Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
7

Atravessar a linha na estação do Cacém é correr perigo de morte

Quem se atrever a utilizar a área de atravessamento na estação de comboios do Cacém corre perigo de morte.
16 de Abril de 2008 às 00:30
Atravessar a linha na estação do Cacém é correr perigo de morte
Atravessar a linha na estação do Cacém é correr perigo de morte

É o que está explicitado no aviso “Atenção – Perigo de Morte – Passagem de Comboios”, com que os utentes são confrontados, apesar de não haver alternativa, pois é o único sítio para atravessar. É a mesma coisa do que alguém escrever na porta da nossa casa: “Perigo de morte, não entre”. Ficamos na rua?

Rui Filipe, Cacém

RESPOSTA

Com a empreitada de quadruplicação da via férrea entre Monte Abraão e Cacém e a remodelação das estações de Barcarena e Cacém terminarão os atravessamentos pedonais na Linha de Sintra. Com o início das obras, no final deste ano, e de forma a acabar com aqueles atravessamentos, serão realizados alguns trabalhos, dos quais se destacam, na estação de Agualva-Cacém, a criação de uma estação provisória a jusante da actual, dotada de atravessamentos pedonais desnivelados. Com esta estação provisória e respectiva Passagem Superior Pedonal, deixa de existir o atravessamento de nível na estação de Agualva-Cacém e conclui-se o processo de supressão de atravessamentos/passagens de nível na Linha de Sintra, uma vez que já não existe passagens de nível rodoviárias.

Gabinete de Comunicação e Imagem da Refer

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)