Barra Cofina

Correio da Manhã

Especiais
7

Cada minuto de tempo de antena televisivo custa 2.465 euros ao Estado

2,3 milhões de euros que serão gastos nesta publicidade eleitoral.
Lusa 21 de Janeiro de 2022 às 09:13
Os nove líderes partidários juntaram-se no último debate televisivo, que ficou marcado pela questão dos acordos pós-eleições Legislativas de dia 30
Os nove líderes partidários juntaram-se no último debate televisivo, que ficou marcado pela questão dos acordos pós-eleições Legislativas de dia 30 FOTO: RTP
O Estado vai pagar 2.465 euros por cada minuto de tempo de antena transmitido nas televisões (RTP, SIC e TVI), num total de 2,3 milhões de euros que serão gastos nesta publicidade eleitoral, que envolve também as rádios.

No âmbito da campanha para a eleição da Assembleia da República do próximo dia 30 de janeiro, foram admitidas 23 candidaturas com direito de antena, segundo a Comissão Nacional de Eleições (CNE).

As candidaturas aceites foram a Aliança, Alternativa Democrática Nacional (ADN), Bloco de Esquerda (BE), CDS-PP, Chega, Ergue-te, Iniciativa Liberal (IL), Juntos Pelo Povo (JPP), Livre, Movimento Alternativa Socialista (MAS), Partido da Terra (MPT), Nós, Cidadãos!, Pessoas - Animais - Natureza (PAN), CDU (PCP/PEV), PCTP/MRPP, Partido Social Democrata (PPD/PSD), Madeira Primeiro (PPD/PSD.CDS-PP), AD/Aliança Democrática (PPD/PSD.CDS-PP.PPM), Partido Popular Monárquico (PPM), Partido Socialista (PS), Partido Trabalhista Português (PTP), Reagir Incluir Reciclar (RIR) e Volt Portugal.

Ver comentários