Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

África do Sul retira dois milhões de vacinas Covid Johnson & Johnson

Decisão deve-se a "um problema de não conformidade" durante o seu fabrico nos Estados Unidos.
Lusa 13 de Junho de 2021 às 10:21
A carregar o vídeo ...
África do Sul retira dois milhões de vacinas Covid Johnson & Johnson
A África do Sul anunciou hoje que vai retirar dois milhões de vacinas contra a covid-19 da Johnson & Johnson (J&J), devido a "um problema de não conformidade" durante o seu fabrico nos Estados Unidos.

A agência sul-africana do medicamento (Sahpra) afirmou numa declaração que tinha "tomado a decisão de não distribuir vacinas produzidas a partir de lotes de componentes impróprios".

As autoridades americanas anunciaram na sexta-feira que "vários lotes", ou seja, vários milhões de doses, fabricados em Baltimore nos Estados Unidos, e cuja produção teve de ser interrompida há várias semanas, terão de ser deitados fora. Os testes tinham revelado que componentes da vacina britânica AstraZeneca, fabricada na mesma fábrica, tinham sido erradamente misturados com a fórmula J&J.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
África do Sul J&J Covid Johnson Estados Unidos saúde Covid-19 coronavírus
Ver comentários