Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Assembleia moçambicana pede aos parlamentos da África Austral leis contra mudanças climáticas

África Austral sofreu no primeiro trimestre deste ano o impacto de dois ciclones devastadores.
Lusa 19 de Julho de 2019 às 12:12
Bandeira de Moçambique
Bandeira de Moçambique FOTO: Getty Images
A presidente da Assembleia da República moçambicana disse esta sexta-feira em Maputo que os parlamentos da África Austral devem adotar medidas legislativas para o combate às mudanças climáticas, assinalando que a região está a sofrer as consequências de calamidades naturais.

"Como parlamentares, devemos engajar-nos nos esforços que os nosso governos têm levado a cabo, quer ao nível nacional, quer regional, para que as nossas comunidades sejam mais resilientes às mudanças climáticas", disse Verónica Macamo.

Macamo desafiou os parlamentos da África Austral a intervirem com medidas legislativas no combate à mudanças climáticas, quando falava durante a abertura da reunião da Comissão Executiva do Fórum Parlamentar da Comunidade dos Países da África Austral (SADC).

"Os recentes ciclones que abalaram a nossa região e os seus efeitos devastadores são uma prova inequívoca de que algo deve ser feito", frisou Verónica Macamo.

Os órgãos legislativos da SADC devem agir, dentro das suas competências, no sentido de reduzir a vulnerabilidade da África Austral ao efeito das mudanças climáticas, acrescentou a presidente da Assembleia da República.

Verónica Macamo exortou os legisladores a persuadirem os governos dos países que ainda anão ratificaram os instrumentos internacionais de combate às mudanças climáticas para aderirem a esses compromissos, visando uma ação coordenada.

A África Austral sofreu no primeiro trimestre deste ano o impacto de dois ciclones devastadores, que provocaram dezenas de mortos e elevados danos materiais.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)