Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
5

Turistas russos na Finlândia recebidos com hino da Ucrânia

País partilha uma fronteira de 1300 quilómetros com a Rússia.
Correio da Manhã 15 de Agosto de 2022 às 10:20
Fronteira entre Lappeenranta, na Finlândia, e a Rússia
Fronteira entre Lappeenranta, na Finlândia, e a Rússia FOTO: Lehtikuva/via REUTERS
Os rápidos de Imatrankoski, na Finlândia, são um dos maiores atrativos da região e atraem milhares de pessoas.

A abertura da barragem quase centenária do rio é uma atração popular que junta várias pessoas, incluindo turistas russos. Ao som da música do compositor finlandês Jean Sibelius, as comportas abrem-se e a água corre por baixo da ponte.

Mas desde o final de julho que a banda sonora tem sido outra. O espetáculo começa com o hino nacional ucraniano, uma forma de protesto contra a invasão russa.

Recorde-se que o país partilha uma fronteira de 1300 quilómetros com a Rússia.

"Isto é mau para os russos que amam a Finlândia", diz Mark Kosykh, um turista russo de 44 anos, que veio ver os rápidos com a família.

À AFP, Mark Kosykh, um turista russo de 44 anos, revelou que tal acontecimento é "mau para os russos que amam a Finlândia", salientando que há muitas pessoas que não gostam da guerra.

Também na cidade vizinha de Lappeenranta, muito frequentada por russos, o hino nacional ucraniano é tocado todas as noites. "O objetivo é expressar um forte apoio à Ucrânia e condenar a guerra de agressão", disse à AFP Kimmo Jarva, presidente da autarquia.

O país prepara-se para limitar os vistos de turista emitidos a cidadãos russos.

Ver comentários