Barra Cofina

Correio da Manhã

Multimédia
1
Bombeiros. Muitos pernoitam nos quartéis de bombeiros [na foto, Voluntários de Castro Daire]
Fé. A credibilidade eclesial das aparições foi declarada pelo Bispo de Leiria, em Carta Pastoral de 13 de Outubro de 1930. Escreveu: “Havemos por bem declarar, como dignas de crédito, as visões das crianças na Cova da Iria.” Desde então, o culto espalhou-se pelo mundo inteiro
Fátima. Milhares de peregrinos caminham para o santuário (Na foto, em Vila Nova da Rainha, Azambuja). Três crianças viram Nossa Senhora entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917, o que deu origem ao santuário
Símbolos. Os peregrinos carregam cruzes com a imagem de Maria e flores [Na foto, no Bombarral]
Devoção. Durante a longa jornada, que obriga a descansar, os peregrinos rezam e cantam
Assistência. Cruz Vermelha, Protecção Civil, Bombeiros, INEM, Escuteiros e outros prestam assistência aos peregrinos. As maleitas são quase todas resultantes da caminhada a pé
Assistência. Cruz Vermelha, Protecção Civil, Bombeiros, INEM, Escuteiros e outros prestam assistência aos peregrinos. As maleitas são quase todas resultantes da caminhada a pé
Fátima. Milhares de peregrinos caminham para o santuário (na foto em Almargem, Viseu). Três crianças viram Nossa Senhora entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917, o que deu origem ao santuário
Devoção. Durante a longa jornada, que obriga a descansar, os peregrinos rezam e cantam
Caminhada. Um grupo de meia centena de pessoas caminha na zona do Bombarral. Hoje são esperados em Fátima 35 mil peregrinos a pé
Bombeiros. Muitos pernoitam nos quartéis de bombeiros [na foto, Voluntários de Castro Daire]
Fé. A credibilidade eclesial das aparições foi declarada pelo Bispo de Leiria, em Carta Pastoral de 13 de Outubro de 1930. Escreveu: “Havemos por bem declarar, como dignas de crédito, as visões das crianças na Cova da Iria.” Desde então, o culto espalhou-se pelo mundo inteiro
Fátima. Milhares de peregrinos caminham para o santuário (Na foto, em Vila Nova da Rainha, Azambuja). Três crianças viram Nossa Senhora entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917, o que deu origem ao santuário
Símbolos. Os peregrinos carregam cruzes com a imagem de Maria e flores [Na foto, no Bombarral]
Devoção. Durante a longa jornada, que obriga a descansar, os peregrinos rezam e cantam
Assistência. Cruz Vermelha, Protecção Civil, Bombeiros, INEM, Escuteiros e outros prestam assistência aos peregrinos. As maleitas são quase todas resultantes da caminhada a pé
Assistência. Cruz Vermelha, Protecção Civil, Bombeiros, INEM, Escuteiros e outros prestam assistência aos peregrinos. As maleitas são quase todas resultantes da caminhada a pé
Fátima. Milhares de peregrinos caminham para o santuário (na foto em Almargem, Viseu). Três crianças viram Nossa Senhora entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917, o que deu origem ao santuário
Devoção. Durante a longa jornada, que obriga a descansar, os peregrinos rezam e cantam
Caminhada. Um grupo de meia centena de pessoas caminha na zona do Bombarral. Hoje são esperados em Fátima 35 mil peregrinos a pé
Bombeiros. Muitos pernoitam nos quartéis de bombeiros [na foto, Voluntários de Castro Daire]
Fé. A credibilidade eclesial das aparições foi declarada pelo Bispo de Leiria, em Carta Pastoral de 13 de Outubro de 1930. Escreveu: “Havemos por bem declarar, como dignas de crédito, as visões das crianças na Cova da Iria.” Desde então, o culto espalhou-se pelo mundo inteiro
Fátima. Milhares de peregrinos caminham para o santuário (Na foto, em Vila Nova da Rainha, Azambuja). Três crianças viram Nossa Senhora entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917, o que deu origem ao santuário
Símbolos. Os peregrinos carregam cruzes com a imagem de Maria e flores [Na foto, no Bombarral]
Devoção. Durante a longa jornada, que obriga a descansar, os peregrinos rezam e cantam
Assistência. Cruz Vermelha, Protecção Civil, Bombeiros, INEM, Escuteiros e outros prestam assistência aos peregrinos. As maleitas são quase todas resultantes da caminhada a pé
Assistência. Cruz Vermelha, Protecção Civil, Bombeiros, INEM, Escuteiros e outros prestam assistência aos peregrinos. As maleitas são quase todas resultantes da caminhada a pé
Fátima. Milhares de peregrinos caminham para o santuário (na foto em Almargem, Viseu). Três crianças viram Nossa Senhora entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917, o que deu origem ao santuário
Devoção. Durante a longa jornada, que obriga a descansar, os peregrinos rezam e cantam
Caminhada. Um grupo de meia centena de pessoas caminha na zona do Bombarral. Hoje são esperados em Fátima 35 mil peregrinos a pé

A 13 de Maio na Cova da Iria

Demonstração maior da fé católica em Portugal, a peregrinação que marca o início das aparições de 1917 repete-se ano após ano com o mesmo espírito de entrega. A esperança é motor poderoso para os caminhantes de Fátima.

13 de Maio de 2012 às 15:00