Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
1

Ucrânia acusa Rússia da deportação de mais de um milhão de pessoas

"As declarações da Rússia sobre a suposta transferência voluntária de ucranianos não são verdadeiras", diz comissária dos Direitos Humanos.
Lusa 21 de Maio de 2022 às 14:13
Guerra na Ucrânia
Guerra na Ucrânia FOTO: Reuters
A comissária dos Direitos Humanos, Lyudmila Denisova, denunciou este sábado a deportação forçada e planeada de cidadãos ucranianos pela Rússia, que totaliza 1.377.925 pessoas, incluindo 232.480 crianças.

Num comunicado através da rede Telegram, recolhido pela agência Unian, e citado pela agência Efe, Denisova precisa que "até à manhã do dia 21 de maio, a Rússia tinha deportado 1.377.925 pessoas, entre elas 232.480 crianças" e que, no último dia, tinham sido deportados 17.306 cidadãos, entre eles 2.213 menores.

"As declarações da Rússia sobre a suposta transferência voluntária de ucranianos não são verdadeiras. Temos provas irrefutáveis de deportação forçada e pré-planeada", realçou.

Ucrânia Lyudmila Denisova Direitos Humanos Rússia crime lei e justiça
Ver comentários
}