Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Caçador de animais selvagens morto a tiro na África do Sul

Riaan Naude publicava fotografias suas com carcaças de espécies em extinção
Correio da Manhã 4 de Julho de 2022 às 12:13
Riaan Naude
Riaan Naude FOTO: Direitos Reservados

Riaan Naude, um "caçador de prémios" de animais selvagens, publicava fotografias nas redes sociais onde aparecia com carcaças de animais de espécies em extinção. O homem de 55 anos acabou morto a tiro junto ao seu veículo na África do Sul.

Naude caçava desde leões, a girafas e até elefantes para exibição mas, segundo o jornal The Mirror, o homem foi encontrado morto na província sul-africana de Limpopo, conhecida pelas suas reservas de vida selvagem.

O porta-voz do Serviço de Polícia sul-africana revelou que "o homem estava deitado com o rosto para cima e tinha sangue na cabeça e na cara".

O Heritage Protection Group, um grupo sem fins lucrativos contra a caça de rinocerontes, afirmou que Riaan parou o carro na beira da estrada e que um segundo veículo se aproximou e disparou "a sangue frio".

Riaan Naude África do Sul interesse humano animais
Ver comentários
}