Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
2

Ignorância da impetuosidade

As atrocidades calaram injustamente a voz do ditador Augusto Pinochet. A justiça ficou condicionada nas memórias dos que a história torturou, esfacelou.
14 de Dezembro de 2006 às 00:00
As cicatrizes sangram continuamente nos corpos que sucumbiram precocemente, em defesa dos condenados às correntes da injustiça, da tirania que comandava os ideais da impugnação política.
No dia internacional dos direitos do homem, fechou-se um ciclo para mais um ‘parasita’ da história mundial.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)