Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
8

A morte da língua portuguesa

Em Osnabrük, cidade da Alemanha, há 60 crianças ainda sem aulas. Ao longo dos tempos, com a falta de dinheiro e, especialmente, de vontade de estudar, os problemas que se põem ao ensino do Português no estrangeiro vão matando essa mesma língua.
14 de Dezembro de 2006 às 00:00
Para mim, que vou anotando o que se faz na Europa e nos PALOP, fico a procurar nos dicionários uma palavra mais doce do que ‘genocídio’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)