Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Centros de abrigo moçambicanos em Sofala encerrados até à próxima semana

No total, a província abriu 114 centros de abrigo, estando agora apenas quatro em funcionamento.
29 de Maio de 2019 às 19:22
Ciclone Idai no Zimbabué
Ciclone Idai
Ciclone Idai
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Ciclone Idai no Zimbabué
Ciclone Idai
Ciclone Idai
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Ciclone Idai no Zimbabué
Ciclone Idai
Ciclone Idai
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
Passagem do Ciclone Idai em Moçambique
O Instituto Nacional de Gestão de Calamidades de Moçambique prevê que até à próxima semana os centros de abrigo para vítimas do ciclone Idai em Sofala estejam todos encerrados, disse esta quarta-feira à Lusa fonte daquele organismo público.

No total, a província de Sofala abriu 114 centros de abrigo, estando agora apenas quatro em funcionamento, abrigando 993 famílias, que, com encerramento dos centros, serão realojadas em novas zonas.

"O processo de construção nas zonas de reassentamento está muito adiantado e o que falta são questões relacionadas com o saneamento", disse Paulo Tomás, delegado do INGC em Sofala, centro de Moçambique.

Dois dos centros de abrigo estão instalados na cidade da Beira e outros dois estão no distrito de Búzi, um dos mais afetados pelo ciclone Idai, que passou pelo centro de Moçambique a 14 de março.

O ciclone Idai atingiu o centro de Moçambique em março, provocou 604 mortos e afetou cerca de 1,5 milhões de pessoas, enquanto o ciclone Kenneth, que se abateu sobre o norte do país em abril, matou 45 pessoas e afetou 250.000 pessoas.

Para angariar fundos para a reconstrução, não só Idai, mas também o ciclone Kenneth, a Beira acolhe, a partir sexta-feira, uma conferência de doadores de dois dias.

O Governo moçambicano já anunciou que vai pedir aos doadores internacionais 3.200 milhões de dólares (2.870 milhões de euros) para a reconstrução dos empreendimentos destruídos.
Beira Idai Sofala Moçambique Kenneth questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)