Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
4

Guarda-costas de Putin recolhem fezes do presidente durante viagens ao estrangeiro

Objetivo é impedir que sejam usadas para obter informações sobre o estado de saúde do presidente russo.
Correio da Manhã 12 de Junho de 2022 às 21:15
Os guarda-costas de Vladimir Putin recolhem as fezes do Presidente russo em viagens ao estrangeiro e trazem-nas de volta para a Rússia.

De acordo um relatório citado pela revista francesa Paris Match, os guarda-costas levam os dejetos de volta para a Rússia para impedir que alguém os roube e use para obter informações relativas à sua saúde.

"Um segurança teve de colocar os dejetos de Putin nos sacos previstos para o efeito para não deixar qualquer vestígio e trazer tudo de volta para o país numa mala especial", disse a reportagem.

Nos últimos tempos, têm circulado rumores de que a saúde de Putin se encontra debilitada e que o presidente russo sofre de cancro. Lavrov negou a doença e reforçou mesmo que a forma como o líder se apresenta não denuncia qualquer tipo de doença. "Podem vê-lo nos ecrãs, ler e ouvir os discursos". O ministro repreende ainda quem faz estas afirmações. "Deixo isso à consciência daqueles que espalham tais rumores", diz Lavrov.

De acordo com a BBC News, as fontes da inteligência britânica tinham sido citadas pelos meios de comunicação e afirmavam que Putin estava a enfrentar problemas de saúde, muito possivelmente cancro. No entanto, boatos deste género sobre a vida pessoal do político russo não são algo novo e têm circulado múltiplas vezes ao longo dos anos.
Vladimir Putin Presidente Rússia saúde governo (sistema) chefes de estado
Ver comentários