Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
6

Andamos à deriva em mar encapelado

A nau portuguesa está crivada de rombos, voga por ai à deriva sobre um mar de saliva altamente encapelado e em marés de saliva submerge.
26 de Setembro de 2005 às 00:00
Temos o dever como verdadeiros portugueses de atalhar este rumo, fornecendo o norte magnético à navegação tão desgarrada.
Ainda há pouco, nós portugueses éramos um império dilatado a todo o mundo e hoje não somos senão uma courela exiguamente pequena na Península Ibérica, num estreito retalho da Europa. Encolhemos...
Ver comentários