Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Angola com 326 casos confirmados e 14 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Casos confirmados foram notificados nas províncias de Luanda, Huíla, Zaire, Benguela, Namibe, Huambo, Lunda Sul e Moxico.
Lusa 26 de Setembro de 2021 às 19:56
Covid-19 em Angola
Covid-19 em Angola FOTO: Lusa
Angola registou 326 novos casos, 14 mortes e 79 recuperações, nas últimas 24 horas, segundo o boletim epidemiológico da Direção Nacional de Saúde este domingo divulgado.

Os casos confirmados foram notificados nas províncias de Luanda (179), Huíla (100), Zaire (25), Benguela (9), Namibe (9), Huambo (2), Lunda Sul (1) e Moxico (1), com as idades compreendidas entre cinco meses e 102 anos, sendo 186 do sexo masculino e 140 do sexo feminino.

De acordo com os dados, os óbitos reportados foram sete em Luanda, três em Benguela, dois no Huambo, igual número em Malanje, com idades que variam dos 17 aos 91 anos, sendo sete do sexo masculino e o mesmo número do sexo feminino.

No que se refere às recuperações, o maior número foi registado em Luanda (66), seguindo-se o Namibe (8), Huíla (3), Huambo (1) e Moxico (1), com idades entre 1 e 88 anos.

Com os dados das últimas 24 horas, o país apresenta o cumulativo de 55.121 casos positivos, 1.501 óbitos, 47.273 recuperações e 6.347 ativos, dos quais 43 críticos, 49 graves, 171 moderados, 86 leves e 5.998 assintomáticos, estando internados 349 doentes, em quarentena institucional 126 pessoas e sob vigilância epidemiológica 3.132 contactos.

Os laboratórios processaram 2.501 amostras por RT-PCR no período em referência, perfazendo o cumulativo de 986.534 amostras até à presente data, com uma taxa de positividade de 5,6%.

A covid-19 provocou pelo menos 4.740.525 mortes em todo o mundo, entre 231,48 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Ver comentários