Barra Medialivre

Correio da Manhã

Especiais
4
Siga o CM no WhatsApp e acompanhe as principais notícias da atualidade Seguir

Criança de dois anos sequestrada na Ucrânia adotada na Rússia por aliado de Vladimir Putin

Margarita faz parte das 20 mil crianças levadas pelas forças russas quando assumiram o controlo de Kherson no início de 2022.
Correio da Manhã 23 de Novembro de 2023 às 17:00
Margarita, Vladimir Putin, Sergey
Margarita, Vladimir Putin, Sergey FOTO: Twitter

Sergey Mironov, de 70 anos, líder de um partido político russo e aliado político de Vladimir Putin, adotou uma menina de dois anos sequestrada em 2022 na Ucrânia. A bebé foi levada por uma mulher, com quem Sergey Mironov é casado, avança a BBC

A criança, originalmente chamada Margarita, faz parte de uma das 48 pessoas que desapareceram do Lar Regional para Crianças de Kherson e das 20 mil crianças levadas pelas forças russas quando assumiram o controlo da cidade ucraniana, no início de 2022.

Segundo a BBC, os registros mostram que a identidade da criança foi alterada na Rússia. Mironov recusa-se a responder às alegações decorrentes da investigação, contudo, criticou numa das suas redes sociais os ataques de informações falsas de que a família e o próprio eram alvo.  

O Tribunal Penal Internacional (TPI) emitiu alguns mandados de prisão contra o Presidente Vladimir Putin pela alegada deportação ilegal de crianças ucranianas para território controlado pela Rússia, com a intenção de as remover do país, no início de 2023. Em defesa, o governo russo afirma que não deporta crianças ucranianas, mas evacua-as para lhes dar proteção contra a guerra.
Conflito guerra e paz Guerra Política Prisão Vladimir Putin Rússia Sergey Mironov BBC Kherson Ucrânia
Ver comentários
C-Studio