Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
2

POBREZA EM PORTUGAL

Após dois anos a apertar o cinto, a economia portuguesa não mexeu um milímetro no seu caminho na estrada da abastança para todos.
6 de Novembro de 2004 às 00:00
As classes altas continuam a ter bons rendimentos e os satélites que gravitam à sua volta fazem fortuna, mostrando a robustez do liberalismo económico. Culpa-se o darwinismo social pelo facto dos mais fracos não se sentarem à mesa farta das economias mais ou menos ricas. A verdade é que um quinto dos portugueses vive à beira da pobreza.
Ver comentários