Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
2

Falta de cartão de utente obriga a pagar 106 euros

Um vizinho meu, de nacionalidade romena, recorreu às Urgências do Hospital de S. Bernardo, em Setúbal, por causa de uma infecção no pé. Pagou 7 euros na Urgência, mas o pior estava para vir.
21 de Agosto de 2007 às 00:00
Falta de cartão de utente obriga a pagar 106 euros
Falta de cartão de utente obriga a pagar 106 euros
Para sua surpresa, recebeu uma carta onde lhe exigiam a quantia de 106 euros! Isto porque não tinha cartão de utente. Mas ele nunca foi informado de que tinha de pagar essa quantia! Se é da lei, não contesto, mas ao menos que avisem. De qualquer forma, 106 euros é uma exorbitância. Fica mais barato ir a um médico privado.
António Mário, Palmela
RESPOSTA
O valor de um episódio de Urgência, no caso do Centro Hospitalar de Setúbal, e por se tratar de um Hospital Distrital, é de 106 €. Este valor está regulamentado na Portaria n.º 567/2007, de 12 de Junho, e contempla todos os procedimentos e meios auxiliares de diagnóstico e terapêutica realizados durante o episódio de Urgência. No caso de assistência médica a um cidadão estrangeiro é exigida a apresentação do Cartão Europeu de Seguro de Doença ou Certificado Provisório em substituição daquele cartão, com excepção dos naturais de Reino Unido, Noruega, Dinamarca e Suíça, dados os acordos específicos existentes. Na falta do Cartão ou Certificado, os cuidados são cobrados ao utente, devendo ser-lhe dada quitação e, em simultâneo, a informação de que poderá pedir o reembolso da importância à Instituição de Segurança Social a que pertence.
Gabinete de Comunicação do Centro Hospitalar de Setúbal, EPE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)