Erupção do vulcão dos Capelinhos foi há 60 anos

Jornal O Telégrafo trazia à primeira página as "horas de ansiedade" passadas na ilha do Faial.
Por Lusa|26.09.17
Um dia depois de começar a erupção do vulcão dos Capelinhos, no Faial, Açores, o jornal O Telégrafo trazia à primeira página as "horas de ansiedade", porque "no mar, a 100 metros dos Capelinhos", tinha rebentado um "vulcão submarino".

"Como noticiámos, desde há dois dias, quase ininterruptamente, nas freguesias do Capelo e Praia do Norte, a terra tem tremido, pondo em sobressalto as respetivas populações que, assustadas, abandonaram as suas casas, percorrendo as ruas com o emblema do Divino Espírito Santo a implorar a Misericórdia Divina", relatou o jornal na edição de 28 de setembro de 1957.

O jornal, com sede na Horta, Faial, contava que no dia anterior, pelas 06:45, "essa ansiedade aumentou, ao ser avistado a 100 metros a nordeste dos ilhéus dos Capelinhos o mar em ebulição expelindo escórias que eram projetadas a alguns metros de altura".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!