Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Presidente angolano exonera secretários de Estado da Defesa, das Águas e das Obras Públicas

Última mexida no Governo angolano ocorreu a 2 de janeiro deste ano.
Lusa 10 de Maio de 2019 às 20:53
João Lourenço, presidente angolano
João Lourenço
João Lourenço, presidente de Angola, em Portugal
João Lourenço, presidente angolano
João Lourenço
João Lourenço, presidente de Angola, em Portugal
João Lourenço, presidente angolano
João Lourenço
João Lourenço, presidente de Angola, em Portugal
O Presidente de Angola, João Lourenço, exonerou esta sexta-feira, por decreto, os secretários de Estado da Defesa, Águas e Obras Públicas, cargos para que foram nomeados em outubro de 2017, indica esta sexta-feira uma nota oficial.

Segundo um comunicado da Casa Civil do Presidente angolano, João Lourenço exonerou, a pedido do visado, Gaspar Santos Rufino (secretário de Estado da Defesa), e por "conveniência de serviço", Luís Filipe da Silva (Águas) e Fernando Malheiros José Carlos (Obras Públicas).

Para os respetivos lugares, o chefe de Estado angolano nomeou José Maria de Lima (secretário de Estado da Defesa), que deixa a presidência do Instituto de Defesa Nacional, ligado ao ministério homónimo, Lucrécio Alexandre Manuel da Costa (Águas) e Carlos Alberto Gregório dos Santos (Obras Públicas).

A última mexida no Governo angolano ocorreu a 2 de janeiro deste ano, quando João Lourenço substituiu as ministras das Pescas e do Mar, Victória de Barros Neto, nomeando Maria Antonieta Josefina Sabina Baptista, e da Ação Social, Família e Promoção da Mulher, Victória Francisco Correia da Conceição, colocando no seu lugar Faustina de Almeida Alves.

Na mesma altura, o Presidente angolano exonerou igualmente Carlos Alberto Jaime Pinto do cargo de secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, tendo nomeado, por decreto, para as mesmas funções José Carlos Lopes da Silva Bettencourt.

O Governo angolano, liderado desde setembro de 2017 por João Lourenço, conta com 32 ministros (incluindo três de Estado), mais um do que o último de José Eduardo dos Santos, que foi chefe de Estado entre 1979 e 2017.

O Presidente de Angola também exonerou quatro vice-governadores provinciais, em Luanda e na Lunda Sul, também por "conveniência de serviço", todos nomeados para as funções a 25 de outubro de 2017.

No Governo Provincial de Luanda, João Lourenço exonerou o vice-governador para o Setor Económico, Júlio Marcelino Vieira Bessa; para os Serviços Técnicos e Infraestruturas, José Paulo Kai, e para o Setor Político e Social, Ana Paula dos Santos Corrêa Victor.

Para os respetivos lugares, o Presidente angolano nomeou Lino Quienda Mateus Sebastião (vice-governador da província de Luanda para o Setor Económico), Elizabeth de Fátima Tavares Matos Rafael (para os Serviços Técnicos e Infraestruturas) e Dionísio Manuel da Fonseca (para o Setor Político e Social).

No Governo provincial da Lunda Sul, João Lourenço exonerou Ofélia Madalena Jeremias Uqueve Xiri do cargo de Vice-Governadora para Setor Político, Social e Económico, nomeando, para o lugar, Cassongo João da Cruz.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)