Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM

A mania das grandezas

Desta vez, o Governo ainda descobriu uma solução para que o défice não subisse a fasquia dos 3% imposto por Bruxelas, mas no futuro, quando o Estado nada tiver para vender, as coisas vão ficar complicadas. A situação de penúria do Estado deve-se ao facto de alguns governantes, com a mania das grandezas, esbanjarem rios de dinheiro na construção de estádios de futebol, na renovação de 4 em 4 anos da frota de automóveis de luxo e no envio da GNR para o Iraque.
13 de Janeiro de 2005 às 00:00
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)