Barra Cofina

Correio da Manhã

Mais Sobre
Saber mais sobre Vilar Do Andorinho
18:56 | 08/10

Gaia reduz freguesias de 24 para 16

O presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, e o líder socialista, Eduardo Vítor, apresentaram esta segunda-feira a proposta conjunta de reforma administrativa que prevê uma redução de 24 para 16 freguesias, oito das quais sem agregação.
01:00 | 30/03
Polícia lidera gang violento

Polícia lidera gang violento

Assaltaram, pela primeira vez, três pescadores na véspera de Natal, no Areínho, Vila Nova de Gaia, depois de se apresentarem como polícias. O grupo de ladrões, liderado por Edgar Sousa, agente da esquadra de Valadares, de 32 anos, usava a farda e a arma da polícia para concretizar os assaltos. O agente, três homens e uma mulher – estes de nacionalidade brasileira – atacaram pessoas, estabelecimentos e gasolineiras. Foram detidos pela PJ do Porto e são hoje presentes a tribunal.
00:30 | 30/05

Espera por casa há nove anos

Maria Inês Martins, de 57 anos, espera há mais de nove anos por uma casa. Desde 2002, fez inúmeros pedidos à Gaia Social, mas não obteve nenhum resultado. A mulher, que sobrevive apenas com 170 euros, do rendimento mínimo, vive há 42 anos com o filho mais velho numa pequena casa situada numa ilha, em Vilar do Andorinho, Gaia, que não tem sequer casa de banho.<br/><br/>
00:30 | 06/11
Salta pela janela para não morrer

Salta pela janela para não morrer

"Quando acordei, só havia chamas à minha volta e já tinha dificuldade em respirar por causa do fumo. Consegui levantar-me e saltar do primeiro andar para me salvar. Perdi tudo o que era meu e o que não era. Apenas fiquei com a roupa que vestia." As palavras de mágoa são de Jorge Fernandes, de 39 anos, que viu a casa onde vivia há mais de 20 anos, em Vilar do Andorinho, Vila Nova de Gaia, ser destruída pelas chamas, ontem de madrugada.
15:59 | 05/11

Gaia: Um ferido ligeiro em incêndio urbano

Uma pessoa ficou ligeiramente ferida na sequência de um incêndio que deflagrou esta sexta-feira de madrugada numa habitação em Vilar de Andorinho, em Gaia, disse fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) do Porto.
00:30 | 24/06
Ataque cardíaco matou menino

Ataque cardíaco matou menino

Oito meses depois de Anabela Fernandes ter atirado o filho André, de seis anos, ao rio Douro, em Gaia, por achar que aquele tinha uma doença incurável, a Polícia Judiciária do Porto já terminou a investigação. Tudo indica que a mãe venha a ser acusada de um crime de exposição ao perigo, incorrendo, assim, numa pena que pode ir até aos dez anos de prisão.
Ver + notícias
Mais notícias