Mariupol, mas centenas ainda permanecem nos escombros.

Em entrevista à televisão ucraniana, Zelensky disse que as operações de resgate continuam no local, apesar das dificuldades.

16:37 | 18/03

Putin recorre à Bíblia para elogiar sacrifício dos soldados russos

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, recorreu esta sexta-feira à Bíblia para elogiar o sacrifício dos soldados russos na Ucrânia, ao participar numa manifestação patriótica em Moscovo que assinalou o oitavo aniversário da anexação da Crimeia.

Numa rara aparição pública e num discurso perante dezenas de milhares de pessoas que enchiam o estádio Luzhniki de Moscovo e agitavam bandeiras da Rússia, Putin destacou a ação dos soldados russos na Ucrânia.
15:16 | 18/03

Tenista Federer anuncia doação de 500 mil dólares para crianças ucranianas

O tenista suíço e antigo n.º 1 mundial Roger Federer anunciou esta sexta-feira que vai doar meio milhão de dólares (454 mil euros) para apoiar crianças ucranianas afetadas pelos ataques militares russos.

"A minha família e eu estamos horrorizados ao ver as imagens da Ucrânia e temos o coração partido ao pensar em todas as pessoas inocentes que foram terrivelmente afetadas. Somos a favor da paz", declarou o atleta de 40 anos em comunicado.

15:04 | 18/03

Fábrica de tintas em Kiev foi alvo de bombardeamentos

Foram sentidas duas fortes explosões na sequência de um ataque russo a uma fábrica de tintas, avançou o enviado especial da CMTV em Kiev, Alfredo Leite.

Não há vítimas por enquanto.


A carregar o vídeo ...
14:23 | 18/03

Presidente Xi Jinping diz que conflitos na Ucrânia não são do interesse de ninguém

O presidente chinês Xi Jinping disse ao presidente dos EUA, Joe Biden, nesta sexta-feira que os confrontos e os acontecimentos na Ucrânia não são do interesse de ninguém, de acordo com a imprensa estatal chinesa. 

"A crise na Ucrânia é algo que não queremos ver" afirma Xi Jinping.
13:29 | 18/03

ONU confirma pelo menos 816 civis mortos desde que começou a guerra na Ucrânia

A ONU afirmou esta sexta-feira que pelo menos 816 civis já morreram desde que começou a guerra na Ucrânia.

A maiorida das fatalidades ocorreu com bombardeamentos, ataques aéreos e lançamento de mísseis. 
12:12 | 18/03

Zelensky espera progressos na proposta de adesão à UE dentro de meses

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy disse ter falado com a chefe da Comissão Europeia Ursula von der Leyen esta sexta-feira e a Ucrânia espera que sejam feitos progressos no seu pedido de adesão à União Europeia nos próximos meses, avançou a Reuters.

"Tivemos uma conversa substancial com o Presidente da CE", disse Zelenskiy no Twitter. "O parecer da CE sobre o pedido de adesão da Ucrânia à UE vai ser preparado dentro de poucos meses".

12:10 | 18/03

Negociações entres russos e ucranianos "são muito difíceis" mas estão a decorrer

As egociações entre Ucrânia e Rússia "são muito difíceis" mas estão a decorrer, confirma fonte do gabinete de Zelensky, citada pela Reuters.
12:00 | 18/03

222 já morreram em Kiev desde o início da guerra, incluindo 60 civis

As autoridades da cidade de Kiev disseram, esta sexta-feira que 222 pessoas tinham sido mortas na capital ucraniana desde o início da invasão russa, incluindo 60 civis e quatro crianças, avançou a Reuters.

Mais 889 pessoas foram feridas, incluindo 241 civis, disse a administração da cidade de Kiev numa declaração.
11:54 | 18/03

Japão acrescenta sanções à Rússia

O Japão vai impor sanções a 15 indivíduos e nove organizações russas, avançou a Reuters esta sexta-feira, entre eles funcionários da defesa e o exportador estatal de armas, Rosoboronexport.

As sanções, que incluem o congelamento de bens, são as últimas medidas do Japão para a invasão russa da Ucrânia, que começou em 24 de Fevereiro. Abrangem agora 76 indivíduos, sete bancos e 12 outros organismos na Rússia, salientou a porta voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova.

Vários fabricantes de equipamento militar, como a United Aircraft Corp, que fabrica aviões de caça, estão entre os que foram sancionados neste conjunto de medidas.
10:59 | 18/03

Número de travessias diárias por pessoa que fogem da violência na Ucrânia abrandaram nos últimos dias

Um funcionário da agência das Nações Unidas para os refugiados disse esta sexta-feira que o número de travessias diárias por pessoa que fogem da violência na Ucrânia abrandaram nos últimos dias, salientando que o tempo mais quente pode ser um fator.

"Temos visto um abrandamento, um abrandamento geral", destacou Matthew Saltmarsh através de videochamada da Polónia, acrescentando que o tempo mais quente pode ser um fator. Contudo, advertiu ainda que qualquer escalada de violência na cidade ucraniana ocidental de Lviv poderia fazer com que as travessias se voltassem a erguer.
10:55 | 18/03

173.500 pessoas já saíram da Ucrânia

A provedora dos Direitos Humanos da Ucrânia diz que 173.500 pessoas, no total, já foram retiradas de cidades ucranianas.

10:53 | 18/03

Papa diz que guerra na Ucrânia é um "abuso de poder perverso" para interesses partidários

O Papa Francisco chamou, esta sexta-feira à guerra na Ucrânia um "abuso perverso de poder" praticado por interesses partidários que condenou pessoas indefesas à violência brutal.

Desde que a guerra começou, o Papa não tem usado a palavra "Rússia" nas suas condenações, mas tem usado frases como "agressão armada inaceitável" para fazer passar o seu ponto de vista.
10:16 | 18/03

Bombardeamento russos impem evacuações na região de Luhansk

Os bombardeamentos frequentes e generalizados pelas forças russas estão a impedir a retirada segura de civis de cidades e aldeias na linha da frente da cidade de Luhansk, avançou a Reuters, que cita o governador da região.

A Rússia negou ter como alvo civis desde o início da sua invasão da Ucrânia em 24 de Fevereiro, a que chama uma "operação militar especial" para desarmar e "desnazificar" o seu vizinho do sul, um país democrático de 44 milhões de pessoas.
10:04 | 18/03

Mais de dois milhões de refugiados ucranianos já entraram na Polónia desde o início da invasão

Mais de dois milhões de pessoas fugiram da Ucrânia e entraram na Polónia desde o início da invasão russa, revelou esta sexta-feira a guarda fronteiriça polaca através da rede social Twitter.

08:52 | 18/03

Duas pessoas foram mortas e seis ficaram feridas num ataque russo a Kramators

O governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, salientou que, na sequência de um ataque com mísseis na zona de Kramators, duas pessoas foram mortas e seis ficaram feridas, avançou a Reuters.
08:43 | 18/03

Bombardeamentos em Kharkiv provocam um morto e 11 feridos

Os serviços de emergência ucranianos disseram que uma pessoa morreu e 11 ficaram feridas na sequência de bombardeamentos em estabelecimentos de ensino de vários andares em Kharkiv, avançou a Reuters.
07:59 | 18/03

Ataque a várias zonas da cidade de Luhansk provoca pelo menos dois mortos e quatro feridos

Na cidade de Luhask, nas zonas de Severodonetske e Rubizhne os russos destruíram mais de 20 edifícios residenciais durante a madrugada desta sexta-feira. Foi utilizada artilharia e foram lançados mísseis destinados a civis, avançou o chefe do departamento da polícia de Luhansk, Serhiy Gaidai.

Já se sabe de dois mortos e quatro feridos. Em algumas casas junto ao bombardeamento, não há gás e água. Em Rubizhne, dez casas e uma loja ficaram presas no incêndio durante a noite. Duas pessoas ficaram feridas.

Na mesma cidade, nas zonas de Severodonetsk, Kreminna e Pryvillia, os russos também abriram fogo e o número de vítimas e o nível de destruição ainda está a ser especificado. Isto foi anunciado pelo chefe do departamento da polícia de Luhansk, Serhiy Gaidai.

Na zona de Lysychansk, um hospital foi atacado.

07:50 | 18/03

Região de Vyshgorod, em Kiev, atacada por forças russas

As tropas russas estão a atacar o setor privado região de Vyshgorod, em Kiev, avançou a Nexta TV. 

07:34 | 18/03

Um morto e quatro feridos após queda de míssil no norte de Kiev

Uma pessoa morreu e quatro ficaram feridas depois de partes de um míssil russo terem caído num prédio residencial na parte norte da capital ucraniana de Kiev esta manhã, de acordo com os serviços de emergência, avançou a Reuters.

12 pessoas foram resgatadas e 98 foram retiradas do prédio de 5 andares.

07:20 | 18/03

Mísseis russos atingem oficina de manutenção do aeroporto da cidade de Lviv

Os mísseis russos atingiram uma área perto do aeroporto da cidade ucraniana ocidental de Lviv, disse o presidente da câmara, depois de o Japão e a Austrália terem imposto novas sanções a entidades russas como castigo pela sua invasão, avançou a Reuters.

Segundo o presidente da Câmara Sadoby Andriy Sadovy, no Telegram foi uma oficina de manutenção de aviões que foi atacada. Vários mísseis foram disparados e o prédio desabou. A oficina não estava a funcionar e não houve danos humanos.

Segundo as tropas ucranianas, o míssil de cruzeiro "Kh-555" foi usado para o ataque e foi lançado da direção do Mar Negro.

23:13 | 17/03

Autarca de Velykoburlutska, no nordeste da Ucrânia, "capturado" pelas forças russas, diz funcionário de Kharkiv

Viktor Tereshchenko, autarca da cidade de Velykoburlutska, na região nordeste de Kharkiv, foi capturado pelas forças russas de acordo com uma mensagem de vídeo de Oleh Syniehubov, chefe da Administração Estatal Regional de Kharkiv, esta quinta-feira.

Sequestro acontece um dia depois de o autarca de Melitopol, Ivan Fedorov, que tinha sido capturado pelas forças russas, ter sido libertado como parte de uma troca de prisioneiros com a Rússia.

23:09 | 17/03

Mais de 320 mil ucranianos voltaram para o país para combater as tropas russas, dizem autoridades nas fronteiras

Mais de 320 mil cidadãos voltaram para casa para ajudar a Ucrânia a resistir à invasão russa, avançou o Serviço de Guarda de Fronteiras da Ucrânia. A maioria deles são homens.

"Os nossos meninos não desistem, precisamos de ajudar, precisamos de lutar pelo nosso país. A Ucrânia deve ser livre, como todas as pessoas", disse o Serviço de Guardas de Fronteira do Estado num tweet.


20:01 | 17/03

Família real belga acolhe refugiados ucranianos nas suas propriedades

Os reis da Bélgica, Philippe e Mathilde, vão abrir as portas de três propriedades para acolher famílias refugiadas ucranianas, no mês de abril. 

As propriedades ficam em Bruxelas, Wallonia e Tervuren, nos arredores da capital. 

A Bélgica já registou 10 mil refugiados ucranianos no seu país, mas esperam-se mais de 200 mil pessoas em fuga da guerra na Ucrânia. 
19:29 | 17/03

Casa Branca preocupada que China forneça armas à Rússia

A Casa Branca anunciou esta quinta-feira que está preocupada com o facto da China fornecer armas e equipamentos militares ao país russo. 

O presidente Joe Biden diz que será franco e direto no decorrrer do seu telefonema com o presidente da China, Xi Jinping. 
19:10 | 17/03

Franchise do Burguer King na Rússia recusa-se a fechar 800 restaurantes

A empresa Burguer King anunciou esta quinta-feira que não consegue fechar os seus 800 restaurantes no país russo porque o operador independente da cadeia de fast food do local recusa-se. 

"Gostaríamos de suspender todas as operações do Burguer King, imediatamente, na Rússia", refere a empresa. 


19:02 | 17/03

Blinken confirma morte de cidadão americano na Ucrânia

O Secretário de Estado Antony Blinken confirmou esta quinta-feira que um cidadão norte-americano foi morto na Ucrânia. 

A polícia da região de Chernihiv afirmou numa publicação no Facebook que um americano estava entre os cidadãos que morreram num ataque, não especificando o local. 
18:31 | 17/03

Forças russas já efetuaram mais de 1 000 lançamentos de mísseis desde o início da invasão

A produtora Ellie Kaufman da CNN, afirmou esta quinta-feira que as forças russas já realizaram "mais de 1 000 lançamentos de mísseis" desde o início da invasão russa na Ucrânia. 
18:25 | 17/03

Ministra britânica também recebeu chamada falsa de impostor

Após o Secretário de Estado britânico Ben Wallace ter denunciado uma chamada falsa de um impostor a fazer-se passar pelo primeiro-ministro ucraniano, foi a vez de Priti Patel, a ministra do Interior do Reino Unido, a receber o mesmo telefonema. 

"É uma tentaiva patética de nos dividir em tempos tão difíceis. Apoiamos a Ucrânia", disse a ministra britânica no Twitter. 

17:44 | 17/03

Itália oferece-se para reconstruir teatro arrasado por bombardeamento em Mariupol

O ministro da cultura italiano, Dario Franceschini, ofereceu-se para reconstruir o teatro destruído em Mariupol esta quarta-feira por forças russas. 


16:57 | 17/03

Assessor de Zelensky admite "reunião especial" com Putin

As negociações para um cessar-fogo na Ucrânia podem incluir uma "reunião especial" entre o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e o russo, Vladimir Putin, segundo um assessor do primeiro, Mykhailo Podolyak.

Podolyak referiu que, nas negociações, está a ser estudada uma "fórmula legal" para acomodar o estatuto das regiões pró-russas de Donetsk e Lugansk.

Em declarações a um jornal polaco, o assessor de Zelensky explicou que, se for encontrada essa fórmula, poderão estar criadas as condições para um novo passo das negociações que inclua uma "reunião especial" entre os presidentes russo e ucraniano.

16:13 | 17/03

ONU confirma 780 civis mortos e 1.252 feridos até quarta-feira

A guerra na Ucrânia provocou pelo menos 780 mortos e 1.252 feridos entre a população civil, incluindo mais de uma centena de crianças, até ao final do dia de quarta-feira, anunciou a ONU.

No seu relatório diário sobre baixas civis, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) contabiliza 58 crianças mortas e 68 feridas.

Os dados referem-se ao período entre 24 de fevereiro, quando a Rússia invadiu a Ucrânia, e as 24:00 de quarta-feira (hora local), correspondendo a 21 dias de combates.

14:33 | 17/03

Emmanuel Macron diz que guerra na Ucrânia será resultado de uma profunda crise alimentar nos próximos 12-18 meses

O presidente francês, Emmanuel Macron afirmou esta quinta-feira que a guerra entre a Rússia e a Ucrânia fará uma profunda crise alimentar nos próximos 12-18 meses, em África e no Médio Oriente
14:11 | 17/03

53 pessoas morreram em Chernihiv nas últimas 24h

Em Chernihiv, na Ucrânia, 53 pessoas foram mortas por causa de ataques russos nas últimas 24 horas, avançou a NEXTA TV, numa publicação do Twitter.
13:57 | 17/03

Agência Espacial Europeia suspende missão a Marte com participação da Rússia devido à guerra na Ucrânia

A Agência Espacial Europeia confirmou nesta quinta-feira a suspensão da missão a Marte com a participação da Rússia devido à guerra na Ucrânia. 
13:15 | 17/03

Rússia qualifica como "fatualmente incorreta" informações sobre acordo

A Rússia descreveu esta quinta-feira como "factualmente incorreta" a informação sobre um plano de paz que estaria a negociar com a Ucrânia, que previa um cessar-fogo, retirada das tropas russas e neutralidade ucraniana face à NATO.

O plano, de 15 pontos, foi divulgado pelo jornal britânico Financial Times na quarta-feira, citando três fontes envolvidas nas negociações em curso entre representantes da Ucrânia e da Rússia.

O porta-voz do Kremlin da presidência russa, Dmitri Peskov, disse que o plano divulgado pelo jornal britânico "contém muitas compilações e informações que são do domínio público sobre as questões que estão na agenda" das negociações.

13:13 | 17/03

Kiev tem de parar de mostrar prisioneiros russos porque viola direitos, pede organização humanitária Human Rights Watch

A organização humanitária Human Rights Watch (HRW) pediu esta quinta-feira à Ucrânia que pare de mostrar nas redes sociais os prisioneiros de guerra russos porque isso viola as convenções de Genebra sobre o direito internacional humanitário.

"As autoridades ucranianas têm de parar de divulgar vídeos de soldados russos feitos prisioneiros nas redes sociais e em vídeos enviados por mensagens para os expor publicamente, especialmente aqueles que são humilhados ou ameaçados", defendeu a organização, em comunicado.

"Esse tratamento infligido a prisioneiros de guerra viola as proteções previstas nas convenções de Genebra" sobre o direito internacional humanitário, acrescenta a HRW.

13:12 | 17/03

Reino Unido acredita que invasão russa está 'parada em todas as frentes'

A invasão russa da Ucrânia está "em grande parte paralisada em todas as frentes", de acordo com a último boletim da inteligência militar divulgado esta quinta-feira pelo Ministério da Defesa britânico.

Este relatório, divulgado diariamente através da rede social Twitter, indica que "as forças russas fizeram progressos mínimos por terra, mar ou ar nos últimos dias e continuam a sofrer grandes baixas" na Ucrânia.

"A resistência ucraniana continua firme e bem coordenada. A grande maioria do território ucraniano, incluindo todas as grandes cidades, continua nas suas mãos", destaca.

13:05 | 17/03

Aviões da maior transportadora aérea de carga russa Volga-Dnepr param de voar

Os aviões da maior transportadora aérea de carga russa Volga-Dnepr pararam completamente de voar. Em causa estão as sanções. 
12:57 | 17/03

108 crianças foram mortas e mais de 120 ficaram feridas desde o início da guerra na Ucrânia

Segundo o Gabinete do Procurador Geral, desde o início da guerra na Ucrânia, 108 crianças foram mortas e mais de 120 ficaram feridas, avançou a NEXTA TV numa publicação do Twitter.
12:53 | 17/03

Mais de 7.000 soldados russos morreram desde o início da invasão russa à Ucrânia

Mais de 7.000 soldados russos morreram desde que Vladimir Putin invadiu a Ucrânia no mês passado, de acordo com estimativas da Agência de Inteligência dos Estados Unidos da América, avançou a Sky News.

Oficiais do Pentágono disseram ao New York Times que puderam compilar os seus dados ao analisar imagens de satélite e conteúdo de vídeo que mostravam tanques e tropas russas.
12:50 | 17/03

Mais de 100 mil refugiados em 24 horas eleva o total para 3,1 milhões

Mais de 100.000 ucranianos fugiram do país nas últimas 24 horas, anunciou esta quinta-feira ONU, que, desde a invasão russa, já contabiliza 3,16 milhões de refugiados e mais de dois milhões de deslocados no país.

De acordo com os números publicados na conta oficial do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), estavam registados, até às 10:30 (hora de Lisboa), 3.169.897 refugiados da Ucrânia, o que representa mais 106.802 do que à mesma hora de quarta-feira.

Metade dos refugiados são crianças.

12:41 | 17/03

130 pessoas sobrevivem ao ataque russo ao Teatro em Mariupol

Foram salvas 130 pessoas, até agora, das ruínas do Teatro que abrigava civis em Mariupol, avançou o Kyiv Independent.

Os russos atacaram o teatro, conhecido por abrigar centenas de mulheres e crianças, com uma enorme bomba aérea esta quarta-feira. Duas fontes, a legisladora Olga Stefanyshyna e Serhiy Taruta, membro do parlamento ucraniano, salientaram que o abrigo antiaéreo do teatro sobreviveu ao ataque.

Os esforços de salvamento continuam.
12:24 | 17/03

Joe Biden e presidente chinês Xi Jinping discutem guerra na Ucrânia esta sexta-feira

O presidente dos Estados Unidos, Joe Bide vai falar por chamada na sexta-feira com o líder chinês Xi Jinping, salientou a Casa Branca esta quinta-feira, enquanto os Estados Unidos pressionam a China a não fornecer apoio à Rússia na invasão à Ucrânia, avançou a Reuters.

A secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, disse que a chamada faz parte dos esforços contínuos dos Estados Unidos da América para manter linhas abertas de comunicação entre os dois países.

"Os dois líderes vão discutir a gestão da competição entre os dois países, bem como a guerra da Rússia contra a Ucrânia e outras questões de interesse mútuo", destacou a secretária.

11:24 | 17/03

Muitos russos estão a mostrar-se traidores, disse o Kremlin

O Kremlin disse, esta quinta-feira, que muitas pessoas na Rússia estão a mostrar-se traidores e apontou para aqueles que estão a demitir-se dos empregos e a deixar o país, avançou a Reuters.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, fez os comentários um dia depois do Presidente Vladimir Putin ter feito um aviso severo aos "traidores" russos, salientando que o Ocidente queria usar uma "quinta coluna" para destruir o país. 
11:02 | 17/03

4.500 refugiados já estão em Espanha

A Espanha registou 4.500 refugiados ucranianos até agora, avançou a Reuters.
10:21 | 17/03

Zelenky mantém posição sobre reconhecimento das fronteiras da Ucrânia

O conselheiro do presidente ucraniano destacou que a posição de Zelensly não sofreu alterações e as fronteiras da Ucrânia a partir de 1991 devem ser reconhecidas, avançou a Reuters.
10:09 | 17/03

Forças russas retiram bandeira ucraniana do edifício de administração da cidade

Em Kherson, na Ucrânia, as forças russas, que já controlam a cidade, removeram a bandeira ucraniana do edifício da administração da cidade. Agora estão a tentar estabelecer uma pseudo-autoridade, o "Comité de Salvação para a Paz e a Ordem", avançou a NEXTA TV numa publicação no Twitter.


09:55 | 17/03

Problema técnico obriga a parar comboios na Polónia e põe em causa fuga de refugiados ucranianos

Os caminhos-de-ferro pararam em muitos lugares da Polónia esta quinta-feira, devido a uma interrupção generalizada do sistema de controlo de tráfego, salientou o operador PKP PLK, perturbando um meio de transporte importante para os refugiados que fogem da Ucrânia.

O Ministro das Infraestruturas ucraniano, Andrzej Adamczyk, disse que os trabalhadores ferroviários estavam a resolver a situação e que o serviço normal seria retomado o mais rapidamente possível.
09:33 | 17/03

Mercado municipal de Kharkiv é bombardeado

O mercado municipal de Kharkiv sofreu um bombardeamento e imagens da Arab News mostram o local em chamas.
09:31 | 17/03

Companhia aérea estatal da Sérvia cancelou todos os voos de e para a Rússia

A companhia aérea estatal da Sérvia, Air Serbia, cancelou todos os voos de e para a Rússia, avançou a Reuters.

09:28 | 17/03

Ucrânia pede dados de satélite ao Japão para localizar forças russas

A Ucrânia pediu ao Japão imagens de satélite de alta qualidade para ajudar o país a afastar as tropas russas, informou o jornal Nikkei esta quinta-feira, avançou a Reuters.

Governos japoneses e empresas privadas operam satélites que têm a capacidade de capturar imagens detalhadas dia e noite, através de nuvens e outras obstruções na atmosfera.

O governo japonês vai considerar cuidadosamente se fornecee estes dados à Ucrânia é politicamente aceitável ou permitido sob a atual estrutura legal, salientou o relatório sem citar fontes.

09:16 | 17/03

Uma bomba aérea foi lançada na piscina municipal de Neptun, em Mariupol

Na cidade de Mariupol, uma bomba aérea foi lançada à piscina municipal de Neptun, avançou a Nexta. Várias mulheres e crianças escondiam-se dos bombardeamentos no edifício.
09:09 | 17/03

Rússia usa Bielorrússia como centro logístico na guerra, diz o ministro da defesa ucraniano

O ministro da defesa ucraniano Oleksii Reznikov disse, na quarta-feira, aos legisladores europeus, que a Rússia está a utilizar a Bielorrússia como um centro logístico para a guerra contra a Ucrânia e está a pedir uma zona de exclusão aérea à Ucrânia para proteger o país, avançou a Reuters.
09:06 | 17/03

Há sobreviventes ao ataque no teatro de Mariupol

O porta-voz do Presidente da Câmara de Mariupol salientou que, após o ataque ao teatro da cidade, "o abrigo anti-bomas resistiu" e há sobreviventes, avançou a Reuters.

Pelo menos 500 civis estavam a refugiar-se no teatro Mariupol bombardeado, tinha avançado o Kiyv Independent esta quinta feira.

Belkis Wille, o investigador da Human Rights Watch, tinha destacado que "isto levanta sérias preocupações sobre qual era o alvo pretendido numa cidade onde os civis já se encontravam abrigados há dias".
09:04 | 17/03

Ucrânia espera abertura de nove corredores humanitários

A Ucrânia espera que nove corredores humanitários funcionem esta quinta-feira, incluindo o de Mariupol, avançou a Reuters
09:00 | 17/03

Rússia está a utilizar a Bielorrússia como centro logístico na guerra, diz o ministro da defesa ucraniano

Oleksii Reznikov, ministro da defesa ucraniano, disse esta quarta-feira aos legisladores europeus que a Rússia está a utilizar a Bielorrússia como um centro logístico para a  guerra contra a Ucrânia e repetidos apelos a uma zona de exclusão aérea sobre a Ucrânia para proteger o país.

08:46 | 17/03

Rússia confirma que negociações com a Ucrânia continuam a decorrer por videoconferência

As conversações entre a Rússia e a Ucrânia vão prosseguir através de videoconferência, disse esta quinta-feira a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, Maria Zakharova.

Segundo Zakharova, as partes estão a discutir questões militares, políticas e humanitárias, de acordo com a Reuters.

07:38 | 17/03

Avião russo destruído e outro intercetado em Kiev

Um avião russo foi destruído e outro foi intercetado, em Kiev, esta quinta-feira.
07:30 | 17/03

Bombardeamento em Merefa, Kharkiv, destrói uma escola e um centro comunitário

Um bombardeamento em Merefa, Kharkiv, destruiu uma escola e um centro comunitário, avançou esta quinta-feira oServiço de Emergência do Estado. As casas próximas ficaram danificadas e alguns militares também ficaram feridos.

07:12 | 17/03

Uma pessoa morreu e pelo menos três ficaram feridas num ataque a um prédio em Darnytsky, Kiev

Um edifício de 16 andares atingido por um míssil intercetado pela defesa ucraniana em Darnytsky, Kiev. Uma pessoa morreu e pelo menos três ficaram feridas.
00:26 | 17/03

Forças russas bombardeiam piscina pública que abrigava crianças e grávidas em Mariupol

Um bombardeamento atingiu um prédio no norte de Mariupol, onde se localizava a piscina "Netuno", usada como abrigo para vários civis.

O vídeo foi publicado nas redes sociais pelo funcionário da autarquia da cidade. A autenticidade do mesmo foi confirmada pela CNN Internacional.

Maxim Kach disse que uma bomba atingiu o prédio e que as equipes de resgate estavam a tentar resgatar uma mulher grávida dos escombros.

"Aqui havia apenas mulheres grávidas e mulheres com filhos menores de três anos", disse Kach no vídeo.

A piscina fica a pouco mais de quatro quilómetros, ao norte de onde um ataque militar destruiu um teatro que também estava a ser usado como abrigo.

00:19 | 17/03

Pelo menos 103 crianças mortas na Ucrânia até agora, afirma Zelenskiy

Pelo menos 103 crianças foram mortas na Ucrânia desde o início da invasão russa, disse o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky numa mensagem de vídeo publicado no Facebook esta quarta-feira. 

O presidente ucraniano disse ainda que as tropas russas causaram "centenas de vezes mais danos" na Ucrânia do que em Donbas em oito anos de guerra. Revelou também que 400 instituições de ensino foram destruídas na Ucrânia até ao momento, sendo 119 situadas na região de Donetsk.
23:22 | 16/03

Imagens de satélite mostram a palavra 'crianças' escrita em russo fora do teatro de Mariupol

Imagens de satélite divulgadas esta quarta-feira mostram a palavra 'Crianças', escrita em russo, com grandes letras brancas na frente e atrás de um teatro em Mariupol, na Ucrânia. 

As imagens, divulgadas pela Maxar Technologies, foram tiradas no dia 14 de março. Esta quarta-feira, o mesmo teatro foi destruído num ataque das forças russas. 


22:24 | 16/03

Ucrânia entregou nove soldados russos capturados para garantir liberdade do presidente da câmara de Melitopol

A Ucrânia trocou nove soldados russos capturados pela liberdade do autarca da cidade de Melitopol, que foi raptado na semana passada, disse a agência de notícias Interfax Ucrânia, citando um alto funcionário nesta quarta-feira.

O gabinete do presidente Volodymyr Zelenskiy disse anteriormente que o prefeito Ivan Fedorov foi libertado, mas não deu detalhes.

"Ivan Ferorov foi libertado do cativeiro russo... em troca, a Rússia recebeu nove soldados capturados nascidos entre 2002 e 2003. São praticamente crianças", disse a Interfax, citando a assessora de Zelenskiy, Darya Zarivnaya.


21:16 | 16/03

Tropas ucranianas abatem 10 aeronaves russas

Defesas aéreas ucranianas destruíram, esta quarta-feira, 10 aviões russos, incluindo três caças Su-30SM, um caça-bombardeiro SU-34, dois helicópteros, um avião e um UAV. 
19:05 | 16/03

Libertado autarca de Melitopol raptado na passada sexta-feira

O autarca da cidade ucraniana de Militopol foi libertado após ter sido raptado pelas tropas russas, avançaram as autoridades ucranianas.

Ivan Fedorov, sequestrado desde o dia 11 de março, foi libertado numa "operação especial", revelou o deputado ucraniano Kirill Timoshenko.

Zelensky publicou um vídeo a falar com Fedorov por chamada e a dizer que se sente feliz por poder falar com ele novamente. "Nós não deixamos os nossos para trás", afirma o presidente ucraniano, de acordo com a ABC News.
18:25 | 16/03

Rússia nega ataque aéreo contra o teatro em Mariupol

O Ministério da Defesa da Rússia negou esta quarta-feira o ataque aéreo contra o teatro em Mariupol por parte das tropas russas, disse a agência noticiosa RIA



18:22 | 16/03

Encontrados pelo menos cinco corpos, incluindo crianças, nos escombros de prédio bombardeado em Chernihiv

Os serviços de emergência da Ucrânia afirmaram que as equipas de resgate encontraram os corpos de cinco pessoas, incluindo três crianças, durante as buscas desta quarta-feira em prédios residenciais danificados por bombardeamentos russos na cidade de Chernihiv, no norte do país.

Os corpos foram encontrados nos escombros de um dormitório, avançou a Reuters.

16:58 | 16/03

Teatro que abrigava civis em Mariupol bombardeado pelas tropas russas

As forças russas bombardearam um teatro onde civis estavam abrigados na cidade portuária de Mariupol esta quarta-feira, disse o autarca da cidade, citado pela Reuters.

O número de vítimas ainda não é conhecido.

Não foi possível verificar as informações de forma independente. 
16:34 | 16/03

Três mortos e cinco feridos em incêndio provado por bombardeamento em Kharkiv

Três pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas esta quarta-feira, após um bombardeamento que causou um incêndio na cidade ucraniana de Kharkiv.

O incêndio acabou depois por ser extinto, disse o Serviço de Emergências da Ucrânia.

16:29 | 16/03

Putin compara sanções do Ocidente a perseguições antissemitas

O Presidente russo, Vladimir Putin, comparou esta quarta-feira as sanções contra a Rússia a perseguições antissemitas e prometeu ajudar os alvos da reação ocidental à invasão da Ucrânia, que qualificou como um sucesso.
16:15 | 16/03

Tribunal Internacional de Justiça ordena à Rússia para suspender invasão da Ucrânia

O Tribunal Internacional de Justiça ordenou esta quarta-feira à Rússia que cessasse imediatamente as ações militares na Ucrânia, numa decisão preliminar num processo interposto por Kiev.

"A Federação Russa suspenderá imediatamente as operações militares que iniciou a 24 de Fevereiro de 2022 no território da Ucrânia", disseram os juízes do Supremo Tribunal das Nações Unidas.

Os juízes acrescentaram que a Rússia deve igualmente assegurar que outras forças sob o seu controlo ou apoiadas por Moscovo não prossigam a operação militar.


15:54 | 16/03

Rússia bloqueia site da BBC e diz que é apenas o início da sua resposta contra as sanções

As autoridades russas bloquearam nesta quarta-feira o website da BBC britânica, afirmou a porta-voz Maria Zakharova do Ministério dos Negócios Estrangeiros, num post no Telegram. 
15:43 | 16/03

França quer acabar com as importações de gás e petróleo da Rússia até 2027

O primeiro-ministro francês Jean Castex disse, numa conferência de imprensa, na quarta-feira, que a França queria acabar com as suas importações de gás e petróleo russo até 2027.

Como parte desse esforço, o país vai aumentar a sua capacidade de importação de gás natural, afirmou.
15:37 | 16/03

Rússia diz ser demasiado cedo para revelar potenciais acordos sobre a resolução do conflito na Ucrânia

É demasiado cedo para revelar qualquer conjunto de potenciais acordos entre Moscovo e Kiev sobre a resolução do conflito na Ucrânia, salientou esta quarta-feira o porta-voz do Kremlin, Dmitry Psekov, avançou a Reuters, citando a agência noticiosa RIA.

O comentário veio depois de o Financial Times ter noticiado esta quarta-feira, que a Ucrânia e a Rússia tinham feito progressos significativos num plano de paz provisório.

O jornal citou três pessoas envolvidas nas conversações como tendo afirmado que o plano incluía um cessar-fogo e a retirada russa se Kiev declarasse neutralidade e aceitasse limites às forças armadas.
15:28 | 16/03

Forças russas atacaram veículos que retiravam pessoas da cidade de Zaporizhzhia

O governador da região de Zaporizhzhia da Ucrânia disse que as forças russas dispararam artilharia pesada em veículos que retiravam pessoas da cidade, ferindo cinco pessoas, avançou a Reuters.

Entre os feridos, estão crianças.

13:46 | 16/03

"Não tivemos outra escolha e tivemos de iniciar uma operação especial", diz Putin

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou esta quarta-feira que a Rússia não teve outra escolha senão "iniciar uma operação especial para auto-proteção".

Putin garantiu também que todos os objetivos estabelecidos para a operação militar vão ser cumpridos e deixou uma mensagem clara aos países ocidentais.

"As potências ocidentais que querem criar uma 'anti-Rússia' não se importam com as pessoas ucranianas".
13:14 | 16/03

Embaixada dos EUA em Kiev diz que as forças russas mataram a tiro 10 pessoas na fila do pão em Chernihiv

A Embaixada dos E.U.A. em Kyiv disse nesta quarta-feira que as forças russas mataram a tiro 10 pessoas que estavam na fila do pão, na cidade ucraniana de Chernihiv.

A embaixada não citou as provas que tinha do ataque numa declaração publicada na conta oficial doTwitter e na página do Facebook.

A Rússia chamou às suas acções militares na Ucrânia uma "operação especial". 

Moscovo nega ter como alvo os civis na Ucrânia.

"Hoje, as forças russas alvejaram e mataram 10 pessoas na fila para o pão em Chernihiv. Estes ataques horríveis têm de parar" disse a embaixada.
12:43 | 16/03

Registados até agora 175 000 mil refugiados ucranianos na Alemanha

Um porta-voz do governo alemão, afirmou esta quarta-feira, que cerca de 175 000 refugiados da Ucrânia foram registados na Alemanha.

Este número pode ser ainda maior porque não existe uma obrigação de registo por parte dos refugiados, acrescentou Steffen Hebestreit numa conferência de imprensa regular.





12:33 | 16/03

Ucrânia precisa acima de tudo de mais armas diz o primeiro-ministro checo

O Primeiro Ministro checo, Petr Fiala, afirmou nesta quarta-feira depois de regressar de uma visita a Kyiv, que a Ucrânia precisa acima de tudo de mais fornecimentos de armas para se defender contra a invasão da Rússia. 

Acrescentando que a sua delegação, que inclui os ministros da Polónia e da Eslovénia, discutiram sobre sanções,armas e ajuda humanitária, assim como o futuro do país ucraniano com o Presidente Volodomyr Zelenskiy.


12:15 | 16/03

Torre de televisão na cidade ucraniana de Vinnytsia atingida por míssil

A torre de televisão da cidade de Vinnytsia foi esta quarta-feira atingida por um míssil russo e danificou as infraestruturas de transmissão da cidade. A notícia foi avançada pela agência Interfax

"Os militares dispararam sobre a torre de televisão. A emissão em direto na cidade não está a funcionar temporariamente", afirmaram os serviços de comunicação ucranianos.
12:03 | 16/03

Zelensky garante que Ucrânia vai negociar uma paz que ofereça garantias de segurança

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, afirmou esta quarta-feira que as negociações de paz devem conduzir a um acordo justo para a Ucrânia que inclua garantias de segurança fiáveis que a protejam de ameaças futuras.

"Podemos e devemos lutar hoje, agora. Podemos e devemos defender o nosso estado, a nossa vida, a nossa vida ucraniana. Podemos e devemos negociar uma paz justa mas justa para a Ucrânia, verdadeiras garantias de segurança que funcionarão", disse o presidente num vídeo publicado na rede social Twitter.

11:19 | 16/03

Rússia já matou mais de 500 civis em Kharkiv

De acordo com o Serviço de Emergência da cidade numa publicação do Facebook, este número é de "apenas aqueles que estão confirmados". Os serviços de emergência continuam a vasculhar os escombros dos bairros residenciai para perceber que há mais corpos, observou a agência.


11:13 | 16/03

Presidente da câmara de Skadovsk e adjunto foram raptados hoje, disse ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia partilhou esta terça-feira na rede social Twitter que o presidente da câmara da cidade de Skadovsk, Oleksandr Yakovlyev, e o seu adjunto, Yurii Palyukh, foram raptados hoje pelas tropas russas. 

"Os Estados e organizações internacionais devem exigir à Rússia a libertação imediata de todos os funcionários ucranianos raptados!", escreveu na rede social. 
11:05 | 16/03

Bielorrússia diz que está a fornecer energia à central de Chernobyl

O fornecimento de energia para Chernobyl foi totalmente restaurado e a central nuclear está a ser abastecida pela Bielorrússia, disseram esta quarta-feira as autoridades da região bielorrussa de Gomel, citando o Ministério da Energia da Bielorrússia.

"O fornecimento de energia para a central nuclear de Chernobyl foi completamente restabelecido", disse o ministério bielorrusso num comunicado que foi divulgado no canal da região de Gomel no serviço de mensagens Telegram.
10:51 | 16/03

Ucrânia precisa de um acordo rígido, afirma conselheiro presidencial ucraniano

O conselheiro presidencial ucraniano, Oleksiy Arestovych, afirmou esta quarta-feira que a Ucrânia precisa de um "acordo rígido" que assuma as obrigações legais para prevenir ativamente os ataques russos.

Sobre a possibilidade de um modelo sueco ou austríaco desmilitarizado, o negociador disse que qualquer modelo precisa de garantias de segurança "absolutas" e juridicamente "vinculativas", citou a agência Reuters.
10:30 | 16/03

Zelenskiy pede aos empresários russos e outros cidadãos que se oponham à guerra

Em duas publicações no Twitter, Zelensky salienta que "todo o comércio com a Rússia deve ser interrompido para que não possa patrocinar a morte dos nossos filhos".

"Ucranianos em todo o mundo! Contactem políticos, falem com jornalistas, exercçam pressão sobre os negócios para deixarem o mercado russo. Para que os seus dólares e euros não sejam pagos pelo nosso sangue", escreveu numa publicação.

Zelensky reforça ainda que "esta guerra contra deve ser extremamente dolorosa para a Rússia [mas] esta pressão é uma tarefa para todos os ucranianos no país e no estrangeiro, bem como para todos os amigos e parceiros do nosso país"." Todos no mundo devem tomar uma posição moral. Não só o Estado, mas também as empresas", concluiu.
10:27 | 16/03

Zelensky discursa hoje no Congresso dos Estados Unidos

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, vai discursar virtualmente esta quarta-feira no Congresso dos Estados Unidos para pedir, com urgência, mais ajuda na luta contra a invasão russa.

O líder ucraniano vai discursar um dia após ter apelado por mais sanções ocidentais contra a Rússia ao Parlamento do Canadá, avançou a Al Jazeera.

10:19 | 16/03

Criar uma Ucrânia desmilitarizada é vista como um compromisso, diz o Kremlin

O Kremlin afirmou esta quarta-feira que a ideia de criar uma Ucrânia sem recursos militares como a Áustria "pode ser vista como um compromisso".

Segundo a agência Reuters, o Kremlin avançou ainda que o pacote de sanções ainda está a ser discutido nas negociações com a Ucrânia e deixou a garantia de que haverá sanções pessoais contra os líderes dos países considerados hostis pela Rússia.

10:12 | 16/03

Tropas russas "não têm conseguido ganhar terreno devido à falta de recursos", disse conselheiro presidencial

O conselheiro presidencial ucraniano, Oleksiy Arestovych, garantiu esta quarta-feira que não "há grandes mudanças" na linha da frente do conflito militar na Ucrânia.

As forças armadas ucranianas estão a conduzir contra-ataques em pequena escala em várias frentes e as tropas russas "não têm conseguido ganhar terreno devido à falta de recursos", disse o conselheiro, citado pela agência Reuters

"A situação nos principais pontos quentes não mudou, e não tem qualquer hipótese de mudar, uma vez que a Rússia esgotou os seus recursos", concluiu Arestovych.
10:03 | 16/03

Rússia pode fazer uma "tentativa maior" de ataques contra Kiev, alerta especialista militar

O General Richard Barrons, co-presidente da Universal Defence & Security Solutions, disse esta quarta-feira que a Rússia pode fazer uma "tentativa maior" de ataques contra Kiev, a capital ucraniana.

As forças russas "duvidam da sua capacidade de lutar com sucesso por Kiev, além de a demolirem", afirmou o especialista militar, citado pela Sky News.

Quanto às tropas ucranianas, Richard Barrons admite que estão a fazer "um bom trabalho", porém ainda "não têm capacidade para eliminar completamente os russos". 
09:47 | 16/03

Secretário-geral da NATO defende reforço da dissuasão face a Moscovo

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, defendeu esta quarta-feira o reforço da dissuasão na guerra da Ucrânia, causada pela invasão russa, visando contornar "erros de cálculo e mal-entendidos" de Moscovo face à preparação dos aliados, sem entrar no conflito.


09:43 | 16/03

Perto de 13.800 soldados russos já morreram desde o início da guerra, disse a Ucrânia

O ministério da Defesa ucraniano afirmou, esta quarta-feira, que já morreram 13.800 soldados russos desde o início do conflito militar na Ucrânia.

A tutela avançou, ainda, que a Rússia já perdeu 40% das unidades militares que enviou para a guerra. No entanto garantiu que o país liderado por Vladimir Putin vai enviar mais tropas para a Ucrânia. 

09:40 | 16/03

Bombardeamentos em Kharkiv provocaram a morte de um civil

Os bombardeamentos das tropas russas que aconteceram ontem, em Kharkiv, resultaram na morte de um homem civil, avançou esta quarta-feira o ministério de Emergências da Ucrânia.

De acordo com a Al Jazeera, os ataques danificaram ainda dois edifícios de apartamentos. 
09:34 | 16/03

Presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha visita Kiev hoje

O presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha (ICRC) chegou esta quarta-feira a Kiev, avançou a agência Reuters.

Peter Maurer vai ficar, pelo menos, cinco dias na capital ucraniana para apelar a um maior acesso humanitário e garantir a proteção dos civis devido ao conflito militar na Ucrânia.
09:26 | 16/03

Cerca de três mil carros chegaram esta manhã à cidade de Zaporizhzhia

Na manhã desta quarta-feira, mais de três mil carros particulares com civis, incluindo 772 crianças, chegaram à cidade de Zaporizhzhia, depois de terem deixado Mariupol, disse a administração regional, citada pela agência Reuters.
09:08 | 16/03

EUA não pretendem resolver o conflito na Ucrânia, afirmou ministro russo

De acordo com Sergey Lavrov, a Rússia "não vê qualquer sinal de que os Estados Unidos estejam interessados em resolver o conflito na Ucrânia", disse esta quarta-feira.

A notícia foi avançada pela agência Reuters que citou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo.

09:04 | 16/03

Rússia precisa de uma Ucrânia pacífica e sem NATO, diz negociador russo

Um negociador russo afirmou esta quarta-feira que a Rússia precisa de uma Ucrânia "pacífica, livre, neutra, amigável, independente e não-NATO", citou a agência Reuters.
09:01 | 16/03

Kiev diz que quarta alta patente do exército russo morreu em combate

Responsáveis ucranianos disseram que o major-general Oleg Mityaev, que comandava a 150.ª divisão de fuzileiros motorizados russa, foi morto na terça-feira em combate, na cidade ucraniana de Mariupol, cercada pelas forças russas.
09:00 | 16/03

Tropas russas mataram sete civis em Chernigov e Donetsk

As autoridades ucranianas disseram esta quarta-feira que as tropas russas mataram sete civis nas cidades de Chernigov e Donetsk e confirmaram um bombardeamento russo na região de Dnipropetrovsk.

O Gabinete do Procurador-Geral de Chernigov (norte) anunciou, na terça-feira à noite, na plataforma Telegram, o início de uma investigação criminal sobre o alegado homicídio a tiro de três jovens pelo exército russo.

08:58 | 16/03

Pelo menos 103 crianças morreram e mais de 100 ficaram feridas desde invasão

Pelo menos 103 crianças morreram e mais de 100 ficaram feridas na Ucrânia desde a invasão do país pelo exército russo, segundo o último relatório publicado esta quarta-feira pela Procuradoria-Geral daquele país.

Desde o início da invasão, a 24 de fevereiro, a guerra na Ucrânia mata pelo menos cinco ucranianos por dia, refere a procuradora-geral da Ucrânia, Irina Venediktova, num documento publicado pela Interfax-Ucrânia.

08:55 | 16/03

Forças russas retêm cerca de 500 pessoas no hospital de Mariupol

As tropas russas ocuparam um hospital na cidade de Mariupol e 500 pessoas estão a ser mantidas como reféns no local, avançou a Sky News esta quarta-feira.

A vice-primeira ministra da Ucrânia, Olha Stefanishyna, disse, numa atualização, que as forças russas estão agora a atacar a partir do hospital capturado, ameaçando o corredor humanitário.

Até agora, cerca de 20.000 civis conseguiram deixar a cidade de Mariupol em carros particulares. As estimativas oficiais ucranianas, na semana passada, sugeriram que, pelo menos, 200.000 pessoas precisavam urgentemente de evacuação.  

08:51 | 16/03

300 civis da cidade ucraniana Mariupol chegam à cidade de Zaporizhzhia

Cerca de 300 civis da cidade ucraniana Mariupol chegaram à cidade de Zaporizhzhia após sairem, na primeira evacuação bem sucedida de moradores na segunda-feira, informou o conselho municipal de Mariupol esta terça-feira, avançou a Reuters esta quarta-feira.

"Como foi relatado, cerca de 160 carros deixaram Mariupol ontem. A partir das 10h há informações de que cerca de 300 moradores de Mariupol chegaram a Zaporizhzhia", salientou o concelho, acrescentando que pelo menos 200.000 pessoas precisam de evacuação urgente de Mariupol, segundo estimativas oficiais ucranianas. 

08:49 | 16/03

Rússia e Ucrânia prestes a chegar a um acordo final, garante Sergey Lavrov

Sergey Lavrov, o ministro dos Negócios Estrangeiros russo afirmou esta quarta-feira que as negociações entre a Rússia e a Ucrânia estão perto de ser acordadas, com o estatuto de neutralidade para Kiev sob consideração "séria". 

No entanto, o ministro disse ainda que há outras questões importantes, incluindo o uso da língua russa na Ucrânia e a liberdade de expressão que estão em cima da mesa ainda sem acordo, mas admitiu que há "alguma esperança" num compromisso entre os dois países.
 
08:44 | 16/03

Forças armadas ucranianas lançam contra-ofensivas às tropas russas

As forças armadas da Ucrânia estão a lançar contra-ofensivas que visa as forças russas "em várias áreas operacionais", afirmou o conselheiro presidencial ucraniano Mykhailo Podolyak no Twitter esta quarta-feira.

"Isto muda radicalmente as disposições das partes", acrescentou, sem dar pormenores, citou a agência Reuters.
08:19 | 16/03

Ministro russo diz que palavras de paz com a Ucrânia são difíceis mas admite ter esperança para um compromisso

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, disse esta quarta-feira que as conversações de paz com a Ucrânia "não são fáceis, mas há uma certa esperança de compromisso".

Lavrov afirmou ainda, neste que é um dia marcado pela quinta ronda de negociações, que a atual crise é um "momento importante" para definir a ordem mundial, citou a agência Reuters.

O ministro russo revelou também que o estatuto de neutralidade para a Ucrânia está a ser "seriamente discutido". 
08:10 | 16/03

Sobe para 103 o número de crianças que morreram desde o início da guerra na Ucrânia

O procurador-geral ucraniano afirmou esta quarta-feira que já morreram 103 crianças desde o início do conflito militar na Ucrânia. 

Segundo a agência Reuters, as tropas russas atingiram mais de 400 estabelecimentos de ensino e 59 deles foram destruídos.
07:16 | 16/03

Duas pessoas feridas e 37 retiradas de ataque a um prédio de 12 andares em Kiev

Um prédio residencial de 12 andares no distrito central de Shevchenkivsky, em Kiev, foi atingido no início desta quarta-feira. Duas pessoas ficaram feridas e 37 foram retiradas, de acordo com o Serviço de Emergência do Estado.

Um vídeo partilhado numa publicação do Twitter e verificado pela Sky News mostra o míssil que atingiu dois prédios, um ao lado do outro.


07:12 | 16/03

Explosões relatadas em Zaporizhzhia

O secretário da Câmara Municipal de Zaporizhzhia, Anatoliy Kurtev, através do Telegram confirmou relatos de explosão na estação ferroviária da cidade esta quarta-feira.
07:05 | 16/03

Militares ucranianos atacam vários helicópteros militares russos no Aeroporto Internacional de Kherson

De acordo com novas imagens de satélite do Planet Labs, o ataque desta quarta-feira incendiou ou destruiu pelo menos três helicópteros e veículos militares estacionados no aeroporto, militares ucranianos atacam vários helicópteros militares russos no Aeroporto Internacional de Kherson, avançou a CNN Internacional.