Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Angola assinala o Dia Mundial dos Enfermeiros com falta de profissionais no setor

Presidente angolano, João Lourenço, enalteceu nesse dia a "dedicação e sacrifício" da classe no país.
15 de Maio de 2019 às 14:33
João Lourenço, Presidente de Angola
João Lourenço, Presidente de Angola FOTO: Lusa

Angola assinalou o Dia Mundial da Enfermagem e dos Enfermeiros no dia 12 de maio com falta de mais de 60 mil profissionais de saúde no setor. A comemoração surge numa altura em que o país se debate com poucos Recursos Humanos nesse setor, avança a rádio francesa RFI.

A mesma fonte avança que, em fevereiro, a Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, admitiu serem necessários 30 mil médicos e 66 mil enfermeiros para que seja possível responder às necessidades a população atendida atualmente por 28 mil enfermeiros.

Em Angola, os enfermeiros reivindicam por melhores condições salariais e de trabalho, e também por promoção das carreiras. Apesar disto, e segundo informações reveladas pela Ordem dos Enfermeiros, são mais de 10 mil os profissionais que estão no desemprego numa altura em que o sistema de saúde do país precisa de mais Recursos Humanos.

No dia assinalado, o presidente angolano, João Lourenço, fez referência à "dedicação e sacrifício" da classe em Angola, sublinhando as "condições difíceis" em que os enfermeiros trabalham.

João Lourenço admitiu que o Estado "deve continuar a empenhar-se cada vez mais na melhoria das condições de vida e de trabalho" dos profissionais do setor e recordou que o Governo aprovou o novo "regime de carreira" que tem como objectivo reconhecer e valorizar da classe. Este regime abrange atualmente cerca de sete mil enfermeiros, segundo o executivo.

O Dia Mundial da Enfermagem e dos Enfermeiros foi assinalado também numa altura em que o país atravessa uma epidemia de sarampo na Luanda-Sul. Desde março já morreram 50 pessoas devido ao surto. Já foram diagnosticados mais de 1200 casos naquela província.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)