Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
5

Macron e Scholz pedem a Putin libertação de 2 500 militares ucranianos de Azovstal

Conversa aconteceu via telefónica entre os três líderes.
Lusa 28 de Maio de 2022 às 15:36
Azovstal
Azovstal FOTO: Reuters
O presidente francês, Emmanuel Macron, e o chanceler alemão, Olaf Scholz, pediram este sábado ao presidente russo Vladimir Putin para libertar 2 500 combatentes ucranianos que estavam na fábrica de aço Azovstal, em Mariupol, e foram feitos prisioneiros pelos russos.

"O presidente da República e o chanceler alemão pediram a libertação de cerca de 2 500 defensores de Azovstal feitos prisioneiros de guerra pelas forças russas", divulgou a Presidência francesa, após uma conversa telefónica entre os três líderes.

Emmanuel Macron Olaf Scholz Azovstal Mariupol
Ver comentários
}