Barra Cofina

Correio da Manhã

Multimédia
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos
'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos

'Cabras' protestam em Genebra sem preconceitos

Um protesto em nome da liberdade: centenas de mulheres, que se assumem como 'cabras', desfilaram no sábado pelas ruas de Genebra, na Suíça. Com pouca roupa e cartazes com palavras de ordem, as manifestantes 'vadias' reagiram assim à polémica surgida em 2011, no Canadá, quando um polícia disse que, para haver segurança, "as mulheres deviam evitar vestirem-se como cabras".

7 de Outubro de 2012 às 15:29

Mais vistos