Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Rússia suspende fornecimento de gás a Itália previsto para hoje

Empresa Gazprom alega impossibilidade de transporte através da Áustria.
Lusa 1 de Outubro de 2022 às 13:51
Gazprom
Gazprom FOTO: Getty Images
A empresa russa Gazprom suspendeu as suas entregas de gás à Eni previstas para hoje, alegando a impossibilidade de o transportar através da Áustria, anunciou a empresa italiana.

"A Gazprom informou-nos que não pode confirmar a entrega dos volumes solicitados para hoje, citando a impossibilidade de transportar o gás através da Áustria", disse a Eni num comunicado.

Em consequência, "os fluxos de gás russo para a Eni através do ponto de entrada de Tarvisio serão zero" durante o dia de hoje, acrescentou a gigante italiana, citada pela agência francesa AFP.

A maior parte do gás russo entregue em Itália passa pela Ucrânia através do gasoduto TAG que chega a Tarvisio, no norte do país, na fronteira com a Áustria.

Segundo um porta-voz da Eni citado pela agência noticiosa italiana AGI, a Gazprom afirma não ser capaz de cumprir as regras necessárias para obter o serviço de distribuição do gás na Áustria.

"Estamos a trabalhar para verificar com a Gazprom se é possível reativar os fluxos para Itália", disse o porta-voz.

As exportações de gás russo para a Europa têm vindo a decrescer constantemente desde o início das sanções impostas à Rússia por ter invadido a Ucrânia, em 24 de fevereiro deste ano.

Na sequência da invasão russa da Ucrânia, a Eni anunciou, no início de março, que iria vender a sua participação de 50% no gasoduto Blue Stream, que controla igualmente com a gigante russa Gazprom.

Ucrânia Itália Rússia Gazprom Eni Áustria Tarvisio economia negócios e finanças energia
Ver comentários