Barra Cofina

Correio da Manhã

Multimédia
3
INOVAÇÃO. Os novos ritmos de Carlos Pinto, de 32 anos, são já conhecidos como o ‘Jazz da Concertina’. A festa na aldeia da Barrenta foi rija e juntou tocadores em palco ou entre o público para tocar à desgarrada
INSTRUMENTO. Cerca de cinco mil pessoas foram a Barrenta para ver o encontro de concertinas. Na foto, o tocador Carlos Pinto
TOCADORES. Com 42 habitantes, a aldeia da Barrenta ganha nova vida com a organização deste encontro de tocadores. Entre público e tocadores, a aldeia enche
TRADIÇÃO. Manuel Gonçalves, de 80 anos, procura recordar a juventude através dos ritmos da sua concertina. Comprou a primeira há quatro décadas
ENCONTRO. O evento teve no sábado, 29 de Setembro, mais de 200 tocadores
INSTRUMENTO. A concertina é o nome pelo qual é conhecido o acordeão diatónico, um instrumento de palhetas livres, com fole, semelhante a um acordeão
SONHO ANTIGO. Maria Helena Morgado Santos cumpriu o sonho aos 60 anos. A cabeleireira subiu ao palco da 11.ª Edição do Encontro Nacional de Concertina, na aldeia da Barrenta
TOCADORES. Com 42 habitantes, a aldeia da Barrenta ganha nova vida com a organização deste encontro de tocadores. Entre público e tocadores, a aldeia enche
INSTRUMENTO. A concertina é o nome pelo qual é conhecido o acordeão diatónico, um instrumento de palhetas livres, com fole, semelhante a um acordeão
A moda da concertina
INOVAÇÃO. Os novos ritmos de Carlos Pinto, de 32 anos, são já conhecidos como o ‘Jazz da Concertina’. A festa na aldeia da Barrenta foi rija e juntou tocadores em palco ou entre o público para tocar à desgarrada
INSTRUMENTO. Cerca de cinco mil pessoas foram a Barrenta para ver o encontro de concertinas. Na foto, o tocador Carlos Pinto
TOCADORES. Com 42 habitantes, a aldeia da Barrenta ganha nova vida com a organização deste encontro de tocadores. Entre público e tocadores, a aldeia enche
TRADIÇÃO. Manuel Gonçalves, de 80 anos, procura recordar a juventude através dos ritmos da sua concertina. Comprou a primeira há quatro décadas
ENCONTRO. O evento teve no sábado, 29 de Setembro, mais de 200 tocadores
INSTRUMENTO. A concertina é o nome pelo qual é conhecido o acordeão diatónico, um instrumento de palhetas livres, com fole, semelhante a um acordeão
SONHO ANTIGO. Maria Helena Morgado Santos cumpriu o sonho aos 60 anos. A cabeleireira subiu ao palco da 11.ª Edição do Encontro Nacional de Concertina, na aldeia da Barrenta
TOCADORES. Com 42 habitantes, a aldeia da Barrenta ganha nova vida com a organização deste encontro de tocadores. Entre público e tocadores, a aldeia enche
INSTRUMENTO. A concertina é o nome pelo qual é conhecido o acordeão diatónico, um instrumento de palhetas livres, com fole, semelhante a um acordeão
A moda da concertina
INOVAÇÃO. Os novos ritmos de Carlos Pinto, de 32 anos, são já conhecidos como o ‘Jazz da Concertina’. A festa na aldeia da Barrenta foi rija e juntou tocadores em palco ou entre o público para tocar à desgarrada
INSTRUMENTO. Cerca de cinco mil pessoas foram a Barrenta para ver o encontro de concertinas. Na foto, o tocador Carlos Pinto
TOCADORES. Com 42 habitantes, a aldeia da Barrenta ganha nova vida com a organização deste encontro de tocadores. Entre público e tocadores, a aldeia enche
TRADIÇÃO. Manuel Gonçalves, de 80 anos, procura recordar a juventude através dos ritmos da sua concertina. Comprou a primeira há quatro décadas
ENCONTRO. O evento teve no sábado, 29 de Setembro, mais de 200 tocadores
INSTRUMENTO. A concertina é o nome pelo qual é conhecido o acordeão diatónico, um instrumento de palhetas livres, com fole, semelhante a um acordeão
SONHO ANTIGO. Maria Helena Morgado Santos cumpriu o sonho aos 60 anos. A cabeleireira subiu ao palco da 11.ª Edição do Encontro Nacional de Concertina, na aldeia da Barrenta
TOCADORES. Com 42 habitantes, a aldeia da Barrenta ganha nova vida com a organização deste encontro de tocadores. Entre público e tocadores, a aldeia enche
INSTRUMENTO. A concertina é o nome pelo qual é conhecido o acordeão diatónico, um instrumento de palhetas livres, com fole, semelhante a um acordeão
A moda da concertina

A moda da concertina

Tocar concertina era o seu sonho de menina. Conseguiu realizá-lo aos 60 anos. E, depois de um ano de treinos e de ter conseguido comprar o seu próprio instrumento, Maria Helena Morgado Santos, uma cabeleireira da zona da Mendiga, Porto de Mós, subiu ao palco e recebeu os aplausos do público, na 11ª edição do Encontro Nacional de Tocadores de Concertina, que decorreu sábado, dia 29, na aldeia da Barrenta, em Porto de Mós.

7 de Outubro de 2012 às 15:00

Mais vistos