Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
2

Obras mal feitas

Algumas obras que por cá se fazem são dignas de figurar no livro Guinness dos Recordes. Teriam, por certo, lugar garantido (e cimeiro) no capítulo da incompetência.
29 de Junho de 2008 às 00:30
Obras mal feitas
Obras mal feitas

Quem quiser abrir a boca de espanto com uma obra que mais parece um monumento à incompetência deve deslocar-se a Esgueira, onde existe um viaduto que tem uma inclinação tal que se torna impossível a circulação. É obra!

À boa maneira portuguesa, tudo se resolve. E nada melhor do que um protocolo! Diz a Câmara de Aveiro que a passagem superior está envolvida nas negociações que decorrem entre a autarquia e a REFER para resolver os inúmeros protocolos no âmbito da construção da nova estação. Nunca se diz, e é isso que interessa, quem é o responsável pelo erro e quando é que vai ser corrigido.

Outro caso de bradar aos céus acontece em Almada, onde um dos ramos de acesso à Sobreda está encerrado devido a deficiências de projecto e de construção que põem em causa a segurança.A via em questão foi executada no âmbito dos acessos ao Almada Fórum pela empresa promotora do empreendimento, explica a Estradas de Portugal. Mas isto de pouco nos serve, pois o mal já está feito. Estranha-se é que ninguém tenha dado por nada quando os projectos foram apreciados. E que a fiscalização nada tenha detectado quando a obra avançou...

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)