Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM

Função didáctica dos comentadores

Um comentador televisivo, referindo-se à indignação nacional provocada pelas remunerações, reformas, subvenções, etc. milionárias atribuídas a algumas entidades do Estado, classificou-a como uma atitude de inveja.
25 de Julho de 2005 às 00:00
Qualquer comentador, ainda que não concorde com determinados sentimentos colectivos, não pode subverter a função didáctica que deve exercer perante a sociedade. Ocultar a má distribuição do rendimento é atitude inqualificável.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)