Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
7

Captadas imagens de bombas de fósforo a atingir fábrica metalúrgica Azovstal na Ucrânia

São proibidas ao abrigo das convenções internacionais e em todas as circunstâncias contra as populações civis.
Correio da Manhã 15 de Maio de 2022 às 18:12
A carregar o vídeo ...
Captadas imagens de bombas de fósforo a atingir a fábrica metalúrgica Azovstal, na Ucrânia
Foram registadas imagens de bombas de fósforo a atingir a fábrica metalúrgica Azovstal, em Mariupol, este domingo.

"Se as pessoas não souberem o que é e qual a finalidade podem até dizer que é bonito", salientou Alexander Khodakovsky, um comandante das forças ucranianas em Donetsk, que gravou o vídeo do momento.

As bombas de fósforo, que deixam marcas brancas no céu, são proibidas ao abrigo das convenções internacionais e em todas as circunstâncias contra as populações civis. No entanto, podem ser utilizadas nos campos de batalha para criar nuvens de fumo, gerar iluminação, marcar alvos ou incendiar bunkers e edifícios. 

As forças russas têm bombardeado Mariupol durante os últimos dois meses, mas alguns combatentes ucranianos permanecem escondidos na metalúrgica Azovstal.

A Rússia não comentou quais as armas específicas que utilizou para atacar a fábrica. O Ministério da Defesa russo não respondeu a um pedido escrito de comentários sobre o vídeo.

Os grupos de direitos humanos apelaram à proibição do uso de munições de fósforo devido às graves queimaduras que provocam.
Azovstal Mariupol distúrbios guerras e conflitos questões sociais armamento defesa
Ver comentários
}