Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
8
Ao minuto Atualizado às 15:23 | 10/06

AO MINUTO: ONU defende que condenações à morte de combatentes estrangeiros são "crime de guerra"

Ataques deixam rasto de destruição e morte em várias cidades ucranianas. Acompanhe ao minuto a evolução da guerra.
Correio da Manhã 8 de Abril de 2022 às 15:12
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Zelensky em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Zelensky em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Zelensky em Kharkiv
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia
24 de fevereiro de 2022. O dia que ficará marcado para sempre na memória coletiva como a invasão russa da Ucrânia. A guerra já destriuiu várias cidades ucranianas e obrigou milhões de pessoas a fugir do país, em especial mulheres, crianças e idosos. 

As negociações de paz continuam em curso, mas ainda não há cessar-fogo à vista. 
Ao minuto Atualizado a 10 de jun de 2022 | 15:23
15:22 | 10/06
Lusa

Canal de notícias RT France contesta suspensão perante justiça europeia

O canal de notícias RT France (ex-Russia Today) contestou esta sexta-feira na justiça europeia a suspensão da transmissão das suas emissões como parte das sanções da União Europeia (UE) à Rússia, alegando o direito à "liberdade de expressão".

Acusados de serem instrumentos de "desinformação" do Kremlin, os meios de comunicação Sputnik e RT, incluindo a sua versão francesa RT France, estão proibidos, desde dois de março, de transmitir na UE quer na televisão, quer na internet.

A decisão do tribunal da UE deverá ser conhecida nos próximos meses, podendo a mesma ser contestada em recurso.

15:21 | 10/06

Separatistas pró-russos de Lugansk começaram a enviar cereais para a Rússia

Os separatistas pró-russos da autoproclamada república de Lugansk começaram esta sexta-feira a enviar 650 toneladas de grãos ucranianos para a Rússia a partir da cidade de Staroblisk, no norte da região, noticiou a agência oficial russa TASS.
15:21 | 10/06

Suíça adota mais recente pacote de medidas contra Rússia

As autoridades da Suíça adotaram esta sexta-feira o último pacote de sanções imposto pela União Europeia contra a Rússia, que inclui um embargo às exportações do petróleo russo.
13:22 | 10/06

ONU defende que condenações à morte de combatentes estrangeiros são "crime de guerra"

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos defendeu esta sexta-feira que a condenação à morte, por autoridades separatistas pró-Rússia, de combatentes estrangeiros que lutaram ao lado dos ucranianos constitui "crime de guerra".

"Desde 2015, observamos que o chamado sistema judicial dessas autoproclamadas repúblicas não cumpre as garantias essenciais de um julgamento justo (...). Tais julgamentos contra prisioneiros de guerra constituem um crime de guerra", disse Ravina Shamdasani, porta-voz do Alto Comissariado, durante uma conferência de imprensa em Genebra.

Shamdasani sublinhou que em caso de sentença de morte, "as garantias de um julgamento justo são ainda mais importantes".

09:46 | 10/06

Finlândia vai enviar mais equipamento de defesa para a Ucrânia

A Finlândia afirmou esta sexta-feira que vai enviar para a Ucrânia mais equipamento de defesa.

07:22 | 10/06

Reino Unido afirma que Mariupol está em risco de ter um surto de cólera

O Ministério da Defesa britânico afirmou esta sexta-feira que a cidade de Mariupol, no sul da Ucrânia, corre o risco de ter um grande surto de cólera, uma vez que os serviços médicos podem estar perto do colapso.

Na cidade de Kherson existe também uma escassez de medicamentos, disse ainda o Ministério da Defesa.
07:21 | 10/06
Lusa

Países da UE com "muitas provas" de crimes russos por testemunhos de refugiados

Os cinco Estados-membros da União Europeia (UE) que participam na Equipa de Investigação Conjunta (EIC) sobre alegados crimes de guerra na Ucrânia têm já "grandes quantidades de provas" pelos testemunhos de refugiados, avançou a Eurojust à agência Lusa.

"Os Estados-membros da UE que participam atualmente na EIC [Lituânia, Polónia, Estónia, Letónia e Eslováquia] estão todos na posse de grandes quantidades de provas sob a forma de testemunhos e depoimentos de vítimas, provenientes de refugiados ucranianos", avança a Agência da União Europeia para a Cooperação Judiciária Penal (Eurojust) numa resposta escrita enviada à Lusa.

A posição da Eurojust enviada à Lusa surge depois de, no final de março, a UE ter avançado com uma investigação conjunta a alegados crimes de guerra e contra a humanidade cometidos na Ucrânia pelas tropas russas, após a a invasão do país no final de fevereiro passado.

23:51 | 09/06

Zelensky aplica sanções contra Putin e todos os seus ministros

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, assinou esta quinta-feira um decreto que impõe sanções pessoais contra líderes russos, incluindo o chefe de Estado, Vladimir Putin, e todos os seus ministros, devido à intervenção militar russa no seu país.
23:50 | 09/06

Zelensky discutiu entrega de "armas pesadas" e entrada na UE com Macron

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e seu o homólogo francês, Emmanuel Macron, discutiram esta quinta-feira a ajuda militar da França à Ucrânia, incluindo a entrega de "armas pesadas", e a candidatura de Kiev à União Europeia (UE).
23:42 | 09/06

Zelenskiy diz que tropas ucranianas estão a combater fortemente na região de Zaporijia

Presidente ucraniano discursou num vídeo onde relatou que as tropas ucranianas da região de Zaporijia
estão a conseguir combater fortemente o inimigo. Zelenskiy acrescentou ainda que as suas tropas estavam a avançar gradualmente na região de Kharkiv para "libertar a nossa terra".
16:56 | 09/06

Mais de 7,2 milhões de pessoas saíram da Ucrânia

Mais de 7,2 milhões de pessoas saíram da Ucrânia devido à guerra, iniciada pela Rússia em 24 de fevereiro, e 2,3 milhões atravessaram a fronteira em sentido contrário até terça-feira, segundo dados divulgados esta quinta-feira pela ONU.
15:41 | 09/06

Portugal e EUA querem "sanções severas e medidas de controlo das exportações" russas

Portugal e os Estados Unidos reiteraram, numa declaração conjunta divulgada esta quinta-feira, que os líderes da Rússia devem ser responsabilizados pela "guerra brutal" que iniciaram na Ucrânia em 24 de fevereiro.
15:39 | 09/06
Lusa

Cerca de 60 navios de guerra russos participam em manobras no Báltico

Cerca de 60 navios de guerra, lanchas e navios de abastecimento estão a participar em manobras táticas navais da Frota do Báltico da Marinha Russa, que começaram hoje no Mar Báltico, informou o Ministério da Defesa russo.

"Nos exercícios participam cerca de 60 navios de guerra, lanchas e navios de abastecimento, mais de 40 aviões e helicópteros e até 2.000 unidades de equipamento de guerra da Frota do Báltico", informou o Ministério.

De acordo com o comando russo, as manobras - que ocorrem num momento de alta tensão internacional, devido à invasão russa da Ucrânia - vão durar até 19 de junho.

10:16 | 09/06

Forças ucranianas aguentam-se em partes de Severodonetsk mas agora é 'impossíveis' retirar civis, diz presidente da câmara

As tropas ucranianas estão a aguentar partes da cidade ucraniana de Severodonetsk, mas agora é "impossível" retirar os cerca de 10000 civis que ainda permanecem, disse o presidente da câmara da região, Oleksandr Stryuk.

Como os combates nas ruas da cidade continuam, Stryuk revelou que a situação era "difícil mas controlável", acrescentando que as linhas de defesa estavam a resistir apesar do intenso fogo de artilharia russa.

Entretanto, o governador de Luhansk Serhiy Haidai disse que enquanto as forças russas estavam a destruir "tudo o que pode ser utilizado para defesa", as forças ucranianas poderiam "limpar" a cidade assim que recebessem artilharia de longo alcance.
07:42 | 09/06

A Rússia sente-se "demasiado forte" para acabar com a guerra, diz Zelensky

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelenskyy avisou a Rússia, esta quarta-feira, citado pela Sky News, de que não entrará em negociações para pôr fim à guerra em breve.

Falando aos líderes empresariais dos EUA, disse que para a oposição aderir às conversações "simplesmente não é possível agora porque a Rússia ainda pode sentir o seu poder".

Zelensky repetiu a sua posição de que a Ucrânia está disposta a entrar em negociações, mas "não à custa da nossa independência".

O presidente ucraniano apelou também aos líderes empresariais para que imponham sanções mais duras à Rússia, afirmando: "Precisamos de desligar completamente a Rússia do sistema financeiro global".

A Ucrânia e a Rússia tentaram negociar várias vezes, mas as conversações falharam.
07:39 | 09/06

Forças russas retomam esforços em Izium

As forças russas aumentaram os seus esforços para avançar para o sul da cidade de Izium, de forma a assegurar mais opções na região, disse esta quinta-feira o Ministério da Defesa britânico.

"Os progressos da Rússia no eixo de Izium tinham permanecido parados desde abril, depois de as forças ucranianas terem feito um bom uso do terreno para retardar o avanço da Rússia", salientou o ministério.

"A Rússia procura provavelmente recuperar o impulso nesta área, a fim de colocar mais pressão sobre Sieverodonetsk, e dar-lhe a opção de avançar mais profundamente para o Oblast de Donetsk", acrescentou ainda.
07:36 | 09/06

Putin cancela sessão anual de perguntas e respostas com população pela televisão chamada "Linha Direta"

O presidente russo, Vladimir Putin, cancelou a sua tradicional sessão anual de perguntas e respostas com os russos pela televisão chamada "Linha Direta", anunciou o Kremlin esta quarta-feira.

Organizada anualmente desde 2001, com exceção do ano de 2004 e de 2012, a "Linha Direta" era uma oportunidade para Putin prometer resolver os problemas de cada um, cobrar ações de autoridades regionais e, às vezes, fazer confidências sobre a sua vida privada.

"Pode-se dizer que, nos últimos meses, o presidente tem mantido contato direto com a população", disse à imprensa o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, citado pelo canal russo RBC.

22:55 | 08/06

Zelenskiy diz que defensores de Sievierodonetsk estão a provocar grandes perdes ao exército russo

O presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy disse, esta quarta-feira, que os defensores da cidade de Sievierodonetsk estavam a provocar grandes perdas às tropas russas, durante o "uma batalha muito feroz e difícil".

"Em muitos aspetos, o destino dos Donbas está a ser decidido ali", disse o presidente.
15:26 | 08/06

Rússia está a enviar cereais ucranianos para a Turquia e Médio Oriente

Os pró-russos que controlam parte da região ucraniana de Zaporijia (sul) admitiram esta quarta-feira que estão a enviar cereais para a Turquia e o Médio Oriente, ignorando acusações de Kiev de que se trata de produtos roubados.
13:35 | 08/06

Itália avisa que bloqueio de cereais poderá matar "milhões de pessoas"

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Itália, Luigi Di Maio, disse esta quarta-feira que o bloqueio da Rússia aos portos ucranianos está a impedir as exportações de trigo, avisando que tal situação poderá desencadear a morte de "milhões" de pessoas.

"As próximas semanas serão cruciais para desbloquear a situação. Esperamos sinais claros e concretos da Rússia, porque bloquear as exportações de trigo significa manter reféns e condenar à morte milhões de crianças, mulheres e homens", disse Di Maio.

13:17 | 08/06
Lusa

Turquia oferece-se para facilitar exportações de cereais

A Turquia ofereceu-se esta quarta-feira para executar um plano internacional que permita a distribuição de cereais da Rússia e da Ucrânia, e considerou legítimo o pedido russo de levantamento de sanções às suas exportações agrícolas.

"Estamos a falar de um mecanismo a ser desenvolvido entre a ONU, a Rússia, a Ucrânia e a Turquia", disse o chefe da diplomacia turca, Mevlut Cavusoglu, numa conferência de imprensa com o seu homólogo russo, Serguei Lavrov, em Ancara.

"Acreditamos que a Turquia poderá implementar tal plano", disse Cavusoglu, citado pelas agências noticiosas internacionais.

13:16 | 08/06

Zelensky cria "Livro dos Torturados" sobre crimes de guerra russos

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, anunciou que Kiev pretende elaborar um designado "Livro dos Torturadores" com as informações recolhidas sobre os "crimes de guerra" que terão sido cometidos pela Rússia durante a invasão do país.  
10:34 | 08/06

Abertas mais de 16 mil investigações sobre possíveis crimes de guerra, diz Ucrânia

O procurador geral da Ucrânia referiu, esta quarta-feira, citado pela Reuters, que foram abertas mais de 16 mil investigações sobre possíveis crimes de guerra. 
09:57 | 08/06

Envios de grãos retomados a partir do porto de Berdyansk, na Ucrânia, esta semana

Os carregamentos de grãos serão retomados a partir do porto de Berdyansk, no Mar Negro, avançou a TASS esta quarta-feira.

A Ucrânia é um dos maiores exportadores de cereais do mundo, e os países ocidentais acusaram a Rússia de criar o risco de fome global ao fechar os portos do Mar Negro da Ucrânia.

Moscovo nega a responsabilidade pela crise alimentar internacional, culpando as sanções ocidentais.
08:13 | 08/06

Uber ajuda a ONU a planear as entregas na Ucrânia

A plataforma Uber ajustou o software para o Programa Alimentar Mundial da ONU (PAM) a fim de ajudar nas entregas de alimentos na Ucrânia.

Espera-se que a tecnologia personalizada - a ser testada na cidade central de Dnipro - torne as entregas mais ágeis.

Os abastecimentos serão feitos utilizando veículos mais pequenos e mais condutores. As agências dizem que os camiões maiores estão em risco de serem atacados e muitas vezes lutam para passar por estradas e edifícios danificados.

"Poupa-nos tempo, poupa-nos dinheiro, poupa-nos energia", disse o chefe do PAM, David Beasley, à BBC.

Se for bem sucedido, o sistema será implantado em mais quatro cidades.

O PAM diz que pretende fornecer ajuda a três milhões de ucranianos por mês até ao final de junho.
08:11 | 08/06
Lusa

Governador de Lugansk admite provável retirada de Severodonetsk

As forças ucranianas vão "provavelmente" ter de retirar-se de Severodonetsk, cidade no leste na Ucrânia "bombardeada 24 sobre 24 horas" pelas forças russas, disse hoje o governador regional de Lugansk a uma televisão de Kiev.

"Provavelmente vai ser precisa uma retirada", declarou hoje o governador Serguei Gaidai ao canal de televisão 1+1 numa altura em que a cidade está parcialmente sob o controlo da Rússia. 

Neste momento a situação militar é dinâmica e não é possível a confirmação independente de todas as informações que chegam da região.

08:06 | 08/06

Moscovo devolve a Kiev 210 corpos de soldados de Mariupol

A Rússia devolveu à Ucrânia os corpos de 210 combatentes mortos em Mariupol, na maioria soldados que defenderam o complexo siderúrgico de Azovstal, anunciou o Ministério da Defesa ucraniano.

Muitos dos que morreram após o cerco à siderurgia pertenciam ao regimento Azov, um grupo ultranacionalista que se juntou ao exército ucraniano, informou a agência de inteligência militar do Ministério da Defesa, através de um comunicado citado pela imprensa local.

"O processo de devolução dos corpos dos defensores mortos de Mariupol prossegue, com a ajuda dos esforços da sede de coordenação de tratamento de prisioneiros de guerra", referiram as mesmas fontes, de acordo com a agência de notícias Efe.

00:31 | 08/06

União Europeia acusa Rússia de usar "comida como uma arma"

A Rússia está a utilizar "a comida como uma arma", denunciou esta terça-feira o chefe de diplomacia europeia, Josep Borrell, para assinalar o Dia Mundial da Segurança Alimentar, que está em risco desde a invasão russa da Ucrânia.

"Todo o ser humano tem o direito de acesso a alimentos seguros, a primeira fonte de vida e fundamental para a saúde global. Como União Europeia (UE), agimos decisivamente por esse direito e para atender às necessidades humanitárias, incluindo aquelas causadas pela vergonhosa decisão da Rússia de usar comida como arma", sublinhou o alto representante da UE para a Política Externa, Josep Borrell, numa publicação na rede social Twitter.

00:27 | 08/06

Mais de mil prisioneiros ucranianos enviados para a Rússia para investigação

Mais de mil soldados ucranianos, que se renderam na cidade de Mariupol, foram transferidos para a Rússia para investigação. A notícia foi avançada pela agência noticiosa Tass.

A Ucrânia já afirmou que está a trabalhar para que todos os prisioneiros regressem ao país, enquanto alguns legisladores russos dizem que devem ser levados a julgamento.

23:24 | 07/06

Alemanha preparada para fortalecer presença militar nos países bálticos

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta terça-feira que a Alemanha está preparada para enviar mais tropas para a Lituânia, respondendo assim aos pedidos dos países bálticos.

"Estamos prontos para fortalecer o nosso compromisso e transformá-lo numa brigada de combate robusta que pode organizar em conjunto a dissuasão da agressão e a defesa na Lituânia", disse Olaf Scholz numa conferência de imprensa em Vilnius, ao lado dos líderes do Báltico.

Uma brigada tem cerca de 4.000 soldados.

23:24 | 07/06

Cerca de 800 civis refugiados numa fábrica em Severodonetsk, segundo a direção

Cerca de 800 civis estão refugiados numa fábrica de produtos químicos em Severodonetsk, na região do Donbass, onde há vários dias decorrem combates entre as forças ucranianas e russas, revelou esta terça-feira o advogado do proprietário do local.

Lanny Davis, advogado do magnata ucraniano Dmytro Firtach, explicou que "cerca de 800 civis refugiaram-se nos abrigos da fábrica de produtos químicos Azot".

"Entre esses 800 civis estão cerca de 200 dos 3.000 funcionários da fábrica e cerca de 600 moradores de Severodonetsk", acrescentou.

21:53 | 07/06

Pró-russos transportam cereais ucranianos de comboio até à Crimeia

As autoridades pró-Rússia na região ucraniana de Zaporijia anunciaram esta terça-feira o transporte por comboio do primeiro lote de cereais com destino à península da Crimeia, anexada por Moscovo em 2014.

Os cereais foram transferidos da cidade de Melitopol para a Crimeia a bordo de onze carruagens, explicou Yevgueni Balitski, chefe da administração civil-militar de Zaporijia, em declarações à televisão estatal russa.

A Ucrânia tem acusado a Rússia de se apropriar da sua colheita de cereais nas regiões ocupadas no sul do país, Zaporijia e Kherson, para vender a outros países, como a Síria.h

20:15 | 07/06

Zelensky defende vitória militar antes de negociações de paz

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse esta terça-feira que o seu país precisa de uma vitória sobre a Rússia "no campo de batalha", antes de qualquer negociação de paz.

"A vitória deve ser sobretudo no campo de batalha", disse o Presidente, numa entrevista ao jornal britânico Financial Times, repetindo que o seu país precisa de, pelo menos, "tantas armas quantas as que os russos possuem".

"Por agora, não podemos avançar de forma vigorosa" sem sofrer grandes perdas, sublinhou Zelensky, pedindo aos aliados ocidentais para fornecerem mais armas ao seu país.

18:52 | 07/06
Lusa

MNE russo na Turquia negoceia como desbloquear exportações de cereais

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, chegou esta terça-feira à Turquia para discutir a criação de corredores marítimos para facilitar a exportação de cereais ucranianos através dos portos do Mar Negro, constatou um fotógrafo da France-Presse.

Lavrov tinha anunciado segunda-feira que uma delegação russa iria à Turquia para discutir mecanismos que permitam escoar cereais e alimentos da Ucrânia, que incluem a desminagem dos portos do Mar Negro.

"Vamos abordar todos os detalhes. Os especialistas partem na segunda-feira para a Turquia, e terça-feira a minha (do Ministério dos Negócios Estrangeiros) delegação viaja e espero que possamos, se não colocar um ponto final - uma vez que isso deve ser feito pelos nossos líderes - pelo menos planear em pormenor as possibilidades", disse então o chefe da diplomacia russa.

18:13 | 07/06

Kiev pressiona Israel para vender sistema de defesa antimísseis

O embaixador da Ucrânia em Israel, Yevgen Korniychuk, pediu esta terça-feira ao Governo israelita que venda o seu sistema de intercetação de foguetes militares Iron Dome e mísseis antitanque para defender civis contra a invasão russa.

Korniychuk não acusou Israel de bloquear a venda do sistema de defesa antimísseis, mas pretende que o Governo israelita apoie a Ucrânia militarmente.

Durante uma conferência de imprensa em Tel Aviv, o embaixador disse que a Ucrânia quer comprar o sistema Iron Dome ('Cúpula de Ferro´), alegando que os Estados Unidos não se oporiam a tal venda.

16:26 | 07/06
Lusa

Zelensky satisfeito por Boris Johnson continuar como PM do Reino Unido

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, manifestou esta terça-feira a sua satisfação por Boris Johnson se manter como primeiro-ministro do Reino Unido, depois de ter ultrapassado, na segunda-feira, uma moção de censura interna ao seu Partido Conservador.

O Presidente ucraniano chamou Johnson de "verdadeiro amigo da Ucrânia" quando falou através de uma ligação de vídeo num evento organizado esta terça-feira pelo jornal Financial Times (FT).

"Não sei quem foi o responsável por esta decisão ontem [segunda-feira], mas ainda bem que não perdemos um aliado muito importante. São ótimas notícias. É tudo o que posso dizer", acrescentou Zelensky.

16:03 | 07/06

Um morto e três feridos em ataque em Kharkiv

Uma pessoa foi morta e três ficaram feridas num ataque russa à cidade de Kharkiv, segundo o presidente da câmara local, Ihor Terekhov, citado pela Reuters.

A Rússia "não deixa Kharkiv sozinha e mantém constantemente as pessoas com medo", disse Terekhov.

Kharkiv foi submetida a fortes bombardeamentos nos primeiros dois meses da guerra, à medida que as batalhas se desenrolavam perto da sua periferia.
15:37 | 07/06

ONU confirma mais de 4200 civis mortos na guerra

A ONU confirmou esta terça-feira que pelo menos 4253 civis morreram e 5141 ficaram feridos em pouco mais que três meses de guerra na Ucrânia, sublinhando que os números reais poderão ser muito superiores.
15:36 | 07/06

A Rússia adiciona jornalista e escritor de ficção científica popular à sua lista de procurados

A Rússia colocou na terça-feira Dmitry Glukhovsky, um jornalista e escritor de ficção científica, na sua lista de procurados depois de o acusar de divulgar informações falsas sobre a sua intervenção militar na Ucrânia, avançou a Reuters.

Num post na aplicação de mensagens Telegramas, Glukhovsky escreveu que foi acusado de desacreditar as forças armadas da Rússia num post da Instagram.
14:38 | 07/06

Forças russas controlam 97 por cento da região de Lugansk, diz Moscovo

O ministro russo da Defesa, Sergei Shoigu, disse esta terça-feira, citado pela Reuters, que as forças de Moscovo controlam 97 por cento da região de Lugansk.
De acordo com o mesmo ministro, as tropas russas conseguiram vitórias importantes em zonas residenciais da cidade de Severodonetsk. 
Sergei Shoigu referiu ainda que as tropas russas estão a pressionar posições ucranianas na cidade de Popasna, a cerca de 30 quilómetros de Severodonetsk. 
14:34 | 07/06

Parlamento russo aprova saída do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos

O parlamento russo, aprovou esta terça-feira a proposta que põe fim à jurisdição do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos no país, depois de ter aprovado dois projetos-lei, um dos quais retira a jurisdição daquele tribunal e outro estabelece o dia 15 de março como o dia em que se deu a rutura, avançou a Sky News.

Dessa forma, as decisões contra a Rússia posteriores a essa data não terão efeito para Moscovo.
Na sequência da guerra na Ucrânia, o comité de ministros do Conselho da Europa decidiu expulsar a Rússia da organização a 15 de março.
14:24 | 07/06

Grécia pede à Turquia para cooperar na retirada de cereais ucranianos

O primeiro-ministro grego, Kyriakos Mitsotakis, pediu esta terça-feira à Turquia que regresse à calma e ao diálogo, num clima de cooperação, para ajudar a retirar trigo da Ucrânia.
12:06 | 07/06

Dois portos na Ucrânia prontos para enviar cereais, revela Rússia

O Ministro da Defesa russo disse esta terça-feira que os portos ucranianos de Berdyansk e Mariupol, tomados pelas forças russas, foram desminados e estão prontos para retomar os carregamentos de cereais.

"A desminagem do porto de Mariupol foi concluída. Está a funcionar normalmente, e recebeu os seus primeiros navios de carga", disse Sergei Shoigu em comentários televisivos.

As exportações agrícolas do sul da Ucrânia têm sido bloqueadas desde que a Rússia invadiu o país, fazendo subir os preços dos cereais.
11:49 | 07/06

Ucrânia opõe-se visita do chefe da AIEA a central nuclear ocupada pela Rússia

A Ucrânia disse, esta terça-feira que se opõe a qualquer visita de Rafael Grossi, chefe da agência nuclear da ONU, a Agência Internacional de Energia Atómica, à central nuclear em Zaporizhzhia enquanto estiver sob ocupação russa.

"A Ucrânia não convidou Grossi para visitar a fábrica de Zaporizhzhia e recusou-se a deixá-lo fazer tal visita no passado. A visita só será possível quando a Ucrânia retomar o controlo do local", escreveu Energoatom, da agência nuclear da Ucrânia, no Telegram.

10:22 | 07/06

Cerca de 31 360 soldados russos mortos na guerra, diz Ucrânia

A Ucrânia disse, esta terça-feira, que desde que começou a guerra, a Rússia perdeu cerca de 31 360 soldados.

Note-se que as estimativas ucranianas têm sido consistentemente muito superiores às dadas pelas agências ocidentais e Moscovo.
10:20 | 07/06

Exército bielorrusso em treino de prontidão de combate, diz Ministério da Defesa do país

As forças armadas bielorrussas começaram a participar em treinos de combate, afirmou o Ministério da Defesa do país esta terça-feira, citado pela Reuters.

A Bielorússia é um aliado próximo da Rússia e permitiu-lhe lançar a vertente norte no seu ataque de 24 de Fevereiro contra a Ucrânia a partir de território bielorusso.

O Presidente Vladimir Putin propôs que a Bielorrússia seja utilizada como forma de transportar os milhões de toneladas de cereais retidos no porto do Mar Negro da Ucrânia, mas que só funcionaria se as sanções contra o aliado da Rússia fossem levantadas.
08:13 | 07/06
Lusa

EUA acusam Rússia de intimidar 'media' norte-americanos em Moscovo

Os Estados Unidos acusaram na segunda-feira a Rússia de intimidar os 'media' norte-americanos em Moscovo, que foram convocados pela diplomacia russa e ameaçados de represálias devido às sanções ocidentais.

"O Ministério russo dos Negócios Estrangeiros convocou os vossos colegas para lhes 'explicar as consequências da linha hostil do seu governo na esfera mediática'", disse o porta-voz da diplomacia norte-americana, Ned Price, em declarações aos jornalistas em Washington.

"Sejamos claros, o Kremlin está a realizar um ataque em grande escala contra a liberdade de imprensa, o acesso à informação e a verdade", afirmou o porta-voz, denunciando um "esforço claro e flagrante para intimidar jornalistas independentes".

A porta-voz da diplomacia russa, Maria Zakharova, ameaçou no final de maio expulsar os 'media' ocidentais se a plataforma de vídeo YouTube bloqueasse, como já tinha feito, os seus 'briefings' semanais.

Na sexta-feira, a porta-voz acusou Washington de "reprimir os 'media' russos" nos Estados Unidos.

08:10 | 07/06

Argentina quer taxar "lucro inesperado" de empresas com a guerra na Ucrânia

O Governo argentino quer criar um imposto sobre o "lucro inesperado" que as empresas obtiverem graças ao aumento dos preços internacionais devido à guerra na Ucrânia, uma iniciativa rejeitada pelos principais empresários do país.
08:02 | 07/06
Lusa

Rússia mantém 2 500 prisioneiros da fábrica de Azovstal, diz Zelensky

A Rússia mantém prisioneiros cerca de 2 500 soldados que foram capturados na siderurgia Azovstal, na cidade costeira ucraniana de Mariupol, afirmou o Presidente da Ucrânia.

Num encontro com jornalistas, divulgado por meios de comunicação social do país, Volodymyr Zelensky reconheceu, porém, que "é difícil precisar" quantos soldados foram levados do complexo siderúrgico de Azovstal, depois de semanas de bloqueio e bombardeamentos.

O chefe de Estado ucraniano disse que o Ministério da Defesa ucraniano está a trabalhar na libertação dos soldados, não avançando pormenores sobre a operação.

07:59 | 07/06

Corpos de alguns soldados ucranianos retirados da fábrica metalúrgica Azovstal começam a ser entregues

A Rússia começou a entregar os restos mortais de combatentes ucranianos mortos na siderúrgica Azovstal, cenário da última batalha em Mariupol, avançou a Reuters.

Dezenas de corpos do complexo e seu labirinto de túneis estão a ser levados para Kievpara testes de ADN, de acordo com uma porta-voz do Regimento Azov e um de seus líderes militares.

As forças ucranianas em Azovstal renderam-se em maio em condições terríveis, entregando à Rússia o controlo da cidade que sofreu o pior ataque da guerra.

Não está claro quantos corpos ainda podem estar dentro da planta.

07:52 | 07/06

Letónia proíbe a transmissão de todos os canais de televisão russos

A Letónia proibiu a transmissão de todos os canais de televisão russos até que Moscovo termine com a guerra na Ucrânia, medida que entra em vigor na quarta-feira, revelou esta segunda-feira o regulador do setor.

07:48 | 07/06

Japão reforça sanções contra Rússia

O Japão vai adotar novas sanções contra Moscovo, na sequência da invasão da Ucrânia, penalizando bancos e a exportação de bens que contribuam para reforçar infraestruturas industriais russas, anunciaram esta terça-feira as autoridades nipónicas.
07:48 | 07/06

Rússia destrói segundo maior terminal de cereais da Ucrânia, em Mykolaiv

A Rússia destruiu, durante o fim de semana, o segundo maior terminal de cereais da Ucrânia, que se localiza em Mykolaiv, avançou o chefe da diplomacia da União Europeia, Josep Borrell, no Twitter. 

"Outro míssil russo a contribuir para a crise alimentar. As forças russas destruíram o segundo maior terminal de cereais da Ucrânia, em Mykolaiv. Perante estes eventos, a desinformação divulgada por Putin a escusar-se de culpa torna-se ainda mais cínica", lê-se na publicação de Borrell.

00:27 | 07/06

Zelensky diz que forças ucranianas não desistem de posições em Severodonetsk

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta segunda-feira que as suas tropas não estão a desistir das posições em Severodonetsk, a cidade onde se tem vindo a travar grandes batalhas. 

"Os nossos heróis não desistem de posições em Severodonetsk. Na cidade, os ferozes combates de rua continuam", disse Zelensky num vídeo.
00:25 | 07/06
Lusa

Washington considera "credível" que Moscovo "roube" trigo ucraniano "para venda"

O chefe da diplomacia norte-americana, Antony Blinken, considerou esta segunda-feira "credível" a informação segundo a qual a Rússia "rouba" as exportações de cereais ucranianos, bloqueadas por causa do conflito, "para vendê-los para seu próprio lucro".

"Há relatos confiáveis de que a Rússia está a roubar as exportações de grãos da Ucrânia para vender para o seu próprio lucro", disse Blinken numa conferência do Departamento de Estado sobre insegurança alimentar decorrente da invasão russa da Ucrânia, acusando o presidente russo, Vladimir Putin, de "chantagem" para que as sanções internacionais fossem suspensas contra a invasão.

Blinken acusou ainda Moscovo de acumular as suas próprias exportações de alimentos, depois de impor um "bloqueio naval no Mar Negro que impede o transporte de colheitas ucranianas" ao redor do mundo.

20:47 | 06/06

EUA ordenam apreensão de dois aviões do oligarca russo Abramovich

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos ordenou esta segunda-feira a apreensão de dois aviões detidos pelo oligarca russo Roman Abramovich, argumentando que os aparelhos foram utilizados em violação das sanções impostas à Rússia após a invasão da Ucrânia.
20:35 | 06/06
Lusa

Charles Michel afirma que "vergonhosos" crimes de guerra russos não ficarão impunes

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, rejeitou esta segunda-feira nas Nações Unidas (ONU) a impunidade para os crimes de guerra "vergonhosos" cometidos pela Rússia na Ucrânia e defendeu que a "propaganda russa" tem de acabar.

Numa declaração perante o Conselho de Segurança da ONU, que se reuniu esta segunda-feira para abordar a violência sexual e o tráfico de seres humanos no contexto da guerra na Ucrânia, Michel dirigiu-se diretamente ao embaixador russo junto das Nações Unidas, Vasily Nebenzya, acusando o Kremlin de travar as exportações de comida para os países em desenvolvimento.

"No momento em que falo, foram divulgados relatos sobre o uso de violência sexual por tropas russas como arma de guerra. A violência sexual é um crime de guerra, é um crime contra humanidade. Tratam-se de atos vergonhosos, uma guerra vergonhosa", disse o presidente do Conselho Europeu.

20:15 | 06/06

Presidente ucraniano afirma que quantidade de cereais bloqueados pode triplicar no outono

A quantidade de cereais destinados à exportação e bloqueados na Ucrânia devido à invasão russa pode triplicar no outono e atingir 75 milhões de toneladas, alertou esta segunda-feira o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.
20:15 | 06/06

Kiev já começou a receber corpos de soldados da fábrica Azovstal

A Rússia começou a entregar os corpos de combatentes ucranianos mortos na fábrica Azovstal, a siderúrgica que serviu de fortaleza na cidade destruída de Mariupol, símbolo de resistência contra a invasão russa.

De acordo com as Masksym Zhorin, comandante militar e ex-líder do regimento Azov, dezenas de corpos de combatentes recuperados das ruínas da fábrica Azovstal, agora ocupada pelos russos, foram transferidos para a capital ucraniana, onde estão em curso testes de ADN, para identificar os restos mortais.

O regimento Azov estava entre as unidades ucranianas que defenderam a fábrica durante quase três meses, antes de se render.

19:44 | 06/06

Rússia sanciona 61 funcionários dos EUA

A Rússia impôs esta segunda-feira sanções a 61 funcionários dos EUA, incluindo a secretária do Tesouro, Janet Yellen, e a secretária da Energia, Jennifer Granholm.

O ministério disse ter imposto sanções pessoais em retaliação às "sanções americanas em constante expansão contra figuras políticas e públicas russas, bem como contra representantes de empresas nacionais".

17:25 | 06/06
Lusa

Zelensky assegura que o seu exército mantém posições em Severodonetsk

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta segunda-feira que as forças ucranianas que defendem a cidade de Severodonetsk estão a "manter a posição" apesar dos ataques de tropas de Moscovo, mas os russos são "mais numerosos e mais poderosos".

De acordo com Zelensky, que falava durante um encontro com jornalistas em Kiev, a situação na frente oriental é "difícil" e Severodonetsk e Lysychansk "são hoje cidades mortas".

"Estamos a aguentar, mas eles são mais numerosos e mais poderosos", disse Zelensky, acrescentando que o comando ucraniano "tomará decisões de acordo com a situação".

17:24 | 06/06

Delegação russa estuda na Turquia como desminar portos e exportar cereais da Ucrânia

Uma delegação russa estará esta segunda-feira e terça-feira na Turquia para discutir os mecanismos que permitam escoar cereais e alimentos da Ucrânia, que incluem a desminagem dos portos do Mar Negro, revelou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov.
15:50 | 06/06

Mais de 260 crianças "assassinadas por russos", afirma Parlamento ucraniano

Um total de 262 crianças foram "assassinadas por russos" durante a guerra na Ucrânia, afirmou o parlamento do país, citando o número de dados recolhidos pelo Gabinete do Procurador-Geral da Ucrânia esta segunda-feira. 

O Verkhovna Rada citou o número de dados recolhidos pelo Gabinete do Procurador-Geral da Ucrânia hoje. 

A UNICEF descobriu que pelo menos duas crianças foram mortas todos os dias desde que a guerra começou, há mais de 100 dias. 

Também três milhões de crianças presas na Ucrânia precisam agora de assistência humanitária.


15:27 | 06/06

Mariupol em quarentena devido a risco de surto de cólera

As tropas russas estão a colocar a cidade de Mariupol, na Ucrânia, em quarentena devido a um possível surto de cólera, disse o assesssor do autarca da cidade, Petro Andryushchenko, ao canal televisivo ucraniano United News.
12:44 | 06/06

Severodonetsk representa a área de conflito "mais ativa" na Ucrânia

A luta em Severodonetsk representa agora a área de conflito "mais ativa" na Ucrânia, referiu o chefe dos serviços secretos militares do país, citado pela Reuters.

O Comandante Kyrylo Budanov afirmou que as forças ucraniana estão gradualmente a expulsar as tropas russas da cidade, apesar de "uma vantagem de dez vezes mais do inimigo na artilharia".

O governador regional advertiu anteriormente que a situação de Severodonetsk tinha "piorado um pouco", apesar dos progressos feitos para retomar partes da cidade.
12:07 | 06/06

Ministro dos Negócios Estrangeiros russo considera inconcebível ser impedido de voar para Belgrado

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, considerou esta segunda-feira inconcebível o encerramento do espaço aéreo de três países europeus ao avião que o iria transportar para uma visita à Sérvia.

"O inconcebível aconteceu", disse Lavrov numa conferência de imprensa em Moscovo, citado pela agência francesa AFP.

12:07 | 06/06

Zelensky confirma novo pacote de ajuda à defesa ucraniana pelo Reino Unido

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky afirmou esta segunda-feira, citado pela Reuters, que o primeiro-ministro britânico Boris Johnson confirmou um novo pacote de ajuda militar do Reino Unido à Ucrânia, num apelo entre os dois líderes.

Zelesnky acrescentou que ele e Johnson estavam "à procura de formas de evitar a crise alimentar e desbloquear (os portos da Ucrânia)", referindo-se ao bloqueio naval russo à Ucrânia que deixou este último país incapaz de exportar grande parte da sua produção agrícola.
10:03 | 06/06

Explosões ouvidas em Mykolaiv

Foram ouvidas explosões esta manhã na cidade Mykolaiv, no sul da Ucrânia, avançou a Sky News. O presidente da câmara da cidade avisou os residentes dizendo que havia uma "ameaça de ataque". 

"Ouvem-se explosões na cidade", disse o Presidente da Câmara Oleksandr Senkevych, pedindo a todos que se dirigissem aos abrigos. "No mínimo, sigam as regras das duas paredes", salientou.

Não é claro o que causou as explosões e se houve baixas.

A regra das duas parede ajuda os residentes a encontrar um quarto seguro na sua casa, onde se possam esconder de tiros e explosões.

A primeira parede assume a força de uma explosão, enquanto que o segundo assume os fragmentos.

Na semana passada, Mykolaiv sofreu um grave ataque que destruiu uma instalação de produção de carne dentro da cidade.
09:57 | 06/06

Mais de 30 jornalistas mortos desde o início da guerra na Ucrânia, diz o primeiro vice-presidente do Conselho Supremo da Ucrânia

Um total de 32 jornalistas foram mortos desde o início da guerra da Ucrânia, disse o primeiro vice-presidente do Conselho Supremo da Ucrânia.

Oleksandr Korniyenk prestou homenagem aos jornalistas que perderam as suas vidas: "Prezamos a memória dos perecidos".

"Coragem e força a todos aqueles que defendem a Ucrânia na frente da informação. Obrigado pelo seu trabalho", salientou ainda.

07:53 | 06/06

Ucrânia diz que posição piorou um pouco nos combates de Sievierodonetsk

A posição das forças ucranianas em combate na cidade oriental de Sievierodonetsk "piorou um pouco", disse o governador regional esta segunda-feira.

"Os nossos defensores conseguiram empreender um contra-ataque durante um certo tempo; libertaram quase metade da cidade. Mas agora a situação piorou um pouco para nós novamente", disse o governador regional de Luhansk, Serhiy Gaidai, à televisão nacional.
07:34 | 06/06

Mísseis de cruzeiro russos lançados via aérea atingiram as infraestruturas ferroviárias em Kiev, diz Ministério da Defesa britânico

O Ministério da Defesa britânico disse, esta segunda-feira, citado pela Reuters, que, no início do domingo, mísseis de cruzeiro russos lançados via aérea atingiram as infraestruturas ferroviárias na capital da Ucrânia, Kiev.

Os fortes combates continuam na cidade de Sievierodonetsk e as forças russas estão a empurrar para Sloviansk, disse o Ministério da Defesa britânico numa atualização do Twitter.

O Presidente Vladimir Putin avisou que atingiria novos alvos na Ucrânia se as nações ocidentais fornecessem ao país mísseis de longo alcance. 

Em Sievierodonetsk, o principal campo de batalha no leste, onde a Rússia concentrou as suas forças recentemente, funcionários da Ucrânia disseram que um contra-ataque tinha retomado metade da cidade.
00:49 | 06/06

Zelensky visita duas cidades próximas da frente de batalha contra o exército russo

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse este domingo que visitou duas cidades próximas da frente de batalha contra o exército russo.

"Fui com o chefe do (meu) gabinete a leste. Estivemos em Lysychansk e Soledar", disse Zelensky num vídeo.

"Estou orgulhoso de todos os que conheci, de todos com quem apertei a mão, de todos com quem tinha manifestado o meu apoio".
20:07 | 05/06
Lusa

Forças ucranianas garantem controlar "metade" de Severodonetsk

A Ucrânia assegurou este domingo que que as suas forças controlam "metade" de Severodonetsk, uma cidade-chave do leste e epicentro de combates intensos na vasta região de Donbass, rica bacia mineira em carvão.

"As nossas forças armadas libertaram metade" deste centro industrial das tropas russas, afirmou o governador regional de Lugansk, Sergei Gaidai, numa entrevista publicada nas redes sociais.

"Metade da cidade está sob o controlo dos nossos defensores", acrescentou.

19:57 | 05/06

Kiev diz que precisa de apoio militar "constante" e não "pontual" dos países ocidentais

A Ucrânia precisa de apoio militar "constante" dos países ocidentais, não de ajuda "pontual", até derrotar as forças de Moscovo, afirmou este domingo a vice-ministra da Defesa do país, Ganna Malyar.
19:35 | 05/06

Zelensky visita tropas na linha da frente em Zaporizhzhia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, visitou tropas na linha de frente na região sudeste de Zaporizhzhia, este domingo, uma semana após uma viagem semelhante à região nordeste de Kharkiv.

"Quero agradecer pelo vosso trabalho, o vosso serviço, por protegerem-nos a todos nós, o nosso estado", disse Zelensky no comunicado, acrescentando que fez um minuto de silêncio pelos miltares que não sobreviveram.

19:00 | 05/06

Jornalista revela que general russo foi morto no leste da Ucrânia

O general russo Roman Kutuzov foi morto este domingo no leste da Ucrânia, disse o jornalista estatal russo, Alexander Sladkov.

A reportagem não indicava exatamente onde e quando o Major-General tinha morrido.

Não houve ainda qualquer comentário por parte do Ministério da Defesa russo.
11:32 | 05/06

Governador de Lugansk diz que forças russas perderam de terreno em Severodonetsk

As tropas russas perderam terreno em Severodonetsk, uma cidade considerada estratégica no controlo pela região leste da Ucrânia, disse este domingo o governador regional de Lugansk, Sergui Gaidai em declarações proferidas na plataforma de mensagens Telegram, citadas pela AFP.
11:31 | 05/06

Putin ameaça: Novos alvos podem ser atacados se Ocidente fornecer mísseis de longo alcance à Ucrânia

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, advertiu este domingo que Moscovo atacará novos alvos se o Ocidente fornecer mísseis de longo alcance à Ucrânia, dizendo que as atuais entregas de armas têm por objetivo "prolongar o conflito".
11:31 | 05/06

Rússia garante ter destruído blindados fornecidos pela Europa de Leste

A Rússia garantiu este domingo ter destruído tanques blindados fornecidos à Ucrânia por países da Europa do Leste com ataques aéreos a Kiev, os primeiros das últimas semanas na capital ucraniana.
08:34 | 05/06

Vás explosões abalaram Kiev esta manhã

O presidente da câmara de Kiev, Vitali Klitschko, afirmou este domingo que várias explosões abalaram esta manhã a cidade.

"Várias explosões nos bairros de Darnytsky e Dniprovsky da cidade. Os bombeiros estão a extinguir as chamas", escreveu.

20:55 | 04/06

Forças de Kiev tentam retomar controlo total de Severodonetsk

As forças ucranianas tentam "retomar o controlo total" de Severodonetsk, uma cidade estratégica no leste da Ucrânia, afirmou este sábado o presidente da câmara local, Olexandre Striouk.
18:45 | 04/06

Itália diz que começou "guerra mundial do pão"

O ministro italiano dos negócios estrangeiros, Luigi di Maio, disse este sábado que começou "a guerra mundial do pão", com o bloqueio de cereais na Ucrânia e o consequente "risco de novos conflitos em África".
17:27 | 04/06

Putin diz que Rússia está a destruir armas enviadas pelos EUA "às dezenas"

O Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou este sábado que as forças russas destruíram "dezenas" de armas norte-americanas na Ucrânia.
17:19 | 04/06
Lusa

Moscovo diz que unidades ucranianas retiram-se de Severodonetsk

O exército russo afirmou este sábado que unidades militares ucranianas retiraram-se da cidade de Severodonetsk, no leste da Ucrânia, que tem sido palco de violentos combates entre as forças de Kiev e as de Moscovo.
15:45 | 04/06

União Europeia já prepara o sétimo pacote de sanções contra a Rússia

Numa entrevista com a Polska Agencia Prasowa, o ministro dos Negócios Estrangeiros polaco, Pawel Jablonski, disse que "as sanções deveriam ser ainda mais duras no que diz respeito ao gás que a Rússia ainda pode vender".
11:33 | 04/06

Rússia abate avião militar ucraniano com armas

O Ministério da Defesa da Rússia disse este sábado que as suas forças abateram um avião de transporte militar ucraniano com armas e munições perto do porto de Odesa, no Mar Negro. 

O Ministério acrescentou ainda que os mísseis russos também atingiram um centro de treino de artilharia na região de Sumy, na Ucrânia, onde trabalhavam instrutores estrangeiros. 
10:56 | 04/06

Rússia explode pontes em Sievierodonetsk para prejudicar reforços ucranianos

A Rúsia está a explodir pontes em Sievierodonetsk, com o objetivo de impedir a Ucrânia de trazer reforços militares e entregar ajuda a civis na cidade, segundo o governador da região de Lugansk.
00:55 | 04/06

Áustria quer conversar com Rússia para alcançar cessar-fogo

O chanceler austríaco, Karl Nehammer, afirmou que deseja falar com o Presidente russo, Vladimir Putin, a fim de conseguir um "fim rápido das hostilidades" na Ucrânia e garantir segurança alimentar mundial.

"A guerra de agressão russa contra a Ucrânia tem implicações dramáticas para a Europa e para o resto do mundo", disse o chefe do Governo austríaco na conferência de política externa e segurança da organização não-governamental (ONG) GLOBSEC, em Bratislava (Eslováquia).

23:51 | 03/06
Lusa

Embaixador em Ancara acusa Rússia de "roubar" e exportar cereais

O embaixador da Ucrânia em Ancara acusou esta sexta-feira a Rússia de "roubar" e exportar cereais ucranianos, nomeadamente para a Turquia.

"A Rússia rouba descaradamente cereais da Ucrânia e exporta-os a partir da Crimeia para o estrangeiro, nomeadamente para a Turquia", acusou Vasyl Bodnar numa mensagem no Twitter.

"Pedimos ajuda à Turquia para resolver o problema", acrescentou.

O representante de Kiev, que falava por ocasião dos 100 dias de invasão russa da Ucrânia, fez um balanço geral das perdas sofridas pelo seu país e dos danos causados pelo exército russo.

22:16 | 03/06
Lusa

Líder da empresa russa Yandex demite-se após ser sancionado pela UE

O presidente executivo da Yandex, Arkadi Voloj, demitiu-se esta quinta-feira da direção do grupo tecnológico e de serviços da Rússia, após ter sido sancionado pela União Europeia (UE), devido à guerra na Ucrânia.

"Arkadi Voloj deixa o conselho de administração e o cargo de diretor-geral do grupo Yandex, bem como os cargos de direção nas subsidiárias internacionais do grupo", indicou a empresa em comunicado.

A empresa, conhecida como "o Google russo", está registada nos Países Baixos e dispõe de subsidiárias europeias, britânicas e norte-americanas, mas o essencial da sua atividade é na Rússia e nos países russófonos.

Arkadi Voloj, 58 anos, cofundador da empresa em 1997, era presidente executivo desde 2000. Foi colocado na 'lista negra' da UE, uma sanção que o visa de forma individual, dado que o grupo não foi sancionado.

21:19 | 03/06
Lusa

Representante em Genebra critica Rússia por impedir saída de cereais

A representante da Ucrânia na ONU em Genebra, Yevheniia Filipenko, reiterou hoje as críticas à Rússia por impedir a saída de cereais ucranianos pelo Mar Negro, uma situação que pode levar à fome em vários países.

Em declarações por ocasião dos 100 dias da invasão russa da Ucrânia, a embaixadora insistiu nas críticas que já tinha feito há cerca de uma semana, alegando que a Rússia tenta culpar outros pela situação que se vive de bloqueio à exportação de cereais.

"Estamos a lutar pela liberdade na Europa e no mundo inteiro. Os próximos 100 dias vão ser de muito trabalho para todos nós", afirmou.

19:35 | 03/06

Putin nega bloqueio a exportações de grãos e cereais ucranianos

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, negou, esta sexta-feira, que Moscovo esteja a impedir os portos ucranianos do Mar Negro de exportarem cereais. Chefe de estado considera como melhor solução enviá-los através da Bielorrússia, desde que as sanções impostas àquele país sejam levantadas.

A Rússia foi acusada de bloquear as exportações de cereais, mas Putin disse que as nações ocidentais estavam a culpar Moscovo por problemas com o mercado alimentar global.

"Se alguém quiser resolver o problema da exportação de cereais ucranianos, a forma mais fácil é através da Bielorrússia. Ninguém está a impedi-lo", disse Putin numa entrevista televisiva russa, citada pela Reuters.

No entanto, o presidente denota que "para isso, é preciso levantar as sanções da Bielorrússia"
19:32 | 03/06

Ucrânia recupera 20% do território de Sievierodonetsk

O governador da região de Luhansk disse, esta sexta-feira, citado pela Reuters, que a Ucrânia recuperou 20% da cidade Sievierodonetsk. 
17:21 | 03/06

Polícia ucraniana investiga alegações de violência sexual por soldados russos

A polícia da Ucrânia recebeu cerca de 50 queixas e abriu 16 investigações criminais sobre alegações de violência sexual cometida por soldados russos contra civis, disse esta sexta-feira o vice-ministro do Interior do país, citado pela Sky News.

A Ucrânia, os seus aliados internacionais, e o gabinete de direitos humanos das Nações Unidas têm estado a investigar potenciais crimes de guerra, incluindo violência sexual, na Ucrânia desde que a Rússia lançou a sua invasão há 100 dias.

Moscovo nega ter cometido crimes de guerra ou ter como alvo civis durante uma guerra que já matou milhares e forçou milhões de pessoas, na sua maioria mulheres e crianças, a fugir da sua pátria.

"Quanto à violência sexual contra a população civil, este é um tema muito difícil", disse a vice-ministra Kateryna Pavlichenko num briefing. "Um tema que, em regra, as vítimas não querem falar, porque o medo e a dor que sentiram... querem esquecer o mais depressa possível".
17:16 | 03/06

Dois jornalistas da agência noticiosa Reuters feridos em ataque na Ucrânia

Dois jornalistas da agência noticiosa Reuters ficaram feridos e o motorista do veículo em que circulavam foi morto, esta sexta-feira, na Ucrânia, avançou a AFP News Agency.

De acordo com a Reuters, os dois jornalistas estavam a caminho de Severodonetsk, num veículo disponibilizado por separatistas pró-russos e conduzido por um homem indicado pelos mesmos.

Segundo relatos, um dos jornalistas tem um braço partido e outro um ferimento numa perna.
17:00 | 03/06

Rússia ameaça retaliar contra restrições aos media russos nos EUA

O Governo russo informou os chefes de correspondentes norte-americanos em Moscovo de que serão alvo de "contramedidas severas" se os Estados Unidos mantiverem as restrições impostas à imprensa russa, anunciou esta sexta-feira a diplomacia de Moscovo.
16:40 | 03/06
Lusa

Primeiro-ministro bielorrusso disponibiliza o seu país para exportação de cereais ucranianos

O Presidente da Bielorrússia disponibilizou hoje o seu país como rota de exportação de cereais ucranianos, em troca de concessões como a abertura de portos do Báltico para os seus produtos, durante uma conversa com o secretário-geral da ONU.

"A melhor rota é a Bielorrússia", disse o chefe de Estado bielorrusso, Alexander Lukashenko, à agência de notícias estatal BELTA.

Numa conversa telefónica com o secretário-geral da ONU, o Presidente bielorrusso afirmou a António Guterres que as ferrovias do país poderiam transportar cereais ucranianos para os portos do Mar Báltico, desde que estejam também abertos para as exportações bielorrussas.

No quadro das sanções ocidentais à Bielorrússia, os países bálticos encerraram os seus portos às mercadorias bielorrussas, nomeadamente fertilizantes potássicos, um dos principais produtos de exportação daquela antiga República soviética.

16:33 | 03/06

Grupo hoteleiro Marriott suspende operações na Rússia

O grupo hoteleiro Marriott International é a última empresa a anunciar que está a suspender todas as suas operações na Rússia.

Num comunicado, a empresa, citada pela BBC News, afirma que as novas sanções dos EUA, Reino Unido e UE tornam impossível continuar a operar os seus hotéis na Rússia. O Marriott já tinha encerrado anteriormente o seu escritório em Moscovo e feito uma pausa na abertura de novos hotéis no país.

"Ao tomarmos medidas para suspender as operações hoteleiras na Rússia, mantemo-nos concentrados em cuidar dos nossos associados sediados na Rússia", afirma.
16:22 | 03/06

Central nuclear ocupada pela Rússia enfrenta grave escassez de peças sobressalentes, diz Ucrânia

A maior central nuclear da Europa, situada na Ucrânia e ocupada pela Rússia, enfrenta uma escassez crítica de peças sobressalentes, ameaçando a segurança das suas operações, disse esta sexta-feira a agência de inteligência militar da Ucrânia, citada pela Reuters.

A central na região de Zaporizhzhia foi ocupada por tropas russas pouco depois da invasão a 24 de Fevereiro, mas as instalações continuam a ser operadas por técnicos ucranianos.

"Desenvolveu-se uma situação crítica na fábrica em termos de garantir operações estáveis e seguras. Já praticamente não existem peças sobressalentes e materiais dispensáveis", afirmou a Inteligência de Defesa do Ministério da Defesa.

As instalações estão a ser operadas por rotações de uma semana do pessoal que tem todos os seus pertences pessoais e telefones tirados quando começam, afirmou numa declaração.

A Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) completou uma viagem de três dias à central de Chernobyl na sexta-feira para garantir a segurança no local durante a guerra na Ucrânia e disse que também queria visitar a central de Zaporizhzhia.

"O Diretor-Geral prossegue agora também os seus esforços para organizar uma missão da AIEA para (a central) levar a cabo importantes atividades de segurança e salvaguardas nucleares neste local no sul do país", afirmou numa declaração no seu website.
09:42 | 03/06

Rússia inicia exercícios militares no Oceano Pacífico

A Rússia iniciou exercícios militares no Oceano Pacífico com 40 navios de guerra, 20 aviões e helicópteros, segundo a agência noticiosa TASS. 
09:26 | 03/06

Ursula Von der Leyen assinala 100 dias de guerra

A presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen assinala os 100 dias de guerra na Ucrânia: "A UE está com a Ucrânia". 

"Há 100 dias, a Rússia desencadeou a sua guerra injustificável contra a Ucrânia. A bravura dos ucranianos impõe o nosso respeito e a nossa admiração", escreveu na rede social Twitter. 
09:25 | 03/06

Reino Unido diz que Rússia falhou objetivos iniciais da invasão na Ucrânia

O Ministério da Defesa britânica diz que a Rússia falhou os objetivos iniciais da invasão na Ucrânia, sendo eles a toma de Kiev e do governo ucraniano. 
08:40 | 03/06

Ucrânia não pretende utilizar os sistemas de artilharia de lançamento oferecidos pelos EUA para atacar a Rússia

O conselheiro presidencial ucraniano, Podolyak, afirmou que a Ucrânia não planeia utilizar os sistemas de foguete de lançamento múltiplo que recebeu dos Estados Unidos para atacar instalações na Rússia.
"A Ucrânia está a travar uma guerra defensiva e não pretende utilizar o sistema de lançamento para atacar instalações na Rússia. Os nossos parceiros sabem sempre onde são utilizadas as suas armas", disse Mykhailo Podolyak numa publicação na rede social Twitter.
23:06 | 02/06

Forças ucranianas tiveram algum sucesso em Sievierodonetsk, diz Zelensky

As forças ucranianas tiveram algum sucesso nos combates contra as tropas russas em Sievierodonetsk, mas a situação militar geral na região de Donbass não mudou nas últimas 24 horas, disse esta quinta-feira o Presidente Volodymyr Zelensky, citado pela Reuters.

No habitual discurso noturno em vídeo ao fim da noite, Zelenskiy agradeceu ainda ao Presidente dos EUA, Joe Biden, por ter prometido enviar mísseis e disse esperar boas notícias sobre envio de armas de outros países.
19:05 | 02/06

Navios de grãos podem deixar portos da Ucrânia, disse Ministério da Defesa russo

O Ministério da Defesa da Rússia disse esta quinta-feira que os navios que transportam grãos podem deixar os portos da Ucrânia no Mar Negro através de "corredores humanitários", com a Rússia pronta para garantir a sua segurança, segundo a agência de notícias Interfax, citada pela Reuters.

Os portos estão em grande parte bloqueados para exportações desde que a invasão começou em fevereiro. Houve esforços diplomáticos internacionais para restaurar as rotas, incluindo um apelo à ação da ONU no mês passado.

A Ucrânia é um grande exportador de grãos e sua incapacidade de exportar colheitas levou ao aumento dos preços globais dos alimentos. Mas não se sabe quando os corredores estarão operacionais.

19:03 | 02/06
Lusa

Administração pró-russa de Zaporijia diz que controla propriedades do Estado

A administração pró-russa instalada por Moscovo nos territórios que ocupa na região de Zaporijia, no sudeste da Ucrânia, anunciou esta quinta-feira que assumiu o controlo das propriedades estatais ucranianas na região.

"A região libertada de Zaporijia nacionaliza as propriedades do Estado ucraniano. O decreto em questão foi assinado pelo chefe da administração militar e civil da região", disse um dos seus membros, Vladimir Rogov, no Telegram.

Segundo este responsável, esta medida diz respeito "a terras, recursos naturais, infraestruturas de setores estratégicos da economia".

18:42 | 02/06

Rússia prevê que Europa sofra escassez de petróleo devido a embargo russo

O vice-primeiro-ministro da Rússia, Alexander Novak, previu esta quinta-feira um possível défice de petróleo e derivados na Europa devido ao embargo parcial ao crude russo imposto pela União Europeia (UE).
17:33 | 02/06

Moldávia proíbe notícias russas nos canais de televisão e rádios

A Moldávia, outrora uma república soviética, aprovou, formalmente, no parlamento, a proibição das notícias russas nos canais e rádios de televisão, numa tentativa de impedir a propaganda de Moscovo, avançou a BBC News.

A invasão russa da Ucrânia aumentou as tensões na Moldávia, que procura a adesão à UE e tem uma região separatista apoiada por Moscovo, a Transnístria.

A Rússia apoia os separatistas na Transnístria e tem cerca de 1 500 tropas naquele país.

As transmissões televisivas de notícias russas foram proibidas desde o início se a guerra, mas o parlamento aprovou formalmente a legislação esta quinta-feira.

A televisão moldava só será agora autorizada a transmitir programas de entretenimento da Rússia e não programas políticos. A nova legislação também impõe multas e outras penalizações pela transmissão de desinformação.
17:30 | 02/06

EUA sancionam amigo próximo de Putin e corretora para oligarcas russos

Os Estados Unidos anunciaram esta quinta-feira uma nova série de sanções para pressionar o Presidente russo, Vladimir Putin, a desistir da guerra na Ucrânia, visando, entre outros, um seu amigo próximo e uma corretora para oligarcas.
16:35 | 02/06

Região de Zaporizhzhia controlada pela Rússia planeia nacionalizar os bens da Ucrânia

A administração da região de Zaporizhzhia tomada pela Rússia, planeia adquirir bens estatais, incluindo empresas estratégicas, terrenos e recursos naturais, avançou a RIA.

A Rússia reivindicou o controlo total da região de Kherson em Março e detém partes da região de Zaporizhzhia a nordeste.
11:41 | 02/06

Rússia ocupa 20% do território ucraniano, diz Zelensky

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, afirmou que a Rússia tem 20% do território ucraniano sob ocupação. "Temos de nos defender contra quase todo o exército russo. Todas as formações militares russas prontas para combate estão envolvidas nesta agressão", acrescentou. 

Segundo Zelensky, as linhas da frente de batalha estendem-se por mais de mil quilómetros.
11:01 | 02/06

Ucrânia mantém controlo de estrada principal para Lisychansk

O governador da região de Donetsk, Ucrânia, diz que a estrada principal para Lisychansk está sob constante bombardeamento mas ainda sob controlo ucraniano.
10:36 | 02/06

Ucrânia procura missão apoiada pela ONU para exportar cereais através do Mar Negro

A Ucrânia está a trabalhar com parceiros internacionais para criar uma missão apoiada pela ONU que restaure as rotas marítimas do Mar Negro e exporte produtos agrícolas ucranianos.
A Rússia capturou alguns dos maiores portos marítimos da Ucrânia e controla a principais rotas de transporte no Mar Negro.
10:04 | 02/06

Moscovo diz que UE vai eliminar parcialmente o petróleo russo

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo disse esta quinta-feira que a decisão da União Europeia de eliminar parcialmente o petróleo russo é susceptível a desestabilizar os mercados globais de energia.

"Bruxelas e os seus patrocinadores políticos em Washington têm plena responsabilidade pelo risco de uma exacerbação das questões alimentares e energéticas globais que causaram as acções ilegítimas da União Europeia", afirma o ministério numa declaração.
08:40 | 02/06

NATO não prevê retaliação por parte da Rússia depois do fornecimento de armas à Ucrânia

O Secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg , disse que é pouco provável que a Rússia retalie depois do fornecimento de armas à Ucrânia, por parte dos EUA. 
07:32 | 02/06

Rússia assume controlo da maior parte da cidade ucraniana de Sievierodonetsk

A Rússia tomou o controlo da maior parte da cidade industrial Sievierodonetsk, na Ucrânia, segundo o Ministério da Defesa britânico. 

Segundo a agência noticiosa Reuters, na quarta-feira, os russos controlavam 70% da cidade. 
20:05 | 01/06
Lusa

Zelensky agradece ajuda militar polaca e acolhimento de refugiados

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, agradeceu esta quarta-feira à Polónia o seu apoio militar e o acolhimento aos cidadãos ucranianos que se viram obrigados a sair do país devido à guerra.

Falando num encontro com o primeiro-ministro polaco, Mateusz Morawiecki, e o vice-primeiro-ministro, Jaroslaw Kaczynski, o chefe de Estado ucraniano saudou o que descreveu como um "apoio na defesa sem precedentes" por parte de Varsóvia.

19:51 | 01/06
Lusa

Avanço russo em Lugansk obriga tropas de Kiev a retirar

O avanço das tropas russas em Severodonetsk, na região de Lugansk, forçou parte das forças ucranianas a retirarem, hoje, com queixas de chegada tardia e insuficiente de armas à frente de combates.

O Estado-Maior da Ucrânia afirmou, no seu relatório de guerra diário, que a Rússia teve "sucesso parcial" no ataque a Severodonetsk, onde "estabeleceu o controlo sobre a parte oriental da cidade".

O porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano, Oleksandr Motuzyanyk, disse que a Rússia empregou "todo o seu potencial para chegar à fronteira da região de Lugansk".

19:06 | 01/06
Lusa

Itália oferece ajuda para desminagem de portos e exportação de cereais

A Itália ofereceu-se para ajudar a desminar os portos da Ucrânia, minados para os defender da invasão russa, e assim desbloquear a exportação de alimentos e cereais do país, disse esta quarta-feira o ministro italiano dos Negócios Estrangeiros.

"Estamos a pressionar para que sejam criados corredores marítimos para o transporte de matérias-primas alimentares, especialmente cereais, a partir de portos ucranianos", declarou o chefe da diplomacia italiana, Luigi Di Maio, no parlamento.

18:22 | 01/06

Sieverodonetsk é 70% controlado pelas forças russas e entre 10 e 15% da cidade é controlada pela Ucrânia

O Governador da Região de Luhansk, na Ucrânia, disse, esta quarta-feira, que Sieverodonetsk é 70% controlado pelas forças russas e entre 10 e 15% da cidade é controlada pela Ucrânia.
18:17 | 01/06

Rússia anuncia novos testes com mísseis balísticos intercontinentais com capacidade nuclear

O Ministério da Defesa russo anunciou, esta quarta-feira, o início dos exercícios militares das Forças de Mísseis Estratégicos - tropas de mísseis nucleares, avançou a BBC News.

Os exercícios envolvem os mísseis balísticos intercontinentais Yars, que são a nova geração de mísseis testados pela primeira vez em 2007.

Os militares russos dizem que os exercícios, que estão a decorrer na Região de Ivanovo, perto de Moscovo, envolvem cerca de mil pessoas de serviço e mais de 100 veículos.

Os mísseis não serão lançados. Os exercícios consistem em patrulhas, na criação de sistemas de mísseis e na sua proteção contra ataques.

As manobras foram anunciadas várias horas depois de os EUA terem dito que forneceriam aos ucranianos sistemas de mísseis avançados, embora o comunicado de imprensa dos militares russos não fizesse referência às notícias de Washington.


Traduzido com a versão gratuita do tradutor - www.DeepL.com/Translator
17:42 | 01/06
Lusa

Putin e Erdogan acordam ajuda turca em desminagem de portos para se exportar cereais

Os Presidentes russo e turco acordaram que a Turquia ajudará nas operações de desminagem dos portos da Ucrânia para permitir a exportação de cereais do país, indicou esta quarta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov.

Vladimir Putin e Recep Tayyip Erdogan, que falaram na segunda-feira por telefone, chegaram "a um acordo" nos termos do qual a Turquia tentará "ajudar a organizar a desminagem dos portos ucranianos para libertar os barcos que ali permanecem como reféns, com mercadorias de que os países em vias de desenvolvimento necessitam", afirmou o chefe da diplomacia russa numa conferência de imprensa em Riade.

16:46 | 01/06

Secretário de Estado norte-americano diz que Ucrânia não vai usar armas de longo alcance contra Rússia

Antony Blinken disse que a Ucrânia "garantiu" que não usaria os sistemas de longo alcance fornecidos pelos Estados Unidos "contra alvos localizados em território russo".

Secretário de Estado norte-americano acrescentou ainda que a guerra na Ucrânia poderia "terminar já amanhã" caso a Rússi assim o quisesse, "mas não vemos sinais de isso vir a acontecer agora".
14:12 | 01/06

Exportações de gás russas caem 27,6% nos primeiros cinco meses do ano

As exportações de gás russo caíram 27,6% entre janeiro e maio deste ano face ao mesmo período de 2021, anunciou esta quarta-feira a 'gigante' russa Gazprom.
13:44 | 01/06

Turquia não recebeu "propostas concretas" sobre a candidatura da Suécia e da Finlândia à NATO

O presidente turco, Tayyip Erdogan, revelou esta quarta-feira que a Túrquia não recebeu "propostas concretas" para responder às suas preocupações sobre a proposta da Finlândia e da Suécia à e a NATO.

Erdogan disse que a Túrquia queria uma abprdagem "sincera" dos dois países nórdicos, relativamente às suas preocupações sobre a sua proposta da NATO.
13:36 | 01/06

Rússia está a tentar "despovoar e extinguir a civilização", diz ministra alemã

A ministra dos Negócios Estrangeiros da Alemanha, Annalena Baerbock, disse esta quarta-feira que a Rússia está a tentar "despovoar e extinguir a civilização".

"Cidade por cidade, aldeia por aldeia, as tropas russas estão a destruí-los", disse Baerbock. "Primeiro os mísseis, depois os aviões de guerra com artilharia, e depois, os tanques entram em acção".

A ministra realçou ainda a importância de Berlim enviar mais armas para Kiev. 
12:56 | 01/06

Tropas ucranianas estão a cultivar vegetais na linha da frente da guerra com a Rússia

Recentes imagens, publicadas no Twitter, mostram que os soldados ucranianos têm defendido o seu território, ao mesmo tempo que cultivam vegetais que depois usam na sua alimentação.

A escassez de alimentos tem sido uma das maiores crises iniciadas pela guerra na Ucrânia, tanto no país, como no resto do mundo.
12:48 | 01/06

Kremlin diz que pode redirecionar exportações de petróleo para minimizar perdas decorrentes do embargo da União Europeia

A Rússia advertiu, esta quarta-feira, que as sanções da União Europeia ao petróleo russo iriam atingir o mercado global da energia, mas disse que Moscovo poderia redirecionar as exportações para limitar as suas próprias perdas.

Os líderes da UE acordaram esta semana num embargo às importações de petróleo bruto russo que visa travar 90% das vendas para o bloco dos 27 Estados-membros até ao final do ano.

"Estas sanções terão um impacto negativo em todo o continente - para os europeus, para nós, e para todo o mercado global de energia", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, segundo a Reuters.
12:17 | 01/06
Lusa

Guerra provoca novo máximo de quase 83 mil pedidos de asilo na União Europeia

A invasão da Ucrânia pela Rússia provocou novo máximo de quase 83 mil pedidos de asilo na UE+, divulgou esta quarta-feira a Agência da União Europeia para o Asilo (EUAA).

De acordo com dados divulgados, foram apresentados, em março, 82.900 pedidos de asilo na UE+, um novo máximo desde a crise dos refugiados (2015-2016), e uma subida de um terço face a fevereiro (mais 21.800), a maior desde 2015.

11:38 | 01/06

Kremlin diz que é possível falar com Zelensky, mas as negociações estão paradas

O Kremlin não exclui uma reunião entre o presidente da Rússia, Vladimir Putin, com o homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky. No entanto alerta que estas conversações precisam de ser preparadas com antecedência.

Porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que as pessoas nas regiões ucranianas ocupadas pela Rússia de Kherson, Zaporizhzhia e Donbashhia têm de decidir o seu próprio futuro e o Kremlin não duvidou que eles tomariam a "melhor decisão".

A Ucrânia afirmou anteriormente que a anexação das regiões pela Rússia poria fim às conversações de paz entre as duas partes.
09:31 | 01/06

Scholz revela que já foram entregues mais de 15 milhões de munições à Ucrânia

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse que já foram entregues mais de 15 milhões de munições, 100 mil granadas de mão e mais de cinco mil minas anti-tanque à Ucrânia.

07:48 | 01/06

EUA elogiam embargo europeu ao petróleo russo que afeta "máquina de guerra"

Os Estados Unidos saudaram esta terça-feira o embargo às importações de petróleo russo alcançado no Conselho Europeu, lembrando que estas medidas ajudam a "impedir" um "ponto forte da máquina de guerra da Rússia".
00:25 | 01/06
Lusa

Canadá sanciona aliados de Putin e outros bancos russos

O Canadá puniu hoje 21 russos, aliados do Presidente da Rússia, Vladimir Putin, e quatro instituições financeiras e entidades bancárias, numa nova onda de sanções em retaliação à invasão da Ucrânia.

"Estamos a atingir bancos e oligarcas próximos do regime de Putin, assim como aquela que eu chamaria de sua parceira", disse a ministra canadiana dos Negócios Estrangeiros, Mélanie Joly, a jornalistas em Otava.

Entre os visados pelas novas sanções encontra-se Alina Kabaeva, uma antiga ginasta olímpica russa que, segundo alguns meios de comunicação social e opositores, tem uma relação com o chefe de Estado russo, que negou em 2008.

23:59 | 31/05

Casa Branca reforça que EUA não vão enviar armas de longo alcance à Ucrânia

A porta-voz da secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, voltou a reforçar esta terça-feira que os EUA poderão enviar armas à Ucrânia, mas estas não serão de longo alcance.
22:44 | 31/05
Lusa

Rússia diz que cabe a Kiev e ao Ocidente resolver a crise alimentar global

A Rússia disse esta terça-feira apenas Kiev e o Ocidente podem agir para permitir as exportações de cereais ucranianos e russos, bloqueados desde o início da invasão russa da Ucrânia e que aumentam o risco de uma crise alimentar global.

"Os países ocidentais, que criaram uma tonelada de problemas ao fechar os seus portos para navios russos, cortando cadeias logísticas e financeiras, precisam de pensar muito sobre o que é mais importante", realçou o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, numa referência às sanções contra Moscovo.

Para o governante russo, o Ocidente pode "divulgar a questão da segurança alimentar" ou "resolver esse problema com medidas concretas".

"A bola está do lado deles", salientou Lavrov, durante uma visita ao Bahrein.

21:15 | 31/05

Forças russas bloquearam todas as comunicações móveis e Internet em Kherson

Funcionários ucranianos estão a relatar um "encerramento de todas as comunicações" na região sul de Kherson, ocupada pela Rússia.

Numa declaração enviada à Reuters, o Serviço Estatal Ucraniano para as Comunicações Especiais e Proteção da Informação afirmou que tinha havido uma intrusão não especificada "pelo regime de ocupação" e que o equipamento tinha sido desligado e os cabos desconectados.

"Os residentes da região estão atualmente sem comunicação móvel ucraniana e sem acesso à Internet, bem como sem meios para fazer chamadas telefónicas nacionais e internacionais utilizando aparelhos de telefone fixo", disse a agência.
21:07 | 31/05

Forças russas bombardeiam Kharkiv durante 10 horas e matam um civil

O oficial local, Viktor Kovalenko, disse à Suspline que os bombardeamentos russos da aldeia de Zolochiv, na região de Kharkiv, continuaram durante 10 horas. Uma pessoa foi morta e outra ficou ferida devido ao ataque.
20:14 | 31/05
Lusa

Governador de Luhansk diz que maior parte de Severodonetsk é controlada pelos russos

A "maior parte" de Severodonetsk, uma cidade estratégica do leste da Ucrânia onde têm decorrido violentos combates entre russos e ucranianos, está desde esta terça-feira sob controlo russo, anunciou Sergui Gaidai, governador da região de Lugansk.

"Infelizmente, hoje, os soldados russos controlam a maior parte da cidade", indicou à televisão ucraniana, e calculou que Sverodonetsk esteja "destruída a 90%".

"Os combates decorrem no coração da cidade", precisou Gaidai.

20:05 | 31/05
Lusa

Primeiro-ministro húngaro congratula-se com exceção para Hungria comprar crude russo

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, congratulou-se esta terça-feira com o resultado das negociações sobre o embargo ao petróleo russo na cimeira de Bruxelas, ao conseguir a exceção que pretendia para o seu país.

A "proposta da Comissão Europeia para proibir o uso de petróleo russo na Hungria foi derrotada", disse o primeiro-ministro nacionalista numa declaração em vídeo no Facebook.

"As famílias podem dormir bem esta noite, pois a ideia escandalosa foi evitada", afirmou Orbán.

20:01 | 31/05

Alemanha vai enviar veículos de combate para a Grécia e Atenas envia armamento para a Ucrânia

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse que "os Ministérios da Defesa vão trabalhar os detalhes e implementar rapidamente este acordo", no fim da cimeira extraordinário do Conselho Europeu.

Berlim vai enviar 100 Marder da fabricante Rheinmetall para a Grécia, segundo a Reuters. Por sua vez, Atenas forneceria a viatura militar do estilo russo BMP à Ucrânia.
18:25 | 31/05
Lusa

Ucrânia aplaude embargo ao petróleo russo

A Ucrânia congratulou-se esta terça-feira com a decisão da União Europeia (UE) de bloquear a maior parte das importações de petróleo russo, numa primeira reação avançada pelo chefe da diplomacia ucraniana.

"O embargo petrolífero irá acelerar a contagem decrescente para o colapso da economia russa e da máquina de guerra", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba, numa declaração citada pelas agências internacionais.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros ucraniano estimou que o embargo do bloco comunitário poderá custar à Rússia "dezenas de milhares de milhões de dólares" e elogiou a UE por "não só tornar mais difícil para o Kremlin financiar a agressão [da Federação Russa à Ucrânia], mas também reforçar a sua própria segurança energética".

18:12 | 31/05

Ataque aéreo russo atinge tanque de ácido nítrico em Sievierodonetsk

Um ataque aéreo russo atingiu um tanque de ácido nítrico na cidade de Sievierodonetsk, na Ucrânia, disse esta terça-feira o governador local, Serhiy Gaidai, segundo a Reuters.

Num post na aplicação do Telegram, ele apelou aos residentes locais que não deixassem os abrigos anti-bombas devido ao risco de inalação de fumos tóxicos. Gaidai acrescentou uma fotografia na qual uma grande nuvem rosa podia ser vista sobre edifícios de apartamentos. 
18:01 | 31/05
Lusa

Rússia suspende entrega de gás à Dinamarca a partir desta quarta-feira

A empresa energética dinamarquesa Ørsted anunciou esta terça-feira que a entrega de gás pela Rússia à Dinamarca será suspensa a partir desta quarta-feira (01 de junho) às 06h00 locais, após se ter recusado a pagar o gás em rublos.

"Como não há gasoduto vindo diretamente da Rússia para a Dinamarca, a Rússia não poderá suspender diretamente o fornecimento de gás para a Dinamarca e será possível para a Dinamarca aprovisionar-se de gás. No entanto, isso pressupõe que o gás deva ser maioritariamente comprado nos mercados europeus de gás", disse a Ørsted em comunicado.

17:57 | 31/05
Lusa

Parlamento ucraniano destitui comissária dos Direitos Humanos por falta de confiança

O parlamento ucraniano aprovou esta terça-feira, com 234 votos a favor, a destituição da sua comissária dos Direitos Humanos, Lyudmyla Denisova, por não ter cumprido as suas obrigações desde o início da invasão russa, avançou a agência Unian.

Yulia Palichuk, a presidente do grupo parlamentar de Sluha Narodu (Servo do Povo) e o partido do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, adiantou esta manhã na rede social Telegram que estão reunidas as condições para iniciar uma moção de censura contra a comissária.

17:41 | 31/05
Lusa

Parlamento discute projeto para autoridades portuguesas apoiarem investigação de crimes de guerra na Ucrânia

O Parlamento vai discutir, por iniciativa do Partido Livre, um projeto de resolução instando as autoridades portuguesas a apoiarem os esforços de investigação dos crimes de guerra perpetrados na invasão da Ucrânia e atribuindo responsabilidades ao Presidente russo.
17:14 | 31/05

Alemanha acorda parceria com Grécia para fornecer armas a Kiev

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta terça-feira que a Alemanha está a trabalhar num acordo com a Grécia que prevê que Atenas entregue equipamentos militares antigos à Ucrânia e receba veículos blindados da Alemanha para compensar.
15:06 | 31/05

Conflito na Ucrânia já fez mais de 6,8 milhões refugiados ucranianos, revela a ONU

O número de ucranianos que deixaram o seu país desde a invasão russa de 24 de fevereiro ascendeu esta terça-feira a 6,8 milhões, tornando-se a mais grave crise de refugiados da atualidade, superando o conflito na Síria, segundo a ONU.
14:07 | 31/05

Tropas russas matam três pessoas e deixam seis feridas em Slavyanka

As tropas russas mataram três pessoas e deixaram seis feridas depois de lançaram mísseis para Slavyanka.

O ataque danificou uma escola e pelo menos sete edífcios residenciais, segundo o governador de Donetsk.

13:25 | 31/05

Ucrânia identificou 600 russos suspeitos de crimes de guerra

A Ucrânia identificou mais de 600 suspeitos de crimes de guerra e começou a processar cerca de 80 deles, segundo o procurador principal de Kiev.

A lista de suspeitos inclui "militares de topo, políticos e agentes de propaganda da Rússia", de acordo com a procuradora-geral  Iryna Venediktova. 


12:47 | 31/05

Rússia falha ofensiva contra a aldeia ucraniana de Dovhenke

AS tropas russas falharam a ofensiva contra a aldeia de Dovhenke, perto de Sloviansk, na região de Donetsk, segundo o Estado-Maior da Ucrânia. 
11:13 | 31/05
Lusa

MNE russo vai à Turquia para discutir transporte de cereais ucranianos

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Sergei Lavrov, viaja para a Turquia em oito de junho para discutir o estabelecimento de "corredores seguros" para o transporte de cereais ucranianos, anunciou esta terça-feira o seu homólogo turco, Mevlüt Cavusoglu.
10:43 | 31/05

Dois soldados russos condenados a mais de 11 anos de prisão por crimes de guerra

Alexander Bobikin e Alexander Ivanov, dois soldados russos, foram condenados pela justiça ucraniana a 11 anos e meio de prisão por terem bombardeado uma cidade no leste do país.
09:28 | 31/05

Ucrânia diz que sanções da União Europeia à Rússia ainda "não são suficientes"

O subchefe do gabinete do presidente da Ucrânia, Ihor Zhovkva, disse esta terça-feira que as últimas sanções da União Europeia contra a Rússia "não são suficientes", afirmando ainda que o ritmo das sanções até agora tem sido demasiado lento.

Os líderes da União Europeia acordaram um novo pacote de sanções em Bruxelas, na segunda-feira.

09:09 | 31/05

Companhia russa Gazprom suspende entregas de gás aos Países Baixos

A companhia de gás russa Gazprom anunciou esta terça-feira que suspendeu as entregas de gás à empresa distribuidora holandesa GasTerra devido a sua recusa em pagar em rublos.
08:21 | 31/05

Combatem em Sievierodonetsk impedem retirada de civis

O chefe da administração de Sievierodonetsk, Oleksandr Stryuk, disse esta terça-feira que não é possível retirar civis da cidade neste momento. Os soldados ucranianos continuam a lutar contra o lento avanço das tropas russas, de acordo com a Reuters.

"A cidade ainda está em mãos ucranianas e está a dar luta... (mas) a retirada de civis não é possível devido aos combates", disse Stryuk à televisão ucraniana.

08:15 | 31/05
Lusa

Primeiro cargueiro zarpa de Mariupol após ocupação russa da cidade

A Rússia permitiu esta terça-feira a saída do primeiro cargueiro da cidade portuária de Mariupol, ocupada pelas tropas de Moscovo, anunciou esta terça-feira o dirigente separatista pró russo, Denis Pouchiline.

Trata-se de um navio que transporta metal e que ruma para Rostov, na Rússia. 

"Hoje[terça-feira], 2.500 toneladas de chapas laminadas deixaram o porto de Mariupol. O navio dirige-se para Rostov", escreveu o chefe dos separatistas pró russos de Donetsk, na rede de mensagens Telegram. 

07:17 | 31/05
Lusa

Kiev diz ter recuperado aldeia perto de Kherson

A Ucrânia anunciou ter recuperado o controlo de uma aldeia perto de Kherson, cidade sob controlo russo, desde o início de março, no sul do país, perto da península da Crimeia.

"O inimigo deixou a aldeia de Mykolaivka, no norte da região de Kherson", indicou o exército ucraniano, num boletim publicado segunda-feira à noite, referindo-se à retirada "em pânico" de soldados russos.

As informações sobre a guerra na Ucrânia divulgadas pelas duas partes não podem ser verificadas de imediato por fontes independentes.

00:30 | 31/05
Lusa

União Europeia disponível para avançar com 9 mil milhões de euros para financiamento à Ucrânia

Os chefes de Governo e de Estado da União Europeia (UE) manifestaram-se esta segunda-feira disponíveis para conceder nove mil milhões de euros para responder às necessidades de financiamento da Ucrânia, anunciou o presidente do Conselho Europeu.

"O Conselho Europeu está pronto para conceder nove mil milhões de euros à Ucrânia", divulgou o presidente da estrutura, Charles Michel, numa publicação na sua conta oficial na rede social Twitter.

00:22 | 31/05

Sexto pacote de sanções da União Europeia à Rússia inclui mais três medidas

O Presidente do Conselho Europeu anunciou mais três "medidas duras" de sanção à Rússia, além do embargo parcial ao petróleo, irá também ser posta em prática a exclusão do maior banco russo, Sberbank, do Swift, a exclusão de mais três emissoras estatais russas e a imposição de sanções a indivíduos responsáveis por crimes de guerra na Ucrânia.

00:21 | 31/05
Lusa

Embargo acordado cortará 90% das importações de petróleo da Rússia até final do ano

O embargo ao petróleo russo esta segunda-feira acordado em Bruxelas pelos líderes europeus irá reduzir em cerca de 90% as importações de petróleo da Rússia pelo bloco comunitário até ao final do ano, destacou esta segunda-feira a presidente da Comissão Europeia.
23:29 | 30/05
Lusa

União Europeia chega a acordo para embargo ao petróleo russo

Os chefes de Governo e de Estado da União Europeia (UE) chegaram esta segunda-feira a acordo para um embargo ao petróleo russo, anunciou o presidente do Conselho Europeu, explicando estarem em causa dois terços das importações europeias à Rússia.

"Acordo para proibir a exportação de petróleo russo para a UE. Isto abrange imediatamente mais de dois terços das importações de petróleo da Rússia, cortando uma enorme fonte de financiamento para a sua máquina de guerra", anunciou o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, numa publicação na rede social Twitter.

23:29 | 30/05

Bielorrússia vai realizar exercícios militares perto da fronteira com a Ucrânia

A Bielorrússia vai realizar exercícios de mobilização militar entre junho e julho na região de Gomel, na Bielorússia, informou esta segunda-feira a agência noticiosa estatal BelTA. Esta região faz fronteira com a Ucrânia.

"Acontecimentos deste género são realizados para aumentar a prontidão de combate e mobilização dos comissariados militares, melhorar os conhecimentos militares e as competências práticas dos responsáveis pelo serviço militar", disse Andrey Krivonosov, comissário militar da região de Gomel
21:18 | 30/05

Putin simplifica processo de obtenção de cidadania russa para órfãos ucranianos e civis de Donbass

Putin ordenou a simplificação do processo de obtenção da cidadania para crianças órfãs ucranianas e civis residentes na região de Donbass, ocupada por forças russas, avança o The Kyiv Independent. As autoridades ucranianas dizem que a Rússia já deportou cerca de dois mil órfãos ucranianos para o seu território.
19:54 | 30/05

Rússia prepara-se para atacar Ucrânia em trêsm direções

A Rússia está a preparar-se para atacar a Ucrânia, a partir de três frentes, segundo o jornal The Kyiv Independent.
19:44 | 30/05
Reuters

Erdogan diz a Zelensky que valoriza a criação de rota marítima para a exportação agrícola

O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse ao seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, numa chamada telefónica esta segunda-feira, que valoriza o projeto para criar uma rota marítima segura para a exportação de produtos agrícolas ucranianos, avança o seu gabinete.

A presidência turca acrescentou ainda que saudava, em princípio, a ideia de fazer de Istambul uma sede para um "mecanismo de observação" entre Moscovo, Kiev e as Nações Unidas.
19:30 | 30/05

Putin perde o seu conselheiro: genro de Boris Yeltsin demite-se do cargo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, perdeu o seu conselheiro Yumashev, depois de este se ter demitido do cargo. 
17:38 | 30/05
Lusa

Putin diz a Erdogan estar aberto a colaborar na circulação de mercadorias no mar Negro

A Rússia está disposta a colaborar com a Turquia para a livre circulação de mercadorias no mar Negro, declarou esta segunda-feira o Presidente russo Vladimir Putin durante um contacto com o seu homólogo turco Recep Tayyip Erdogan.
17:30 | 30/05
Lusa

França promete continuar e fortalecer entrega de armas a Kiev

A diplomacia francesa assegurou esta segunda-feira que "continuará e fortalecerá" as entregas de armas à Ucrânia, apesar das críticas a Paris por parte de Moscovo.

A nova ministra dos Negócios Estrangeiros francesa, Catherine Colona, que se encontra de visita a Kiev, informou esta segunda-feira que o Presidente Emmanuel Macron "comunicou ao Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, a decisão de continuar e até fortalecer o apoio militar" à Ucrânia.

17:22 | 30/05

Hungria diz que atraso no embargo do petróleo russo é culpa da Comissão Europeia

O Presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, está entre aqueles que projetam confiança no arcordo para o embargo do petróleo russo. Mas a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que as expectativas de que um acordo seria alcançado dentro das próximas 48 horas eram "baixas".

Viktor Orban afirima, segundo a BBC, que "se ainda não há um acordo, a culpa é da comissão, não sua."
17:15 | 30/05

Forças russas retiram-se de Mykolaivka, na região de Kherson

Segundo a mais recente atualização do Estado-Maior General, as forças russas sofreram perdas significativas e tiveram de se retirar da aldeia de Mykolaivka em resultado de uma ofensiva das forças ucranianas, avança o The Kyiv Independent.
17:13 | 30/05

Rússia vai deixar de fornecer gás aos Países Baixos a partir de terça-feira

A Rússia deixará de fornecer gás aos Países Baixos a partir desta terça-feira, depois de o comerciante apoiado pelo governo GasTerra se recusar a pagar ao fornecedor Gazprom em rublos, avança o The Guardian.

Cerca de 15% do gás holandês provém da Rússia.
14:53 | 30/05

EUA não enviarão sistemas de foguetes à Ucrânia

Os Estados Unidos da América não irão enviar sistemas de foguetes à Ucrânia, que possam chegar à Rússia, segundo o presidente americano, Joe Biden. 
13:44 | 30/05

Jornalista francês morre em bombardeamento na região de Lugansk

O governador de Luhansk, Serhiy Gaidai, disse esta segunda-feira que a retirada de civis da região foi interrompida após um jornalista francês ter morrido, após o transporte blindado onde seguia ter sido atingido por um bombardeamento. 

Gaidai escreveu na aplicação do Telegram que os estilhaços perfuraram a blindagem do veículo e divulgou ainda uma acreditação de imprensa que identificava o jornalista.

11:57 | 30/05
Lusa

Autoridades pró-russas de Kherson anunciam venda de cereais à Rússia

As autoridades pró-russas da cidade ucraniana de Kherson (sul) anunciaram esta segunda-feira que começaram a vender cereais à Rússia a partir daquela região junto ao Mar Negro, maioritariamente sob controlo das tropas russas.
11:56 | 30/05
Lusa

Banco Central da Rússia restringe negociação de algumas ações estrangeiras

O Banco Central da Rússia (BCR) anunciou esta segunda-feira que vai restringir a negociação de algumas ações estrangeiras na Bolsa de Valores de São Petersburgo, a segunda maior da Rússia.
10:50 | 30/05

Primeiro-ministro espanhol garante que apoio da NATO à Ucrânia é inquebrável

O primeiro-ministro espanhol, Pedro Sánchez, disse esta segunda-feira que o apoio da NATO à Ucrânia é inquebrável. Sánchez afirmou ainda que Putin não alcançará os seus objetivos.

"Apoiar a Ucrânia com determinação é a única forma de assegurar que a Europa e o mundo que construímos tenham um certo futuro", afirmou Pedro Sánchez.

10:40 | 30/05

Anonymous reivindica ataque informático a portais do Governo bielorrusso

O grupo de piratas informáticos Anonymous disse esta segunda-feira que realizou um "ataque" informático "massivo" aos portais do Governo da Bielorrússia devido ao seu apoio à Rússia na invasão da Ucrânia.
10:29 | 30/05

Carro bomba explode em Melitopol, cidade ucraniana ocupada pela Rússia

Um carro bomba armadilhado explodiu esta segunda-feira na cidade ucraniana de Melitopol, ocupada pela Rússia, de acordo com a imprensa estatal russa. 

O veículo estava estacionado perto da Casa da Cultura, no centro da cidade.

Três pessoas ficaram feridas na explosão, revelou uma fonte da administração da cidade apoiada pelo Kremlin à agência noticiosa estatal russa RIA.

A explosão estilhaçou janelas em edifícios próximos.
09:19 | 30/05

Espanha apoia novas sanções contra a Rússia, mas UE ainda não tem acordo

Espanha apoia um novo pacote de sanções da União Europeia contra a Rússia, apesar de ainda não haver um acordo já que alguns estados membros continuam fortemente dependentes das importações russas, revelou esta segunda-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, José Manuel Albares.

"Há dois objetivos que temos quando aprovamos um pacote de sanções. Um é não permitir que Putin financie o seu esforço de guerra com a capital europeu e o outro é não permitir que a guerra desestabilize a União Europeia", disse Albares.

09:11 | 30/05

Rússia revela ter atingido estaleiros navais em Mykolaiv

As tropas russas atingiram uma instalação de construção naval na cidade ucraniana de Mykolaiv, no sul da Ucrânia, revelou esta segunda-feira o ministério da Defesa russo.

A artilharia russa destruiu veículos e outros equipamentos. 
08:28 | 30/05

Dois civis mortos e cinco feridos em bombardeamentos em Sievierodonetsk

O governador da região de Luhansk, Serhiy Gaidai, disse esta segunda-feira que dois civis foram mortos e cinco ficaram feridos em bombardeamentos, quando as forças russas entraram nos arredores de Sievierodonetsk.

Gaidai afirmou que as tropas russas estavam a atacar a cidade e entraram nas zonas sudeste e nordeste.
08:28 | 30/05

Forte explosão ouvida em Melitopol

Uma grande explosão foi ouvida em Melitopol, na região de Zaporizhzhia, na Ucrânia, de acordo com a agência de notícias russa RIA.

"Hoje, por volta das 7h40, uma forte explosão foi ouvida bem no centro da cidade. As janelas e paredes das casas tremiam", avança o membro do novo conselho militar imposto à região, Vladimir Rogov.

Uma fonte do novo governo local disse que um carro, estacionado perto de um dos prédios da autarquia em Melitopol, explodiu. "Acredita-se que um grupo de sabotagem ucraniano esteja por trás disto", disse Rogov numa mensagem do Telegram sobre o incidente
08:09 | 30/05

Empresa russa Gazprom continua a enviar gás para a Europa através da Ucrânia

A empresa russa Gazprom revelou esta segunda-feira que vai continuar a fornecer gás à Europa através da Ucrânia, através do ponto de entrada Sudzha.

Um pedido de fornecimento de gás através de outro grande ponto de entrada, Sokhranovka, foi rejeitado pela Ucrânia, revelou a Gazprom.
07:24 | 30/05

Ministra dos Negócios Estrangeiros francesa visita a Kiev

A nova ministra dos Negócios Estrangeiros de França iniciou esta segunda-feira uma visita à Ucrânia, para "mostrar solidariedade" com o povo ucraniano "perante a agressão russa", indicou o Ministério, em comunicado.

07:17 | 30/05

Governador de Lugansk diz que as tropas russas se estão a deslocar para a cidade de Sivierodonetsk

O governador da região de Luhansk, Serhiy Gaidai, revelou esta segunda-feira que as tropas russas se estão a deslocar da periferia para a cidade de Sivierodonetsk.

"Infelizmente temos notícias dececionantes, o inimigo está a deslocar-se para a cidade", disse Gaidai à televisão nacional, de acordo com a Reuters. 
00:22 | 30/05

Presidente ucraniano diz que infraestruturas de Severodonetsk foram todas destruídas

Zelensky afirmou este domingo que todas as infraestruturas críticas da cidade de Severodonetsk foram destruídas por ataques do exército russo.

A agência Reuters diz que o Presidente também sublinhou que a tomada de Severodonetsk é agora o principal objetivo dos russos.

00:16 | 30/05

Militares da Ucrânia destroem depósito de munições russo no leste da Ucrânia

Os militares da Ucrânia destruiram o depósito de munições russo no leste da Ucrânia, avança o The Kyiv Independent.

O Grupo Táctico Operacional "Oriental" da Ucrânia informou que 39 tropas russas foram mortas durante ataque.
00:05 | 30/05

MNE russo nega que presidente Vladimir Putin esteja doente

Lavrov, ministro dos Negócios Estrangeiros, confrontado com os rumores acerca do estado de saúde de Vladimir Putin, negou que Vladimir Putin esteja doente: "Não acho que pessoas sãs possam ver nesta pessoa sinais de algum tipo de doença ou maleita", disse em entrevista à TF1.

"Deixo isso na consciência dos que espalham esses rumores", acrescentou Lavrov, acresentando que o presidente russo está sempre em público: "Podem vê-lo em ecrãs, ler e ouvir os seus discursos".
00:00 | 30/05

Porto de Mariupol volta a receber cargueiro carregado de metal

Um cargueiro carregado de metal ucraniano saiu do porto de Mariupol, cidade controlada pelos russos, escreve o The Kyiv Independent, do assessor do autarca Petro Andrjuscheno.
21:01 | 29/05
Lusa

Chanceler alemão considera que Portugal tem sido exemplar no acolhimento de refugiados

O chanceler alemão, Olaf Scholz, considerou este domingo que Portugal tem "desempenhado um papel exemplar" no acolhimento de refugiados ucranianos, saudando o primeiro-ministro português, António Costa, por um "grande feito" e pelo "sinal de visão e de liderança europeia".

Na cerimónia de abertura da feira de Hannover -- que escolheu Portugal como país parceiro na edição deste ano --, o chanceler alemão sublinhou que os países europeus estão a acolher "milhões de mulheres, homens e crianças que foram forçados a fugir para a União Europeia devido à violência na Ucrânia".

"Portugal, em particular com a sua grande comunidade ucraniana, tem desempenhado um papel exemplar nesta matéria. Este é um grande feito, caro António, e também um sinal de visão e de liderança europeia e da sua visão e liderança. Muito obrigado por isso", disse Scholz, dirigindo-se diretamente a António Costa, que o ouvia na plateia, sendo saudado por aplausos.

21:01 | 29/05

Zelensky demite diretor dos Serviços de Segurança de Kharkiv

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse este domingo que tinha despedido o chefe dos serviços de segurança de Kharkiv por "não trabalhar na defesa da cidade" desde o início da invasão russa.

"Vim, descobri e despedi o chefe dos Serviços de Segurança da Ucrânia da região de Kharkiv pelo facto de não ter trabalhado na defesa da cidade desde os primeiros dias da guerra. Apenas pensava em si próprio", disse Zelensky no seu discurso diário à nação. 
18:36 | 29/05

Fortes bombardeamentos russos em Sumy e Chernihiv

As forças russas já atacaram as regiões do norte da Ucrânia pelo menos 10 vezes durante este domingo. Os bombardeamentos atingiram Sumy e Chernihiv, avança o The Kyiv Independent.
15:43 | 29/05

Civis mortos em Severodonetsk, diz governador de Luhansk

O governador da região de Luhansk acusou a Rússia de destruir sistematicamente a cidade de Severodonetsk e seus moradoresm avançou a BBC News.

Serhiy Haidai disse que os ataques foram implacáveis, enquanto os combates se intensificam na área.

Severodonetsk é um alvo importante para as forças russas.

O governador de Luhansk disse que mais civis na cidade foram mortos nos últimos ataques e prédios foram destruídos, incluindo prédios de apartamentos e um cinema.

15:42 | 29/05

Rússia afirma ter matado 300 soldados ucranianos nas últimas 24 horas

O porta-voz do Ministério da Defesa russo, Igor Konashenkov, afirma, citado pela BBC News, que nas últimas 24 horas mais de 300 "nacionalistas" [soldados ucranianos] foram mortos.

Ele também afirma que vários outros alvos militares ucranianos foram atingidos na ofensiva, incluindo um sistema de defesa russo que abateu um caça SU-25 ucraniano em Dnipro.

"No total, como resultado dos ataques aéreos russos, mais de 300 nacionalistas e até 50 unidades de equipamentos militares e especiais das forças armadas da Ucrânia foram destruídos", salientou ainda Konashenkov.

15:31 | 29/05

Várias explosões ouvidas em Kharkiv após visita de Zelensky

Várias explosões foram ouvidas em Kharkiv este domingo, horas após a visita do presidente Volodymyr Zelensky, que estava a fazer a sua primeira viagem fora da região de Kiev desde o início da invasão da Rússia.

De acordo com um jornalista da Reuters, uma grande nuvem de fumaça escura pôde ser vista a nordeste do centro da cidade. Kharkiv foi alvo de bombardeios russos nos últimos dias, após várias semanas de relativa calma.

14:11 | 29/05

Zelensky visita tropas ucranianas em Kharkiv na primeira saída de Kiev após o início da guerra

O Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky visitou este domingo as tropas ucranianas da linha da frente de combate em Kharkiv, anunciou o gabinete do Presidente, citado pela Reuters.

A visita marca a sua primeira aparição oficial fora da região de Kiev desde o início da invasão russa à Ucrânia, a 24 de Fevereiro.

"Arriscais as vossas vidas por todos nós e pelo nosso país", referiu a portaria do site do gabinete do Presidente, citando palavras de Zelensky. O presidente distribuiu elogios e presentes.
13:53 | 29/05
Lusa

Rússia garante fornecimento de gás à Sérvia

O Presidente russo, Vladimir Putin, assegurou este domingo ao seu homólogo sérvio, Aleksandar Vucic, numa conversa telefónica, que a Rússia continuará a fornecer gás à Sérvia ininterruptamente, anunciou o Kremlin (Presidência).

"Foi acordado, em particular, que a Rússia continuará a fornecer gás natural à Sérvia sem interrupções", disse o Kremlin, citado pela agência russa TASS.

O atual acordo gás entre a Rússia e a Sérvia expira em 31 de maio.

Em Belgrado, Vucic disse que na conversa com Putin acordou um preço de gás extremamente favorável para a Sérvia, segundo a imprensa local.

"Acordámos em assinar um contrato de três anos, que é o primeiro elemento do contrato, e penso que se adequa muito bem ao lado sérvio", disse Vucic, citado pelo jornal Danas.

10:15 | 29/05

Rússia diz ter destruído arsenal do exército ucraniano em Kryvyi Rih, cidade natal de Zelesnky

O Ministério da Defesa da Rússia disse este domingo que um ataque com mísseis russos destruíram um grande arsenal do exército ucraniano na cidade cidade natal de Zelesnky, Kryvyi Rih, no centro da Ucrânia, avançou a agência noticiosa estatal TASS.

O ministério da defesa também disse que os sistemas de defesa antiaérea russos abateram um avião de combate SU-25 ucraniano na região de Dnipro.
09:40 | 29/05

Continuam combates em Severodonetsk

Os combates na cidade ucraniana Severodonetsk continuam com as forças russas a conduzir vários ataques na região, disseram as Forças Armadas da Ucrânia, citadas pela Reuters.

"Com o uso de artilharia, as forças russas realizaram vários ataques na área da cidade de Severodonetsk. Os combates continuam", referiram.

09:39 | 29/05

Rússia prolonga fecho de aeroportos próximos da fronteira ucraniana

A Rússia vai manter 11 aeroportos das suas regiões próximas da Ucrânia encerrados até 6 de junho, anunciou este domingo a Agência Federal de Transportes Aéreos da Federação Russa (Rosaviatsia).
00:48 | 29/05

Bombardeamento russo na região de Kharkiv faz vários feridos

A administração militar regional de Kharkiv disse que três residentes de Izium ficaram feridos nos distritos de Balakliia e Savyntsi. Duas pessoas ficaram ainda feridas em Zolochiv e uma ainda em Korobochkyne, segundo o The Kyiv Independent.
23:29 | 28/05

Zelensky espera boas notícias dos aliados sobre as necessidades de defesa da Ucrânia durante a próxima semana

O presidente ucraniano espera poder dar boas notícias ao país durante a próxima semana com novas medidas dos aliados para apoiar as necessidades de defesa da Ucrânia, avança o The Kyiv Independent.

O exército ucraniano aproxima-se do objetivo de ter uma vantagem sobre o exército russo quando se trata de tecnologia e força de ataque, disse Zelensky durante o discurso diário à nação.
21:30 | 28/05

Rússia bombardeia a cidade de Kryvyi Rih em Dnipropetrovsk, na Ucrânia

Os mísseis atingiram a periferia de Kryvyi Rik, uma cidade industrial de 630 mil pessoas, segundo Oleksandr Vilkul, o chefe da administração militar de Kryvyi Rih. Segundo o The Kyiv Independent, não foram relatados quaisquer feridos.
20:00 | 28/05

Porto de Mariupol recebe primeiro barco desde que a Rússia conquistou a cidade

Um navio entrou no porto ucraniano de Mariupol pela primeira vez desde que a Rússia completou a sua captura da cidade, relata a agência Tass. Segundo a BBC, um porta-voz do porto marítimo confirmou que o navio transporta metal e tem como destino a Rússia.

Lyudmyla Denisova, Provedora dos Direitos Humanos da Ucrânia, disse que o carregamento era proveniente de roubos nas cidades ucranianas: "Os saques nos territórios temporariamente ocupados por russos continuam. Após o roubo de cereais ucranianos, os invasores recorreram à exportação de produtos metálicos de Mariupol."
18:46 | 28/05

Ex-presidente ucraniano mandado parar na fronteira polaca quando ia a caminho de uma reunião da NATO

O ex-presidente ucraniano, Petro Poroshenko, foi impedido de deixar a Ucrânia para participar numa reunião de um órgão da NATO, na Lituânia, afirmou o grupo parlamentar do seu partido.

Petro Poroshenko foi mandado parar duas vezes num posto fronteiriço com a Polónia, enquanto ia a caminho de uma reunião da assembleia parlamentar da NATO, onde deveria encontrar-se com o presidente da Lituânia, Gitanas Nauseda.

Numa declaração, o grupo parlamentar afirmou: "Poroshenko tinha recebido todas as autorizações formais para deixar o país e tinha sido incluído na delegação oficial do Parlamento da Ucrânia para este evento".

Em Janeiro, Poroshenko ganhou uma decisão judicial que lhe permitiu permanecer em liberdade enquanto estava a ser investigado por traição.
18:21 | 28/05

Lituânia está a angariar 5 milhões de euros para oferecer drone à Ucrânia

O ministro da Defesa da Lituânia, Arvydas Anusauskas, anunciou no Twitter que o país iria organizar uma angariação de fundos para comprar um drone Bayraktar para oferecer à Ucrânia. 

Num só dia, os lituanos juntaram um milhão de euros. Neste momento, já foram angariados 3,3 milhões de euros, mas Anusauskas afirma que "ainda são precisos cinco milhões".


17:37 | 28/05

Tribunal ucraniano condena homem a 15 anos de prisão por ajudar tropas russas

Um tribunal na Ucrânia condenou um homem a 15 anos de prisão por ajudar as tropas russas na região de Donetsk durante a invasão russa ao país.

O homem de 40 anos foi considerado culpado de lhes ter fornecido informações sobre a localização das instalações militares ucranianas na cidade de Kharkiv, que foram destruídas entretanto.

Foi detido em Uzhhorod, perto da fronteira com a Eslováquia.
16:56 | 28/05
Lusa

Johnson e Zelensky conversaram sobre o "bloqueio desprezível" da Rússia a Odessa

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, discutiram este sábado o "bloqueio desprezível" ao qual a Rússia está a submeter Odessa e os esforços da comunidade internacional para evitar uma crise alimentar global.

Numa conversa por telefone, Boris Johnson indicou que o Reino Unido continuará a apoiar "as heroicas Forças Armadas ucranianas nos seus esforços para defender a sua terra contra o ataque bárbaro, ajudando também com o fornecimento do equipamento que precisem", disse o porta-voz oficial de Downing Street, residência oficial do líder do executivo britânico.

Ambos os líderes falaram "sobre os últimos acontecimentos ocorridos em Donbass e no leste da Ucrânia" e abordaram "o bloqueio desprezível de Odessa, o maior porto de embarque da Ucrânia", indicou a mesma fonte.

15:37 | 28/05

Macron e Scholz pedem a Putin libertação de 2 500 militares ucranianos de Azovstal

O presidente francês, Emmanuel Macron, e o chanceler alemão, Olaf Scholz, pediram este sábado ao presidente russo Vladimir Putin para libertar 2 500 combatentes ucranianos que estavam na fábrica de aço Azovstal, em Mariupol, e foram feitos prisioneiros pelos russos.
13:40 | 28/05

Putin está disposto a discutir os carregamentos de cereais ucranianos

O Presidente russo Vladimir Putin disse aos líderes da França e da Alemanha, num telefonema este sábado, que a Rússia está disposta a discutir formas de tornar possível a exportação de cereais ucranianos dos portos do Mar Negro, revelou o Kremlin, citado pela IFAX.
12:46 | 28/05

Putin assina lei que aboliu limite de idade para servir no exército russo

O Presidente russo, Vladimir Putin, assinou este sábado uma lei que aboliu o limite de idade para servir no exército, numa altura em que a Rússia está em guerra com a Ucrânia, noticiou a agência oficial TASS.
11:16 | 28/05

Navio entra no porto de Mariupol pela primeira vez desde que forças russas capturaram a região

Um navio entrou no porto ucraniano de Mariupol pela primeira vez desde que as tropas russas tomaram a região, relatou a agência noticiosa TASS este sábado.

Um porta-voz do porto disse à TASS que o navio estava a carregar 2 700 toneladas de metal antes de viajar para a cidade russa de Rostov-on-Don na segunda-feira.

"Após o roubo de cereais ucranianos, os ocupantes recorreram à exportação de produtos metalúrgicos a partir de Mariupol".

Na sexta-feira, a maior empresa siderúrgica ucraniana Metinvest disse estar preocupada com o facto de a Rússia poder utilizar vários navios encalhados em Mariupol para "roubar e contrabandear produtos metalúrgicos".
09:54 | 28/05

Lyman sob controlo total das forças russas, diz Ministério da Defesa da Rússia

O Ministério da Defesa da Rússia disse, este sábado, que a cidade ucraniana Lyman, está sob controlo total das forças russas.
08:46 | 28/05

Forças ucranianas podem ter de recuar de parte de Luhansk, diz governador

As forças ucranianas podem ter de recuar em Luhansk para evitar serem feitos prisioneiros, de acordo com o governador da região, citado pela Sky News este sábado.

Serhiy Gaidai referiu que as tropas russas entraram em Severodonetsk, a maior cidade de Donbass que ainda estava sob controlo ucraniano.

Cerca de 90% dos prédios da cidade estão danificados, salientou o autarca, acrescentando que "os russos não poderão tomar a região de Luhansk nos próximos dias, como os analistas previram".

"Teremos força e recursos suficientes para nos defender. No entanto, é possível que, para não sermos cercados, tenhamos que recuar."

07:44 | 28/05

10 mil tropas russas na região de Luhansk na Ucrânia, diz autarca da região

O governador da região de Luhansk, Serhiy Gaidai, estimou que existem cerca de 10 mil tropas na região oriental, avançou a Reuters este sábado.

"Estas são as (unidades) que estão permanentemente na região de Luhansk, que estão a tentar atacar e estão a tentar obter ganhos em qualquer direção que consigam", disse Gaidai na televisão ucraniana.
19:23 | 27/05

Rússia acusa EUA de usar NATO e aliados para preservar domínio global

A Rússia acusou esta sexta-feira os Estados Unidos de estarem a usar a NATO e os aliados mais próximos para tentar preservar uma ordem mundial unipolar, face à deslocação dos "motores de desenvolvimento" para outras regiões do mundo.
18:10 | 27/05

Rússia vai pagar em rublos por uso de patentes de 'países hostis'

A Rússia vai pagar a partir de agora só em rublos os direitos de propriedade intelectual e marcas de países considerados hostis devido às sanções que impuseram a Moscovo após a ofensiva russa na Ucrânia.
16:30 | 27/05

70 corpos encontrados debaixo de escombros em edifício industrial em Mariupol

Cerca de 70 corpos foram encontrados debaixo de escombros de um antigo edifício industrial em Mariupol, cidade ocupada pela Rússia e uma das mais afetadas desde o início da invasão à Ucrânia.

O edifício foi bombardeado e diversas pessoas ficaram presas. Citado pela Reuters, o autarca da cidade, Petro Andryushchenko, afirmou que os corpos foram encontrados por trabalhadores russos e levados para uma vala comum. 

"As pessoas não foram identificadas, mas as pessoas disseram que não havia nada para identificar dado o estado dos corpos".
15:02 | 27/05
Lusa

Deputados comunistas pedem a Putin que retire as tropas

Deputados comunistas da região de Primorie, com capital de Vladivostok, exigiram esta sexta-feira ao Presidente russo, Vladimir Putin, que retire "imediatamente" as tropas da Ucrânia.

"Se o nosso país não suspender a operação militar, então haverá ainda mais órfãos no nosso país. Durante a operação militar, jovens que podiam trazer grande benefício ao nosso país, morreram ou ficaram inválidos", disse um dos deputados, Leonid Vasiukevich, ao ler a carta dirigida ao chefe de Estado.

Vasiukevich, que disse contar com o apoio de outros três deputados do seu partido, foi constantemente interrompido pelo presidente da assembleia regional, de acordo com imagens num canal do Telegram e divulgadas pelos próprios comunistas.

15:01 | 27/05

Líderes da UE vão discutir energia, defesa e segurança alimentar

Os líderes da União Europeia reúnem-se entre segunda e terça-feira, em Bruxelas, numa cimeira extraordinária na qual discutirão questões de energia, segurança alimentar e defesa, em todos os casos à luz da guerra na Ucrânia, novamente o tema central.
14:52 | 27/05

ONU confirma que número de civis mortos na guerra ultrapassam os quatro mil

A ONU confirmou esta sexta-feira que pelo menos 4.031 civis morreram e 4.735 ficaram feridos em pouco mais de três meses de guerra na Ucrânia, sublinhando que os números reais poderão ser muito superiores.

Das vítimas mortais confirmadas pelo Alto-Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH), 261 são crianças, e há também 406 crianças entre os feridos, de acordo com as estatísticas diariamente atualizadas.

O organismo internacional, dirigido pela alta-comissária Michelle Bachelet, indica que a maioria das vítimas civis morreu ou sofreu ferimentos devido ao uso de explosivos, incluindo projéteis lançados por artilharia pesada, sistemas de lançamento múltiplo de 'rockets', mísseis e bombardeamentos aéreos.

14:14 | 27/05
Lusa

Bielorrússia pede a bloco da ex-URSS uma frente comum perante sanções ocidentais

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, pediu esta sexta-feira à União Económica da Eurásia (UEE) - bloco económico formado por cinco ex-repúblicas soviéticas - que crie uma "frente comum" perante as sanções ocidentais a Moscovo e a Minsk.

"Somos obrigados a unir-nos e criar uma frente comum. É evidente que todos precisamos disso, e não há outra opção se queremos preservar a nossa soberania, a nossa unidade e pensar verdadeiramente no bem-estar do nosso povo", disse Lukashenko, numa intervenção por vídeo durante a cimeira da UEE.

14:03 | 27/05
Lusa

Quanto tempo vai durar a "guerra total" do Ocidente contra Moscovo? A Rússia tem a resposta

O chefe da diplomacia russa, Sergei Lavrov, denunciou esta sexta-feira "uma guerra total" do Ocidente contra a Rússia e estimou que esta durará "muito tempo".

"O Ocidente anunciou uma guerra total contra nós, contra todo o mundo russo", disse Lavrov durante uma reunião com autoridades das regiões russas.

"Podemos dizer com certeza que esta situação permanecerá connosco por muito tempo", afirmou.

13:49 | 27/05

Ucrânia luta para manter o controlo de Lyman

O ministério da Defesa da Ucrânia disse esta sexta-feira que as tropas do país estão a lutar para manter o controlo da cidade de Lyman, à medida que a ofensiva russa se aproxima da zona leste. 

As tropas ucranianas estão a "contra-atacar tentativas" da Rússia de empurrar a sua ofensiva para a principal cidade ucraniana de Sloviansk, revelou o porta-voz do Ministério da Defesa, Oleksandr Motuzyanyk.
13:46 | 27/05

ACNUR pede quase 700 milhões de euros para refugiados na Polónia

O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) pediu esta sexta-feira quase 700 milhões de euros para apoiar as necessidades prioritárias dos ucranianos que fugiram do seu país para a Polónia devido à guerra imposta pela Rússia.

Este apelo está a ser coordenado pela agência da ONU, mas reúne 87 organizações que fazem parte, na Polónia, do Plano Regional Interagências de Resposta a Refugiados, afirmou esta secta-feira a porta-voz porta-da organização, Olga Sarrado, numa conferência de imprensa realizada em Genebra, na Suíça.

"Até agora, 25% dos apelos para a Polónia foram financiados", acrescentou.

13:45 | 27/05

Negociador russo para a guerra é nomeado líder de partido de extrema-direita

Um dos negociadores russos para a Ucrânia, Leonid Slutski, foi nomeado esta sexta-feira como líder do Partido Liberal Democrático da Rússia (LDPR, extrema-direita), um aliado próximo da presidência russa (Kremlin).
13:13 | 27/05

Guerra na Ucrânia vai durar pelo menos até ao final do ano, dizem serviços secretos de Kiev

Os serviços de informações ucranianos admitiram esta sexta-feira que a guerra poderá prolongar-se até pelo menos ao final de 2022, uma vez que, segundo argumentam, o presidente russo não está disposto a desistir dos seus planos de conquista.
12:36 | 27/05

Forças russas cercam 2/3 de Severodonetsk

O governador da região de Lugansk, na Ucrânia, afirmou esta sexta-feira que as forças russas cercaram 2/3 de Severodonetsk, onde terão morrido pelo menos 1.500 pessoas. 

90% das habitações residenciais foram danificadas por bombardeamentos, disse o autarca, citado pela Reuters.
11:48 | 27/05
Lusa

Moscovo prevê exportar 50 milhões de toneladas de cereais no próximo ano agrícola

Moscovo anunciou esta sexta-feira que prevê exportar 50 milhões de toneladas de exportações de cereais no próximo ano agrícola, um forte aumento face ao ano em curso, numa altura em que se receia uma crise alimentar devido à guerra na Ucrânia.

As exportações russas de cereais estão atualmente a ser travadas por sanções na cadeia de abastecimento e no setor financeiro, enquanto as da Ucrânia, potência agrícola, estão a ser atingidas negativamente pela invasão militar russa.

"Nesta estação (2021-2022) já exportamos 35 milhões de toneladas de cereais, incluindo 28,5 milhões de toneladas de trigo, e até ao final do ano agrícola (30 de junho) estamos a apontar para a exportação de 37 milhões de toneladas de cereais", disse o ministro da Agricultura russo, Dmitry Patrushev, num fórum de exportadores do setor.

11:23 | 27/05

Rússia acusa Kiev de declarações contraditórias nas conversações de paz

O Kremlin culpou esta sexta-feira a Ucrânia do facto de as conversações de paz entre os dois países não avançarem, afirmando não ser claro o que Kiev queria. 

"A liderança ucraniana faz constantemente declarações contraditórias. Isto não nos permite compreender plenamente o que o lado ucraniano quer", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

10:52 | 27/05

Boris Johnson afirma que Putin está a fazer progressos graduais, mas palpáveis no Donbas

O primeiro-ministro birtânico, Boris Johnson, disse que Putin está a fazer progressos graduais, mas palpáveis região de Donbas, na Ucrânia.

"Receio que Putin, com grandes custos para si próprio e para os militares russos, continue a ganhar terreno em Donbas", disse Johnson.

"Ele continua a fazer progressos graduais, lentos, mas receio que palpáveis, e por isso é absolutamente vital que continuemos a apoiar militarmente os ucranianos".

09:18 | 27/05

Separatistas pró-Rússia dizem ter tomado o controlo de Lyman

A cidade de Lyman, no leste da Ucrânia, foi tomada pela Rússia afirmaram os separatistas pró-russos da autoproclamada República Popular de Donetsk.

As forças ucranianas e russas tinham lutado pela cidade da região de Donbas durante vários dias.

08:47 | 27/05

Mais de cinco mil prisioneiros ucranianos detidos em Donetsk

Mais de cinco mil prisioneiros ucranianos estão detidos na autoproclamada República Popular de Donetsk, revelou um líder separatista pró-russo, de acordo com a agência de notícias TASS.
08:20 | 27/05
Lusa

Militar ucraniano diz que pelo menos 1.500 pessoas morreram em Severodonetsk

Pelo menos 1.500 pessoas foram mortas em Severodonetsk, mas a cidade do leste da Ucrânia que o exército russo procura tomar a todo o custo continua a resistir, disse o líder militar da região.

Cerca de 12 mil pessoas permanecem na cidade, que tinha cerca de 100 mil habitantes antes da guerra, disse esta sexta-feira o chefe da administração militar de Severodonetsk, Alexander Stryuk.

Severodonetsk tem sido o palco de combates ferozes que já destruíram 60% dos edifícios residenciais, disse Stryuk, citado pela agência Associated Press.

07:57 | 27/05
Lusa

Russos bombardeiam região de Dnipro, no centro do país

Forças russas bombardearam alvos na região de Dnipro, no centro da Ucrânia, nas últimas horas, causando danos significativos, enquanto mantêm a ofensiva no leste do país, especialmente na região de Donetsk.

Em Dnipro, a quarta cidade mais populosa da Ucrânia, a situação é complicada, com "vários ataques", anunciou Valentyn Reznichenko, chefe da Administração Militar Regional de Dnipropetrovsk, hoje através da plataforma Telegram.

17:53 | 26/05

Subiu para sete o número de mortos em Kharkiv durante bombardeamento

O número de mortos num bombardeamento em Kharkiv subiu para sete, sendo que 17 civis ficaram também feridas, segundo o governador da região, Oleh Synehubov. 
17:41 | 26/05
Lusa

Líder russófono de Donetsk admite presença de militares ucranianos em Azovstal

O líder da região separatista russófona de Donetsk, leste da Ucrânia, indiciou esta quinta-feira que diversos combatentes ucranianos ainda podem estar escondidos no complexo siderúrgico de Azovstal, em Mariupol, e após Moscovo ter declarado o fim da operação.

"Podem estar escondidos (...) Podem ter-se perdido, deixados para trás" pelos que se renderam e foram capturados, admitiu Denis Pushilin.

Em 20 de maio, os responsáveis militares russos declararam Azovstal e toda a cidade de Mariupol "completamente libertada" e referiram que 2.439 homens e mulheres abandonaram a última bolsa da resistência ucraniana nesta estratégica cidade.

15:34 | 26/05

Ucrânia diz que combates no leste atingiram "intensidade máxima"

Os combates das forças ucranianas contra as tropas russas no leste da Ucrânia atingiram a sua "intensidade máxima", disse hoje a vice-ministra da Defesa ucraniana, Ganna Malyar.
15:33 | 26/05

Moscovo ameaça sancionar media ocidentais se YouTube censurar diplomacia russa

A Rússia ameaçou esta quinta-feira expulsar jornalistas e 'media' ocidentais, nomeadamente norte-americanos, se a plataforma de vídeos YouTube voltar a censurar as conferências de imprensa da porta-voz do Ministério dos Negócios estrangeiros russo, Maria Zakharova.
15:18 | 26/05

Putin diz que é impossível o Ocidente isolar a Rússia

O Presidente russo, Vladimir Putin, avisou esta quinta-feira que é "impossível isolar a Rússia", referindo-se às sanções contra o seu país por causa da invasão da Ucrânia, e sublinhou que nenhum "polícia global" travará a sua independência.

"É claro que entendemos as enormes vantagens tecnológicas (...) de estar dentro das economias desenvolvidas. Não vamos desistir delas. Eles querem tirar-nos de lá. Mas, no mundo de hoje, isso é irreal, impossível", disse Putin, durante um discurso por vídeo para o Fórum Económico da Eurásia, que decorre em Bishkek, capital do Quirguistão.

13:48 | 26/05
Lusa

Putin acusa Ocidente de "roubo" de bens russos

O Presidente russo, Vladimir Putin, acusou esta quinta-feira o Ocidente de "roubo" dos bens russos congelados e confiscados durante a ofensiva militar da Rússia na Ucrânia, avisando que nada de bom virá de tais medidas.

"A violação de regras e regulamentos no campo das finanças e do comércio internacional não leva a nada de bom. E, em termos simples, só trará problemas a quem o fizer", afirmou, durante uma intervenção por videoconferência na sessão plenária do Fórum Económico da Eurásia, que decorre em Bishkek, no Quirguistão.

"O roubo de ativos alheios nunca trouxe nada de bom a ninguém, especialmente àqueles que estão envolvidos nesse negócio indecoroso", reiterou Putin.

13:30 | 26/05

Moscovo rejeita acusações de estar a bloquear cereais ucranianos

A Presidência russa (Kremlin) rejeitou esta quinta-feira as acusações ocidentais de que Moscovo tem bloqueado, desde o início da ofensiva na Ucrânia, as exportações de cereais ucranianos, desencadeando assim uma crise alimentar global.
12:57 | 26/05

Zelensky acusa países de serem tolerantes à Rússia por razões financeiras

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, acusou alguns países de serem tolerantes à Rússia, devido à força financeira do país liderado por Vladimir Putin.

"Hoje, ouvimos que supostamente a Rússia deveria receber o que quer, que é necessário concordar que algumas pessoas sejam privadas dos seus direitos de política externa", afirmou Zelensky, citado pela Reuters

"Temos de lutar pelo princípio de que a nação é importante", finalizou. 

 
12:36 | 26/05

Dois soldados russos declaram-se culpados por crimes de guerra

Dois soldados russos capturados pelas forças ucranianas declararam-se culpados, esta quinta-feira, em novo julgamento por crimes de guerra. 


12:20 | 26/05

Casas e escola atingidas por bombardeamentos ucranianos na região russa de Kursk

O governador da região de Kursk, Roman Starovoit, disse esta quinta-feira que várias casas e uma escola foram atingidas bombardeamentos ucranianos, segundo a agência de notícias TASS.

"Os arredores de Vorobzha foram atacados pelo inimigo. Conseguiram danificar várias casas, incluindo uma escola, onde as janelas estão partidas", declarou Starovoit.

Um professor terá ficado ferido durante o ataque, quando foi atingido por estilhaços de vidro de uma janela.

Vorobzha fica apenas a 20 quilómetros da fronteira com a Ucrânia, mais concretamente com a região de Sumy.

11:55 | 26/05

Chanceler alemão diz que Europa não pode permitir que Putin ganhe a guerra

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta quinta-feira que a Europa não pode permitir que o Presidente russo, Vladimir Putin, ganhe a guerra contra a Ucrânia, garantindo estar convencido que isso não acontecerá.
11:47 | 26/05

Rússia disparou mais mísseis na Ucrânia que qualquer outro país desde a Segunda Guerra Mundial

A Rússia disparou mais mísseis durante a guerra na Ucrânia do que qualquer outro país em outros conflitos desde a Segunda Guerra Mundial, referem especialistas militares à revista norte-americana Newsweek, que sublinha falhas da campanha russa.
11:05 | 26/05

120 civis de Kiev morreram desde o início da guerra

O presidente da Câmara de Kiev, Vitali Klitschko, afirmou que as forças russas já mataram 120 civis da capital ucraniana desde o início da invasão russa, a 24 de fevereiro. 

Além disso, o autarca revelou que 16 crianças foram hospitalizadas em estado crítico, sendo que quatro acabaram por morrer.

10:39 | 26/05

António Costa e Pedro Sánchez discutem em Madrid ajuda à Ucrânia e sanções à Rússia

O primeiro-ministro português e o chefe do Governo espanhol encontram-se esta quinta-feira em Madrid para preparar o Conselho Europeu extraordinário que segunda e terça-feira em Bruxelas vai discutir as ajudas à Ucrânia e sanções à Rússia.
10:22 | 26/05

Oito mil prisioneiros ucranianos no Donbass

Cerca de oito mil soldados ucranianos foram feitos prisioneiros na região do Donbass, leste da Ucrânia, pelos separatistas pró-russos, disse esta quinta-feira Rodion Miroshnik, o "embaixador" na Rússia da autoproclamada República Popular de Lugansk.
10:05 | 26/05

Seis mortos e 12 feridos em ataque russo no Donbass

O exército ucraniano alega que novos ataques russos na região de Donbass provocaram seis mortos e 12 feridos. 

Segundo o The Kyiv Independent, 41 povoações terão sido alvos das tropas russas. 52 edifícios residenciais foram destruídos, assim como outras insfraestruturas civis, inclusive uma escola. 


08:16 | 26/05

Governo português autoriza venda do Chelsea

Governo português deu autorização à venda do Chelsea Football Club por Romam Abramovich, cidadão russo com passaporte português, e as receitas serão usadas para fins humanitários.
07:33 | 26/05

Pelo menos quatro civis mortos na região de Donetsk

Ataques russos mataram pelo menos quatro civis em Donetsk,na quarta-feira, revelou esta quinta-feira o chefe do governo da região do leste da Ucrânia, Pavlo Kirilenko.
23:31 | 25/05

Bruxelas propõe mais medidas para evitar que oligarcas russos escapem às sanções

A Comissão Europeia quer evitar que os oligarcas russos escapem às sanções impostas a Moscovo e propôs esta quarta-feira o alargamento do número de bens que podem ser confiscados e a criminalização das tentativas de evasão às medidas.
20:22 | 25/05
Lusa

Kiev exorta comunidade internacional a "matar exportações russas"

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba, apelou esta quarta-feira à comunidade internacional, durante o Fórum Económico Mundial em Davos (Suíça) para "matar as exportações russas", de forma a pressionar o fim da guerra na Ucrânia.

"A minha mensagem é muito simples: matar as exportações russas, exceto alguns produtos críticos que o mundo precisa", declarou Kuleba, acrescentando que Moscovo deveria deixar de "fazer dinheiro e investi-lo numa máquina de guerra que mata, viola e tortura ucranianos".

Ao mesmo tempo, pediu às companhias de transportes marítimos para cessar o transporte de petróleo russo.

19:46 | 25/05

Reino Unido pede à Rússia para deixar de roubar cereais à Ucrânia

O ministro da Defesa britânico, Ben Wallace, pediu esta quarta-feira em Madrid à Rússia para abandonar a Ucrânia e "parar de roubar" os cereais deste país "para o bem da humanidade" e evitar uma crise alimentar global.
19:23 | 25/05

Guerra na Ucrânia empurrará mais quatro milhões de africanos para a pobreza extrema

O Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) estima que 30 milhões de africanos tenham sido empurrados para a pobreza extrema em 2021 devido à pandemia e prevê que a guerra da Ucrânia empurre outros quatro milhões até 2023.
15:20 | 25/05

Ucrânia acusa Rússia de chantagear Ocidente com abertura de portos marítimos ucranianos

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba, respondeu, esta quarta-feira, através de uma publicação no Twitter, à mensagem do Kremlin de que iria reabrir portos marítimos ucranianos para exportar alimentos caso UE levantasse restrições à Rússia.

Dmytro Kuleba, disse que Moscovo está a fazer chantagem com o Ocidente e que quem pensar em aceitar proposta russa deverá visitar campas de ucranianos mortos em combate primeiro.
14:35 | 25/05

Rússia tem dois mísseis Caliber no Mar Negro prontos para atacar a qualquer momento

Existem, neste momento, dois navios com mísseis Caliber no Mar Negro, informa o porta-voz do Ministério da Defesa, Oleksandr Motuzyanyk, segundo a agência de notícias RIA.

"Os navios da Frota do Mar Negro nos Mares Negro e Azov bloqueiam a navegação civil, isolam a área de hostilidades, efetuam o reconhecimento e prestam apoio a incêndios na direção costeira. Dois mísseis do sistema de defesa anti-míssil Caliber estão prontos a ser usados a partir do Mar Negro", disse Motuzyanyk.
14:31 | 25/05

Rússia emite passaportes a residentes de Mariupol

A Rússia está a emitir passaportes aos residentes de Mariupo, segundo um funcionário loca. 

O conselheiro do presidente da câmara de Mariupol, Petro Andriushchenko, diz que a Rússia iniciou uma "anexação de facto" de Mariupol. 
14:14 | 25/05

Governador de Mykolaiv diz que russos têm atacado a região todos os dias

Os militares russos atacam diariamente a região de Mykolaiv, disse Vitaly Kim, governador da região, segundo a agência InterFax.

"Os bombardeamentos estão agora a acontecer todos os dias com a mesma intensidade", disse.

Durante esta terça-feira, para além do centro de Mykolaiv, os militares russos também dispararam sobre as  Pervomaiskaya e Galitsyn, mas não houve feridos.
14:01 | 25/05

Ucrânia continua a lutar para manter o controlo rota de abastecimento em Donbass

A Ucrânia está a lutar para manter o controlo da principal estrada que dá acesso à cidade de Sievierodonetsk, segundo o porta-voz do Ministério da Defesa ucraniano. 

Esta é a principal rota de abastecimento em Donbass, explicou Oleksandr Motuzyanyk.
13:51 | 25/05

Putin assina decreto para facilitar atribuição da cidadania russa a ucranianos de Zaporijia e Kherson

O presidente russo assinou, esta quarta-feira, uma lei que permite facilitar a atribuição da nacionalidade russa a cidadãos ucranianos residentes nas regiões de Kherson e Zaporijia, avança a agência russa RIA.
13:15 | 25/05
Reuters

Defesa ucraniana diz que Rússia está a atacar a região de Kharkiv

Ministério da Defesa ucraniano diz que Rússia está a atacar a região de Kharkiv em três locais.

Também a região de Luhansk continua sob ataque dos russos que tentam cercar Lysychansk e Sievierodonetsk.
13:10 | 25/05

Moscovo diz estar a preparar medidas contra meios de comunicação na Rússia

Moscovo está a trabalhar em medidas contra os meios de comunicação de língua inglesa na Rússia, em resposta a "ações hostis" dos governos estrangeiros contra os meios de comunicação social russos, segundo a porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Maria Zakharova. 
12:54 | 25/05

Primeiro-ministro bielorrusso confirma fornecimento de armas à Rússia

O primeiro-ministro da Bielorrússia confirmou que o país está a fornecer armas à Rússia, e que criou um programa para trabalhar sobre as sanções ocidentais. 

11:54 | 25/05
Lusa

Bruxelas quer criminalizar violação de sanções e reforçar confisco de bens

A Comissão Europeia propôs esta quarta-feira acrescentar a violação das medidas restritivas da União Europeia (UE) à lista de crimes no espaço comunitário, assim como regras reforçadas para a recuperação e confisco de bens de oligarcas e outros criminosos.

Adotado esta quarta-feira na reunião semanal do colégio do executivo comunitário, e em boa parte motivado pela forma como oligarcas russos contornam as medidas restritivas decididas pelo bloco europeu no quadro da agressão militar russa à Ucrânia, o pacote de medidas propostas surge no contexto da 'task force' "Congelar e Apreender", criada pela Comissão Europeia em março passado, e prevê ações a vários níveis, o primeiro dos quais tornar a violação das sanções decretadas pelos 27 um crime na UE, o que facilitará depois outras medidas.

Sublinhando que a violação das medidas restritivas impostas pela UE a indivíduos e entidades é "um crime particularmente grave, uma vez que pode perpetuar ameaças à paz e segurança internacionais, e tem um claro contexto transfronteiriço, o que exige uma resposta uniforme a nível da UE e a nível global", a Comissão argumenta que a sua proposta de criminalização uniformizada no espaço comunitário facilitará "a investigação, o procedimento penal e a punição de violações de medidas restritivas em todos os Estados-membros".

11:40 | 25/05
Reuters

Rússia elimina limite de idade para serviço militar no país

A Câmara legislativa da Rússia aprovou, esta quarta-feira, uma lei que elimina o limite superior de idade para o serviço militar do país.

Atualmente, apenas os russos entre os 18 e 40 anos e os estrangeiros entre os 18 e 30 anos podem alistar-se como soldados no exército russo.
11:33 | 25/05

Corpos de soldados russos encontrados na região de Kiev

Uma equipa militar ucraniana esteve em Zavalivka e removeu com cuidado a camada superior do solo, avança a BBC.

Descobriram o corpo de um homem, virado para baixo. Pelo uniforme, ficou claro que era um soldado russo.

Semanas depois de não terem conseguido invadir a capital da Ucrânia, os restos das tropas russas continuam a ser descobertos nas aldeias por onde passaram.

A Ucrânia diz que a Rússia mostra pouco interesse em recuperar os corpos, mas o atraso na recolha não é exclusivo de Moscovo.
11:21 | 25/05

Região de Luhansk sem gás após ataque russo

Governador da região de Luhansk diz que toda a região está sem gás devido a ataque russo.

Serhiy Haidai disse que as forças russas tinham disparado sobre o último ponto de distribuição de gás na região e ferido um empregado da estação.

Em Luhansk também não há fornecimento de água e electricidade, acrescentou segundo o The Kyiv Independent.
11:04 | 25/05
Lusa

Banco Central Europeu diz que condições financeiras pioraram na zona euro desde o início da guerra

As condições financeiras pioraram na zona euro desde a invasão da Ucrânia pela Rússia, porque os preços da energia e a inflação subiram em flecha, enquanto o crescimento abrandou, afirmou esta quarta-feira o Banco Central Europeu (BCE).

No Relatório de Estabilidade Financeira de maio de 2022, publicado esta quarta-feira, o BCE adverte que a guerra na Ucrânia aumenta assim os riscos para a estabilidade financeira na zona euro.

O vice-presidente do BCE, Luis de Guindos, afirmou ao apresentar o relatório numa conferência de imprensa virtual que "a terrível guerra na Ucrânia trouxe um terrível sofrimento humano" e "aumentou também os riscos para a estabilidade financeira", através do seu impacto na atividade económica e nas condições financeiras.

10:42 | 25/05

Seis civis morreram em Severodonetsk durante bombardeamentos russos

Pelo menos seis civis foram mortos por bombardeamentos russos, de acordo com um governador regional citado pela Sky News.

Serhiy Haidai, oficial da região de Luhansk, disse que mais oito pessoas ficaram feridas na cidade de Severodonetsk durante as últimas 24 horas.
10:39 | 25/05

Lituânia vai enviar 20 carros blindados para a Ucrânia

A Lituânia vai enviar para a Ucrânia 20 carros blindados, M113, bem como vários camiões militares e veículos de desarmamento de minas, no valor de 15,5 milhões de euros.

O ministro da defesa do país, Arvydas Anusauskas, afirmou numa declaração: "A ajuda dos aliados é um factor decisivo para a vitória ucraniana", avança a Sky News.

A Lituânia já prestou um apoio militar à Ucrânia no valor de 100 milhões de euros, acrescentou o ministro da defesa.
10:17 | 25/05

Primeira-ministra da Estónia diz que mau tratado de paz entre Ucrânia e Rússia deve ser evitado

A Ucrânia tem de ser capaz de negociar com a Rússia a partir de uma posição de força, para que Moscovo não seja encorajada a tomar mais medidas agressivas, disse esta quarta-feira a primeira-ministra da Estónia, Kaja Kallas, avança a Reuters.

"Temos de evitar uma paz má, uma paz mal negociada para a Ucrânia significaria uma paz má para todos nós", disse num discurso em Estocolmo.

"É muito mais perigoso ceder a Putin, do que provocá-lo. Todas estas concessões aparentemente pequenas ao agressor conduzem a grandes guerras. Já cometemos este erro três vezes: Geórgia, Crimeia e Donbas", acrescenta.
09:54 | 25/05
Lusa

Suíça anuncia conferência sobre a reconstrução da Ucrânia em julho

O Presidente suíço anunciou, esta quarta-feira  a realização de uma conferência sobre a reconstrução da Ucrânia, a 4 e 5 de julho na Suíça, para mobilizar fundos para o país atingido por destruições maciças desde a invasão russa.

"A conferência sobre a recuperação da Ucrânia será dedicada ao processo de reconstrução", disse o Chefe de Estado durante o discurso, para o qual o primeiro-ministro ucraniano, Denys Shmyhal, foi convidado por vídeo-conferência. O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Andrei Rudenko, foi convidado para estar presente, mas a chegada foi atrasada por problemas de transporte.

O primeiro-ministro ucraniano estima quer o custo da destruição atinja já os 560 mil milhões de euros.
09:36 | 25/05

Defesa russa afirma que porto marítimo de Mariupol já está a operar normalmente

O Ministério da Defesa russo disse, esta quarta-feira, que o porto marítimo de Mariupol, a cidade ucraniana que foi tomada pela Rússia após um cerco de três meses, já está a funcionar normalmente, avança a Reuters.

O ministério disse que a Rússia está em contacto com as Nações Unidas, e que Moscovo "não exclui a possibilidade de conversações globais para desbloquear os portos da Ucrânia".
09:34 | 25/05

Hungria contra embargo do petróleo russo na UE e pede solução

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Hungria disse esta quarta-feira que não irá apoiar a proposta da União Europeia de embargo ao petróleo russo enquanto não for oferecida uma solução melhor, avança a Reuters.
09:23 | 25/05

Zelensky denuncia falta de unidade entre países ocidentais

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, denunciou esta quarta-feira a falta de unidade entre os países ocidentais quanto à guerra na Ucrânia, mais de três meses após o início da invasão russa.

"Existe unidade sobre a adesão da Suécia e da Finlândia à NATO? Não. Então o Ocidente está unido? Não", acrescentou Zelensky.
08:45 | 25/05
Reuters

Zelensky diz que só negoceia diretamente com Putin

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse, esta quarta-feira, que só está disposto a falar diretamente com Vladimir Putin e não através de intermediários.

Acrescentou que se o presidente russo "compreendesse a realidade", haveria a possibilidade de encontrar uma saída diplomática para o conflito.

Zelensky, que falou durante o Fórum Económico Mundial em Davos, disse também que a Ucrânia iria lutar até recuperar todo o seu território. O presidente ucraniano disse que Moscovo deveria retirar as suas tropas de volta às linhas em vigor antes de a Rússia iniciar a sua invasão a 24 de Fevereiro.

"Isso poderia ser um primeiro passo para as conversações", disse.
08:41 | 25/05

Moscovo diz que sanções deveriam ser levantadas para evitar crise alimentar

A resolução da crise alimentar poderia ser possível após o levantamento das sanções contra as exportações russas, disse o vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Andrey Rudenko, à agência russa Tass.

"Moscovo vê uma saída muito simples: todas as medidas restritivas que tenham sido introduzidas contra as exportações russas devem ser canceladas", disse.

"Quando nos é dito que estas sanções não afectam os alimentos e fertilizantes, isto não é inteiramente verdade, porque há questões relacionadas com o pagamento de tais fornecimentos, há questões com seguros, com o acesso dos navios russos aos portos europeus e outros. Por conseguinte, esta questão deve ser resolvida de forma abrangente", acrescentou o vice-ministro.
08:31 | 25/05
Reuters

Rússia diz que vai abrir corredor para deixar sair alimentos da Ucrânia

A Rússia está pronta a fornecer um corredor humanitário para os navios que transportam alimentos deixarem a Ucrânia, disse, esta quarta-feira, o vice-ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Andrei Rudenko, segundo a agência noticiosa Interfax.

A Rússia vai discutir a possibilidade de realizar uma troca de prisioneiros com a Ucrânia quando os prisioneiros que se renderam tiverem sido condenados, disse também Rudenko. Oficiais russos e separatistas disseram que alguns dos que se renderam deveriam ser levados a julgamento por crimes de guerra.

Acrescentou ainda que era prematuro estabelecer uma base militar russa na região de Kherson, na Ucrânia.
08:27 | 25/05

Mísseis russos atingem área residencial em Kramatorsk, na região de Donetsk

O presidente da câmara de Kramatorsk, Oleksandr Honcharenko, informou que vários edifícios residenciais tinham sido destruídos ou danificados devido aos ataques aéreos que atingiram a cidade durante a noite, mas não há vítimas, avança o The Kyiv Independent.
08:24 | 25/05

Rússia ataca Kryvyi Rih com 3 mísseis

O governador da região de Dnipropetrovsk, no sudeste da Ucrânia, disse que as forças russas atingiram uma fábrica, que sofreu danos graves. Neste momento ainda não há informações sobre feridos. A informação foi avançada pelo The Kyiv Indenpentent.
08:22 | 25/05
Lusa

Canadá vai enviar 20 mil munições para artilharia pesada às forças ucranianas

O Canadá vai doar à Ucrânia 20 mil munições para artilharia pesada, calibre 155, aumentando a ajuda militar para que as forças ucranianas possam continuar a combater a invasão russa, divulgou esta terça-feira a ministra da Defesa canadiana.

Anita Anand destacou que as munições vão chegar à Ucrânia "o mais rápido possível" e que Otava está a trabalhar com os seus aliados da NATO, bem como as autoridades em Kiev, para entregar mais ajuda militar à Ucrânia.

Até agora, o Canadá também já forneceu câmaras sofisticadas para equipar 'drones' de combate, imagens de satélite de alta resolução e outros equipamentos militares.

O governo do Canadá já destinou 500 milhões de dólares canadianos (cerca de 363 milhões de euros) em ajuda militar à Ucrânia este ano.

07:54 | 25/05
Lusa

Nova lei permitirá ao Kremlin nomear líderes de empresas estrangeiras

O parlamento russo aprovou, na terça-feira, de forma preliminar, um projeto de lei que permitirá ao governo nomear uma nova administração para empresas estrangeiras que se retiraram da Rússia após a invasão da Ucrânia.

De acordo com a agência de notícias estatal russa Tass, a nova lei permitirá a transferência do controlo de empresas que abandonaram a Rússia não por razões económicas, mas por causa do "sentimento antirrusso na Europa e nos EUA".

07:45 | 25/05
Lusa

Governador de Lugansk diz que a região é agora como Mariupol

O governador de Lugansk, Serhiy Haidai, disse que a situação "está à beira de ser crítica" e que a região do leste da Ucrânia "é agora como Mariupol", cidade deixada em ruínas por ataques russos.

"Agora, para a região de Lugansk, é o momento mais difícil nos oito anos da guerra", disse Haidai, na terça-feira, referindo-se ao início do conflito com os separatistas apoiados pela Rússia, em 2014.

00:20 | 25/05

Pelo menos 14 civis mortos e 15 feridos em ataques russos em Luhansk e Donetsk

Pelo menos 14 civis morreram e 15 ficaram feridos esta terça-feira durante ataques russos nas regiões de Luhansk e Donetsk, o foco da mais recente ofensiva de Moscovo na Ucrânia, revelaram os militares da Ucrânia. 


 

00:09 | 25/05

Rússia anuncia conclusão da desminagem no porto de Mariupol e arredores

A Rússia terminou os trabalhos de desminagem no porto de Mariupol e nas áreas costeiras nos arredores da cidade no sudeste da Ucrânia, desativando mais de 12.000 engenhos explosivos, divulgaram esta terça-feira o Ministério da Defesa e os 'media' russos.
22:43 | 24/05

EUA acabam com exceção que permitia à Rússia pagar dívida em dólares

Os Estados Unidos vão acabar, a partir desta quarta-feira, com a exceção que permitia à Rússia pagar as suas dívidas com dólares, decisão que pode levar Moscovo a entrar em incumprimento, anunciou esta terça-feira o Departamento de Tesouro.
22:03 | 24/05
Lusa

Comandante militar do regimento Azov está em zona controlada pela Rússia

O principal comandante militar que combateu até ao final da semana passada para tentar manter a cidade portuária de Mariupol sob controlo ucraniano está vivo e em território controlado pela Rússia, disse esta terça-feira a sua mulher após breve contacto telefónico.

Kateryna Prokopenko, casada com Denys Prokopenko, o líder do regimento Azov, disse que o seu marido lhe perguntou como estava, mas ficou sem ligação antes de conseguir responder.

Disse ainda que a chamada telefónica foi possível devido a um acordo entre os governos da Ucrânia e da Rússia e agradeceu a mediação da Cruz Vermelha Internacional, que tem visitado alguns dos soldados ucranianos que se renderam.

21:11 | 24/05
Lusa

Líder russófono diz que foi iniciado assalto à cidade de Lyman, em Donetsk

O líder separatista russófono de Donetsk, Denis Pushilin, assegurou esta terça-feira que foi iniciado o assalto à cidade de Lyman, e que metade da localidade, a nordeste da estratégica cidade de Sloviansk, já se encontra ocupada por forças russas.

"Um total de 28 localidades no norte de Donetsk foram hoje libertadas. Agora está a decorrer a fase ativa da libertação da cidade de Lyman", disse à agência noticiosa russa Interfax.

Segundo Pushilin, as unidades da Federação russa, juntamente com as milícias separatistas, "já entraram na própria cidade".

18:47 | 24/05

Hungria declara estado de emergência devido à guerra na Ucrânia

A Hungria entra à meia-noite desta terça-feira em estado de emergência devido à guerra na vizinha Ucrânia, anunciou o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán.
18:40 | 24/05

Rússia assume o controlo de Svitlodarsk e de mais duas cidades da região de Donetsk

A Rússia assumiu o controlo de três cidades de Donetsk, na Ucânia, incluindo Svitlodarsk, revelou esta terça-feira o governador regional, Pavlo Kyrylenko.

A República Popular de Donetsk, apoiada pela Rússia, já tinha afirmado que as suas forças tinham tomado o controlo da cidade e substituído a bandeira ucraniana por uma bandeira russa.

Svitlodarsk fica a 80 quilómetros a sudoeste de Sievierodonetsk, o foco dos ataques russos nos últimos dias.

18:30 | 24/05
Lusa

Von der Leyen descarta possível consenso sobre embargo de gás russo na cimeira da UE

A presidente da Comissão Europeia insurgiu-se esta terça-feira contra as "falsas expetativas" sobre a possível aprovação de um sexto pacote de sanções contra Moscovo, bloqueado pela Hungria devido ao embargo de petróleo russo, durante a cimeira da próxima semana.
17:35 | 24/05

Hungria diz que embargo ao petróleo russo é "muito improvável" a curto prazo

O primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban, que está a bloquear a adoção de um embargo europeu ao petróleo russo, admitiu ser "muito improvável" um acordo nos próximos dias, numa carta ao presidente do Conselho Europeu, Charles Michel.
17:04 | 24/05
Lusa

Ministro da Defesa russo diz que ofensiva na Ucrânia está a abrandar para "evitar baixas civis"

A Rússia afirma que está a abrandar a ofensiva na Ucrânia para "evitar baixas civis", disse esta terça-feira o ministro da Defesa russo, reafirmando que as forças russas não atacam infraestruturas civis, apesar das imagens de cidades destruídas.

"As forças armadas russas, ao contrário das ucranianas, não atacam as infraestruturas civis onde os civis possam estar localizados", disse Serguei Shoigu durante uma reunião do Conselho de Ministros da Defesa da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (OTSC), citado pela agência russa TASS.

Shoigu disse que as "posições de tiro inimigas identificadas e as instalações militares são atingidas por armas de precisão".

15:35 | 24/05

Mariupol alerta para perigo de decomposição de 200 cadáveres na fábrica Azovstal

O assessor do presidente da câmara da cidade ucraniana de Mariupol, atualmente sob controlo das forças russas, disse esta terça-feira que quase 200 cadáveres estão em estado de decomposição na fábrica Azovstal, constituindo um perigo para a saúde pública.
15:35 | 24/05

Pelo menos 310 ucranianos com proteção temporária deixaram Porrtugal

Pelo menos 310 ucranianos que tinha obtido uma proteção temporária em Portugal devido à guerra regressaram à Ucrânia, segundo dados enviados à Lusa pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

15:09 | 24/05

Von der Leyen diz que embargo ao petróleo russo não será aprovado na próxima cimeira da UE

A presidente da Comissão Europeia afirmou, esta terça-feira, que o embargo ao petróleo russo ainda não será aprovado na cimeira da UE da próxima semana, disse numa entrevista ao Politico.eu.

"Não quero criar espectativas sobre possível embargo a acontecer na próxima semana", afirmou.

As declarações surgem depois de o primeiro-ministro húngaro ter dito que não iria discutir o tema na cimeira de 30 e 31 de maio.
14:09 | 24/05

Metro de Kharkiv reabre após três meses a albergar refugiados

Kharkiv reiniciou o serviço de metro esta terça-feira e pediu às centenas de pessoas que tinham utilizado o espaço subterrâneo como abrigo anti-bombas durante os últimos três meses para libertar as carruagens do comboio, mas muitos disseram que ainda estavam demasiado assustados para regressar a casa, avança a Reuters.
14:04 | 24/05

Tropas russas ocupam Svitlodarsk na região de Donetsk

Segundo Serhiy Hoshko, o chefe da administração militar de Svitlodarsk, os ocupantes russos entraram na cidade na manhã desta terça-feira e içaram uma bandeira russa no edifício da câmara municipal, avança o The Kyiv Independent.
12:34 | 24/05

Colômbia vai enviar forças militares para ensinar soldados ucranianos a desmantelar minas

Em contacto com a Ucrânia, esta segunda-feira, o ministro da Defesa colombiano disse que irá enviar 11 engenheiros militares para treinar soldados ucranianos em desarmamento de minas.

O anúncio foi feito no site do Ministério da Defesa da Colômbia, que afirmou que o país se comprometeu a apoiar a Ucrânia não apenas com ajuda humanitária, que já foi entregue, mas também compartilhando conhecimento militar.
12:28 | 24/05
Lusa

Rússia vai ter mais NATO na fronteira devido a "grande erro estratégico" de Putin, diz secretário-geral

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, considerou esta terça-feira que o Presidente russo "cometeu um grande erro estratégico" ao invadir a Ucrânia para impedir o alargamento da aliança, que terá mais membros junto às fronteiras da Rússia.

Numa intervenção no segundo dia do Fórum Económico Mundial, na estância suíça de Davos, Stoltenberg recordou que, em dezembro do ano passado, Vladimir Putin "apresentou um ultimato" à NATO para exigir a retirada da aliança da Europa de Leste e o fim do alargamento.

12:27 | 24/05
Lusa

Von der Leyen alerta para "sinais óbvios" de crise alimentar e pede ação urgente

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, alertou este terça-feira para os "sinais óbvios" de uma crise alimentar mundial devido à guerra da Ucrânia, causada pela invasão russa, acusando a Rússia de chantagem na retenção de cereais.

"Os sinais de uma crise alimentar crescente são óbvios. Temos de agir com urgência", declarou a líder do executivo comunitário, discursando no Fórum Económico Mundial de Davos, na Suíça.

11:29 | 24/05
Lusa

Zelensky diz que Rússia disparou mais de 2.200 mísseis contra a Ucrânia em três meses

O Exército russo disparou um total de 2.275 mísseis contra a Ucrânia e realizou mais de 3.000 ataques aéreos nestes três meses de guerra, declarou esta terça-feira o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

"No total, desde 24 de fevereiro, o Exército russo lançou 1.474 ataques com mísseis contra a Ucrânia, usando 2.275 foguetes de diferentes tipos", disse Zelensky numa mensagem de vídeo divulgada e publicada pelas agências de notícias locais.

11:19 | 24/05

Rússia afirma estar a diminuir ataques à Ucrânia para que civis consigam escapar

O Ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, disse que Moscovo estava deliberadamente a abrandar a sua ofensiva na Ucrânia para permitir a retirada de civis em segurança, informou a agência noticiosa da RIA, esta terça-feira.

"Cessar-fogo está a ser declarado e estão a ser criados corredores humanitários a fim de tirar as pessoas dos territórios cercados. É claro que isto abranda o ritmo da ofensiva, mas isto é feito deliberadamente para evitar baixas entre a população civil", disse Shoigu.
11:14 | 24/05
Lusa

Kiev alerta que comprar à Rússia cereais roubados é ser cúmplice de crimes

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, pediu esta terça-feira à comunidade internacional para não comprar à Rússia "cereais roubados" ao seu país e avisou que isso implica "cumplicidade" com os crimes russos.

"A Rússia rouba cereais da Ucrânia, carrega-os em navios, atravessa o [estreito do] Bósforo e tenta vendê-los no estrangeiro", denunciou Kuleba, numa mensagem divulgada na rede social Twitter.

O ministro ucraniano pediu à comunidade internacional para que "se mantenha vigilante" e rejeite "este tipo de oferta", já que não o fazer implica tornar-se "cúmplice dos crimes russos".

10:33 | 24/05

MNE ucraniano diz que ataque russo a Donbass foi o maior em solo europeu desde II Guerra Mundial

A ofensiva russa na região de Donbass, na Ucrânia, é "a maior em solo europeu desde a Segunda Guerra Mundial", disse o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kuleba, no Twitter.

Kuleba pediu ainda aos aliados da Ucrânia para acelerar o fornecimento de armas e munições ao país.

"[A] ofensiva russa em Donbass é uma batalha implacável", disse Kuleba na publicação.
10:20 | 24/05

Quatro civis morreram em Severodonetsk durante ataque russo

Quatro civis morreram em Severodonetsk na sequência de bombardeamentos russos a Severodonetsk. Ataques atingiram um prédio na parte antiga da cidade, revelou o governador de Luhansk, Serhiy Gaidai, através do Telegram.

Gaidai informou que as quatro vítimas provavelmente viviam no mesmo apartamento e pelo menos seis casas ficaram danificadas.

09:08 | 24/05

Rússia diz ter atingido um depósito de armas ucraniano que armazenava munições de armas norte-americanas

O Ministério da Defesa russo disse, esta terça-feira, que as suas forças militares atingiram um depósito de armas na região de Donbass, utilizado para armazenar munições para as armas howitzers M777, produzidas nos EUA, afirma a Reuters.
08:49 | 24/05

Rússia intensifica ataques em Donbass e tenta cercar Severodonetsk, Lyschansk e Rubizhne

O exército russo continua a tentar controlar toda a região de Lugansk, intensificando os ataques a Severodonetsk. A captura desta região significaria que todo o território de Lugansk passaria a estar sob controlo russo.

Segundo o relatório diário do Ministério da Defesa britânico, "a Rússia aumentou a intensidade das suas operações no Donbass numa tentativa de cercar Severodonetsk, Lyschansk e Rubizhne", escreve no Twitter, acrescentando que "neste momento os eixos norte e sul desta operação estão separados por uma faixa de 25 quilómetros de território controlado pelos ucranianos".

08:43 | 24/05

Rússia quer criar uma base militar em Kherson

A administração russa de Kherson, no sul da Ucrânia, vai pedir a Moscovo que crie uma base militar no seu território, relata a agência noticiosa russa RIA, citando um funcionário do governo.

Kirill Stremousov, o chefe adjunto do que a Rússia chama a "administração regional civil-militar" de Kherson, disse à RIA: "Deveria haver uma base militar russa na região de Kherson. Vamos pedir e é isto que toda a população quer. É essencial e será uma garantia de segurança para a região e os seus habitantes".

Analistas dizem, segundo a Sky News, que a área é estrategicamente valiosa, pois o seu controlo permitiria à Rússia bloquear o acesso da Ucrânia ao mar e conectar os territórios de Donetsk e Luhansk com a Crimeia.
08:35 | 24/05

Russos dirigem retirada de civis por campo minado e disparam sobre os sobreviventes

Os militares ucranianos estão a acusar as forças armadas russas de mais um crime de guerra: uma coluna de veículos terá sido enviada por uma estrada minada e quem não morreu nas explosões foi morto a tiro, acusam os militares ucranianos.

Militares russos terão ordenado que veículos de civis ucranianos, que tentavam fugir de locais de conflito, seguissem por uma estrada minada. 

"Durante o avanço das nossas unidades na região de Mykolayv, em direção à região de Kherson, foram encontrados vários carros civis com corpos mutilados e alvejados", diz um comunicado das Forças Armadas da Ucrânia, publicado esta noite na conta de Facebook.

23:44 | 23/05

Moscovo vai considerar possibilidade de retomar os laços com o Ocidente, enquanto espera reforçar relação com a China

O ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Sergey Lavrov, disse esta segunda-feira que Moscovo irá pensar se necessita de reestabelecer laços com o Ocidente, mas que irá concentrar-se no desenvolvimento de laços com a China. 

"Agora que o Ocidente tomou uma posição de ditador', os nossos laços económicos com a China crescerão ainda mais rapidamente", disse Lavrov.


21:56 | 23/05

MNE defende apoio da UE para exportação de cereais para países africanos

O ministro dos Negócios Estrangeiros português admitiu esta segunda-feira no Mindelo, Cabo Verde, a necessidade de a União Europeia (UE) procurar "soluções" para a exportação de cereais para países africanos, afetados pela escalada de preços provocada pela guerra na Ucrânia.

"Estamos num quadro muito complicado da vida internacional e um quadro que afeta o globo inteiro e de maneira muito especial países no continente africano, países insulares, países que têm o hábito de importar cereais daquela região, da Ucrânia e da Rússia", afirmou João Gomes Cravinho, em declarações conjuntas com o homólogo cabo-verdiano, Rui Figueiredo Soares, no início de uma visita de três dias a Cabo Verde.

"Atualmente, devido à invasão da Ucrânia pela Rússia e devido à ação militar da Rússia, nós temos um bloqueio de portos de exportação de cereais da Ucrânia e juntamente com a União Europeia vamos procurar trabalhar para que se encontrem soluções que permitam aliviar as dificuldades criadas pela Rússia. Portanto, isto é um desafio grande, mas é um desafio com relação ao qual Portugal sabe que a parceria com Cabo Verde será sempre uma parceria muito valiosa", acrescentou o chefe da diplomacia portuguesa.
20:16 | 23/05
Lusa

Julgamento de militares de Azovstal vai começar em Mariupol

O julgamento dos militares ucranianos que se renderam na semana passada em Azovstal iniciar-se-á em Mariupol, disse hoje uma fonte familiarizada com o assunto à agência de notícias independente russa Interfax.

"Segundo os dados preliminares, o primeiro julgamento intermédio vai ser realizado em Mariupol", indicou a fonte.

O julgamento vai ser seguido de outras etapas, que poderão ocorrer noutras localidades, acrescentou.

20:01 | 23/05

Governo disponível para doar medicamentos e produtos médicos à Ucrânia

A ministra da Saúde afirmou esta segunda-feira, em Genebra, a disponibilidade do Governo para prosseguir com a doação de medicamentos e produtos médicos à Ucrânia, assim como para Portugal acolher doentes e refugiados da invasão russa.
19:48 | 23/05

Primeira-dama ucraniana fala em "horrores que não poderíamos imaginar"

A primeira-dama ucraniana, Olena Zelenska, denunciou esta segunda-feira junto da Organização Mundial de Saúde (OMS) os "horrores" causados pelas forças russas na Ucrânia, enquanto Moscovo criticou uma suposta "politização" desta organização.
17:21 | 23/05

Rússia mantém controlo de barragem estratégica para Crimeia

Rússia mantém o controlo de uma central hidráulica estratégica, apreendida em final de fevereiro, assegurando o fornecimento de água à região anexada da Crimeia, constatou a agência France-Presse.

Três meses depois de ter sido apreendida pelas forças militares russas, as turbinas da central hidráulica, localizada em Nova Kakhovka, na região de Kherson, no sul da Ucrânia, estão a funcionar, com as instalações intactas e a água a fluir e a desaguar no rio Dnieper.
17:10 | 23/05

Crise alimentar pode piorar caso continue bloqueio a exportações da Ucrânia

Os alimentos vão ficar ainda mais caros nos próximos meses, caso continue o bloqueio do escoamento marítimo de cereais da Ucrânia, alertaram esta segunda-feira especialistas e governantes no Fórum Económico Mundial, em Davos.
16:55 | 23/05

Turquia quer passos concretos para aceitar Suécia e Finlândia na NATO

O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, fez esta segunda-feira depender o levantamento do seu veto à adesão da Suécia e da Finlândia à NATO de medidas concretas, mas sem as especificar.
16:43 | 23/05

Ucrânia diz que estão a ser investigados 13 mil crimes de guerra praticados pelos russos

A procuradora- geral da Ucrânia, Iryna Venediktova, disse esta segunda-feira que cerca de 13 mil casos de alegados crimes de guerra russos vão ser investigados, de acordo com a agência de notícias Reuters. 

Kiev acusou a Rússia de atrocidades contra civis durante a invasão à Ucrânia. A Rússia negou ter como alvo civis naquela a que chama uma "operação militar especial" na Ucrânia.
15:44 | 23/05

Starbucks sai definitivamente da Rússia

A Starbucks anunciou esta segunda-feira que vai sair da Rússia, de modo definitivo, depois de ter fechado temporariamente os seus 130 cafés naquele país, mas vai manter o pagamento do salário de cerca de 2.000 trabalhadores por seis meses.
15:26 | 23/05

Três ucranianos entre as 100 pessoas mais influentes no Mundo

A revista Time elegeu três ucranianos entre as 100 personalidades mais influentes no Mundo, com destaque para o presidente Volodymyr Zelensky, que figura na categoria "líderes".

O comandante-chefe Valerri Zaluzhnyi e o editor-chefe do jornal Pravda, Sevgil Musaieva, também foram escolhidos.
15:13 | 23/05

Diplomata russo na ONU demite-se alegando vergonha da invasão à Ucrânia

Um diplomata veterano russo da delegação da ONU em Genebra anunciou esta segunda-feira ter entregado a sua demissão à missão diplomática russa, alegando que nunca teve tanta vergonha do seu país como no dia da invasão da Ucrânia.
15:00 | 23/05

Presidente bielorrusso acusa Polónia de querer ocupar território da região ocidental da Ucrânia

O Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, disse esta segunda-feira que estava preocupado com aquilo a que chamou movimentos do Ocidente para "desmembrar" a Ucrânia, e acusou a Polónia de querer ficar com a parte ocidental do país.

"O que nos preocupa é que eles estejam prontos, os polacos e a NATO, para anexarem a Ucrânia ocidental, tal como acontecia até 1939", disse Lukashenko durante uma reunião com o Presidente russo, Vladimir Putin.

Lukashenko, um aliado próximo de Putin, disse que Kiev acabaria por ter de pedir ajuda para evitar a invasão da Ucrânia pelo ocidente.
14:42 | 23/05

Biden afirma que Putin vai ter de pagar pelos atos cometidos na Ucrânia

O Presidente russo, Vladimir Putin, terá de "pagar um preço caro pelas barbaridades cometidas na Ucrânia", disse o presidente dos EUA.

Biden disse aos jornalistas, durante uma visita a Tóquio, que dissuadir a China de atacar Taiwan era uma das razões pelas quais era importante que o Putin pagasse pelas suas ações.

O presidente norte-americano também excluiu a possibilidade de colocar as forças militares dos EUA em conflito direto com a Rússia, envolvendo-se na guerra da Ucrânia.

No entanto, Biden, que falava ao lado do primeiro-ministro japonês, disse que os EUA iriam intervir caso a China invadisse Taiwan. "Foi esse o compromisso que assumimos", acrescentou.
14:34 | 23/05

Ucrânia apela a que sejam organizados corredores para conseguir exportar alimentos

A comunidade internacional deveria ajudar a garantir a passagem segura de embarcações de exportação de alimentos num corredor para fora da cidade portuária de Odesa para ajudar a Ucrânia e evitar a fome no mundo, disse a vice-primeira-ministra ucraniana, Yulia Svyrydenko, segundo a BBC.

"Levaríamos 5, 6, 7 anos a exportar todos estes alimentos. Portanto, neste momento é extremamente importante desbloquearmos os portos marítimos", disse durante o Fórum Económico Mundial.
14:14 | 23/05

Putin foi alvo de tentativa de homicídio

O Chefe dos Serviços de Informação do Ministério da Defesa ucraniano, Kyrylo Budanov, revelou que o presidente russo, Vladimir Putin, foi alvo de uma tentativa de assassinato no início da guerra na Ucrânia.
13:13 | 23/05

Conselheiro da Rússia na ONU renuncia ao cargo: "Nunca senti tanta vergonha do meu país"

O conselheiro da Rússia nas Nações Unidas, Boris Bondarev, renunciou ao cargo europeu afirmando: "Nunca senti tanta vergonha do meu país desde 24 de fevereiro". 

O advogado de Bondarev partilhou a carta de despedimento do conselheiro no seu Twitter onde é possível ler-se que o objetivo dos responsáveis por esta guerra é apenas "permanecer no poder para sempre". 
12:33 | 23/05

Filha de Donald Trump esteve na Polónia a visitar refugiados ucranianos e diz estar "grata"

Ivanka Trump viajou até Cracóvia e Varsóvia, na Polónia, onde teve contacto com várias entidades que apoiam os refugiados ucranianos.

"Grata por ter passado os últimos dias em Cracóvia e Varsóvia para encontrar-me com líderes religiosos ucranianos e polacos que demonstraram tanta compaixão e amor pelas famílias ucranianas necessitadas e pela oportunidade de ser testemunha do amor e resiliência de cada uma destas famílias", escreveu no Twitter.
11:20 | 23/05
Reuters

ONU confirma que mais de 6.5 milhões de pessoas já saíram da Ucrânia

Mais de 6,5 milhões de pessoas fugiram da Ucrânia desde a invasão russa no final de Fevereiro, disse a agência das Nações Unidas para os refugiados.

Desde a invasão da Rússia, a 24 de Fevereiro, 6.538.998 refugiados deixaram a Ucrânia, tendo a maioria deles entrado na Polónia.
11:02 | 23/05

Presidente ucraniano afirma que 87 pessoas foram mortas durante ataque russo a Desna

Zelensky confirma a morte de 87 pessoas durante um ataque russo a Desna, na região de Chernihiv, na passada terça-feira, avança a Reuters.
10:59 | 23/05

Rússia lança mísseis do Mar Negro para destruir equipamento militar ucraniano

O Ministério da Defesa da Rússia disse, esta segunda-feira, que tinha disparado quatro mísseis Kalibr de um submarino no Mar Negro para destruir o equipamento militar de uma brigada de assalto de montanha ucraniana, informou a agência noticiosa TASS.
10:26 | 23/05

Casa da Rússia no Fórum Económico Mundial inaugurada como "Casa dos Crimes de Guerra da Rússia"

Fórum Económico Mundial, em Davos, atribui antiga casa da Rússia, um local onde a delegação descansava entre conferências, a uma fundação ucraniana que a passou a usar para expor crimes de guerra russos.

A nova "Casa dos Crimes de Guerra da Rússia" passa a alojar uma exposição que conta com ecrãs a transmitirem intervenções do presidente ucraniano, um mapa que mostra onde morreram 4,177 civis durante a invasão russa da Ucrânia, com fotografias de ruas e casas bombardeadas e um vídeo com mais de 4,600 imagens com provas de crimes de guerra. 

 

09:56 | 23/05

Zelensky assina lei para confiscar bens de apoiantes da invasão russa

Zelensky assina lei para confiscar bens daqueles que apoiam a invasão russa. A lei vai ajudar a financiar a economia ucraniana, disse a 23 de maio o presidente Volodymyr Zelensky.
09:50 | 23/05

Vice-primeira-ministra da Ucrânia pediu um isolamento total de Moscovo no Fórum Económico Mundial

A vice-primeira-ministra ucraniana pediu um isolamento total de Moscovo, frisando que "os exércitos vencem combates mas a economia vence guerras". 

Yuliia Svyrydenko falou esta manhã no Fórum Económico Mundial sobre sanções económicas, denunciando que muitas empresas garantiram que iriam sair da Rússia, mas continuaram a operar no país.

A governante defendeu ainda sanções para as empresas que não cumpram as restrições económicas e pediu o congelamento dos bens russos para que sejam usados na reconstrução da economia da Ucrânia.

09:45 | 23/05

Deputada ucraniana diz que comprar gás e petróleo a Moscovo é financiar "violação e homicídio" das crianças ucranianas

Ivana Kylmpush-Tsintsadze, deputada e antiga governante ucraniana que faz parte da delegação da Ucrânia no Fórum Económico Mundial, em Davos, contou à Sky News que irá dizer aos líderes políticos que "comprar petróleo e gás à Rússia é financiar a violação e o homicídio de crianças ucranianas".

A deputada disse ainda que a Ucrânia vai pedir ainda mais ajuda com armamento, um embargo total à energia russa e sanções mais duras a Moscovo.

A deputada está em Davos para entregar diretamente estas mensagens aos líderes políticos e empresariais, durante a maior delegação diplomática a sair de Kiev desde o início da guerra.

09:04 | 23/05

Forças russas iniciam operação de desminagem no perímetro da fábrica Azovstal

Equipas de sapadores de engenharia militar estão a levar a cabo operações de desminagem do extenso perímetro da fábrica Azovstal, na cidade ucraniana de Mariupol, disse hoje o Ministério da Defesa da Rússia.
08:48 | 23/05

Polónia vai rescindir acordo com a Rússia sobre gasoduto Yamal, diz ministro

A Polónia decidiu rescindir um acordo intergovernamental com a Rússia relativamente ao gasoduto Yamal, disse a Ministra polaca, Anna Moskwa, no Twitter, esta segunda-feira, citada pela Reuters.

"A agressão da Rússia contra a Ucrânia confirmou a exactidão da determinação do governo polaco de se tornar completamente independente do gás russo. Sempre soubemos que a Gazprom não era um parceiro fiável", disse Moskwa.
08:11 | 23/05

Todos os dias morrem até 100 ucranianos devido à guerra, revela Zelensky

O Presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky disse que até 100 ucranianos podem estar a morrer todos os dias, uma vez que os combates no flanco oriental do país continuam, relata o The Kyiv Independent.

As tropas ucranianas estão atualmente a tentar defender a cidade oriental de Severodonestk, uma vez que esta resiste a fortes bombardeamentos das forças russas que tentam tomar os Donbass.

O único hospital da cidade tem apenas três médicos e mantimentos para 10 dias, segundo o governador da província de Luhansk, Serhii Haidai.

Em abril, Zelensky disse que entre 2 500 a 3 000 tropas ucranianas tinham morrido até agora na guerra com a Rússia e outros 10 000 tinham ficado feridos.
08:03 | 23/05

Bombardeamentos russos causam cinco mortos e 11 feridos em Donetsk

As autoridades da região de Donetsk, no leste da Ucrânia, anunciaram esta segunda-feira que cinco civis morreram e 11 ficaram feridos, no domingo, na sequência de bombardeamentos russos.
08:03 | 23/05

Nova lei dará a ucranianos na Polónia "mesmas oportunidades", diz Zelensky

O Presidente da Ucrânia anunciou, no domingo, que o governo da Polónia está a preparar uma proposta de lei que dará aos ucranianos residentes na Polónia os mesmo direitos que os polacos.
00:28 | 23/05

Boris Johnson e Zelensky falam sobre bloqueio do porto de Odessa

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, falou este domingo com o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, sobre o bloqueio da Rússia ao porto de embarque de Odessa, revelou um porta-voz de Downing Street.

Boris Johnson decidiu redobrar esforços para fornecer alimentos e ajuda humanitária aos ucranianos, de forma a assegurar que o país possa exportar para o resto do mundo. 
22:28 | 22/05

EUA e França debatem como apoiar as propostas de adesão à NATO da Finlândia e da Suécia

O secretário de estado norte-americano, Antony Blinken, e a ministra dos Negócios Estrangeiros francesa, Catherine Colonna, debateram este domingo a aliança da NATO, incluindo a melhor forma de apoiar as propostas de adesão da Finlândia e da Suécia.

A revelação foi feita pelo departamento de estado norte-americano numa declaração, de acordo com a Reuters.

Blinken e Colonna concordaram com a importância de continuar a apoiar a Ucrânia.

19:09 | 22/05

Presidente senegalês vai a Moscovo e a Kiev em nome da União Africana

O Presidente senegalês anunciou este domingo que vai deslocar-se à Rússia e à Ucrânia em nome da União Africana, a que atualmente preside, após um convite de Moscovo e o desejo manifestado pelo Presidente ucraniano de contactar com líderes africanos.
17:36 | 22/05

Zelensky reitera esperança da obtenção em junho de estatuto de candidato à UE

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, reiterou este domingo a esperança de que, em junho, a Ucrânia obtenha o estatuto de candidato à União Europeia (UE), após o Presidente polaco, Andrzej Duda, garantir o seu apoio e o da Polónia.
13:04 | 22/05

Rússia destruiu 58 infraestruturas civis na região de Donetsk nas últimas 24 horas

As tropas russas bombardearam nas últimas 24 horas 12 zonas residenciais da região de Donetsk, no leste da Ucrânia, destruindo 58 infraestruturas civis, indicou este domingo a Polícia Nacional ucraniana.
12:54 | 22/05

Ucrânia prolonga lei marcial até 23 de agosto. Rússia continua a atacar várias cidades ucranianas

O parlamento ucraniano decidiu prolongar a lei marcial por mais 90 dias, até 23 de agosto. As forças russas continuam a bombardear cidades ucranianas na linha da frente, incluindo Kharkiv, este domingo.
11:40 | 22/05

Forças russas invadem 12 aldeias na região de Donetsk

As forças russas invadiram este domingo 12 aldeias na região de Donetsk, segundo a polícia local. 

Os ataques destruíram 58 edíficios, incluindo escolas, deixando civis feridos. 
09:12 | 22/05

Forças russas disparam mísseis em Zaporíjia

As forças russas dispararam este domingo mísseis em Zaporíjia, ferindo alguns civis, segundo a Administração Militar Regional. 
09:08 | 22/05

Russos minam estradas na região de Kherson

A Rússia minou algumas estradas e pontes na região de Kherson, segundo a administração regional. 
08:04 | 22/05

Rússia prepara-se para retomar ofensiva na região de Donetsk

A Rússia está a preparar-se para retomar a sua ofensiva na região de Donetsk.

As forças armadas ucranianas disseram este domingo que as tropas russas bombardearam aldeias de Virnopillia, Dibrivne, e Dovhenke. 
00:03 | 22/05
Lusa

Rússia vai estudar possibilidade de troca de soldados do batalhão Azov feitos prisioneiros

A Rússia vai estudar a possibilidade de trocar combatentes do batalhão ucraniano Azov feitos prisioneiros pelo deputado e milionário ucraniano pró-russo Viktor Medvedchuk, declarou este sábado um negociador e parlamentar russo, Leonid Slutsky.
20:07 | 21/05

Zelenskiy fala com primeiro-ministro italiano e pede mais sanções contra a Rússia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, revelou este sábado ter falado com o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, e sublinhou a importância de mais sanções contra a Rússia. 

Zelenskiy agradeceu a Draghi o seu "apoio incondicional" à candidatura da Ucrânia a membro da União Europeia.
16:00 | 21/05

Turquia precisa de ver cooperação no terrorismo para pedidos de adesão à NATO

O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, disse ao chefe da NATO, Jens Stoltenberg, que Ancara não vai ver positivamente a adesão da Suécia e da Finlândia à aliança, a menos que mostrem claramente cooperação na luta contra o terrorismo e outras questões.

14:39 | 21/05

Presidente da Finlândia teve conversas "abertas e diretas" com Erdogan

O presidente da Finlândia, Sauli Niinisto, disse este sábado que teve conversas "abertas e diretas" com o presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, para discutir a candidatura da Finlândia à NATO.

Erdogan questionou publicamente se a Finlândia e a Suécia deviam ser autorizadas a aderir à aliança militar.

"Afirmei que, como aliados da NATO, a Finlândia e a Turquia vão comprometer-se com a segurança uma da outra e a nossa relação vai ficar mais forte", disse Niinisto numa publicação do Twitter.

"A Finlândia condena o terrorismo em todas as suas formas e manifestações. O diálogo estreito continua".

13:36 | 21/05

Rússia proíbe a entrada de 963 americanos no país, incluindo Biden e Blinken

A Rússia proibiu a entrada de 963 norte-americanos no país, incluindo o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, o secretário de Estado Antony Blinken e o chefe da CIA, William Burns.
10:15 | 21/05

Exército russo diz que destruiu grande remessa de armas ocidentais enviadas para a Ucrânia

O exército russo afirma ter destruído um grande carregamento de armas ocidentais, enviadas para a Ucrânia, utilizando mísseis, segundo a agência noticiosa Interfax. 
07:51 | 21/05

Exército ucraniano destrói três tanques lançadores de mísseis

O exército ucraniano destruiu três tanques lançadores de mísseis durante a madrugada de sábado, segundo o comando operacional. 
07:43 | 21/05

Rússia cumpre ameaça e corta gás à Finlândia

A companhia finlandesa Gasum confirmou este sábado que a gigante russa do gás Gazprom cortou o fornecimento de gás, tal como anunciado na sexta-feira, por não satisfazer a exigência de pagar em rublos.

Com esta decisão, a Finlândia perde o seu maior fornecedor de gás natural, dado que a Gazprom fornecia cerca de 92% de todo o gás consumido no país nórdico. 
00:37 | 21/05
Lusa

Putin repreende governador russo que usou conflito para justificar problemas

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, repreendeu esta sexta-feira o governador de Kaliningrado, depois deste ter usado a "operação militar" russa em andamento na Ucrânia como uma desculpa para os problema naquele enclave no báltico.

"Neste caso, a operação militar especial não deve ser usada como desculpa", referiu o chefe de Estado russo, durante a reunião com o governador, Anton Alijanov, citado pela agência de notícias estatal TASS.

Vladimir Putin acrescentou: "Você disse isso, mas isso não deve ser feito, pois [Kaliningrado] já sofreu uma quebra nos anos de 2020 e 2021".

23:50 | 20/05

Portugal disponível para apoiar Polónia com 50 milhões de euros, anuncia António Costa

O primeiro-ministro, António Costa, que está a visitar esta sexta-feira Varsóvia, na Polónia, avançou que Portugal está disponível para apoiar o país com 50 milhões de euros no acolhimento aos refugiados ucranianos.

De acordo com Costa, o apoio é direcionado a recursos como "bens materiais para construir casas, roupa, calçado, alimentos, até 50 milhões de euros".
23:47 | 20/05
Lusa

Erdogan pede ilegalização das milícias curdas sírias para levantar veto à Suécia e Finlândia

O Presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, voltou esta sexta-feira a ameaçar vetar a entrada da Suécia e Finlândia da NATO caso os membros da Aliança prossigam o apoio às milícias curdas sírias, que considera "terroristas", e a outras organizações.

"Não podemos aceitar que a NATO, uma organização de segurança, acolha organizações terroristas", declarou o Presidente turco numa referência à presença de militantes curdos, na maioria exilados, em diversos países europeus.
23:40 | 20/05

Zelensky apela a que todos os afetados pela invasão russa "recebam uma compensação apropriada"

No discurso diário publicado nas redes sociais, o presidente ucraniano Zelensky apelou a que os países aliados da Ucrânia se juntem para criar um fundo monetário que permita "compensar todas as pessoas que sofreram com as ações do exército russo".

Segundo Zelensky, os fundos e as propriedades russos localizados em países aliados da Ucrânia deveriam ser apreendidos, confiscados e direcionados para um fundo especial que garantisse que "todos os afetados pela agressão russa poderão receber uma compensação apropriada". 

"Estamos a trabalhar para garantir que a Rússia compense, de uma forma ou de outra, por tudo que destruiu na Ucrânia", acrescenta.
23:38 | 20/05
Lusa

Países bálticos deixam de importar eletricidade russa a partir de domingo

Os países bálticos, Lituânia, Estónia e Letónia, vão deixar de importar eletricidade da Rússia a partir de domingo, revelou esta sexta-feira o Ministério da Energia e o operador de rede elétrica lituano.

O operador de energia elétrica no mercado grossista, Nord Pool, vai terminar com a aquisição de eletricidade da empresa russa Inter RAO, explicou o Ministério da Energia lituano em comunicado.

Com este passo, a Lituânia irá interromper completamente as importações de petróleo, gás e eletricidade de Moscovo.

19:46 | 20/05

Forças russas tomaram controlo total de Azovstal

Segundo o Russia Today, as forças russas tomaram totalmente o controlo da central siderúrgica de Azovstal, ao final da tarde desta sexta-feira.

Segundo fonte do Ministérioo da Defesa da Rússia, os combatentes ucranianos no interior renderam-se e depositaram as armas no chão, incluindo membros do Batalhão Azov.

No interior do complexo industrial permaneceram durante quase um mês pelo menos 2459 pessoas.
18:36 | 20/05

Zelensky quer reconstruir maior avião do mundo em memória da morte dos militares ucranianos

O jornal ucraniano The Kyiv Independent avança que o presidente Zelensky quer reconstruir o avião Antonov An-225 Mriya - o maior avião do mundo - destruído 

O objetivo do presidente é fazê-lo em memória de todos os militares ucranianos que morreram durante a invasão russa. 

O preço da construção da segunda aeronave ronda os 750 milhões de euros.
18:11 | 20/05

Zelensky agradece aos 42 países que apoiam a Ucrânia no julgamento contra a Rússia

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, agradeceu esta sexta-feira, aos 42 países que se posicionaram ao lado da Ucrânia no julgamento contra a Rússia no Tribunal Internacional de Justiça. Portugal faz parte da lista.

Numa publicação no Twitter, Zelensky diz que está "grato aos parceiros que escolheram o lado correto da História".
18:05 | 20/05

Rússia bloqueia retirada de civis da região de Kherson pelo quinto dia consecutivo

O governador da região de Kherson, Hennadii Lahuta, referiu numa conferência de imprensa que as forças russas têm estado a bloquear a retirada de civis pelo quinto dia consecutivo, avança o The Kyiv Independent.
16:21 | 20/05

Vídeo capta momento em que Casa da Cultura na região de Kharkiv é atingida por míssil

Um vídeo partilhado nas redes sociais mostra o momento em que a Casa da Cultura em Lozova, Kharkiv, foi atingida por mísseis durante um ataque aéreo russo.

Segundo o The Kyiv Independent, há pelo menos sete feridos.

??The Palace of Culture in the #Kharkiv region was hit by a missile

According to preliminary information, 7 people were wounded, including an 11-year-old child, according to Victor Zabashta, director of the Center for Emergency Medical Care. pic.twitter.com/3Iwc71Oj1e

— NEXTA (@nexta_tv) May 20, 2022
16:14 | 20/05
Lusa

Itália propõe à ONU um plano para o fim do conflito militar na Ucrânia

A Itália propôs às Nações Unidas a formação de um "grupo de facilitação internacional" para tentar conseguir um cessar-fogo "passo a passo" na Ucrânia, anunciou esta sexta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano.

"O objetivo é trabalhar passo a passo (...) a partir, por exemplo, de tréguas localizadas, a retirada de civis, a possibilidade de abrir corredores humanitários seguros e, obviamente, o aumento da possibilidade para chegar a um cessar-fogo geral, depois uma paz duradoura com um acordo de paz real", explicou o chefe da diplomacia italiana.
16:08 | 20/05
Lusa

Ministros do Conselho da Europa pedem cimeira por causa da guerra na Ucrânia

Os ministros dos Negócios Estrangeiros dos 46 Estados-membros do Conselho da Europa manifestaram esta sexta-feira a necessidade de realizar uma reunião de chefes de Estado e Governo para abordar a guerra na Ucrânia, o quarto encontro em 70 anos.

Os chefes da diplomacia reuniram-se esta sexta-feira em Turim para a sua sessão anual, a primeira desde que a Rússia se retirou da organização devido à invasão da Ucrânia, tendo a Irlanda substituído a Itália na presidência rotativa do Comité de Ministros.

13:59 | 20/05
Lusa

Militares ucranianos cercados na fábrica Azovstal receberam ordem de Kiev para deixar de combater

Os últimos soldados ucranianos entrincheirados na fábrica siderúrgica Azovstal, em Mariupol, sudeste da Ucrânia, receberam ordens de Kiev para "deixar de defender a cidade", anunciou esta sexta-feira um dos comandantes do regimento Azov.
13:16 | 20/05

Rússia anuncia 12 bases militares na fronteira ocidental em resposta a reforço da Aliança

A Rússia vai criar 12 bases militares na sua fronteira ocidental até ao final do ano para responder ao reforço da NATO com a potencial integração da Finlândia e da Suécia, anunciou esta sexta-feira o ministro da Defesa, Serguei Shoigu.
11:39 | 20/05

Fluxo de gás russo para a Finlândia vai ser interrompido este sábado

O fluxo de gás russo para a Finlândia vai ser interrompido este sábado, avançou a Gasum - empresa de energia nórdica - citada pela Reuters.

A empresa recusou-se a pagar à Gazprom em rublos, como Moscovo solicitou anteriormente. 

"É altamente lamentável que o fornecimento de gás natural sob nosso contrato de fornecimento agora seja interrompido", disse o CEO da Gasum, Mika Wiljanen, em comunicado. 

"No entanto, temos estado a preparar-nos cuidadosamente para esta situação e desde que não haja interrupções na rede de transporte de gás, poderemos fornecer gás a todos os nossos clientes nos próximos meses", disse. 

A maior parte do gás usado na Finlândia vem da Rússia, mas o gás representa apenas cerca de 5% do seu consumo anual de energia.

11:35 | 20/05

Combatentes e civis 'gravemente feridos' retirados da fábrica de Azovstal

Os combatentes e civis ucranianos "gravemente feridos" foram retirados da fábrica de aço Azovstal em Mariupol, disse o Regimento Azov da Ucrânia, citado pela Reuters.

O comando militar emitiu uma ordem às tropas para "salvar a vida dos soldados" e parar a defesa da cidade.

O processo de remoção de combatentes mortos da fábrica está em curso, disse o regimento.
10:28 | 20/05

Quase 2 000 soldados ucranianos renderam-se da metalúrgica Azovstal

Quase 2 000 soldados ucranianos renderam-se da metalúrgica Azovstal, em Mariupol, avançou a TASS esta sexta-feira, citando ministro da defesa da Rússia.

O Ministério da Defesa do Reino Unido afirmou esta quinta-feira que cerca de 1 700 soldados ucranianos "tinham probabilidades de se terem rendido".
09:27 | 20/05

Limite de idade para integração no serviço militar russo removido da lei, revelou Duma

Limite de idade para integração no serviço militar russo foi removido da lei, avançou a Duma, citada pela Reuters.
08:15 | 20/05

Pelo menos 13 mortos em Lugansk pelas forças russas

As autoridades ucranianas disseram esta sexta-feira que pelo menos 13 pessoas morreram numa ofensiva militar lançada na quinta-feira pelas forças russas numa tentativa de tomar o controlo de duas cidades na província de Lugansk.
00:18 | 20/05

Cinco civis morreram esta quinta-feira na região de Donetsk

Ataques russos mataram 5 civis e fizeram seis feridos na região de Donetsk, esta quinta-feria.

O governador Pavlo Kyrylenko disse, nums publicação no Facebook, que os ataques russos mataram dois civis em Bakhmut, um em Krasnohorivka, um em Avdiivka e um em Khrestyshche.

Referiu ainda ser impossível ter uma contagem precisa do número de vítimas dos ataques russos em Mariupol e Volnovakha.
00:14 | 20/05

Zelensky afirma: "Donbass está completamente destruído"

Durante o comunicário diário que o presidente uncraniano faz ao país, Zelesnky afirmou que "Donbass está completamente destruído."

"Em Donbas, os ocupantes estão a tentar aumentar a pressão. É um inferno e isto não é um exagero" declarou o presidente Volodymyr Zelensky.

"Isto é o que será qualificado como o genocídio do povo ucraniano e pelo qual os invasores serão levados à justiça", disse segundo o The Kyiv Independent.
00:02 | 20/05

Iate de bandeira espanhola imobilizado em Palma devido a sanções contra a Rússia

A Direção-Geral da Marinha Mercante espanhola ordenou esta quinta-feira a imobilização do iate "Sasha Primero", um barco de recreio de bandeira espanhola ancorado no Clube de Mar de Palma, cujo proprietário está alegadamente abrangido pelas sanções impostas à Rússia.

O Ministério dos Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana informou, em comunicado de imprensa, que este navio está incluído entre os bens abrangidos pelas medidas de pressão contra oligarcas e empresas russas aprovadas pela União Europeia.

O Governo não especifica a pessoa ou empresa que detém ou controla o iate de 24 metros de comprimento, mas explica que a imobilização do iate se deve à suspeita de estar incluído entre os ativos sujeitos a sanções pela agressão militar da Rússia à Ucrânia.

23:56 | 19/05
Lusa

Opositores de Putin pedem aos EUA novas sanções que atinjam políticos russos

A equipa do principal opositor russo, Alexei Navalny, pediu esta quinta-feira ao Congresso norte-americano novas sanções contra a Rússia que vão para além dos oligarcas e que atinjam financeiramente membros do governo, políticos de nível intermédio e figuras públicas.

Este grupo está a discutir com senadores norte-americanos uma lista de 6 mil pessoas que podem ser alvo de sanções e que incluem autoridades russas de segurança e defesa, funcionários administrativos, governadores, parlamentares e editores e gestores de 'media' alinhados com o Estado russo.

Vladimir Ashurkov, diretor executivo da Fundo de Luta Contra a Corrupção (FBK na sigla em russo) de Alexei Navalny, destacou que a "avalanche de sanções" que o Ocidente aplicou até agora está a surtir efeito na Rússia.

No entanto, o grupo pede que se vá mais além dos aliados ricos do Presidente russo, Vladimir Putin, e que as sanções se concentrem em figuras de nível inferior que podem ser potencialmente mais influenciadas pela pressão financeira.

23:49 | 19/05

EUA quer dar à Ucrânia mísseis avançados antinavio para derrotar o bloqueio naval da Rússia

A Casa Branca quer dar à Ucrânia mísseis Boeing Harpoon e Naval Strike, ambos antinavio, feitos por Kongsberg e Raytheon Technologies, relata a Reuters, citando oficiais dos EUA. 
23:12 | 19/05

UE quer usar bens confiscados a oligarcas para financiar reconstrução da Ucrânia

A União Europeia está a investigar formas de utilizar os bens congelados dos oligarcas russos para financiar a reconstrução da Ucrânia, afirmou a Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, segundo a Sky News.

"Os nossos advogados estão a trabalhar intensamente na procura de possíveis formas de utilizar os bens congelados dos oligarcas para a reconstrução da Ucrânia", disse à televisão alemã.

"Penso que a Rússia também deveria dar a sua contribuição".
22:39 | 19/05

Ursula Von der Leyen celebra a cultura ucraniana vestindo uma Vyshyvanka

A presidente da Comissão Europeia decidiu mostrar o seu apoio à Ucrânia vestindo uma camisola tradicional do país, a Vyshyvanka. 

"Na terceira quinta-feira de maio, as pessoas usam este tecido tradicional como expressão de unidade e identidade nacional. Nestes tempos difíceis, estamos com nossos amigos ucranianos", escreveu no Twitter.

21:24 | 19/05

Militares ucranianos travam avanço russo com explosão de ponte na região de Luhansk

Um vídeo nas redes sociais mostra as forças ucranianas a explodirem uma ponte na região de Luhansk para conseguir travar avanço russo. O vídeo foi partilhado pelo The Telegraph na sua conta de Twitter.
21:07 | 19/05
Lusa

Secretário de Estado norte-americano acusa Rússia de usar fome como arma de guerra

O secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, acusou esta quinta-feira a Rússia de usar a fome como arma de guerra contra a Ucrânia e de pôr em perigo outros países devido ao seu bloqueio às exportações agrícolas ucranianas.

"O abastecimento de alimentos de milhões de ucranianos e de milhões de outras pessoas em todo o mundo está literalmente refém do exército russo", disse Blinken num debate aberto sobre conflitos e segurança alimentar, no Conselho de Segurança das Nações Unidas, convocado pelos Estados Unidos.

Blinken acusou Moscovo de bloquear repetidamente o fornecimento de alimentos e outros bens básicos a civis presos em cidades sitiadas para "alcançar o que sua invasão não foi capaz de fazer: quebrar o espírito dos ucranianos", além de destruir armazéns de alimentos e roubar cereais e outros produtos.

20:09 | 19/05

Vídeo nas redes sociais comprova que comandantes do Batalhão Azov permanecem em Azovstal

Um dos comandantes do Batalhão Azov, Sviatoslav Palamar, confirmou esta quinta-feira, através de um vídeo publicado nas redes sociais, que há militares que permanecem na fábrica siderúrgica de Azvostal, em Mariupol.

Anton Gerashchenko, conselheiro oficial ucraniano, partilhou o vídeo na sua conta oficial do Twitter.

19:58 | 19/05

Rússia diz ter retirado 17.600 civis de Donetsk e Lugansk em menos de 24 horas

Esta quinta-feira, o Ministério da Defesa da Rússia afirma que conseguiu retirar 17.600 pessoas de zonas consideradas perigosas nas regiões de Donetsk e Lugansk.

Segundo a agência estatal TASS, das mais de 17 mil, 2.300 eram crianças. Todos foram retirados em segurança para território russo.

Mais de 1,3 milhões as pessoas já foram retiradas daqueles locais pelos russos.

18:57 | 19/05

Senado dos EUA envia a Biden proposta para ajudar Ucrânia com mais de 37 mil milhões de euros

O Senado norte-americano aprovou, esta quinta-feira, mais de 37 mil milhões de euros para ajudar a Ucrânia, e enviou o projecto de lei à Casa Branca, anuncia a Reuters.

O Senado votou 86-11 a favor do pacote de ajuda militar, económica e humanitária, de longe o maior pacote de ajuda dos EUA para a Ucrânia até à data. Todos os 11 votos a favor foram de republicanos.

"Este é um grande pacote, e irá satisfazer as grandes necessidades do povo ucraniano enquanto este luta pela sua sobrevivência", disse o líder da Maioria Democrática do Senado, Chuck Schumer.
18:50 | 19/05

Países do G7 vão enviar mais de 17 milhões de euros para a Ucrânia

G7 vai enviar mais de 17 milhões de euros para a Ucrânia e disseram estar prontos a apoiar Kyiv durante guerra com a Rússia, anunciou a Reuters.

Ministros das Finanças e governadores dos bancos centrais dos Estados Unidos, Japão, Canadá, Reino Unido, Alemanha, França e Itália - o G7 - estão a realizar conversações enquanto a Ucrânia, invadida pela Rússia em 24 de Fevereiro, está a lutar para se defender da invasão russa.

"Em 2022, mobilizámos 18,4 mil milhões de dólares (17,4 milhões de euros) de apoio orçamental", disseram em comunicado, citado pela Reuters. "Vamos continuar a apoiar a Ucrânia ao longo desta guerra e estamos preparados para fazer mais, se necessário", afirmaram.

No comunicado, o G7 saudou a proposta da Comissão Europeia desta quarta-feira de emprestar 9 mil milhões de euros à Ucrânia e informou que o Banco Europeu de Reconstrução e Desenvolvimento e a Corporação Financeira Internacional planearam um apoio no valor de 3,4 mil milhões de dólares. Mas não ficou claro se estes fundos faziam parte dos mais de 17 milhões de euros anunciados, ou se eram separados.
18:37 | 19/05
Lusa

Rússia prende chefe do antigo batalhão ucraniano Aidar

A Rússia reivindicou esta quinta-feira a detenção do comandante adjunto de uma unidade que pertencia ao batalhão nacionalista ucraniano Aidar, antes da sua reorganização e absorção pelo exército ucraniano, noticiou a imprensa russa.

Um tribunal em Rostov-on-Don, uma região limítrofe da Ucrânia, decretou que o militar, Denis Muryga, ficará em prisão preventiva durante dois meses, de acordo com a agência noticiosa Interfax.

18:32 | 19/05
Lusa

Rússia expulsa quatro diplomatas eslovenos da embaixada em Moscovo

A Rússia exigiu esta quinta-feira que a Eslovénia retire quatro membros do corpo diplomático da embaixada eslovena em Moscovo, que devem abandonar o país em dez dias, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

A diplomacia russa entregou ao encarregado de negócios da embaixada eslovena "uma notificação exigindo que reduza o número de funcionários diplomáticos em quatro pessoas, no prazo de dez dias", de acordo com um comunicado oficial.

Esta medida responde ao passo "hostil" dado por Liubliana, em 5 de abril, exigindo que a Rússia reduza o pessoal da sua embaixada de 41 para oito funcionários, em resposta ao massacre de civis alegadamente cometido por soldados russos em Bucha, na região de Kiev.

18:24 | 19/05

Zelensky compara lasers russos com as "armas-maravilha" nazis

A Rússia afirma ter utilizado armas laser no campo de batalha na Ucrânia, embora os EUA afirmem não ter visto provas disso. Já a Ucrânia diz que se trata apenas de propaganda.

Segundo a Sky News, Yury Borisov, o vice-primeiro-ministro encarregado do desenvolvimento militar, disse à televisão russa que um protótipo de laser chamado Zadira estava a ser usado na Ucrânia e tinha queimado um drone ucraniano em apenas cinco segundos, a uma distância de cinco quilómetros.

Contudo, um funcionário do Departamento de Defesa dos EUA disse não ter visto "nada que corroborasse os relatos de utilização de lasers" na Ucrânia.

Entretanto, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, ridicularizou a afirmação russa, comparando-a com as chamadas "armas-maravilha" que a Alemanha nazi afirmava estar a desenvolver durante a Segunda Guerra Mundial.
18:02 | 19/05

Rússia só vai abrir portos ucranianos caso sejam removidas as sanções contra o Kremlin

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia afirmou que só abrirá o acesso aos portos do Mar Negro da Ucrânia caso sejam removidas as sanções contra o Kremlin, relata a agência noticiosa Interfax.

A Ucrânia, um dos maiores produtores mundiais de cereais, costumava exportar a maior parte das suas mercadorias através dos seus portos marítimos, mas desde que a Rússia enviou tropas para a Ucrânia, tem sido obrigada a exportar por comboio ou através dos pequenos portos do rio Danúbio.

O chefe alimentar da ONU, David Beasley, apelou na quarta-feira ao presidente russo, Vladimir Putin: "Se tiver coração, por favor abra estes portos".
17:53 | 19/05

Militares russos não deixam sair civis da região de Zaporíjia, na Ucrânia

As forças russas não estão a deixar que mil carros saiam de Vasylivka, em Zaporíjia, avança o The Kyiv Independent. 
17:41 | 19/05
Lusa

Bombardeamento russo faz 12 mortos e 40 feridos na cidade de Severodonetsk

Pelo menos 12 pessoas foram mortas e outras 40 ficaram feridas esta quinta-feira num forte bombardeamento russo à cidade de Severodonetsk, no leste da Ucrânia, que está quase cercada pelas forças de Moscovo, disse o governador regional.
17:30 | 19/05

Biden diz que Finlândia e Suécia cumprem todos os requisitos para adesão à NATO

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, manifestou esta quinta-feira o seu "forte apoio" aos pedidos de adesão à NATO da Finlândia e da Suécia, assegurando que estes países "cumprem todos os requisitos para entrar" na Aliança.

Biden também anunciou que iniciará ainda esta quinta-feira o processo para que o Congresso dos EUA ratifique "rapidamente" os pedidos de entrada desses países nórdicos na Aliança Atlântica, requisito necessário para concluir o processo de adesão.

17:14 | 19/05
Lusa

McDonald's anuncia objetivo de vender o negócio na Rússia a um empresário local

O grupo norte-americano McDonald's anunciou esta quinta-feira que chegou a acordo para vender o seu negócio na Rússia ao empresário russo Alexander Govor, parceiro de franquia, o que permitirá manter milhares de postos de trabalho.

"Segundo as condições do acordo, Govor vai adquirir toda a carteira de restaurantes da cadeia e iniciar atividade com uma nova marca", referiu a McDonald's em comunicado, destacando que o empresário russo é seu parceiro desde 2015, explorando vários estabelecimentos do grupo na Sibéria.

O acordo ainda necessita de autorização dos reguladores, esperando-se que os últimos detalhes sejam definidos "nas próximas semanas".

17:07 | 19/05
Lusa

Rússia promete lutar por bens apreendidos pela Ucrânia no valor de 951 milhões de euros

A Rússia prometeu esta quinta-feira "lutar" pelos seus bens arrestados na Ucrânia, que as autoridades de Kiev avaliam em cerca de mil milhões de dólares (951 milhões de euros), juntamente com os da vizinha Bielorrússia, também alvo de sanções.

"A nossa reação é negativa, vamos lutar e defenderemos os nossos bens", disse o porta-voz do Kremlin Dmitry Peskov no 'briefing' diário à imprensa, ao responder a uma pergunta sobre o arresto de bens russos e bielorrussos, avaliados em cerca de mil milhões de dólares na Ucrânia.

16:41 | 19/05

Rússia ameaça tomar central nuclear de Zaporijia e sugere anexação da região

A Rússia quer retirar à Ucrânia a sua central nuclear em Zaporijia, a maior da Europa, ocupada pelo exército russo, a menos que Kiev pague a Moscovo pela eletricidade produzida, anunciou o vice-primeiro-ministro russo, Marat Khousnullin.

Esta declaração junta-se a outras avançadas pelas autoridades russas nas últimas semanas, sugerindo que a Rússia está a preparar uma ocupação de longo prazo ou mesmo a anexação das áreas que controla no sul da Ucrânia: a região de Kherson e uma parte significativa de Zaporijia.

15:14 | 19/05
Lusa

50% dos importadores de gás russo já abriram contas no Gazprombank, diz Alexandr Novak

Cerca de metade dos importadores de gás da Rússia já abriram contas no Gazprombank para pagar pelo esquema proposto pelo Kremlin, que prevê a conversão de divisas em rublos, declarou esta quinta-feira o vice-primeiro-ministro russo, Alexandr Novak.

"Cerca de 54 empresas têm contratos com a Gazprom Export, incluindo grandes, médias e pequenas empresas. Segundo os meus dados, cerca de metade destes já abriu contas especiais em moeda estrangeira e em rublos no nosso banco autorizado", disse ele durante um discurso no fórum juvenil russo "Novos Horizontes".

Segundo o vice-primeiro-ministro, o objetivo desta medida é "assegurar o influxo de moeda estrangeira, a sua conversão em rublos e o pagamento em rublos do gás fornecido".

"Trata-se de uma medida obrigatória, que visa garantir a segurança das nossas receitas de exportação. Como é sabido, as atuais ações das autoridades europeias e norte-americanas colocam em risco as nossas receitas de exportação", explicou, sublinhando que quando a Rússia converte "o pagamento em moeda nacional reduz os riscos".

15:00 | 19/05

Pedida prisão perpétua para soldado russo julgado por crimes de guerra

O Ministério Público ucraniano pediu esta quinta-feira prisão perpétua, a pena máxima, para o primeiro soldado russo a ser julgado por crimes de guerra na Ucrânia desde o início da invasão russa, acusado de matar um civil ucraniano.
14:09 | 19/05

Moscovo garante que Europa vai continuar a usar petróleo russo em caso de embargo

O vice-primeiro-ministro russo assegurou esta quinta-feira que a Europa continuará a utilizar o petróleo russo em caso de embargo porque o vai adquirir noutros mercados para os quais as empresas russas desviarão o petróleo e depois pagará mais.
13:41 | 19/05

Kiev rejeita negociar novo cessar-fogo mas Moscovo quer continuar

O Governo ucraniano anunciou que não quer negociar com a Rússia mais nenhum cessar-fogo e exigiu a retirada completa das tropas russas, enquanto Moscovo se afirmou disponível para retomar as negociações desde que Kiev o peça.

"Não nos ofereçam um cessar-fogo: é impossível sem a retirada total das tropas russas", escreveu hoje o conselheiro do Presidente ucraniano Mykhailo Podoliak e membro do grupo de negociação ucraniano na rede social Twitter.

10:30 | 19/05

Rússia expulsa cinco diplomatas portugueses

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia disse esta quinta-feira que expulsou cinco diplomatas portugueses como medida de retaliação à expulsão de 10 russos no mês passado.

Em causa está o facto vários países europeus terem expulsado mais de 300 funcionários da embaixada russa na sequência da invasão da Ucrânia à Ucrânia.

"São obrigados a deixar o país no prazo de 14 dias após a entrega da nota correspondente ao Embaixador", disse o Ministério dos Negócios Estrangeiros.
09:25 | 19/05

1730 combatentes ucranianos renderam-se na metalúrgica Azovstal desde segunda-feira, diz Ministério da Defesa da Rússia

O Ministério da Defesa da Rússia avançou, esta quinta-feira, que 1730 combatentes ucranianos renderam-se na metalúrgica Azovstal desde segunda-feira avançou, esta quinta-feira, que 1730 combatentes ucranianos renderam-se na metalúrgica Azovstal desde segunda-feira. Destes, 771 renderam-se nas últimas 24 horas.

Na plataforma Telegram, a Rússia referiu ainda que 
80 estavam feridos e os que precisavam de cuidados receberam atendimento médico nos hospitais de Novoazovsk e Donetsk.


08:01 | 19/05

Mais dois soldados russos presentes a tribunal na Ucrânia por crimes de guerra

Mais dois soldados russos vão comparecer no tribunal de Kotelevskii, em Poltava, na Ucrânia sob acusações de crimes de guerra.
07:52 | 19/05

Bombardeamento em cidade russa causa um morto e vários feridos, diz governador de Kursk

Um bombardeamento de uma cidade no sudoeste da Rússia, localizada na fronteira com a Ucrânia, causou um morto e vários feridos, disse esta quinta-feira o governador da região de Kursk.
07:47 | 19/05

Mais combatentes ucranianos retirados de Azovstal na quarta-feira à noite

Mais soldados ucranianos foram retirados da fábrica de aço Azovstal de Mariupol na quarta-feira à noite. Vários autocarros e veículos militares russos foram vistos a abandonar a fábrica, avançou a Sky News.

A Associated Press citou um líder separatista da região como tendo dito que ainda não tinham surgido comandantes de topo retirados da siderurgia.

A maioria dos anteriormente retirados foram levados para território controlado pela Rússia, e o seu futuro é incerto.
00:13 | 19/05
Lusa

Casa Branca muito otimista sobre fim de veto da Turquia à Suécia e Finlândia

Os Estados Unidos acreditam que a Suécia e a Finlândia terão um "procedimento de adesão à NATO eficaz" e que será possível "responder às preocupações manifestadas pela Turquia", adiantou a Casa Branca.

Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, lembrou que Washington está a dialogar com Ancara, que ameaçou bloquear a adesão dos países nórdicos à Aliança Atlântica.

"Estamos muito otimistas sobre o desfecho", adiantou.

00:11 | 19/05
Lusa

PM canadiano considera inaceitável encerramento de radiotelevisão na Rússia

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, considerou esta quarta-feira "inaceitável" o encerramento delegação de Moscovo da radiotelevisão canadiana CBC e o cancelamento de acreditações e vistos dos seus jornalistas, em retaliação à proibição de canais do grupo russo RT no Canadá.

"Por decidir expulsar a imprensa canadiana de Moscovo, [Vladimir] Putin está a tentar impedi-la de relatar os factos e isso é inaceitável", disse Justin Trudeau, acrescentando que "os jornalistas devem poder trabalhar com segurança -- sem censura, intimidação ou interferência".

É a primeira vez que Moscovo bane um órgão de comunicação social ocidental desde o início da ofensiva russa na Ucrânia, a 24 de fevereiro. Três semanas antes, a Rússia tinha, contudo, fechado a alemã Deutsche Welle, em retaliação contra a proibição de transmissão da estação pró-Kremlin RT na Alemanha.

23:50 | 18/05

Tropas russas matam três civis em fuga na região de Kherson

O chefe da Administração Militar Regional de Kryvyi Rih, Oleksandr Vilkul, disse esta quarta-feira que três pessoas morreram e seis ficaram feridas num ataque russo perto da aldeia de Davydiv Brid, na região de Kherson, avança o The Kyiv Independent.
22:46 | 18/05
Lusa

Justin Trudeau considera "inaceitável" encerramento de radiotelevisão canadiana na Rússia

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, considerou esta quarta-feira "inaceitável" o encerramento delegação de Moscovo da radiotelevisão canadiana CBC e o cancelamento de acreditações e vistos dos seus jornalistas, em retaliação à proibição de canais do grupo russo RT no Canadá.

"Por decidir expulsar a imprensa canadiana de Moscovo, [Vladimir] Putin está a tentar impedi-la de relatar os factos e isso é inaceitável", disse Justin Trudeau, acrescentando que "os jornalistas devem poder trabalhar com segurança -- sem censura, intimidação ou interferência".

É a primeira vez que Moscovo bane um órgão de comunicação social ocidental desde o início da ofensiva russa na Ucrânia, a 24 de fevereiro.

22:43 | 18/05
Lusa

Casa Branca "muito otimista" sobre fim de veto da Turquia à Suécia e Finlândia

Os Estados Unidos acreditam que a Suécia e a Finlândia terão um "procedimento de adesão à NATO eficaz" e que será possível "responder às preocupações manifestadas pela Turquia", adiantou esta quarta-feira a Casa Branca.

Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional do Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, lembrou que Washington está a dialogar com Ancara, que ameaçou bloquear a adesão dos países nórdicos à Aliança Atlântica.

"Estamos muito otimistas sobre o desfecho", adiantou.

20:21 | 18/05
Reuters

Oito adultos e duas crianças morreram esta quarta-feira em ataques na região de Donetsk

Pelo menos 10 civis ucranianos, incluindo duas crianças, foram mortos pelas forças russas na região oriental de Donetsk, esta quarta-feira, disse o governador regional, Pavlo Kirilenko, numa mensagem online.

Kirilenko, que não deu pormenores, acrescentou apenas que mais sete pessoas ficaram feridas.
20:04 | 18/05
Lusa

EUA reabrem embaixada em Kiev após três meses fechada

Os Estados Unidos reabriram esta quarta-feira a sua embaixada em Kiev, encerrada em meados de fevereiro, antes da invasão russa da Ucrânia, anunciou o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken.

"Hoje, retomamos oficialmente as operações na embaixada dos Estados Unidos em Kiev. O povo ucraniano, com a nossa ajuda em matéria de segurança, defendeu a sua pátria da invasão irresponsável da Rússia e, em consequência, a nossa bandeira foi de novo hasteada na embaixada", declarou Blinken em comunicado.

Os Estados Unidos decidiram deslocar a sua embaixada na Ucrânia de Kiev para Lviv, perto da fronteira com a Polónia, a 14 de fevereiro, dez dias antes do início da invasão russa, antes de retirarem todo o seu pessoal do país.

19:52 | 18/05

Zelensky propõe prolongar lei marcial na Ucrânia por mais 90 dias

O presidente ucraniano está a propor prolongar a lei marcial, implementada a 24 de fevereiro, até ao final do verão. Zelensky entregou um documento provisório com uma proposta para prologar lei marcial no país por mais 90 dias, segundo o The Kyiv Independent.
19:29 | 18/05

Rússia diz que vai reconstruir cidades conquistadas à Ucrânia

A Rússia vai financiar a reconstrução de territórios conquistados e reconstruir estradas que ligam essas zonas à Rússia, avançou a agência noticiosa russa RIA, citando o vice-primeiro-ministro russo, Marat Khusnullin.

Khusnullin disse ainda que a central nuclear de Zaporizhzhia, a maior da Europa, irá passar a fornecer energia à Rússia e à Ucrânia se esta última pagar por ela, informou a RIA.

As tropas russas apreenderam a central de Zaporizhzhia à Ucrânia, que está a receber energia através da Polónia.
19:20 | 18/05

Comboio com tropas russas foi bombardeado por caças ucranianos no sul da Ucrânia

Segundo uma publicação do Facebook das forças de defesa territorial ucraniana, caças ucranianos fizeram explodir um comboio blindado que transportava tropas russas, em Melitopol, no sul da Ucrânia.

A cidade de Melitopol, na região de Zaporizhzhia, situada no sul da Ucrânia, foi ocupada pelas forças russas após a sua invasão a 24 de fevereiro.

Segundo a Sky News, a defesa territorial ucraniana, composta por militares de reserva das forças armadas, disse que um engenho explosivo detonou uma carruagem que transportava militares russos, mas não revelaram mais pormenores.
19:11 | 18/05

Presidente croata quer seguir exemplo da Turquia e travar adesão da Finlândia e Suécia à NATO

O Presidente croata, Zoran Milanovic, quer que o seu país siga o exemplo da Turquia, tentando bloquear a adesão da Suécia e da Finlândia à NATO.

Milanovic discorda do seu primeiro-ministro, Andrej Plenkovic, e afirma que a Croácia só deve apoiar as candidaturas da Suécia e da Finlândia à Aliança Atlântica mediante certas condições, avança a Sky News.
17:44 | 18/05
Lusa

Amnistia Internacional alarmada com destino de militares de Azovstal

A Amnistia Internacional (AI) apelou esta quarta-feira a que os prisioneiros de guerra ucranianos que se renderam no cerco à siderúrgica de Azovstal, na cidade de Mariupol, não tenham "a mesma sorte" de militares executados por forças pró-Rússia.

Os soldados que se encontram nesta cidade portuária do sudeste da Ucrânia foram "desumanizados" pelos meios de comunicação e apresentados pela propaganda russa como "neonazis", advertiu o vice-diretor da AI para a Europa de leste, Denis Krivosheev.

17:37 | 18/05
Lusa

Ainda não há consenso sobre adesão da Finlândia e Suécia à NATO

Os membros da NATO falharam esta quarta-feira um consenso sobre se devem iniciar conversações de adesão com a Finlândia e a Suécia, disseram diplomatas, com a Turquia a insistir nas suas objeções à adesão dos dois países nórdicos.

As fontes diplomáticas, citadas pela Associated Press mas que pediram anonimato, não detalharam o que é que, precisamente, está a impedir avançar nas conversações.

17:13 | 18/05
Lusa

Governo da Ucrânia vai receber combustível da Polónia e apela à Europa para ajudar

A ministra do Desenvolvimento Económico da Ucrânia, Yulia Swyrydenko, anunciou esta quarta-feira que a Polónia vai fornecer ao seu país 25 mil toneladas de combustível, referindo que o Governo está a lutar para equilibrar o mercado e retomar as exportações.

"A ajuda da Polónia vai contribuir para estabilizar significativamente a situação no mercado de combustíveis", disse a ministra, citada pela agência de notícias polaca PAP, depois de se ter reunido, em Kiev, com a sua homóloga do país vizinho, Anna Moskva.

Swyrydenko acrescentou que, antes do início da invasão, em 24 de fevereiro, a refinaria de Kremenchuk (centro do país) abastecia grande parte da procura interna de combustível, mas a infraestrutura foi destruída num ataque do exército russo.

15:38 | 18/05

Rússia diz que crianças ucranianas treinam em campos militares

Algumas crianças ucranianas estão a treinar em campos militares, através de organizações radicais de direita na Ucrânia, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros. 

"Instamos a ONU a prestarem atenção às ações de Kiev que envolvem crianças em atividades criminosas dos nazis", acrescenou Ministério dos Negócios Estrangeiros, numa publicação no Twitter. 
15:19 | 18/05

Rússia diz que combatentes ucranianos de Azovstal foram enviados para hospital em Novoazovsk

Os combatentes ucranianos que se renderam na fábrica de aço Azovstal, em Mariupol, foram levados para um hospital em Novoazovsk , segundo o Ministério da Defesa russo. 

Quase 1 000 combatentes ucranianos que se barricaram dentro do complexo, entregaram-se às froças russas. 

15:05 | 18/05

Combatentes ucranianos feridos em Azovstal foram levados para o hospital Novoazovsk, em Donetsk

Os combatentes ucranianos que se renderam em Azovstal foram levados para o hospital Novoazovsk na República Separatista de Donetsk, avançou a Reuters.
14:56 | 18/05

Russos querem demolir complexo Azovstal após tomarem o local

A Rússia e os seus procuradores estão prontos para demolir a fábrica de aço Azovstal, segundo a agência noticiosa RIA Novosti. 
14:10 | 18/05
Lusa

Rússia expulsa 27 diplomatas espanhóis e 24 italianos

A Rússia anunciou esta quarta-feira a expulsão de 27 diplomatas espanhóis e 24 italianos, em retaliação por medidas semelhantes adotadas por aqueles países a seguir à invasão da Ucrânia.

O anúncio da expulsão de italianos e espanhóis foi feito pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros russo poucos minutos depois de ter divulgado que iria também expulsar 34 diplomatas franceses e um dia depois de ter decidido expulsar dois diplomatas finlandeses.

O número de diplomatas espanhóis e italianos considerado agora 'personas non gratas' é idêntico ao dos diplomatas russos que os governos dos dois países europeus decidiram expulsar dos seus países em abril.

14:04 | 18/05

Soldado russo declara-se culpado pela morte de civil em Sumy, na Ucrânia

Um soldado russo declarou-se esta quarta-feira culpado por matar civis na região de Sumy, na Ucrânia. 

Vadim Shishimarin, de 21 anos, é o primeiro soldado russo a ser julgado na Ucrânia por crimes de guerra, segundo o jornal The Kyiv Independent. 
14:00 | 18/05

Bruxelas quer redirecionar 300 mil milhões de euros para reformas energéticas "maciças"

A Comissão Europeia apresentou esta quarta-feira um pacote energético de 210 mil milhões de euros até 2027 para a União Europeia (UE) ser independente da energia russa, propondo redirecionar 300 mil milhões em verbas comunitárias para o financiar.
14:00 | 18/05

Exército ucraniano denuncia que russos destruíram escola com fósforo branco

O Exército ucraniano denunciou esta quarta-feira que os russos bombardearam uma escola com fósforo branco, uma matéria proibida, em Avdiivka, na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, que se incendiou e ficou completamente destruída.
13:56 | 18/05

Putin planeia realizar entrevista coletiva de 'linha direta' este ano, diz Kremlin

O presidente russo, Vladimir Putin, planeia realizar a sua tradicional entrevista coletiva anual de "linha direta" com o público russo este ano, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, segundo a agência de notícias estatal russa TASS esta quarta-feira.

O evento, que normalmente dura horas e é transmitido pelos principais canais de TV estatais, é um evento altamente encenado durante o qual Putin recebe perguntas de pessoas de toda a Rússia para mostrar a sua conexão com o público russo.

Putin fez poucas aparições públicas desde que começou a guerra. No ano passado, a conferência foi realizada em 30 de junho e durou quase 4 horas, com Putin a responder a cerca de 70 perguntas. Peskov não indicou quando o evento acontecerá este ano, mas disse que "os preparativos preliminares estão em andamento".

11:49 | 18/05

França condena expulsão de diplomatas como retaliação por parte da Rússia

A França condenou a decisão da Rússia de expulsar diplomatas e pessoal da Embaixada francesa em Moscovo, afirmou o Ministério dos Negócios Estrangeiros francês, citado pela Reuters.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia tinha dito anteriormente na quarta-feira que estava a expulsar 34 diplomatas franceses, numa ação de retaliação.

Em abril, a França expulsou 35 russos com estatuto diplomático como parte de uma onda mais ampla de expulsões que viu mais de 300 russos serem expulsos das capitais europeias.
10:45 | 18/05

Israel entrega capacetes e coletes de proteção a civis na Ucrânia

Israel entregou 2 000 capacetes e 500 coletes de proteção para organizações civis e de emergência na Ucrânia, informou o Ministério da Defesa de Israel, citado pela Reuters.

No mês passado, o país disse que iria enviar o equipamento, sinalizando uma mudança na posição de Israel.

Israel condenou a invasão russa, mas limitou-se a fornecer apenas ajuda humanitária à Ucrânia.
10:43 | 18/05

Principais comandantes ucranianos em Azovstal ainda não se renderam

Os principais comandantes ucranianos continuam dentro da metalúrgica de Azovstal, sem se renderem, avançaram os media russos, citados pela Reuters.
08:59 | 18/05

Rússia diz que se renderam 694 soldados ucranianos na siderurgia Azovstal nas últimas 24 horas

O Ministério da Defesa russo disse, citado pela Reuters, esta quarta-feira, que o número de combatentes ucranianos que se renderam na fábrica metalúrgica Azovstal nas últimas 24 horas foi de 694.

Desde segunda-feira, 959 militantes renderam-se em Azovstal, 80 dos quais feridos, informou a RIA, citando o ministério.

08:46 | 18/05

Amnistia Internacional preocupada com soldados retirados da siderurgia Azovstal

A organização Amnistia Internacional (AI) manifestou esta terça-feira "sérias preocupações" sobre o destino dos militares ucranianos que foram retirados do complexo siderúrgico Azovstal, na cidade ucraniana de Mariupol, após um cerco prolongado.
08:10 | 18/05

Ocidente quer utilizar os bens russos para reconstruir a Ucrânia

O Reino Unido e outros países do G7 estão a analisar a forma como os bens russos podem ser utilizados para financiar a reconstrução da Ucrânia, disse a Secretária dos Negócios Estrangeiros Liz Truss.

"Precisamos de um novo Plano Marshall para reconstruir a Ucrânia e, de facto, temos estado a discutir isto na reunião do G7 que tive com os meus colegas de todo o mundo", disse Truss, citada pela Times Radio.

"Estamos a analisar o que podemos fazer para usar os bens russos para ajudar a pagar por isto".
07:49 | 18/05

Human Rights Watch denuncia tortura e execuções de civis pelas forças russas

A organização não-governamental (ONG) Human Rights Watch (HRW) denunciou esta quarta-feira execuções sumárias, torturas e outros abusos graves cometidos sobre civis pelas forças russas que controlam grande parte das regiões ucranianas de Kiev e Chernihiv.
07:32 | 18/05

Milhares de retirados de Mariupol alegadamente detidos em colónia do exército russo

O exército russo está alegadamente a deter mais de 3 000 civis da cidade de Mariupol numa antiga colónia penal na região de Donestk, no leste da Ucrânia, avançou a Sky News.

Lyudmyla Denisova, Provedora dos Direitos Humanos da Ucrânia, disse que entre os detidos se encontram cerca de 30 voluntários que entregaram ajuda humanitária à cidade.

Ela acrescentou que a maioria dos civis serão detidos durante um mês, mas aqueles considerados "particularmente pouco fiáveis", tais como antigos soldados e polícia, serão detidos durante dois meses.

A queda de Mariupol parece iminente, com a Ucrânia a abandonar uma fábrica de aço em expansão, onde os seus soldados resistiram durante meses sob um bombardeamento implacável.

Ontem, mais de 250 soldados ucranianos foram retirados da fábrica de aço Azovstal em Mariupol.
00:42 | 18/05
Lusa

Economia russa vai contrair 7,8% em 2022

A economia russa vai contrair-se 7,8% em 2022, previu hoje o Ministério da Economia, em resultado das sanções internacionais aplicadas à Federação Russa devido à invasão da Ucrânia pelas tropas do Kremlin.

As previsões ministeriais são melhores do que as avançadas pelo banco central russo, que apontou um intervalo entre oito e dez por cento para a contração económica no ano em curso.

Segundo as previsões económicas do Ministério para os próximos quatro anos, a economia deve contrair outros 0,7% em 2023, enquanto o banco espera uma descida mais forte, de 0,7%.

19:53 | 17/05

Tropas russas tentam várias ofensivas em Donbass

Os russos estão a tentar avançar para Slovyansk na região de Donetsk e Severodonetsk em Luhansk, bem como ao longo de toda a linha de frente perto da cidade de Donetsk, disseram fontes do Estado da Ucrânia.
19:41 | 17/05

Ataques russos provocam 7 mortos na região de Donetsk

Ataques russos mataram sete civis na região de Donetsk esta terça-feira, disse o governador regional Pavlo Kyrylenko no Telegram.

Kyrylenko acrescentou que seis pessoas ficaram feridas.

19:22 | 17/05
Lusa

Líder de partido nacionalista turco teme que expansão da NATO provoque Rússia

Devlet Bahceli, líder de um partido nacionalista turco aliado do Presidente Recep Tayyip Erdogan, manifestou esta preocupação com o alargamento da NATO, alertando que a adesão da Suécia e Finlândia pode provocar a Rússia e expandir a guerra.
Bahceli, líder do Partido de Ação Nacionalista, defendeu esta terça-feira, perante os deputados do seu partido, que a opção mais "lógica" seria manter os dois países nórdicos na "sala de espera da NATO".

O líder do Partido de Ação Nacionalista alertou que "a entrada da Suécia e da Finlândia na NATO significará o prolongamento da guerra na Ucrânia e até a sua expansão geográfica".
18:50 | 17/05

Zelensky discursa no Festival de Cinema de Cannes

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, discursa no Festival de Cinema do Cannes, que se iniciou esta terça-feira.
18:43 | 17/05
Lusa

Alternativas ao petróleo russo custam à UE cerca de 2 mil milhões de euros após embargo

A União Europeia (UE) terá de investir entre 1,5 e dois mil milhões de euros para garantir a segurança do aprovisionamento de petróleo após um embargo à Rússia, estima a Comissão Europeia, defendendo rotas de abastecimento alternativas.
18:21 | 17/05

Ucrânia elimina restrições de preços de combustíveis para aumentar oferta

O governo da Ucrânia suspendeu as restrições sobre os preços dos combustíveis para permitir que os comerciantes importem mais, de forma a combater a escassez que a Ucrânia está a atravessar depois de as forças russas destruírem muitas instalações de armazenamento e cadeias logísticas, disse o ministro da Economia ucraniano esta terça-feira.

18:13 | 17/05

Embaixada de Israel regressa a Kiev

O embaixador israelita na Ucrânia, Michael Brodsky, levantou a bandeira israelita perto do prédio da embaixada em Kiev a 17 de maio, escreveu a embaixada no Twitter.


18:02 | 17/05

Macron diz a Zelensky que entrega de armas francesas à Ucrânia vai intensificar-se

O presidente francês, Emmanuel Macron, disse ao presidente ucraniano esta terça-feira que a entrega de armas francesas à Ucrânia vai intensificar-se nos próximos dias e disse que a França está pronta para responder a pedidos adicionais de ajuda.

Num telefonema com Volodymyr Zelensky, Macron também disse que o pedido de adesão da Ucrânia à União Europeia vai ser examinado por membros da UE numa cimeira em junho e repetiu a ideia de criar uma nova "comunidade política" fora da UE para facilitar a integração da Ucrânia.

17:55 | 17/05

EUA lançam novo programa para reunir evidências de crimes de guerra russos na Ucrânia

O Departamento de Estado dos EUA anunciou esta terça-feira o lançamento de um novo programa para investigar e analisar evidências de crimes de guerra e outras atrocidades perpetuadas pela Rússia na Ucrânia.

17:50 | 17/05

Candidatura da Ucrânia à UE vai ser examinada na cimeira em Junho, de acordo com Macron

O presidente francês, Emmanuel Macron, terá dito a Volodymyr Zelensky que a candidatura da Ucrânia à UE vai ser examinada pelos países-membros na cimeira de junho.

Acrescentou que a Ucrânia faz parte da "família europeia".
17:29 | 17/05
Lusa

Putin diz que UE comete suicídio económico ao vetar energia russa

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, descreveu esta terça-feira como "suicídio económico" a política da União Europeia (UE) em matéria energética, referindo-se ao possível embargo ao gás e petróleo russos como sanção pelo ataque militar à Ucrânia.

"Este auto de fé económico, este suicídio, é uma questão interna dos países europeus. Nós devemos agir de forma pragmática e olhando aos nossos interesses económicos", disse durante uma reunião dedicada à indústria petrolífera.

Analisando a possibilidade do veto europeu ao crude russo, Putin referiu que "com base em razões políticas, para satisfazer as suas próprias ambições e sob as pressões dos Estados Unidos, os países europeus impõem cada vez mais sanções", algo que leva a um aumento da inflação.

17:10 | 17/05

Centenas de soldados ucranianos rendem-se em Azovstal

Centenas de combatentes ucranianos renderam-se, esta terça-feira, após semanas escondidos nos bunkers e túneis abaixo da fábrica de aço Azovstal, em Mariupol. Segundo a Reuters, o cerco mais devastador da guerra da Rússia na Ucrânia chegou ao fim.

O ministério da Defesa russo disse que 265 combatentes ucranianos se tinham rendido, incluindo 51 gravemente feridos e que seriam tratados em Novoazovsk, cidade ucraniana ocupada por pró-russos.

Pelo menos sete autocarros foram vistos a transportar combatentes ucranianos, escoltados pelas forças armadas pró-rusas, disse uma testemunha da Reuters.
16:41 | 17/05

Suécia pronta para discutir adesão à NATO com Turquia

A Suécia está pronta a falar com a Turquia sobre o seu pedido de adesão à NATO, disse esta terça-feira a primeira-ministra sueca Magdalena Andersson, segundo a Reuters.

"Queremos contactar com a Turquia e estamos preparados para fazer a viagem para discutir e resolver quaisquer questões que possam existir", disse numa conferência de imprensa conjunta com o presidente finlandês, Sauli Niinisto, na capital sueca.
15:03 | 17/05

Ministros das Finanças do G7 planeiam apoiar Ucrânia com 15 biliões de euros

Os ministros das finanças pertencentes ao G7 planeiam assistir a Ucrânia com a ajuda financeira de 15 biliões de euros.

O jornal alemão Der Spiegel já tinha referido que o G7 poderia iniciar um apoio orçamental no valor de quase 30 biliões de euros para a Ucrânia.
14:47 | 17/05

Ucrânia e Rússia travam negociações de paz, diz o assessor do gabinete do presidente ucraniano

O vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia disse que "as negociações não continuam".

Mykhailo Podolyak, assessor do gabinete do presidente ucraniano, afirmou que as negociações "estão em pausa".
14:28 | 17/05

Macron e primeiro-ministro israelita acordam em manter a resolução da crise na Ucrânia

O presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro israelita, Naftali Bennett, acordaram em continuar a resolução da crise na Ucrânia.
14:11 | 17/05

Tropas russas detêm mais 3 mil civis numa prisão em Mariupol

As tropas russas detêm mais de 3 mil pessoas numa prisão em Mariupol, segundo a ex-deputada do povo da Ucrânia, Lyudmyla Denisova. 

"Os civis são torturados com choques elétricos", acrescenta Lyudmyla Denisova.
13:57 | 17/05

Scholz está confiante de que a Turquia vai apoiar Suécia e Finlândia na adesão à NATO

O chanceler alemão Olaf Scholz disse esta terça-feira estar confiante de que a Turquia vai apoiar a Finlândia e a Suécia na adesão à NATO, acrescentando que a Alemanha vai fazer pressão para uma adesão rápida.

A UE já está comprometida em apoiar a Finlândia e a Suécia, disse Scholz numa entrevista com o primeiro-ministro de Liechtenstein, acrescentando que a Alemanha iria fortalecer os contactos militares com os dois países nórdicos, que têm sido neutros.

A Turquia surpreendeu os aliados da NATO na semana passada ao dizer que não veria positivamente os pedidos da Suécia e da Finlândia.

13:48 | 17/05

Joe Biden vai reunir-se com líderes da Suécia e da Finlândia na Casa Branca

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, receberá os líderes da Suécia e da Finlândia na Casa Branca na quinta-feira para discutir a presença destes países na NATO, informou a Casa Branca num comunicado.

Biden, a primeira-ministra sueca Magdalena Andersson e o presidente da Finlândia, Sauli Niinistö, também discutirão "a segurança europeia, além de fortalecer as estreitas parcerias numa série de questões globais e apoio à Ucrânia ", disse a porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, esta terça-feira.

13:33 | 17/05

Putin diz que é impossível para alguns países da UE abandonar totalmente o petróleo russo

O presidente Vladimir Putin disse esta terça-feira que é impossível para alguns países europeus, que dependem fortemente da energia da Rússia, evitar completamente o petróleo russo.

13:32 | 17/05

Parlamento da Finlândia aprova pedido de adesão à NATO

O Parlamento da Finlândia aprovou nesta terça-feira uma proposta para se tornar membro da aliança militar da NATO com 188 votos a favor e 8 contra, disse o presidente do Parlamento, Matti Vanhanen.
12:52 | 17/05

Registadas 76 explosões em Sumy durante esta terça-feira

Dmytro Zhyvytsky, governador de Sumy disse que as forças russas tentaram entrar na fronteira ucraniana na região, e houve incêndios ao longo da fronteira causados por bombardeamentos.
12:42 | 17/05

Ministra das Relações Exteriores da Alemanha espera rápida adesão da Finlândia e Suécia à NATO

A ministra das Relações Exteriores da Alemanha, Annalena Baerbock, disse estar confiante de que a Finlândia e a Suécia aderirão rapidamente à NATO.

"Há algumas questões pendentes do lado turco", disse Baerbock em Berlim na terça-feira. "Estão a ser discutidas, mas estou muito confiante de que haverá uma adesão rápida, porque todos sabem que este é um momento histórico decisivo numa situação muito dramática", acrescentou.

12:14 | 17/05

Ataque aéreo russo em Chernihiv provoca 8 mortos e 12 feridos

Oito pessoas foram mortas e doze ficaram feridas num ataque aéreo russo a uma vila em Chernihiv, região norte da Ucrânia, de acordo com o serviço de emergência da Ucrânia.
11:57 | 17/05

Negociador russo diz que combatentes de Azovstal na Ucrânia "não merecem viver"

Um negociador russo que participou nas conversações de paz com Kiev, disse esta terça-feira os combatentes da fábrica de Azovstal na Ucrânia "não merecem viver". 

"Eles não merecem viver depois dos monstruosos crimes contra a humanidade e que são cometidos continuamente contra os nossos prisioneiros", acrescentou. 
11:08 | 17/05

Rússia diz que conversações com Ucrânia "não está a decorrer" de qualquer maneira

A Rússia e a Ucrânia não estão a realizar conversações "sob qualquer forma", segundo o vice chanceler dos Negócios Estrangeiros, Andrey Rudenko. 

"Não, as negociações não estão em curso. A Ucrânia retirou-se praticamente do processo de negociação", acrescenta. 
11:05 | 17/05

Parlamento russo pode proibir troca de combatentes de Azovstal por tropas russos

O parlamento da Rússia está a ponderar proibir a troca de combatentes de Azovstal por tropas russos, segundo a agência noticiosa TASS. 
10:54 | 17/05

Rússia diz ter agindo carregamentos de armas dos EUA e da Europa na Ucrânia

O Ministério da Defesa da Rússia disse esta terça-feira que mísseis destruíram carregamentos de armas dos EUA e da Europa na região ocidental de Lviv, na Ucrânia. 
10:10 | 17/05

Cerca de 28 mil tropas russas morreram desde o início da guerra

Segundo o Ministério da Defesa da Ucrânia, 27 900 soldados russos morreram desde o início da guerra, a 24 de fevereiro de 2022. 
09:59 | 17/05

Rússia diz que adesão da Finlândia e da Suécia à NATO "não faz grande diferença"

O Ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Lavrov, disse esta terça-feira que a adesão da Finlândia e da Suécia à NATO faria "pouca diferença", uma vez que os países participaram durante muito tempo nos exercícios militares da aliança. 

09:46 | 17/05

Zelensky conversou com chanceler alemão sobre situação na linha da frente e novas sanções

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, esteve em conversas com o chanceler alemão, Olaf Scholz, onde discutiram a situação da linha da frente, e novas sanções contra a Rússia, segundo a agência noticiosa Reuters.
09:09 | 17/05

Míssil russo atinge região de Chernihiv

Um míssil russo atingiu a região de Chernihiv, provocando mortos e feridos, segundo relata o governador. 

Enquanto tropas russas deixam o norte da Ucrânia, o governador lembra que "guerra não deixou região".

Segundo o Ministério da Defesa do Reino Unido, cerca de 3 500 edíficios foram destruídos. 


08:04 | 17/05

Ouvidas explosões na cidade ucraniana de Lviv durante a madrugada

Uma série de explosões atingiram a cidade ucraniana de Lviv durante a madrugada, segundo uma testemunha da Reuters. 

Explosões aconteceram pouco antes da uma da manhã. 
07:21 | 17/05

Japão respeita decisão da Suécia em aderir à NATO

O Japão respeita a "decisão séria" da Suécia em candidatar-se à NATO, segundo o porta-voz principal do governo japonês. 

A invasão russa na Ucrânia é uma questão que não afeta só a Europa, mas também a região Indo-Pacífico, acrescenta Hirokazu Matsuno. 
22:54 | 16/05
Lusa

Soldados foram levados para cidade ucraniana controlada por pró-russos.

Mais de 260 combatentes ucranianos foram esta segunda-feira retirados da siderúrgica Azovstal, na cidade cercada de Mariupol, após terem anunciado que "cumpriram a ordem" do Conselho Supremo da Ucrânia, "de salvar vidas".

"Para salvar vidas, toda a guarnição de Mariupol cumpriu a ordem aprovada pelo comando militar e aguarda o apoio do povo ucraniano", disse o batalhão Azov numa mensagem publicada nas redes sociais.

22:23 | 16/05

Soldados ucranianos feridos estão a ser retirados de Azovstal

Soldados ucranianos feridos estão a ser retirados de Azovstal, em Mariupol. Os autocarros chegaram sob escolta de militares pró-russos e levaram os feridos até um centro médico em Novoazovsk, na Ucrânia, avança a Reuters.
21:04 | 16/05
Lusa

Amnistia Internacional diz que Kiev terá de investigar mais de 10 mil crimes de guerra

A diretora executiva da Amnistia Internacional (AI) na Ucrânia, Oksana Pokalchuk, revelou esta segunda-feira à Lusa que as autoridades ucranianas já abriram investigações a mais de 10.000 casos de crimes durante a invasão russa.

Pokalchuk mostrou-se preocupada com a real eficácia do sistema judicial ucraniano em lidar com a "enorme quantidade" de violações de direitos humanos por parte das forças russas.

A representante da AI na Ucrânia explicou que, num futuro próximo, as autoridades ucranianas terão de lidar com mais de 10.000 casos de violações, assassínios extrajudiciais e de torturas, executados por tropas russas em territórios provisoriamente ocupados no leste da Ucrânia.

19:47 | 16/05
Reuters

Nove civis mortos durante bombardeamentos russos na região de Donetsk

Nove civis foram mortos por bombardeamentos russos esta segunda-feira na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, disse o governador da região.

Pavlo Kyrylenko, numa publicação do Telegram, disse que nove residentes morreram e seis ficaram feridos após ataque russo.
19:03 | 16/05

A UE ainda não chegou a acordo sobre o embargo petrolífero contra a Rússia, diz Borrell

A União Europeia ainda não chegou a acordo sobre um sexto pacote de sanções contra a Rússia, disse esta segunda-feira  Josep Borrell, após uma reunião dos ministros dos negócios estrangeiros do bloco em Bruxelas. 

"Infelizmente, não foi possível chegar a um acordo hoje", disse Borrell aos jornalistas.

Borrell disse ainda que os ministros dos negócios estrangeiros tinham decidido fornecer mais 500 milhões de euros para a compra de armas em apoio a Kiev, elevando a soma total de dinheiro que a UE reservou para esse fim para dois mil milhões de euros.

18:29 | 16/05

Erdogan diz que não vai aprovar candidatura da Suécia e Finlândia à NATO

Erdogan disse esta segunda-feira que "não vale a pena" que as delegações da Finlândia e Suécia se desloquem à Túrquia para tenter convencê-lo a aceitar os pedidos de adesão à NATO.
18:28 | 16/05

Kiev diz que UE está a pagar "a dobrar" e pede veto à energia russa

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano pediu esta segunda-feira à União Europeia que vete as importações de petróleo e gás russos e criticou-a por "pagar a dobrar", comprando energia a Moscovo e financiando o envio de armas a Kiev.
18:06 | 16/05

Finlândia e Suécia juntam-se a NATO num dos maiores exercícios militares de sempre

Os exercícios militares da NATO nos Países Bálticos já começaram e incluem cerca de 15 mil militares de oito países, incluindo Finlândia e Suécia.

A acontecerem na Estónia até 3 de junho, estes parecem ser os maiores exercícios militares da NATO no país desde 1991, segundo a BBC.

A Aliança Atlântica disse que o objetivo destes exercícios é melhorar a preparação dos militares em caso de ataque e aumentar a cooperação entre países.
17:48 | 16/05

Identificados mais 45 soldados russos envolvidos em crimes de guerra

Segundo o The Kyiv Independent, foram identificados mais 45 soldados russos envolvidos em crimes de guerra na Ucrânia.

Três soldados já estão a ser julgados, na Ucrânia, disse a Procuradora-Geral Iryna Venediktova. Foi registado um total de 11.600 crimes de guerra desde o início da invasão russa, acrescentou Venediktova.
17:45 | 16/05

Tropas russas bombardeiam aldeias na região de Chernihiv

As tropas russas estão a bombardear aldeias na região de Chernihiv, na Ucrânia, de acordo com uma publicação do The Kyiv Independent.

Segundo o Comando Operacional do Norte do exército ucraniano, ainda não foram reportados feridos.
17:16 | 16/05
Lusa

Kiev alerta para crescente crise humanitária na região de Kherson

A comissária dos Direitos Humanos da Ucrânia, Lyudmila Denisova, alertou esta segunda-feira para a "crescente crise humanitária" em Kherson, onde permanecem cerca de meio milhão de habitantes e que em duas semanas podem ficar sem medicamentos.

"Os residentes da região não conseguem ir até ao território controlado pela Ucrânia e a mobilidade pela região está praticamente restringida. Os ocupantes não permitem a entrada de voluntários com ajuda humanitária e saqueiam os carregamentos de bens doados", denunciou a comissária na rede social Telegram.

De acordo com o presidente da câmara de Kherson, Igor Kolyjaev, a cidade "ficará sem medicamentos em duas semanas, não havendo mais soluções para linhas intravenosas, medicamentos para doenças cardiovasculares ou oxigénio suficiente".
17:08 | 16/05

Ucrânia diz não ter conhecimento de cessar-fogo em Azovstal para evacuar soldados feridos

A Ucrânia ainda não confirmou declaração da Rússia a declarar um cessar-fogo em Azovstal para retirar soldados, e afirma que o envio de militares ucranianos para áreas ocupadas pela Rússia poderia colocar a sua vida em risco.

Mais de mil soldados ucranianos, incluindo 600 militares feridos, estão neste momento encurralados na fábrica de aço Azovstal, em Mariupol.
17:02 | 16/05

Hackers russos anunciam ciberataque em massa a vários países europeus e EUA

Killnet, um grupo de hackers russos, anunciou que vai lançar um ciberataque a vários países europeus e ainda aos Estados Unidos, segundo o canal de televisão NEXTA.

Os países ameaçados são o Reino Unido, Alemanha, Itália, Letónia, Roménia, Lituânia, Estónia, Polónia, Ucrânia e ainda os Estados Unidos da América.
16:58 | 16/05

Bombardeamento russo a Severodonetsk mata 10 civis

Pelo menos 10 civis foram mortos pelos bombardeamentos russos na cidade de Severodonetsk, na Ucrânia, disse o governador regional da região de Luhansk, Serhiy Gaidai, segundo a Reuters.

Gaidai já tinha informado que os fortes bombardeamentos causaram incêndios em zonas residenciais.
15:53 | 16/05

Tropas russas afastadas num raio de cerca de 4 quilómetros na fronteira russa perto de Kharkiv

As forças ucranianas afastaram as tropas russas na segunda maior cidade do país, Kharkiv, para um raio de 3 a 4 quilómetros da fronteira com a Rússia, disse uma autoridade de defesa dos Estados Unidos esta segunda-feira.
15:48 | 16/05

Zelensky afirma que discutiu com o diretor-geral do FMI necessidade de apoio financeiro à Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou esta segunda-feira que discutiu com o diretor-geral do FMI a necessidade de apoio financeiro à economia da Ucrânia.
15:42 | 16/05

Tropas russas explodem depósito de nitrato de amónio em Kharkiv

As tropas russas explodiram um depósito de nitrato de amónio em Kharkiv. A explosão não ameaça a população local, disse o governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, esta segunda-feira.
15:36 | 16/05

Expansão da NATO pode aumentar tensões na Europa, de acordo com o secretário-geral da CSTO

A expansão da NATO levará ao aumento das tensões na Europa, disse Stanislav Zas, secretário-geral da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO), liderada por Moscovo, esta segunda-feira.

14:47 | 16/05

Noruega, Dinamarca e Islândia prometem ajudar Finlândia e Suécia em caso de ataque

Os países vizinhos nórdicos da Suécia e da Finlândia, num comunicado conjunto esta segunda-feira, disseram que estão prontos para apoiar os candidatos à NATO, caso os dois países sejam atacados.

"Juntamente com a Dinamarca e a Islândia, a Noruega está pronta para ajudar os vizinhos nórdicos por todos os meios necessários caso sejam vítimas de agressão no território antes de se tornarem membros da NATO", disse o primeiro-ministro da Noruega, Jonas Gahr Stoere.

14:37 | 16/05

Macron apoia a decisão da Suécia se juntar à NATO

O presidente francês Emmanuel Macron apoia totalmente a decisão da Suécia se juntar à aliança militar da NATO, de acordo com afirmações do gabinete presidencial esta segunda-feira.

O governo da Suécia tomou esta segunda-feira a decisão formal de pedir a adesão à NATO.

14:22 | 16/05

Suécia toma decisão formal de pedir adesão à NATO

O governo de minoria social-democrata da Suécia tomou esta segunda-feira a decisão formal de pedir a adesão à NATO, seguindo os passos do país vizinho, a Finlândia.

"Há uma ampla maioria no parlamento sueco para aderir à NATO", disse a primeira-ministra Magdalena Andersson após um debate sobre política de segurança no parlamento. "A melhor coisa para a Suécia e a população sueca é aderir à NATO".

14:14 | 16/05

Rússia diz que foi alcançado acordo para retirar soldados ucranianos feridos de Azovstal

O Ministério da Defesa da Rússia disse esta segunda-feira que um acordo foi alcançado para transportar soldados ucranianos feridos da siderúrgica Azovstal localizada em Mariupol para um centro médico na cidade controlada pela Rússia de Novoazovsk, informaram agências de notícias russas.

Segundo o ministério, foi aberto um corredor humanitário para esse fim.

13:58 | 16/05

Húngria ainda não tem proposta sobre sanções petrolíferas contra a Rússia

A Hungria ainda não recebeu nenhuma proposta "séria" da Comissão Europeia sobre as sanções petrolíferas contra a Rússia, segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros. 

"A Comissão Europeia causou um problema com uma proposta, pelo que a Hungria está com a expetativa de que a UE ofereça uma solução: financiar os investimentos e compensar pelos aumento de preços que exigem uma modernização total da estrutura energética da Hungria", acrescentou Peter Szijjarto.
13:54 | 16/05

Tropas russas tentam atravessar a fronteira ucraniana na região de Sumy

As tropas russas estão a tentar atravessar a fronteira ucraniana na região de Sumy, com metralhadoras, espingardas, lança-granadas, segundo a Guarda da Fronteira do Estado. 
13:10 | 16/05

Putin afirma que nova infraestrutura militar na Finlândia e Suécia exigiria reação

O presidente Vladimir Putin disse nesta segunda-feira que a Rússia não tem problemas com a Finlândia e a Suécia, mas que a expansão da infraestrutura militar no seu território exigiria uma reação de Moscovo, à medida que os países nórdicos se aproximam da adesão à NATO.

12:06 | 16/05

Ataque com mísseis faz três feridos graves na região de Odesa

A região de Odesa foi esta segunda-feira atacada com mísseis russos, acabando por ferir três pessoas gravemente, sendo elas dois adultos e uma criança, segundo a deputada ucraniana Lesia Vasylenko.




11:31 | 16/05

McDonald's vai vender empresa na Rússia depois de mais 30 anos de atividade

A cadeia de comida fast-food McDonald's irá vender o seu negócio na Rússia, depois de mais de 30 anos de trabalho no país. 

A McDonald's, segundo comunicado recebido pelo jornal New York Times, admite que se trata de uma "matéria complicada que não tem precedentes e terá consequências profundas". 

Neste momento a empresa está à procura de um comprador, que mantenha os seus 62 mil empregados.
11:18 | 16/05

Rússia diz que segue de perto progressos das propostas finlandesas e suecas da NATO

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse esta segunda-feira que a Rússia estava a seguir de perto as propostas da Finlândia e da Suécia para aderir à aliança militar da NATO. 

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Ryabkov, disse também que o Ocidente "não deveria suportar a expansão da NATO".
09:24 | 16/05

Rússia lança ataque com mísseis à região de Odesa

A Rússia lançou esta segunda-feira mísseis para a região de Odesa, através de um avião militar russo, segundo informou a Câmara Municipal de Odesa. 
08:53 | 16/05

Forças russas invadem área residencial em Mykolaiv

O presidente Oleksandr Sienkevych disse esta segunda-feira que uma loja local e um carro ficaram incendiados, depois das forças russas invadirem a área residencial de Mykolaiv. 

Até ao momento não foram relatados feridos. 
08:42 | 16/05

Urânia diz que já morreram 229 crianças desde o início da guerra

Desde o início da guerra já morreram 229 crianças e mais de 421 ficaram feridas, segundo a Procuradoria Geral da Ucrânia. 

Numa mensagem partilhada na rede social Telegram, a Procuradoria Geral da Ucrânia referiu que estes números não são definitivos.
07:58 | 16/05

Rússia diz que adesão da Finlândia e da Suécia à NATO é "um erro"

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergei Ryabkov, disse esta segunda-feira que a adesão da Finlândia e da Suécia é "um erro" que terá consequências de grande alcance. 

Sergei Ryabkov, disse ainda que a Finlândia e a Suécia não devem ter ilusões de que a Rússia irá simplesmente suportar esta decisão, segundo informou a agência noticiosa Interfax. 
07:53 | 16/05

Militares ucranianos que defendem Kharkiv chegam à fronteira estatal com a Rússia

Os militares ucranianos que defendem a cidade de Kharkiv chegaram à fronteira estatal com a Rússia nesta segunda-feira, segundo o governador regional. 
22:25 | 15/05

"Crime de violação é de facto generalizado" na Ucrânia, diz deputada

A deputada ucraniana Kira Rudik diz ter ouvido relatos de alegadas violações de soldados russos de "quase todas as cidades libertadas" da Ucrânia, avançou a Sky News.

"O crime de violação é de facto generalizado", salientou Rudik.

18:46 | 15/05

Suécia pode ficar "vulnerável" se não aderir à NATO, alerta primeira-ministra

A primeira-ministra sueca Magdalena Andersson afirmou que se a Suécia for o único país da região báltica que não pertencesse à NATO, pode ficar "numa posição muito vulnerável".

Aderir ao grupo é o melhor para a segurança da Suécia, referiu a primeira-ministra, citada pela Sky News, acrescentando que, no entanto, o país está em risco durante o processo de candidatura.

Andersson vai amanhã ao parlamento para assegurar um apoio mais amplo no pedido de adesão.

Ela espera alinhar a candidatura da Suécia com a da Finlândia.
18:44 | 15/05

O Partido Social Democrata sueco, no poder, aprovou este domingo uma candidatura da Suécia à NATO, abrindo caminho a um pedido de adesão pelo Governo.

O Partido Social Democrata sueco, no poder, aprovou este domingo uma candidatura da Suécia à NATO, abrindo caminho a um pedido de adesão pelo Governo.

Numa reunião extraordinária, a direção decidiu que o partido irá "contribuir para uma candidatura da Suécia à NATO", dizem os sociais-democratas num comunicado.

16:25 | 15/05

Países da NATO darão apoio militar enquanto Kiev precisar, diz Alemanha

Os Estados-membros da NATO estão dispostos a dar ajuda militar à Ucrânia enquanto for necessário, garantiu este domingo a ministra alemã dos Negócios Estrangeiros, Annalena Baerbock, após uma reunião ministerial da Aliança em Berlim.
16:10 | 15/05
Lusa

NATO admite reforçar presença na Suécia e na Finlândia antes da adesão

O secretário-geral da NATO admitiu este domingo que a Aliança poderá reforçar a sua presença na Suécia e na Finlândia para dar "garantias de segurança" aos dois países enquanto não se concretiza a sua adesão à organização.
14:33 | 15/05
Lusa

Secretário-geral da NATO acredita na vitória da Ucrânia

O secretário-geral da NATO defendeu este domingo que a Ucrânia "pode ganhar" a guerra contra a Rússia e avisou que a candidatura da Finlândia e da Suécia à Aliança prova que "uma agressão não compensa".

Jens Stoltenberg mostrou-se confiante de que Kiev "pode ganhar" a guerra.

14:10 | 15/05

MNE alemã diz que NATO está preparada para receber Finlândia e Suécia

No final da reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO, Annalena Baerbock afirmou que Aliança as portas da Aliança Atlântica estão abertas para receber a Finlândia e Suécia.

"Suécia e Finlândia: se vocês estão preparados, nós também", disse a ministra alemã, segundo a Reuters.

Para Baerdock, a entrada dos dois países iria fortalecer a NATO e unir os país do norte da Europa.

"A Suécia e a Finlândia não são apenas nossos parceiros, não são apenas nossos amigos, há muito que são membros da nossa família europeia. Portanto, têm o nosso total apoio em todas as decisões que agora tomam com vista à própria segurança", disse Annalena Baerbock.

13:36 | 15/05

Kuleba diz a Alemanha que Ucrânia vai entrar para UE, mas que Berlim pode liderar processo

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano disse, aquando da sua visita a Berlim, que apelou à Alemanha para que ajude no processo de adesão da Ucrânia à União Europeia.

"Ou lideram este processo (da adesão da Ucrânia à UE) e escrevem os vossos nomes nos livros de história, ou isso acontecerá sem a vossa liderança", disse Kuleba , citado pelo Ukrainska Pravda.
13:18 | 15/05

Refugiados escapam de Mariupol no que parece ser o maior corredor humanitário até ao momento

Um grupo de 500 a mil carros esperou durante três dias para que os militares russos lhes permitisse o acesso à cidade de Mariupol para a retirada de civis.

Petro Andriuschenko, conselheiro do presidente da câmara de Mariupol, disse que este corredor humanitário poderá ser o maior desde o início da guerra e que os civis resgatados já chegaram em segurança a Zaporizhzhia, segundo a BBC.

As autoridades estimam que o número de civis retidos ainda na cidade ucraniana ronde os 150 mil.
11:14 | 15/05
Lusa e Correio da Manhã

Finlândia vai pedir adesão à NATO

O presidente da Finlândia, Sauli Niinisto, confirmou que o país vai pedir para aderir à NATO.

"Este é um dia histórico. Uma nova era começou", disse o Presidente finlandês, Sauli Niinistö, numa conferência de imprensa conjunta com a primeira-ministra, Sanna Marin.

09:29 | 15/05
Reuters

Quatro mísseis destroem infraestrutura militar em Yavoriv, na região de Lviv

Quatro ataques de mísseis atingiram infraestruturas militares na área de Yavoriv, no ocidente da Ucrânia, perto da fronteira com a Polónia, no início deste domingo, disse o governador da região de Lviv, Maxim Kozitsky.

"O objecto está completamente destruído", disse Kozitsky numa publicação do Telegram.

Um comando aéreo regional da Ucrânia disse, durante esta manhã, que vários mísseis tinham sido disparados na região de Lviv a partir do Mar Negro, nas primeiras horas deste domingo.
08:54 | 15/05

Ucrânia evitou 12 ataques russos no leste do país nas últimas 24 horas

A Ucrânia evitou 12 ataques russos na zona leste do país, nas últimas 24 horas, segundo o Estado Maior General das forças armadas da Ucrânia.

Os militares ucranianos contra-atacaram as forças russes e conseguiram destruir oito tanques, cinco sistemas de artilharia e 14 veículos de combate.

08:50 | 15/05

Rússia acusa Ucrânia de atacar aldeia russa junto a fronteira

Rússia acusa Ucrânia de atacar aldeia russa junto a fronteira, registando-se pelo menos um feridos durante os ataques, disse o governador da região de Belgorod, Vyacheslav Gladkov, através de uma publicação no Telegram.

Gladkov já tinha denunciado durante esta semana um outro ataque por parte da Ucrânia à vila russa de Solokhi, registando-se um morto e três feridos. 

07:45 | 15/05

Míssil russo atinge a região de Lviv

O governador da região de Lviv, Maksym Kozytskyi, escreveu no Telegram que o ataque atingiu infraestruturas militares ucranianas.

O The Kyiv Independent diz que ainda não há informação sobre feridos.
01:10 | 15/05

Russos com "sucesso parcial" nos arredores de Donetsk

As forças russas tiveram "sucesso parcial" na sua batalha contra as tropas ucranianas nos arredores da cidade de Donetsk, de acordo com a página do Facebook do Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia, mas noutras cidades estão a reagrupar-se.

Uma atualização da situação às 18h (hora ucraniana), foi dito que as forças russas estão a reagrupar-se nas cidade de Sloviansk, Lyman e Severodonetsk, e amplamente mantendo as posições nos arredores de Kharkiv.

Mas em Mariupol os russos continuam a lançar ondas de ataques.

01:02 | 15/05

Fila de entre 500 e 1 000 carros foram autorizados a sair de Mariupol, disseram os media ucranianos

A Euromaidan Press, uma fonte de notícias pró-Ucrânia no país, escreveu numa publicação que entre 500 a 1 000 carros conseguiu sair de Mariupol este sábado.

O mesmo cita uma mensagem do Telegram de uma conta ligada às autoridades da cidade, que diz que o comboio foi autorizado a viajar para a cidade de Zaporizhzhia.
17:12 | 14/05
Lusa

Tropas russas estão a retirar-se dos arredores de Kharkiv

As tropas russas estão a recuar dos arredores da segunda maior cidade ucraniana, Kharkiv, após semanas a bombardearem-na, disse hoje o exército ucraniano, quando as forças de Kiev e Moscovo combatem pela zona industrial do leste do país.

O estado-maior da Ucrânia disse que os militares russos estão a retirar-se da cidade do nordeste do país para se focarem em proteger as rotas de abastecimento enquanto lançam morteiros, artilharia e ataques aéreos na província de Donetsk, para "esgotar as forças ucranianas e destruir fortificações", noticia a agência Associated Press (AP).

O ministro da Defesa, Oleksii Reznikov, disse que a Ucrânia "está a entrar numa nova - e longa - fase da guerra".

16:31 | 14/05

Turquia oferece rota de evacuação através do mar para os combatentes feridos na metalúrgica Azovstal

A Turquia ofereceu-se para realizar uma rota de evacuação através do mar para os combatentes ucranianos feridos na metalúrgica Azovstal, em Mariupol.

O porta-voz do Presidente Tayyip Erdogan, Ibrahim Kalin, disse à Reuters que Erdogan e o homólogo ucraniano Zelensky tinham discutido o plano há duas semanas e que este continua "em cima da mesa".

O plano implicaria que os soldados fossem levados 40 milhas por terra até Berdyansk, onde um navio turco os levaria para Istambul, do outro lado do Mar Negro.

"Se for possível fazê-lo dessa forma, teremos todo o prazer em fazê-lo. Estamos prontos", disse Kalin.

"De facto, o nosso navio está pronto para ir e trazer os soldados feridos e outros civis para a Turquia".
16:05 | 14/05

Ocidente declarou "guerra híbrida" contra a Rússia, afirma Lavrov

O Ocidente declarou uma "guerra híbrida" contra a Rússia e é difícil prever quanto tempo durará, referiu o Ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, citado pela Sky News.

Sergei Lavrov disse que as consequências da guerra na Ucrânia vão ser sentidas em todo o mundo.

Mas falando de sanções contra a Rússia, advertiu que "os políticos ocidentais devem compreender que os seus esforços para isolar o nosso país são em vão".
15:36 | 14/05

Zelensky pede aos EUA que reconheçam Rússia como Estado promotor de terrorismo

Zelensky pede aos EUA que reconheçam oficialmente a Rússia como Estado promotor de terrorismo.

O presidente da Ucrânia disse aos senadores americanos em Kyiv que contava com os EUA para reforçar ainda mais as sanções à Rússia.

"A Rússia deveria ser oficialmente reconhecida como um Estado promotor de terrorismo", disse, citado pelo The Kyiv Independent.
14:31 | 14/05

Guerra já destruiu 23% da rede ferroviária da Ucrânia

O Ministro das Infraestruturas Ucraniano, Oleksandr Kubrakov, disse que a invasão russa já destruiu 23% da rede ferroviária da Ucrânia.

O custo dos danos já atingiu 90 mil milhões de dólares (86,4 milhões de euros), e o número está a crescer todos os dias, disse este sábado Kubrakov.
14:17 | 14/05

Ucrânia lança contra-ataque em Izyum

As forças ucranianas lançaram uma contra-ofensiva em Izyum, de acordo com Oleh Synegubov, chefe da Administração Militar Regional de Kharkiv.

Segundo a BBC, num vídeo publicado no Telegram, Synegubov disse que as forças russas estavam a recuar, no entanto, o Estado-Maior General das Forças Armadas da Ucrânia não confirmou a retirada.

A Rússia tomou o controlo da cidade de Izyum a 1 de Abril e ocupa-a desde então.
13:48 | 14/05

Putin diz que o fim da neutralidade militar finlandesa seria um "erro"

O fim da neutralidade militar da Finlândia seria um "erro", disse este sábado o Presidente russo, Vladimir Putin, durante uma conversa telefónica com o seu homólogo finlandês, Sauli Niinistö, segundo um comunicado do Kremlin.

"Vladimir Putin sublinhou que o fim da política tradicional de neutralidade militar seria um erro, já que não existe qualquer ameaça à segurança da Finlândia", disse o comunicado.

13:14 | 14/05

Presidente da Câmara diz que russos se retiraram de Kharkiv

O presidente da Câmara de Kharkiv, Ihor Terekhov, disse à BBC que os russos retiraram-se da cidade de Kharkiv em direção à fronteira russa. Segundo conta, as tropas russas só tinham conseguido entrar na cidade uma única vez, não permanecendo durante muito tempo.

"Os russos estavam constantemente a bombardear Kharkiv porque permaneciam muito perto da cidade. E devido aos esforços da defesa territorial de Kharkiv e das Forças Armadas Ucranianas os russos retiraram-se para longe da cidade, em direção à fronteira russa", diz ele.

"Agora está tudo calmo em Kharkiv e as pessoas estão a regressar gradualmente à cidade. Fornecemos água, gás e electricidade a todos os cidadãos. No entanto, infelizmente, muitos edifícios residenciais estão destruídos ou danificados. Portanto, no futuro, teremos de fazer uma enorme reconstrução", conta.

"Não houve bombardeamentos na cidade durante os últimos cinco dias. Houve apenas uma tentativa dos russos de atingir a cidade com um míssil perto do aeroporto de Kharkiv, mas o míssil foi eliminado pela Defesa Aérea Ucraniana", afirma Terekhov.
13:09 | 14/05
Lusa

Êxodo de refugiados ucranianos atinge os 6,1 milhões e supera o venezuelano

A invasão da Ucrânia pela Rússia já originou um êxodo de refugiados ucranianos superior ao registado na Venezuela (6 milhões), ao alcançar este sábado os 6,1 milhões, segundo os números divulgados pelo Alto Comissariado para Refugiados da ONU (ACNUR).
13:05 | 14/05
Lusa

Presidente finlandês fala ao telefone com Putin sobre candidatura da Finlândia a NATO

O Presidente finlandês, Sauli Niinistö, telefonou este sábado ao Presidente russo, Vladimir Putin, sobre a iminente candidatura de adesão da Finlândia à NATO, anúncio que foi mal recebido por Moscovo.

"A conversa foi direta e decorreu sem contrariedades. Evitar as tensões foi o ponto considerado relevante", disse o chefe de Estado finlandês através de um comunicado à imprensa, citado pela AFP.

12:48 | 14/05
Lusa

G7 quer expandir sanções à Rússia e pede à China que não mine as medidas

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 prometeram este sábado "expandir as sanções" económicas contra a Rússia, visando setores em que o país "é particularmente dependente", e instaram a China a não 'minar' essas medidas.
12:09 | 14/05
Lusa

Rússia cortou fornecimento de eletricidade à Finlândia na noite passada

O fornecimento de eletricidade da Rússia à Finlândia terminou na noite passada, depois da suspensão ter sido anunciada na sexta-feira pelo exportador, disse este sábado à agência France Press (AFP) um responsável do operador finlandês.

A empresa responsável pela venda de eletricidade russa à Finlândia, a RAO Nordic, anunciou na sexta-feira que ia suspender o fornecimento às 00:00, alegando falta de pagamento, numa altura em que a Finlândia anunciou a sua candidatura à NATO.

12:06 | 14/05
Lusa

G7 nunca reconhecerá fronteiras que Rússia pretende impôr pela força

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 afirmaram este sábado que o grupo nunca reconhecerá as fronteiras que a Rússia pretende impor pela força da guerra na Ucrânia.

"Não reconheceremos nunca as fronteiras que a Rússia está a tentar mudar com a sua intervenção militar", disseram os ministros, numa declaração difundida no âmbito de uma reunião de três dias em Wangels, no norte da Alemanha.

11:51 | 14/05
Lusa

Rússia alerta para possível introdução de armas nucleares na Finlândia e na Suécia

A Rússia alertou este sábado sobre a possível introdução de armas nucleares pela NATO na Finlândia e na Suécia, no caso de os dois países aderirem formalmente à Aliança Atlântica.

"Muitas questões surgem sobre a renúncia desses países ao estatuto nuclear", disse Alexandr Grushkó, vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, aos jornalistas.

10:35 | 14/05

Defesa ucraniana diz que Rússia já perdeu mais de 27 mil militares, mil tanques de guerra e 200 aviões

Os números de militares mortos e equipamento de guerra abatido tem crescido do lado russo. As Forças Armadas Ucranianas dizem já ter morto mais de 27 mil soldados russos e somam já 13 navios atacados.

A informação é avançada pelo The Kyiv independent, através de uma publicação do Twitter. 
08:43 | 14/05

Rússia prepara-se para anexar a região de Kherson

A pedido do grupo de pró-russos da região de Kherson, o território ucraniano poderá ser anexado à Rússia num futuro muito próximo.

Segundo o Ministério da Defesa britânico, um dos objetivos principais da Rússia quando invadiu a Ucrânia seria conseguir colocar vários pró-russos na liderança das regiões e aumentar assim o seu controlo sobre o território vizinho.

Caso isto aconteça, é muito provável que os apoiantes do regime de Putin consigam ter a maioria do poder de decisão e aprovem medidas favoráveis a Moscovo.
08:32 | 14/05
Reuters

Rússia diz que vai responder se NATO aproximar armas nucleares da sua fronteira

Moscovo irá tomar medidas de precaução se a NATO aproximar forças nucleares e infraestruturas da fronteira russa, segundo diz a agência noticiosa RIA, que citou o Ministro Adjunto dos Negócios Estrangeiros, Alexander Grushko.

Moscovo não tem intenções hostis para com a Finlândia e a Suécia e não vê razões "reais" para a adesão destes dois países à NATO, acrescentou Grushko.
07:24 | 14/05
Lusa

Rússia ameaça atacar todo o território da Ucrânia com mísseis lançados do mar Negro, alerta Kiev

A Ucrânia acusou esta sexta-feira a Rússia de ameaçar todo o território ucraniano com ataques de mísseis, ao criar uma base ofensiva na Ilha Zmiinyi, no mar Negro, e de tentar destabilizar a situação na região separatista da Transnístria.

O porta-voz do Comando Operacional do Sul da Ucrânia, Vladyslav Nazarov, denunciou, através da rede social Telegram, que há quatro navios de guerra russos e dois submarinos no mar Negro, carregados com mais de 30 mísseis Kalibr.

21:55 | 13/05

Ucrânia pode mobilizar até um milhão de pessoas para a guerra

O Ministro da Defesa ucraniano, Oleksiy Reznikov, afirmou que o governo do país deseja aumentar o número de soldados para enfrentar a Rússia. 

"Estamos a concentrar-nos na necessidade de prover um milhão de pessoas que estarão a defrontar o inimigo", disse Oleksiy Reznikov, citado pelo The Kyiv Independent.
19:58 | 13/05

Turquia não alterou a sua posição quanto à adesão da Finlândia e da Suécia à NATO

Segundo a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, a Turquia não alterou a sua posição enquanto  membro da NATO, depois do presidente Recep Tayyip Eddogan se ter mostrado contra a decisão da adesão da Finlândia e da Suécia à NATO. 
19:43 | 13/05

Ucrânia diz que conversações com Rússia sobre retirada de civis está muito díficil

A vice-primeira ucraniana Iryna Vereshchuk disse esta sexta-feira que as negociações com a Rússia sobre a retirada dos civis da fábrica de Azovstal, em Mariupol está "muito díficil". 

"O resultado pode não ser do agrado de todos, mas a nossa tarefa é retirar as pessoas. Todas elas", acrescentou. 
18:29 | 13/05

Joe Biden fala com dirigentes da Suécia e da Finlândia sobre adesão à NATO

O presidente dos EUA, Joe Biden, esteve esta sexta-feira em conversações com líderes da Suécia e da Finlândia sobre a adesão à NATO. 

Joe Biden disse que apoiava a política de portas abertas da NATO e o direito dos dois países nórdicos a determinarem o seu "próprio futuro, política externa e acordos de segurança". 
17:58 | 13/05

Ucrânia vai importar combustível enquanto Rússia ataca os seus depósitos

A Ucrânia diz que vai importar 300 mil toneladas de gasóleo e 120 mil toneladas de gasolina para cobrir o consumo do mês de maio, uma vez que a Rússia tem como alvo infra-estruturas de combustível ucranianas, segundo a primeira vice-primeira-ministra, Yulia Svyrydenko. 
17:53 | 13/05

Depósito de armas destruído em Kharkiv, diz ministério russo

Segundo o ministério da defesa da Rússia, um depósito de armas na região de Kharkiv, na Ucrânia, foi destruído pelas forças aéreas russas.
17:36 | 13/05

271 residentes de Zaporizhzhia raptados

O governador de Zaporizhzhia, Oleksandr Starukh, anunciou que 271 residentes foram raptados por ocupantes russos, segundo o The Kyiv Independent. 

Além disso, mais de 100 ucranianos permanecem em cativeiros. 

17:26 | 13/05

Rússia destruiu 27 depósitos de combustível ucranianos durante invasão

A Rússia destruiu 27 depósitos de combustível ucranianos, desde o início da guerra, segundo o primeiro-ministro da Ucrânia. 
17:23 | 13/05

Itália apoia adesão de Finlândia e Suécia à NATO

A Itália irá apoiar a adesão à NATO da Finlândia e da Suécia, segundo o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luigi Di Maio. 

"Nós, como Itália, teremos muito prazer em acolher estes dois países nesta grande aliança que defende os seus países membros", referiu Luigi Di Maio. 
16:54 | 13/05
Lusa

Aliança das Agências de Notícias decide não expulsar russa TASS mas mantém suspensão

A Aliança Europeia de Agências de Notícias (EANA) decidiu esta sexta-feira não expulsar a estatal russa TASS, embora tenha anunciado manter a suspensão decretada pela diretiva do organismo em fevereiro, devido aos limites da liberdade de imprensa impostos por Moscovo.

A votação secreta sobre a expulsão da agência oficial russa não obteve a maioria qualificada necessária para forçar a saída de um membro da EANA, disseram à Efe fontes da aliança.

A proposta de expulsão, apresentada pela agência polaca PAP, foi submetida a voto numa assembleia-geral extraordinária da EANA que terminou em Sarajevo esta sexta-feira.

Após esta primeira votação, foi aprovada, com 22 votos a favor, dois contra e duas abstenções, a proposta de manter a suspensão provisória da adesão de TASS à EANA, aprovada em 22 de fevereiro.

16:36 | 13/05
Lusa

Rússia prolonga detenção preventiva de basquetebolista norte-americana

A justiça russa decidiu esta sexta-feira estender até 18 de junho a ordem de detenção da basquetebolista norte-americana Britney Griner, presa em fevereiro no aeroporto de Moscovo, por alegada posse de estupefacientes, informou a agência noticiosa TASS.

De acordo com a agência russa, o tribunal de Khimki, nos arredores de Moscovo, "satisfez o pedido dos investigadores e prorrogou a detenção da cidadã norte-americana Griner até 18 de junho".

Britney Griner, duas vezes campeã olímpica (Rio2016 e Tóquio2020) e uma das principais figuras da Liga norte-americana de basquetebol (WNBA), foi detida em 17 de fevereiro, num aeroporto em Moscovo, após terem sido detetados óleos canabinoides, vaporizadores e outros produtos na sua bagagem, segundo as autoridades locais.

A jogadora, que enfrenta uma acusação que pode resultar numa pena até 10 anos de prisão, foi detida preventivamente por ordem do tribunal, que vigora até 19 de maio e que agora foi prolongada.

16:23 | 13/05

Inter RAO da Rússia vai suspender as exportações de energia para a Finlândia devido à falta de pagamento

A empresa pública russa Inter RAO IRAO.MM vai deixar de exportar eletricidade para a Finlândia a partir de sábado à 1h00 hora local (sexta-feira às 22h00 horário em Portugal), informou esta sexta-feira a empresa finlandesa da rede, citada pela Reuters.

O comércio de eletricidade importado da Rússia vai ser suspenso, por enquanto, devido a dificuldades em receber pagamentos, disse Fingrid num comunicado, citando a Inter RAO.

"Não há qualquer ameaça à adequação da eletricidade na Finlândia", disse a rede, acrescentando que a energia da Rússia representava cerca de 10% do consumo total de energia da Finlândia.
16:19 | 13/05

Secretário do Vaticano para as relações com os Estados vai visitar Kiev

O secretário do Vaticano para as relações com os Estados, Paul Richard Gallagher, anunciou que vai visitar Kiev na próxima quarta-feira, com o objeitvo de discutir o atual cenário de guerra no país.

De acordo com o Vatican News, no qual se destaca que a diplomacia da Santa Sé é trabalhar por um "cessar-fogo" entre a Ucrânia e a Rússia, procurando que "se inicie um diálogo sério, sem pré-condições".

O secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, denotou que o envio de armas para a Ucrânia deve respeitar o princípio da "proporcionalidade", de forma a que "a resposta não produza um dano maior do que a agressão".

16:17 | 13/05
Lusa

Rússia declara 10 diplomatas romenos e um búlgaro "persona non grata"

A Rússia declarou esta sexta-feira 10 diplomatas romenos e um búlgaro "persona non grata" em resposta às medidas tomadas anteriormente por Bucareste e Sófia na sequência do massacre de civis em Bucha, na Ucrânia, atribuído às tropas russas.

"Em 13 de maio, o embaixador da Roménia na Rússia, Cristian Istrate, foi convocado ao Ministério dos Negócios Estrangeiros russo, onde lhe foi entregue uma nota sobre a declaração de 'persona non grata' de dez funcionários da Embaixada da Roménia em Moscovo", afirmou a diplomacia russa numa declaração.

No mesmo dia, foi convocado o embaixador búlgaro, Atanas Kristin, a quem também foi entregue uma nota do Ministério russo sobre a declaração de um funcionário da Embaixada da Bulgária em Moscovo como "persona non grata".

15:40 | 13/05

Zelensky só falará com Putin "sem intermediários"

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky referiu, esta sexta-feira, citado pela Sky News, que está disposto a falar diretamente com Vladimir Putin mas "apenas sem quaisquer intermediários".

Em entrevista ao canal televisivo Rai 1, Zelensky disse que entraria em negociações com o Putin "sobre os termos do diálogo, não sobre os termos dos ultimatos".

"Como presidente, estou pronto a falar com Putin, mas apenas com ele. Sem nenhum dos seus intermediários e no quadro do diálogo, não de ultimatos".

A Ucrânia e a Rússia não mantêm conversações presenciais desde 29 de Março, quando se encontraram na fronteira da Bielorrússia.

Quaisquer discussões subsequentes foram realizadas remotamente.
15:36 | 13/05

Rússia acusada de deportar à força cerca de 210 mil crianças ucranianas

A Ucrânia acusou Moscovo de deportar à força centenas de milhares de crianças da Ucrânia desde que o conflito eclodiu em finais de Fevereiro, avançou a Sky News.

O provedor dos direitos humanos do país disse que 210 000 crianças se encontravam entre os 1,2 milhões de ucranianos que tinham sido alegadamente deportados contra a sua vontade.

Lyudmyla Denisova afirmou: "Quando as nossas crianças são retiradas, elas destroem a identidade nacional, privam o nosso país do futuro. Eles ensinam aos nossos filhos lá, em russo, a história que [Vladimir] Putin contou a todos".
14:13 | 13/05

Rússia multa "Rádio Liberdade" por não eliminar o conteúdo sobre a "operação especial" da Rússia na Ucrânia

O tribunal de Moscovo, na Rússia, multou a "Rádio Liberdade" com 12,8 milhões de rublos por não eliminar o conteúdo sobre a "operação especial" da Rússia na Ucrânia, avançou a Interfax.

14:11 | 13/05
Lusa

Scholz pede a Putin um "cessar-fogo" e rejeita argumentos sobre nazismo

O chanceler alemão, Olaf Scholz, pediu esta sexta-feira ao chefe de Estado russo, Vladimir Putin, em contacto telefónico, um cessar-fogo na Ucrânia e rejeitou as acusações do Kremlin sobre o "nazismo" ucraniano.

"A afirmação de que os nazis dominam [na Ucrânia] é falsa", afirmou Scholz através da rede social Twitter, informando que manteve hoje um contacto telefónico com Vladimir Putin.

Por outro lado de acordo com uma nota oficial do governo de Berlim, o chanceler alemão recordou ao Presidente russo sobre a responsabilidade da Rússia no que diz respeito à produção e distribuição de alimentos a nível global "como consequência" da "guerra impulsionada pela Rússia".

12:57 | 13/05

Julgamento do primeiro soldado russo em Kiev será retomado em tribunal a 18 de maio

O caso de Vadim Shyshimarin, o primeiro soldado russo a ser jiulgado por crimes de guerra na guerra da Ucrânia, será retomado em Kiev em 18 de maio, avançou a Sky News.

O julgamento já tinha sido adiado após uma breve discussão entre os juízes e advogados sobre o procedimento, mas, naquela fase, a data não estava clara.

Shyshimarin falou no tribunal apenas para confirmar que era um soldado russo, nascido na região russa de Irkutsk.

Em causa está o crime de "violação das leis e normas de guerra".

12:56 | 13/05

Novas sanções do Reino Unido contra a Rússia visam a rede financeira de Putin e incluem ex-mulher e primos

A última ronda de sanções do Reino Unido contra a Rússia visa a rede financeira de Vladimir Putin, incluindo a sua ex-mulher e primos, avançou a Sky News.

A Secretária dos Negócios Estrangeiros, Liz Truss, afirmou: "Estamos a expor e a visar a rede sombria que apoia o estilo de vida luxuoso de Putin e aperta o vício no seu círculo interno".

"Continuaremos a aplicar sanções a todos aqueles que ajudem e sejam cúmplices da agressão de Putin até que a Ucrânia prevaleça".
12:46 | 13/05

Putin discute os planos da Finlândia e da Suécia da NATO com o Conselho de Segurança - RIA

O Presidente russo Vladimir Putin debateu, esta sexta-feira, a potencial adesão da Finlândia e da Suécia à NATO com o seu Conselho de Segurança, informou a agência noticiosa RIA.

O Kremlin disse esta quinta-feira que as indicações da Finlândia de que planeia aderir ao bloco militar liderado pelos EUA eram uma medida hostil que representava uma ameaça à segurança da Rússia, e comprometeu-se a responder.
12:35 | 13/05
Lusa

Kiev pede ao G7 para confiscar bens russos para a reconstrução

O chefe da diplomacia da Ucrânia pediu esta sexta-feira ao G7 que sejam confiscados bens russos destinados à reconstrução das zonas destruídas pela invasão e insistiu no embargo da União Europeia ao petróleo da Rússia.

"Peço, hoje, aos Estados-membros do G7 que adotem legislação para que sejam aplicadas todas as medidas necessárias para que sejam confiscados todos os bens russos destinados à reconstrução da Ucrânia", declarou o ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba.

O chefe da diplomacia da Ucrânia participa na reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 reunidos em Wangels, no norte da Alemanha. 

11:42 | 13/05
Lusa

Alemanha considera "repugnante" que russos roubem cereais ucranianos

O ministro da Agricultura da Alemanha considerou esta sexta-feira ser "repugnante" os roubos de cereais na Ucrânia, alegadamente por tropas russas, à margem de uma reunião do G7 que visa ajudar Kiev a exportar os seus produtos.

"A Rússia está a roubar e confiscar bens e cereais do leste da Ucrânia", afirmou Cem Özdemir, ao lado do seu homólogo ucraniano, sublinhando que "esta é uma maneira particularmente repugnante de travar uma guerra".

Os dois ministros "discutiram maneiras de ajudar a transportar as colheitas [deste ano], seja por terra, comboio ou via Danúbio", adiantou Özdemir, explicando que a invasão russa e o bloqueio imposto aos portos ucranianos reduziram drasticamente as rotas de exportação deste grande produtor agrícola.

11:03 | 13/05

Kremlin nega corte de fornecimento de gás para a Finlândia

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse esta sexta-feira que a Gazprom continua a ser um fornecedor de gás confiável, contrariando assim as notícias que dão conta do corte de fornecimento de gás para a Finlândia.
10:24 | 13/05

Tropas russas atingem refinaria de petróleo na Ucrânia, revela ministério da Defesa russo

As tropas russas atingiram a refinaria de petróleo de Kremenchug, na Ucrânia, revelou esta sexta-feira o ministério da Defesa da Rússia. 

A capacidade de produção e os tanques de combustível da refinaria ficaram destruídos. 

O ministério da Defesa da Rússia revelou ainda que as duas tropas abateram um avião ucraniano na região de Kharkiv.
10:18 | 13/05

Borrell anuncia apoio militar de 500 milhões de euros para a Ucrânia

O Alto Representante da União Europeia, Josep Borrell, disse esta sexta-feira que a UE vai fornecer apoio militar à Ucrânia no valor de 500 milhões de euros. 

Borrel afirmou ainda estar confiante que se poderia chegar a um acordo para o embargo ao petróleo russo nos próximos dias.
00:41 | 13/05

180 tropas russos mortos no Leste

Segundo o The Kyiv Independent, os soldados ucranianos mataram 180 tropas russos no Leste do país, além de ter repelido seis ataques.

22:03 | 12/05

Míssil russo atinge ilha de Khortytsia, em Zaporíjia

Um míssil russo atingiu a ilha de Khortytsia, em Zaporíjia, segundo o The Kyiv Independent. 

Até ao momento não há relatos de feridos ou mortos. 
22:00 | 12/05

Zelensky assina bola de basebol e é leiloada por mais de 50 mil dólares

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou uma bola de basebol tendo sido vendida em leilão por mais de 50 mil dólares. Uma parte do dinheiro será para os refugiados ucranianos que fugiram da guerra. 
21:42 | 12/05

Casa Branca apoia Finlândia e Suécia na adesão à NATO

A Casa Branca apoia a decisão da Finlândia e da Suécia de aderir à NATO. 

"Apoiaríamos uma candidatura da Finlândia e da Suécia, caso se candidatassem. Respeitaríamos qualquer decisão que tomassem", disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki.
21:38 | 12/05

Funcionário russo ameaça ataques militares contra Finlândia e Suécia

Um funcionário russo ameaçou a Finlândia e a Suécia com ataques militares, caso estes se juntem à NATO.
20:37 | 12/05

Militares ucranianos danificam navio da Marinha russa no Mar Negro

Os militares ucranianos danificaram um navio da Marinha russa, no Mar Negro, esta quinta-feira, segundo o porta-voz da administração militar regional de Odessa, no sul da Ucrânia.
20:34 | 12/05

Mais de seis milhões de ucranianos refugiados no estrangeiro

Mais de seis milhões de ucranianos fugiram do seu país desde o início da invasão do exército russo, em 24 de fevereiro, disse esta quinta-feira o Alto Comissariado para Refugiados (ACNUR), em Genebra.

20:17 | 12/05

Ucrânia já gastou oito mil milhões de euros em despesas de guerra

O ministro das Finanças da Ucrânia, Serhiy Marchenko, diz que o país já gastou oito mil milhões de euros em despesas relacionadas com a guerra, desde o início da invasão russa, segundo a Reuters.

Os gastos foram diversos, desde a compra e reparação de armas até ao apoio de emergência às pessoas deslocadas internamente.

19:10 | 12/05

Quatro democratas dos EUA pedem a redes sociais para arquivar conteúdos russos

Quatro democratas dos Estados Unidos da América, pediram ao Youtube, ao Tiktok, ao Twitter e ao Facebook para arquivarem conteúdos que possam ser usados como prova de crimes de guerra russos na Ucrânia, segundo a NBC News.
17:59 | 12/05

Bombardeamentos na fábrica de Azovstal continuam

A fábrica de aço de Azovstal continua a ser bombardeada em Mariupol, segundo o The Kyiv Independent
17:20 | 12/05

Forças russas atacam novamente refinaria de petróleo em Kremenchuk

A refinaria de petróleo em Kremenchuk foi atacada esta quinta-feira com quatro mísseis, segundo o governador Dmytro Lunin. 
17:04 | 12/05

França apoia escolha de Finlândia em aderir à NATO

O presidente francês, Emmanuel Macron disse esta quinta-feira que apoiava a decisão da Finlândia em aderir à NATO, em declarações ao gabinete presidencial Elysee. 

A Finlândia deve candidatar-se e aderir à NATO "sem demora", referiu Emmanuel Macron. 
16:35 | 12/05
Lusa

Rússia promete defender "soberania" da "república" de Lugansk

O Presidente russo, Vladimir Putin, felicitou esta quinta-feira a auto-proclamada "República Popular" de Lugansk pelo aniversário da sua declaração de independência, garantindo ao seu líder, Leonid Pásechnik, que a Rússia defenderá a soberania deste enclave apenas reconhecido por Moscovo.

"Os cidadãos da República Popular de Lugansk celebram hoje esta data em condições difíceis, defendendo a sua pátria com armas nas mãos. Estou certo de que, com os nossos esforços conjuntos, defenderemos a independência, a soberania e a integridade territorial da república", disse Putin num telegrama enviado a Pásechnik.

O Presidente russo lembrou que o acordo de paz, cooperação e ajuda mútua entre a Rússia e Lugansk, assinado em 21 de fevereiro, quando o Kremlin reconheceu as repúblicas pró-russas de Lugansk e Donetsk, "servirá como base segura para fortalecer os laços de fraternidade e aliança entre os países".

16:35 | 12/05

ONU abre inquérito sobre alegados abusos de direitos da Rússia na Ucrânia

O Conselho de Direitos Humanos da ONU aprovou esta quinta-feira uma resolução, que abre um inquérito sobre alegações de abusos de direitos por parte das tropas russas na Ucrânia, avançou a Reuters.

O Conselho com sede em Genebra aprovou a resolução através de votação, com 33 votos a favor e 2 contra (China, Eritreia). Houve 12 abstenções.

A Rússia foi recentemente suspensa do Conselho de 47 membros. No entanto, poderia ainda ter aderido à sessão como observador, mas optou por não o fazer em protesto contra a resolução que, segundo o Conselho, equivalia a um acerto de contas político.
16:25 | 12/05
Lusa

"Educação sob ataque" e 100 crianças mortas no mês passado no conflito, diz UNICEF

A UNICEF alertou esta quinta-feira que a "educação está sob ataque" na Ucrânia e indicou que cerca de 100 crianças foram mortas no mês passado no conflito.

Numa reunião no Conselho de Segurança na ONU convocada pela França e pelo México para debater os desenvolvimentos da guerra, o Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) alertou ainda que o número de crianças mortas deverá ser superior.

"A cada dia que passa, mais crianças ucranianas são expostas aos horrores desta guerra. (...) Encontramo-nos aqui novamente depois de outro terrível ataque, desta vez numa escola em Lugansk - mais um exemplo gritante de desrespeito pela vida de civis", disse o vice-diretor executivo da UNICEF, Omar Abdi.

15:34 | 12/05

Gazprom anuncia nova redução de fornecimento de combustível através da Ucrânia

O trânsito do gás russo para a Europa através da Ucrânia vai cair esta quinta-feira quase 30% face a quarta-feira, segundo a gigante do gás russo Gazprom, com os fornecimentos a serem afetados pela guerra pelo segundo dia consecutivo.
14:01 | 12/05

Rússia pode cortar o fornecimento de gás à Finlândia esta sexta-feira

Os principais políticos finlandeses foram avisados de que a Rússia poderia suspender o fornecimento de gás à Finlândia esta sexta-feira, informou o jornal local Iltalehti na quinta-feira, citando fontes anónimas.

O jornal não especificou de onde teria vindo o aviso e a Reuters não foi capaz de verificar a informação.

O Presidente da Finlândia, Sauli Niinisto, e a Primeira-Ministra Sanna Marin, na quinta-feira, disseram que a Finlândia se candidataria à NATO "sem demora", o que levou a Rússia a prometer uma resposta. 

A 5 de Maio, o governo finlandês disse estar preparado para a possibilidade da Rússia cortar o fornecimento de gás em resposta à recusa da Finlândia em cumprir as exigências russas de pagamento de gás em rublos.
13:55 | 12/05

Três mortos em ataque russo com vários mísseis em Chernihiv

Três pessoas morreram na madrugada desta quinta-feira depois de as forças russas terem disparado vários mísseis em instalações educacionais em Novhorod-Siverskyi, uma cidade em Chernihiv, noticiou o Comando Operacional do norte da Ucrânia, citado pelo Kyiv Independent.

Como resultado do ataque, 12 pessoas também ficaram feridas e vários edifícios danificados.
13:48 | 12/05

Rússia ameaça Finlândia com medidas de retaliação se aderir à NATO

A Rússia avisou esta quinta-feira a Finlândia de que será forçada a tomar medidas de retaliação, "tanto técnico-militares como outras", se violar as suas obrigações jurídicas internacionais e aderir à NATO.

"A adesão da Finlândia à NATO causará sérios danos às relações bilaterais Rússia-Finlândia (...). A Rússia será forçada a tomar medidas de retaliação, tanto técnico-militares como outras, a fim de pôr termo às ameaças à sua segurança nacional que surjam a este respeito", lê-se num comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo.

O comunicado foi divulgado poucas horas depois de o Presidente e a primeira-ministra da Finlândia terem anunciado o seu apoio à adesão do país nórdico à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO).

13:42 | 12/05

Putin acusa Ocidente de causar uma crise global também na economia

O Presidente russo, Vladimir Putin, acusou esta quinta-feira o Ocidente de sacrificar o resto do mundo para manter o seu domínio global, incluindo através de sanções económicas contra a Rússia, que disse estarem a criar uma crise planetária.
13:16 | 12/05
Lusa

Kiev denuncia na ONU "lista interminável" de abusos cometidos pela Rússia

A Ucrânia e os seus aliados denunciaram esta quinta-feira à ONU uma "lista interminável" de abusos cometidos pela Rússia desde o início da invasão, em 24 de fevereiro, durante uma sessão especial do Conselho de Direitos Humanos.

No final da reunião, solicitada por Kiev, os 47 Estados-membros do Conselho irão votar um projeto de resolução a pedir uma "investigação pela comissão internacional da ONU para a Ucrânia sobre graves violações de direitos humanos" realizadas pelas tropas de ocupação russas nas regiões de Kiev, Cherniguiv, Kharkiv e Sumy entre final de fevereiro e março de 2022.

A investigação visa "responsabilizar os responsáveis", refere a resolução apresentada.

13:01 | 12/05
Lusa

NATO diz que adesão da Finlândia vai ser rápida e tranquila

O secretário-geral da NATO, o norueguês Jens Stoltenberg, saudou esta quinta-feira a vontade demonstrada pela Finlândia em integrar a Aliança Atlântica, garantindo um processo de adesão "tranquilo" e rápido.  

"Trata-se de uma decisão soberana da Finlândia (...) Se a Finlândia decidir candidatar-se vai ser calorosamente acolhida no seio da NATO sendo que o processo de adesão vai decorrer de forma tranquila e rápida", declarou Stoltenberg.  

O chefe de Estado e a primeira-ministra da Finlândia mostraram-se esta quinta-feira favoráveis quando à adesão "sem demora" do país à NATO, adiantando que a candidatura vai ser anunciada formalmente no próximo domingo. 

12:36 | 12/05

Retirada de militares ucranianos da fábrica metalúrgica de Azovstal não será permitida esta quinta-feira

A retirada de militares ucranianos da fábrica metalúrgica de Azovstal não será permitida, avançou Denis Pushilin, líder dos procuradores do Kremlin em Donetsk, citado pelo Kyiv Independent esta quinta-feira.

De acordo com Denis, as forças russas continuam a tentar confiscar a fábrica de aço Azovstal em Mariupol e descartam a possibilidade de retirar de lá os soldados ucranianos.
12:34 | 12/05

Um pessoa morta após bombardeamentos russos em Sumy

Os russos bombardearam Sumy 20 vezes e uma pessoa morreu, avançou o governador Dmytro Zhyvytsky, citado pelo Kyiv Independent esta quinta-feira.

De acordo com o governador, as forças russas dispararam da artilharia pesada 20 vezes na aldeia Novi Vyrky.
12:29 | 12/05
Lusa

Kiev elogia disposição da Finlândia para aderir à NATO

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, elogiou esta quinta-feira a disponibilidade da Finlândia para aderir à NATO numa conversa telefónica com o seu homólogo finlandês, Sauli Niinistö.

"Elogiei a disponibilidade da Finlândia para se candidatar à adesão à NATO", escreveu Zelensky na rede social Twitter, ao relatar a conversa com Niinistö.

"Também discutimos a integração europeia da Ucrânia. E a interação de defesa da Ucrânia e da Finlândia", acrescentou.

12:21 | 12/05
Lusa

Adesão da Finlândia à NATO é um "passo histórico", diz Charles Michel

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, considerou esta quinta-feira que a adesão da Finlândia à NATO, cujo pedido de adesão deverá ser formalizado no domingo, será "um passo histórico" que contribuirá para a segurança na Europa.

O anúncio, pelos líderes finlandeses, da intenção de formalizar o pedido de adesão do país à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa) é "um passo histórico que, uma vez dado, irá contribuir muito para a segurança europeia", escreveu Michel na sua conta na rede social Twitter.

"Com a Rússia em guerra na Ucrânia, é um poderoso sinal de dissuasão", acrescentou.

12:14 | 12/05

Alta-comissária da ONU diz que número de mortos em Mariupol chega a milhares

A alta-comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michele Bachelet, afirmou esta quinta-feira que o número de mortos civis na cidade ucraniana de Mariupol chega "aos milhares", admitindo estar chocada com as inúmeras violações dos direitos humanos cometidas na cidade.

"A cidade de Mariupol e os seus moradores sofreram horrores inimagináveis desde o início do ataque armado da Federação Russa", sublinhou a responsável na sessão especial do Conselho de Direitos Humanos da ONU, hoje realizado.

"Estou chocada com a escala da destruição e as inúmeras violações do direito internacional, dos direitos humanos e do direito internacional humanitário que foram cometidas na cidade, incluindo ataques contra civis e bens civis", afirmou no seu discurso perante os membros do Conselho, reunidos em Genebra.

12:12 | 12/05
Lusa

Kremlin diz que adesão da Finlândia à NATO é uma ameaça à Rússia

A Rússia considerou esta quinta-feira que a adesão da Finlândia à NATO constitui uma ameaça à sua segurança e põe em causa a estabilidade na região da Eurásia.

"Sem dúvida" é uma ameaça, disse o porta-voz do Kremlin (Presidência) Dmitri Peskov, ao responder a uma pergunta sobre a possível adesão da Finlândia à NATO, segundo as agências espanhola EFE e francesa AFP.

"O alargamento da NATO e a aproximação da Aliança às nossas fronteiras não torna o mundo e o nosso continente mais estáveis e seguros", disse Peskov.

11:49 | 12/05
Lusa

Rússia alerta NATO para risco de guerra nuclear total

A Rússia alertou esta quinta-feira que a ajuda militar ocidental à Ucrânia e os exercícios da NATO perto das suas fronteiras aumentam a probabilidade de um conflito direto e o risco de uma guerra nuclear total.

O alerta, feito pelo vice-presidente do Conselho de Segurança russo, Dmitri Medvedev, surgiu no dia em que o Presidente e a primeira-ministra finlandeses divulgaram o seu apoio à adesão da Finlândia à Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO).

09:25 | 12/05

MNE ucraniano pede que seja reservado ao país um lugar na União Europeia

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano pediu esta quinta-feira que seja reservado um lugar para a Ucrânia na União Europeia (UE), mesmo que as negociações da sua adesão demorem muito tempo, durante uma entrevista à televisão pública alemã.
08:09 | 12/05

Presidente e primeira-ministra da Finlândia querem adesão à NATO "sem demora"

O Presidente e primeira-ministra finlandeses afirmaram que esta quinta-feira, numa declaração conjunta, que o país deve apresentar um pedido de adesão à NATO. 

"A Finlândia deve candidatar-se à adesão à OTAN sem demora", disseram Niinisto e Marin numa declaração conjunta.

08:04 | 12/05

Boris Johnson diz que não vai haver normalização das relações com Putin

O primeiro-ministro britãnico, Boris Johnson, disse esta quinta-feira que não pode haver uma normalização das relações com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, na sequência da invasão à Ucrânia.

Quando questionado se Putin poderia ser recebido de volta ao palco global se se arrenedesse, Johnson disse que "não". "O Reino Unido é muito claro a esse respeito", afirmou o primeiro-ministro britânico. 
07:31 | 12/05

Rússia é "ameaça mais direta" à ordem mundial, afirma von der Leyen

A Rússia é a "ameaça mais direta" à ordem internacional, devido à invasão da Ucrânia, declarou esta quinta-feira a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em Tóquio para participar na 28.ª cimeira UE-Japão.
23:36 | 11/05
Lusa

Kiev acusa Rússia de roubar 500.000 toneladas de cereais no valor de 95 milhões de euros

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia acusou esta quarta-feira a Rússia de roubar cereais ucranianos e de vendê-los nos mercados globais, estimando a usurpação de quase 500.000 toneladas no valor de 95 milhões de euros.

No comunicado divulgado na quarta-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros revelou, segundo estimativas oficiais, que a Rússia já terá roubado entre 400.000 a 500.000 toneladas de grãos, num valor superior a 100 milhões de dólares (cerca de 95 milhões de euros).

Kiev alertou os países que compram cereais russos que algumas das suas remessas podem contar grãos roubados à Ucrânia, o que torna os compradores possíveis cúmplices.

20:45 | 11/05

Placa da embaixada da Polónia em Moscovo pintada de vermelho depois da polémica com embaixador russo em Varsóvia

A placa da embaixada polaca em Moscovo foi pintada de vermelho, no que parece ser um ato de vingança para com o incidente ocorrido no Dia da Vitória, em que um embaixador russo foi atingido com uma lata de tinta vermelha em Varsóvia.
19:21 | 11/05

Ucrânia quer trocar prisioneiros russos por soldados feridos na siderurgia Azovstal em Mariupol

A Ucrânia pediu à Rússia que considerasse a troca de soldados gravemente feridos na fábrica Azovstal em Mariupol por prisioneiros de guerra russos, avançou a Sky News.

A proposta foi feita esta quarta-feira pela vice-primeira-ministra ucraniana Iryna Vereshchuk. No entanto, "ainda não há acordo e as negociações prosseguem".

Iryna Vereshchuk acrescentou que o governo está a trabalhar numa série de opções para pôr fim ao cerco de Azovstal, mas admite que nenhuma delas é perfeita.
19:00 | 11/05
Lusa

Senado dos EUA aprovará novo pacote de ajuda a Kiev "muito em breve"

O Senado norte-americano aprovará "muito em breve" um novo pacote de ajuda à Ucrânia avaliado em 40 mil milhões de dólares (38 mil milhões de euros), disse esta quarta-feira o líder dos democratas na câmara alta do Congresso, Chuck Schumer.

As declarações do democrata surgem após a Câmara dos Representantes ter aprovado na noite de terça-feira esse novo pacote de ajuda destinada a Kiev.

Schumer, que tem o poder de decidir quando os projetos de lei serão votados, disse hoje que "o tempo está a esgotar-se" e prometeu que a ajuda à Ucrânia será aprovada "muito em breve".

19:00 | 11/05
Lusa

Separatistas celebram em Donetsk

Os separatistas celebraram esta quarta-feira na região de Donetsk, no leste da Ucrânia, o oitavo aniversário da autoproclamada independência da república apenas reconhecida pela Rússia.

A praça da Constituição, no centro da cidade, foi rebatizada com o nome de um oficial russo que foi um dos primeiros militares russos mortos na "operação militar especial" da Rússia em território ucraniano, noticiou a agência de notícias norte-americana Associated Press (AP).

O líder da autoproclamada República Popular de Donetsk, Denis Pushilin, e o pai do oficial morto, Engels Gadzhimagomedov, colocaram uma nova placa toponímica na rua e os residentes que apoiam os separatistas pró-russos depositaram flores no local.

18:51 | 11/05

Um ferido em bombardeamento ucraniano em aldeia russa, diz governador de Belgorod

Uma pessoa ficou ferida num bombardeamento ucraniano numa aldeia russa perto da fronteira na região de Belgorod, avançou o governador Vyacheslav Gladkova, citado pela agência noticiosa RIA, esta quarta-feira.
18:23 | 11/05

Google pede ao Youtube para adicionar auto-tradução ao conteúdo ucraniano para melhorar o acesso à informação

A Google pediu ao Youtube para adicionar auto-tradução ao conteúdo ucraniano para melhorar o acesso à informação da Guerra na Ucrânia, avançou a Reuters.
18:17 | 11/05

Perdidos quase um terço dos empregos na Ucrânia, segundo o relatório da OIT

Quase um terço dos empregos na Ucrânia - 4,8 milhões no total - foram perdidos desde a invasão russa, de acordo com a Organização Internacional do Trabalho da ONU.

"As perturbações económicas, combinadas com fortes deslocações internas e fluxos de refugiados" causaram "perdas em grande escala em termos de emprego e rendimentos", salinetou a organização.

No seu primeiro relatório sobre as consequências da guerra da Rússia na Ucrânia, a OIT elogiou os esforços de Kiev para manter o sistema de proteção social da Ucrânia em funcionamento.

Heinz Koller, o diretor regional da OIT para a Europa e Ásia Central, salientou, numa conferência de imprensa, citado pelo The Guardian, que "o governo ucraniano está completamente operacional, bem como os empregadores e as organizações de trabalhadores".

"Continuamos a apoiá-los até estarmos prontos para os ajudar na situação atual e na fase de reconstrução após este conflito terminar", disse Koller.
16:45 | 11/05
Lusa

Berlim avisa que consequências da guerra vão durar 100 anos

A Ucrânia terá de "lutar durante 100 anos" contra as consequências da atual guerra, alertou esta quarta-feira o chanceler alemão, Olaf Scholz, traçando um paralelo com os efeitos da II Guerra Mundial no seu país.

"As pessoas que vivem na Alemanha sabem que ainda continuam a ser descobertas bombas que caíram durante a II Guerra Mundial e que as ameaças de bombas se mantêm", disse Scholz, em conferência de imprensa hoje realizada em Berlim.

"A Ucrânia terá, portanto, de se preparar para lutar durante 100 anos contra as consequências desta guerra", avisou.

16:43 | 11/05
Lusa

Bruxelas quer que bens apreendidos à Rússia revertam a favor de vítimas

Os bens confiscados a pessoas e empresas russas visadas pelas sanções da União Europeia (UE) devem ser integrados num fundo comum de apoio às vítimas da invasão da Ucrânia, defendeu esta quarta-feira a Comissão Europeia.

"Quando há um confisco, a intenção é pedir as Estados-membros que ponham os recursos financeiros apreendidos num fundo comum que permita financiar as vítimas: um apoio à Ucrânia e aos ucranianos", disse hoje, em conferência de imprensa, o comissário europeu para a Justiça, Didier Reynders.

O comissário adiantou também que o executivo comunitário está a trabalhar numa proposta para a facilitação dos confiscos quando se verificam tentativas de contornar o regime de sanções.

16:08 | 11/05

Moscovo garante ser um fornecedor fiável de gás após corte por Kiev

A Rússia assegurou esta quarta-feira que é um fornecedor fiável que cumpre com as obrigações contratuais, após Kiev ter suspendido temporariamente o trânsito de um terço do gás russo para a Europa devido à ofensiva militar em curso no país.
16:06 | 11/05
Lusa

Kremlin exclui dois meios de comunicação da oposição e um ucraniano

O Kremlin anunciou esta quarta-feira a exclusão das suas conferências de imprensa de dois meios de comunicação da oposição russa, o jornal digital Meduza e a rádio Eco de Moscovo, e um ucraniano, a agência de notícias UNIAN.

"Foi necessário limpar o que se conhece como 'pool'", explicou Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin, na sua conferência de imprensa diária.

Peskov especificou que a rádio Eco de Moscovo, muito crítica em relação à atual "operação militar especial" russa na Ucrânia, "não existe mais", pois foi encerrada em 2 de março por ordem da Procuradoria-Geral da Rússia.

15:00 | 11/05
Lusa

Forças russas atacam novamente complexo siderúrgico de Azovstal com artilharia, aviões e tanques

O Exército russo está a utilizar artilharia pesada, tanques e bombardeamentos aéreos para atacar o complexo siderúrgico de Azovstal, em Mariupol, o único reduto da resistência ucraniana naquela cidade no sul do país.

"Mariupol. Azovstal. Neste momento... Azovstal está a ser atacada não apenas pelo céu, mas também com artilharia e tanques. Estão a ser feitas tentativas de um assalto a partir de fora. Azovstal está a pegar fogo novamente após o bombardeamento", escreveu Petro Andriushchenko, assessor do autarca de Mariupol, na rede social Telegram.

O assessor municipal lembrou que o líder da autoproclamada "República Popular de Donetsk", Denis Pushilin, disse que "tinha caminho livre [na siderurgia] já que não havia mais civis em Azovstal".

14:10 | 11/05

Desminagem da Ucrânia pode levar entre cinco e 10 anos

A desminagem de toda a Ucrânia após a invasão russa levará entre cinco e 10 anos, disse esta quarta-feira Oleh Bondar, responsável pelo departamento de desminagem do Serviço Estatal de Emergências da Ucrânia, citado pela agência de notícias local Ukrinform.

"De acordo com a experiência internacional, a remoção de minas pode levar de cinco a 10 anos", disse Bondar, para quem uma das maiores consequências negativas da invasão russa da Ucrânia é a enorme contaminação do território por explosivos, incluindo aqueles proibidos por convenções internacionais.

Bondar esclareceu que o Exército russo usou sistemas de minas controladas remotamente, criou campos minados em cidades populosas e deixou um grande número de dispositivos explosivos.

14:01 | 11/05

Adesão à NATO teria impedido a guerra na Ucrânia, diz Zelensky

O Presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse, esta quarta-feira, citado pela Reuters, que a guerra com a Rússia teria sido impedida se o país já se tivesse juntado à NATO.

"Se a Ucrânia tivesse feito parte da NATO antes da guerra, não teria havido guerra", disse Zelensky aos estudantes do Instituto de Estudos Políticos (Sciences Po), em Paris, por videoconferência.

O Presidente russo Vladimir Putin disse anteriormente que o risco de a Ucrânia tornar-se membro da NATO justificava a invasão que começou há mais de dois meses.
13:50 | 11/05

União Europeia lança plano comum para combater tráfico de pessoas que fogem da guerra

A União Europeia (UE) lançou esta quarta-feira um plano para combater os riscos de tráfico de seres humanos das pessoas que fogem da guerra da Ucrânia, visando aplicar melhor a legislação e apoiar as vítimas, anunciou a Comissão Europeia.
13:42 | 11/05
Lusa

Primeiro militar russo acusado de crimes de guerra será julgado no país

Um comandante do exército russo capturado pela Ucrânia será o primeiro membro das Forças Armadas russas a ser julgado por crimes de guerra em território ucraniano, anunciou esta quarta-feira a procuradora-geral do país, Iryna Venediktova.

Vadim Shishimarin, comandante da unidade 32010 da 4.ª Divisão Blindada da Guarda Kantemirovskaya, da região de Moscovo, sentar-se-á no banco dos réus pelo alegado assassínio de um civil na região de Sumy, no nordeste da Ucrânia, escreveu a procuradora-geral na sua conta da rede social Facebook.

Segundo a investigação do Ministério Público, a 28 de fevereiro, Shishimarin, de 21 anos, matou um homem desarmado que seguia de bicicleta pela estrada na localidade de Chupajivka.

12:49 | 11/05

Bombardeamento russo danifica armazém com nitrato de amónio em Slovianks

As autoridades locais da cidade ucraniana Sloviansk disseram aos residentes para saírem o menos possível e manterem as suas janelas fechadas esta quarta-feira uma vez que os bombardeamentos russos tinham danificado um armazém que armazenava nitrato de amónio nas proximidades, avançou a Reuters.

O nitrato de amónio é mais utilizado como fonte de azoto para fertilizantes e pode causar problemas respiratórios se inalado em grandes quantidades. 

"Sublinhamos que não existe uma ameaça dircta à vida dos habitantes da comunidade", disseram as autoridades da cidade, acrescentando que o armazém se encontrava na zona de Kramatorsk.
12:27 | 11/05

República Popular de Donetsk bloqueia acesso ao Facebook e Instagram

A auto-proclamada República Popular de Donetsk (RPD) na Ucrânia, apoiada pela Rússia, disse esta quarta-feira que tinha bloqueado o acesso ao Facebook e ao Instagram, alinhando-se com a política russa sobre as redes sociais baseadas nos EUA, avançou a Reuters.

Moscovo reconheceu a RPD e uma segunda região da Ucrânia - a República Popular de Luhansk - como independentes a 21 de Fevereiro, e enviou tropas para as regiões três dias depois, justificando como uma das suas razões a necessidade de proteger os russófonos naquele país.

"O acesso aos recursos de informação da empresa americana Meta, que permite apelos à violência contra os utilizadores de língua russa nas suas redes sociais, já foi bloqueado", afirmou o ministério das comunicações do RPD num comunicado.

"À luz disto, o acesso às redes sociais Facebook e Instagram está bloqueado no território da república".

A Meta Platforms Inc FB.O não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.

A Rússia proibiu o Facebook e a Instagram em março depois de um tribunal ter declarado a Meta culpada de "acividade extremista". Moscovo já tinha restringido o acesso ao Facebook depois de ter sido bloqueado o acesso dos meios de comunicação social russos à plataforma.
12:02 | 11/05

Responsáveis pró-russos em Kherson vão pedir anexação da região à Rússia

A região de Kherson, na Ucrânia, ocupada pela Rússia planeia pedir a Vladimir Putin que a incorpore no país, informou na quarta-feira a agência noticiosa TASS, citando um funcionário da administração controlada pela Rússia.

O Kremlin disse esta quarta-feira que a decisão cabia aos residentes da região, mas que qualquer decisão desse tipo deve ter uma base jurídica clara.
11:43 | 11/05
Lusa

Rússia ataca mais de 500 alvos ucranianos e destrói 17 depósitos de munições

As forças russas realizaram na noite de terça-feira mais de 500 ataques contra alvos militares na Ucrânia e destruíram 17 depósitos de munições, além de 59 unidades de material militar, divulgou esta quarta-feira o Ministério da Defesa ucraniano.

De acordo com o porta-voz militar ucraniano, general Igor Konashenkov, durante a noite de terça-feira a aviação russa atingiu 93 alvos, incluindo dois postos de comando, 69 áreas com regimentos de soldados e material militar, além de três depósitos de munições das Forças Armadas ucranianas.

Além disso, tropas com foguetes e unidades de artilharia atacaram 407 áreas com regimentos de soldados e material militar, destruíram 13 postos de comando, quatro posições de sistemas de mísseis antiaéreos Osa-AKM e 14 depósitos de munições.

09:34 | 11/05

Companhia de distribuição de gás na Ucrânia vai cortar fluxos de gás russo

A operadora que gere os fluxos de gás russo na Ucrânia vai interromper esta quarta-feira a distribuição através de cortes numa central no leste do país.
07:44 | 11/05
Lusa

EUA descartam utilização de mísseis hipersónicos por russos em Odessa

Os Estados Unidos afastaram a ideia de que as forças armadas russas tenham utilizado mísseis hipersónicos na cidade ucraniana de Odessa, sob ataque nos últimos dias.

"Não há quaisquer indícios da utilização de mísseis hipersónicos em Odessa", disse o porta-voz do Pentágono, John Kirby, em conferência de imprensa, na terça-feira.

"Já vimos mísseis hipersónicos serem utilizados no passado para atingir edifícios, mas nada indica que tenham sido usados em Odessa" recentemente, reiterou.

07:41 | 11/05
Lusa

Câmara baixa do Congresso dos EUA aprova ajuda de 38 mil milhões de euros a Kiev

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou um pacote de 40 mil milhões de dólares (38 mil milhões de euros) para a Ucrânia, reforçando o apoio a Kiev como pedido pelo Presidente Joe Biden.

O texto aprovado, na terça-feira à noite, inclui uma componente económica e humanitária, mas também armas e munições.

"Com este programa de ajuda, os Estados Unidos enviam um sinal ao mundo da nossa determinação inabalável de apoiar o corajoso povo da Ucrânia até à vitória" sobre Moscovo, sublinhou a presidente da câmara baixa do Congresso, a Democrata Nancy Pelosi, algumas horas antes da votação.

07:40 | 11/05
Lusa

Mais de 25 países já forneceram ajuda militar a Kiev

Mais de 25 países já anunciaram o envio de material militar para a Ucrânia, num esforço conjunto para ajudar Kiev a resistir e a fazer recuar a invasão russa, iniciada em 24 de fevereiro.

Eis uma síntese da ajuda militar tornada pública por vários governos, embora em muitas situações as autoridades prefiram guardar reserva sobre o montante real da ajuda, bem como sobre as características do material enviado.

00:31 | 11/05
Lusa

EUA preparam-se para apoiar Kiev com mais 40.000 milhões de dólares

O Congresso dos Estados Unidos deve dar esta quarta-feira o primeiro passo para aumentar o financiamento solicitado pelo Presidente Joe Biden, para ajudar a Ucrânia, de 33 mil milhões de dólares para 40 mil milhões.

"Com este programa de ajuda, os Estados Unidos enviam um sinal ao mundo da nossa determinação inabalável para apoiar o corajoso povo da Ucrânia até à vitória" contra Moscovo, sublinhou a presidente democrata da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, numa carta aos congressistas.

Neste pacote de ajuda, 6.000 milhões de dólares devem permitir à Ucrânia equipar-se com veículos blindados e fortalecer a sua defesa antiaérea numa fase em que os combates continuam a decorrer, agora concentrados a leste e sul do país.

18:34 | 10/05
Lusa

Ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia vai estar na reunião do G7 desta semana na Alemanha

A ministra alemã dos Negócios Estrangeiros, Annalena Baerbock, anunciou hoje que o seu homólogo ucraniano, Dmytro Kuleba, aceitou um convite para se juntar aos chefes de diplomacia do grupo dos sete países mais industrializados do mundo (G7) na reunião desta semana, na Alemanha.

Baerbock falava durante uma visita a Kiev, onde se reuniu com Kuleba e com o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Os ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 vão reunir-se em Schloss Weissenhaus, na costa do Mar Báltico, na Alemanha, de 12 a 14 de maio.

17:58 | 10/05

Quatro governadores russos demitem-se enquanto Rússia se prepara para o impacto das sanções económicas

Quatro governadores regionais russos demitiram-se esta terça-feira enquanto a Rússia se preparava para o impacto das sanções económicas, avançou a Reuters.

Os chefes das regiões Tomsk, Saratov, Kirov e Mari El anunciaram a sua saída imediata do cargo, enquanto o chefe da região de Ryazan disse que não se candidataria a outro mandato. As eleições estão previstas para setembro em todas as cinco regiões.

Embora os governadores regionais russos sejam eleitos, eles são politicamente subordinados ao Kremlin. Vários dos governadores cessantes representam regiões onde o bloco no poder, a Rússia Unida, teve fracas quotas de votos nas eleições parlamentares do ano passado.

Ilya Grashchenkov, chefe do Centro para o Desenvolvimento da Política Regional em Moscovo, disse que o Kremlin estava a retirar governadores fracos no meio de um agravamento das perspectivas económicas para o país, impulsionado por sanções ocidentais.

Grashchenkov afirmou: "Há uma necessidade de reestruturar a economia, especialmente nas regiões onde a influência económica ocidental tinha sido significativa. Estes governadores precisam de ser substituídos por alternativas mais jovens".
17:49 | 10/05

Cinco estações de metro de Kiev renomeadas para distanciar a rede das influências russas

Cinco estações de metro da capital ucraniana com ligações à União Soviética vão ser renomeadas para distanciar a rede das influências russas, avançou a Sky News.

170 000 pessoas participaram numa sondagem online para selecionar os novos nomes e a Câmara Municipal de Kiev vai agora procurar formalizar as mudanças.

A estação "Amizade dos Povos" vai mudar para "Botânica"; a estação "Beresteiska" passa a "Buchanskaya"; a estação "Leo Tolstoy Square" vai mudar para "Vasyl Stus"; a estação "Minsk" passa a "Varsóvia"; e a estação "Heróis do Dnieper" vai mudar para "Heróis da Ucrânia".
16:36 | 10/05
Lusa

Estados Unidos convencidos de que Putin não parará no Donbass

Os Estados Unidos estão convencidos que o Presidente russo, Vladimir Putin, não se vai limitar a ocupar a região ucraniana de Donbass, mas que quer levar o conflito para a Transnístria, na Moldova.

De acordo com a chefe dos serviços de informações norte-americanos, Avril Haines, Putin conta com o enfraquecimento do apoio ocidental à Ucrânia, estando a preparar-se para um prolongado conflito, para o qual irá "provavelmente" impor a lei marcial na Rússia.

Os serviços de informações dos EUA acreditam que os militares russos querem "estender a ponte terrestre (no sul da Ucrânia) para a Transnístria", explicou Haines, acrescentando que o objetivo do Kremlin é alcançar esse objetivo nos próximos meses.

16:29 | 10/05

Bielorrússia desloca tropas adicionais para a fronteira da Ucrânia

A Bielorrússia está a deslocar tropas adicionais para a fronteira da Ucrânia, avançou a agência de noticias bielorrusa Belta esta terça-feira.

"Para responder à ameaça das Forças Armadas da Ucrânia", o país está a enviar tropas adicionais em operações especiais para a fronteira com a Ucrânia.

As tropas bielorrussas também destacaram forças de intervenção, juntamente com forças de defesa aérea ao longo da fronteira com a Polónia e a Lituânia.
15:58 | 10/05
Reuters

EUA confirmaram entre oito e dez generais russos foram mortos durante a guerra na Ucrânia

A Ucrânia reclamou até agora a morte de 12 generais, segundo a ABC News, mas a Rússia ainda não confirmou este número.

O Major General Magomed Tushayev foi alegadamente morto durante uma emboscada pelos serviços de segurança ucranianos, mas o líder checheno Ramzan Kadyrov publicou mais tarde um vídeo em que dizia que o Major estava vivo.

O Tenente-General Andrey Mordvichev terá sido morto num ataque da artilharia ucraniana ao aeródromo de Chornobayivka no Kherson Raion, segundo informações preliminares das autoridades ucranianas. No entanto, apareceram filmagens em que, alegadamente, se encontra com outros comandantes em Mariupol.
13:19 | 10/05

Membros da Organização Mundial de Saúde aprovam resolução contra a Rússia

Os membros da Região Europeia da Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovaram esta terça-feira uma resolução que pode resultar no encerramento do escritório da organização na Rússia e na suspensão das das atividades no país em resposta à invasão na Ucrânia, avançou a Reuters.

A sessão especial aprovou a resolução, apoiada pela Ucrânia e pela União Europeia, com 43 membros a favor, 3 contra e 2 abstenções. O enviado russo Andrey Plutnitsky opôs-se à resolução e disse que estava "extremamente desapontado".
13:08 | 10/05
Lusa

Mais de mil militares ucranianos ainda permanecem na Azovstal, diz Kiev

Mais de mil militares ucranianos, incluindo centenas de feridos, ainda permanecem no complexo siderúrgico de Azovstal, cercado por tropas russas em Mariupol, disse esta terça-feira a vice-primeira-ministra ucraniana à agência de notícias France-Presse (AFP).

Após a retirada de todos os civis com a ajuda da ONU na semana passada, "mais de mil" militares, incluindo "centenas de feridos", permanecem nas galerias subterrâneas deste vasto complexo industrial, declarou Iryna Vereshchuk à AFP por telefone.

"Há feridos graves que exigem uma retirada urgente", afirmou a vice-primeira-ministra ucraniana.

12:56 | 10/05
Lusa

Oito milhões de ucranianos estão deslocados internamente no país, diz OIM

O número de pessoas deslocadas internamente na Ucrânia devido à guerra iniciada pela Rússia ultrapassou a marca de 8 milhões, mais 24% do que os valores publicados anteriormente, anunciou esta terça-feira a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

A estimativa da organização, feita com base numa pesquisa realizada entre 17 de abril e 03 de maio, adianta que a maior necessidade referida pelos deslocados é apoio financeiro.

Segundo o relatório da OIM, dois terços dos entrevistados identificaram o apoio em dinheiro como a sua principal necessidade, um número muito superior aos 49% que pediam sobretudo ajuda financeira no início da guerra.

12:20 | 10/05

Rússia por trás do ciberataque contra os modems de Internet por satélite na Ucrânia

A Rússia está por trás de um ataque cibernético maciço contra uma rede de Internet por satélite que levou milhares de modems a ficar offline no início da guerra na Ucrânia, disse a União Europeia numa declaração esta terça-feira, citada pela Reuters.

O ataque contra a rede VSAT.O KA-SAT da Viasat, no final de fevereiro, aconteceu exatamente no momento em que as forças russas entraram na Ucrânia.
12:13 | 10/05

ONU diz que há milhares de mortos a mais na Ucrânia do que relatado oficialmente

Há milhares de civis mortos na Ucrânia além dos 3 381 relatados pela Organização das Nações Unidas (ONU) em quase 11 semanas de guerra no país, disse esta terça-feira a chefe da Missão de Monitorização dos Direitos Humanos da ONU na Ucrânia, citada pela Reuters.

"Temos trabalhado em estimativas, mas tudo o que posso dizer por enquanto é que é milhares mais alto do que os números que lhe demos atualmente", disse Matilda Bogner numa conferência de imprensa em Genebra, quando questionada sobre o número total de mortos e feridos.

"O grande buraco negro é realmente Mariupol onde tem sido difícil para nós ter acesso total e obter informações totalmente corroboradas", acrescentou, referindo-se à cidade portuária no sudeste da Ucrânia que tem visto os combates mais pesados da guerra.

10:32 | 10/05

Governo cria programa específico para refugiados ucranianos aprenderem língua portuguesa

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares anunciou esta terça-feira a criação de um programa de aprendizagem da língua portuguesa específico para refugiados, particularmente os provenientes da Ucrânia, com o propósito de apoiar a integração na comunidade.
09:10 | 10/05

Encontrados corpos de 44 civis num prédio em Kharkiv destruído pela Rússia

As autoridades ucranianas revelaram esta terça-feira ter encontrado corpos de 44 civis nos escombros de um prédio em Izyum, na região de Kharkiv, destruído pela Rússia em março.
08:17 | 10/05

Pelo menos 100 civis permanecem na fábrica Azovstal, em Mariupol

Pelo menos 100 civis permanecem na fábrica Azovstal em Mariupol, na Ucrânia, revelou esta terça-feira um assessor do presidente da câmara da cidade.

"Para além dos militares, pelo menos 100 civis permanecem nos abrigos. Contudo, isto não reduz a densidade dos ataques dos ocupantes", escreveu o assessor.
07:35 | 10/05

Pelo menos um morto e cinco feridos em ataque russo com vários mísseis em Odessa

Um ataque com mísseis a um centro comercial e um armazém de produtos causou pelo menos um morto e cinco feridos na cidade de Odessa, no sul da Ucrânia, avançou esta terça-feira o exército ucraniano.
07:26 | 10/05

Biden diz que Putin não "encontra uma saída" para invasão

O Presidente dos EUA, Joe Biden, disse na segunda-feira que o líder russo Vladimir Putin "não encontra uma saída" para a guerra na Ucrânia, depois de não ter conseguido ocupar o país.
07:25 | 10/05

Japão alarga sanções a 71 empresas e 141 pessoas ligadas à Rússia

O governo japonês anunciou uma nova ronda de sanções contra Moscovo, que inclui o congelamento dos bens de 141 pessoas, entre os quais o primeiro-ministro russo, e a proibição das exportações para 71 empresas russas.
00:31 | 10/05
Correio da Manhã

Mais de 100 civis permanecem na fábrica de Azovstal

Há mais de 100 civis ainda retidos na fábrica de aço em Azovstal, segundo informação avançada pelo governador de Donetsk, citado pela BBC.

Pavlo Kyrylenko explica que a pressão que as tropas russas estão a exercer sobre a cidade impede que a mesma seja evacuada.
00:30 | 10/05
Correio da Manhã

Bombardeamento em Odessa provoca incêndio num centro comercial

Um bombardeamento russo em Odessa provocou um incêndio num centro comercial, de acordo com o The Kyiv Independent.

Este terá sido o segundo ataque levado a cabo nesta cidade na segunda-feira.
20:17 | 09/05
Correio da Manhã

Ucranianos estão a ser levados para a Rússia contra a sua vontade, diz o Pentágono

O Pentágono acusa a Rússia de estar a levar para o seu território cidadão ucranianos que não querem ser transportados.

O porta-voz John Kirby caracterizou estes atos como "inconcebíveis", cita a Sky News.
18:20 | 09/05

Rússia aumenta número de porta-mísseis a partir do Mar Negro

A Rússia aumentou o número de porta-mísseis de no Mar Negro, avançou o porta-voz do Ministério da Defesa Oleksandr Motuzyanyk, citado pela Ukrinform.

Os russos têm agora sete porta-mísseis Kalibr no Mar Negro que podem disparar até 50 mísseis.

No início do dia 4 de Maio, os militares ucranianos relataram apenas 3 porta-mísseis no Mar Negro.
18:11 | 09/05

Ucrânia identifica mais um oficial russo suspeito de atrocidades cometidas na região de Kiev

As autoridades ucranianas identificaram outro oficial russo suspeito das atrocidades realizadas em Kiev, avançou a Procuradora-Geral ucraniana Iryna Venediktova, citada pelo Kiyv Independent.

Anton Struyev, comandante da 15ª Brigada de Espingardas Motorizadas da Rússia, raptou dois civis na aldeia de Mokrets em março.
16:39 | 09/05

EUA suspendem tarifas sobre o aço ucraniano durante um ano

Os Estados Unidos vão suspender as tarifas aduaneiras sobre o aço ucraniano durante um ano, disse o Departamento de Comércio, citado pela Reuters. Em causa estão os danos que a guerra na Ucrânia causaram à indústria.

"Algumas das maiores comunidades siderúrgicas da Ucrânia têm estado entre as mais duramente atingidas pela guerra, e a siderurgia em Mariupol tornou-se um símbolo duradouro da determinação da Ucrânia em resistir à agressão da Rússia", disse o departamento num comunicado, referindo-se à fábrica siderúrgica Avstoval. 
14:54 | 09/05
Lusa

Governo de Kiev completa segunda parte de questionário de adesão à UE ao minuto

A Ucrânia completou a segunda parte do questionário para obter o estatuto de candidato à adesão à União Europeia (UE), coincidindo com a celebração do Dia da Europa, anunciou esta segunda-feira o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky.

Numa publicação na rede social Telegram, Zelensky disse que falou por videoconferência com a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, a quem mostrou o documento que o seu Governo completou.

"Obrigado pelos sinais claros de apoio neste importante caminho para nós", disse Zelensky dirigindo-se a Von der Leyen, citado pela agência espanhola EFE.

14:45 | 09/05
Lusa

Mísseis sobre Odessa obrigam presidente do Conselho Europeu a abrigar-se

A cidade ucraniana de Odessa foi esta segunda-feira de novo bombardeada com mísseis, enquanto decorria uma visita não anunciada, coincidindo com o Dia da Europa, do presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, que foi forçado a procurar refúgio.

"Durante o encontro com o primeiro-ministro [Denys Shmygal], os participantes tiveram de interromper a reunião para se refugiarem quando os mísseis atingiram novamente a região de Odessa", informaram fontes europeias.

Os militares russos atacaram hoje a cidade de Odessa, no sul da Ucrânia, com o lançamento de quatro mísseis de cruzeiro, segundo fontes locais.

14:24 | 09/05

Forças russas tentam invadir fábrica de Azovstal no Dia da Vitória, diz Ucrânia

O Ministério da Defesa da Ucrânia disse esta segunda-feira, citado pela Sky News, que as forças russas apoiadas por tanques e artilharia estão a realizar "operações de assalto" na siderúrgica Azovstal, em Mariupol.

O último local de resistência ucraniana na cidade de Mariupol é a fábrica, já que o resto da cidade continua sob ocupação russa.

Vários civis foram retirados da fábrica após esforços conjuntos da ONU e do Comité Internacional da Cruz Vermelha, embora os soldados do batalhão Azov continuem a lutar na fábrica.

O Ministério da Defesa não deu mais detalhes sobre o que está a acontecer neste momento, mas disse que pode haver ataques russos.

14:11 | 09/05

Líderes da UE dizem que futuro da Europa e da Ucrânia estão ligados

As presidentes do Parlamento Europeu (PE), Roberta Metsola, e da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, salientaram esta segunda-feira que o futuro da Europa está ligado ao da Ucrânia e um fracasso na resposta à ameaça russa terá "enormes custos".
13:50 | 09/05

Borrell propõe confiscar reservas russas para reparações de guerra

O chefe da diplomacia da União Europeia (UE), Josep Borrell, propôs o confisco das reservas da Rússia congeladas pela comunidade de 27 países para reconstruir a Ucrânia após a guerra, numa entrevista publicada esta segunda-feira.
13:40 | 09/05

Presidente ucraniano apela a mudanças para desbloquear os portos e retomar exportação de trigo

O Presidente Volodymyr Zelensky apelou esta segunda-feira à abertura imediata dos portos ucranianos bloqueados pela Rússia para que sejam retomadas as exportações de trigo e se evite uma crise alimentar global.

Numa publicação na aplicação de mensagens do Telegram, depois de falar com o Presidente do Conselho Europeu Charles Michel, que estava de visita à cidade ucraniana de Odesa, Zelensky escreveu: "É importante prevenir uma crise alimentar no mundo causada pelas ações agressivas da Rússia".

"Devem ser tomadas medidas imediatas para desbloquear os portos ucranianos para a exportação de trigo", escreveu ainda.
12:29 | 09/05

Comissão Europeia quer apresentar em junho parecer sobre eventual adesão da Ucrânia à UE

A Comissão Europeia estima emitir, em junho, o seu parecer sobre a eventual adesão da Ucrânia à União Europeia (UE), aguardando as respostas finais das autoridades ucranianas, anunciou esta segunda-feira a presidente da instituição, Ursula von der Leyen.
10:22 | 09/05

Reino Unido diz que "é muito possível" que a Ucrânia derrote o exército russo

O secretário da Defesa britânico, Ben Wallace, disse esta segunda-feira que era "muito possível" que a Ucrânia derrote o exército russo e pediu que o presidente russo, Vladimir Putin, aceitasse o facto de Moscovo ter perdido a longo prazo.

"A Rússia não é o que era", disse Wallace.
09:50 | 09/05

Exército ucraniano diz que quatro mísseis russos atingiram Odessa

Os militares da Ucrânia disseram esta segunda-feira que Odesa, no sul do país, foi atingida por quatro mísseis de alta precisão disparados da península da Crimeia.
09:37 | 09/05

Rússia afirma que continuam a decorrer negociações de paz com a Ucrânia

O negociador russo, Vladimir Medinsky, disse esta segunda-feira que as conversações de paz com a Ucrânia não pararam e que estão a ser realizadas à distância, segundo a agência Interfax.

 
09:19 | 09/05

Zelensky recorda a luta contra o nazismo e chama "louco" a Putin

O chefe de Estado ucraniano, Vlodymyr Zelensky, disse esta segunda-feira que "em breve haverá 'Dias da Vitória' na Ucrânia", referindo-se à derrota da Alemanha nazi em 1945, e chamou "louco" ao presidente russo Vladimir Putin.
08:53 | 09/05

Rússia prossegue ofensiva para controlar Donetsk e Lugansk

A Rússia continua a avançar no leste da Ucrânia, para tentar estabelecer o controlo total sobre as regiões de Donetsk e Lugansk e criar um corredor terrestre com a Crimeia ocupada, avançou o exército ucraniano.
08:43 | 09/05

Redes de televisão na Rússia sofrem ataques informáticos

Algumas redes de televisão foram esta segunda-feira alvo de ataques informáticos na Rússia, quando decorre o desfile militar do 77.º aniversário da vitória soviética sobre a Alemanha nazi na II Guerra Mundial, segundo a imprensa local.
07:39 | 09/05

Zelensky avisa que a Rússia não vai apropriar-se da vitória sobre o nazismo

O presidente da Ucrânia, Volodimyr Zelensky, disse esta segunda-feira que a Ucrânia "não vai deixar" que a Rússia se aproprie da vitória contra o nazismo, no dia em que Moscovo assinala o dia com a tradicional parada o fim da Segunda Guerra Mundial.
07:33 | 09/05

Japão embarga petróleo russo sem abandonar projetos de energia com Moscovo

O Japão vai embargar as importações de petróleo russo, apesar de manter a participação em projetos de energia com Moscovo para minimizar o impacto no fornecimento de energia do país, anunciaram as autoridades.
07:33 | 09/05

Kiev alerta para prováveis ataques com mísseis russos

O estado-maior do exército ucraniano alertou esta segunda-feira para a "alta probabilidade de ataques com mísseis" por parte das tropas russas, no dia em que em Moscovo vai decorrer um tradicional desfile militar.
07:21 | 09/05

Rússia está a desenvolver mísseis hipersónicos de nova geração

 A Rússia está a desenvolver mísseis hipersónicos de nova geração para efetuar ataques pelo ar, terra e mar, avança esta segunda-feira a agência noticiosa Interfax.

22:33 | 08/05

Retirada de civis de Lugansk é interrompida por bombardeamentos russos

As tropas russas bombardeiam a região de Lugansk, durante a retirada de civis, fazendo com que esta termine, segundo o governador da região, Serhiy Haidai.
22:20 | 08/05

Presidente dos EUA fala sobre "empenho em continuar a fortalecer a Ucrânia"

O presidente dos EUA, Joe Biden, esteve presente neste domingo na reunião dos G7. 

Numa publicação no Twitter, Joe Biden escreveu sobre o "empenho em continuar a fortalecer a Ucrânia". 
22:16 | 08/05

Canadá levanta restrições sobre importações da Ucrânia

O Canadá irá levantar todos os diretos sobre as importações da Ucrânia, segundo o primeiro-ministro, Justin Trudeau. 
22:03 | 08/05

Zelensky confirma 60 mortes num bombardeamento a escola na cidade de Lugansk

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, confirmou este domingo a morte de 60 pessoas que se abrigavam numa escola, na aldeia de Bilohorivka. 

"Como resultado de um ataque russo a Bilohorivka, na região de Lugansk, cerca de 60 pessoas foram mortas, civis, que simplesmente se esconderam na escola, abrigando-se dos bombardeamentos", disse Zelensky.
21:39 | 08/05

Zelensky diz que Ucrânia carece de "armas pesadas" para recuperar controlo de Mariupol

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse este domingo que a Ucrânia carece de "armas pesadas" para recuperar a cidade de Mariupol. 
21:19 | 08/05

Incêndio na região de Chernihiv depois de ataque russo

Um ataque russo na região de Chernihiv, provocou um incêndio este domingo, segundo o jornal The Kyiv Independent. 


20:46 | 08/05

ONU e Cruz Vermelha retiram mais de 170 civis da fábrica Azovstal em Mariupol

Um autocarro com civis vindo da fábrica de aço Azovstal em Mariupol, chegou à cidade ucraniana Zaporizhzhia, segundo a agência noticiosa Reuters. 

A ONU e a Cruz Vermelha revelaram numa publicação na rede social Twitter, que foram retirados mais de 170 pessoas da fábrica Azovstal. 
20:16 | 08/05

Boris Johnson diz que armamento fornecido à Ucrânia já não é suficiente

Durante a reunião G7, o primeiro-ministro Boris Johnson, disse que o armamento fornecido à Ucrânia já não é suficiente, alertando o país precisa de mais, "não apenas para se aguentar mas para reconquistar" o território", segundo o jornal The Guardian. 
20:04 | 08/05

Zaporizhzhia espera autocarros com civis vindo da fábrica Azovstal

A cidade ucraniana de Zaporizhzhia, espera este domingo autocarros com civis vindos da fábrica de aço  Azovstal, em Mariupol, segundo a agência noticiosa Reuters. 
19:57 | 08/05

Polícia de Berlim retira bandeira ucraniana de memorial da Segunda Guerra Mundial

A polícia de Berlim retirou uma bandeira ucraniana de grandes dimensões de um memorial da Segunda Guerra Mundial. A bandeira foi colocada por apoiantes da Ucrânia, no parque Tiergarten, no centro de Berlim. 
19:39 | 08/05

Dois mísseis atingem área residencial na região de Odesa

Dois mísseis atingiram uma área residencial, na região de Odesa. 

Ainda não foram confirmadas vítimas, segundo o jornal The Kyiv Independent. 


19:09 | 08/05

Canadá envia mais armas para a Ucrânia depois de visita a Kiev

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, anunciou este domingo o envio de mais armas e equipamentos para a Ucrânia, depois de uma visita a Kiev. 
19:05 | 08/05

Primeiro-ministro do Canadá anuncia novas sanções contra 40 indivíduos russos

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, anunciou este domingo novas sanções contra 40 indivíduos russos e cinco entidades, que, segundo o próprio: "São cúmplices na guerra da Rússia na Ucrânia". 
18:50 | 08/05

Militares russos concentram-se na destruição de aeródromos da Ucrânia

De acordo com as Forças Armadas da Ucrânia, a Rússia procura destruir a zona aérea ucraniana, incluindo drones Bayraktar.


18:49 | 08/05

EUA impõem restrições de vistos a militares oficiais russos

O Departamento de Estado dos EUA anunciou este domingo uma série de proibições e restrições de vistos a mais de 2.500 militares oficias russos. 

18:41 | 08/05

Rapaz de 12 anos morreu depois de pegar em munições na região de Dnipropetrovsk

Um menino de 12 anos pegou em munições depois de as ter encontrado na rua, e acabou por morrer depois de estes terem expodido, segundo o governador regional, Valentyn Reznychenko. 
18:10 | 08/05

Rússia diz que mísseis russos destruíram armas e equipamento militar de forças ucranianas

O Ministério da defesa russo afirmou este domingo que mísseis russos de alta precisão tinham destruído armas e equipamento militar, fornecidos às forças ucranianas. 

O Ministério disse também que destruiu seis depósitos que armazenavam mísseis e armas de artilharia nas regiões de Lugansk, Donetsk e Kharkiv.
17:25 | 08/05

Russos atacam refinaria de petróleo na região de Lugansk e danificam áreas de produção

A Rússia diz ter atacado refinaria de petróleo na região de Lugansk, danificando áreas de produção, segundo o governador da região. 
17:17 | 08/05

EUA impõem novo pacote de sanções à Rússia

Os Estados Unidos da América (EUA) revelaram este domingo sanções contra três estações de televisão russas, proibindo os americanos de prestar serviços de contabilidade e consultoria aos russos, segundo a Casa Branca. 

15:28 | 08/05

Justin Trudeau vai encontrar-se com o presidente Zelensky

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, vai encontrar-se com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky no decorrer da visita à Ucrânia, que ocorre este domingo, disse o porta-voz do primeiro-ministro.
15:06 | 08/05

Primeiro-ministro canadiano visita Irpin, na Ucrânia, este domingo

O primeiro-ministro canadiano, Justin Trudeau, fez uma visita surpresa a Irpin, na Ucrânia, este domingo.
14:34 | 08/05

Primeira-dama dos EUA está na Ucrânia

A primeira-dama dos EUA, Jill Biden, está na Ucrânia reunida com a mulher do presidente Volodymyr Zelensky, Olena Zelenska.

Antes de cruzar a fronteira ucraniana, Jill Biden esteve na Eslováquia, onde se reuniu com mães ucranianas refugiadas. 

| A primeira-dama dos EUA, Jill Biden, cruzou a fronteira da Ucrânia e está reunida com a primeira-dama da ucraniana, Olena Zelenska.

Jill Biden está em visita à Eslováquia, onde passa o dia das mães com refugiados ucranianos.pic.twitter.com/ryh2wtpJ43

— Conexão Mundial (@conexao_mundial) May 8, 2022
13:14 | 08/05

Rússia destrói aviões e helicópteros ucranianos na ilha Zmiinyi

As forças armadas da Rússia destruíram quatro aviões, quatro helicópteros, três 'drones' e uma aeronave de aterragem ucraniana nas últimas 24 horas perto da ilha Zmiinyi (Snake) no Mar Negro, disse este domingo o Ministério da Defesa russo.
12:56 | 08/05

U2 atuam em estação de metro de Kiev

A banda U2 rfoi convidada presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, para darem um concerto na capital ucraniana, Kiev.

O concerto decorreu numa estação de metro.
10:35 | 08/05

Presidente do Parlamento alemão visita Kiev

A presidente do parlamento alemão, Baerbel Bas, chegou esta manhã a Kiev, na Ucrânia. 

Baerbel Bas vai encontrar-se com o primeiro-ministro ucraniano, Denys Shmyhal, para realizarem conversações políticas.
07:22 | 08/05

Bombardeamento a escola em Luhansk mata duas pessoas. Autoridades procuram 60 pessoas nos escombros

Duas pessoas morreram num bombardeamento russo numa escola na aldeia ucraniana de Bilohorivka. Há 60 pessoas debaixo dos escombros, revelou este domingo o governador da região de Luhansk, Serhiy Gaidai.

O governador revelou ainda que na altura do ataque estavam na escola cerca de 90 pessoas abrigadas. 30 pessoas foram resgatadas.
23:49 | 07/05

Volodymyr Zelensky diz que mais de 300 pessoas foram salvas da fábrica Azovstal

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse este sábado, que mais de 300 civis tinham sido resgatados da fábrica de aço Azovstal, em Mariupol. 
19:43 | 07/05

Rússia diz que operação de retirada de civis de fábrica de Azovstal terminou

O Ministério da Defesa russo disse este sábado que a operação de retirada de civis da fábrica de aço Azovstal está concluída. 


19:34 | 07/05

MNE ucraniano fala com homólogo de Angola sobre o impacto da guerra para o país

O ministro ucraniano dos Negócio Estrangeiros, Dmytro Kuleba, falou com o homólogo de angola sobre o impacto da guerra para o país, principalmente sobre as exportações da Ucrânia de bens alimentares. 
18:21 | 07/05

Rússia diz que mísseis de alta precisão atingem aeródromos na região de Odesa

O Ministério da Defesa russo disse esta sábado que mísseis de alta precisão tinham destruído aviões ucranianos nos aeródromos das regiões de Odesa, Artsyz e Voznesensk. 
18:19 | 07/05

"OMS está convosco", diz diretor-geral da Organização Mundial de Saúde à Ucrânia

O diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), disse este sábado ao povo ucraniano: a "OMS está convosco". 

Segundo a agência noticiosa Reuters, o diretor-geral da OMS pediu aos russos para pararem de imediato os ataques a infraestruturas de saúde. 
17:43 | 07/05

Putin acredita que "duplicar" conflito na Ucrânia irá melhorar o resultado na guerra

O presidente russo, Vladimir Putin, disse este sábado que acredita que "duplicar" o conflito na Ucrânia trará um melhor resultado na guerra. 

"Ele está num estado de espírito em que não acredita poder dar-se ao luxo de perder", diz o diretor da agência central de inteligência dos EUA, William Burns. 
17:31 | 07/05

Todas as mulheres, crianças e idosos retirados de fábrica Azovstal

Todas as mulheres, crianças e idosos foram retirados da fábrica de aço Azovstal, em Mariupol, segundo o vice-primeiro-ministro da Ucrânia. 
13:34 | 07/05

Dois mísseis russos atingem aldeias no norte da Ucrânia

Mísseis russos atingiram dois locais perto da fronteira com a Rússia na região de Sumy, no norte da Ucrânia, este sábado, disse o governador local, Dmytro Zhyvytskyi.

Um guarda de fronteira foi ferido pelos ataques nos municípios de Myropilske e Khotin, escreveu Zhyvytskyi numa publicação no Telegram.

13:09 | 07/05

Bombardeamento russo destrói museu dedicado a famoso filósofo ucraniano

Um bombardeamento russo atingiu um museu dedicado ao filósofo e poeta Hryhoriy Skovoroda na vila ucraniana de Skovorodynivka, causando um incêndio que destruiu o prédio, disse o governador regional de Kharkiv, Oleh Sinegubov, neste sábado.

O bombardeamento atingiu o telhado do Museu Memorial Literário Hryhoriy Skovoroda, mas os itens mais valiosos foram transferidos mais cedo para um local mais seguro, disse Sinegubov numa publicação nas redes sociais.

"As instalações foram praticamente todas destruídas", acrescentou.

13:02 | 07/05

Mísseis russos atingem Odessa, na Ucrânia

Vários mísseis atingiram a cidade portuária de Odessa, no sul da Ucrânia, este sábado, disse o porta-voz do governo regional, Serhiy Bratchuk, em declarações transmitidas na televisão.

Bratchuk disse que os ataques atingiram a cidade depois de alvos na região de Odessa serem atingidos por quatro mísseis no início do dia.

09:10 | 07/05

Rússia diz que destruiu arsenal de armas provenientes dos EUA e UE em Kharkiv

O Exército russo destruiu um importante arsenal de armas provenientes dos Estados Unidos e da União Europeia na região de Kharkiv, no leste da Ucrânia, e causou 280 baixas do Exército ucraniano, disse este sábado o comando militar russo.
07:23 | 07/05

Guerra na Ucrânia está a ter um pesado impacto nas unidades mais capazes da Rússia, diz a Grã-Bretanha

O conflito na Ucrânia está a causar um pesado impacto em algumas das unidades mais capazes da Rússia, revelou o Ministério da Defesa britânico.

Pelo menos um T-90M, o tanque mais avançado da Rússia foi destruído em combates, segundo o Ministério.

07:19 | 07/05

Líder pró-russo da Crimeia afirma que Kherson foi "libertada de nacionalistas"

O líder pró-russo da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014, disse que a região de Kherson, no sul da Ucrânia, "foi libertada dos nacionalistas" e "do controlo de Kiev", noticiou este domingo a agência russa Sputnik.
23:20 | 06/05

Rússia classifica dois aliados de Alexei Navalny como "agentes estrangeiros"

A Rússia classificou esta sexta-feira oito novas personalidades anti-Putin como "agentes estrangeiros", incluindo dois aliados exilados do opositor Alexei Navalny e um 'rapper' popular, de acordo com o Ministério da Justiça russo.
23:16 | 06/05

Odesa decreta recolher obrigatório para dia 9 de Maio

A cidade ucraniana Odesa decretou recolher obrigatório para o dia 9 de Maio, avançou o Kyiv Independent.

O recolher obrigatório terá efeito a partir das 22 horas do dia 8 de Maio até às 17 horas do dia 10 de Maio e deve-se a um elevado risco de bombardeamentos na Ucrânia nos dias 8-9 de Maio.

Especula-se que a Rússia poderá lançar provocações ou alguma acão militar a 9 de Maio, o dia que marca a vitória da União Soviética na Segunda Guerra Mundial e é celebrado na Rússia com desfiles militares de alto nível.
22:22 | 06/05

Biden anuncia nova ajuda monetária à defesa da Ucrânia

O Presidente dos EUA Joe Biden anunciou esta sexta-feira, citado pela Reuters, um pacote de apoio à defesa da Ucrânia que vai fornecer munições de artilharia adicionais, radares e outro equipamento que um funcionário dos EUA disse separadamente que valia 150 milhões de dólares.

A administração quase esgotou o financiamento de uma autoridade de levantamento de fundos e instou o Congresso a aprovar a sua proposta de pacote de assistência de 33 mil milhões de dólares para a Ucrânia, acrescentou.
22:12 | 06/05
Lusa

União Europeia prossegue negociações de novo pacote de sanções à Rússia no fim de semana

A União Europeia (UE) vai continuar a negociar no fim de semana o sexto pacote de sanções contra a Rússia devido à guerra na Ucrânia, que abrange, entre outras coisas, o veto ao petróleo russo.

20:56 | 06/05

Câmara de Mariupol acusa Rússia de atacar carro a caminho da fábrica siderúrgica de Azovstal

A Câmara Municipal de Mariupol acusou as forças russas de terem atingido um carro que estava a caminho da fábrica siderúrgica de Azovstal, em Mariupol, para ir buscar civis, avançou a Sky News.

"Durante o cessar-fogo no território da fábrica Azovstal, um carro foi atingido por militares russo com uma arma anti-tanque guiada", disse o conselho num posto online.

"Este carro estava a dirigir-se para civis a fim de os retirar da fábrica", disse a autarquia, acrescentando que "como resultado dos bombardeamentos, um combatente foi morto e seis ficaram feridos".

"O inimigo continua a violar todos os acordos e não respeita as garantias de segurança para a retirada de civis".

Moscovo negou ter como alvo os civis e não comentou a declaração da câmara municipal.
19:32 | 06/05

Cinquenta civis retirados da siderúrgica Mariupol esta sexta-feira

A vice primeira-ministra da Ucrânia, Iryna Vereshchuk, citada pela Reuters, que 50 civis foram retirados da siderúrgica Azovstal, em Mariupol, esta sexta-feira. Grupo inclui mulheres, crianças e idosos.

Vereshchuk acusou ainda a Rússia de violar constantemente um cessar-fogo local.

"Portanto, a evacuação foi extremamente lenta... amanhã de manhã continuaremos a operação de evacuação", disse a vice primeira-ministra.

18:28 | 06/05

Joe Biden espera assinar novo pacote de armas para funcionários ucranianos

O presidente dos EUA, Joe Biden, deverá assinar um novo pacote de armas para a Ucrânia, segundo funcionários dos EUA. 
18:25 | 06/05

Terceiro autocarro retira 23 civis da fábrica Azovstal em Mariupol

Um terceiro autocarro com 23 civis deixou esta sexta-feira a fábrica de aço Azovstal em Mariupol, segundo a agência noticiosa estatal russa TASS. 
18:22 | 06/05

Casa Branca diz que serviços secretos dos EUA não são exatos na Ucrânia

A secretária da Casa Branca,  Jen Psaki, disse esta sexta-feira que não é preciso o facto de os EUA terem ajudado a Ucrânia, através de serviços secretos para derrubar generais russos. 
18:07 | 06/05

Rússia diz ter atingido 31 áreas onde foram destacadas forças ucranianas

O Ministério da Defesa da Rússia declarou esta sexta-feira que os seus mísseis atingiram um depósito de armas perto da cidade ucraniana de Popasna, e atingiram 31 áreas onde foram destacadas forças ucranianas, segundo a agência noticiosa RIA.
17:48 | 06/05

Ministério dos Negócios Estrangeiros russo convoca embaixador do Reino Unido

O Ministério dos Negócios Estrangeiros russo disse esta sexta-feira ter convocado o embaixador do Reino Unido devido às sanções impostas aos meios de comunicação. 

A Grã-Bretanha impôs sanções a jornalistas e organizações de meios de comunicação social no início de Maio, com o propósito  de pôr termo ao que chama "uma operação militar especial" na Ucrânia. 
17:46 | 06/05

"Não há fim rápido para a guerra na Ucrânia", diz Volodymyr Zelensky

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta sexta-feira que não vê qualquer vontade por parte da Rússia de pôr fim à guerra. 

 
17:35 | 06/05

Segundo autocarro com 13 civis deixa a fábrica Azovstal em Mariupol

Um segundo autocarro com 13 civis incluindo uma criança, deixou esta sexta-feira a fábrica siderurgica de Azovstal na cidade ucraniana de Mariupol, avançou a agência noticiosa estatal russa RIA, citando o seu correspondente no local.

No início desta sexta-feira, 12 pessoas, incluindo crianças, foram trazidas de Azovstal para a cidade Bezimenne, horas depois de a Ucrânia ter acusado a Rússia de violar um cessar-fogo destinado a retirar civis presos.
17:10 | 06/05
Lusa

Responsável parlamentar diz que Rússia vai permanecer "para sempre" no sul ucraniano

A Rússia vai permanecer "para sempre" no sul da Ucrânia, garantiu esta sexta-feira Andrei Turchak, um alto responsável parlamentar russo durante uma visita a Kherson, uma importante cidade ucraniana que Moscovo afirma estar sob o seu controlo desde março.

"Ao dirigir-me à população da região de Kherson, gostaria ainda de dizer que a Rússia ficará aí para sempre. Não devemos ter qualquer dúvida", declarou Turchak, primeiro adjunto do presidente do Conselho da Federação (câmara alta do Parlamento), citado pela agência noticiosa russa RIA Novosti.

Foi a primeira vez que um alto responsável russo anunciou a intenção de Moscovo de permanecer nos territórios conquistados pelo exército russo desde o início da operação na Ucrânia em 24 de fevereiro.

16:20 | 06/05

Ucrânia anuncia nova troca de prisioneiros com a Rússia

A Rússia entregou 41 pessoas, incluindo 28 militares, numa troca de prisioneiros com a Ucrânia, disse esta sexta-feira a vice-primimeira-ministra ucraniana, Iryna Vereshchuk.
16:16 | 06/05

Autocarro com 12 civis deixa fábrica Azovstal em Mariupol

Um autocarro com 12 civis, incluindo crianças, deixou esta sexta-feira a fábrica de Azovstal em Mariupol, segundo a agência noticiosa estatal russa RIA. 
15:06 | 06/05

Presidente ucraniano convida chanceler alemão a visitar Kiev no dia 9 de maio

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, convidou o chanceler alemão Olaf Scholz, a visitar a capital da Ucrânia no próximo dia 9 de maio, dia em que a Rússia celebra a vitória da União Soviética na Segunda Guerra Mundial. 

"Está convidado, o convite está feito", disse Volodymyr Zelensky através de vídeo-chamada. 
14:42 | 06/05

Austrália envia 20 veículos blindados para a Ucrânia

A Austrália completou o envio de vinte veículos blindados para a Ucrânia, segundo o embaixador australiano Bruce Edwards. 
14:00 | 06/05

Finlândia importou menos 70% de petróleo russo desde início da guerra

Segundo a Bloomberg, a Finlândia substituiu a maioria das importações do petróleo russo por alternativas da Dinamarca. País conseguiu reduzir importações da Rússia em 70%.
13:55 | 06/05
Reuters

Zelensky: "Rússia não acreditou que seria responsabilizada por crimes de guerra devido a ameaça nuclear"

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, disse esta sexta-feira que a Rússia pensava que poderia escapar a acusações por crimes de guerra devido à ameaça de um ataque nuclear.

"Eles não acreditam que podem ser responsabilizados pelos crimes de guerra porque têm o poder do Estado nuclear", disse Zelenskiy, falando através de um tradutor, ao think tank da Casa Chatham britânica.
13:51 | 06/05
Reuters

Zelensky ameaça acabar com conversações se Rússia continuar a atingir civis

O presidente ucraniano disse que se a Rússia continuar a matar civis ou militares, que de outra forma poderiam ser libertados, não poderá continuar a marter conversações diplomáticas com Moscovo.
13:37 | 06/05
Reuters

Combatente ucraniano morre em ataque a carro durante tentativa de evacuação de Mariupol

As autoridades em Mariupol acusaram, esta sexta-feira, as forças russas de violarem um cessar-fogo na siderurgia Azovstal e de dispararem contra um carro de evacuação.

Registou-se uma morte de um combatente ucraniano e seis feridos.

A Rússia nega ter como alvo os civis.
13:27 | 06/05

Conselheiro de Kiev confirma que navio russo Makarov está a arder

O deputado Anton Gerashchenko, conselheiro do Ministério do Interior ucraniano, confirmou através das redes sociais que o navio russo Almirante Makarov está a arder no Mar Negro depois de ter sido atingido por um míssil Neptune.

O jornal estatal ucraniano Dumskaya diz que há helicópteros no local.

13:07 | 06/05

Ministros dos Négocios Estrangeiros da Letónia, Lituânia e Estónia visitam Kiev

Os Ministros dos Negócios Estrangeiros da Letónia, Lituânia e Estónia vão visitar Kiev. 

Gabrielius Landsbergis, o Ministro dos Estrangeiros da Lituânia diz que viagem é "sobre a reconstrução, restauração e o estatuto de candidato à UE para a Ucrânia".
12:24 | 06/05
Reuters

25 milhões de toneladas de cereais retidos na Ucrânia

Quase 25 milhões de toneladas de cereais estão retidos na Ucrânia e incapazes de sair do país devido a falta de infraestruturas e portos do Mar Negro bloqueados, incluindo o de Mariupol, disse na sexta-feira um funcionário da agência alimentar das Nações Unidas.

Os bloqueios podem explicar os elevados preços dos produtos alimentares na Europa, que atingiram um número recorde em março, disse a FAO na sexta-feira.

"É uma situação quase grotesca que vemos neste momento na Ucrânia com quase 25 milhões de toneladas de cereais que poderiam ser exportados mas que não podem deixar o país simplesmente por falta de infraestruturas e o bloqueio dos portos", disse Josef Schmidhuber, Director Adjunto da FAO, Divisão de Mercados e Comércio a uma conferência de imprensa de Genebra via Zoom.
10:14 | 06/05
Lusa

Hungria diz que sanções são uma bomba atómica para a economia do país

O primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, disse esta sexta-feira que não pode apoiar a última proposta de sanções da Comissão Europeia porque renunciar ao petróleo russo num prazo tão curto pode "ser uma bomba atómica" para a economia do país.  

"A proposta que está sobre a mesa gera um problema e não propõe uma solução para esse mesmo problema. Isto é inaceitável do ponto de vista húngaro", disse Orbán na transmissão radiofónica semanal aos microfones da estação pública Kossuth de Budapeste.

09:36 | 06/05
Reuters

Comissão Europeia altera proposta de sanções ao petróleo russo e prolonga prazo de embargo a alguns países

A Comissão Europeia alterou uma proposta de embargo ao petróleo russo para alargar o período antes da sua entrada em vigor para a Hungria, Eslováquia e República Checa, disseram duas fontes à Reuters esta sexta-feira.

Segundo a nova proposta, Hungria e Eslováquia continuarão a poder comprar petróleo russo até ao final de 2024, enquanto que a República Checa poderá continuar até Junho desse mesmo ano, a não ser que consigam obter petróleo através de um oleoduto do sul da Europa mais cedo.
08:17 | 06/05

Primeiro-ministro da Hungria diz que sanções ao petróleo russo apresentam vários problemas

Viktor Orbán, primeiro-ministro da Hungria, afirma que as sanções europeias aos envios de petróleo russo apresentam vários problemas e que as sanções não podem ser aceites nos termos em que foram feitas, uma vez que isso implicaria que as refinarias sofressem prejuízos, uma vez que os custos fixos são demasiado elevados.

"Se houver uma proposta da União Europeia que atenda os interesses húngaros, ficaremos felizes em falar sobre isso", afirmou Viktor Orbán.

08:10 | 06/05

Procuradoria-Geral da República ucraniana confirma que guerra já matou 223 crianças e feriu 408

Segundo os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República ucraniana, a guerra entre a Rússia e Ucrânia já matou 223 crianças e feriu outras 408.

"Espera-se que os números sejam mais elevados, uma vez que não incluem baixas de crianças nas áreas onde as hostilidades estão em curso e nas áreas ocupadas, disse a Procuradoria-Geral da República", lê-se numa publicação do Twitter do The Kyiv Independent.
08:07 | 06/05

Cerca de 500 civis foram retirados de Mariupol com a ajuda da ONU

O líder do gabinete da presidência da Ucrânia, Andriy Yermak, publicou no Telegram que foi realizado mais um corredor humanitário para retirar civis de Mariupol.

"Posso dizer que retirámos quase 500 civis. A Ucrânia continua a fazer o máximo para proteger todos os civis e militares. Obrigado pela ajuda da ONU", escreveu, acrescentando que "a próxima etapa de resgatar o povo de Azovstal está em curso neste momento".

07:31 | 06/05
Lusa

Viragem sobre adesão da Finlândia à NATO deu-se após "ultimato" da Rússia

O processo de adesão da Finlândia à NATO registou o ponto de viragem quando a Rússia emitiu um ultimato contra o alargamento da Aliança ao leste europeu, afirmou à Lusa o investigador Arkady Moshes.

"Tudo começou a mudar em novembro passado, quando a Rússia avançou com um ultimato e referiu que não deveria registar-se mais nenhum alargamento da NATO, em particular no leste da Europa, e que na Finlândia foi entendido como um veto às decisões soberanas do país", indicou em entrevista à Lusa Arkady Moshes, diretor do programa para a Europa de leste e Rússia do Instituto Finlandês de Assuntos Internacionais (FIIA), sediado em Helsínquia.

Finlândia irá candidatar-se à NATO a 12 de maio, segundo noticiou o jornal finlandês Iltalehti.

07:10 | 06/05
Lusa

Objetivo estratégico do ocidente é enfraquecer Rússia militar e economicamente

O objetivo "estratégico" do ocidente após a invasão russa da Ucrânia tornou-se enfraquecer a Rússia e tornar impossível uma nova operação militar contra membros da União Europeia ou da NATO, considerou à Lusa o académico Arkady Moshes.

"O ocidente é muito claro sobre o que pretende obter estrategicamente, e que é enfraquecer a Rússia, tornar impossível à Rússia voltar a considerar outra operação militar contra membros da União Europeia ou da NATO", indicou em entrevista à Lusa o investigador Arkady Moshes.

00:07 | 06/05

EUA deram informações à Ucrânia sobre localização do navio russo Moskva, dizem autoridades

Os EUA disponibilizaram informações que permitiram à Ucrânia atingir o navio de guerra russo Moskva, avançou a NBC News, citando as autoridades ucranianas.

De acordo com as autoridades, as forças ucranianas avistaram um navio de guerra russo no Mar Negro o mês passado e, nesse momento, contactaram os americanos para confirmar se era de facto o Moskva. Os EUA responderam que era, e forneceram informações sobre a sua localização.

No entanto, não é claro se os EUA sabiam que a Ucrânia iria atacar o navio, e os EUA não estavam envolvidos nessa decisão, acrescentaram.

O navio afundou-se depois de ter sido atingido por dois mísseis de cruzeiro ucranianos a 14 de Abril, dando um enorme golpe nos militares russos.

23:48 | 05/05
Lusa

Líder da Duma diz que ataque nuclear russo pode surgir “apenas em retaliação”

A doutrina militar russa prevê a utilização de armas nucleares "apenas em retaliação" a um ataque semelhante contra o país, disse esta quinta-feira o presidente da Duma (câmara baixa do parlamento), Viacheslav Volodin.
23:43 | 05/05

Pentágono nega ter ajudado a Ucrânia a 'atingir' generais russos

O Pentágono negou esta quinta-feira, citado pelo Kyiv Independent, ter ajudado a Ucrânia a 'atingir' generais russos.

Em resposta ao relatório do New York Times publicado a 4 de Maio, o porta-voz do Pentágono John Kirby confirmou que os EUA fornecem à Ucrânia informações militares "para ajudar os ucranianos a defender o seu país". Contudo, "não fornecemos informações sobre a localização dos líderes militares superiores no campo de batalha ou participamos nas decisões de mira dos militares ucranianos", disse Kirby.
22:46 | 05/05

Diplomatas de vários países acusam Rússia de "desprezar" Guterres e ONU após ataque "chocante"

Embaixadores de vários países afirmaram esta quinta-feira que a Rússia "despreza" não apenas o secretário-geral, mas toda a Organização das Nações Unidas (ONU), após o ataque "chocante" e "vergonhoso" a Kiev quando António Guterres estava na capital ucraniana.
22:35 | 05/05

Kiev disposta a parar trânsito de gás russo se Europa decretar embargo

A Ucrânia está disposta a interromper imediatamente o trânsito do gás russo se a União Europeia (UE) decidir impor um embargo às importações de gás de Moscovo, foi esta quinta-feira defendido.
21:40 | 05/05

Vice primeira-ministra ucraniana disse que vai ser aberto um corredor humanitário em Mariupol esta sexta-feira

A vice primeira-ministra ucraniana Iryna Vereshchuk disse esta quinta-feira que os civis da cidade de Mariupol vão ser retiradas na sexta-feira às 12h00 horas locais (09h00 em Portugal).

Vereshchuk, citada pela Reuters, referiu ainda que as pessoas iriam reunir-se no centro comercial "Port City", mas não deu mais pormenores.
20:49 | 05/05

Terceira operação da ONU em curso para retirar civis de Mariupol

Uma terceira operação está em curso para retirar civis da cidade de Mariupol e da fábrica siderúrgica Azovstal, salientou o Secretário-Geral da ONU António Guterres ao Conselho de Segurança da ONU esta quinta-feira, citado pela Reuters.

As Nações Unidas e o Comité Internacional da Cruz Vermelha (CICV) ajudaram até agora cerca de 500 civis a fugir da área durante duas operações na última semana. António Guterres recusou-se a dar pormenores sobre a nova operação "para evitar prejudicar o possível sucesso".

"Espero que a coordenação contínua entre Moscovo e Kiev conduza a mais corredores humanitários para permitir a passagem segura dos civis e dos combates para alcançar os que se encontram em situação crítica", referiu, acrescentando que "temos de continuar a fazer tudo o que estiver ao nosso alcance para tirar as pessoas destas paisagens infernais".
20:48 | 05/05
Lusa

Alemanha e República Checa vão cooperar no envio de armas a Kiev

A Alemanha pretende cooperar com as Forças Armadas da República Checa no fornecimento de armas de fabrico russo à Ucrânia, revelou hoje o chanceler alemão, Olaf Scholz.

"A República Checa pode fornecer armas fabricadas na Rússia que a Ucrânia pode usar diretamente, enquanto nós ajudaremos o Exército checo a manter a sua força", explicou Scholz, durante uma conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro checo, Petr Fiala.

Os dois chefes de governo não quiseram adiantar mais detalhes, até que o acordo esteja finalizado, noticiou a agência EFE.

19:44 | 05/05

Mais de 10 mil crimes de guerra russos estão a ser investigados na Ucrânia

Ihor Klymenko, o chefe da Polícia Nacional ucraniana, disse que as autoridades estão a investigar mais de 10 mil crimes de guerra russos cometidos desde 24 de Fevereiro, diz o The Kyiv Independent.


19:37 | 05/05

Cinco países ocidentais e Kiev cooperam na investigação a crimes de guerra

Altos funcionários da justiça de cinco países ocidentais, incluindo dos Estados Unidos, discutiram com a Procuradora-Geral da Ucrânia formas de investigar alegados crimes de guerra cometidos na Ucrânia pela Rússia, informou esta quinta-feira o Departamento de Justiça norte-americano.

Estes funcionários dos países que formam a chamada aliança "Five Eyes" - Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia - falaram quarta-feira com a Procuradora-Geral Iryna Venediktova, numa altura em que Kiev quer agir em relação a milhares de alegados crimes de guerra.

19:06 | 05/05
Reuters

Países da União Europeia estão "quase a chegar a acordo" sobre sanções à Rússia

Os países da União Europeia estão "quase lá" ao concordar com o novo pacote de sanções proposto pelo órgão europeu contra a Rússia, incluindo um embargo petrolífero, disse na quinta-feira o chefe da política externa, Josep Borrell.

"Espero que consigam um acordo. Estão quase lá. E precisamos deste acordo porque temos de exercer ainda mais a nossa pressão económica e financeira sobre a Rússia", disse Borrell num evento em Itália.
19:02 | 05/05
Reuters

Biden e Sholz não vão reconhecer ganhos territoriais russos na Ucrânia

O Chanceler alemão, Olaf Scholz, e o Presidente dos EUA, Joe Biden, concordaram, numa chamada telefónica esta quinta-feira, que não reconheceriam quaisquer ganhos territoriais russos na Ucrânia, disse um porta-voz do governo alemão numa declaração.

Os dois líderes também denunciaram "os recentes comentários da liderança russa que procuram desacreditar a liderança ucraniana democraticamente legitimada", disse o porta-voz.

"Concordaram que a Ucrânia precisava de ser ainda mais substancialmente e continuamente apoiada na prática do seu legítimo direito à autodefesa", acrescentou o porta-voz.
18:35 | 05/05

Japão vai reduzir dependência energética da Rússia com reatores nucleares

O Japão vai começar a utilizar reatores nucleares para reduzir a dependência da energia russa.

O país tinha vindo a aumentar a sua dependência do gás russo desde o encerramento dos reatores nucleares após o desastre de Fukushima em 2011.

Mas, segundo o The Kyiv Independent, o primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, disse que a energia nuclear irá fazer parte da futura política energética do país.
18:31 | 05/05
Lusa

Presidente bielorrusso admite que guerra está a arrastar-se

O Presidente da Bielorrússia, Alexandr Lukashenko, defendeu esta quinta-feira a invasão russa da Ucrânia, mas admitiu que não estava à espera que o conflito se "arrastasse por este caminho".

Ao mesmo tempo que condenou o uso de armas nucleares na Ucrânia, Lukashenko não revelou se o Presidente russo, Vladimir Putin, tem planos para lançar um ataque desse tipo.

18:31 | 05/05
Lusa

Nova caravana humanitária da ONU a caminho de Azovstal para retirar civis

Uma nova caravana humanitária da Organização das Nações Unidas (ONU) está a caminho da fábrica Azovstal, o último reduto da resistência ucraniana em Mariupol, para proceder à retirada de civis, disseram esta quinta-feira fontes oficiais.

"Hoje [5 de maio], enquanto falamos, uma caravana está a caminho para chegar a Azovstal amanhã [sexta-feira] de manhã com a esperança de recuperar os civis restantes deste inferno escuro, que eles habitaram por tantas semanas e meses, e trazê-los de volta à segurança", disse o subsecretário-geral da ONU para Assuntos Humanitários, Martin Griffiths, durante uma conferência em Varsóvia.

18:20 | 05/05

Ucrânia identifica 10 soldados russos envolvidos no massacre de Bucha

A procuradora-geral da Ucrânia, Iryna Valentynivna Venediktova, disse esta quinta-feira que foram identificadas 10 pessoas que a sua equipa acredita estarem "envolvidas na prática de atrocidades em Bucha", avançou a Sky News.

Num dos casos, os soldados russos entraram numa casa onde civis estavam a abrigar-se e "ameaçaram-nos com armas de fogo" e "chicotearam-nos com metralhadoras carregadas".

Além disso, os combatentes russos identificados tinham feito reféns civis desarmados, privando-os de comida e água, abusando e torturando-os.

Em Kiev, mais 17 soldados russos estão a ser julgados, referiu ainda.
17:37 | 05/05

Cidade ucraniana Ivano-Frankivsk avisa sobre ataques russos antes do aniversário da guerra

O presidente da câmara da cidade ucraniana Ivano-Frankivsk pediu aos residentes esta quinta-feira que evitassem aglomerações públicas este fim-de-semana, ou que deixassem se pudessem, por receio de ataques com mísseis russos, avançou a Reuters.

Anúncio depois de a Ucrânia ter avisado que a Rússia poderia intensificar a ofensiva no país antes de 9 de Maio, quando Moscovo comemora a vitória da União Soviética sobre a Alemanha nazi na Segunda Guerra Mundial.

Ruslan Martsinkiv disse num vídeo online que tinha cancelado todos os eventos oficiais em Ivano-Frankivsk no sábado, domingo e segunda-feira.

"Temos certas informações, o inimigo infelizmente quer conduzir mais ataques de mísseis, por isso nos dias 7, 8 e 9 não haverá quaisquer eventos públicos, incluindo orações", disse Martsinkiv. "Para vossa segurança, peço-vos ... nestes três dias que fiquem em casa ... ou fora da cidade, se puderem".

Ele não citou quaisquer provas para a afirmação de que poderia haver ataques de mísseis e não deu quaisquer pormenores sobre as "informações" a que se referiu.
17:01 | 05/05

NATO vai aumentar presença nas fronteiras da Suécia e mar Báltico

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, afirmou esta quinta-feira que a NATO vai aumentar a sua presença nas fronteiras da Suécia e mar Báltico.

Segundo o The Guardian, o Stoltenberg disse que a aliança atlântica tem obrigação de garantir segurança dos países que estão a ponderar aderir à NATO, como é o caso da Suécia.
16:45 | 05/05

Putin garanta passagem segura para os civis da fábrica siderúrgica Azovstal em Mariupol

O presidente russo Vladimir Putin disse ao primeiro-ministro israelita Naftali Bennett, numa chamada telefónica esta quinta-feira, citada pela Reuters, que a Rússia ainda estava pronta para oferecer passagem segura aos civis da fábrica siderúrgica Azovstal em Mariupol.

Putin disse também que Kiev deveria ordenar aos combatentes ucranianos escondidos em Azovstal que entregassem as suas armas.

Traduzido com a versão gratuita do tradutor - www.DeepL.com/Translator
16:22 | 05/05
Reuters

União Europeia alerta para risco de aviões civis serem atingidos por mísseis acidentalmente

O regulador da Agência de Segurança da Aviação da União Europeia alertou esta quinta-feira para o aumento dos riscos decorrentes da situação de guerra na Ucrânia.

Segundo a agênicia, é possível que aviões civis sejam acidentalmente atingidos, bem como um aumento do risco de ataques cibernéticos.

"Como demonstrado por guerras anteriores, a identificação incorreta é fácil. O desenvolvimento deste risco é comum a todos os combatentes. Se acrescentarmos a probabilidade de interferência de ajudas eletrónicas que possam estar envolvidas com instrumentos de navegação ou identificação, então é fácil ver o potencial de aviões inocentes estarem sujeitos serem atingidos por mísseis ou armas lançadas por radares", afirmou num documento publicado online.
15:30 | 05/05

Ucrânia lança contra-ofensivas na região de Kharkiv

O chefe das forças armadas ucranianas, Valeriy Zaluzhny, disse esta quinta-feira que as forças ucranianas passaram agora a lançar contra-ofensivos perto da região de Kharkiv e da cidade de Izyum. 
15:08 | 05/05

Japão vai acrescentar 140 indivíduos à lista de sanções russas

O primeiro-ministro japonês Fumio Kishida, disse esta quinta-feira que 140 indivíduos seriam acrescentados a uma lista de congelamento de bens russos. 
14:38 | 05/05

Ucrânia recebeu mais de 11 mil milhões de euros em armas e ajuda financeira desde o início da invasão russa

A Ucrânia recebeu mais de 11 mil milhões de euros em armas e ajuda financeira desde o início da invasão russa ao país, segundo o primeiro-ministro, Denys Shmyhal. 

Na conferência de doadores de alto nível em Varsóvia, Shmyhal agradeceu o apoio à Ucrânia durante toda a guerra.
13:09 | 05/05

Bloguer pró-russo detido em Espanha por crimes de traição

Um famoso bloguer, jornalista e político pro-russo foi detido esta quarta-feira em Espanha, segundo os Serviços de Segurança ucranianos.

As autoridades suspeitam que Anatoly Shariy tenha cometido crimes de traição.
13:05 | 05/05

Rússia diz que testou mísseis com capacidade nuclear em território nacional

A Rússia diz que as suas forças militares praticaram ataques simulados de mísseis com capacidade nuclear no Mar Báltico de Kaliningrado, situado entre a Polónia e a Lituânia.

Moscovo diz ter praticado "lançamentos eletrónicos" simulados de sistemas de mísseis balísticos móveis Iskander com capacidade nuclear, afirma o Ministério da Defesa num comunicado citado pela agência noticiosa AFP através da BBC.

O sistema Iskander tem um alcance de até 700 km e pode atingir, por exemplo, a capital alemã, Berlim. Kaliningrado fica a mais de 300 km da Rússia e só pode ser alcançado por terra através de um país da União Europeia.
12:45 | 05/05
Lusa

Rússia nega ataque a Azovstal e diz que corredores humanitários estão a funcionar

A Rússia assegurou esta quinta-feira que está a respeitar o cessar-fogo em Mariupol, destinado a facilitar a retirada de civis de Azovstal e com início previsto para esta quinta-feira de manhã, mas que a Ucrânia disse estar a ser violado.

"Os corredores humanitários estão a funcionar" em Azvostal, afirmou o porta-voz do Kremlin (presidência russa), Dmitri Peskov, assegurando que o cessar-fogo prometido está a ser cumprido.

11:39 | 05/05

Conferência Internacional de Doadores de Alto Nível para a Ucrânia decorre hoje

A Conferência Internacional de Doadores de Alto Nível para a Ucrânia, em Varsóvia, irá decorrer hoje, por videoconferência. 

A iniciativa é coordenada pelos Primeiros-Ministros da Polónia e da Súecia, em parceria com os Presidentes do Conselho Europeu e da Comissão Europeia. 
11:23 | 05/05

Negociador russo acusa Kiev de 'recuar' nos acordos

O legislador russo que participava em conversações com a Ucrânia, afirmou que as negociações eram difíceis e acusou o representante de Kiev de "recuar" nos acordos existentes, segundo a agência noticiosa TASS.
10:48 | 05/05

Presidente do Bundestag planeia visitar capital ucraniana

O presidente do Bundestag,Barbel Bas, do parlamento alemão, planeia viajar para Bundestaga convite do presidente do parlamento da Ucrânia. 

09:20 | 05/05

Primeiro-ministro japonês condena invasão russa à Ucrânia

O primeiro-ministro japonês, Fumio Kishida, disse esta quinta-feira, na sequência de uma visita prolongada ao Sudeste Asiático, que condena a invasão russa à Ucrânia, acrescentando que se trata de crimes de guerra. 
08:50 | 05/05

Rússia diz ter morto mais de 600 combatentes ucranianos durante a noite

O Ministério da Defesa russo disse esta quinta-feira que a sua artilharia matou mais de 600 combatentes, durante a noite. 

Os ataques destruíram ainda equipamento de aviação no aeródromo de Kanatovo, na região central de Kirovohrad na Ucrânia, e um depósito de munições na cidade de Mykolaiv, no sul do país.
08:43 | 05/05

Duas aldeias russas estão a ser bombardeadas pela Ucrânia

Duas aldeias na região de Belgorod, na Rússia, estão a ser bombardeadas pelas forças ucranianas, segundo o governador da Ucrânia, Vyacheslav Gladkov. 

Vyacheslav Gladkov, acrescenta que não há baixas civis. 
08:31 | 05/05

221 crianças mortas e mais de 400 feridas desde o início da invasão russa

A invasão russa na Ucrânia já matou pelo menos 221 crianças e feriu mais de 400, segundo a Procuradoria-Geral da República. 
07:47 | 05/05

Cinco mortos em bombardeamentos em Lugansk

Bombardeamentos na região de Lugansk provocam a morte a cinco civis nas últimas 24 horas, segundo o governador de Lugansk, Serhiy Gaidai. 
00:27 | 05/05

Google bloqueia oito milhões de anúncios sobre a guerra na Ucrânia

A empresa de tecnologia norte-americana Google bloqueou oito milhões de anúncios sobre a guerra na Ucrânia para "evitar o lucro ou a exploração da situação", disse esta quarta-feira o vice-presidente de gestão de produtos, anúncios, privacidade e segurança, Scott Spencer.
00:23 | 05/05

Reino Unido reforça ajuda humanitária à Ucrânia com 53 milhões de euros

O Reino Unido anunciou esta quarta-feira um pacote 45 milhões de libras (53 milhões de euros) de ajuda humanitária à Ucrânia, sobretudo a mulheres e crianças, canalizado na maior parte através das agências e instituições da ONU. 
23:18 | 04/05

Retirados mais 300 civis de Mariupol em operação da ONU e Cruz Vermelha

Mais de 300 civis foram esta quarta-feira retirados da cidade ucraniana de Mariupol e comunidades vizinhas e receberão agora assistência humanitária em Zaporijia, numa operação levada a cabo pelas Nações Unidas e pela Cruz Vermelha na Ucrânia, informaram fontes oficiais.
22:58 | 04/05

Suíça prepara-se para crise causada por eventual escassez de gás

O governo suíço anunciou esta quarta-feira a criação de um mecanismo de resposta a uma eventual crise por escassez de gás, devido à incerteza gerada pela invasão da Ucrânia pela Federação Russa.
20:46 | 04/05

Londres oferece apoio à Suécia e à Finlândia em caso de ataque russo

O ministro da Defesa do Reino Unido, Ben Wallace, ofereceu esta quarta-feira o apoio do seu país à Finlândia e Suécia em caso de um ataque russo no âmbito do eventual processo de adesão dos dois países nórdicos à NATO.
20:23 | 04/05

Zelensky pede ajuda a Guterres para salvar civis presos na fábrica Azovstal

O presidnete da Ucrânia, Volodymir Zelensky, pediu esta quarta-feira ajuda ao Secretário-Geral das Nações Unidas, António Guterres, para retirar os civis presos na fábrica Azovstal em Mariupol.

"As vidas das pessoas que lá permanecem estão em perigo. Todos são importantes para nós. Pedimos a vossa ajuda para os salvar", disse o presidente ucraniano. 

19:53 | 04/05

Rússia garante que vai abrir corredores humanitários na metalúrgica de Azovstal em Mariupol esta semana

A Rússia anunciou esta quarta-feira a abertura de corredores humanitários do dia cinco a sete de maio, que permitem a saída de civis da fábrica de aço Azovstal, de Mariupol.
19:50 | 04/05

Pelo menos cinco cidades ucranianas estão a ser alvo de bombardeamentos esta quarta-feira

Há relatos de várias cidades ucranianas a serem bombardeadas esta quarta-feira, entre elas Dnipro, Zaporizhzhia, Kiev, Mykolaiv, Cherkasy, segundo a BBC.
19:47 | 04/05
Lusa

Conselho da Europa acusa Rússia de reavivar horror da II Guerra Mundial

A secretária-geral do Conselho da Europa, Marija Pejcinovic Buric, afirmou esta quarta-feira que a Rússia reavivou os horrores da II Guerra Mundial com a agressão à Ucrânia e ao abandonar os valores que sustentam a organização pan-europeia.

O Conselho da Europa foi criado há 73 anos na sequência da II Guerra Mundial, com a missão de prevenir conflitos no continente, mas "para a Ucrânia, essa promessa não foi cumprida", referiu Pejcinovic Buric na introdução do relatório anual da organização.

19:41 | 04/05

Ouvidas explosões no centro da cidade de Dnipro, na Ucrânia

O presidente da câmara de Dnipro, Borys Filatov, disse no Facebook que pelo menos um míssil russo atingiu o centro da cidade ucraniana, segundo a BBC.

"Um ataque mesmo no centro da cidade de Dnipro. Não deixem os abrigos! Esperem pela informação oficial da administração militar", disse Filatov.

O diretor executivo dos caminhos-de-ferro ucranianos, Oleksandr Kamyshyn, disse que as instalações ferroviárias do Dnipro foram atingidas.

"Outro ataque com mísseis contra as infraestruturas ferroviárias em Dnipro. Não há vítimas entre os funcionários", disse Oleksandr Kamyshyn em telegrama.
18:59 | 04/05
Lusa

MNE ucraniano acusa países contra embargo a petróleo russo de serem cúmplices de crimes de guerra

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba, afirmou esta quarta-feira que os Estados-membros da União Europeia que se opõem a um embargo ao petróleo russo são "cúmplices de crimes de guerra".

"Se um país da Europa continua a opor-se a um embargo ao petróleo russo, então haverá boas razões para dizer que esse país é cúmplice dos crimes cometidos pela Rússia em território ucraniano", declarou Kuleba, num vídeo transmitido em direto na rede social Twitter.

18:38 | 04/05

Tropas russas entram na fábrica Azovstal, diz político ucraniano

As tropas russas entraram na fábrica de Azovstal, em Mariupol, revelou o chefe parlamentar da Ucrânia, David Arakhamia.

"As tropas russas já se encontram no território de Azovstal", disse Arakhamia. 

As tentativas russas de invadir a fábrica duravam há dois dias. 
18:22 | 04/05

Três civis feridos em minas russas em Kiev nas últimas 24 horas

Nas últimas 24 horas registaram-se três mortes de ucranianos vítimas de minas russas, colocadas no solo na região de Kiev, na Ucrânia.

Segundo o The Kyiv Independent, o Chefe da Polícia de Kiev, Andriy Nebytov, apelou aos residentes que evitassem estradas florestais, caminhos de campo e bermas de estradas em áreas que tenham anteriormente estado sob a ocupação russa.
18:19 | 04/05
Lusa

Chanceler alemão defende opção de envio de armas a Kiev e embargo energético

O chanceler alemão asseverou esta quarta-feira que existe uma grande unidade na sua coligação de social-democratas, verdes e liberais quanto ao fornecimento de armas à Ucrânia e ao embargo energético à Rússia.
17:51 | 04/05
Lusa

Londres proíbe prestação de serviços de contabilidade, consultoria e comunicação à Rússia

O Reino Unido anunciou esta quarta-feira a proibição da prestação de serviços como contabilidade, consultoria ou comunicação à Rússia, em retaliação pela invasão da Ucrânia.

Esta nova medida inclui também sanções - congelamento de bens e proibições de entrada - incluindo a correspondentes de guerra russos que acompanham as forças do Kremlin enviadas para a Ucrânia.

As medidas anunciadas "significam que as empresas russas já não podem beneficiar dos serviços britânicos de contabilidade, consultoria de gestão e relações públicas, que representam 10% das importações de serviços russas nestes setores", refere o Ministério dos Negócios Estrangeiros em comunicado.

16:56 | 04/05

Lula da Silva critica Putin, Zelensky, EUA e UE e diz que faltou negociação para a paz

O ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva criticou esta quarta-feira os presidentes diretamente envolvidos no conflito na Ucrânia, a União Europeia e os Estados Unidos, que considerou não terem negociado o suficiente a favor da paz.
16:05 | 04/05
Lusa

Helicóptero militar russo viola espaço aéreo da Finlândia

Um helicóptero do exército russo violou esta quarta-feira de manhã o espaço aéreo da Finlândia, anunciou o Governo de Helsínquia, que está a preparar uma proposta sobre a provável adesão do país à NATO.

"A aeronave era um helicóptero Mi-17 e a profundidade da alegada violação foi de quatro a cinco quilómetros", disse um porta-voz do Ministério da Defesa à agência francesa AFP.

15:46 | 04/05

Rússia prepara parada militar em Mariupol para celebrar dia em que Moscovo venceu Alemanha Nazi

A Rússia está a preparar uma parada militar na cidade de Mariupol, na Ucrânia, no dia 9 de maio. Este dia celebra a data em que Moscovo venceu a Alemanha nazi. 

De acordo com uma publicação, no Telegram, do Serviço de Informações Militar ucraniano, Sergei Kirienko, diretor-adjunto da administração presidencial russa, chegou a Mariupol para preparar o desfile.

Nesta data é organizada, todos os anos, uma grande parada militar em Moscovo, na Praça Vermelha.
15:30 | 04/05

Investigação da Associated Press confirma 600 mortes no ataque ao teatro de Mariupol

Segundo o The Kyiv Independent, a agência de notícias Associated Press conduziu uma investigação para determinar o número total de mortes causadas pelos ataques ao teatro de Mariupol, a 16 de março.

A investigação concluiu que morreram 600 pessoas neste ataque russo, quase metade das cerca de mil que procuraram o locar para se abrigarem dos bombardeamentos na cidade.
15:14 | 04/05
Lusa

Autarca diz que fábrica de Azovstal está a ser palco de combates violentos

O presidente da câmara da cidade ucraniana de Mariupol disse esta quarta-feira que se registam "combates violentos" em Azovstal, siderúrgica onde milhares de militares e civis procuraram refúgio das forças russas, apesar de Moscovo ter garantido que não atacaria.
14:39 | 04/05

México não prevê sanções contra a Rússia

O presidente do México, Andres Manuel Lopez Obrador disse esta quarta-feira que a sua administração não irá colocar sanções ao país russo. 

"Queremos permanecer neutros", diz Andres Manuel Lopez Obrador.
14:35 | 04/05
Lusa

Bruxelas propõe mais um ano para Hungria e Eslováquia se libertarem de petróleo russo

O sexto pacote de sanções à Rússia esta quarta-feira proposto pela Comissão Europeia, centrado na proibição gradual das importações de petróleo pelos Estados-membros até final do corrente ano, prevê uma derrogação de um ano suplementar para Hungria e Eslováquia.

De acordo com a proposta enviada pelo Alto Representante e vice-presidente da Comissão, Josep Borrell, ao Conselho (Estados-membros), à qual a Lusa teve acesso, "as autoridades competentes da Hungria e da Eslováquia podem autorizar a execução até 31 de dezembro de 2023" dos contratos para a compra, importação ou transferência de mercadorias abrangidas pelas sanções "originárias da Rússia ou exportadas da Rússia".

14:17 | 04/05

Dinamarca e Finlândia apoiam proposta da UE sobre sanções ao petróleo russo

A Dinamarca e a Finlândia apoiam a proposta da Comissão Europeia para a aplicação de sanções ao petróleo russo, segundo disseram os primeiros-ministros dos países, numa conferência de imprensa em Copenhaga. 
14:11 | 04/05

100 mil metros de habitações estão a ser construídas para refugiados na região de Ivano-Frankivsk

100 mil metros de terreno com habitações estão a ser construídos para refugiados ucranianos na região de  Ivano-Frankivsk, segundo a chefe da administração regional, Svitlana Onyschuk.
14:04 | 04/05

Cidade de Mariupol perde contacto com militares ucranianos na fábrica Azovstal

A cidade de Mariupol perdeu o contacto com os militares ucranianos na fábrica de aço Azovstal, numa altura em que os ataques começam a intensificar-se, segundo o autarca Vadym Boichenko.

"Infelizmente hoje não há contacto com eles. Não há ligação para perceber o que está a acontecer, se eles estão seguros ou não", diz Vadym Boichenko.
13:18 | 04/05

Kremlin diz que Europa vai acabar por comprar petróleo russo, mas "mais caro"

Vladimir Dzhabarov, responsável do Kremlin citado pela agência russa RIA, afirma que a União Europeia vai acabar por ter de comprar petróleo russo através de terceiros, o que sairá "mais caro".

"Eles dizem que não vão comprar-nos petróleo. Então não comprem, não vamos obrigar-vos a comprar nada", disse Dzhabarov, acrescentando que "mesmo com as sanções, vão continuar a comprar petróleo russo, mas através de países terceiros. Ou seja, será petróleo nosso na mesma, mas vai ser mais caro".

Os líderes europeus "enlouqueceram um pouco", concluiu.

13:15 | 04/05
Lusa

Kremlin diz que novas sanções da União Europeia são um faca de dois gumes

O Kremlin comentou esta quarta-feira o novo pacote de sanções que a União Europeia (UE) procura impor a Moscovo nos próximos dias, que prevê deixar progressivamente até final do ano de comprar petróleo russo, afirmando que se trata de "uma faca de dois gumes".

"Em geral, se falarmos de sanções, tanto norte-americanas como europeias e de outros países, elas são uma faca de dois gumes", afirmou o porta-voz da Presidência russa, Dmitry Peskov, na sua conferência de imprensa diária.

11:40 | 04/05

Kremlin nega ataque russo à Central de Azovstal na Ucrânia

O Kremlin negou nesta quarta-feira o ataque russo à Central de Azovstal na Ucrânia, assim como referiu que não tinha alcançado um acordo possível para uma futura reunião com o Papa Francisco. 

11:23 | 04/05

Depósito de petróleo em chamas na região de Donetsk

Um depósito de petróleo está em chamas na região de Donetsk , segundo a agência noticiosa RIA Novosti. 

Os procuradores russos dizem que incêndio foi provocado por bombardeamentos. 
10:24 | 04/05

Rússia anuncia novas sanções contra 63 funcionários japoneses incluindo o primeiro-ministro

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia anunciou esta quarta-feira novas sanções contra 63 funcionários japoneses, jornalistas e professores, incluindo o primeiro-ministro japonês Fumio Kishida. 

As sanções impedem a entrada dos indivíduos, por se envolveram na "inaceitável retórica" contra Moscovo, acrescenta. 
10:06 | 04/05

Submarino russo dispara dois mísseis contra alvos na Ucrânia

Um submarino russo disparou nesta quarta-feira, dois mísseis no Mar Negro contra alvos ucranianos.

"A tripulação do submarino da Frota do Mar Negro lançou dois mísseis do cruzeiro Kalibr, em território da Ucrania", diz  o Ministério da Defesa.
09:25 | 04/05

Acidente de viação na região de Rivne faz 26 mortos e 12 feridos

Um autocarro colidiu com um camião de combustível provocando a morte de vinte seis pessoas e o  ferimento de outras doze, em Rivne Oblast, segundo a polícia local. 
09:07 | 04/05

Bombardeamento em Donetsk faz um morto e dois feridos

Pelo menos uma pessoa morreu e duas ficaram feridas num bombardeamento pelas forças ucranianas de um depósito de petróleo em Makeyevka, na zona controlada pelos russos, segundo a agência russa RIA. 


08:32 | 04/05

Rússia diz que atingiu seis estações ferroviárias na Ucrânia usadas para receber armas estrangeiras

O Ministério da Defesa russo diz ter atingido seis estações ferroviárias na Ucrânia, utilizadas para abastecer as forças ucranianas com armas estrangeiras.

Além disso, o ministério afirma ter atacado 40 alvos militares ucranianos, incluindo quatro depósitos de municição. 
08:24 | 04/05

Presidente da Comissão Europeia propõe banir petróleo russo

A Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen apresentou na manhã desta quarta-feira um novo pacote de sanções à Rússia, com o propósito de banir o petróleo russo da Europa.





07:42 | 04/05

22 batalhões russos próximos de Izium

"A Rússia mobilizou 22 batalhões para perto de Izium numa tentativa de avançar pelo eixo norte de Donbass", revelou o Ministério da Defesa do Reino Unido.

"Apesar dos esforços para derrotar as defesas britânicas e ganhar vantagem, a Rússia provavelmente pretende partir de Izium para tentar capturar as cidades de Kramatorsk e Severodonetsk", lê-se no último boletim publicado.


07:24 | 04/05

Mais autocarros deixam Mariupol

O governador da região de Donetsk afirmou que mais autocarros deixaram Mariupol durante uma operação de evacuação.

Os veículos estão a caminho de Zaporizhzhia, cidade controlada pela Ucrânia, segundo o governador.
00:30 | 04/05
Correio da Manhã

Papa Francisco diz que se quer encontrar com Putin em Moscovo

O Papa Francisco disse numa entrevista ao jornal italiano Corriere Della Sera, esta terça-feira, que pediu uma reunião em Moscovo com o presidente russo. O objetivo seria discutir o fim da guerra na Ucrânia, mas não recebeu resposta.
23:24 | 03/05

21 mortos e 27 feridos em ataques russos em Donetsk, diz governador

O governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, disse que 21 civis morreram e 27 ficaram feridos esta terça-feira em bombardeamentos russos na região. 
21:49 | 03/05
Lusa

EUA rejeitam fracasso do Conselho de Segurança e destacam isolamento da Rússia

A embaixadora norte-americana nas Nações Unidas, Linda Thomas-Greenfield, rejeitou esta terça-feira as críticas de que o Conselho de Segurança fracassou em travar a guerra na Ucrânia e classificou o isolamento da Rússia como um sucesso do órgão.

"Apesar do desafio, temos sido extremamente bem-sucedidos em isolar a Rússia. Temos tido sucesso em unificar as vozes que condenam a Rússia na Assembleia-Geral da ONU e no Conselho de Segurança. Temos tido sucesso em aprovar resoluções humanitárias sobre a Ucrânia, e temos tido sucesso em suspender a Rússia do Conselho de Direitos Humanos", argumentou a diplomata num briefing à imprensa, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque.

Em sentido inverso à posição da diplomata, o secretário-geral da ONU, António Guterres, disse na semana passada que o Conselho de Segurança "falhou em fazer tudo o que estava ao seu alcance para prevenir e acabar com esta guerra".

20:36 | 03/05
Lusa

Rússia acusada de impedir a exportação de cereais e de os roubar

A União Ucraniana de Industriais e Empresários (USPP, na sigla em ucraniano) solicitou esta terça-feira ajuda a organizações internacionais para a abertura de um corredor que permita a exportação do grão bloqueado nos portos devido à invasão russa.

Cerca de 4,5 milhões de grãos estão bloqueadas nos portos ucranianos por causa do ataque russo, afirmou a organização em comunicado.

Por esta razão, as exportações estão a ser feitas apenas por via terrestre, através das ligações ferroviárias e rodoviárias ao oeste do país, o que permite exportar apenas um milhão de toneladas por mês.

19:17 | 03/05

Duas centrais elétricas danificadas por bombardeamentos em Lviv, diz Presidente da Câmara da cidade

Autarca de Lviv, na Ucrânia, publicou no Twitter que, na sequência do recente bombardeamento russo na cidade, duas centrais elétricas foram atingidas.

Segundo o The Kyiv Independent, a companhia ferroviária ucraniana disse que os comboios que se dirigem a Lviv estão a sofrer atrasos porque os russos atingiram as subestações que fazem parte da infraestrutura ferroviária.
19:13 | 03/05
Lusa

Eslováquia e Hungria não apoiarão sanções energéticas a Moscovo

A Eslováquia e a Hungria disseram esta terça-feira que não apoiarão sanções contra a energia russa que a União Europeia (UE) está a preparar, alegando que estão demasiado dependentes dela e que não têm alternativas.

Países europeus alegam que estão demasiado dependentes da energia russa e que não têm alternativas.
19:06 | 03/05
Lusa

Biden responsabiliza Presidente russo pela morte de 11 jornalistas

O Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, responsabilizou esta terça-feira o seu homólogo russo, Vladimir Putin, pela morte de 11 jornalistas na guerra na Ucrânia e por tentar "silenciar" os que querem dizer a verdade sobre o conflito.
18:44 | 03/05

Autarca de Lviv diz que se ouviram explosões na cidade Ucraniana

Andriy Sadovyi publicou no Twitter que foram ouvidas explosões em Lviv e pediu aos cidadãos que se protejam nos abrigos antibombas da cidade.

18:25 | 03/05

Inteligência da Ucrânia diz que guerra da Rússia pode terminar em setembro

A Diretoria Principal de Inteligência do Ministério da Defesa de Kiev disse, esta terça-feira, que acredita que setembro é o prazo pretendido por Moscovo para terminar invasão russa à Ucrânia.

"Há informações entre os militares da Rússia que o final da operação militar especial está marcada para setembro de 2022", disse o ministério, segundo a Fox News.

Caso este cenário se confirme, o conflito terá uma duração prevista de seis meses.

17:00 | 03/05

Pelo menos 10 mortos e 15 feridos em bombardeamento russo em Avdiivka

Pelo menos 10 pessoas morreram e 15 ficaram feridas esta terça-feira no bombardeamento russo na cidade de Avdiivka, na região ucraniana de Donetsk, disse o governador regional,Pavlo Kyrylenko.

"Os russos sabiam exatamente para onde estavam a apontar", disse Kyrylenko.
16:36 | 03/05
Lusa

Putin pede ao Ocidente para deixar de dar armas a Kiev e diz estar disponível para diálogo

O Presidente russo, Vladimir Putin, disse esta terça-feira ao seu homólogo francês, Emmanuel Macron, que o Ocidente deve deixar de fornecer armas à Ucrânia e que Moscovo continua disponível para dialogar com Kiev.
16:22 | 03/05
Reuters

Chanceler alemão deixa aviso que Putin poderá invadir outros países

O Chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta terça-feira que ninguém poderia assumir que a Rússia não atacaria outros países dada a sua violação do direito internacional na Ucrânia e que a Alemanha apoiaria a Finlândia e a Suécia se estes países decidissem aderir à NATO.

"Ninguém pode assumir que o presidente e o governo russos não violarão o direito internacional noutras ocasiões", disse Scholz.

Numa entrevista à revista Stern, Scholz disse que a política do Presidente russo, Vladimir Putin, era imperialista e que considerava os países vizinhos como o seu quintal. "Ele quer expandir o seu território e empurrar as fronteiras através da violência", disse. 
16:15 | 03/05
Lusa

Índia pede cessar-fogo e defende diálogo para resolver o conflito

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, reiterou esta terça-feira, durante uma visita oficial à Dinamarca, o pedido de fim da violência e o compromisso com o diálogo para resolver a guerra na Ucrânia.

"Pedimos um cessar-fogo imediato e a adoção do diálogo e da diplomacia para acabar com o conflito", disse Modi.

16:08 | 03/05
Lusa

Putin proíbe operações com empresas e indivíduos alvo de sanções russas

O Presidente russo, Vladimir Putin, assinou um decreto, publicado esta terça-feira, que proíbe todo o tipo de operações com empresas e indivíduos sancionados pela Rússia, em resposta às "ações pouco amigáveis" de alguns países.
15:59 | 03/05

Bulgária e República Checa podem pedir isenção do embargo petrolífero da UE

A Bulgária e a República Checa podem solicitar uma isenção do embargo da UE ao petróleo russo, informou a agência russa RIA.

Segundo a agência, o projeto de proposta da UE sobre um embargo ao petróleo da Rússia prevê uma cessação gradual das importações dentro de 6 a 8 meses, enquanto a Hungria e a Eslováquia terão mais alguns meses. 
15:14 | 03/05

União Europeia revela este ano plano para substituir dois terços de gás russo

A Comissão Europeia irá apresentar um plano, ainda este mês, sobre como a União Europeia poderá substituir dois terços da sua utilização de gás russo até ao final de 2022, segundo o chefe da política energética Kadri Simson. 

Simson referiu no Parlamento Europeu que a União Europeia chegou a todos os principais fornecedores de gás para ajudar a substituir o gás russo com alternativas. 
14:56 | 03/05

Putin diz a Macron que Ocidente poderia ajudar a pôr fim aos "crimes de guerra"

Numa conversa telefónica entre o presidente russo e o presidente francês,  Putin disse a Macron que o Ocidente poderia ajudar a pôr fim aos "crimes de guerra e bombardeamentos nas cidades, levando a baixas civis". 

"O Ocidente poderia ajudar a pôr fim a estas atrocidades através da influência adequada sobre as autoridade de Kiev", complementa Putin, segundo a agência noticiosa RIA. 

A Rússia continua a negar os alegados crimes de guerra cometidos pelas forças russas na Ucrânia. 




14:37 | 03/05

"A Ucrânia ganhará, a Ucrânia será livre", diz Boris Johnson ao parlamento ucraniano

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, falou esta terça-feira ao parlamento ucraniano através de vídeo-chamada, anunciando que irá enviar mísseis anti-aéreos e sistemas anti-aéreos, segundo o The Kyiv Independent. 


14:31 | 03/05

ONU diz que 101 pessoas foram retiradas da fábrica de aço em Mariupol

Um funcionário humanitário das Nações Unidas disse esta terça-feira que 101 pessoas foram retiradas com sucesso da fábrica de aço Azovstal, em Mariupol. 

"Graças à operação, 101 mulher, homens e crianças podem deixar os bunkers abaixo de Azovstal e ver a luz do dia após dois meses", diz Osnat Lubrani, coordenador humanitário das Nações Unidas para a Ucrânia. 
14:26 | 03/05

Aurtoridades de Kiev constroem habitações para pessoas afetadas pela guerra

As autoridades da capital da ucraniana estão a construir habitações para as pessoas que foram afetadas pela invasão russa na Ucrânia, segundo a administração regional de Kiev. 
14:19 | 03/05

Conversações entre presidente francês e Putin duram duas horas

O presidente francês, Emmanuel Macron e Vladimir Putin estiveram em conversa esta terça-feira durante duas horas, de acordo com o Palácio do Eliseu. 

Os dois presidentes falaram através de chamada telefónia, sendo que já o tinham feito no dia 29 de março.


14:06 | 03/05

Civis retirados da fábrica de aço Azovstal chegam em segurança a Zaporíjia

Os civis que foram retirados da fábrica de aço Azovstal em MAriupol, chegaram em segurança a Zaporíjia , segundo o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários.

13:47 | 03/05

Papa Francisco está disposto a ir ao encontro de Putin, mas não viaja até Kiev

O Papa Francisco afirmou que está disposto a ir ao encontro do Presidente russo, Vladimir Putin, em Moscovo,  para ajudar a resolver o conflito na Ucrânia. Mas exclui a possibilidade de viajar para Kiev, na Ucrânia, uma vez que acredita que "não precisa de ir", escreve a agência russa RIA

Segundo o The Kyiv Independent, o Kremlin não respondeu à oferta do Vaticano.

O Papa Francisco disse que tentou compreender a motivação da Rússia em começar uma guerra na Ucrânia, acrescentando que as ações da NATO podem estar na origem da invasão.

13:38 | 03/05

Forças russas retomam ataques a Azovstal com "artilharia e aviões"

O Exército russo voltou a atacar o complexo siderúrgico Azovstal, em Mariupol, avança o The Kyiv Independent. A agência AFP afirma, também no Twitter, que militares usam "artilharia e aviões".

As tropas russas estão a tentar invadir a fábrica Azovstal, em Mariupol, após uma noite de intensos bombardeamentos que mataram dois civis, disseram os defensores ucranianos ao Ukrainska Pravda a 3 de Maio, pode ler-se na publicação do The Kyiv Independent.
11:56 | 03/05

Autarca de Mariupol diz que tropas russas estão a impedir 2 mil civis de chegarem a Zaporija

O autarca de Mariupol, Vadym Boychenko, declarou esta terça-feira que as tropas russas estão a impedir cerca de 2 000 civis, que saíram de Mariupol, de chegarem a Zaporijia.

"Esperávamos que hoje a retirada ocorresse perto de Berdyansk. Mas aa tropas russas estão a destruir os nossos planos e não permitem que os nossos cidadãos cheguem a Zaporijia", diz Boychenko.
11:06 | 03/05

Fundo de riqueza da Noruega incapaz de vender ações russas, segundo CEO

O fundo de riqueza da Noruega é atualmente incapaz de vender as suas ações russas, de acordo com o CEO Nicolai Tangen. 

O fundo possuía ações russas no valor de cerca de 27 mil milhões de euros. 
10:35 | 03/05

Macron planeia falar com Putin esta terça-feira por chamada

O presidente da França, Emmanuel Macron, vai falar esta terça-feira, com Vladmir Putin, através de uma chamada telefónica.

Os dois líderes já tinham conversado no dia 29 de março.
10:11 | 03/05

Organização Mundial de Saúde marca reunião regional sobre a guerra para 10 de maio

O porta-voz da Organização Mundial de Saúde diz que a reunião regional sobre o impacto da guerra na Ucrânia será dia 10 de maio, segundo a agência noticiosa Reuters. 
10:08 | 03/05

Kiev diz que travou operações terrestres russas no sul do país

As forças ucranianas conseguiram travar as operações militares terrestres da Rússia no sul da Ucrânia, eliminando 122 soldados russos, afirmou esta terça-feira o Comando Militar Sul ucraniano. 
10:01 | 03/05

Mais de 24 mil tropas russos terão perdido a vida na Ucrânia

As Forças Armadas da Ucrânia publicou, num relatório diário, as perdas russas desde o início da guerra, através da rede social Facebook. 

O relatório mostra que cerca de 24 mil tropas morreram durante o conflito. 
09:41 | 03/05

Eslováquia pede isenção de qualquer embargo da UE ao petróleo russo

A Eslováquia irá pedir uma isenção a qualquer decisão de embargar as importações de petróleo russo, se a União Europeia decida neste sentido no próximo pacote de sanções, segundo o ministro do país. 

"Se for aprovado um embargo ao petróleo russo como parte das sanções contra a Rússia, a Eslováquia vai pedir uma exceção", disse o ministério à agência noticiosa Reuters. 
09:23 | 03/05

Rússia diz ter atingido centro logístico em Odesa usado para entrega de armamento estrangeiro

A Rússia atingiu, com mísseis de alta precisão, um centro logístico localizado num aeródromo militar em Odesa, perto de Kiev, revelou esta terça-feira o Ministério da Defesa russo.

Armas e munições provenientes dos Estados Unidos e da Europa foram destruídas, já que o centro era utilizado para receber e distribuir armamento estrangeiro.


09:04 | 03/05

Cerca de 220 crianças morreram na invasão russa à Ucrânia e 406 ficaram feridas

Pelo menos a guerra na Ucrânia provocou a morte a mais de 220 crianças e 406 ficaram feridas, segundo a procuradoria-geral da república. 
08:55 | 03/05

Bombardemanto russo em Kharkiv faz um morto e três feridos nas últimas 24 horas

Um bombardeamento russo em Kharkiv provocou a morte de uma pessoas e três ficaram feridas nas últimas 24 horas, de acordo com o governador da região, Oleh Synehubov.

 
08:44 | 03/05

Hungria não irá apoiar sanções contra transporte de gás e petróleo russo

A Húngria não irá apoiar sanções contra o transporte de gás e petróleo russo, segundo o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Peter Szijjarto. 

Peter Szijjarto, refere ainda Cazaquistão na medida em que os carregamentos de petróleo russo através de Druzhba representam cerca de 65% do petróleo. 
08:37 | 03/05

Zelensky diz que retirada de civis de Mariupol vai continuar

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse hoje que a retirada de civis da cidade de Mariupol, no sul do país, vai continuar, esperando a eficácia dos corredores humanitários de Berdiansk, Tokmak e de Vasylivka.
08:25 | 03/05

Primeiro-ministro britânico fala hoje ao parlamento ucraniano

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson irá falar esta terça-feira ao parlamento ucraniano, através de um vídeo, onde se espera que fale sobre os detalhes de um novo pacote de ajuda à Ucrânia. 

Boris Johnson será o primeiro político estrangeiro a comunicar com os parlamentares ucranianos desde o início da invasão russa. 
08:02 | 03/05

Itália quer ser independente de gás russo até ao segundo semestre de 2024

A Itália pretende cortar a sua dependência de gás russo até à segunda metade de 2024 , segundo o ministro da transição ecológica italiano, Roberto Cingolani.

"Devemos ser autónomos até à segunda metade de 2024", diz Cingolani.
07:49 | 03/05

Mais de 200 civis ainda estão no interior da fábrica de aço Azovstal

Mais de 200 civis estão ainda no interior das instalações do complexo metalúrgico de Azovstal, segundo o autarca ucraniano de Mariupol. 

O presidente da Câmara acrescentou que cerca de 100 mil civis continuam na cidade ucraniana, mesmo após a invasão russa. 
07:34 | 03/05

Bombardeamento russo faz três mortos no leste da Ucrânia

Pelo menos três civis foram mortos num bombardeamento russo na cidade de Vuhledar, em Donetsk, segundo o presidente ucraniano. 

Algumas áreas de Donetsk estão sob constantes ataques. 
07:28 | 03/05

Papa diz que quer ir a Moscovo para encontro com Putin

O Papa Francisco pediu esta terça-feira uma reunião em Moscovo com o presidente russo Vladimir Putin, como forma de tentar parar a guerra, porém não recebeu resposta, segundo o jornal italiano Corriere Della Sera.
01:53 | 03/05
Lusa

Kremlin assume o controlo da Internet em Kherson

O Kremlin assumiu o controlo da Internet na cidade ucraniana de Kherson, 24 horas depois de ter ocorrido um apagão dos serviços 'online' naquele centro portuário, no Mar Negro, tomado pelos russos em março, disseram analistas em rede.

"Alguém deve ter ativado uma linha da Crimeia para Kherson", adiantou o diretor de análise de Internet da Kentik Inc., Doug Madory.

Doug Madory considerou a situação "estranhamente semelhante" à que aconteceu após a Rússia ter anexado a Crimeia em 2014.

23:12 | 02/05

Uma criança morta em ataque com mísseis em Odessa

As autoridades ucranianas divulgaram esta segunda-feira a morte de uma criança num ataque com mísseis que atingiu uma igreja e um prédo residencial em Odessa.

O secretário do Conselho de Segurança da Ucrânia, citado pela Sky News, explicou que há registo de mais mortos e feridos.

23:00 | 02/05
Lusa

Mario Draghi diz que entrevista de Lavrov a 'media' italiano foi "um comício"

O primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, criticou esta segunda-feira a primeira entrevista do ministro dos Negócios Estrangeiros russo a um 'media' europeu, desde o início da invasão da Ucrânia, acusando a televisão italiana de ter realizado "um comício".

"Falou-se numa entrevista, mas foi realmente um comício. Temos que nos questionar se é aceitável convidar uma pessoa que pede para ser entrevistada sem qualquer contradição. Isso não é muito profissional", apontou o chefe do governo italiano.

19:44 | 02/05
Reuters

Chanceler Alemão diz que sanções à Rússia só serão levantadas depois de assinado tratado de paz

As sanções impostas à Rússia, em resposta à sua invasão da Ucrânia, não serão levantadas enquanto Moscovo não chegar a um acordo de paz com a Ucrânia, disse o Chanceler alemão Olaf Scholz, acrescentando que competia à Ucrânia determinar os termos de paz.

Scholz, numa entrevista transmitida na segunda-feira na televisão pública ZDF, disse que o Presidente russo, Vladimir Putin, tinha calculado mal caso tivesse antecipado que poderia ganhar território à Ucrânia, declarar o fim das hostilidades, e ver os países ocidentais a abandonarem as sanções.
19:11 | 02/05

Ucrânia identifica o primeiro suspeito do massacre de Bucha

O The Kyiv Independent noticia que Sergey Kolotsey, comandante de uma unidade da Guarda Nacional Russa, alegadamente matou quatro homens desarmados, a 18 de março, e torturou um outro civil, a 29 de março, segundo a Procuradora-Geral Iryna Venediktova. 
19:07 | 02/05

Bruxelas diz que "qualquer país da UE" pode ter corte de gás russo e pede planos

A Comissão Europeia admitiu esta segunda-feira que "qualquer Estado-membro" da União Europeia (UE) pode seguir-se à Bulgária e à Polónia no corte de gás pela energética russa Gazprom, pedindo planos de contingência para eventual rutura total no fornecimento.
18:55 | 02/05

Ministro Adjungo da Defesa diz que Ucrânia recuperou controlo de Ruska Lozona, na região de Kharkiv

A Ministra Adjunta da Defesa disse que a Ucrânia recuperou o controlo de Ruska Lozova, na região de  Kharkiv , apesar de todas as perdas vividas.

Hanna Maliar relatou a 2 de Maio que as Forças Armadas ucranianas finalmente libertaram Ruska Lozova juntamente com várias outras aldeias de Kharkiv segundo o The Kyiv Independent.
18:37 | 02/05
Lusa

Rússia está a reparar ponte perto da Ucrânia danificada por ato de sabotagem

Equipas de trabalhadores começaram, esta segunda-feira, a reparar uma ponte no sudoeste da Rússia, perto da fronteira com a Ucrânia, que foi danificada no que as autoridades locais descreveram como um ato de sabotagem, noticiou a agência Associated Press.
18:03 | 02/05

Chanceler alemão diz que não aceita anexação da Ucrânia

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta segunda-feira que nunca aceitará a anexação da Ucrânia. 
18:01 | 02/05

MNE ucraniano, Alemanha e UE condenam 'antissemitismo' russo

O ministro dos Negócios Estrangeiros ucraniano, Dmytro Kuleba, o Governo alemão e a União Europeia condenaram esta segunda-feira as declarações do chefe da diplomacia russo comparando dirigentes ucranianos judeus a Hitler, que "também tinha origens judaicas".
17:36 | 02/05

Vários mortos e feridos em ataque russo com míssil em Odessa

A cidade de Odessa, no sul da Ucrânia, foi esta segunda-feira atingida por um ataque de mísseis russos, que causaram vários mortos e feridos, informou o governador local.
15:23 | 02/05
Lusa

Meio milhão de ucranianos levados à força para a Rússia, diz Zelensky

O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, disse esta segunda-feira que meio milhão de ucranianos foram "levados ilegalmente para a Rússia" e que, por isso, os civis que ainda estão na fábrica siderúrgica Azovstal estão com medo de sair.
14:45 | 02/05

Ucrânia diz que Rússia está a preparar-se para atacar a Moldávia

A Rússia irá tentar abrir uma nova frente contra a Ucrânia através da Moldávia, de acordo com fontes militares ucranianas, citadas no The Times.

Segundo as mesmas fontes, há um "número de indicadores" que levam a acreditar que irá acontecer um ataque bélico ao antigo Estado soviético, que tem apenas 3.250 soldados no seu exército. 

"Acreditamos que o Kremlin já tomou a decisão de atacar a Moldávia. Se os russos começarem a tomar controlo deste país, nós seremos, militarmente, um alvo mais fácil e a ameaça à Ucrânia será existencial", acrescentou a fonte.
14:39 | 02/05

Teatro Bolshoi cancela bailado dirigido por críticos à invasão russa

O Teatro Bolshoi, de Moscovo, cancelou um bailado e uma ópera, ambos dirigidos por críticos da invasão russa na Ucrânia. 

A instituição anunciou no Telegram que o bailado 'Nureyev' e a ópera-bufa 'Don Pasquale' seriam substituídos por 'Spartacus' e pelo 'Barbeiro de Sevilha', nas próximas seis apresentações. 

Em causa, os autores das peças abandonaram a Rússia depois da invasão russa na Ucrânia. 
14:27 | 02/05
Reuters

Ministro do Clima afirma que Alemanha está preparada para apoiar embargo de petróleo russo

A Alemanha, que começou por ser um dos países da UE a vetar o embargo do petróleo russo, está finalmente preparada para apoiar sanção.

Segundo o Ministro do Clima alemão, o país "tem vindo a preparar-se para banir a energia russa", mas acrescenta que "temos de ter cuidado e previnir uma crise económica".
14:15 | 02/05
Reuters

Polónia está preparada para acabar com fornecimento do petróleo da Rússia

A Polónia está pronta a ser totalmente independente do petróleo russo e está disposta a apoiar outros países a cortar os seus fornecimentos de combustíveis fósseis da Rússia, disse na segunda-feira a ministra do ambiente e do clima, Anna Moskwa.

"A Polónia orgulha-se de estar na lista de países hostis de Putin", disse aos jornalistas antes de uma reunião de ministros, em Bruxelas, para discutir a energia.

Moskwa disse também que os depósitos de gás da Polónia estariam cheios para o inverno.
14:05 | 02/05
Reuters

ONU confirma que número de civis mortos na Ucrânia já ultrapassa os três mil

O Gabinete dos Direitos Humanos da ONU (OHCHR) disse esta segunda-feira que o número de mortes de civis na Ucrânia, desde o início da invasão russa, já ultrapassou as três mil pessoas.

O número oficial são 3.153 mortos.

A maioria das vítimas foram mortas por armas explosivas com uma vasta área de impacto, tais como ataques de mísseis e ataques aéreos, disse o gabinete dos direitos, sem atribuir responsabilidades.
13:59 | 02/05

Bombardeamento russo destrói escola em Lugansk que sobreviveu a duas guerras mundiais

Um bombardeamento russo atacou nesta segunda-feira uma escola em Lugansk, esta que está construída há mais de 100 anos. 
13:54 | 02/05
Reuters

Segundo União Europeia nenhum país está a pagar gás russo em rublos

A Comissão Europeia não tem informação de que qualquer empresa europeia tenha pago o gás russo em rublos, depois de Moscovo ter exigido aos compradores estrangeiros para converterem pagamentos de euros ou dólares em rublos, disse na segunda-feira o chefe da política energética da União Europeia.

"A Comissão não tem informações de que algum país ou empresa privada esteja disposta a fazê-lo", disse o comissário europeu da energia Kadri Simson à chegada a uma reunião dos ministros da energia da União Europeia, em Bruxelas.
13:35 | 02/05

Embaixada dos EUA na Ucrânia espera regressar a Kiev até o final de maio

A embaixada norte-americana espera regressar a Kiev até ao final de maio, para reabrir as suas instalações, segundo a embaixada americana na Ucrânia. 

"Ouvimos os profissionais de segurança, e quando eles nos disserem que podemos regressar, então nós regressamos", diz Kristina Kvien. 
13:19 | 02/05
Reuters

Alemanha vai diminuir consumo de gás para preparar possível corte da Rússia

A Alemanha deverá limitar a utilização de gás, embora os fornecimentos russos tenham continuado até agora, para se preparar para a possibilidade de um futuro corte em retaliação às sanções ocidentais sobre a invasão da Ucrânia por Moscovo, disse na segunda-feira o instituto de investigação energética EWI.

"A procura de gás deve ser reduzida imediatamente durante os meses de verão", disse Eren Cam, chefe do Instituto de Recursos Energéticos de Colónia, recomendando medidas proativas