Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
7

Munícipes do Seixal contestam taxa de recolha do lixo

Li no Correio da Manhã a reclamação de um morador da Quinta do Conde sobre a taxa de recolha de lixo, introduzida no recibo da água. Pois é. Eu sou moradora do concelho do Seixal e a nossa Câmara introduziu essa mesma taxa, já há um ano.
16 de Dezembro de 2004 às 00:00
Munícipes do Seixal contestam taxa de recolha do lixo
Munícipes do Seixal contestam taxa de recolha do lixo FOTO: Bruno Raposo
Nós pagamos 25% sobre o consumo de água (taxa variável) e 0,75 euros por mês de taxa fixa. Na minha casa somos quatro pessoas e gasto mais água do que produzo lixo, assim como uma grande parte da população. Eu separo o lixo para os ecopontos e apenas deposito um saco uma vez por semana no contentor. Esta taxa não é justa, nem eficaz.
Virgínia Rosa, Seixal
RESPOSTA
Todas as Câmaras Municipais têm uma taxa de recolha de resíduos sólidos indexada à conta da água. Não existe qualquer tipo de irregularidade, já que ficou provado que esta era a melhor forma de calcular a quantidade de lixo produzido e estipular o valor a pagar.
No entanto, os munícipes que consomem até 5m3 de água não pagam taxa de resíduos sólidos. A Câmara do Seixal foi uma das últimas autarquias a utilizar este método e é uma das que apresenta os valores mais baixos.
Ângelo Gaspar, Vereador do Pelouro dos Recursos Humanos C. M. Seixal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)