Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Angola cessou estatuto de refugiados a mais de quatro mil cidadãos da Libéria, Ruanda e Serra Leoa

Informação foi esta terça-feira avançada pelo presidente do Conselho Nacional para os refugiados, João Dias.
Lusa 28 de Setembro de 2021 às 13:25
Milhares de pessoas foram forçadas a abandonar Angola durante o conflito armado do país
Milhares de pessoas foram forçadas a abandonar Angola durante o conflito armado do país FOTO: Getty Images
Angola registou 4166 cidadãos da Serra Leoa, Libéria e Ruanda, que agora cessam o estatuto de refugiados, tendo apenas um manifestado o desejo de regressar ao seu país de origem, anunciaram esta terça-feira as autoridades angolanas.

A informação foi esta terça-feira avançada pelo presidente do Conselho Nacional para os refugiados, João Dias, durante a reunião de balanço do registo dos cidadãos da Serra Leoa, Ruanda e Libéria, que decorreu de março até este mês.

Segundo João Dias, igualmente o diretor-geral do Serviço de Migração e Estrangeiros de Angola, o país tem sob proteção internacional 46 310 cidadãos estrangeiros de diversas nacionalidades, dos quais 16 173 refugiados e 30 137 requerentes de asilo.

Angola Libéria Ruanda Serra Leoa João Dias política questões sociais refugiados
Ver comentários