Barra Cofina

Correio da Manhã

Eu Repórter CM
1

UMA DECISÃO E DUAS CONCLUSÕES

Felicito o Presidente da República pela sua coerência e sentido de responsabilidade na decisão que tomou em não dissolver o Parlamento.
19 de Julho de 2004 às 00:00
Esta tomada de decisão, por incrível que pareça, teve dois sentidos opostos: O lado positivo, para bem de Portugal e dos portugueses; e provou a forma gananciosa como certos políticos lutam pelo poder, sem olhar a meios, uns demitem-se e outros, com nítida falta de civismo, ofendem o Presidente da República.
Ver comentários