Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
9

Moradores na Amadora reclamam novo cemitério no concelho

A minha mãe faleceu em 1998 e foi sepultada no cemitério da Amadora. Passados cinco anos, informaram-nos que os restos mortais iriam ser exumados no dia 1 de Maio de 2003.
12 de Julho de 2005 às 00:00
A família compareceu, mas porque o corpo estava intacto não se consumou a exumação. Dois anos depois voltamos a ser convocados e a cena repetiu-se. Entretanto, o meu pai faleceu em 2001 e já nos comunicaram que vão proceder à exumação, sem sequer terem passado cinco anos. O concelho da Amadora tem mais de 150 mil habitantes e existe apenas um cemitério que já está para além dos limites. Para quando outro cemitério?
RESPOSTA
Está a decorrer o concurso para a ampliação do cemitério (de quatro para sete três hectares) e a adjudicação deve processar-se até ao final do mês. O processo seguirá então para o Tribunal de Contas (TC). Espero que o TC seja sensível a esta matéria e que o visto seja concedido em 30 dias por forma a que as obras da 1.ª fase arranquem em Setembro. O alargamento foi devidamente estudado (a opção do anterior executivo não foi a melhor), de modo a evitar situações como as descritas pela munícipe. O cemitério vai ter nichos aeróbios à superfície e subterrâneos, ossários e columbários. As obras da 1.ª fase devem estar concluídas até final do ano, o que vai permitir garantir os enterramentos de 2006
José Evangelista - Vereador da Câmara Municipal da Amadora
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)