Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
7

De olhos fechados

Pode parecer coisa de somenos importância chamar a atenção para um painel vandalizado numa rua de Lisboa. À primeira vista, não é daqueles assuntos que mobilize os cidadãos. Não está em causa um problema que afecta milhares de pessoas, nem a destruição de património e muito menos um qualquer projecto polémico que vai desfigurar o local. Pode parecer coisa pouca, é verdade; mas são estas pequenas coisas que revelam o desleixo que impera na cidade.
20 de Julho de 2008 às 00:30
De olhos fechados
De olhos fechados

Em causa, um painel em Santa Luzia, instalado no final do mandato de Jorge Sampaio, que anunciava um slogan do género "Reabilitação dos Bairros Históricos". Já lá vão mais de dez anos e vários executivos. O painel lá continua, vandalizado até à exaustão e a balançar ao vento, quase a cair. O slogan, esse, continua por cumprir. "É um presente armadilhado à medida de uma criança ou um turista mais distraído", alertou o nosso leitor Fernando Jorge.

A culpa não pode ser imputada aos vereadores responsáveis pelo espaço urbano e muito menos aos presidentes da autarquia. Mas será que nunca nenhum funcionário – desde os da limpeza aos fiscais, passando até pela polícia – passou pelo local? Esta situação é reveladora do (não) funcionamento dos serviços camarários, pois mesmo após sucessivos alertas nada foi feito.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)