Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
1

CATAMARÃS SEM CLIMATIZAÇÃO TORNAM TRAVESSIA SUFOCANTE

Há algum tempo que a SOFLUSA prometia uma travessia rápida e confortável para o Barreiro, com a entrada ao serviço de sete catamarãs. A travessia pode até ser mais rápida, mas confortável nem por isso.
2 de Agosto de 2004 às 00:00
CATAMARÃS SEM CLIMATIZAÇÃO TORNAM TRAVESSIA SUFOCANTE
CATAMARÃS SEM CLIMATIZAÇÃO TORNAM TRAVESSIA SUFOCANTE
Os catamarãs são praticamente fechados. Embora tenham umas “portinholas” a fazer de janelas, que estão sempre abertas, não são o suficiente para arejar o interior do barco.
As temperaturas que se fazem sentir dentro do barco são sufocantes, parece que o sistema de climatização está avariado ou então nunca é ligado. Não é nada confortável fazer a travessia de catamarã Lisboa-Barreiro, com o calor que está. Se a situação é esta no Verão, como será quando chegar o Inverno?
Francisco Baleizão, Professor, 50 anos, Barreiro
A SOFLUSA já tomou conhecimento da situação e vai procurar solucioná-la. Os catamarãs não foram comprados com aparelhos de ar condicionado. Aquando da sua compra pensou-se que a instalação de um sistema de extracção de ar seria suficiente para manter a climatização no interior dos catamarãs, mais tarde verificámos que não era assim.
A SOFLUSA vai proceder, ainda este ano, à instalação de um sistema de ventilação e de extracção de ar nos sete catamarãs.
Teresa Gato, Directora Comercial da SOFLUSA
Ver comentários