Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
5

Ceras protesta contra abate de eucalipto centenário

O centenário eucalipto de Ceras, em Tomar, foi selvaticamente abatido, ou seja, cortado pelo pé, quando a limpeza já feita era suficiente para manter a árvore em pé e em segurança.
13 de Dezembro de 2006 às 00:00
Era a maior árvore desta espécie na região e um ‘ex libris’ que agora só poderemos recordar através de fotografias. Já agora, espera-se que o velho choupo no cruzamento da Rua do Castelo dos Templários seja cortado, pois esse é que está velho e podre.
António Freitas, Tomar
RESPOSTA
Durante os trabalhos de poda do eucalipto constatou-se que existiam troncos e ramos que exteriormente aparentavam bom estado, mas apresentavam o interior degradado e podre. Verificou-se que esta situação era extensível a toda a árvore, tendo-se optado pelo seu corte, por razões de segurança, dada a proximidade da EN110 e o risco de queda sobre veículos que nela circulam. O choupo no cruzamento da Rua do Castelo dos Templários já foi cortado. Serão realizados cortes de outras árvores ao longo da EN110, nas quais, por razões de segurança, se verifique o risco de queda para a estrada ou sobre edifícios contíguos à estrada, em consequência do seu estado de conservação, inclinação ou proximidade da via pública.
Gabinete de Comunicação e Imagem da Estradas de Portugal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)