Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
6

Putin anexa formalmente mais de 15% de território da Ucrânia

Esta é a maior expansão do território russo em pelo menos meio século.
Reuters 5 de Outubro de 2022 às 08:43
Vladimir Putin
Vladimir Putin
O presidente russo, Vladimir Putin, completou a anexação formal de mais de 15% de território da Ucrânia esta quarta-feira, numa altura em que as forças russas lutam para travar uma contraofensiva ucraniana no leste.

Com a promulgação dos tratados de anexação das quatro regiões ucranianas esta é a maior expansão do território russo em pelo menos meio século e Putin assinou leis que admitem a República Popular de Donetsk, a República Popular de Lugansk, a região de Kherson e a região de Zaporizhzhia como parte da Rússia.

"O presidente Vladimir Putin assinou quatro leis constitucionais federais sobre a entrada das repúblicas populares de Donetsk e Lugansk, Zaporijia e Kherson na Federação Russa", disse esta quarta-feira a Assembleia Federal da Rússia.

A Rússia declarou as anexações após a realização de referendos, nas áreas ocupadas da Ucrânia. Os governos ocidentais e Kiev disseram que os votos violaram o direito internacional e foram opressivos e não representativos.

As áreas que estão a ser anexadas não estão totalmente sob controlo das forças russas, mas o governo da Rússia refere que tomou o controlo de mais de 18% do território ucraniano, embora as fronteiras exatas ainda estejam por esclarecer.

Os mapas do Ministério da Defesa russo, apresentados esta terça-feira, mostraram retiradas rápidas das forças de invasão russas de áreas no leste e sul da Ucrânia, onde têm estado sobre forte pressão de uma contraofensiva ucraniana.
Kherson Vladimir Putin Rússia República Popular de Donetsk Ucrânia política diplomacia
Ver comentários